• Nenhum resultado encontrado

perivaldo dos santos carvalho

N/A
N/A
Protected

Academic year: 2021

Share "perivaldo dos santos carvalho"

Copied!
18
0
0

Texto

(1)

A oferta de voos panorâmicos de helicóptero

na cidade de São Paulo

The offering of panoramic flight by helicopter in the city of São Paulo

Perivaldo dos Santos Carvalho perivaldo.carvalho@ig.com.br

Orientador: Glauber Eduardo de Oliveira Santos

RESUMO: O artigo busca contribuir para informar sobre a existência de um passeio

incomum, procura auxiliar quem deseja obter informações sobre a oferta de voos panorâmicos de helicóptero que se apresenta como uma opção a todos que queiram visualizar os principais pontos turísticos da cidade do ângulo aéreo, sobrevoando trechos de interesse turístico da cidade de São Paulo. Para isso, identifica as empresas ofertantes e analisa os serviços oferecidos, permitindo o avanço do conhecimento sobre os voos panorâmicos de helicóptero na capital paulista.

Palavras-chave: oferta; voos panorâmicos; helicóptero; pontos turísticos; capital

paulista.

ABSTRACT: The article aims to inform about the existence of an unusual ride,

strives to assist those who want information about offering panoramic flight by helicopter which is presented as an option to all who want to see the main sights of the city's air angle, flying excerpts from the tourist city of Sao Paulo. To do so, identifies offerors companies and analyzes offered services, allowing the advancement of knowledge on panoramic flight by helicopter in the state capital.

(2)

Introdução

Após a II Guerra Mundial, o uso dos aviões para o transporte de cargas e pessoas passou a ser utilizado mundialmente em larga escala e o avanço tecnológico fez melhorar as condições dos voos. Assim, a aviação civil tornou-se significativa na evolução do mercado turístico, encurtando as distâncias nos deslocamentos.

Novas formas de lazer surgiram e a observação das paisagens através de uma vista aérea como feita nas divulgações dos destinos, passou a integrar os desejos dos turistas. Para atender esses anseios, empregou-se o uso dos helicópteros, que permite a contemplação das paisagens dos locais atrativos de cada região.

Com isso, os voos panorâmicos ou city tours aéreos sobre pontos turísticos passaram a fazer parte de roteiros em diversas partes do mundo, como pode ser observado em alguns sites relacionados ao assunto. No Brasil, que segundo dados da Associação Brasileira de Aviação Geral (ABAG, 2011) possui a maior frota de helicópteros do globo, esses passeios são realizados com destaque em cidades voltadas para prática do turismo, como por exemplo, no Rio de Janeiro, Fortaleza e em Foz do Iguaçu.

Na cidade de São Paulo, o voo panorâmico constitui-se uma excelente forma de conhecer os principais pontos turísticos da cidade em um intervalo curto de tempo, como um novo modelo de atração turística para a capital paulista, e até inclusos na promoção da cidade, através da SPTuris na ação Fique mais um dia voltada para o público de turistas a negócios e dentro do segmento de luxo. (SÃO PAULO TURISMO S/A, 2006)

Ao tratar sobre a oferta de voos panorâmicos de helicóptero na cidade de São Paulo, este artigo acadêmico busca informar sobre o assunto, visando analisar a oferta existente para contribuir com a difusão do conhecimento acerca do tema e servir de referência para turistas e paulistanos que desejam ter essa visão aérea da cidade.

Para tanto foi feita uma ampla pesquisa bibliográfica em livros, jornais, revistas, sites e textos já publicados em relação ao assunto, além de contato com as principais empresas de táxi-aéreo da cidade que trabalham com o serviço de voos panorâmicos. Sendo feita a aplicação de um questionário junto às empresas, com

(3)

De início, o artigo acadêmico informa sobre o meio de transporte em questão, que são os helicópteros, o qual proporciona os voos panorâmicos. A partir de então, disserta sobre a regulamentação do setor aéreo no Brasil, que se encontra sob responsabilidade da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Logo após, identifica as empresas que podem ofertar os voos e as determinações que precisam cumprir. Com isso, apresenta o desenvolvimento que ocorre na aviação brasileira no segmento dos helicópteros. Em seguida, aborda sobre o aeródromo Campo de Marte que é o local utilizado para a realização dos voos panorâmicos em São Paulo. Para enfim fazer a descrição dos passeios ofertados e comparar os serviços oferecidos entre as empresas, traçando desse modo uma análise sobre a oferta de voos panorâmicos de helicóptero na capital paulista.

2

Helicóptero na arte de voar

Por meio de pesquisas sobre a história do helicóptero, o mais remoto indício da idéia por trás deste meio de transporte é encontrado em um livro chinês no período do IV século, uma espécie de objeto parecido como a criação de um brinquedo, que girado rapidamente com o auxílio das mãos, era capaz de voar durante certo tempo.

