• Nenhum resultado encontrado

CRIANDO METÁFORAS

No documento Apostila Milton Alencar (páginas 37-40)

Sendo terapeutas, não precisamos brilhar em histórias, mas sim tocar o coração do cliente, mostrar-lhe que há luz no final do túnel que há saída para o seu sofrimento. Para isso, não é preciso histórias muito elaboradas, mas com simplicidade, palavras-chave, metáforas próprias do cliente. Aí você consegue dar o suporte necessário ao crescimento dele, o alívio de sua dor.

Agora veremos como fazer metáforas e atingir vários níveis de comunicação. O mais importante é que você fará algo comum (uma história comum, conhecida) se tornar única para aquela pessoa.

1) Dentro da avaliação, você pode ver se a pessoa é interna; então fale de sentimentos, sensações, é o que vai atingi-la. Se a pessoa é externa, fale de coisas que rodeiam esta pessoa, as coisas que ela valoriza quando vê, ou que ela deseja ver.

Assim, você vai seguindo a avaliação. Veja cada item, anote-os. Você fará a história ser moldada de acordo com os itens anotados. Preste bastante atenção nas relações sociais (filho mais velho, intrapunitivo, radiante, dominante etc.). Isto irá ajudar você a construir a história, colocando estes valores idiossincráticos da pessoa. Qualquer história, como a do patinho feio, por exemplo, pode se tornar única se for feita colocando os aspectos pessoais e idiossincráticos do sujeito nesta história comum. Isso toca a pessoa em questão, e a estória passa a ser pessoal.

Assim a avaliação é uma ferramenta importante ao construir uma história sob medida.

Você vai verificar os valores, as questões que são idiossincráticas e vai colocá-las na história comum. A história comum, por exemplo, "O patinho feio,,, por si mostra sobre o descobrimento dos valores pessoais, a autoestima. Se você descreve detalhes em que se encaixem os valores, as características daquela pessoa se tornarão uma história pessoal.

2) Tocar os interesses do sujeito em questão. Eu chamo isso de antenar.

Todo mundo tem uma espécie de antena, radar. Quando o assunto interessa, você ouve.

É como uma dona-de-casa que está sem empregada e, quando alguém fala de uma forma fácil de fazer comida e estocar ou lavar roupa, ela irá prestar atenção, pois tem o mesmo problema. Então, quando você fala de algo semelhante que tem o objetivo demostrar um caminho (solução), a pessoa irá fazer sua escolha para a busca de tal situação. E uma alusão às possíveis formas de solucionar algo. Também quando você fala dos seus filhos, o outro tenderá a falar dos filhos dele. Quando você fala do seu carro, o outro tenderá a falar do carro dele e assim por diante.

É uma excelente fórmula ericksoniana de fazer o outro falar de suas coisas pelo mesmo principio. Tente. Quando você quiser sugerir que há algum caminho, uma luz, fale de algo semelhante ao problema da pessoa. Ela se "antena" àquele problema porque é semelhante ao dela.

3) Como montar uma história sob medida?

Não adiante dizer seja criativo! Você pode ser muito criativo, saber contar casos, saber muitas histórias. O que interessa mesmo é que você está COMUNICANDO ALGO IMPORTANTE, que a metáfora vai carregar um elo entre o problema que a pessoa traz e alguma solução para ele.

Workshop de Intervenções Terapêutcas - Hipnose, PNL e Técnicas Psicossensoriais

www.miltonalencaronline.com.br www.mudevidas.com.br Página 38

 Tenha uma meta - o que eu desejo comunicar?

 Colocar palavras ressignificadas dentro do contexto da história. Palavras para aquela mudança.

 Fazer uma ponte, conectando o problema à solução dentro da história.

 Trabalhar para eliciar os recursos do paciente.

 Dar sugestões pós-hipnóticas por meio da história.

 Você pode usar histórias, parábolas, contos e poesias prontos ou até inventar alguma estória. As histórias poderão ser:

Histórias prontas ou estórias inventadas

Mas lembre-se: Sempre terão de conter a "história do problema" do seu paciente, e os personagens deverão ter características marcantes do mesmo.

Como montar a história?

Parece complicado, mas você verá que é fácil montar uma história. Siga os passos do esquema. Vamos dar um exemplo prático:

Uma pessoa com depressão, que ficou deprimida por desgaste da vida diária. 1) Qual a meta que desejo comunicar?

+ Depressão Retirar a pressão + Descanse/relaxe

+ Recupere o fôlego + Evite pressões

Nada como uma formiga trabalhadora de costas quebradas, aprendendo a descansar com dona cigarra. 2) Orientar para a solução - pergunte-se!

