• Nenhum resultado encontrado

Non-deal Road Show com Deutsche Bank. MAHLE Metal Leve S.A. São Paulo, 17 de abril de 2012 Rio de Janeiro, 18 de abril de MAHLE

N/A
N/A
Protected

Academic year: 2021

Share "Non-deal Road Show com Deutsche Bank. MAHLE Metal Leve S.A. São Paulo, 17 de abril de 2012 Rio de Janeiro, 18 de abril de MAHLE"

Copied!
34
0
0

Texto

(1)

Non-deal Road Show

com Deutsche Bank

São Paulo, 17 de abril de 2012

Rio de Janeiro, 18 de abril de 2012

(2)

1.

Grupo MAHLE Mundial

2.

Grupo MAHLE Metal Leve S.A.

3.

Mercado e Tecnologia

4.

Resultados de 2011

5.

Mercado de Capitais

Apresentação da Companhia e dos Resultados de 2011

5.

Mercado de Capitais

(3)

Grupo MAHLE Mundial

Grupo MAHLE Mundial

(4)

Destaques do Grupo

Faturamento (Bi de EUR)

O Grupo MAHLE é líder mundial em componentes de motor

2,4 2,8 3,1 3,3 3,8 4,1 4,3 5,1 5,0 3,9 5,3 6,0



Grupo alemão, com sede em Stuttgart, fundado em 1920



Líder global em parcerias no desenvolvimento de motores



Mais de 100 unidades produtivas em 4 continentes



8 centros tecnológicos



Mais de 47.000 colaboradores



Um dos 3 principais fornecedores globais de sistemas de

pistão, componentes de cilindro, sistemas de trem de válvulas,

sistemas de gerenciamento e filtração de ar e líquidos

Presença Mundial

Presença do Grupo MAHLE Centros Tecnológicos do Grupo MAHLE

2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 (*)

(5)

México • Aguascalientes • Naucalpan • Puebla • Ramos Arizpe • Santa Catarina/ Monterrey USA

• Ann Arbor (MI) • Atlantic (IA) • Caldwell (OH) • Churubusco (IN)

• Farmington Hills/Detroit (MI) • Franklin (KY) • Holland (MI) Canadá • Niagra-on-the-Lake • Tilbury Espanha • Alcalá de Henares/ Madrid • Vilanova i la Geltrú Grã-Bretanha • Bathgate • Kilmarnock • Northampton • Rugby • Salisbury • Telford • Wellingborough • Worcester Alemanha • Albershausen • Alzenau • Barsinghausen • Eislingen/Fils • Fellbach • Flintbek • Gaildorf • Hamburg • Leibertingen • Lorch • Markgröningen • Öhringen • Plettenberg • Roßwein • Rottweil • Schorndorf • Stuttgart • Wölfersheim • Wustermark • Zell im Wiesental China • Changchun • Chongqing • Guangzhou • Macheng • Nanjing • Shanghai • Tianjin • Yingkou Japão • Fukushima • Ibaraki • Kawagoe • Okegawa • Tochigi • Tokyo • Tsuruoka • Yamagata Coréa • Hwasung

Grupo MAHLE Mundial

Localidades

Brasil •Indaiatuba • Itajubá • Limeira • Mogi Guaçu • São B. Campo • Jundiaí • Queimados Argentina

• El talar/ Buenos Aires • Rafaela • Holland (MI) • Manchester (MO) • McConnelsville (OH) • Morristown (TN) • Murfreesboro (TN) • Muskegon (MI) • Novi/Detroit (MI) • Olive Branch (MS) • Russellville (AR) • St. Johns (MI) • Trumbull (CT) • Winterset (IA) Italia • La Loggia • Potenza • Saluzzo • Trento • Volvera Suiça • Grenchen Portugal • Murtede • Zell im Wiesental Polônia • Krotoszyn Austria • Rankweil • St. Michael ob Bleiburg • Vöcklabruck • Wolfsberg Turquia • Krotoszyn Eslováquia • Dolný Kubín Romênia • Timisoara Índia • Gurgaon • Parwanoo • Pithampur • Pune • Chennai Tailândia • Bangkok • Samutprakarn Filipinas • Cavite Austrália • Laverton North/ Melbourne • Hwasung • Ulsan

(6)

