Texto

(1)

Marvila Com Vida

e

FEIRA MEDIEVAL

DE MARVILA

Marvila Limpa

15 de outubro às 09h30

Inscrições nas associações e instituições do seu bairro.

2016

SETEM

BRO

130

Mensal - Ano 11

REVISTA DA JUNT

A DE FREGUESIA

D I S T R I B U I Ç Ã O G R A T

(2)

A Revista de Marvila usa o novo Acordo Ortográfico

Mensal - Ano 11 - n.º 130 Setembro de 2016 Diretor:

Belarmino Ferreira Silva

Propriedade: Junta de Freguesia de Marvila Avenida João Paulo II, lote 526, 1.º A 1950-159 Lisboa – Telefone: 218 310 350 Fax: 218 310 359 Site: www.jf-marvila.pt Facebook: www.facebook.com/conselhomarvilense E-mail: comunicacao@jf-marvila.pt Depósito Legal: 237649/06 Tiragem: 17.500 exemplares Redação e Produção Gráfica:

JML - Marketing e Comunicação Unipessoal, Lda Impressão: Grafica Lda.

edi

torial

Belarmino Silva Presidente Atendimento ao público 2.ª feira das 15h30 às 17h30* secretaria.presidente@jf-marvila.pt Coordenação dos Pelouros, Administração e Funcionamento, Relações Institucionais, Comunicação Institucional, Urbanismo e Património António Alves Vogal Substituição do Presidente, Pelouro Gestão Orçamental e Financeira, Economia e Sociedade (C.Marvilense) e Habitação; Atendimento ao público 5.ª feira das 10h00 às 12h00* antonio.alves@jf-marvila.pt Isabel Fraga Vogal

Pelouro Ação Social, Saúde, Educação, Conselho Educativo, Projeto Intervir, Organização Interna e CPCJ Atendimento ao público 6.ª feira das 14h30 às 16h30* isabel.fraga@jf-marvila.pt vitor.simoes@jf-marvila.pt Vítor Simões Vogal

Pelouro Espaço Público, Segurança e Mobilidade Atendimento ao público 5.ª feira das 16h00 às 18h00* Vítor Morais Secretário Vogal

Pelouro Desporto e Juventude Atendimento ao público 4.ª feira das 17h30 às 19h30* vitor.morais@jf-marvila.pt

Joaquim Cerqueira Brito

Tesoureiro Vogal Pelouro Cultura Atendimento ao público 3.ª feira das 15h30 às 17h30* joaquim.brito@jf-marvila.pt Miguel Ferreira Vogal

Pelouro Espaços Verdes, Ambiente, Higiene Urbana e Saneamento Atendimento ao público 4.ª feira das 16h00 às 18h00* miguel.ferreira@jf-marvila.pt *Por marcação prévia

ficha

técni

ca

o nosso executivo

Melhorar a nossa Freguesia

Chegou ao fim o primeiro ciclo de obras. É com um enorme orgulho que, em outubro, vamos inaugurar a nova sede da Junta de Freguesia de Marvila que irá proporcionar aos nossos fregueses uma melhoria significativa dos serviços prestados, num edifício novo com melhores condições.

Para breve, também estão as inaugurações do Pavilhão Desportivo dos Lóios e dos dois Polidesportivos da Bela Vista.

Depois destas requalificações o desporto em Marvila nunca mais será o mesmo. Com o investimento feito nestes instalações vamos ter mais e melhor desporto na nossa Freguesia, para que os Marvilenses tenham as melhores condições para praticar atividade física.

Fizemos também um protocolo com a Câmara Municipal de Lisboa do qual vai resultar o segundo ciclo de obras de requalificação em várias escolas, algumas praças e polidesportivos. Queremos arrancar com esta segunda fase o mais brevemente possível, mas, para isso é necessário cumprir uma série de formalidades.

Melhorar Marvila e os seus espaços públicos foi e será sempre um dos objetivos deste executivo.

(3)

Marvila em Férias Sénior 2016

C

hegou ao fim mais um Marvila em Férias Sénior,

uma iniciativa da Junta de Freguesia de Marvila que proporcionou a 208 seniores Marvilenses duas semanas de férias inesquecíveis.

