5.2.1.3.6 ABERTURA DE CRÉDITOS ADICIONAIS POR SUPERÁVIT FINANCEIRO APURADO EM BALANÇO PATRIMONIAL DO EXERCÍCIO ANTERIOR BALANÇO PATRIMONIAL DO EXERCÍCIO ANTERIOR

No documento Processo TCE-RJ Nº /22 (páginas 74-78)

O Corpo Instrutivo, com base no demonstrativo dos créditos abertos por unidade gestora e fonte de recursos44, informa que o Estado do Rio de Janeiro promoveu a abertura de crédito adicional por superávit financeiro, no exercício de 2021, no montante de R$ 3,38 bilhões, e salienta que esse valor é corroborado pelo Balanço Orçamentário Consolidado45 que registrou tal montante como superávit financeiro utilizado para créditos adicionais.

Contudo, de acordo com Balanço Patrimonial Consolidado apresentado nas contas de governo do exercício de 2020 (Processo TCE-RJ n.º 101.104-0/2021), o Estado do Rio de Janeiro

44 Doc.SUB-CONTAS Créditos Adicionais Abertos por Superávit Financeiro. Nota Técnica Sefaz/Subcont nº 02/2022.

45 Balanço Orçamentário Consolidado – Peça 13- fl. 19 e Siafe-Rio.

75 apresentou déficit financeiro na ordem de R$ 2,34 bilhões, o que indicaria, em princípio, a inexistência de superávit para a abertura de créditos adicionais.

Nesse sentido, o Corpo Instrutivo empreendeu análise com o objetivo de verificar se o Estado do Rio de Janeiro realizou a abertura dos referidos créditos com observância ao superávit financeiro evidenciado em cada unidade gestora e fonte de recurso específica, em consonância ao disposto no parágrafo único do art. 8º da Lei de Responsabilidade Fiscal, tendo por base o quadro constante do “Doc.Sub-ContasCréditos Adicionais Abertos por Superávit Financeiro”, cujos dados foram extraídos do Siafe-Rio.

A instância técnica apurou que foram abertos créditos adicionais com base no superávit financeiro apresentado na própria unidade gestora e, em alguns casos, superávit financeiro transferido de outra unidade gestora, por se tratar de mesma fonte de recurso, conforme evidenciado nas notas explicativas apresentadas no demonstrativo dos créditos abertos por unidade gestora e fonte de recursos46.

Ao se confrontar os valores do superávit financeiro registrados no supracitado demonstrativo (superávit informado) com aqueles consignados no Quadro do Superávit/Déficit Financeiro do Balanço Patrimonial do exercício de 2021 (coluna exercício anterior) contido no Siafe-Rio, o Corpo Instrutivo constata a paridade dos valores do superávit por unidade gestora e fonte de recursos, exceto para os créditos abertos listados na tabela a seguir:

Tabela 13 - Créditos abertos sem superávit financeiro na fonte de recursos "fechada"

R$1

Unidade Gestora Fonte Superávit/déficit

Financeiro de 2020

140100 - SECRETARIA DE ESTADO DA CASA CIVIL 101 0 52.821.115 52.821.115

150100 - SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA E

ECONOMIA CRIATIVA 100 -8.336.107 11.964.258

160100 - SECRETARIA DE ESTADO DE DEFESA CIVIL E

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR 212 0 2.700

166100 - FUNDO ESPECIAL DO CORPO DE BOMBEIROS 225 -4.003.244 1.000.000

166100 - FUNDO ESPECIAL DO CORPO DE BOMBEIROS 232 163.491 39.457.000

170100 - SECRETARIA DE ESTADO DE ESPORTE, LAZER E

JUVENTUDE 100 -2.186.155 8.393

170100 - SECRETARIA DE ESTADO DE ESPORTE, LAZER E 212 944.738 954.738

46 Nota Técnica SEFAZ/SUBCONT nº 02/2022.

76

JUVENTUDE

220100 - SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO

ECONÔMICO, EMPREGO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS 218 42 64

243200 - INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE 212 1.916.812 2.884.804

