UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DE VITÓRIA

Texto

(1)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO

CENTRO ACADÊMICO DE VITÓRIA

CHARLESSON DA SILVA ROCHA

ANÁLISE COMPARATIVA DAS PROPOSTAS DE JOGO MAIS UTILIZADAS ENTRE AS PRINCIPAIS EQUIPES DAS MAIORES LIGAS DA EUROPA

VITÓRIA DE SANTO ANTÃO 2018

(2)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DE VITÓRIA DE SANTO ANTÃO

EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E CIÊNCIAS DO ESPORTE

CHARLESSON DA SILVA ROCHA

ANÁLISE COMPARATIVA DAS PROPOSTAS DE JOGO MAIS UTILIZADAS ENTRE AS PRINCIPAIS EQUIPES DAS MAIORES LIGAS DA EUROPA

Trabalho de Conclusão de Curso, apresentado a Universidade Federal de Pernambuco no Centro Acadêmico de Vitória, núcleo de Educação Física e Ciência do esporte da UFPE, para a obtenção do título de Bacharel em Educação Física.

Orientador: Marcelus Brito de Almeida Coorientador: Alex Geraldo da Silva

VITÓRIA DE SANTO ANTÃO 2018

(3)

Catalogação na fonte

Sistema de Bibliotecas da UFPE – Biblioteca Setorial do CAV.

Bibliotecária Fernanda Bernardo Ferreira, CRB4-2165

R672a Rocha, Charlesson da Silva.

Análise comparativa das propostas de jogo mais utilizadas entre as principais equipes das maiores ligas da Europa./ Charlesson da Silva Rocha. - Vitória de Santo Antão, 2018.

27 folhas: tab.; Graf.

Orientador: Marcelus Brito de Almeida. Coorientador: Alex Geraldo da Silva.

TCC (Graduação) – Universidade Federal de Pernambuco, CAV, Bacharelado em Educação Física, 2018.

1. Futebol- Estratégia e Táticas. 2. Futebol- Jogos. I. Almeida, Marcelus Brito de (Orientador). II. Silva, Alex Geraldo da (Coorientador). III. Título.

(4)

CHARLESSON DA SILVA ROCHA

ANÁLISE COMPARATIVA DAS PROPOSTAS DE JOGO MAIS UTILIZADAS ENTRE AS PRINCIPAIS EQUIPES DAS MAIORES LIGAS DA EUROPA

TCC apresentado ao Curso de Educação física da Universidade Federal de Pernambuco, Centro Acadêmico de Vitória, como requisito para a obtenção do título de Bacharel em Educação física.

Aprovado em:06/ julho/ 2018.

BANCA EXAMINADORA

Profº. Dr. Marcelus Brito de Almeida (Orientador)

Universidade Federal de Pernambuco

Profº. Monique Assis de Vasconcelos Barros

Profº. Marivânio José da Silva (Examinador externo)

(5)

AGRADECIMENTOS

Primeiramente, quero agradecer a Deus por ter me dado força e saúde para seguir em frente e conseguir concluir esta graduação, agradeço a toda minha família, em especial a minha Mãe, a senhora Maria da Conceição da Silva, que sempre me apoiou, se esforçou e fez de tudo para me ajuda a chegar até aqui, não me deixando faltar nada em nenhum momento e consequentemente me dando as melhores condições para meu desenvolvimento acadêmico. Agradeço também aos amigos por todo companheirismo, solidariedade e carinho que recebi ao longo desses anos, amigos esses, que deixarão muitas saudades e que em contrapartida levarei para sempre comigo, dentre muitos quero destacar em especial: Virginia Dantas, Rayanna Caroline, Josenaldo Júnior, Sergio Alves, Yuri Uei, Jéssica Lima, Fernanda Cabral, Marivanio José, Camila Alves, Raíssa Ramos,Tiago Miranda, Franceane Farias e Danilo Ferreira. Quero agradecer a todos os professores que me forneceram conhecimento suficiente para conseguir chegar no meu grande objetivo que era me graduar em Educação Física Bacharelado, em especial destaco meu grande amigo, mestre e orientador Marcelus Brito de Almeida, assim como meu coorientador Alex Geraldo da Silva.