Esta iniciativa destina-se a todos os Marvilenses de idade igual ou superior a 60 anos que têm a necessidade de conviver e partilhar experiências. O Pelouro Ação Social organizou o Marvila em Férias de forma a que fosse o mais completo possível, ficando preenchido o período da ma-nhã com idas à praia do Tamariz e o da tarde com várias visitas a parques e a museus onde os seniores tiveram a oportunidade de ver diversas exposições. Nestes dias foram disponibilizados 2 autocarros para as respetivas deslocações e, mais uma vez, os seis monitores, que acompanharam os seniores deram o máximo para que estas duas semanas corressem da melhor forma.

Numa das idas à praia do Tamariz marcaram presença a vogal do Pelouro Ação Social, Isabel Fraga, e o Técnico de Saúde do Marvila Saúde que proporcionou a todos os

intervenientes as já conhecidas massagens terapêuticas disponibilizadas neste espaço. Os seniores veem com agrado este serviço de recuperação terapêutica que para além de ajudar a resolver problemas a nível físico, como dores musculares, também é importante para uma prática de envelhecimento ativo, promovendo o convívio.

Depois destas duas semanas, celebrou-se o encerramen-to de mais uma edição do Marvila em Férias Sénior no Salão de Festas do Vale Fundão. Num baile, onde esteve presente a vogal Isabel Fraga, todas as pessoas dançaram e divertiram-se com os monitores para celebrar mais uma edi-ção desta iniciativa que tem vindo a revelar-se um sucesso. Proporcionar uma boa qualidade de vida aos seniores é um dos objetivos do executivo da Junta de Freguesia de Marvila e por essa razão não deixe de participar nas iniciativas que são organizadas. As inscrições são feitas na Junta de Freguesia de Marvila todas as segundas de tarde, entre as 14h00 e as 17h30, e às quintas de manhã, das 10h00 às 13h00.

(4)

Ação Social

Inauguração do novo espaço “Marvila Com Vida”

N

o dia 15 de setembro foi inaugurado o “Marvila

Com Vida”, um novo espaço criado pela Junta de Freguesia de Marvila que promove o envelheci-mento ativo através de várias atividades diárias que irão ocupar os tempos livres dos Marvilenses seniores.

Na sessão de inauguração estiveram presentes a vogal do Pelouro Ação Social, Isabel Fraga, e o vogal do Pelouro Ambiente, Miguel Ferreira.

Neste dia houve uma pequena demonstração, numa ativi-dade em grupo, daquilo que poderá ser feito no “Marvila Com Vida” e a vogal Isabel Fraga explicou a importância deste projeto aos mais de 50 seniores que marcaram presença neste novo espaço.

No “Marvila Com Vida”, todos vão poder participar em jogos tradicionais, em workshops de culinária, de música, de artes plásticas, entre outras atividades.

Todo este programa foi feito para aumentar a qualidade de vida dos seniores através de momentos lúdicos e de convívio, combatendo, assim, o isolamento e a solidão a que muitos podem estar sujeitos.

O Pelouro Ação Social, da Junta de Freguesia de Marvila, pretende que este projeto proporcione aos seniores Marvilenses a continuidade numa participação social, cultural e cívica, porque a idade biológica não depende da idade cronológica, mas sim dos hábitos de vida.

O “Marvila Com Vida” está aberto de segunda a sexta-feira, entre as 14h e as 17h30, na rua Sousa Bastos, no mesmo edifício do Marvila Saúde. Num único espaço os seniores têm acesso a cuidados médicos, a aulas de inglês, de informática, de alfabetização e agora, com este recente projeto, a inúmeras atividades que irão promover o convívio de uma forma divertida e saudável.

(5)

Ação Social

Recolha de tampas de plástico

D

urante o Marvila em Férias, as crianças e os jovens

es tiveram envolvidos na recolha de tampas de plás-ti co, um projeto que sensibiliza os mais novos para as vantagens da reciclagem promovendo os seus hábitos sociais.

Os coordenadores do Marvila em Férias explicaram às crianças e aos jovens que a recolha das tampas de plástico era muito importante para o meio ambiente e que também

poderia ajudar as pessoas com mobilidade reduzida a terem cadeiras de rodas.

