Agrupamento de Escolas de Castro Daire Ano lectivo 2012 / Planificação Anual. Filosofia

Texto

(1)

Planificação Anual

Filosofia

10ºano (Turmas do ensino regular A,B,C)

Planificação Anual – Longo Prazo

Aulas previstas

Outras actividades/ Avaliação

Aulas de leccionação

1º Período 46 8 38

2º Período 40 8 32

3ºPeríodo 40 8 32

Total 126 24 102

Agrupamento de Escolas de Castro Daire

Ano lectivo 2012 / 2013

(2)

Temas / conteúdos Objectivos/

Competências específicas Competências transversais Actividades/

Estratégias Recursos Avaliação

Te

m p o

I- Iniciação à Actividade Filosófica

1.1. O que é a Filosofia – uma resposta inicial

1.2. Quais são as questões da Filosofia?

-.Definir filosofia como actividade crítica

reflexiva e problematizadora -Clarificar o sentido etimológico do termo filosofia

- Reconhecer, nesta clarificação, o sentido

da Filosofia como busca, de procura, de questionamento inerente a todo o ser humano

- Identificar os símbolos da Filosofia.

- Questionar o significado desses símbolos.

-Explicar os fundamentos filosóficos que

suportam o sentido de cada símbolo.

-Explicar porque o espanto e a admiração

estão na origem do filosofar.

-Identificar as condições históricas do nascimento da filosofia grega.

Explicar as razões que permitem enunciar

dois nascimentos da filosofia grega.

- Referir brevemente as características essenciais do pensamento dos

principais

Filósofos de cada época

-Reflectir acerca do homem como um ser que pergunta

-Questionar acerca das razões que conduzem o homem à pergunta -Reconhecer no perguntar a condição

-Ampliar as competências básicas do discurso, informação, interpretação e comunicação.

-Iniciar as competências específicas de problematização e

conceptualização.

-adquirir instrumentos cognitivos, conceptuais e metodológicos para o desenvolvimento do trabalho cognitivo

-Dominar metodologias e técnicas de trabalho intelectual que potenciem a qualidade das posições cognitivas -Desenvolver práticas de exposição ( oral e crítica)

-Desenvolver as competências de análise e interpretação de textos . -Desenvolver atitudes de

discernimento crítico perante a informação e os saberes transmitidos .

- Adquirir atitudes de curiosidade e rigor conceptual.

- Questionar filosoficamente as evidências do senso comum, por forma a ultrapassá-las

-diálogo orientado - trabalho e análise de textos - exploração de imagens/gravuras , banda

desenhada.

- visionamento de filmes

- debate

-visionamento de filmes

-indução guiada - actividades de conceptualização/

problematização e argumentação - visionamento de power point - diálogo (orientado) - trabalho de textos

- exploração de imagens/gravuras , banda

desenhada.

- diálogo orientado

- manual

· quadro preto

· acetatos /retroprojector

· textos

· ficha formativa

· dicionários

- exploração de imagens/gravu ras, banda desenhada.

- manual escolar - acetatos transparências /retroprojector - dicionários e enciclopédias - outros textos complementare s

(excertos de obras diversas)

Diagnóstica Formativa Sumativa

assiduidade pontualidade atitudes e valores participação fichas de trabalho dois testes por período (ou apenas um no terceiro período) observação directa do trabalho, participação e interesse dos alunos trabalhos de grupo

1 º P e r í o d o

(3)

1.3 Reconhecer a filosofia

Como um saber específico

1.4 A dimensão discursiva do trabalho filosófico

II - A Acção Humana e os Valores

1. A Acção Humana – análise e compreensão do agir

1.1. A rede conceptual da acção

de pensar

-Determinar a especificidade das questões

filosóficas.

-Distinguir as questões filosóficas das questões não filosóficas.

-Identificar os elementos constitutivos da natureza das questões filosóficas.

-Caracterizar a filosofia como um saber radical, histórico, autónomo, universal e racional

- Problematizar a natureza do discurso filosófico como um discurso de

natureza crítica, problematizadora e argumentativa

-Clarificar a natureza distintiva de um texto filosófico

Clarificar o conceito de acção humana.

Problematizar os

elementos definidores do conceito de homem.

Reconhecer o homem como um ser definido, pela abertura, pela finitude , possibilidade e liberdade.

Desenvolver atitudes de

discernimento crítico perante a informação e os saberes transmitidos .

Ampliar as competências básicas do discurso, informação, interpretação e comunicação.