(6)

RESUMO

O futebol é uma das modalidades esportivas mais populares do mundo. E tem como característica duas grandes propostas de jogo, a defensiva e a ofensiva. O objetivo deste estudo foi analisar e comparar as propostas de jogo dos quatro primeiros clubes das maiores ligas da Europa, que podem ser refletidos em porcentagem de posse de bola, gols marcados e gols sofridos. A análise foi realizada com os principais clubes, na temporada 2017/2018, a fim de descobrir a importância e a influência da proposta de jogo no resultado final de uma temporada. Para obtenção das fontes que embasaram este estudo foi utilizado uma análise documental com artigos e dados disponíveis nos sites da UEFA (União das Federações Europeias de Futebol), FIFA (Federação Internacional de Futebol Associação) e nos sites oficiais das respectivas ligas nacionais, além de livros sem recorte temporal. Em três dos quatro principais campeonatos nacionais da Europa a maioria dos quatro primeiros colocados adotou uma proposta de jogo ofensiva baseada na posse de bola e no ataque (mais gols). Em apenas um campeonato houve uma divisão entre os clubes e suas propostas de jogo. Em média três de cada quatro clubes dentre os 16 clubes analisados, utilizam uma proposta de jogo ofensiva. Concluimos que a proposta mais influente foi a ofensiva, com mais posse de bola e maior número de gols marcados.

(7)

ABSTRACT

Football is one of the most popular sports in the world. And it has as characteristic two great proposals of game, the defensive and the offensive. The objective of this study was to analyze and compare the game proposals of the first four clubs of the largest leagues in Europe, which can be reflected in percentage of ball possession, goals scored and goals conceded. Analysis was conducted with the major clubs in the 2017/2018 season in order to discover the importance and influence of the game proposal in the final result of a season. To obtain the sources that supported this study, a literature review was used with articles and data available for free in the Google Academic and SCIELO databases, on the CBF, FIFA websites and on the official websites of the respective national leagues, as well as books with no temporal clipping . In three of the four major national championships in Europe, most of the top four placed a proposal for offensive play based on possession of the ball and the attack (more goals). In only one championship there was a division between the clubs and their proposals of game. On average, three out of four clubs out of the 16 clubs analyzed use a proposed offensive game. We conclude that the most influential proposal was the offensive, with more ball possession and more goals scored

Keywords: Soccer. Ball possession. Goals.

(8)

LISTA DE ABREVIAÇÕES

FIFA Associação da Federação Internacional de Futebol UEFA União das Federações Europeias de Futebol PB Posse de Bola

GM Gols Marcados GS Gols Sofridos PTS Pontos

(9)

SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO ... 8 2 OBJETIVOS ... 11 2.1 Objetivo Geral ... 11 2.2 Objetivos Específicos ... 11 3 METODOLOGIA ... 12 4 RESULTADOS E DISCUSSÕES ... 13 5 CONCLUSÃO ... 26 REFERÊNCIAS ... 27

(10)

8

1 INTRODUÇÃO

O futebol é o esporte coletivo mais popular do mundo e tem como o seu maior evento a Copa do Mundo da Federação Internacional de Futebol Associação (FIFA), que é realizada a cada quatro anos com as 32 melhores seleções dos cinco continentes. Por sua forma simples e atraente de ser jogado, a cada ano que se passa aumenta o número de praticantes e nos dias atuais, segundo o próprio site da FIFA é praticado em mais de 200 países. No Brasil temos contato direto com ele todos os dias, seja durante uma prática dirigida (Jogo informal), ou em uma conversa informal, ou através da mídia esportiva, mostrando que o futebol é um fenômeno sociocultural, ou seja, está relacionado diretamente aos fenômenos socias e culturais de uma sociedade.

A primeira Copa do Mundo de futebol ocorreu no Uruguai em 1930, e teve a participação de 13 seleções. Tendo o anfitrião Uruguai como campeão contra a Argentina em uma final Sul-Americana pelo placar de 4x2 (BARROS, 2014). A partir daí as copas se sucederam em um intervalo de quatros anos com exceção de um período de 12 anos entre 1938 e 1950, por causa da segunda guerra mundial. Desde a primeira copa ocorreram mais 19 edições (BARROS, 2014).