Os mais novos aceitaram esta iniciativa com muito entu-siasmo e o resultado refletiu-se em inúmeros sacos cheios de tampas que foram entregues no Centro Social Comunitário do Bairro da Flamenga da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Espaço Jovem Intervir

Apoio ao Estudo • Atividades lúdicas e pedagógicos

Dos 6 aos 18 anos

(6)

4 Marvila

Ambiente

Deservagem com Vinagre de Álcool: mais seguro e eficaz

A

Junta de Freguesia de Marvila começou a aplicar,

no mês de setembro, uma solução de vinagre de álcool nos seus trabalhos de deservagem. O Bairro dos Alfinetes, o Poço do Bispo, o Braço de Prata e a Rua do Açúcar são as zonas onde já foi aplicado este processo de deservagem.

Esta solução começou a ser aplicada depois da União Europeia emitir uma norma onde proíbe a aplicação de glisofato, uma substância provavelmente cancerígena.

O vogal do Pelouro Espaços Verdes, Ambiente, Higiene urbana e Saneamento, Miguel Ferreira, disse à revista de Marvila que o vinagre de álcool é um produto mais natural, que não prejudica a saúde da população.

(7)

Institucional

SAUDAÇÃO A JORGE PINA

Jorge Pina é um homem com ligações muito fortes a Marvila. Apesar de jovem tem uma história de vida que merece ser conhecida e divulgada.

Foi pugilista profissional, campeão nacional e sonhou poder ser campeão do Mundo. Quando estava no seu auge desportivo aconteceu-lhe a fatalidade de cegar. Afirma regularmente “dantes é que eu era cego, agora é que eu vejo” - Não se entregou à ideia fácil de que o “seu mundo de esperanças” acabara ali e decidiu continuar a praticar desporto, sempre com a ideia de se superar. Escolheu a corrida, porventura na especialidade mais difícil e que mais sacrifícios exige: a maratona. Faz parte da Seleção Nacional Paralímpica e participou nos Jogos Pequim 2008, Londres 2012, Rio 2016, onde conseguiu um excecional sétimo lugar, com direito ao respetivo diploma.

Apesar de ter perdido 90% da visão, fez questão de manter-se ligado ao boxe através do ensino desta modalidade desportiva, e fundou, em 2011, a Associação Jorge Pina, com sede na nossa Freguesia de Marvila

onde aplica o seu conhecimento e entusiasmo pela vida junto de jovens que querem superar-se, e nele podem encontrar apoio moral mas sobretudo um modelo de vida inspirador.

Por tudo isso, a Assembleia de Freguesia de Marvila, em reunião ordinária de 27 de Setembro decide:

• Saudar de uma forma muito calorosa o cidadão Jorge Pina;

• Afirmar o orgulho de Marvila por acolher na nossa Freguesia um homem com a sua dimensão;

• Empenhar-se, na medida das suas possibilidades, na divulgação do exemplo do Jorge Pina;

• Dar conhecimento desta saudação à Associação Jorge Pina e ao Comité Paralímpico de Portugal, com a esperança de que o seu lema de “Igualdade, Inclusão e Eficiência Desportiva” seja prática generalizada das instituições com preocupações sociais e desportivas, muito particularmente na nossa Freguesia de Marvila.

Santa Madre Teresa de Calcutá

N

o dia 4 de setembro, a Madre Teresa de Calcutá foi canonizada pelo Papa Francisco, numa cerimó-nia religiosa na praça de São Pedro, no Vaticano, que contou com a presença de milhares de fiéis. A Santa é uma das mulheres mais influentes do mundo, que dedicou a sua vida aos pobres e criou uma pequena congregação de Missionárias da Caridade que, rapida-mente, se transformou numa rede com 4500 religiosas, espalhadas por várias partes do mundo, cujo papel é ajudar os mais desfavorecidos.

Na avenida João Paulo II, em Marvila, existe um grupo de Missionárias da Caridade que muito discretamente vai auxiliando os mais pobres com tudo o que tem e que con-segue. Estas Missionárias chegaram a Marvila nos anos oitenta e, na altura, instalaram-se na Zona do Relógio, que era maioritariamente constituída por barracas. Seis anos mais tarde mudaram-se para uma casa cedida pela Câmara Municipal de Lisboa, na avenida João Paulo II, onde recebem famílias, crianças e seniores que procuram

ajuda. No trabalho realizado em conjunto com os voluntá-rios, as Missionárias de Madre Teresa de Calcutá oferecem tudo o que recebem aos mais desfavorecidos, como dona-tivos, alimentos e roupa. O Frei Fabrizio Bordin define as irmãs como sendo “o rosto do carinho de Deus” no meio da comunidade. As Missionárias da Caridade têm a porta de casa aberta a todas as pessoas que queiram passar por lá e também visitam várias casas de famílias que vivem em situações de pobreza e fragilidade humana.

