1. IADES / SES-DF / 2020

Segundo a Política Nacional de Atenção Básica (PNAB), a Estratégia Saúde da Família (ESF) vislumbra uma nova organização da Atenção Primária no Brasil.

De acordo com a PNAB, o Ministério da Saúde e o Sistema Único de Saúde (SUS), julgue o item a seguir.

Superar os efeitos da fragmentação entre os serviços de saúde do SUS e potencializar a Atenção Básica como porta de entrada preferencial é um dos principais desafios na constituição das Redes de Atenção à Saúde.

2. IADES / IADES /2020

Com base na Política Nacional de Atenção Básica (PNAB) e nas Estratégias Saúde da Família (ESF),

julgue o item a seguir.

NASFs-AB são unidades físicas independentes e especiais de atendimento.

3. FUNCERN / Prefeitura de Apodi - RN / 2019

A portaria nº 2.436/2017 aprova a Política Nacional de Atenção Básica (PNAB),estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Sobre a PNAB, é correto afirmar:

A recomenda-se que as Unidades Básicas de Saúde funcionem com carga horária mínima de 20 horas/semanais, no mínimo 3 dias da semana e em 10 meses do ano.

B destacam-se como importantes ações no processo de avaliação de risco e vulnerabilidade na Atenção Básica: o Acolhimento com Classificação de Risco e a Estratificação de Risco.

C às equipes de saúde da família, em áreas de grande dispersão territorial, áreas de risco e

vulnerabilidade social, recomenda-se a cobertura de 50% da população com número máximo de 250 pessoas por Agente Comunitário de Saúde.

D é atribuição do técnico de enfermagem, na atenção básica, realizar consultas clínicas, pequenos procedimentos cirúrgicos e atividades em grupo na Unidade Básica de Saúde.

médica.

4. CESPE / CEBRASPE / Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE / 2020

Assinale a opção que apresenta a denominação dada ao estabelecimento pertencente ao SUS que tem, pelo menos, uma equipe de saúde da família, que funciona com carga horária mínima de quarenta horas semanais, por, no mínimo, cinco dias da semana, durante os doze meses do ano.

A unidade de pronto atendimento B unidade básica de saúde

C unidade de saúde da família

D unidade do programa saúde na hora E unidade de pronto-socorro

5. Unoesc / Prefeitura de Maravilha - SC / 2021

A Política Nacional de Atenção Básica (PNAB) é resultado da experiência acumulada por conjunto de

atores envolvidos historicamente com o desenvolvimento e a consolidação do Sistema Único de Saúde

(SUS), como movimentos sociais, usuários, trabalhadores e gestores das três esferas de governo. No

Brasil, a Atenção Básica é desenvolvida com o mais alto grau de descentralização e capilaridade,

ocorrendo no local mais próximo da vida das pessoas. Ela deve ser o contato preferencial dos usuários, a principal porta de entrada e centro de comunicação com toda a Rede de Atenção à Saúde. Nessa direção, a Política Nacional de Atenção Básica (PNAB) deve estar embasada:

A Na infraestrutura necessária.

B Em expansão e ao desenvolvimento da Atenção Básica no país.

C Em princípios da universalidade, da acessibilidade, do vínculo, da continuidade do cuidado, da integralidade da atenção, da responsabilização, da humanização, da equidade e da participação social.

D No novo desenho do financiamento federal para a Atenção Básica.

6. GUALIMP / Prefeitura de Quissamã - RJ / 2021

A Atenção Básica ou atenção primária em saúde é conhecida como a "porta de entrada" dos usuários nos sistemas de saúde. Sobre a Atenção Básica, analise as afirmativas abaixo:

I. A Atenção Básica será a principal porta de entrada e centro de comunicação da Rede de Atenção à Saúde (RAS), coordenadora do cuidado e ordenadora das ações e serviços disponibilizados na rede.