No entanto, pode-se dizer que a base científica, isto é, os princípios básicos do funcionamento do helicóptero, são creditados ao gênio Leonardo da Vinci. Idealizado em 1483, seu giroscópio aéreo (ver figura 1), era composto por uma grande asa giratória em forma de parafuso, presa a uma plataforma. A máquina funcionaria a partir do movimento rápido destas asas feito pela pessoa que estaria sendo transportada na plataforma.

Figura 1 – Hélice de Leonardo da Vinci

(4)

Apesar de Leonardo da Vinci ter traçado a base para a criação do helicóptero, a idéia por trás do invento permaneceu esquecida durante bom tempo até surgir uma tecnologia capaz de transformar em realidade projetos seculares que se deu com o avanço tecnológico oriundo da Revolução Industrial.

No início do século XX, muitas tentativas de voos com o aperfeiçoamento de protótipos de helicóptero foram realizadas, porém o desenvolvimento das aeronaves se deu apenas com o interesse militar pelo projeto por causa das duas grandes guerras mundiais na primeira metade do século. (NAVARRO, 2008)

O governo americano financiou Igor Ivanovich Sikorsky, um inventor russo que produziu aviões de quatro motores para as forças armadas russas na primeira guerra mundial. O pioneiro russo introduziu as modificações que trouxeram melhor controle e estabilidade, além de melhores características mecânicas e aerodinâmicas. Ele desenvolveu um modelo viável de aeronave com asas rotatórias, o VS-300, o primeiro helicóptero funcional, introduzindo esta aeronave no transporte civil e militar.

Contudo, de acordo com Navarro (2008), “foi só na Guerra da Coréia, no início dos anos 50, que os helicópteros finalmente mostraram todo seu potencial”, sendo produzido em grandes números os primeiros modelos comerciais para transporte de passageiros.

A partir de então, os helicópteros foram se aperfeiçoando e capazes de permanecerem imóveis, em voo pairado (parado no ar), pois o helicóptero é um tipo de aeronave que obtém sustentação e tração do torque de um ou mais rotores, com uma hélice que gira em um plano horizontal, como pode ser observado na (figura 2), proporcionando desse jeito à oferta de voos panorâmicos, sendo possível ter visão privilegiada do local sobrevoado.

(5)

Figura 2 – Helicóptero convencional

Fonte: Portal da Aviação (2011).

O uso do helicóptero é um meio ágil e seguro no transporte em pequenas e médias distâncias. É muito utilizado por executivos que necessitam atravessar a cidade, nos grandes centros urbanos, onde normalmente o trânsito terrestre é complexo e congestionado, como também nas áreas de difícil acesso por terra ou desprovidas de pistas de pouso para aviões.

Pode ser empregado em vôos panorâmicos, salvamentos no mar ou em terra, remoções hospitalares, construção civil, táxi aéreo, inspeções e manutenção de redes elétricas, fiscalização de grandes áreas, pulverização de plantações, propaganda com luminosos especiais, filmagens e fotografias aéreas, combate ao fogo em florestas, transporte de cargas suspensas, transporte de tropas, combate em guerras e conflitos, dentre outras aplicações.

3

Breve histórico do setor aéreo no Brasil

O transporte aéreo foi o que mais contribuiu para a redução da distância-tempo. Rápido, cômodo e seguro, o avião suplantou outros meios de transporte para passageiros de médias a longas distâncias.

Hoje, o transporte aéreo no Brasil e no mundo está incorporado ao modal de transportes das grandes cidades e nenhum país pode se abstrair da aviação comercial.

(6)

Segundo Roná (2002, p. 123), “a aviação brasileira foi iniciada por aventureiros mais preocupados com a emoção do voo do que com a organização econômica da atividade”. Assim, sem a presença de um aspecto comercial em torno da atividade, a estruturação da aviação no Brasil teve fortes influências militares e o Ministério da Aeronáutica, criado durante a II Guerra Mundial, ficou com poderes para atuar perante as categorias da aviação brasileira que historicamente foram organizadas em cinco divisões: militar, executiva, agrícola, leve e esportiva e a comercial (dividida em três níveis operacionais: internacional, nacional ou doméstica e regional), (RONÁ, 2002).

Sendo regulamentada pelo DAC – Departamento de Aviação Civil – desde a década de 1930, a aviação brasileira sofreu algumas mudanças no decorrer dos tempos. Porém, só veio ter um significativo avanço em meados da década de 1990, quando a abertura das rotas e dos preços de tarifas aéreas foi flexibilizada com a política conhecida como “desregulamentação” do setor aéreo brasileiro. Mas as maiores mudanças começaram a ocorrer após a extinção dos ministérios militares ocorrida no final da década de 90, quando foram iniciados os estudos para a criação da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil).

