• Nenhum resultado encontrado

CÓDIGO DE ÉTICA E NORMAS DE CONDUTA CAIXA DE ASSISTÊNCIA E SAÚDE DOS EMPREGADOS DOS CORREIOS

N/A
N/A
Protected

Academic year: 2021

Share "CÓDIGO DE ÉTICA E NORMAS DE CONDUTA CAIXA DE ASSISTÊNCIA E SAÚDE DOS EMPREGADOS DOS CORREIOS"

Copied!
7
0
0

Texto

(1)

C Ó D I G O D E É T I C A E N O R M A S D E C O N D U T A

(2)

Código de Ética e Normas de Conduta

POSTAL SAÚDE

C Ó D I G O D E É T I C A E N O R M A S D E C O N D U T A

(3)

Código de Ética e Normas de Conduta

POSTAL SAÚDE

Código de Ética e Normas de Conduta

POSTAL SAÚDE

5

Apresentação

Registramos nossa convicção de que as organizações que se desejam perenes, além de ofertar produtos e serviços adequados às necessidades da sociedade, devem fazê-lo com obediência a princípios éticos e a diretrizes de conduta nos relacionamentos com seus diferentes públicos, Assistência Médico-Hospitalar e Odontológica, as Operadoras de Planos de Saúde Suplementar, o Setor Público, os Órgãos Reguladores Setoriais e as Comunidades nas quais atuamos. Este Código é um dicionário de valores, o qual, mais que um enunciado ou um livro abandonado nossas ações e decisões.

Diretoria Executiva

Diretoria Executiva

Diretor Presidente: Sérgio Francisco da Silva Diretor Administrativo

e Financeiro:Fábio Souza de Oliveira Diretor de Produtos e Relacionamento com o Beneficiário: Orency Francisco da Silva

Diretor de Saúde e Administração da Rede:Pedro de Almeida Feijó Secretário-Geral: Roberto Paes Leme Garcia

Conselho Deliberativo

José Pedro de Amengol Filho Juvelino da Silva Pires

Laerte Alves Setúbal Ivanilson Pacheco da Silva

Aurino da Silva Pereira Wellington Batista Nunes

Jésus Antônio Rios Nei de Souza Beixiga Edson dos Santos Ramos

Thiago Sardinha Lopes

Conselho Fiscal

Paulo Henrique Soares de Moura Rosilda da Costa Xavier Ana Lúcia de Oliveira Silva

Ademir Antonio Loureiro Cássia Cristiane Santana de Souza

Ilma Goretti Pinheiro Sousa Isolina Maria de Morais da Cruz

Roberto Jacob Alquati

Gerência de Comunicação – GECOM

Gerente de Comunicação: Simone Riguetti Bandeira – MTb nº DF 02526 JP Edição 1/2014 • Permitida a reprodução desde que citada a fonte.

(4)

Código de Ética e Normas de Conduta

POSTAL SAÚDE

Código de Ética e Normas de Conduta

POSTAL SAÚDE

1. Compromisso com a vida

1.1. O compromisso primeiro, na condição de Operadora de Plano de Saúde Suplementar, é colaborar na construção de uma vida de qualidade, com saúde física e mental, para todos os nossos Beneficiários, fazendo valer o que nos ensina o poeta Gonzaguinha: “Ninguém quer a morte, só saúde e sorte”.

2. Relacionamento com os Beneficiários

2.1. Oferecemos, em parceria com a Mantenedora, Patrocinadoras e Rede de Prestadores de Serviços de Assistência Médico-Hospitalar e Odontológica, produtos e serviços de prevenção de doenças, recuperação, reabilitação e manutenção da saúde de todos os Beneficiários, com qualidade, tempestividade, preço justo e segurança.

2.2. Oferecemos tratamento digno e cortês, respeitando os direitos e valorizando as necessidades dos Beneficiários.

2.3. Oferecemos orientações e informações claras, confiáveis e oportunas, para garantir que os produtos e serviços utilizados pelos Beneficiários sejam adequados e tempestivos frente às suas necessidades.

2.4. Dialogamos com os Beneficiários em todos os canais de comunicação de forma a ouvir suas críticas e sugestões para o desenvolvimento e a melhoria dos produtos e serviços, as quais, sempre que justas e factíveis, serão acatadas e contribuirão na correção dos rumos.