̶

Em janeiro de 2011, o Grupo MAHLE aumentou sua participação para 36,85% no

Grupo Behr, com uma call option para assumir o controle (superior a 50% do capital

social) do Grupo Behr para janeiro de 2013

̶

O Grupo Behr é especializado em componentes para o gerenciamento térmico do

veículo e de sistemas de ar condicionado. Com mais de 16 mil colaboradores, o

Integração do grupo Behr

Grupo Behr faturou em 2011 mais de 3,5 bi de Euros

̶

A aquisição do Grupo Behr permitirá ao Grupo MAHLE ampliar seu portfólio de

produtos e serviços com sistemas de gerenciamento térmico de motores de veículos

leves e comerciais

̶

Ambas as empresas criaram uma equipe de integração com o objetivo de identificar

potenciais sinergias e oportunidades de cross-selling em todas as regiões em que

estão presentes. A MAHLE Metal Leve poderá se beneficiar diretamente deste

movimento estratégico dado que o Grupo Behr possui ativos no Brasil

(7)

Grupo MAHLE Metal Leve S.A.

Grupo MAHLE Metal Leve S.A.

(8)

1,7 1,7 1,7 1,9 2,1 1,7 2,0 A q u is õ e s 07 Aquisição do negócio de componentes de motores da Dana Aquisição da Edival na Argentina (fábrica de válvulas) 10 Aquisição do negócio de anéis de pistão da MAHLE Componentes de Motores pela MAHLE Metal Leve 08 Formação da Joint Venture MAHLE HIRSCHVOGEL FORJAS S.A. em Queimados, RJ 03-07 Aquisição de 3 unidades de negócios da Siemens - VDO 96 Aquisição do controle da Metal Leve pela MAHLE

Histórico de aquisições bem sucedidas e elevado crescimento

2,3

0,7

0,9

1,0

1,4

Receita Líquida (R$ bi)

2006 2007 2009 2010 2011 2000 O u tr o s E v e n to s 05 Inauguração da fábrica de buchas em Itajubá, MG 2008 2001 1960 - 1999 2005 01 Inauguração da fábrica de filtros em Mogi Guaçu, SP 1950 - 1959 2002 2003 2004 50 Fundação da METAL LEVE, a 1ª fabricante nacional de pistões 98 Incorporação da fábrica de pistões e trem de válvulas em Mogi Guaçu, SP 71 Abertura de capital na BM&FBovespa 08 Inauguração do novo Centro Tecnológico em Jundiaí, SP 11 MAHLE completa sua oferta púlica secundária de US$195 milhões e adere ao segmento Novo Mercado da BM&FBovespa

(9)

Grupo MAHLE Metal Leve S.A.

Localidades no Brasil

ITAJUBÁ

Buchas e Anéis

de Pistão

LIMEIRA

Centro de

Distribuição

MOGI-GUAÇU

Sede Social

Pistões, Pinos,

Camisas,

Eixos-comando, Bielas e

Filtros

QUEIMADOS

Bielas e outros

produtos

SÃO PAULO

City Office

(Rel. com Investidores)

SÃO BERNARDO

DO CAMPO

Bronzinas

Distribuição

JUNDIAÍ

Centro Tecnológico

INDAIATUBA

Sinterizados

produtos

forjados

Unidades Produtivas

6

Centro de Distribuição

1

Centro Tecnológico

1

City Office

1

(10)

Localidades na Argentina

BUENOS AIRES

Centro de Distribuição

RAFAELA

Válvulas /

Guias de Válvulas /

Sede de Válvulas

Unidade Produtiva

1

Centro de Distribuição

1

Centro de Distribuição

(11)

Mercado e Tecnologia

Mercado e Tecnologia

(12)

28%

7%

Presença diversificada em mercados e produtos (2011)

Receita por mercado

Receita por produto

Receita por tipo de motor

42%

39%

37%

14%

13%

38%

Pistões e Kits

Anéis

Bronzinas

Outros componentes de motores

Filtros

58%

Diesel

Otto

24%

OE Interno

Af termarket Interno

(13)

Licenciamento

(Domestico+Importado)

Grupo MAHLE Metal Leve S.A.