Segundo dados pesquisados junto a ANAC (2011), sua criação foi aprovada em 27 de setembro de 2005, no entanto, nasceu de fato em 20 de março de 2006, sendo vinculada à Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República como agência reguladora independente. Hoje no Brasil, uma empresa que deseja realizar transporte de passageiros, regularmente ou não, tem que cumprir e atender a uma série de exigências perante a Agência Nacional de Aviação Civil.

4

As empresas de táxi - aéreo

As empresas de táxi aéreo no Brasil decorrem de uma longa evolução, desde os primórdios da aviação se ouve falar de empresas que fretam aviões de acordo com a necessidade de cada cliente. Basicamente, uma empresa de táxi aéreo necessita possuir um conjunto de aeronaves a serem fretadas por tempo indeterminado para exploração àqueles que necessitam de agilidade, conforto e segurança, em serviços de transportes.

(7)

O voo panorâmico, tema deste artigo acadêmico, está compreendido nas operações de serviços dos táxis aéreos conforme a portaria 190 GC-5 (ANAC, 2011), que define táxi aéreo “como transporte aéreo público não-regular, executado mediante remuneração convencionada entre o usuário e o transportador, visando a proporcionar atendimento imediato, independente de horário, percurso ou escala”. Essa portaria informa que as empresas de táxis aéreos podem realizar operações como transporte de passageiros; transporte de cargas; transporte de enfermos; ligações aéreas sistemáticas (que consiste na ligação de dois ou mais lugares em território brasileiro que não existem linhas regulares operando); lançamento de pára-quedista; transporte on-shore e off-shore (que são transportes para funcionários, por exemplo, de empresas exploradoras de petróleo) e o voo panorâmico que é conceituado conforme (ANAC, 2011), “voo no qual são transportados passageiros e que começa e termina, sem pouso intermediário, no aeródromo sede de operações da empresa”.

Para uma empresa criar e homologar um táxi aéreo no Brasil deverá cumprir inúmeras exigências de segurança em todas as áreas. Para garantir a alta qualidade nos serviços prestados, as empresas devem seguir rígidos padrões de operações e manutenção, se estiver de acordo com a ANAC (Agência Nacional da Aviação Civil) receberá o Certificado de Homologação de Empresa de Transporte Aéreo – CHETA. Tudo isso, significa uma maior segurança, garantindo a prestação de serviços de acordo com a lei e especificações técnicas de aviação e dando a certeza de que os passageiros estarão voando com uma empresa que obedece às normas básicas de controle aeronáutico. Desta forma para se resguardar de uma eventual empresa que não cumpre devidamente as exigências e não são homologadas para o serviço requerido, os interessados podem facilmente acessar o site oficial da ANAC e checar se a empresa possui o certificado de homologação de empresa de táxi aéreo, nesse espaço a ANAC disponibiliza além dos registros das empresas, uma série de informações úteis sobre homologação e segurança.

As empresas de táxis aéreos que ofertam a operação de voo panorâmico na cidade de São Paulo propiciam pelo formato desse serviço, experiências culturais, de aventura e de observação paisagística, pelo conteúdo e pela forma como o participante é convidado a desfrutar o voo, que é voltado essencialmente ao lazer e permite um passeio com visão panorâmica pelos principais pontos turísticos.

(8)

5

São Paulo como a cidade dos helicópteros

Com a estabilidade econômica no Brasil, a partir da implantação do Plano Real em 1994, a frota de helicópteros no país teve um aumento significativo. A rápida expansão começou em São Paulo, onde voar virou alternativa ao trânsito congestionado (BBC BRASIL, 2008).

Sendo a cidade com maior desenvolvimento econômico do Brasil e possuindo muitos bairros, um trânsito muito intenso de carros, com grandes distâncias entre pontos, o uso de helicóptero como meio de transporte na cidade, se tornou comum entre as pessoas com melhores condições financeiras. Como a cidade de São Paulo, concentra muitas empresas multinacionais, torna-se necessário para seus executivos, diretores de grandes companhias, industriais, e também os artistas, este meio de transporte aéreo que é o helicóptero.

A crescente busca de empresários, executivos e personalidades por agilidade, praticidade e conforto no transporte para a realização de seus compromissos ou momentos de lazer tem acompanhado a linha ascendente do setor de aviação executiva no Brasil, estimulando ainda mais o investimento neste promissor segmento de helicópteros.

Levando em consideração os gastos com aquisição e manutenção dos helicópteros, muitas pessoas preferem optar pela compra conjunta, nela indivíduos adquirem o bem rateando as despesas, conforme a utilização de cada passageiro. Esse sistema é conhecido como programa de qualidade compartilhado, inserido a partir dos anos 2.000 no Brasil. Esse conceito otimizou o uso das aeronaves e ampliou as possibilidades para um melhor deslocamento (PORTAL DO LUXO, 2011).