3. Relacionamento com os Empregados

3.1. Cuidamos da nossa equipe de trabalho, propiciando condições de contínuo desenvol-vimento pessoal e profissional, zelando pela construção e manutenção de um ambiente de trabalho e relacionamento saudável e respeitando a legislação de segurança e medicina do trabalho.

3.2. Respeitamos a liberdade de associação sindical, como espaço e prática de representação

dos interesses dos trabalhadores da POSTAL SAÚDE, e apostamos na negociação coletiva como caminho de diálogo e conciliação das demandas dos trabalhadores com os interesses e possibilidades da POSTAL SAÚDE.

3.3. Reconhecemos e valorizamos a diversidade das pessoas que compõem nossa equipe de trabalho.

3.4. Repudiamos condutas que possam caracterizar assédio, preconceito e discriminação de qualquer natureza.

3.5. Repudiamos práticas ilícitas, como corrupção, suborno, extorsão e assemelhadas.

3.6. Informamos e orientamos nossa equipe de trabalho a pautar seu comportamento pelos princípios éticos e regras de conduta, conforme descritos neste Código.

3.7. Informamos à nossa equipe de trabalho que a não observância dos princípios éticos e/ou das regras de conduta previstas neste Código sujeitará à aplicação das punições previstas nas normas internas e na legislação brasileira, podendo inclusive levar à rescisão do contrato de trabalho.

4. Relacionamento com a Mantenedora

e com as Patrocinadoras

4.1. Pautamos nossa prestação de serviços – gestão de Planos de Assistência à Saúde, programas de medicina ocupacional e políticas de saúde – para a Mantenedora e Patrocinadoras pela economicidade, qualidade, tempestividade e segurança.

4.2. Temos o compromisso de efetuar nossos registros contábeis de modo correto, consistente, exato, verdadeiro e completo, com o nível de detalhamento e explicações adicionais que assegurem a transparência necessária aos usuários dessas informações, aqui incluídos os Auditores e entes públicos competentes.

4.3. Oferecemos informações claras, confiáveis e oportunas para a Mantenedora, Patrocinadoras e seus Administradores.

(5)

Código de Ética e Normas de Conduta

POSTAL SAÚDE

9

88

5. Relacionamento com a Rede de Assistência

Médico-Hospitalar e Odontológica

5.1. Nosso credenciamento de profissionais e estabelecimentos é pautado na confiança e na comprovação da sua capacidade técnico-operacional e qualidade no atendimento, na diversidade de especializações, na alargada abrangência geográfica e preço justo, garantindo assim que os nossos Beneficiários tenham suas necessidades atendidas com qualidade, tempestividade, economicidade e segurança, e em todo o território nacional. 5.2. Requeremos que a Rede Credenciada de profissionais e estabelecimentos comprove

permanentemente o integral cumprimento de suas obrigações frente aos respectivos órgãos profissionais classistas e aos entes públicos de regulação, fiscalização e supervisão de suas atividades.

6. Relacionamento com os Prestadores de Serviços

6.1. Adotamos critérios de seleção de Prestadores de Serviços estritamente técnicos e pautados pela imparcialidade e transparência, fomentando assim a pluralidade e a concorrência entre Fornecedores, e zelando pela qualidade e economicidade na contratação de produtos e serviços. 6.2. Requeremos que os Prestadores de Serviços comprovem o integral cumprimento de suas

obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais, bem como a não utilização de trabalho infantil, forçado ou escravo; a adoção de relações de trabalho adequadas e de boas práticas de responsabilidade socioempresarial.

7. Relacionamento com as demais Operadoras

de Planos de Saúde Suplementar

7.1. Estabelecemos relações de reciprocidade com outras Operadoras de Planos de Saúde Suplementar, pautadas na confiança e na comprovação da sua capacidade técnico-operacional e qualidade no atendimento, garantindo assim que os Beneficiários tenham ampliadas suas opções de atendimento com qualidade, tempestividade, economicidade e segurança.

9

7.2. Estabelecemos fóruns de discussão e troca de informações com outras Operadoras de Planos de Saúde Suplementar de maneira lícita, transparente e fidedigna, preservando a privacidade de nossos Beneficiários e os interesses da POSTAL SAÚDE.

8. Relacionamento com o Setor Público

8.1. Relacionamo-nos com o Poder Público, em todas as suas esferas, de maneira lícita e transparente, independentemente das convicções ideológicas dos governantes em exercício.