Missionárias da Caridade (Madre Teresa de Calcutá) Av. João Paulo II, Lt.538, 1º e 2º

1950-157 Lisboa Tel.: 218 591 398

E-mail: centrokolbe@net.novis.pt

(8)

6 Marvila

Cultura

1ª Feira Medieval, “Marvila e a sua História”

D

e 22 a 25 de setembro, Marvila recuou no tempo e

recebeu a primeira Feira Medieval na Mata do Vale Fundão.

Tudo começou no dia 22 com um cortejo régio, composto pelas classes sociais da época, que partiu da Avenida Dr. Augusto Castro até à entrada da Feira Medieval. Deste cortejo fizeram parte, o executivo da Junta de Freguesia de Marvila, onde pudemos ver a vogal Isabel Fraga com um traje de rainha, o vogal António Alves com um traje de rei e também toda a equipa de animação que foi uma peça essencial para o desenvolvimento desta feira.

Durante estes quatro dias, tanto os Marvilenses como os visitantes que passaram pela Mata do Vale Fundão foram transportados para outros tempos. Todo o ambiente foi recriado à semelhança do espírito que era vivido na

idade média e ao longo da feira podíamos ver trajes medievais, animais selvagens, teatro com personagens que faziam recriações históricas e muita música da época. Para além dos espetáculos haviam inúmeras barraquinhas com vários petiscos, chás, ervas aromáticas e ainda artigos de artesanato.

Toda esta atmosfera atraiu centenas de visitantes que se mostraram muito satisfeitos com esta iniciativa. Fátima Martins, habitante da freguesia de Marvila, disse à Revista que estes quatro dias “foram muito animados e que a organização da feira estava muito boa”.

(9)
(10)

8 Marvila

Desporto

Piscina Municipal do Vale Fundão

A

s instalações da Piscina Municipal do Vale Fundão,

em Marvila, encontram-se abertas ao público de segunda a sexta-feira das 7h45 às 22h00, sábados das 8h00 às 19h15 e domingos e feriados das 08h45 às 13h15. Neste espaço são realizadas várias aulas de nata-ção para diferentes faixas etárias e em diversos horários estruturados. Quem preferir apenas nadar sem participar em nenhuma aula, pode fazê-lo optando por um regime de utilização livre.

As aulas são praticadas na piscina de competição com elevador hidráulico (25mx12,5m), dividida por seis pis-tas com uma profundidade variável de 1,20m a 1,60m ou na piscina de aprendizagem com rampa de acesso (12,5mx8m), dividida por três pistas com uma profundi-dade variável de 1,05m a 1,20m. No primeiro piso destas instalações está um Snack-Bar com uma esplanada onde os utentes podem tomar as suas refeições antes ou depois do exercício físico.

Em relação às aulas, os utentes são organizados por esca-lões de idades ou por níveis de evolução, como é o caso das aulas de “Adaptação ao Meio Aquático”, que estão

divididas em quatro escalões, nomeadamente, o escalão até aos três anos de idade, dos quatro aos cinco, dos seis aos doze e o maiores de treze. As aulas de “Natação Adap-tada” está dividida não só por três escalões que vão desde os seis anos aos maiores de treze, mas também por quatro níveis de evolução.

Ainda existem aulas de natação para bebés dos 18 aos 36 meses, Hidroterapia, Polo Aquático, Hidrobike, Hidrogi-nástica, Aquafitness, AquaDeep e natação de competição. Algumas destas aulas têm uma procura elevada, como é o caso do Aquafitness, que previne as lesões por repetição e alivia o stress, e da Hidroginástica, que é especialmente direcionada para pessoas com idade superior aos 59 anos e com excesso de peso, pois tem como objetivo a preven-ção do aparecimento de doenças e é uma atividade que queima muitas calorias.