Dentre todas essas edições, o Brasil se tornou o país mais vitorioso obtendo cinco títulos mundiais, as outras seleções Sul-Americanas a vencerem a Copa do Mundo foram, Uruguai e Argentina com dois títulos cada, somando nove títulos para o continente. Já no continente Europeu os países mais vitoriosos são Itália e Alemanha com quatro títulos cada, outros países que também conquistaram ao menos um título de Copa do Mundo foram Inglaterra, França e Espanha, somando 11 títulos para o continente Europeu (BARROS, 2014).

O continente europeu possui as quatro melhores ligas do mundo, devido principalmente ao poderio financeiro dos seus clubes, e essa distância fica maior a cada dia, como podemos ver na Liga das Campeões a partir dos últimos vencedores dessa competição (ANDERSON; SALLY, 2013).

(11)

9

Nos últimos trinta anos apenas quatros times de fora das quatro principais ligas da Europa se sagraram campeões. E durante esse período, fazendo um recorte, nos últimos vinte anos apenas um time se sagrou campeão. E na última década nenhum time de fora desse seleto grupo conseguiu o feito como pode ser visto no site oficial da União das Federações Europeias de Futebol (UEFA). As quatro principais ligas da Europa são da Alemanha, Espanha, Inglaterra e Itália (ANDERSON; SALLY, 2013).

O Campeonato Alemão teve sua primeira edição em 1902, sofreu diversas modificações, inclusive por causa do regime nazista. A partir de 1963 o campeonato alemão é conhecido como é hoje, a Bundesliga. O maior campeão alemão de todos os tempos é o Bayern de Munique com 29 títulos, seguido de longe por Nuremberg com nove e Borussia Dortmund com oito conquistas (ULI; HESSE, 2013).

A Liga Espanhola também foi fundada em 1929, atualmente conta com 20 equipes em sua primeira divisão. Os maiores vencedores são o Real Madrid com 33 títulos e o Barcelona com 25 troféus. O Atual vencedor da elite espanhola é o Barcelona na temporada 2017/2018 (LOPEZ, 2015).

O Campeonato Inglês tornou-se profissional em 1888, seu formato se manteve inalterado até 1992 com o surgimento da Premier League. Os maiores campeões ingleses de todos os tempos são Manchester United com 20 títulos, Liverpool com 18 títulos e Arsenal com 13 (JEFFERY, 2007).

A Liga Italiana como conhecemos hoje teve início na temporada 1929/1930, com a fusão de ligas regionais. Os maiores clubes desde então são a Juventus com 34 “escudetos”, a Internazionale de Milão e seu arquirrival Milan com 18. A Juventus de Turim se sagrou campeã dessa temporada conquistando seu hegemônico heptacampeonato (FOOT, 2007).

De Acordo com Pep Guardiola (2014), a essência de um time é a “ideia” de jogo de seu técnico. No caso de Pep, pode ser resumida com as palavras usadas por seu pai futebolístico, Johan Cruyff: “A ideia é ter a bola” (PERARNAU, 2014). Segundo Villas-Boas (2011 apud PINHO; PEREIRA, 2011) alguns treinadores preferem focar mais no trabalho mental ou físico, mas o Mourinho gosta de combinar todos os aspectos do treino.

(12)

10

No futebol se tem uma superstição em que após um time marcar um gol, o adversário tem mais chances de marcar o gol de empate logo em seguida. Entretanto, as chances de marcar um próximo gol só aumentam a cada gol marcado, enquanto as chances do adversário empatar logo em seguida são as menores possíveis. Ao longo do tempo a média de gols por jogo no futebol foi caindo, placares elásticos foram sendo reduzidos. No futebol percebeu-se que a defesa garante mais pontos do que o ataque. O gol para o futebol, ao contrário da cesta no basquete, tem um valor imensurável, pois é um fenômeno raro quando comparamos os dois esportes (ANDERSON; SALLY, 2013).