9. Relacionamento com os Órgãos Reguladores

9.1. Zelamos pela manutenção da conformidade de nossas atividades frente ao arcabouço normativo dos órgãos setoriais de regulação, fiscalização e supervisão, bem como diante das demais normas do ordenamento jurídico-institucional do país.

9.2. Zelamos pelo cumprimento dos prazos das obrigações legais e comprometemo-nos com a adoção das recomendações de melhoria em nossos processos de negócio originadas de órgãos externos de regulação, fiscalização e supervisão e de auditorias externa e interna.

10. Relacionamento com a Comunidade

10.1. Valorizamos os vínculos estabelecidos com as Comunidades em que atuamos e respeitamos seus valores culturais.

10.2. Incentivamos nossa equipe de trabalho a participar de ações voluntárias de apoio ao desenvolvimento econômico-social de Comunidades de baixa renda.

10.3. Adotamos boas práticas operacionais e gerenciais de forma a mitigar riscos socioambientais.

(6)

Código de Ética e Normas de Conduta

POSTAL SAÚDE

11. Cumprimento dos princípios e normas deste Código

11.1. Julgamos imprescindível que todos os profissionais da POSTAL SAÚDE respeitem e zelem pelo cumprimento dos princípios éticos e normas de conduta previstos neste Código. 11.2. Esperamos que os Administradores da POSTAL SAÚDE, na sua posição de liderança,

trabalhem para assegurar que os princípios éticos e as normas de conduta previstos neste Código se constituam de premissas a balizar todas as suas decisões.

11.3. Esperamos ainda que nossos líderes demonstrem com suas atitudes e comportamento seu compromisso com nosso dicionário de valores, contribuindo assim com a disseminação “de A a Z” deste conteúdo e com a construção de um ambiente favorável ao cumprimento do Código, resistente à execução de “ordens superiores” que possam colocar em risco os direitos dos Beneficiários e/ou o patrimônio e a imagem da POSTAL SAÚDE.

11.4. Estamos certos de que o Canal de Denúncias, unidade administrativa autônoma, está preparado para receber e tratar eventuais denúncias, internas e externas, de não observância dos princípios e normas de conduta previstos neste Código.

11.5. Informamos aos Administradores e Empregados que a transgressão de princípios éticos e/ou de regras de conduta previstas neste Código, se assim interpretado e deliberado pela Comissão de Ética, unidade autônoma vinculada à Diretoria Executiva, sujeitará à aplicação das penalidades previstas nas normas internas, sem prejuízo da tomada de outras medidas previstas na legislação administrativa, civil e penal brasileira, podendo inclusive levar à rescisão do contrato de trabalho.

POSTAL SAÚDE – CAIXA DE ASSISTÊNCIA E SAÚDE DOS EMPREGADOS DOS CORREIOS CNPJ: 18.275.071/0001-62 – ANS nº 41913-3

SBN, Quadra 1, Bloco F,

Edifício Palácio da Agricultura, 5º e 6º andares CEP 70040-908 – Brasília-DF

(7)

Referências

Documentos relacionados

Garantir as necessidades dos clientes com as melhores soluções, produtos e serviços altamente qualificados para geração de energia, permitindo praticar preços que garantam

a internet, na sede do iaBaS, ou em qualquer unidade ou ins- tituição com a qual o iaBaS mantenha contrato de gestão, não pode ser utilizada, para atividades pessoais, assim como

 Antes de iniciar qualquer atividade o colaborador deverá verificar as condições de segurança das máquinas, os equipamentos de proteção coletiva e o ambiente de

Este Código vem complementar esse rol normativo, formalizando regras que visam zelar pela ética e integridade em nosso ambiente de trabalho, aplicando- se não

Todos os colaboradores da HORMIGON e pessoas físicas que atuam diretamente como parceiros de negócio, no processo de admissão, contratação ou durante a execução de

A adesão a este Código de Ética e Regras de Conduta é obrigatória e ocorre no momento do estabelecimento do vínculo contratual com o Grupo CM Capital Markets Brasil,

Administradores, empregados e também os prestadores de serviços devem assumir o compromisso de orientar as suas ações por elevados padrões éticos de conduta; de zelar pelos valores

Como parte do compromisso da TAC Transportes em conduzir seus negócios pautados nos princípios éticos, foi criada uma Comissão de Ética, para auxiliar na gestão das normas