Melhores da Qualidade do Café no PQC em 2012

Texto

(1)

Melhores da Qualidade do Café no PQC em 2012

Durante o 20º Encafe que acontecerá no Hotel Iberostar, na Bahia, no período de 28 de novembro a 02 de dezembro, a ABIC irá homenagear as empresas que se destacaram no prêmio “Melhores da Qualidade do Café no PQC em 2012” pela melhor qualidade de seus produtos nas respectivas categorias.

O prêmio “Melhores da Qualidade do Café no PQC em 2012”, como é conhecido, já está em sua sexta edição, e neste ano, várias marcas obtiveram as mesmas notas de qualidade global, o que traduz a efetiva melhora da qualidade em diversas empresas e seus esforços para aprimorar os seus produtos, respondendo com mais qualidade e maior valor agregado ao que os consumidores exigem e desejam.

O Comitê Permanente de Qualidade parabeniza a todos os Vencedores do prêmio “Melhores da Qualidade do Café no PQC em 2012” e se sente orgulhoso pelo comprometimento das indústrias na melhora da qualidade.

O evento premiará os produtos que tiveram melhores notas nas categorias Tradicional, Superior e Gourmet.

A ABIC Homenageará durante o Encafé as empresas

que se destacaram na qualidade no ano de 2012

(2)

Na categoria Superior, quatro empresas merecem destaques: Indústrias Alimentícias Maratá Ltda. , Coop. Regional de Cafeicultores em Guaxupé Ltda. - Cooxupé ,Irmãos Kühl Ltda. e CFX do Brasil Ind. Com. Exp. e Imp. Ltda. Seus produtos alcançaram nota 6,8 pontos, mostrando a melhora expressiva para a categoria.

Fundada em 1943, a empresa pertence ao Grupo Buaiz, que completa 70 anos agora em 2012.

A empresa conta que em 2009 foi inaugurada a nova fábrica de torrefação do Café Numero Um no município de Serra / ES. Em 2012, foi adquirida uma embaladora alto vácuo para a fábrica, o que deu vida ao produto mais recente de sua linha, o CAFÉ NÚMERO UM EXTRA FORTE ALTO VÁCUO, elaborado nas versões de 250gr e 500gr. O CAFÉ NÚMERO

UM EXTRA FORTE ALTO VÁCUO foi desenvolvido a partir de uma rigorosa seleção de grãos provenientes das melhores regiões produtoras de cafés do Brasil. Sua moderna tecnologia de produção, associada a um equilíbrio dos blends e a um processo de torra mais acentuado, proporcionam ao produto uma qualidade diferenciada, com uma bebida encorpada, aromática e adequada aos paladares mais exigentes.

Na categoria Tradicional destaca-se o CAFÉ NÚMERO UM EXTRA FORTE ALTO VÁCUO, com nota de 5,6 pontos, produzido por Buaiz S/A Indústria e Comércio, localizada no estado do Espírito Santo.

Premiada na categoria Superior com o CAFÉ MARATÁ EXPRESSO DESCAFEINADO, o Grupo Maratá existe há 50 anos, na cidade de Itaporanga da Ajuda, Sergipe, sob a liderança do sergipano José Augusto Vieira, empresário com perfil empreendedor e comprometido com os interesses sócio-econômicos do seu Estado, que desde o início prima pela qualidade e logística da distribuição de seus produtos.

O Grupo oferece qualidade e inovação aos consumidores com um desenvolvimento contínuo de novos produtos através da implementação de novas tecnologias. O grupo é composto por um conglomerado de empresas atuantes nos mais variados segmentos do mercado:

alimentos; agronegócios (pecuária e citricultura);

construção civil e exportação, entre outros.

CAFÉ NÚMERO UM EXTRA FORTE ALTO VÁCUO - Buaiz S/A Ind. e Com.

CAFÉ MARATÁ EXPRESSO DESCAFEINADO - Indústrias Alimentícias Maratá Ltda.

(3)

A empresa, localizada na cidade de Limeira, São Paulo, destacou- se com o CAFÉ KÜHL TORRADO EM GRÃO PARA EXPRESSO na categoria Superior. Fundada em 1920, a Indústria de Café Irmãos Kühl é uma empresa familiar e regional, voltada à torrefação e moagem de grãos de café. O cuidado com a qualidade de sua matéria-prima (café cru) sempre foi a razão principal da conquista do mercado, traduzindo-se em uma longa história de dedicação e respeito ao produto café. Para manter esse vínculo criado ao longo do tempo e buscando aprimoramento contínuo, a

empresa possui os mais modernos equipamentos automáticos para torra e empacotamento de café, localizados no interior de um parque industrial de 3.300m².

