Capítulo 5 – Biblioteca de Componentes Web Brechó-VCM

5.3 Implementação da Biblioteca Brechó-VCM

5.3.2. Um Exemplo de Utilização

Com o objetivo de demonstrar como a biblioteca Brechó-VCM funciona e apóia a abordagem proposta, algumas atividades relacionadas às instâncias da cadeia de valor são apresentadas nesta seção (SANTOS et al., 2010). Considere a atividade de precificação mostrada na Figura 5.7, realizada quando um produtor chamado Rodrigo está publicando uma release (version 2.1) do componente Odyssey MDA 2.0 e fazendo o upload de um de seus artefatos (binary artifact). Nesse momento, o produtor pode escolher entre os Modelos de Precificação Clássica e de Mercado ao acionar o Mecanismo de Precificação. Caso o primeiro modelo seja escolhido, o produtor pode selecionar um dos três modelos específicos (Seção 4.4), configurar alguns parâmetros e obter um diagnóstico financeiro relativo ao artefato em precificação. Caso contrário, no segundo modelo, artefatos similares são recuperados por meio da similaridade sintática melhorada pela indexação executada pela biblioteca Lucene, e este conjunto pode ser filtrado por elementos de documentação e/ou por categorias associadas. Esta similaridade considera um matching entre as documentações dos diferentes níveis da organização interna da biblioteca (i.e., componentes, distribuições e releases).

Utilizando o Modelo de Precificação de Mercado, o produtor se torna um importante SCS que pode contribuir para a manutenção da similaridade histórica. O

produtor deve selecionar um conjunto de artefatos que ele considera similar ao artefato em precificação, verificando a sua documentação por meio do ícone detalhes mostrado ao lado de cada item (i.e., componente e distribuição referentes ao artefato). Quando o produtor confirma a seleção, algumas informações são extraídas de dados históricos dos artefatos similares e mostradas como sumários através do Mecanismo de Visualização (Seção 4.8), de modo que o produtor possa aceitar ou não o preço sugerido com base no modelo (lado direito da Figura 5.7). Dessa forma, ao interagir com esse modelo, o produtor contribui para a similaridade de mercado, considerando o seu grau de

credibilidade calculado pelo Mecanismo de Avaliação Estendido (explicado a seguir), o

que impacta diretamente a perspectiva do consumidor.

Figura 5.7 – Atividade de precificação (parte superior): Modelos de Precificação Clássica (lado esquerdo) e de Mercado (lado direito)

Por outro lado, quando uma consumidora chamada Cláudia necessita do componente Odyssey MDA 2.0 e efetua uma atividade de aquisição, ela pode utilizar duas opções de busca, por palavras-chave ou por categorias hierarquizadas. Após selecionar o componente desejado, a consumidora indica um pacote de interesse (que contém os artefatos relacionados) e verifica os pacotes similares (clusters organizados e exibidos via Mecanismo de Visualização, tratando a tarefa de detalhe sob demanda), como exemplifica a Figura 5.8, incluindo a possibilidade de refinamento por categorias, tratando a tarefa de filtro do Mecanismo de Visualização. Por fim, a consumidora pode

verificar as últimas avaliações do componente, utilizando extrações de relacionamentos do Mecanismo de Visualização.

Ao decidir adquirir esse componente, a consumidora deve fazer o download, adicionando-o, primeiro, no carrinho de compras. Neste momento, dependendo da quantidade de pontos virtuais que ela possui (Mecanismo de Marketing, Seção 4.5), ela pode conseguir descontos na atividade de aquisição (tela Download Options da Figura 5.8). Uma vez que a atividade de aquisição só é terminada após a consumidora fechar o

carrinho de compras, os descontos são concedidos sobre o preço total relativo à soma

dos preços de cada componente. Conseqüentemente, os SCSs envolvidos (a consumidora e o(s) produtor(es)) têm suas contas de usuário atualizadas: os pontos

virtuais e/ou créditos utilizados pela consumidora são debitados e os créditos referentes

ao(s) preço(s) do(s) componente(s) são creditados para o(s) produtor(es).