Licenciamento e produção de veículos no Brasil

Jan - Mar

Jan - Mar

2011

2012

B/A

Licenciamento

A

B

1 Carros de Passeio

607.155

602.293

-0,8%

2 Veículos Comerciais Leves

170.516

169.990

-0,3%

(1+2)

777.671

772.283

-0,7%

3 Caminhões

39.501

37.632

-4,7%

4 Ônibus

7.989

8.449

5,8%

*Fonte: ANFAVEA SEM Exportação CKD (Veículos Desmontados)

4 Ônibus

7.989

8.449

5,8%

(3+4)

47.490

46.081

-3,0%

Total Licenciamentos

825.161

818.364

-0,8%

Importados ( - )

181.887

200.002

10,0%

Estoque ( + )

65.548

7.983

-87,8%

Exportação ( + )

119.799

111.761

-6,7%

Total Produção

828.621

738.106

-10,9%

Produção Veículos Leves

771.975

700.457

-9,3%

Produção de Veículos Médios e Pesados

56.646

37.649

-33,5%

Produção de Máquinas Agrícolas

19.704

21.580

9,5%

(14)

Licenciamento e produção de veículos na Argentina

Jan - Mar

Jan - Mar

B/A

2011

2012

Licenciamento

A

B

1 Carros de Passeio

140.997

137.363

-2,6%

2 Veículos Comerciais Leves

36.066

50.437

39,8%

(1+2)

177.063

187.800

6,1%

3 Caminhões e Ônibus

7.908

7.055

-10,8%

*Fonte: ADEFA

3 Caminhões e Ônibus

7.908

7.055

-10,8%

Total de Licenciamentos

184.971

194.855

5,3%

Importado ( - )

124.952

122.168

-2,2%

Estoque ( + )

(1.062)

6.655

-726,6%

Exportação ( + )

100.529

84.495

-15,9%

Total Produção

159.486

163.837

2,7%

Produção Veículos Leves

158.523

162.778

2,7%

Produção Caminhões e Ônibus

963

1.059

10,0%

(15)

Grupo MAHLE Metal Leve S.A.

Produção de veículos no Mercosul (*)

Jan - Mar

Jan - Mar

2011

2012

B/A

A

B

*Fonte: ANFAVEA & ADEFA

A

B

Produção Veículos Leves

930.498

863.235

-7,2%

Produção Caminhões, Ônibus e Máquinas Agrícolas

77.313

60.288

-22,0%

(16)
(17)

Grupo MAHLE Metal Leve S.A.

Produção de veículos no Mercosul (2011 – 2013)

(Veículos leves em milhões, veículos médios e pesados em milhares)

(Fonte: IHS/CSM 12/03/2012)

(Veículos leves < 6t, veículos médios e pesados >6t (incluindo ônibus)

(18)

2011

2012

12 x 11

Vendas

Veículos

3.633

3.770/3.810

+4,0% a 5,0%

Maq. Agricolas

65,3

65,3

0%

Exportação

Estimativas da Anfavea - 2012 (em milhares de unidades)

* Excluindo CKD (veículos demontados)

Fonte: ANFAVEA

Exportação

Veículos *

542

510

-5,5%

Maq. Agricolas*

18,4

18,4

0%

Total

Total

15,5(US$ Bi)

15,5(US$ Bi)

15,0(US$

15,0(US$ Bi)

Bi)

--3,0%

3,0%

Produção

Veículos

3.406

3.475

+2,0%

(19)

20,3

18,7

19,7

20,3

18,7

19,7

15

20

25

Europe(IHS vs MAHLE)

696

731

857

696

731

857

800

1.200

Europe (IHS vs MAHLE)

Grupo MAHLE Metal Leve S.A.

Produção de veículos na Europa (2011 – 2013)

(Veículos leves em milhões, veículos médios e pesados em milhares)

(Fonte: IHS/CSM 12.03.2012)

-5

10

'11

'12

'13

IHS

MAHLE

-400

'11

'12

'13

IHS

MAHLE

Veículos leves

Veículos médios e pesados

(Veículos Leves < 6t, Veículos Médios e Pesados >6t (Incluindo Ônibus

Buses)

(20)

13,1

14,4

15,2

13,1

14,4

15,2

15

20

Nafta (IHS vs MAHLE)

721

757

813

721

757

813

800

1.200

Nafta (IHS vs MAHLE)

Produção de veículos na região do NAFTA (2011 – 2013)

(Veículos leves em milhões, veículos médios e pesados em milhares)

(Source: IHS/CSM 12/03/2012)

-5

10

'11

'12

'13

IHS

MAHLE

-400

'11

'12

'13

IHS

MAHLE

Veículos leves

Veículos médios e pesados

(21)

Perspectivas Econômicas

Perspectivas Econômicas

(22)

55 milhões de

55 milhões de

pessoas a mais

pessoas a mais

nas classes A,

nas classes A,

B e C

B e C

45 milhões

45 milhões

de pessoas a

de pessoas a

menos nas

menos nas

classes D e E

classes D e E

(23)

Área ocupada

Área ocupada

Área disponível

Área disponível

Grupo MAHLE Metal Leve S.A.