É mais comum um time com a melhor defesa ganhar um campeonato do que um time com o melhor ataque. Sendo assim muitos treinadores ao longo da história preferiram investir em estratégias que priorizassem a defesa ao ataque. Sabemos que o futebol se solidificou como um esporte que pune os erros adversários, e onde se busca incessantemente por jogadores que criem chances de gol (ANDERSON; SALLY, 2013).

Desta forma, este trabalho tem como principal objetivo, comparar quais as propostas de jogo mais influentes nos primeiros colocados das maiores ligas da Europa. No futebol existem duas grandes proposta de jogo,a ofensiva que é caracterizada por um time que prioriza a posse de bola e consequentemente marca uma maior quantidade de gols, e a defensiva que se caracteriza por um time que marca poucos gols, porém sofre poucos gols. Este estudo comparou os índices de posse de bola, gols marcados, gols sofridos e saldo de gols.

(13)

11

2 OBJETIVOS

2.1 Objetivo Geral

Identificar quais as propostas de jogo mais influentes nos primeiros colocados das principais ligas da Europa na temporada 2017/2018.

2.2 Objetivos Específicos

 Comparar a porcentagem média de posse de bola dos quatro primeiros colocados nas maiores ligas europeias na temporada 2017/2018.

 Comparar o número de gols marcados e sofridos entre os quatro primeiros colocados das maiores ligas da Europa na temporada 2017/2018.

(14)

12

3 METODOLOGIA

A análise dos dados foi feita através do site (www.statarea.com), através de uma abordagem de uma análise documental. Para obtenção dos resultados e discussões este estudo comparou os índices de posse de bola, gols marcados e gols sofridos, índices esses que refletem as propostas de jogo exercidas pelos clubes.

Foram comparadas as quatro equipes melhores colocadas nos campeonatos nacionais das quatro principais ligas da Europa. Manchester City, Manchester United, Tottenham e Liverpool representaram a Inglaterra. Barcelona, Atlético de Madrid, Real Madrid e Valência representam a Espanha. Na Itália, os quatro clubes foram Juventus, Napoli, Roma e Internazionale. E por fim para representar o futebol alemão, o Bayern de Munique, o Schalke 04, o Hoffenheim e o Borussia Dortmund.

Como parâmetro de comparação, foi utilizada a classificação dos clubes por pontos na temporada 2017/2018 e tivemos como objetivo analisar se havia correspondência na classificação dos índices supracitados anteriormente, a fim de perceber em quais aspectos os times foram mais eficientes.

Depois de caracterizar as propostas de jogo em cada liga, comparou-se entre elas para saber qual a proposta de jogo mais influente entre os principais clubes de cada país.

(15)

13

4 RESULTADOS E DISCUSSÕES

Todos os dados que estão apresentados foram retirados do site (www.statarea.com).

Corroborando com Foot (2007) de forma surpreendente o campeonato italiano, onde sua seleção tem fama e histórico de priorizar sempre a defesa como proposta de jogo foi onde houve uma unanimidade de uma proposta totalmente oposta dentre seus quatro primeiros colocados na liga. Onde Juventus, Napoli, Roma e Internazionale tiveram altos índices nos quesitos posse de bola e gols marcados.

As ligas alemã e inglesa também apresentam maior apreço ao jogo ofensivo dentre seus principais clubes. Bayern, Borussia Dortmund e Hoffenheim são os times adeptos a essa proposta de jogo na Alemanha, e Manchester City, Liverpool e Tottenham são os adeptos ao jogo ofensivo na Inglaterra. Manchester United e Schalke 04 na Inglaterra e Alemanha, respectivamente, foram os times dentre os quatro primeiros colocados, que optaram por uma proposta que não tivesse a posse de bola e o ataque como prioridade, dando ênfase assim ao sistema defensivo.

Na Espanha, onde sua seleção de futebol se notabilizou nos últimos anos por praticar um futebol ofensivo com grande apreço a posse bola, nessa temporada dois dos quatro primeiros colocados no campeonato espanhol apresentaram propostas de jogo defensivas onde abrem mão da posse de bola e do ataque priorizando seu sistema defensivo. Esses clubes foram o Atlético de Madrid e o Valência. Barcelona e Real Madrid foram os clubes que apresentaram uma proposta de jogo ofensiva centrada no ataque e na posse de bola.

