AGENDA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL

No documento 1970 Bolívia (1970) Colômbia (1970) Equador (1970) Peru (1970) Venezuela (1970) (páginas 136-139)

Buscando promover o desenvolvimento sustentável regional, a CAF estabeleceu, co-mo uma de suas prioridades estratégicas, incentivar a sustentabilidade social e am-biental de suas intervenções. É por isto que, além de contribuir com o financiamento de projetos, programas e empreendimentos de alto impacto social, suas interven-ções têm ênfase na necessidade de trabalhar no fortalecimento institucional dos se-tores sociais, na geração de parcerias e acordos entre os diversos ase-tores, e no apro-fundamento de análise e soluções da problemática social e ambiental da região.

Esta estratégia de desenvolvimento integral sustentável busca:

Incorporar as dimensões social e ambiental como eixos transversais que impul-sionem a adoção de serviços sociais básicos sustentáveis, principalmente aos se-tores mais pobres e marginalizados da sociedade.

Contribuir com o desenvolvimento de capital humano ao promover o acesso iguali-tário a educação e saúde de qualidade.

Preservar e promover o desenvolvimento comunitário e cultural da região.

Promover a criação de oportunidades de emprego produtivo e de qualidade para os grupos mais vulneráveis da sociedade.

As ações de apoio aos países são estruturadas por meio dos seguintes programas de conteúdo social integral.

Programa integrado de Água

A CAF respalda os esforços realizados pelos países da região para assegurar que to-da a população tenha acesso a serviços adequados de água potável e saneamento.

Para alcançar este objetivo, é importante consolidar uma visão integrada de manejo dos recursos hídricos, melhorar a qualidade e eficiência dos planos de investimento, promover o fortalecimento institucional do setor e acompanhar a liderança política dos governos.

Com base nestes princípios, a estratégia da CAF para o setor de água e saneamento está centrada em apoiar seus países acionistas na estruturação e financiamento de programas e projetos sustentáveis de investimento, com alto impacto social e am-biental, direcionados a alcançar três objetivos principais: i) propiciar uma adequada gestão do recurso hídrico, desde sua geração e conservação, até sua utilização; ii) fa-cilitar a expansão da cobertura dos serviços de água potável, esgoto e tratamento de água residual, com ênfase nas populações mais vulneráveis; iii) promover o fortale-cimento institucional e regulatório do setor, e melhorar a gestão, a transparência e o desempenho das empresas ou entidades operadoras dos serviços.

Como parte do Programa Integrado de Água, a Corporação impulsiona projetos de irrigação e desenvolvimento rural que permitam pequenos produtores e residentes do campo a melhorar suas condições de vida, parte de um enfoque de desenvolvi-mento territorial integrado.

135

Para alcançar um efeito catalítico dos benefícios esperados destas intervenções, a CAF valoriza as parcerias estratégicas com outros organismos internacionais que atuam na região e trabalha em estreita coordenação, cooperação e complementari-dade com eles.

Programa integral de Desenvolvimento Humano

Com o objetivo de melhorar a qualidade e as condições de habitação da população de zonas urbanas marginais, a CAF apóia seus países acionistas por meio de um pro-grama integral de desenvolvimento urbano que inclui desenhos urbanos consisten-tes com o plano de organização territorial da zona selecionada e contempla investi-mentos relacionados à construção de habitações, instalações de saneamento básico (água e esgoto), canalização de água de chuva, instalação de serviços de energia e te-lefonia, pavimentação de rodovias de acesso, desenho e construção de zonas públi-cas, como parques ou instalações poliesportiva, postos de saúde, e construção de centros educacionais.

Programa de melhora da Qualidade educacional

Com a premissa de que a educação de qualidade é um dos instrumentos mais efica-zes para o desenvolvimento de capital humano, já que aumenta a competitividade dos trabalhadores e da igualdade social, a CAF dá ênfase a programas e projetos fo-cados em alternativas de educação superior, como educação técnica e tecnológica e em programas de melhoramento de infraestrutura social.