Segundo a sócia Elizabete Kuhl,

“esse prêmio é o reconhecimento da qualidade do nosso produto, CAFÉ KÜHL EXPRESSO SUPERIOR, e nos estimula a continuar sempre pesquisando, estudando e testando as melhores matérias primas no desenvolvimento de nossos blends. Fabricar um produto de qualidade é nossa missão. Produzir um produto premiado é nossa gratificação”.

Localizada em Guaxupé, no estado de Minas Gerais, a Cooperativa receberá a premiação para o CAFÉ EVOLUTTO ESPRESSO EM GRÃO VALVULADO. A Torrefação Cooxupé é uma unidade da Cooxupé. Foi criada em 1984 para atender à demanda de cooperados e de visitantes da Cooxupé. Ao serem servidos de um saboroso cafezinho, eles sugeriam que a própria Cooperativa oferecesse o produto ao mercado, por causa de sua alta qualidade, sabor e aroma do puro café.

Logicamente, o fornecimento de matéria-prima para a Torrefação é feito pela Cooperativa, a qual tem Certificação ISO 9001, com validade internacional, para o processamento do grão verde.

Isso credencia ainda mais a atividade da Torrefação, que mantém a mesma qualidade e pureza do café ao longo de todo esse tempo. Modernas estratégias de marketing possibilitam que a Torrefação desenvolva um programa especial de parcerias para produção de café com Marcas Próprias de seus clientes.

Várias parcerias foram formadas nesse sentido. Esse mercado está crescente no Brasil e a Torrefação está preparada para isso. O CAFÉ EVOLLUTTO ESPRESSO é uma bebida que corresponde a todas as exigências de um consumidor seleto, apreciador de um café de alta qualidade com aroma intenso e sabor suave.

CAFÉ KÜHL TORRADO EM GRÃO PARA EXPRESSO - Irmãos Kühl Ltda.

(4)

Mais conhecida pelo nome Cambraia Café, localizada em Santo Antonio do Amparo, MG, a empresa é merecedora do prêmio na categoria Superior com o CAFÉ ZIMBRO SUPERIOR EM GRÃO. A indústria criada em 2010 consolida a tradição da família que produz cafés em suas fazendas desde 1896, com a modernidade e eficiência de equipamentos italiano e alemão.

Recentemente, no Congresso Internacional do Espírito Santo, a empresa lançou o produto que traz um blend formado por 70%

de café arábica produzido em uma fazenda no Sul de Minas, de propriedade da família, processo Natural e 30% de conilon. O café

robusta vem do estado do Espírito Santo e é processado via umidade, sendo 100% despolpado. Segundo Henrique Cambraia, empresário da marca, a ideia inovadora de se usar o Robusta despolpado blendado ao arábica natural, partiu da busca de se elaborar um café de forte personalidade mais agradável ao sabor do brasileiro.

“No Brasil, isso ainda é novidade.

A Índia já faz e nós, que temos o conilon nas mãos e somos o segundo maior produtor mundial, ainda não fazíamos esse blend”. A empresa enxerga que este blend é um primeiro passo para a transição entre os cafés tradicionais para os gourmets.

CAFÉ ZIMBRO SUPERIOR EM GRÃO - CFX do Brasil Ind. Com. Exp. e Imp. Ltda. -

Para a ABIC esta é mais uma prova da melhoria da qualidade do café robusta brasileiro nesses últimos anos, tanto que recentemente o Comitê Permanente de Qualidade suspendeu a sua restrição para o café gourmet certificado no Programa de Qualidade do Café.

Mais do que gratificante para a ABIC é a prova da melhora contínua das empresas. A categoria Gourmet se superou com a indicação de 5 empresas, cujos produtos obtiveram notas de 7,6 pontos, são elas: Café Bom Dia Ltda., Campeão Com. e Ind. de Café Ltda., Branco Peres Comercio Atacadista Ltda., Baggio Coffes Exportação Ltda. e Torrefação Nishida San Ltda.

Empresa localizada em Vargina, Minas Gerais, obteve sua melhor avaliação no PQC em 2012 com o CAFÉ MARQUES DE PAIVA RAINFOREST. A história do Café Bom dia começou em 1895 quando a família Marques de Paiva plantou seu primeiro pé de café na região Sul de Minas. Em 1992 uma das mais modernas e atualizadas torrefadoras de café inicia suas atividades de café em Varginha. Logo após, várias certificações foram conquistas, ISO 9001, ISO 14001, sendo o passo seguinte às exportações de

café, a conquista da Certificação orgânica, Rainforest Alliance, entre outras. O Sucesso para a produção de um produto de qualidade está nos valores transmitido há quatro gerações: honestidade, integridade, sustentabilidade, entre outros. Os cafés gourmet Marques de Paiva combinam um delicioso sabor e o compromisso com práticas sustentáveis. Todos os cafés Marques de Paiva seguem rígidos padrões internacionais de meio ambiente e sustentabilidade social.