II. Uma das diretrizes da Atenção Básica é o Cuidado Centrado na doença, no qual o cuidado é

construído com as pessoas, de acordo com suas necessidades e potencialidades na busca de uma vida independente e plena.

Após a análise das afirmativas acima, é CORRETO afirmar que:

A As duas afirmativas são verdadeiras.

B A primeira afirmativa é verdadeira e a segunda afirmativa é falsa.

C As duas afirmativas são falsas.

D A primeira afirmativa é falsa e a segunda afirmativa é verdadeira.

7. IADES / SES-DF / 2020

São responsabilidades comuns a todas as esferas do governo apoiar e estimular a adoção da ESF.

8. IADES / SES-DF / 2020

A Atenção Básica, e de maneira especial, a Estratégia Saúde da Família (ESF), para a sua consecução, necessita de diretrizes que apóiem as diferentes atividades a elas relacionadas. A definição de território adstrito, tão cara à sua organização, coloca-se como estratégia central, procurando reorganizar o processo de trabalho em saúde mediante operações intersetoriais e ações de promoção, prevenção e atenção à saúde (MONKEN; BARCELLOS, 2005). Isso permite a gestores, profissionais e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) compreender a dinâmica dos lugares e dos sujeitos (individual e coletivo), desvelando as desigualdades sociais e as iniquidades em saúde (GONDIM, 2012).

FIGUEIREDO, E. N. de. A Estratégia Saúde da Família na Atenção Básica do SUS.

Considerando a ESF e os conhecimentos correlatos, julgue os itens a seguir.

Com base na Política Nacional de Atenção Básica (PNAB), as unidades básicas de saúde (UBS) devem funcionar, minimamente, com carga horária de 30 horas semanais, pelo menos cinco dias da semana e nos 12 meses do ano. Esse tipo de funcionamento facilita o acesso da população a serviços básicos e essenciais.

9. CONTEMAX / Prefeitura de Vista Serrana - PB / 2021

A PNAB relata que garantir acesso ao apoio diagnóstico e laboratorial é necessário ao:

A cuidado resolutivo da população.

B sistema nacional de informação.

C selecionar, contratar e remunerar os profissionais.

D financiamento tripartite da Atenção Básica.

E cadastro de equipes, profissionais, carga horária e serviços disponibilizados.

10. IADES / SES-DF / 2020

A Atenção Primária à Saúde é a base do Sistema Único de Saúde (SUS) e já foi regida por outras portarias, sendo a mais recente a Portaria n° 2.436/2017, que aprova a Política Nacional de Atenção Básica (PNAB), estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do SUS. No que se refere a esse tema, julgue os itens a seguir.

Todas as UBS são consideradas potenciais espaços de educação, formação de recursos humanos, pesquisa, ensino em serviço, inovação e avaliação tecnológica para a Rede de Atenção à Saúde.

11. IBADE / Prefeitura de Santa Luzia D`Oeste / 2020

A organização dos serviços ofertados na Atenção Básica deverá ser orientada por princípios e diretrizes do SUS. Considerando o texto da Política Nacional de Atenção Básica (PNAB, 2017), marque a

alternativa que contém apenas diretrizes.

A Universalidade, Equidade e Integralidade

B Integralidade, Regionalização e População Adstrita C Regionalização, População Adstrita e Resolutividade

D Integralidade, Resolutividade e Longitudinalidade do cuidado

E Equidade, Resolutividade e Regionalização

12. UPENET/IAUPE / Prefeitura de Petrolina - PE / 2019

Ainda sobre as responsabilidades nas esferas do governo da Política Nacional de Atenção Básica, relacione a 2ª coluna de acordo com a 1ª.

Responsabilidade

1. Comuns a todas as esferas de governo 2. União

3. Estados e do Distrito Federal 4. Municípios e do Distrito Federal

Ações

A. Articular com o Ministério da Educação estratégias de indução às mudanças curriculares nos cursos de graduação e pós-graduação na área da saúde, visando à formação de profissionais e gestores com perfil adequado à Atenção Básica.