246300 - FUNDO ESTADUAL DE RECURSOS HIDRICOS 230 31.111.927 119.828.356

260400 - SECRETARIA DE ESTADO DE POLÍCIA CIVIL 100 -279.137.762,40 151.931

260400 - SECRETARIA DE ESTADO DE POLÍCIA CIVIL 103 0 63.691.000 63.691.000

261100 - SECRETARIA DE ESTADO DE POLÍCIA MILITAR -

SEPM 101 -43.679.518,90 3.525.900 3.525.900

261100 - SECRETARIA DE ESTADO DE POLÍCIA MILITAR -

SEPM 103 0 74.805.816 74.805.816

263100 - DEPARTAMENTO DE TRANSITO DO RIO DE

JANEIRO 232 160.701.374 192.047.794

266500 - FUNDO DA POLICIA MILITAR DO ERJ 218 2.737.058 2.931.911

300100 - SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO E RENDA 100 -4.147.616 1.149.181

404100 - FUND.CARLOS CHAGAS FILHO DE AMP.A

PESQUISA-RJ 100 -521.362.564 539.796

404300 - FUNDACAO UNIV. DO EST. RIO DE JANEIRO 212 0 5.049.080

404300 - FUNDACAO UNIV. DO EST. RIO DE JANEIRO 225 0 20.825.125

404300 - FUNDACAO UNIV. DO EST. RIO DE JANEIRO 230 0 10.000.000 10.000.000

404400 - FUNDACAO APOIO A ESCOLA TECNICA ESTADO RJ. 224 13.769.451 13.769.752

404600 - FUND. CENTRO DE CIENCIAS E EDUC.SUP.DIST. ERJ 100 -22.709.631 49.338

490100 - SECRETARIA DE ESTADO DESENVOLVIMENTO

SOCIAL E DE DIREITOS HUMANOS 212 773.771,95 374.007 1.147.779

570100 - SECRETARIA DE ESTADO DE GOVERNO 101 0 352.985 352.985

Fonte: Siafe-Rio.

Também sobre o tema, o Corpo Instrutivo apresenta as seguintes considerações:

Ressalta-se que, no Quadro do Superávit/Déficit Financeiro do Balanço Patrimonial, o valor do superávit financeiro em cada fonte de recurso se refere à fonte de recurso “fechada”, enquanto que o demonstrativo dos créditos abertos por unidade gestora e fonte de recursos47 apresenta os valores considerando as fontes detalhadas.

Em consulta ao relatório de disponibilidade financeira líquida no SiafeRio, verifica-se que as aberturas dos créditos adicionais listados acima foram apuradas considerando as fontes detalhadas superavitárias com base no Quadro constante do “Doc. SSR_Créditos Abertos por Superávit Financeiro considerando as fontes detalhadas” anexado ao presente processo, cujos dados foram extraídos por meio da metodologia apresentada pela Nota Técnica SEFAZ/SUBCONT nº 02/202248, tendo por base os créditos abertos por unidade gestora e fonte de recursos.

Isto posto, constata-se que as aberturas dos créditos adicionais foram realizadas considerando as fontes detalhadas superavitárias, atendendo ao preceituado no inciso I, do § 1º, do art. 43, da Lei n.º 4320/64.

77 De acordo com a mencionada Nota Técnica, os órgãos ou entidades solicitam abertura de créditos adicionais mediante a indicação da fonte de recurso com o respectivo detalhamento em que se deu o superávit financeiro.

Segundo esse entendimento, ainda que tenha ocorrido déficit financeiro no Quadro de Superávit/Déficit Financeiro apurado no Balanço Patrimonial do exercício de 2020 (demonstrado por fonte cheia), ao considerar o detalhamento das fontes de recurso pôde-se constatar o superávit financeiro. A seguir serão analisados casos específicos, para os quais houve necessidade de justificativas análises adicionais.

No que se refere à UG 260400 – Secretaria de Estado de Polícia Civil, e à UG 261100 – Secretaria de Estado de Polícia Militar, foi esclarecido que o crédito adicional aberto nas referidas unidades gestoras, na Fonte 103, nos valores de R$ 63.691.000 e R$ 74.805.816, são provenientes do superávit financeiro apurado da UG 266600 – Fundo Estadual de Investimentos e Ações de Segurança Pública e Desenvolvimento Social – Fised.

De fato, em consulta ao SiafeRio, constata-se a existência de superávit financeiro na citada fonte, no montante de R$ 234.586.024, valor suficiente para cobrir os créditos adicionais abertos (R$ 138.496.816).