CAFÉ MARQUES DE PAIVA RAINFOREST - Café Bom Dia Ltda.

(5)

premiações dos Melhores da Qualidade do Café ABIC, em 2012 receberá a premiação para o CAFÉ CAMPEÃO BLEND ESPECIAL EM GR TORRADO COM VÁLVULA na categoria Gourmet. Fundada em 1941 por Délio Moreira Lima, no município de Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo, tem hoje à frente dos negócios seu filho José Guilherme Lima. A empresa utiliza cafés de origem certificada que contribuem para o desenvolvimento sustentável do estado do Espírito Santo e do Brasil. Os grãos do café são provenientes do Cerrado Mineiro e das Montanhas do Espírito Santo.

O CAMPEÃO BLEND ESPECIAL foi o primeiro café do Espírito Santo

Gourmet e Cafés Sustentáveis do Brasil concedidos pela ABIC.

Isto significa que o seu "Blend"

tem rastreabilidade assegurada desde a planta até chegar à xícara, produzido sob critérios rígidos de Sustentabilidade e Qualidade, garantidos por verificações nas propriedades rurais e auditorias na indústria.

Suas principais características são um café encorpado, de aroma intenso, com notas variando entre caramelo e nozes, sabor adocicado, caracterizado por um achocolatado intenso, e acidez delicada. Perfeito para os apaixonados por café, proporcionando um prazer incomparável a cada xícara.

O grupo foi destaque na categoria Gourmet com o produto CAFÉ ROUTE CAFÉ GRÃO. O Café do Centro começou os negócios em São Paulo em 1916, quando a marca pertencia à família Nahum.

Em 1995, o Grupo de Agronegócios Branco Peres adquiriu a marca e iniciou o processo de expansão e gestão do negócio.

Os Diretores do Café do Centro, Rodrigo e Rafael Branco Peres, ressaltam a importância de

“educar” o consumidor sobre as diferenças que existem entre um café gourmet e um café tradicional. É isto que gera a mudança para o consumo de café Gourmet . “Você não consegue converter um consumidor de café tradicional para gourmet de uma hora para outra, é necessário que ele comece a degustar o produto, para sentir todas as propriedades do café", afirma Rodrigo Branco Peres.

Além disso, o consumidor esta ficando cada vez mais exigente, por isso existe a necessidade em efetuar mudanças no próprio café e no processo de fabricação.

A empresa é especialista em cafés especiais e gourmets, e vem melhorando seus processos e controles de qualidade, desde a matéria-prima até o empacotamento final, para obter cada vez mais cafés suaves e adocicados. Também vem investindo em treinamentos e capacitação dos colaboradores envolvidos. Outra novidade é a adição de nitrogênio no café envasado para maior durabilidade e conservação do café e suas propriedades que começou a ser usado pelo Café do Centro em suas embalagens este ano.

CAFÉ ROUTE CAFÉ GRÃO - Branco Peres Comércio Atacadista Ltda.

(6)

Dedicação, requinte e amor.

Essas foram às características que fizeram a Baggio Café, empresa centenária no cultivo de grãos, alcançar uma das maiores notas de qualidade na categoria de cafés Gourmet no PQC - Programa de Qualidade do Café 2012 para o produto CAFÉ BAGGIO ESPRESSO GOURMET GRÃO. A história da família Baggio começou em 1886, quando veio da Itália para o Brasil. Em 1895, compraram sua primeira fazenda de café na Mogiana (São Paulo). Hoje, já na 4ª geração, a Baggio possui sua indústria na cidade de Araras, São Paulo, e outra fazenda no Sul de Minas Gerais. Além do rigoroso controle de qualidade dos grãos, a empresa conta também com um especialista em café dentro de suas fazendas, Clodoaldo Iglezia, que teve como mestre o famoso professor e classificador José Luiz Barbosa Toledo, e hoje está à frente da empresa como diretor

industrial. “Estamos extremamente felizes com a conquista. Esse prêmio é resultado de uma empresa apaixonada pelo que faz e que busca incansavelmente a melhoria dos seus produtos”, afirma Clodoaldo Iglezia. O produto vencedor, BAGGIO ESPRESSO GOURMET, se destaca pelo sabor suave e adocicado, acidez cítrica e baixo amargor. É produzido com grãos 100% coffea arábica das plantações da Alta Mogiana Paulista e Sul de Minas Gerais. Seus grãos são de origem controlada e livres de defeitos.