B. Contribuir com o financiamento tripartite para fortalecimento da Atenção Básica.

C. Programar as ações da Atenção Básica a partir de sua base territorial, de acordo com as necessidades de saúde identificadas em sua população, utilizando instrumento de programação nacional vigente.

D. Articular instituições de ensino e serviço, em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde, para formação e garantia de educação permanente aos profissionais de saúde das equipes que atuam na Atenção Básica.

Assinale a alternativa que apresenta a associação.

A 1-C; 2-D; 3-A; 4- B B 1-A; 2-B; 3-D; 4-C C 1-B; 2-D; 3-C; 4-A D 1-C; 2-A; 3-D; 4-B E 1-B; 2-A; 3-D; 4-C

13. COMPERVE / Prefeitura de Parnamirim – RN / 2019

De acordo com Figueiredo (2013), a responsabilização compartilhada entre a equipe do NASF e as

Equipes de Saúde da Família e de populações específicas garante a essas equipes maiores segurança no

encaminhamento, com base nos processos de referência e contrarreferência, e atua no fortalecimento

do seu papel de coordenação do cuidado nas redes de Atenção à Saúde. Assim, principalmente pelo

aumento da capacidade de análise e de intervenção sobre os problemas e as necessidades de saúde,

esse sistema permite materializar diretamente o princípio do SUS conhecido como

A participação social.

B controle social.

C integralidade D igualdade

14. COSEAC / UFF / 2019

A nova Política Nacional de Atenção Básica (PNAB), aprovada pela Portaria nº 2.436 de setembro de 2017, considera que a Atenção Básica:

A é uma ação subsequente à Atenção Primária à Saúde, com princípios e diretrizes pactuadas na Reunião da Comissão Intergestores e de operacionalização nas Redes de Atenção à Saúde (RAS).

B é o conjunto de ações de saúde individuais, familiares e coletivas que envolvem promoção,

prevenção, proteção, diagnóstico, tratamento, reabilitação, redução de danos, cuidados paliativos e vigilância em saúde.

C será ofertada gradativa e parcialmente a todas as pessoas, de acordo com suas necessidades e demandas do território, considerando os determinantes e condicionantes de saúde.

D é a estratégia prioritária para expansão e consolidação da Saúde da Família, potencial espaço de educação, pesquisa, ensino em serviço, inovação e avaliação tecnológica para a Unidade Básica.

E adotará estratégias, de caráter transitório, para garantir um amplo escopo de ações e serviços a serem ofertados na rede de atendimento à saúde compatíveis com as necessidades de saúde de cada localidade/território.

15. IADES / SES-DF / 2020

A Atenção Primária à Saúde é a base do Sistema Único de Saúde (SUS) e já foi regida por outras portarias, sendo a mais recente a Portaria n° 2.436/2017, que aprova a Política Nacional de Atenção Básica (PNAB), estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do SUS. No que se refere a esse tema, julgue o item a seguir.

A Portaria n° 2.436/2017 recomenda a inclusão do gerente de Atenção Básica, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento e a qualificação do processo de trabalho nas UBS.

16.IADES / SES-DF / 2020

De acordo com a PNAB, entende-se que a população adscrita por equipe de Atenção Básica (eAB) e de Saúde da Família (eSF) é de 1,5 mil a 4 mil pessoas, localizadas ou não dentro do respectivo território, garantindo o princípio da longitudinalidade do cuidado.

17. IBADE / Prefeitura de Santa Luzia D`Oeste – RO / 2020

A “escuta qualificada e comprometida com a avaliação do potencial de risco, agravo à saúde e grau de

No documento Aula 01 Política Nacional de Atenção Básica (PNAB) Legislação do SUS Prof. Lígia Carvalheiro. Prof. Lígia Carvalheiro Aula 01. (páginas 83-89)