(16)

14

Gráfico 1: Proposta de Jogo Ofensiva nas Quatro Principais Ligas

Fonte: ROCHA, C.S, 2018.

Futebol Alemão

Os quatro primeiros colocados do campeonato alemão na temporada 2017/2018 são respectivamente, Bayern de Munique, Schalke 04, 1899 Hoffenheim e Borussia Dortmund.

Em relação a posse de bola apenas dois times tiveram uma média de 60% ou mais. Sendo o primeiro o Bayern de Munique com 67% de média, seguido do Borussia Dortmund com 60%. O Schalke 04 ficou com média de 47% ocupando a 13ª colocação nesse índice, e por fim o 1899 Hoffenheim ficou em 6º lugar com 51% de média.

Entre os outros 16 clubes há um equilíbrio entre a média de posse de bola, onde o 3º colocado neste ranking tem apenas 11% de média a mais do que o último colocado.

(17)

15

Gráfico 2: Posse de Bola no Campeonato Alemão

Fonte: ROCHA, C.S, 2018.

Quando o assunto é marcar gols, o Bayern lidera novamente com 92 gols marcados. O Hoffenheim fica em 2º nesse quesito com 66 gols. Dortmund ficou em 3º marcando 64 gols. Já o Schalke marcou 53 gols ficando na 6ª colocação nesse quesito.

Gráfico 3: Gols Marcados no Campeonato Alemão

(18)

16

Defensivamente o Bayern mais uma vez se destaca com a liderança em mais um quesito, onde sofreu 28 gols em 34 partidas. O segundo colocado Schalke 04 ficou com a 3ª melhor defesa com 37 gols sofridos. O Borussia Dortmund levou 47 gols ocupando a 9ª. Por fim, o Hoffenheim sofreu 48 gols tendo a 10ª colocação nesse quesito.

Gráfico 4: Gols Sofridos no Campeonato Alemão

Fonte: ROCHA, C.S, 2018.

Analisando todos esses dados é possível notar que a proposta de jogo mais influente é uma proposta de jogo ofensiva. Com Bayern, Borussia Dortmund e Hoffenheim se encaixando nesse ideal, onde há uma clara correspondência entre um alto índice de gols marcados e/ou um alto índice de posse de bola e uma defesa não tão eficiente quanto o ataque (BUNDESLIGA, 2018). O único clube entre os quatro primeiros colocados do futebol alemão que fugiu a essa proposta, foi o Schalke 04:

(19)

17

Tabela 1: Campeonato Alemão

Clube Classificação por pontos Classificação por média de posse de bola Classificação por gols marcados Classificação por gols sofridos Bayern M. 1º 1º 1º 1º GS Schalke 04 2º 13º 6º 3º GS Hoffenheim 3º 6º 2º 10º GS B. Dortmund 4º 2º 3º 9º GS Fonte: ROCHA, C.S, 2018. Futebol Espanhol

O topo da classificação do campeonato espanhol na temporada 2017/2018 foi constituído por Barcelona em 1º lugar, seguido por Atlético de Madrid, Real Madrid e Valência.

No ranking por posse de bola, o Barcelona também lidera com 63% de posse, logo atrás vem o Real Madrid com 60%. Valência com 49% e Atlético com 47% ficam em 11º e 12º respectivamente nesse ranking.

Gráfico 5: Posse de Bola no Campeonato Espanhol

(20)

18

Quando se trata de marcar gols, Barcelona e Real Madrid se destacam com ampla vantagem para todos os outros clubes do campeonato espanhol. O Barcelona lidera esse quesito, com 99 gols marcados e logo atrás vem o Real Madrid com 94. A diferença para o terceiro colocado é de 33 gols em relação ao Barcelona e 28 em relação ao Real Madrid. O Atlético tem apenas a 7ª colocação nesse quesito, marcando 58 gols. O Valência ficou em 4º lugar nesse quesito, anotando 65 gols.

Gráfico 6: Gols Marcados no Campeonato Espanhol

Fonte: ROCHA, C.S, 2018.