Para Liana Baggio Ometto, diretora comercial, produzir café vai além de uma escolha profissional. “A conquista com o Baggio Espresso Gourmet comprova que estamos no caminho certo. Nossas bebidas são feitas com o máximo de cuidado, dedicação e amor para que possam agradar o paladar de nossos clientes”, diz.

CAFÉ BAGGIO ESPRESSO GOURMET GRÃO - Baggio Coffees Exportação Ltda.

CAFÉ SUPREMO ARÁBICA GOURMET - Torrefação Nishida San Ltda.

Fundada por produtores de Cafés Especiais, até então destinados somente ao mercado externo, iniciou a partir de 2003 a distribuição do produto industrializado no mercado brasileiro pela Torrefação Nishida San em São Sebastião do Paraíso, MG. A empresa, associada à ABIC no início do ano, destacou-se com o produto CAFÉ SUPREMO ARÁBICA GOURMET que é produzido com cafés da variedade Arábica 100 % selecionados, oriundos da Mogiana e do Sul de Minas Gerais, formando assim um Blend exclusivo. O processo cuidadoso de torra que utiliza o resfriamento a ar ao invés de água destacam as melhores características do produto. A - trazendo para o CAFÉ SUPREMO ARÁBICA GOURMET excelentes características

sensoriais. “Nossa torrefação utiliza processos e equipamentos de alta tecnologia para produzir um café especial, da variedade arábica, 100% puro”, afirma Milton Trufelli.

A padronização do café verde é feita por seletora óptica de grãos ou "olho eletrônico". O controle do ponto de torra e a granolometria são cuidadosamente supervisionados e a rastreabilidade de produção é total. A criteriosa escolha das sementes, os cuidados com o cultivo, a colheita seletiva de frutos a torra no ponto ideal e a utilização de ar ao invés de água no resfriamento proporcionam sabor e aroma marcantes à bebida, traduzindo-se em um café especial, de origem controlada, com agradável aroma, encorpado, com acidez equilibrada e retro gosto persistente.

(7)

dizer que “a melhora da qualidade é o motor do consumo”. E essa é a bandeira da ABIC desde 1989, quando a entidade lançou o programa do Selo de Pureza anunciando que pretendia reverter a queda no consumo de café que havia à época, por meio da oferta de produtos de melhor qualidade ao consumidor.

O objetivo do PQC é incentivar as indústrias a diferenciarem seus produtos da concorrência, em qualidade e preço. Para as empresas, a vantagem está na possibilidade de melhor focar seu

marcas de acordo com o perfil de seus consumidores. Para o varejo, é um diferencial importante que permite ofertar cafés certificados e uma garantia no quesito Segurança Alimentar.

Para os consumidores, as categorias têm um papel também educativo: fazê- los descobrir que café não é tudo igual, mas que existem diferenças inclusive entre as marcas produzidas por uma mesma empresa, e que existem marcas para todos os gostos e bolsos.

Trata-se de um programa ambicioso e exatamente

no rol dos Melhores do PQC, as marcas que alcançaram as maiores notas de qualidade global em suas categorias, nas avaliações de certificação e de manutenção do programa.

É um reconhecimento aos esforços dessas indústrias em manter e melhorar os seus produtos, atendendo à Norma de Qualidade Recomendável e às Boas Práticas de Fabricação de Cafés Torrado em Grão e Cafés Torrados e Moídos. São empresas que estão investindo em tecnologia, na aquisição de boas matérias-primas e no controle da qualidade final.

A ABIC PARABENIZA TODAS AS EMPRESAS QUE SE DESTACARAM NO PRÊMIO

“MELHORES DA QUALIDADE DO CAFÉ NO PQC 2012 E SE ORGULHA PELOS ESFORÇOS DAS EMPRESAS NA BUSCA CONTINUA DA MELHORA DA QUALIDADE.

Expediente: Este Boletim é um informativo da Associação Brasileira da Indústria de Café para todos os seus associados. Produzido pela Diretoria de Comunicação e editado pela ABIC. As matérias transcritas neste informativo são de responsabilidade de seus autores, e não representam as opiniões e pontos de vista da ABIC. ABIC - Telefone: (21) 2206-6161 - FAX: (21) 2206-6155 - www.abic.com.br - abic@abic.com.br

Imagem

Referências

temas relacionados :