Com esse crescimento vivenciado pelo setor das empresas de táxi aéreo e cada vez o trânsito por terra sendo mais demorado e complicado, os investimentos no transporte de passageiros por parte dos táxis aéreos começaram a aumentar, fazendo assim com que as pessoas que utilizam este serviço não corram o risco de pegar um engarrafamento. Com a abertura de mais empresas de táxi aéreo e a consequente concorrência, os preços tiveram uma queda e com isso o táxi aéreo ficou mais acessível, ampliando a base consumidora e aquecendo o segmento dos helicópteros.

(9)

Na capital paulista desde junho de 2004, existe a única equipe de controladores aéreos de helicópteros de uma área urbana no mundo. Essa equipe está baseada em Congonhas e controla 102 quilômetros quadrados de superfície, sendo mais de vinte corredores imaginários (GUTIÉRREZ, 2010). Chamado de rota de helicópteros, os principais corredores dessas aeronaves são as marginais dos rios Pinheiros e Tietê. Esses caminhos aéreos foram projetados visando garantir segurança durante o voo, por possuírem o máximo de áreas livres no solo, onde um pouso de emergência pode ser efetuado com o menor risco possível.

Com um público exigente e consciente de todos os benefícios que o deslocamento por ar tem a oferecer, segundo dados da Associação Brasileira de Aviação Geral (ABAG, 2011) o Brasil com 1.100 helicópteros, possui a maior frota mundial de aeronaves desse tipo e a cidade de São Paulo concentra a maior frota de helicópteros urbanos do mundo, tendo 452 helicópteros registrados, superando a cidade de Nova York que tem 445, pelas informações da ABAG.

Diante deste cenário, a oferta de voos panorâmicos de helicóptero, passou a constituir uma excelente forma de passeio para olhar de forma diferenciada toda grandiosidade do município de São Paulo, sobrevoando os mais variados pontos turísticos da cidade, partindo do aeródromo Campo de Marte.

5.1 Campo de Marte

O Aeroporto Campo de Marte está localizado na Av. Santos Dumont, 1979, bairro de Santana, zona norte da cidade e está integrado ao sistema viário da região, através das Avenidas Santos Dumont e Olavo Fontoura, com proximidade ao Terminal Rodoviário do Tietê, a estação Carandiru do metrô, a importantes avenidas e a Marginal do Tietê que é via de acesso às rodovias estaduais e interestaduais.

O Campo de Marte passou a operar como aeródromo (que é toda área destinada a pouso, decolagem e movimentação de aeronaves), a partir de 1920, com a instalação da Escola de Pilotos da Força Pública de São Paulo. A importância histórica do Campo de Marte é incontestável e ao longo de seus mais de 90 anos de existência foi palco de episódios que marcaram a história paulista e nacional. O Campo de Marte abrigou diversas escolas de aviação particulares, sendo a mais importante de todas, o Aeroclube de São Paulo, fundado em 1931, como órgão de

(10)

utilidade pública que acabou por transformar-se no maior centro de formação de pilotos civis da América Latina. (INFRAERO, 2009)

A Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (INFRAERO) assumiu a administração do Aeroporto Campo de Marte em fevereiro de 1.979. De acordo com dados da Infraero (2009), o sítio aeroportuário tem uma área aproximada de 2,1 milhões de metros quadrados e é compartilhado com o Parque de Material Aeronáutico da Força Aérea Brasileira. Sob administração da Infraero estão 975 mil metros quadrados e a Aeronáutica gerencia o restante, ou seja, trata-se de um aeródromo de uso civil e militar.

A Infraestrutura do Campo de Marte desempenha papel fundamental para atendimento da aviação executiva, táxi aéreo e escolas de pilotagem, com destaque na operação de helicópteros. Também de grande importância para a cidade de São Paulo, o aeroporto Campo de Marte é a principal base do grupamento de rádio patrulha aérea da Polícia Militar do estado e do serviço aéreo tático da Polícia Civil. Mesmo não tendo a operação de linhas aéreas regulares, o aeroporto Campo de Marte é o quinto em movimento operacional no Brasil, segundo os dados verificados junto a Infraero, estando à frente de aeroportos como o Santos Dumont do Rio de Janeiro. De acordo com a Infraero (2009), “a média mensal de pouso e decolagem do Campo de Marte em 2009 foi de 8.500 movimentos”. Ainda de acordo com os dados pesquisados, no ano de 2.009 “foram realizadas cerca de 104 mil operações de pousos e decolagens, sendo que deste total 68.067 operações foram realizadas por helicópteros”, mostrando dessa forma toda importância do Campo de Marte para esse tipo de operação.