Alimentos e Biocombustíveis

Alimentos e

Alimentos e

biocombustíveis

biocombustíveis

(24)

Investimentos – montadoras

Montadora

Local (Cidade/Estado)

Início

Qtde.

(x1000)/ ano

Planta

Investment0

Mio Eur

Veículos Leves

1.082

EUR 8.315

Fiat

Goiana - PE

2013

250

Nova Planta

EUR 4.202

VW

(TBD) Suape - PE

2014

200

Nova Planta

EUR 1.479

BMW

TBD (SP or PR?)

2013

12

Nova Planta

TBD

Nissan

Resende - RJ

2014

200

Nova Planta

EUR 1.071

Toyota

Sorocaba - SP

2012

70

Nova Planta

EUR 429

Hyundai

Piracicaba - SP

2012

150

Nova Planta

EUR 429

JAC

Camaçari - BA

2014

100

Nova Planta

EUR 378

Chery

Jacareí - SP

2013

100

Nova Planta

EUR 286

Suzuki

Itumbiara - GO

2013

5

Nova Planta

EUR 42

Suzuki

Itumbiara - GO

2013

5

Nova Planta

EUR 42

Caminhões

34

EUR 824

Foton

Anápolis - GO

2014

5

Nova Planta

EUR 357

MBB

Juíz de Fora - MG

2012

15

Nova Planta

EUR 189

Paccar/ DAF

Ponta Grossa - PR

2013

10

Nova Planta

EUR 143

Navistar

Caxias do Sul - RS

2013

3,5

Nova Planta

EUR 135

Máquinas Agrícolas/Industrial

37

EUR 751

J.Deere

Indaiatuba - SP

2013

TBD

Nova Planta

EUR 124

Caterpillar

Campo Largo - PR

2012

TBD

Nova Planta

EUR 71

Hyundai Heavy Ind. Itatiaia - RJ

2013

5

Nova Planta

EUR 101

XCMG

Pouso Alegre - MG

2012

26

Nova Planta

EUR 140

Sany

Jacareí - SP

2013

TBD

Nova Planta

EUR 143

CNH

Cordoba - Argentina

2011

2

Nova Planta

EUR 71

CNH

TBD - Brasil

TBD

TBD

Nova Planta

TBD

Agco

Argentina

2013

3,5

Capacidade

EUR 100

John Deere

Rosario - Argentina

TBD

TBD

Capacidade

TBD

(25)



Desoneração da Folha de Pagamento:

- Compensação parcial por nova alíquota de 1% sobre faturamento - O setor de autopeças

é o terceiro com a maior renúncia R$1,1 bi. Desoneração total anual R$7,2 bi para

todos os setores.

- Eliminação da contribuição previdenciária patronal de 20% sobre a folha de pagamentos.



Postergação do prazo de recolhimento do PIS/COFINS: o pagamento de abril e maio de 2012

será postergado para respectivamente novembro e dezembro.

Grupo MAHLE Metal Leve S.A.

Plano Brasil Maior - Principais medidas para o setor

automotivo



Novo regime automotivo: 55% de nacionalização em 2013 com base de cálculo em insumos de

produção.



Finame PSI 4: Redução da taxa de juros

e aumento de prazo. (vide tabela ao lado)

(26)

Plano Brasil Maior - Principais medidas para o setor

automotivo



Regra de transição para novos investimentos



A empresa apresentará projeto de investimento em novos modelos.



Durante a construção da fábrica o IPI recolhido sobre importados gerará crédito tributário para utilização após o início de

produção.



Formação do crédito será limitada a 50% da capacidade de produção prevista no projeto aprovado.



Regras de habilitação aplicadas gradualmente: início com 60% das regras às empresas já instaladas, com até 3 anos para

atingir as condições gerais do regime.