Adquirir hábitos de estudo e trabalho autónomo

-Avaliar e desenvolver as competências de análise, compreensão/interpretação de mensagens

- desenvolver a capacidade de diálogo, tolerância e respeito pelos outros, bem como o sentido crítico

- criar capacidades de conceptualização e de problematização

- exploração de imagens/gravuras , banda

desenhada

- trabalho de textos

-análise textual

- análise de dilemas morais -diálogo orientado - trabalho de textos

- exploração de imagens/gravuras , banda

desenhada.

- visionamento de filmes

- debate

- actividades de conceptualização/

problematização e argumentação

- manual escolar - acetatos transparências /retroprojector -imprensa - dicionários e enciclopédias

Textos do manual e outros textos complementare s (excertos de obras diversas)

- manual escolar - acetatos transparências /retroprojector - dicionários e enciclopédias - outros textos complementare s

(excertos de obras diversas)

atitudes e valores participação fichas de auto- avaliação fichas de trabalho

observação directa do trabalho, participação e interesse dos alunos trabalhos de grupo

participação exposição oral fichas de trabalho

(4)

1.2. Determinismo e liberdade na acção humana

1.3 Condicionantes da acção humana

1.4 O Homem como agente criador

2. Os valores – análise e compreensão da experiência valorativa

2.1. Valores e

valoração – a questão dos critérios

valorativos

Distinguir agir e fazer, acontecimento e acção

Estabelecer a rede conceptual da acção.

Definir os conceitos de agente, intenção,

motivo, deliberação, escolha, decisão, consciência e vontade.

- Questionar o conceito de liberdade.

- Reconhecer e problematizar os limites à acção livre.

-Clarificar o conceito de determinismo.

-Questionar a problemática determinismo vs liberdade.

-efinir o conceito de pessoa.

-Questionar a liberdade nas suas dimensões pessoal, social e política.

-Analisar e caracterizar as diferentes condicionantes da acção humana:

- físico-biológicos -histórico- culturais.

-problematizar a influência das condicionantes da acção humana e necessidade da sua superação

-Reflectir sobre a dimensão criadora do Homem e sobre o conflito

condicionalismos/liberdade -Compreender a acção enquanto criadora e transformadora da realidade e de si mesmo.

-Caracterizar o ser humano como

- compreender a complexidade do ser humano como ser finito,

condicionado mas criador

-reconhecer a especificidade da acção tomar consciência da complexidade do agir (nomeadamente da

dificuldade inerente aos processos de deliberação e de decisão

- desenvolver capacidades de conceptualização e de problematização

-Avaliar e desenvolver as capacidades de expressão oral e escrita

- desenvolver a capacidade de diálogo, tolerância e respeito pelos outros, bem como o sentido crítico - desenvolver a capacidade de problematização e de debate

- realização de fichas de trabalho

- diálogo orientado - trabalho de textos

- exploração de imagens/gravuras , banda

desenhada.

- visionamento de filmes

-Indução guiada -Leitura e análise de textos

debate

-

Visionamento de filmes

- Actividades de conceptualização/

problematização e argumentação - Pesquisa documental

- manual escolar - acetatos transparências /retroprojector - dicionários e enciclopédias - outros textos complementare s

(excertos de obras diversas) - televisão e vídeo

- imprensa - dicionários e enciclopédias -internet

Computador e projector

observação directa do trabalho, participação e interesse dos alunos trabalhos de grupo

atitudes e valores participação fichas de fichas de trabalho

observação directa do trabalho, participação e interesse dos alunos trabalhos de grupo

2 º P e r í o d o

(5)

2.2. Valores e cultura – a diversidade e o diálogo de culturas

3 - Dimensões da Acção Humana e os Valores 3.1. A dimensão ético- política – análise e compreensão da

experiência convivencial 3.1.1. Intenção ética e norma moral

3.1.2. A dimensão pessoal e social da ética – a relação do

indivíduo consigo mesmo, com os outros e com as instituições

3.1.3. A necessidade de fundamentação da Moral – análise comparativa de duas perspectivas filosóficas 3.1.4. Ética, Direito e Política – dimensões configuradoras da

agente criador de bens e de produtos, de cultura e de si próprios

-Reconhecer o Homem como ser valorativo.

-Definir experiência axiológica.

-Definir valor, valorar e critérios axiológicos.

-Enunciar critérios axiológicos.

-Identificar critérios axiológicos que tornam possível a definição de valores universais.

-Problematizar a exigência de uma ética universal que defenda e salvaguarde o humano do homem.

-Problematizar a vivência entre

diferentes valores e diferentes culturas .

-Distinguir ética de moral.

-Definir o sentido de ethos como carácter e como morada.

-Justificar a necessidade de uma fundamentação da moral.

-Confrontar posições filosóficas distintas sobre a fundamentação da moral.

