• Nenhum resultado encontrado

Capítulo 5. Modelos de ensino-aprendizagem

3. Descrição da prática de ensino supervisionada

3.5. Descrição e discussão das atividades do núcleo

3.5.2. Participação Ativa em Ações a realizar no âmbito do Estágio

Workshop de Trompa

Instituição de Acolhimento: CRPD

Estagiário: Duarte Alves Universidade de Aveiro - DeCa

Data: 6/02/2016 Horário: 10h00-13h30 Local Auditório Luís de Camões

Relatório Participaram os alunos do 4º ano do Curso de Iniciação e do 2º e 3º graus do Curso Básico. Foram selecionados duos, trios e quartetos para trompa. Os grupos estudaram e trabalharam as peças selecionadas sob a orientação do professor da classe. No final dos trabalhos, realizou-se uma audição onde os alunos puderam apresentar ao público presente, o trabalho desenvolvido na atividade. O professor integrou os grupos na execução das ultimas três peças.

Programa

Le Lever du rideau (Trio) ... Jacob de Haan Sechs Jagdfanfaren (Duo) ... Leopold Kozeluch,

arr. Hansjörg Angerer

Festmusik (Trio) ... Hermann Regner Scheint der Herr Mond so Schön ... Florian Pedarnig Was Kümmern mi die Sternlan ... Florian Pedarnig

Workshop de Trompa

Instituição de Acolhimento: CRPD

Estagiário: Duarte Alves Universidade de Aveiro - DeCa

Data: 12/03/16 Horário: 10h00-13h30 Local Sala 16

Relatório Esta atividade não se pode realizar na data inicialmente agendada, em virtude de um dos alunos [ aluno da prática pedagógica de coadjuvação letiva] se encontrar a participar numa romaria quaresmal que, no contexto da tradição da ilha de S. Miguel, tem a duração de uma semana. Assim, o mesmo foi adiado para a presente data.

Participaram os alunos do 4º ao 6º graus dos Cursos Básico e Secundário. Foram selecionados quartetos para trompa. O grupo, constituído por quatro alunos, estudou e trabalhou as peças selecionadas sob a orientação do professor da classe. No final dos trabalhos, realizou-se uma audição onde os alunos puderam apresentar ao público presente, o trabalho desenvolvido na atividade. O professor integrou o grupo executando as vozes que apresentavam maior grau de dificuldade para os alunos.

Não compareceu um dos alunos por se encontrar doente.

Programa

La Marche... G.F. Haendel

arr. J.F. Taillard

Três motetes para coro misto a capella... J. Brahms

arr. K. Turner

O Süsser Mai!, op 93 N. 3 Ach, arme Welt!, op 110 N. 2 Im Herbst

Eher leige... Hermann Regner Hertz-Schmerz- Polka ... Florian Pedarnig

Aula Pedagógica

Instituição de Acolhimento: CRPD

Estagiário: Duarte Alves Universidade de Aveiro - DeCa

Data: 19/02/2016 Horário: 17h30-18h15 Local Sala 22

Relatório A aula pedagógica realizou-se no dia 19 de fevereiro, às 17h30, horário

da turma do 4º ano da profª Maria Rita Medeiros, da qual faz parte o aluno da classe de trompa, Tiago Marques. A apresentação da trompa quanto à sua constituição morfológica foi dinamizada pelo aluno estagiário que estabeleceu diálogo com a turma questionando e apelando para os conhecimentos dos alunos sobre o instrumento em apresentação. A turma mostrou-se, de igual modo, bastante interessada e colaborativa colocando diversas questões pertinentes. A interação estabelecida com a turma promoveu o “fio condutor” da construção do conhecimento. O aluno Tiago Marques complementou a apresentação, realizando as demonstrações práticas da explicação teórica enunciada. Foram salientadas as partes constituintes da trompa: bocal, bombas, válvulas e campânula; aspetos de execução: dedilhação e postura associada à mão na campânula; dimensão do instrumento (extensão do tubo esticado de cerca de 4 metros, sendo utilizada uma corda de 4 metros para a concretização, no espaço, da real dimensão do instrumento). A apresentação concluiu-se com o aluno Tiago a executar duas das peças que estudou na disciplina de instrumento. Os conhecimentos obtidos na apresentação foram consolidados com a realização de uma ficha de trabalho (cf. Anexo 14).

Todas as atividades desenvolvidas tiveram como principal objetivo desenvolver e intensificar, nos alunos, o gosto pelo instrumento, gerando empatia através de diversos domínios. Começo por destacar a Masterclasse de Trompa que, de acordo com as opiniões expressas pelos alunos, se terá situado no cimo da pirâmide das atividades. Após a sua realização, os alunos mantiveram como referência, no seu desempenho em contexto de aula, aspetos focados pelo professor Bernardo Silva, a cada um. Em segundo lugar, destacaram-se os dois Workshop de Trompa. A realização instrumental em conjunto promoveu, aos grupos de alunos, o prazer de tocar em grupo, para além da camaradagem que adveio destes encontros. Saliente-se que, apesar dos alunos dos cursos de iniciação e básico frequentarem, por inerência do respetivo currículo, 45 minutos de aula partilhada semanalmente, o reduzido número de alunos que a constituem (normalmente dois) não lhes permite desenvolver a prática de conjunto do seu instrumento num contexto mais alargado. Mas devo lembrar que 3 dos 4 alunos frequentavam uma banda com ensaios e atuações regulares que lhes proporciona essa vivência em conjunto. Saliente-se, também, que a maioria dos restantes alunos da classe de trompa pertence a uma banda civil e por isso desenvolve regularmente prática musical em conjunto na banda, com repertórios e contextos performativos diferentes dos vivenciados no CRPD. Assim, o prazer de tocar em conjunto revela-se-lhes, em contexto de sala de aula, ferramenta preciosa para a motivação de tocar em grupo.Esta atividade promoveu, igualmente, a camaradagem da classe de trompa. Estes dois aspetos foram visíveis quando três alunos pediram ao professor para repetir a peça em trio, estudada no Workshop, na audição de classe do dia 22 de fevereiro. Foi unânime, em toda a classe, o pedido de que esta atividade se pudesse repetir nos próximos anos letivos. A audição de classe, pelo fato de reunir todos os alunos da classe de trompa, promoveu aos seus intervenientes, de acordo com as suas opiniões bastante consensuais, conforto por se apresentarem para colegas e familiares, sentindo-se mais confiantes na sua apresentação, bem como a possibilidade dos mais novos assistirem aos mais velhos, podendo apreciar o seu desempenho técnico e performativo. O recital de trompa resultou, para a aluna, por um lado na síntese do trabalho desenvolvido ao longo do ano letivo, por outro a preparação para o seu recital final de 8º grau. De igual modo, a elaboração das notas ao programa pretendeu iniciar a aluna à tarefa que é exigida pela Prova de Aptidão Artística, e que deverá realizar para obtenção da conclusão do curso secundário de instrumento. Por fim, a aula pedagógica que teve como principal objetivo

a divulgação da trompa na comunidade educativa, mas também despoletar no aluno Tiago Marques um maior domínio histórico e morfológico do seu instrumento.

Podemos concluir que as atividades realizadas atingiram os objetivos que lhes estavam subjacentes, cumpridos com êxito.