(27)

Leves

• Design otimizado

(coeficiente de arrasto e

área frontal)

• Pneus otimizados

• Materiais Leves

• Novas tecnologias de

produção

• Otimização de

• Vaporização e

combustão otimizados

• Redução de perda de

energia durante o

bombeamento, atrito e

• Aprimoramento do

controle de transmissão

automatica

• Transmissão

continuamente variável

• Substituição de

acessorios mecânicos

por elétricos

• Otimização do

consumo de

Aerodinâmica

Peso Veículo

Motores

Transmissões

Gerenciamento Energia

Grupo MAHLE Metal Leve S.A.

Tecnologia - Potencial de redução de CO

2

com as

tecnologias atuais (BCG)

• Pneus otimizados

• Otimização de

conteúdo

• Downsizing

bombeamento, atrito e

aquecimento

• Redução de peso

continuamente variável

• Embreagem dupla

consumo de

acessórios elétricos

Impacto na

Emissão

CO2

1% de redução

para aprox. 0.01 de

redução no coef.de

arrasto

3% a 4% de

redução para 10%

de redução peso

1% a 20% de

redução por

tecnologia

1% a 7% de

redução por

tecnologia

1% a 2% de

redução por

tecnologia

Máximo potencial de redução de CO2 para 2020 (aprox.) Custo aproximado para consumidor, por carro

(28)
(29)

39,0% 24,1% 36,9%

2011

R$ milhões

455

513

553

526

534

569

606

527

26%

28%

25%

25%

28%

30%

35%

40%

45%

50%

400

500

600

700

Grupo MAHLE Metal Leve S.A.

Receita líquida de vendas e margens (2010: Pro-forma)

R$ 2.236,8

40,9% 25,4% 33,7%

2010

OE Interno

Aftermarket Interno

Exportações (OEM + Aftermarket)

24,1%

24%

26%

21%

25%

25%

28%

20%

19%

15%

18%

11%

18%

16%

23%

14%

7%

5%

7%

4%

8%

7%

15%

3%

0%

5%

10%

15%

20%

25%

30%

0

100

200

300

400

1T10

2T10

3T10

4T10

1T11

2T11

3T11

4T11

Receita líquida de vendas

Margem bruta

Margem EBITDA

Margem líquida

(30)

Demonstrações Financeiras – R$ milhões

MML

Pro-forma

2011

%

2010

%

Receita líquida de vendas

2.236,8

2.047,4

Custo dos produtos vendidos

(1.687,9)

(1.540,7)

Resultado bruto

548,9

24,5

506,8

24,8

Despesas com vendas

(147,3)

6,6

(144,8)

7,1

Demonstração do Resultado

Ativo 2011 % 2010 % Circulante 1.115,8 42,1 996,7 38,8 Caixa e bancos 342,2 12,9 315,8 12,3 Duplicatas a receber 349,2 13,2 331,9 12,9 Estoques 331,4 12,5 278,6 10,8 Outras contas a receber 93,0 3,5 70,4 2,7

Realizável a longo prazo 153,1 5,8 158,9 6,2 Permante 1.380,4 52,1 1.415,1 55,0

Investimento 0,4 0,0 0,4 0,0 Imobilizado 737,6 27,8 742,4 28,9 Intangível 642,4 24,2 672,3 26,2

Despesas com vendas

(147,3)

6,6

(144,8)

7,1

Despesas gerais e administrativas

(81,9)

3,7

(80,5)

3,9

Despesas com desenv. e tecnologia

(72,8)

3,3

(67,2)

3,3

Outras recs. e desps. operacionais

(4,8)

0,2

(50,8)

2,5

Financeiras, líquida

8,6

0,4

(2,0)

0,1

Resultado operacional

250,7

11,2

161,5

7,9

Lucro líquido

189,3

8,5

117,9

5,8

Margem líquida

8,5%

5,8%

EBITDA

400,4

17,9

335,5

16,4

Margem EBITDA

17,9%

16,4%

Intangível 642,4 24,2 672,3 26,2 Total do ativo 2.649,3 100,0 2.570,7 100,0 Passivo 2011 % 2010 % Circulante 827,0 31,2 483,1 18,8 Fornecedores 116,3 4,4 103,6 4,0 Financiamentos 488,8 18,5 168,6 6,6 Provisões 38,8 1,5 64,1 2,5 Outros 183,1 6,9 146,8 5,7

Exigível a longo prazo 480,2 18,1 739,8 28,8

Financiamentos 203,6 7,7 468,9 18,2 Provisões e outros 276,6 10,4 270,9 10,5

Acionistas não controladores 13,6 0,5 15,0 0,6 Patrimônio líquido 1.328,5 50,1 1.332,8 51,8 Total do passivo 2.649,3 100,0 2.570,7 100,0

(31)

126,2 67,2 121,6 75,0 90,0 105,0 120,0 135,0 150,0

Grupo MAHLE Metal Leve S.A.