Em relação aos créditos adicionais abertos nas UGs 261100 – Secretaria de Estado de Polícia Militar (R$ 3.525.900), 140100 – Secretaria de Estado da Casa Civil (R$ 52.821.115), e 570100 – Secretaria de Estado de Governo (R$ 352.985), na Fonte 101, foi esclarecido que o superávit financeiro é proveniente da UG 266600 – Fundo Estadual de Investimentos e Ações de Segurança Pública e Desenvolvimento Social – Fised, cujo superávit financeiro para suportar os créditos adicionais abertos (R$ 56.700.000) foi confirmado em consulta ao SiafeRio.

No que concerne ao crédito adicional aberto na UG 404300 – Fundação Univ. do Est. Rio de Janeiro, Fonte 230, no montante de R$ 10.000.000, o superávit financeiro seria procedente da apuração realizada na UG 404310 Administração Central. A informação é corroborada por meio de consulta ao SiafeRio, indicando a existência de superávit financeiro suficiente (R$ 21.910.129) para cobrir a abertura do crédito.

Contudo, os créditos adicionais abertos na supracitada UG (404300 – Fundação Univ. do Est. Rio de Janeiro), nas fontes 212 (R$5.049.080) e 225 (R$20.825.125) não apresentaram cobertura.

No entanto, ao se apurar o resultado da execução da despesa, por fonte de recursos, na referida unidade gestora, Fontes 212 e 225, em consulta ao SiafeRio foi verificado economia orçamentária, sendo assim, constata-se que o respectivo crédito adicional não foi utilizado.

No tocante ao crédito adicional aberto na Unidade Gestora 246300 – Fundo Estadual de Recursos Hídricos (R$ 119.828.356), Fonte 230, verifica-se que o montante foi suportado com base no saldo da conta contábil - 1.1.1.1.2.20.02 – LIMITE DE SAQUE SUJEITO À PROGRAMAÇÃO FINANCEIRA, conforme a Notas Explicativa n.º 4, consignada na Relação de Créditos Adicionais Abertos por superávit financeiro, constante da Nota Técnica SEFAZ/SUBCONT nº 02/2022

78 (Arquivo Resposta Ofício CAC-GOVERNO TCE-RJ Nº 03 2022_Nota Técnica Superávit).

No que se refere à UG 490100 – Secretaria de Estado Desenvolvimento Social e de Direitos Humanos, foi esclarecido que o crédito adicional aberto, na Fonte 212, no montante de R$ 1.147.779, é proveniente do superávit financeiro apurado na UG 320100 – Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos.

Em consulta ao SiafeRio constata-se que o superávit financeiro existente na referida UG no valor de R$ 499.921, sendo transferido o montante de R$ 374.007, que somado ao superávit proveniente da UG 490100 (R$ 773.772) totalizou R$ 1.147.779, cobrindo, dessa forma, o crédito adicional.

Quanto à UG 240100 – Secretaria de Estado do Ambiente, foi esclarecido que o crédito aberto, no montante de R$ 2.675.900, Fonte 251, é proveniente do superávit financeiro apurado na UG 240400 – Fundo Estadual de Conservação Ambiental, na Fonte 297.

Em consulta ao SiafeRio verifica-se a existência de superávit financeiro na fonte informada no montante de R$ 7.351.801, sendo comprovada a existência de recursos disponíveis para cobrir o crédito adicional aberto.

Diante das informações apresentadas pelo Corpo Instrutivo e corroboradas pela Nota Técnica da Secretaria de Fazenda, verifica-se a paridade entre os valores do superávit financeiro registrados no demonstrativo dos créditos abertos por unidade gestora e fonte de recursos e os valores consignados no Quadro do Superávit/Déficit Financeiro do Balanço Patrimonial de 2021 extraído do Siafe-Rio, exceto para alguns casos acima discriminados. No entanto, foi observado que, em tais casos, as aberturas dos créditos adicionais foram realizadas considerando as fontes detalhadas superavitárias, em atendimento ao preceituado no inciso I do § 1º do art. 43 da Lei Federal nº 4.320/64.

No documento Processo TCE-RJ Nº /22 (páginas 74-78)