6

A oferta de voos panorâmicos

Com o intuito de analisar a oferta de voos panorâmicos de helicóptero na cidade de São Paulo, que desponta como uma novidade a ser explorada na área do turismo, este artigo acadêmico busca contribuir para informar sobre o assunto. Desse modo, identifica as empresas que ofertam voos panorâmicos de helicóptero no município de São Paulo, descrevendo os roteiros e serviços ofertados nos voos panorâmicos feitos na capital paulista e assim traça um panorama sobre esta oferta.

(11)

Para o turista que visita a cidade é possível solicitar junto a algumas agências de viagem, a reserva de um passeio, através do pacote turístico que são oferecidos para quem busca São Paulo, como destino turístico. Dentre essas agências, por meio de buscas realizadas através da internet, o pesquisador identificou três opções para esse serviço, que são agências que trabalham em parceria com as empresas de táxi-aéreo, as quais são: Andanças Tur, Monark Turismo e GWA Turismo, identificadas pela pesquisa e confirmadas via contato telefônico como intermediárias para o tour aéreo.

Entretanto, como o artigo visa identificar as empresas que diretamente ofertam os voos panorâmicos, foi averiguada, portanto, as empresas de táxi-aéreo do município de São Paulo que proporcionam os passeios ao público em geral. Para isso, o pesquisador buscou na relação de empresas de táxi-aéreo autorizadas pela ANAC (Agência Nacional da Aviação Civil), as empresas estabelecidas na capital paulista, cuja uma de suas atividades sejam a de realizar a operação de voo panorâmico. Nessa pesquisa, constatou-se que assumidamente, três empresas de táxi-aéreo presentes na lista de autorizadas pela ANAC (atualizada em 11/11/2011), ofertam voos panorâmicos de helicóptero na cidade de São Paulo. Muitas empresas de táxi-aéreo com sede em São Paulo não trabalham com helicópteros e outras não trabalham diretamente com o propósito de voo panorâmico, informando que fazem voos executivos, sendo fretada a aeronave com o mínimo de uma hora de uso, e nesse período caso o locatário deseje sobrevoar algum ponto turístico por alguns minutos, sendo possível, o comandante do voo realiza o pedido.

Desta forma, foi feita uma pesquisa, com as três empresas de táxi-aéreo que realizam a operação de voo panorâmico na cidade de São Paulo, de acordo com a característica do serviço, que consiste em sobrevoo sobre os principais pontos turísticos da cidade, proporcionando através de um roteiro programado, a contemplação das belezas de São Paulo.

De início realizou-se um contato telefônico com as empresas e posteriormente o envio por e-mail de um questionário (apêndice), constituído por uma lista de questões relacionadas com o problema de pesquisa, no qual se obteve as informações necessárias para a descrição dos roteiros e serviços ofertados nos voos panorâmicos feitos na capital paulista, sendo possível dessa forma comparar e analisar essa oferta.

(12)

Sendo assim, com os questionários que foram aplicados durante o mês de dezembro do ano de 2.011 e respondidos pelas empresas ofertantes de voos panorâmicos de helicóptero na cidade de São Paulo que são: Helimarte Táxi Aéreo,

Hellipoint Táxi Aéreo e Air Jet Táxi Aéreo, em conjunto com as informações obtidas

pela pesquisa bibliográfica em volta do tema de estudo, chegou-se aos objetivos propostos pelo artigo.

6.1 Descritivo da oferta existente

Os voos são feitos a 150 metros do solo que é a altura mínima para um voo panorâmico e realizado entre as 06 horas da manhã até às 23 horas, em todos os dias da semana.

As empresas começam os voos do Campo de Marte, zona norte de São Paulo, e visitam mais de dez bairros e mais de 20 pontos turísticos normalmente durante o trajeto que pode ser de 30 minutos ou de uma hora.

No trajeto de 30 minutos, o percurso normal de roteiro oferecido pelas empresas, obedece em sua maioria a seguinte rota: Campo de Marte, Sambódromo, Estação da Luz, Pinacoteca, Vale do Anhangabaú, Praça da Sé, Pátio do Colégio, Viaduto do Chá, Torre do Banespa, Teatro Municipal, Avenida 23 de Maio, Avenida Paulista, Masp, Trianon, Estádio do Pacaembu, Jardins, Parque do Ibirapuera, Museu do Ipiranga, Avenida do Estado, Mercado Municipal e retorno ao Campo de Marte. Na opção de uma hora de sobrevoo, o roteiro comum do voo panorâmico ofertado na cidade contempla, além dos atrativos feitos nos de 30 minutos, os respectivos pontos turísticos: Aeroporto de Congonhas, Autódromo de Interlagos, Represa Guarapiranga, Marginal Pinheiros, Ponte Estaiada, Estádio do Morumbi, Palácio dos Bandeirantes, Cidade Universitária, Parque Villa Lobos, Ceagesp, Parque Antártica, Memorial da América Latina e retorno ao Campo de Marte.