Figura 5.8 – Atividade de aquisição: verificando componentes similares (lado esquerdo), verificando avaliações (parte superior) e utilizando pontos virtuais (parte inferior do lado direito)

Nesse caso, devido ao fato da biblioteca Brechó-VCM não ter incorporado um modelo efetivo para transferência de pontos virtuais, nem para a sua conversão em

créditos, ela deve utilizar parte das retenções de encargos para equilibrar o ônus

financeiro gerado pelo menor pagamento efetuado pelo consumidor, diante das recompensas obtidas por sua participação ativa. Aliás, isto representa a instabilidade inerente ao setor de Serviços. Por exemplo, um vôo pode operar abaixo da capacidade em certos períodos, e acima desta em outros, de forma que, na média, o preço fixo

adotado por uma companhia aérea possa manter um serviço de qualidade para tipos distintos de clientes, podendo haver oscilações de preço no que tange o comportamento médio de mercado, de modo que este modelo de negócios funcione (TÉBOUL, 2006).

Após a atividade de aquisição, existe um período para realizar uma avaliação do componente (feedback). Esta atividade é realizada pelos consumidores com o objetivo de contribuir para a percepção da confiabilidade (faceta de valor riscos) do componente (e do produtor) por parte de outros SCSs. Além disso, o resultado desta atividade representa um input para balancear a similaridade histórica gerada pelo Mecanismo de Precificação. Como mencionado na Seção 4.4, a similaridade histórica se baseia em

links criados em atividades de precificação, considerando os graus de credibilidade dos

produtores, dinamicamente calculados pelo Mecanismo de Avaliação (Seção 4.6). Como as atividades de avaliação de produtores e de consumidores não foram incorporadas na biblioteca Brechó-VCM, o Mecanismo de Avaliação foi customizado (i.e., Mecanismo de Avaliação Adaptado), que passa a calcular os graus de

credibilidade dos produtores de uma forma default, a partir dos graus de satisfação

extraídos das atividades de avaliação dos componentes. Ou seja, durante a atividade de precificação, os links entre artefatos similares são criados ou reforçados, ponderados pelo grau de credibilidade, e o id do produtor responsável é armazenado para cada um desses links. Dessa forma, no futuro, com a implementação de um componente para o Mecanismo de Negociação, esse cálculo poderá ser modificado.

Por isso, quando o consumidor verifica componentes similares àquele de interesse, durante as atividades de aquisição, todos os componentes relacionados através da similaridade de mercado são recuperados. Mas, no momento em que os consumidores acionam um refinamento por níveis baseados nesta similaridade (i.e., muito baixa, baixa, média, alta e muito alta), o Mecanismo de Visualização aplica a tarefa de afastamento e aproximação e exibe os componentes similares selecionados pelo Mecanismo de Avaliação Adaptado para um certo nível (Listing Similar Packages na Figura 5.8), filtrados por cálculos que levam em conta os graus de credibilidade atualizados (e não aqueles extraídos na precificação).

A Figura 5.9 mostra como alguns modelos foram implementados na biblioteca

Brechó-VCM. Do lado esquerdo, visualiza-se como os SCSs podem editar suas contas

de usuário, apontando algumas categorias de interesse, o que corresponde ao Modelo Customizado, utilizado pelo Mecanismo de Marketing para notificar sobre novas publicações nestas categorias. Na parte superior, a Figura 5.9 apresenta o menu com três

opções: My Points (Mecanismo de Marketing), My Credits e My Cart (Mecanismo de Precificação). No item de menu My Points, os SCSs podem verificar os seus pontos

virtuais, além de explorar as sugestões providas pelo Modelo de Recomendação,

exibidas através de manipulações do tipo clusters pelo Mecanismo de Visualização, em uma tarefa de extração (Seção 4.8). Por exemplo, a consumidora Cláudia recebeu uma notificação na biblioteca Brechó-VCM, relativa ao componente Odyssey, provavelmente de interesse para futuras aquisições, com base em seu perfil (histórico de compras, grupos de consumidores e categorias de interesse).