.-Problematizar os fundamentos da exigência ética consigo mesmo e na

-Reconhecer que a nossa relação com o mundo é de natureza valorativa -Reconhecer que todos os humanos agem em conformidade com as suas preferências e valores

-Promover o respeito pela diversidade

-desenvolver a capacidade de pesquisa de conceitos, teses e argumentos sobre diferente temáticas

- promover o debate/discussão de problemas ético-políticos e a análise de diferentes concepções

· reconhecer a necessidade da consciência moral como instância interior de orientação e de crítica do

- Visionamento de power point -Análise de dilemas -Diálogo orientado -Pesquisa de conceitos - Análise de documentos -Elaboração de síntese/conclusõe s

-Diálogo

orientado/debate

-Exposição oral

- imprensa - dicionários e enciclopédias -internet

- quadro negro e giz

- manual escolar - acetatos transparências /retroprojector - dicionários e enciclopédias - outros textos complementare s (excertos de obras diversas

participação fichas de auto- avaliação fichas de trabalho

Exposição oral

(6)

existência convivencial

A dimensão estética - análise e compreensão da experiência estética

3.2.1. A experiência e o juízo estéticos

3.2.2. A criação artística e a obra de arte

3.2.3. A Arte:

produção e consumo, comunicação e conhecimento

relação com o outro.

-Reconhecer a ética , o direito e a política como dimensões

configuradoras da experiência convivencial.

-Problematizar os pressupostos da ética formal kantiana e da ética do cuidado

-Problematizar a relação entre Direito/Estado/ Justiça.

-Compreender a importância do conceito ético de pessoa

-Esclarecer a raiz da palavra estética.

-Clarificar a especificidade da experiência estética

-Caracterizar o juízo estético -Compreender que o Belo, a Arte e a Criação são dimensões fundamentais da experiência humana.

-Reflectir acerca das diversas

modalidades da experiência estética.

-Problematizar o carácter aberto da obra de arte e da criação artística.

-Caracterizar as novas formas de arte.

agir

- desenvolver a capacidade de problematização e de debate

- compreender as dimensões configuradoras da existência convivencial

-Desenvolver as competências de análise e interpretação de textos .

-Desenvolver a capacidade estética

-Criar o gosto pelas diferentes configurações da experiência -Problematizar a questão do belo

-Reconhecer a diversidade valorativa

-Análise de dilemas

-Visita de estudo a um Museu

-Visionamento de obras de arte

-Pesquisa documental

-Indução guiada

textos

complementare s

-imprensa

Museu

- dicionários e enciclopédias - interrnet -imprensa -textos

complementare s

participação fichas de auto- avaliação fichas de trabalho

Exposição oral

3 º p e r í o d o

(7)

Temas/Problemas do Mundo Contemporâneo Opção por UM dos temas

Os direitos Humanos e a Globalização

Os direitos das

mulheres como

direitos humanos A responsabilidade ecológica

A manipulação e os

meios de

comunicação social O racismo e a xenofobia

A paz mundial e o diálogo inter religioso

-Reflectir sobre um problema do mundo contemporâneo.

-Elaborar um trabalho de projecto de tratamento de informação de um tema escolhido.

Formular questões filosóficas sobre o tema tratado.

Adquirir métodos fundamentais para o desenvolvimento do trabalho

filosófico.

-Adquirir hábitos de estudo e trabalho autónomo

-Desenvolver atitudes de discernimento crítico perante a informação e os saberes transmitidos .

-Desenvolver atitudes de curiosidade , rigor conceptual.

-Dominar metodologias e técnicas de trabalho intelectual que potenciem a qualidade das posições cognitivas -Desenvolver um pensamento autónomo

-Utilizar fontes de informação -Dominar metodologias e técnicas de trabalho intelectual que potenciem a qualidade das aquisições cognitivas . -Desenvolver práticas de exposição (oral e escrita), aprendendo a apresentar de forma metódica e

Trabalho de Projecto - trabalho de grupo -Pesquisa documental,:

obras de referência, dicionários e enciclopédias, internet, filmes, canções, ...

-Selecção e tratamento dos materiais recolhidos em função dos objectivos

textos

complementare s

· livros

· dicionários

· imprensa diária

· internet

observação directa do trabalho, participação e interesse dos alunos - trabalhos de grupo Trabalho de projecto

Exposiçao oral

(8)

compreensível as ideias próprias ou os resultados de consultas ou notas de leitura.

traçados; análise e conclusões.

-Dossiers temáticos elaborados pelos grupos;

-Apresentação oral por grupos de trabalho dos resultados da investigação e das conclusões

- Debate (após a apresentação dos trabalhos)

·Para a apresentação oral dos trabalhos, os grupos poderão utilizar como recursos:

projector de diapositivos, vídeo,

rádio/leitor de CD. ...

Imagem

Referências

temas relacionados :