Assim, a Corporação oferece aos países acionistas um programa que visa fortalecer a educação superior técnica e tecnológica, mediante o melhoramento de sua oferta, qualidade e pertinência, para que atendam às novas demandas do setor produtivo por mudanças tecnológicas e por conta da globalização. De forma complementar, a CAF promove a geração e recuperação de infraestrutura educacional em resposta às novas necessidades de educação, e permite o desenvolvimento pleno das capaci-dades dos atores educativos ao financiar estudos técnicos de factibilidade e ao apoiar as diversas modalidades de financiamento para infraestrutura social.

Programa de apoio ao investimento Social

A Corporação contribui para o financiamento dos Planos de Desenvolvimento dos países membros mediante a liberação de empréstimos de longo prazo para seus go-vernos, destinados a garantir a execução de projetos de investimento público em di-versas áreas econômicas e sociais, contribuindo para a diminuição da pobreza e pa-ra a melhopa-ra da qualidade de vida da população.

GoVernanÇa

A CAF promove a governança por meio de diversas iniciativas, cujo objetivo é gerar espaços potenciais para fortalecer a democracia e aumentar a coexistência da cida-dania.

Programa de Governança e Gestão Política

O objetivo deste programa é oferecer uma perspectiva integral dos problemas de de-senvolvimento econômico e social, e a capacidade de materializar esta visão em um âmbito articulado de ação que leve em conta elementos técnicos, de negociação, e de

136

viabilidade política, econômica e social. A iniciativa é executada em parceria com a George Washington University e universidades locais desde 2001. Em 2009, o núme-ro de graduados na Argentina, Bolívia, Colômbia, Equador, México, Peru e Venezuela passou de 8.700. O Panamá adotou o programa em parceria com a Universidade do Panamá.

O programa é considerado único, já que leva o conhecimento e a experiência ao local de trabalho do funcionário, e atende as demandas dos municípios e províncias, com-binando a parte teórica e acadêmica com a realidade prática dos municípios. A capa-citação tem duração de seis meses e as classes são realizadas de modo semi-pre-sencial. O início e o fim do programa são realizados simultaneamente em oito países.

Programa de Liderança para a Transformação

A CAF continuou incentivando a execução deste programa pioneiro –por sua fórmula e inovação– pela entidade que o financia. As atividades tiveram início em 2003, bus-cando um maior posicionamento do líder como verdadeira ferramenta para impul-sionar o desenvolvimento moderno e contínuo dos povos da região.

A capacitação dos líderes compreende desde uma aprendizagem geral, que serve para fortalecer a reivindicação dos valores democráticos, até temas competentes aos campos públicos e privados, perseguindo assim a mobilização efetiva de recur-sos que permitam enfrentar as exigências das situações. Em 2009, 15.900 líderes fo-ram capacitados na Bolívia, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela.

O programa é uma demonstração de investimento social com impacto evidente. A capacitação integral dos líderes, que inclui formação de valores, tem uma duração de seis meses.

Programa Regional para a Atualização e Melhora da Gestão Local (PRAMEG) O PRAMEG visa levar a diante o processo de modernização do censo em municípios dos países andinos, com a finalidade de gerar organizações mais eficientes, com ca-pacidade de planejar, gerir, aumentar suas rendas e coordenar suas atuações para obter recursos que assegurem uma maior eficácia na prestação de serviços e no atendimento às necessidades dos cidadãos. Em 2009, a Corporação cobriu um total de 30 prefeituras, em cinco países andinos.

Ao finalizar os estudos de diagnóstico, é realizada uma oficina com os Prefeitos de cada município na Sede da CAF, e, neste encontro, realiza-se a entrega formal a cada um dos prefeitos das propostas de modernização do censo.

As prefeituras atendidas até 2009 pelo programa foram: Tiquipaya, El Torno, Tarija, Warnes, Trinidad, Sucre e Oruro, na Bolívia; Tabio, Cundinamarca, Floridablanca, Barrancabermeja, Armenia e Manizales, na Colômbia; Santa Rosa, Loja, Porto Viejo, Machala, Ambato e Manta, no Equador; Tacna, Jesús María, Lince, Breña, Trujillo e Piura, no Peru; e Girardot, El Hatillo, Lechería, Sucre e Naguanagua, na Venezuela.

137

Programa CAF de Ação Social pela Música

No documento 1970 Bolívia (1970) Colômbia (1970) Equador (1970) Peru (1970) Venezuela (1970) (páginas 136-139)