Figura 5.9 – Modelos da abordagem Brechó-VCM relacionados ao Mecanismo de Marketing (parte superior e lado esquerdo) e ao Mecanismo de Avaliação (parte inferior do lado direito)

No item de menu My Credits, além de informações sobre créditos (credits),

limite (limit) e saldo (balance), é possível que os consumidores vejam as últimas

transações realizadas. Adicionalmente, eles podem executar a atividade de avaliação de componentes, selecionando o pacote adquirido e preenchendo três campos: (i)

evaluation, que corresponde ao grau de satisfação (de péssimo a excelente) utilizado

para calcular a reputação do produtor; (ii) suggestion of improvements, que corresponde às sugestões de demanda específica do Mecanismo de Marketing; e (iii) comments, que corresponde ao espaço disponibilizado para avaliações gerais e subjetivas. Depois de realizar esta atividade, os consumidores acumulam pontos virtuais, de acordo com a quantidade de créditos utilizada na atividade de aquisição (a definição de uma função para conversão entre créditos e pontos virtuais não foi contemplada por este trabalho de pesquisa, mas esta relação foi implementada de forma parametrizável na biblioteca

Brechó-VCM, podendo ser customizada futuramente). Por fim, através do item de menu

My Cart (ver tela na Figura 5.8), o consumidor pode apreciar todos os pacotes

selecionados antes de terminar uma atividade de aquisição, exibindo ícones que permitem verificar mais informações sobre os respectivos componentes, distribuições,

releases, dependências, preços, ou ainda remover pacotes do carrinho de compras.

Na biblioteca Brechó-VCM, produtores podem executar as atividades de manutenção de componentes e de análise de mercado, explorando a base de dados

históricos através do Mecanismo de Visualização. Considerando o exemplo apresentado

na Figura 5.10, o produtor Rodrigo pode ver seus componentes publicados e acionar a análise mencionada (tarefa visão geral do Mecanismo de Visualização). Conforme explicado na Seção 4.5, se o componente for rotulado como um outlier positivo ou

negativo, ações periódicas são requeridas e mostradas para o produtor relacionado,

visando balancear a estrutura de oferta e demanda de mercado. No exemplo, o componente Group Criteria foi classificado como um outlier positivo. Por isso, duas opções são fornecidas: ou o produtor acumula pontos virtuais de acordo com o fluxo

financeiro movimentado por item em um período específico na biblioteca, ou ele pode

utilizar o Modelo Diferencial para tratar o componente, resgatando uma recompensa pelo ótimo desempenho no mercado ao publicá-lo na categoria Destaques (Best Sellers), localizada num espaço especial da biblioteca (Component Focus) (Figura 5.8). A análise de outliers e as decisões relativas são explicitadas através de manipulações do tipo

outliers e busca, ambas concebidas no contexto do Modelo de Extração de Informação

Baseada em Insights do Mecanismo de Visualização. Ainda no exemplo da Figura 5.10, a lista de componentes do produtor Rodrigo possui os seis primeiros rotulados como

comportamento médio de mercado (círculo azul com um ponto no centro).

Por outro, o produtor Rodrigo pode executar a análise de mercado sobre o componente Odyssey 2.0. Nesse sentido, ele pode selecionar quatro tipos de informação que devem ser extraídas de acordo com a tarefa relação, discutida no Mecanismo de Marketing. Na Figura 5.10, três delas podem ser vistas, considerando um período de tempo previamente configurado pelo produtor: distribution of sales by category, que mostra as categorias com alto volume de vendas, distribution of component publications

by category, que mostra as categorias com grande fluxo de publicação de componentes,

e distribution of sales of component, que mostra o volume de vendas por componente. O quarto tipo de informação se refere à avaliação dos componentes, mostrado na Figura 5.8. Todas estas técnicas utilizam o Mecanismo de Visualização para expor informações

extraídas da base de dados históricos (sumarizadas na Tabela 4.1), propiciando insights decorrentes de manipulações de tradeoff e de padrões. A principal contribuição, neste caso, está exatamente em tornar as decisões resultantes de ações e de atividades dos SCSs mais fáceis e claras ao longo do tempo.

Figura 5.10 – Atividades de manutenção de componentes (parte superior) e de análise de mercado (parte inferior) na biblioteca Brechó-VCM

5.4 Discussão da Aderência da Biblioteca Brechó-VCM ao

No documento Publicações do PESC BRECHÓ-VCM: Uma Abordagem Baseada em Valor para Mercados de Componentes (páginas 131-137)