CAPÍTULO 0 - ADVERTÊNCIAS / INTRODUÇÃO

0.2. Factores de risco

A rentabilidade do Fundo está essencialmente dependente da remuneração das 5 obrigações de caixa que integram o património do Fundo que, por sua vez, é condicionada pela evolução de 5 cabazes (um cabaz por cada obrigação) constituídos em 50% pelo índice HFRX Global Hedge Fund e em 50% por um outro índice de hedge funds representativo de uma estratégia de investimento específica. Existe, pois, o risco da rentabilidade do Fundo ser reduzida no caso da evolução dos cabazes de índices de hedge funds não ser favorável (podendo, nomeadamente, a remuneração líquida total do Fundo, devida na maturidade, ser somente de 1.21% do valor inicial do mesmo (ou seja, o equivalente a uma taxa anual líquida de aproximadamente 0.24%)).

Quanto ao eventual comportamento destes produtos, poder-se-á simular diferentes cenários hipotéticos de performance do Fundo1.

Num cenário optimista, os cabazes de índices que integram as 5 obrigações apresentariam uma evolução bastante favorável, permitindo ao Fundo proporcionar uma remuneração líquida de aproximadamente 19.66%, ou seja o equivalente a uma taxa de rentabilidade líquida anual de 3.66%.

Num cenário moderado, os cabazes de índices que integram as 5 obrigações apresentariam uma evolução moderadamente favorável (à excepção de um dos índices, que por hipótese apresentaria uma performance negativa), permitindo ao Fundo proporcionar uma remuneração líquida de aproximadamente 11.92%, ou seja o equivalente a uma taxa de rentabilidade líquida anual de 2.28%.

Por outro lado, num cenário hipotético pessimista, os cabazes de índices que integram as 5 obrigações apresentariam uma evolução geral desfavorável, com o Fundo a proporcionar a remuneração mínima, devida na maturidade. Este valor reflectiria uma remuneração líquida de aproximadamente 1.21%, ou seja o equivalente a uma taxa de rentabilidade líquida anual de 0.24%.

Em qualquer caso, a política e a estratégia de investimento são definidas e conduzidas em termos de permitir, na maturidade do Fundo, o reembolso do capital investido e uma remuneração mínima, para quem subscreve inicialmente as unidades de participação do Fundo e as mantém até à maturidade do mesmo.

Contudo, o reembolso do capital investido e remuneração mínima que o Fundo pretende proporcionar, na maturidade, encontram-se sujeitos à capacidade financeira do emitente (das obrigações que integram o património do Fundo) para satisfazer os compromissos financeiros daí decorrentes e pressupõem a não alteração adversa do regime fiscal durante o período de vida do Fundo:

ƒ O património do Fundo será essencialmente constituído por 5 obrigações de caixa emitidas pelo Banco Santander Totta, S.A. (que representam, ao início, cerca de 99.23% do valor total do Fundo). Logo, o Fundo e, por conseguinte, os participantes do mesmo, estão expostos ao risco de crédito do emitente dessas obrigações. Assim, o pagamento dos rendimentos e o reembolso de capital na data de maturidade do Fundo dependem do bom cumprimento das responsabilidades por parte do Banco Santander Totta, S.A.. Deste modo, no caso de incumprimento por parte do Banco Santander Totta, S.A. (nomeadamente em caso de insolvência), os detentores de unidades de participação poderão registar uma perda do capital inicialmente subscrito.

1 Estes cenários são meramente hipotéticos e não reflectem quaisquer expectativas, juízos ou opiniões, explícita ou implicitamente, por parte da Santander Gestão de Activos – S.G.F.I.M., S.A., do BSN – Banco Santander de Negócios Portugal, S.A. ou do Banco Santander Totta, S.A., nomeadamente quanto a (i) a evolução do nível do mercado de hedge funds ou dos cinco cabazes de índices que determinam a remuneração das obrigações de caixa ou quanto (ii) à remuneração que o Fundo irá proporcionar aos seus participantes.

Actualmente, o rating do Banco Santander Totta, S.A. para dívida de longo prazo não subordinada é de A+ de acordo com a Standard & Poor’s e de AA- de acordo com a Fitch;

ƒ Existe também risco fiscal na medida em que o regime fiscal poderá ser alterado até à maturidade do Fundo. Neste contexto, uma alteração adversa do regime fiscal poderá implicar nomeadamente (i) deixar de ser possível proporcionar na maturidade do Fundo 100% do capital inicialmente subscrito na sua constituição, e/ou (ii) deixar de ser possível proporcionar uma remuneração mínima na maturidade.