Como mencionado esses roteiros acima, são os trajetos comuns, sendo possível de acordo com a empresa e vontade dos passageiros, modificações no percurso, para inclusão ou exclusão de pontos turísticos na rota do passeio ao qual for solicitado, sendo acordado previamente, antes da decolagem, na contratação do passeio, essas modificações de rotas.

(13)

Segundo Rafael Dylis, da empresa Helimarte, 80% dos voos panorâmicos realizados são de 30 minutos, os 20% restantes de uma hora. E de acordo com Ana Cristina da Silva, da Hellipoint, as gestantes que desejam realizar o voo, precisam de autorização médica e a representante Nilza, da Air Jet, lembra que em voos com a aeronave lotada é preciso respeitar a média de 75 quilos por passageiro.

Os preços variam conforme o modelo de helicóptero escolhido e números de passageiros a bordo, podendo no trajeto de 30 minutos custar a partir de 900 reais, para três pessoas, até 1.500 reais para cinco passageiros, com o pagamento sendo dividido em até três vezes pelas empresas ofertantes, no caso de passeios com uma hora de sobrevoo, os valores dobram. Os interessados em economizar, podem negociar descontos durante a aquisição do passeio com as empresas ou procurarem ofertas para os voos panorâmicos em sites de compras coletivas, sempre tomando os devidos cuidados na hora da compra.

Os modelos de helicópteros utilizados para os voos panorâmicos pelas empresas de táxi-aéreo, são tradicionalmente, o Robinson44, para três passageiros; o Jet Ranger, para quatro pessoas e o Esquilo para grupos de até cinco pessoas.

Dentre as empresas pesquisadas, a Helimarte, oferece para casais um pacote que foi batizado de Night Air, nesse pacote que custa 1.890 reais para o casal, cujo pagamento pode ser divido em até três vezes sem juros no cartão, é disponibilizado uma recepção na sala vip do hangar no Campo de Marte.

O pacote contempla na sala vip do hangar, um ambiente especialmente climatizado pela decoração romântica, à luz de velas e com drink de boas vindas. Em seguida o helicóptero decola para um voo de aproximadamente 17 minutos, sobrevoando os principais pontos turísticos de São Paulo (Centro Velho, Pacaembu, região da Paulista, Parque do Ibirapuera, entre outros). Após o percurso, a aeronave pousa em um hotel cinco estrelas (que pode ser no hotel Sofitel da Av. Sena Madureira ou no hotel Blue Tree Towers da Faria Lima), e o casal é recepcionado para um romântico jantar no restaurante francês P. Verger com direito a entrada, prato principal e sobremesa. Ao final da noite, uma suíte, com direito a champanhe e chocolates no quarto, ainda espera pelos apaixonados, e no dia seguinte, um café da manhã no restaurante Aquarelle encerra o pacote romântico com o check out sendo feito às 14 horas. No pacote não estão inclusas bebidas, mas como cortesia um motorista leva o carro do casal até o hotel.

(14)

Esse pacote costuma ser muito procurado na época do Dia dos Namorados, segundo a Helimarte, que no período do Natal também realiza um voo panorâmico noturno personalizado, chamado de Luzes da Cidade, onde sobrevoa os principais pontos iluminados de São Paulo em decorrência dos enfeites natalinos, com foco na Avenida Paulista e no Ibirapuera, sendo o preço igual ao tradicional de 30 minutos que para três pessoas custa a partir de 900 reais. As outras empresas informaram que também fazem voos panorâmicos diferenciados para o Natal, caso o passageiro queira, mas somente sob consulta, não tendo um pacote pré – estabelecido.

No questionário respondido por Rafael Dylis da Helimarte, que pelas pesquisas feitas é a empresa na qual a operação de voo panorâmico é uma das principais atividades, foi informado que a média anual de voos panorâmicos realizados pela empresa na capital paulista é em torno de 750 voos, mais de dois por dia na média. Para fazer o agendamento do passeio, o interessado deve reservar junto às empresas com no mínimo 24 horas de antecedência o voo panorâmico, pois caso contrário será difícil ter aeronave disponível, principalmente em datas festivas como no final de ano, aniversário da cidade de São Paulo ou próximo a realização do GP Brasil de Fórmula 1, quando o uso dos helicópteros das empresas de táxi-aéreo são muito requisitados.

No quadro abaixo, são apresentados os contatos das três empresas de táxi-aéreo estabelecidas na cidade de São Paulo que pela lista atualizada da ANAC em 11/11/2011, foram selecionadas para pesquisa, por realizarem a operação de voo panorâmico na capital paulista, de acordo com a característica do serviço.