Investimentos e depreciação / Gestão financeira

51,2

45,9

50,6

126,5

133,5

124,2

86,6

Investimentos e depreciação

Endividamento

R$ milhões

R$ milhões

573,4

405,1

637,6

692,5

409,6

321,8

350,3

400,0

500,0

600,0

700,0

800,0

2008 2009 2010 2011

Investimento total Depreciação normal Depreciação custo atribuído 34,6 67,2 0,0 15,0 30,0 45,0 60,0 75,0

75,3

87,6

73,6

Investimentos:

2008

2009

2010

2011

% sobre ROL

6,8%

2,3%

3,7%

5,4%

% sobre depreciação

145,7%

27,4%

50,3%

97,9%

237,3

321,8

350,3

0,0

100,0

200,0

300,0

400,0

2008

2009

2010

2011

Endividamento bruto

Endividamento líquido

Alavancagem financeira

2008

2009

2010

2011

(32)
(33)

133,4

75

100

125

150

175

200

R$ milhões

Base de cálculo para

dividendos :

(=) Lucro líquido

(+) Custo atribuído

(–) Reserva legal (5%)

Grupo MAHLE Metal Leve S.A.

Dividendos e JCP (líquido de IR)

77

197

28

29

21

63,6

56

0

25

50

2008

2009

2010

2011(*)

Dividendo

JCP

(*) Referente a:

1. JCP(Jan. a Jul.) - R$ 36 milhões

2. JCP (Ago. a Nov.) - R$ 22 milhões e Dividendo (Jan. a Set.) - R$ 113,4 milhões

3. JCP (Dez.) - R$ 5,6 milhões

4. Dividendo adicional proposto – R$ 20 milhões

28

29

2008

2009

2010

2011

Payout

46,8%

56,0%

72,6%

95,7%

(34)

LEVE3 X Ibovespa

R$ 45,38 69.962 pts R$ 58,00 61.738 pts

(II)

(I)

(III)

LEVE3 27,81% Ibovespa -11,75% Variação

18,5%

8,5%

1,9%

Perfil dos acionistas

Desempenho das ações e Perfil dos acionistas (30/03/2012)

Nota : (I) Antes do NM (II) Após NM até contratação de Market Maker (08/12/2011) (III) Após Market Maker

Volume Médio Diário de Negócios e Giro em relação ao Free-Float

Periodo

Volume de negócios

(R$ milhões)

(III)

Giro (%)

(I)

0,5

0,22%

(II)

1,4

0,30%

4,6

0,78%

LEVE3

Ibovespa

(II)

(I)

(III)

71,1%

Grupo controlador

Investidores institucionais e

pessoas jurídicas

Investidores estrangeiros

Pessoas físicas

Referências

Documentos relacionados

Uma adaptação cultural de alguns termos foi necessário dado que algumas palavras usadas para expressar sentimentos ou situ- ações não faziam sentido ou perderiam seu significado

De forma a sustentar esta ideia, recorro a Costa et.al (1996, p.9) quando afirmam que “A aprendizagem da profissão docente não principia com a frequência de um

Por fim, na terceira parte, o artigo se propõe a apresentar uma perspectiva para o ensino de agroecologia, com aporte no marco teórico e epistemológico da abordagem

Passiflora edulis, popularly known in Brazil as sour passion fruit is the most widely cultivated species of the genus Passiflora, and is of economic importance in Brazil for

a) O modo de aplicação única ou parcelada do regulador de crescimento na densidade populacional de 6 a 14 plantas m -1 não interfere na produção de algodão em caroço das

O presente trabalho aborda a temática trânsito, especificamente seu processo administrativo, tendo por objetivo analisar como este deve se desenvolver, com observância dos

O valor da reputação dos pseudônimos é igual a 0,8 devido aos fal- sos positivos do mecanismo auxiliar, que acabam por fazer com que a reputação mesmo dos usuários que enviam

Nossos objetivos indicam a ação estratégica de sistematização do conhecimento singular – seja esse conhecimento associado ao inanciamento, à formação docente ou à