Se tratando da defesa, o Atlético lidera com apenas 22 gols sofridos, seguido por Barcelona com 29 gols contra. O Valência teve a 4ª melhor defesa com 38 gols sofridos, já o Real Madrid sofreu 44 gols ficando na 6ª colocação nesse ranking.

(21)

19

Gráfico 7: Gols Sofridos no Campeonato Espanhol

Fonte: ROCHA, C.S, 2018.

É notado claramente através das estatísticas, que Barcelona e Real Madrid tem uma proposta de jogo bastante ofensiva que se sustenta especialmente no número de gols marcados e no índice médio de posse de bola, onde ambos se destacam perante os demais. O Atlético de Madrid tem claramente uma proposta totalmente oposta, com um baixo índice de posse de bola e gols marcados, em contraponto tendo uma defesa extremamente sólida. O Valência por sua vez demonstrou equilíbrio e correspondência entre defesa e ataque, porém, devido sua baixa colocação no índice de posse de bola podemos notar que é um time que não se preocupa em propor o jogo, e que prefere jogar na defesa.

(22)

20

Tabela 2: Campeonato Espanhol

Clube Classificação por pontos Classificação por média de posse de bola Classificação por gols marcados Classificação por gols sofridos Barcelona 1º 1º 1º 2º Atlético 2º 12º 7º 1º Real Madrid 3º 2º 2º 6º Valência 4º 11º 4º 4º Fonte: ROCHA C.S, 2018. Futebol Inglês

Os quatro primeiros colocados do campeonato inglês na temporada 2017/2018 em ordem foram: Manchester City, Manchester United, Tottenham e Liverpool.

No ranking de posse de bola o Manchester City lidera com 72% de média, seguido por Tottenham e Arsenal com 62%, e logo depois o Liverpool com 61%. O Manchester United foi 6º colocado com 55% de posse.

Gráfico 8: Posse de Bola no Campeonato Inglês

(23)

21

O Manchester City também lidera em gols marcados, anotando incríveis 106 gols. O Liverpool é o 2º com 84 gols, Arsenal em 3º e Tottenham em 4º marcaram igualmente 74 gols. O Manchester United foi o 5º melhor ataque com 68 gols.

Gráfico 9: Gols Marcados no Campeonato Inglês

Fonte: ROCHA, C.S, 2018.

A melhor defesa do campeonato foi do Manchester City com 27 gols sofridos, seguido pelo Manchester United com 28 gols sofridos. O Tottenham teve a 3ª melhor defesa com 36 gols contra seguido pelo Liverpool com 38 gols sofridos.

Gráfico 10: Gols Sofridos no Campeonato Inglês

(24)

22

Ao analisarmos estes dados nota-se que Manchester City, Liverpool e Tottenham tem maior propensão a jogar ofensivamente. Apesar de bons números em gols marcados e posse de bola, vemos que o Manchester United prioriza a defesa onde tem a 2ª melhor do campeonato correspondendo ao seu 2º lugar por pontos. Enquanto nos gols marcados e em posse de bola vemos que o United fica fora do top 4 em ambos os quesitos, e com uma distância maior entre ele e os primeiros do que apresenta nos gols sofridos.

Tabela 3: Campeonato Inglês

Clube Classificação por pontos Classificação por média de posse de bola Classificação por gols marcados Classificação por gols sofridos Man. City 1º 1º 1º 1º Man. United 2º 6º 5º 2º Tottenham 3º 2º 4º 3º Liverpool 4º 4º 2º 4º Fonte: ROCHA, C.S, 2018. Futebol Italiano

No campeonato italiano os quatro primeiros colocados na temporada 2017/2018 foram Juventus, Napoli, Roma e Internazionale.

No quesito posse de bola, o Napoli foi líder com 64% de posse em média, seguido por Roma com 59%, Inter 57% e Juventus com 56%.

(25)

23

Gráfico 11: Posse de bola no Campeonato Italiano

Fonte: ROCHA, C.S, 2018.

Quanto aos gols marcados, entre os quatro primeiros colocados a Juventus teve a melhor colocação, sendo o 2º melhor ataque da competição com 86 gols marcados. Em 3º vem o Napoli marcando 77 gols, depois vem a Inter em 4º com 66 e em 5º lugar a Roma com 61 gols marcados. Apesar de ter o melhor ataque da competição com 89 gols marcados, a Lazio ficou de fora da Liga dos Campeões.