Quadro 1 – Contato das empresas

Empresa Site Telefone E-mail para cotações

Helimarte www.helimarte.com.br (11) 2221-3200 suporte@helimarte.com.br Hellipoint www.aerotaxibrasil.com.br (11) 2089-0200 comercial@aerotaxibrasil.com.br

Air Jet www.airjet.com.br (11) 2221-9500 contato@airjet.com.br

Com essa identificação das empresas ofertantes e a descrição feita dos roteiros e serviços oferecidos, o artigo acadêmico retrata, a oferta de voos panorâmicos de helicópteros na cidade de São Paulo.

(15)

Conclusão

O crescimento do segmento de táxis aéreos no Brasil, além de facilitar o acesso a destinos não cobertos por linhas regulares, propiciou uma boa opção de lazer para o promissor contingente de turistas interessados em incluir vistas aéreas em seus passeios.

Fazer um voo panorâmico sobre a cidade de São Paulo, e ter a oportunidade de conhecer a cidade do alto, fazendo roteiros em direção a seus pontos turísticos, durante um tour aéreo de helicóptero, certamente é uma nova maneira de conhecer os cartões-postais paulistanos, sob um ângulo diferente.

Diante do conteúdo exposto, pelo artigo, o qual buscou informar sobre o assunto e analisar a oferta existente para contribuir com a difusão do conhecimento acerca do tema. Percebe-se que existe um elo entre voos panorâmicos, lazer e tendências da atualidade e que a modalidade de roteiros aéreos pode-se tornar um diferencial, agregando novos valores à oferta turística da cidade.

Apesar dos progressos, existem possibilidades de aperfeiçoamento e melhorias na oferta de voos panorâmicos na cidade de São Paulo. Podendo ser desenvolvidos estudos e projetos em prol do desenvolvimento e da evolução dessa modalidade de oferta turística.

Em visita técnica ao Rio de Janeiro, em maio de 2010, o autor do artigo, verificou que no Morro da Urca, onde se localiza um trajeto do teleférico Pão de Açúcar, o qual é um dos atrativos mais visitados da cidade, existe a oferta de voo panorâmico de helicóptero em que se sobrevoa alguns pontos turísticos, entre eles, o Cristo Redentor. Essa oferta feita através do heliponto local, é uma opção que permite em muitos casos, aumento do acesso a esse tipo de passeio, por facilitar a promoção do city tour aéreo em um local com concentração de turistas e ter opções de sobrevoo a um custo mais baixo em decorrência do tempo de voo ser menor, por ter os pontos turísticos agrupados em uma região.

No caso de São Paulo poderia se pensar em alternativas, por exemplo, na criação de circuitos aéreos em determinadas regiões, como um sobrevoo localizado em cada zona da cidade, ou em mais parcerias e ampliação de pacotes, voltados a diferentes públicos, como a Helimarte faz na opção do sobrevoo denominado Night Air, tendo como foco os casais.

(16)

Sendo assim, com as pesquisas realizadas e os estudos analisados, nota-se que na capital paulista, apesar da alta concentração de helicópteros, o uso das aeronaves para a prática do turismo, com um city tour aéreo pelos pontos turísticos da cidade é pouco promovido, sendo os helicópteros em sua grande parte utilizados para o transporte de empresários, autoridades, equipes de noticiários, diretores e executivos de empresas que buscam no uso do helicóptero, uma alternativa para o trânsito de carros e os consequentes congestionamentos.

Ao analisar a oferta de voos panorâmicos de helicóptero na cidade de São Paulo, este artigo acadêmico foi diferenciado a abordar um tema muito pouco explorado pela área de estudos do Turismo. Dessa forma, o presente artigo, alcançou seus objetivos ao identificar o objeto de estudo proposto e realizar um retrato da oferta existente, podendo se tornar útil para futuros trabalhos que contemplem o tema em estudo.

(17)

Referências

ABAG. Helicópteros, do básico ao de luxo. Disponível em: <http://www.abag.org.br/noticias/050.html>. Acesso em: 21 dez. 2011.

ABRAPHE. História do Helicóptero. Disponível em: <http://www.abraphe.org.br/iframe/historia.html>. Acesso em: 05 nov. 2011.

ANAC. Histórico. Disponível em: < http://www2.anac.gov.br/anac/historicoAnac.asp>. Acesso em: 22 out. 2011.

______. O Táxi Aéreo e suas Principais Características. Disponível em: <http://www2.anac.gov.br/empresas/caracteristicas.asp>. Acesso em: 22 out. 2011.

______. Empresas de Táxi Aéreo autorizadas pela Anac. Disponível em:

<http://www2.anac.gov.br/arquivos/pdf/especializadas/Taxi%20Aereo%20-%20Lista%20de%20Autorizadas.pdf>. Acesso em: 19 nov. 2011.