Por outro lado, no caso dos participantes pretenderem alienar as unidades de participação antes da maturidade do Fundo, em mercado secundário, pode o preço líquido realizado na venda ser superior, igual ou inferior ao valor de subscrição (sendo que neste último caso registarão uma perda face ao capital investido). Adicionalmente, dado o Fundo pretender proporcionar na maturidade um valor mínimo líquido de 101.21% do valor inicialmente subscrito, os participantes que eventualmente adquirirem unidades de participação em mercado secundário acima deste valor, poderão, dependendo da evolução dos cabazes de índices, registar uma perda face ao capital investido.

A generalidade dos hedge funds, nomeadamente os que integram os índices acima indicados, estão sediados em off-shores, nomeadamente nas Bermudas, pelo que não estão sujeitos à supervisão directa de uma entidade regulatória com sede num país da OCDE.

Consequentemente, existe um risco acrescido neste tipo de fundos, relacionado nomeadamente com a eventual falta de transparência, e uma maior susceptibilidade a fraude.

O Banco Santander Totta, S.A. utilizará o montante captado com a emissão das 5 obrigações na condução normal da sua actividade.

Ao emitir as 5 obrigações, que irão ser adquiridas pelo Fundo, o Banco Santander Totta, S.A. celebrará 5 contratos de derivados OTC com o BSN – Banco Santander de Negócios Portugal, S.A. e este celebrará contratos similares com entidades terceiras. A função destes contratos é a de permitir ao Banco Santander Totta, S.A. cobrir o risco de mercado assumido com a emissão das obrigações (uma vez que a rentabilidade das mesmas depende da evolução dos índices de hedge funds).

A subscrição do Fundo não comporta qualquer risco cambial uma vez que cada obrigação procederá ao reembolso do capital investido e da remuneração na mesma moeda de denominação em que o capital foi inicialmente investido (euros). Adicionalmente, embora os índices de hedge funds sejam denominados em dólares norte-americanos, a remuneração de cada obrigação depende apenas da variação relativa dos índices de hedge funds respectivos, não sendo, por isso, necessária a conversão do valor de cada índice de dólares norte-americanos para euros, pelo que não há risco cambial.

Alerta-se para a possibilidade de existência de eventuais situações de conflitos de interesses, uma vez que o banco emitente das obrigações que irão integrar o património do Fundo, o Banco Santander Totta, S.A., e a sociedade gestora do Fundo, a Santander Gestão de Activos – SGFIM SA, fazem parte do mesmo grupo económico que tem o Banco Santander Totta, S.A. por sociedade dominante.

No caso de pessoas singulares sujeitas a IRS que optem por englobar os rendimentos respeitantes às unidades de participação ou de pessoas colectivas sujeitas a IRC, em que os rendimentos de unidades de participação em Fundos de Investimento Mobiliário constituídos de acordo com a legislação nacional integram o respectivo lucro tributável, a remuneração líquida final obtida poderá ser inferior à remuneração mínima indicada acima.

Na eventualidade da Entidade Calculadora dos Índices deixar de calcular e/ou divulgar regularmente o valor de qualquer ou quaisquer índices que determinem a remuneração das obrigações de caixa, o Agente Calculador (BSN – Banco Santander de Negócios Portugal, S.A.) poderá proceder à substituição desse(s) índice(s) e/ou à substituição da Entidade Calculadora dos Índices com base na prática normal de mercado, de forma a reflectir o mais fielmente possível os termos e o valor da operação inicialmente contratada (tendo por base as definições relevantes da International Swap Dealers Association, INC.) Ocorrendo a substituição da entidade ou dos índices, a(as) obrigação(ões), e consequentemente o fundo, reflectirão, até à data desta mesma ocorrência, a rentabilidade do(s) índice(s) subjacente(s) afectado(s). A partir dessa data, a substituição será efectivada de forma a manter as características da(s) obrigação(ões), e consequentemente do fundo, conforme artigo 11º, secção 11.1 b) B) do ISDA.

O Banco Santander Totta, S.A. desenvolve a sua actividade no sector bancário e tem a sua sede na Rua do Ouro, n.º 88, Lisboa. Os prospectos informativos da emissão das obrigações de caixa acima referidas podem ser consultadas junto da Sociedade Gestora ou do Banco Santander Totta, S.A.

No documento FUNDO DE INVESTIMENTO FECHADO HEDGE FUND INVEST FUNDO ESPECIAL DE INVESTIMENTO (páginas 7-10)