Gráfico 12: Gols Marcados no Campeonato Italiano

(26)

24

Defensivamente voltamos a ter o domínio dos quatro primeiros colocados. Tendo a Juventus como a melhor defesa tendo sofrido apenas 24 gols em 38 rodadas, seguido por Roma que sofreu 28 gols, Napoli com 29 gols contra e por fim a Internazionale sofrendo 30 gols.

Gráfico 13: Gols Sofridos no Campeonato Italiano

Fonte: ROCHA, C.S, 2018.

É possível notar antes de tudo uma superioridade hegemônica dos primeiros colocados da tabela, que dominam os principais quesitos analisados. A única intromissão se faz notar pela Lazio nos gols marcados, onde a mesma equipe lidera esse quesito, tendo ficado também em 5º lugar por pontos no campeonato. Aqui notamos e classificamos a correspondência entre todos os quesitos analisados:

(27)

25

Tabela 4: Campeonato Italiano

Clube Classificação por pontos Classificação por média de posse de bola Classificação por gols marcados Classificação por gols sofridos Juventus 1º 3º 2º 1º Napoli 2º 1º 3º 3º Roma 3º 2º 5º 2º Inter 4º 4º 4º 4º Fonte: ROCHA, C.S, 2018.

Perante a disparidade entre os primeiros colocados e o resto das equipes, conclui-se a partir dos altos índices em gols marcados e posse de bola que todos os quatro primeiros colocados do campeonato italiano tem uma proposta ofensiva, ao menos em nível nacional.

(28)

26

5 CONCLUSÃO

Pelos resultados apresentados anteriormente pode-se concluir que a proposta de jogo mais eficiente na temporada 2017/2018 foi a proposta de jogo ofensiva, uma vez que em três das quatro maiores ligas da Europa mais de 75% dos quatro dos primeiros colocados utilizaram desta proposta, uma média significativa visto que nas temporadas anteriores apenas 50% ou seja dois dos quatro primeiros colocados apresentaram uma proposta de jogo ofensiva.

(29)

27

REFERÊNCIAS

ANDERSON, C.; SALLY, D. Os números do jogo. Por que tudo que você sabe sobre futebol está errado. São Paulo: Editora Paralela, 2013.

BARROS, M. Guia Copa 2014. Revista Placar, São Paulo: Editora Abril, , 2014. FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002. Apostila.

FOOT, J. Calcio: A History of Italian Football. Londres-ING: Harper Perennial; New Ed edition, 2007.

GARGANTA, J. A análise da performance nos jogos desportivos. Revisão acerca da análise do jogo. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto, Porto, v. 1, n. 1, p.57–64, 2001.

GARGANTA, J. O ensino dos jogos desportivos coletivos. Porto Alegre: Perspectivas e Tendências, 1998.

GERHARDT, T.; SILVEIRA, D. Métodos de Pesquisa. Rio Grande do Sul: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2009.

HESSE, U. Tor! The Story of German Football. Munique-ALE: WSC Books, 2011.

JEFFERY, B. E GONELLA, M. English Football: The Complete Illustrated History. Londres-ING: Editora Flame Tree Publishing, 2007.

LOPEZ, J. Real Madrid and FC Barcelona: A new narrative of football rivalry in 1930s Spain. Connecticut-EUA: Wesleyan University, 2015.

MINAYO, M. C. S. (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2001.

PERARNAU, M. Guardiola Confidencial. Campinas-SP: Editora Grande Área, 2014.

PEREIRA, L. M. E.; PINHO, J. André Villas-Boas: Special Too. Porto-PT: Editora Prime Books, 2011.

SILVA, A. G. Diferenças e similaridades entre pedagogias aplicadas ao futsal. 2017. 31f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Educação Física) – Universidade Federal de Pernambuco- UFPE, Vitória de Santo Antão, 2017. TARTUCE, T. J. A. Métodos de pesquisa. Fortaleza: UNICE – Ensino Superior, 2006.

Imagem

Referências

  1. (www.statarea.com)
temas relacionados :