BBC BRASIL. Helicópteros transformam SP em “cidade dos Jetsons”, diz “Guardian”.

20 jun. 2008. Disponível em:

<http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2008/06/080620_pressguardianhelicopt eros_ba.shtml>. Acesso em: 07 set. 2010.

GUTIÉRREZ, Bernardo. Helicopterópolis. National Geographic Brasil. 119. ed. São Paulo: Abril, fev.2010. Disponível em: <http://viajeaqui.abril.com.br/national-geographic/edicao-119/helicopteros-sao-paulo-528076.shtml?page=1>. Acesso em: 11 set. 2010.

INFRAERO. Aeroporto Campo de Marte – Histórico. Disponível em: <

http://www.infraero.gov.br/index.php/br/aeroportos/sao-paulo/aeroporto-campo-de-marte/historico.html>. Acesso em: 02 nov. 2011.

NAVARRO, Roberto. Quem inventou o helicóptero?. 119. ed. São Paulo: Abril, 2008. Disponível em: <http://mundoestranho.abril.com.br/materia/quem-inventou-o-helicoptero>. Acesso em: 05 nov. 2011.

PORTAL DA AVIAÇÃO. História do Helicóptero. Disponível em: <http://portal-da-aviacao.blogspot.com/2011/06/historia-do-helicoptero.html>. Acesso em: 05 nov. 2011. PORTAL DO LUXO. Helicópteros mais acessíveis. Disponível em: <http://www.portaldoluxo.com.br/noticia_time_share_helicopteros.php>. Acesso em: 06 set. 2011.

RONÁ, Ronaldo di. Transportes no Turismo. 01. ed. Barueri: Manole, 2002.

SÃO PAULO TURISMO S/A. Fique mais um dia. São Paulo: Abril, p.41-42, mai. 2006. Disponível em: <http://www.fiquemaisumdia.com.br/home_pt.php?lingua=pt&pagina=0>. Acesso em: 12 set. 2010.

(18)

Apêndice

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo – IFSP

Coordenadoria de Turismo e Hospitalidade

Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo Trabalho de Conclusão de Curso

Questionário de pesquisa sobre a oferta de voos panorâmicos de helicóptero na cidade de São Paulo

Entrevistador: Perivaldo dos Santos Carvalho Entrevistado:

Entrevista realizada durante: Dezembro de 2011 Empresa:

As informações prestadas servirão para uso exclusivo na elaboração de artigo acadêmico sobre o tema 1.Há quanto tempo a empresa atua no setor aéreo e desde quando oferece o voo panorâmico de helicóptero?

2.Quais helicópteros são utilizados para o voo panorâmico?

3.Qual a média de tempo da duração dos voos?

4.Qual a altura dos voos e os horários para sua realização?

5.Qual o trajeto comum do voo panorâmico ofertado na cidade de São Paulo?

6.Quais pontos turísticos são mais requisitados para o passeio?

7.Como é feita a divulgação da oferta dos voos panorâmicos?

8.Existe outro serviço ofertado pela empresa que faça parte do passeio de voo panorâmico?

9.Quais os preços por voos ofertados e suas formas de pagamento?

10.Em qual época o passeio é mais procurado na cidade de São Paulo?

11.Qual a média anual de voos panorâmicos realizados pela empresa na capital paulista?

12. Existe algum tipo de restrição para se realizar o passeio?

13. Qual o perfil de pessoa que mais procura fazer o voo panorâmico na cidade São Paulo?

Referências

Documentos relacionados

Ser´a feita uma discuss˜ao do m´etodo de fluorescˆencia de rubi para medida da press˜ao no interior da DAC, das estrat´egias de coleta de dados em altas press˜oes no

Aplicar um curativo no local da punção (Manual Técnico do PNTN bvsms. Armazenamento: Após o período de secagem de 3 horas na posição horizontal, as amostras devem

Esta pesquisa discorre de uma situação pontual recorrente de um processo produtivo, onde se verifica as técnicas padronizadas e estudo dos indicadores em uma observação sistêmica

No código abaixo, foi atribuída a string “power” à variável do tipo string my_probe, que será usada como sonda para busca na string atribuída à variável my_string.. O

O primeiro passo para introduzir o MTT como procedimento para mudança do comportamento alimentar consiste no profissional psicoeducar o paciente a todo o processo,

Detectadas as baixas condições socioeconômicas e sanitárias do Município de Cuité, bem como a carência de informação por parte da população de como prevenir

Os testes de desequilíbrio de resistência DC dentro de um par e de desequilíbrio de resistência DC entre pares se tornarão uma preocupação ainda maior à medida que mais

Assim, com a unificação do crime de estupro e do atentado violento ao pudor em um único tipo penal, os condenados que tiveram suas penas aumentadas em razão do