. O que está faltando para essa pessoa deprimida? . Onde ela está bloqueada? . O que ela precisa aprender para chegar lá?

. Como se consegue isso?

. O que a impede? Há crenças limitantes? . O que ela esconde por trás desse sintoma? . O que ela ganha com esse sintoma?

Depressão (De-) pressão. Descanso. Necessidade de ser cuidada. Mas vem a lei:

“Não posso! Tenho que dar conta de tudo! Ser legal para ser aceita!” Custo alto. Cansaço.

O corpo para! O sintoma fala primeiro: “Posso ser feliz se agradar a mim mesmo primeiro. Assim agradarei aos outros muito melhor!”.

Conta uma história que uma senhora tinha um poço de águas milagrosas. Todo mundo fazia fila na porta de sua casa para pedir um copo de água milagrosa. Mal ela acabava de dar um copo d’água a um doente e já havia outro. E todo o tempo, a senhora servia a água milagrosa a todos, até um dia ela caiu dura de cansaço, e todos a levaram até sua própria fonte para que ela bebesse da sua água milagrosa. Desse dia em diante, ela aprendeu primeiro a beber seu copo de água, para depois dar um copo d’água a quem necessitasse.

3) Fazer uma conexão saudável

# O personagem tem características da pessoa e dos problemas. # A história contém a solução.

# Dar novos significados às palavras idiossincráticas negativas.

... Dona formiguinha “trabalhadora, Doadora” se cansou! Mas ela achava que não podia parar! Até que um dia ficou de asas quebradas e foi levada ao SPA da cigarra para' descansar.

Workshop de Intervenções Terapêutcas - Hipnose, PNL e Técnicas Psicossensoriais

www.miltonalencaronline.com.br www.mudevidas.com.br Página 39 4) Eliciar os recursos

#Todo mundo tem características saudáveis #Todo mundo tem recursos.

#Entremear os recursos.

... Lá no SPA da cigarra, depois de uma boa cantoria da cigarra, a formiga pode perceber que ser trabalhadora tem limites, que ela poderia descansar para ser mais trabalhadora e com mais alegria e qualidade, afinal de contas uma formiga é sempre muito trabalhadora! De nada serve se estiver deprimida, porém, descansada e alegre, trabalha-se muito melhor! E assim, ela foi aprendendo saudavelmente a ajudar a si mesma em primeiro lugar!

5) Dar sugestão pós-hipnótica:

# A metáfora em si, já é a sugestão indireta.

# Devemos dar sugestões daquilo que queremos que apareça dos recursos da pessoa.

"... E na medida em que a formiguinha trabalhadora, mas muito cansada, aprendeu um pouco com a cantoria da dona cigarra, ela viu que poderia descansar, ganhar mais saúde e ser alegre outra vez para continuar sendo trabalhadora... “

Viu como foi fácil?!

Fizemos uma história sob medida e, com certeza, o paciente vai dizer: Essa história foi feita para mim. Ele se lembrará da metáfora e a carregará com ele enquanto precisar.

Alguns exemplos: # Problema: Depressão # Solução - (de) Pressão

# Descanso / Recuperação da confiança # Alegria

# Estórias - formiga # A ostra e a pérola # A mulher e os pássaros # A onça enjaulada # Jardim mau cuidado Problema: Pânico

# Pânico, pressão e desproteção - Falta de ar

- Exigências demais # Solução - Pare Respire!

- Auto proteja-se! / Feche a percepção física aguçada - Descanse .

# Metáforas

- arvorezinha isolada - Pegadas na areia

- Jardim do rei (amor perfeito) - Vasos imperfeitos

Problema: Ansiedade #Ansiedade – inquietação

- Mente rápida que não para de pensar - Preocupações em excesso.

Workshop de Intervenções Terapêutcas - Hipnose, PNL e Técnicas Psicossensoriais

www.miltonalencaronline.com.br www.mudevidas.com.br Página 40 - Cansaço.

# Solução

- remodelar o tempo -Descanso

- Relaxamento

- Ver por outro ângulo #Metáforas

- sinos da ilha - Quadro da paz

- Pedras grandes no vaso - Xícara derramando o chá

Sofia Bauer - Manual de Hipnoterapia Ericksoniana é um excelente livro com varias metáforas, ao final desta apostila indicarei alguns livros que me ajudaram bastante em meu trabalho.

INDUÇÕES HIPNÓTICAS ERICKSONIANAS

No documento Apostila Milton Alencar (páginas 37-40)