Para além das aulas, a Piscina Municipal do Vale Fundão recebeu as crianças que participaram nas duas edições das Olisipíadas e mais recentemente as crianças Marvilenses que fizeram parte do programa levado a cabo pelo pelouro Ação Social da Junta de Freguesia de Marvila, o Marvila em Férias.

Inscrições abertas para aulas de hidroginástica e ginástica

O

O pelouro Ação Social da Junta de Freguesia de

Marvila vai disponibilizar, mais uma vez, aulas de ginástica e de hidroginástica para os seniores Marvilenses.

Com estas atividades pretende-se promover hábitos

saudáveis e incutir na população a importância da prá-tica desportiva. Para além disso, a hidroginásprá-tica é um exercício aeróbico ideal para a população mais sénior porque previne o eventual aparecimento de doenças e contribui para a melhoria da mobilidade articular.

(11)

Habitação

11ª Edição do Programa Renda Convencionada da CML

O

Programa Renda Convencionada da Câmara

Municipal de Lisboa (CML) foi lançado em 2013 e tem como objetivo o arrendamento de imóveis mu-nicipais em bom estado de conservação ou a necessitar de pequenas obras para habitação própria e permanente com valores de renda acessíveis, inferiores ao que, normalmen-te, se pratica no mercado de arrendamento privado. Este ano, o programa Renda Convencionada já vai na 11ª edição e disponibilizou dez habitações que foram a concurso, com valores entre os 94 e os 262 euros.

Os imóveis encontram-se em vários pontos de Lisboa, estando localizado o que tem a renda mais baixa na Freguesia Santa Maria Maior e o de renda mais alta na Freguesia São Vicente.

O programa é destinado a agregados familiares que se encontram numa situação de carência habitacional cujos os rendimentos não lhes possibilitem aceder ao mercado de arrendamento privado.

A CML pretende que este e outros programas cheguem ao maior número de imóveis possíveis, porque para além de criar um mercado de arrendamento com valores infe-riores aos praticados, contribui para a reabilitação urbana através da restauração de imóveis devolutos.

Na rua Vale Formoso de Cima, em Marvila, encontra-se um imóvel para venda que faz parte de outro programa da CML, - “Reabilita Primeiro e Paga Depois” - , que consiste na venda de imóveis municipais em mau estado de con-servação, com obrigação de realização de obras de requalificação por parte do comprador, com pagamento posterior para o termo do prazo contratual. Este prazo inclui o licenciamento, a execução de obras e a colocação do imóvel no mercado.

Estas iniciativas, para além de aumentarem a oferta de habitação na Cidade de Lisboa também ajudam as famílias mais carenciadas e promovem a requalificação do patri-mónio municipal.

Para quem quiser saber mais pormenores destes progra-mas pode consultar o site rehabitarlisboa.cm-lisboa.pt, no qual é possível obter informações detalhadas sobre os imóveis disponíveis.

Orçamento Participativo 2016

N

o dia 15 de outubro vai ser publicada a lista final

dos Projetos do Orçamento Participativo e terá início o seu período de votação, que termina a 20 de novembro.

Na lista provisória dos projetos, a Freguesia de Marvila conta com 29 projetos para a votação, sendo que 13 deles abrangem várias freguesias da cidade. Entre os restantes 16 projetos para Freguesia de Marvila estão a recuperação do Parque do Vale Fundão, a construção de coberturas para a Escola Básica Manuel Teixeira Gomes, a requali-ficação da Praça do Açúcar, a organização de atividades lúdico-desportivas, entre outros.

(12)

10 Marvila

ARRUAMENTOS DO CIRCUITO

1 Av. João Paulo II - Em frente às instalações da J.F.M

Praça Eduardo Mondlane

Rua de Ovar

Av. Paulo VI - Igreja de S. Maximiliano Kolbe

Rua Dinah Silveira de Queiroz

2 Rua António Gedeão - E.B. 2/3 de Marvila

3 Rua Alberto José Pessoa - Biblioteca

Rua Pedro de Azevedo - Escola João dos Santos e B. PRODAC Sul

Azinhaga Vale Fundão - B. PRODAC norte e Salão da J.F.M

4 Rua José do Patrocínio - AMI

5 Rua de Marvila - Sociedade Musical 3 de Agosto

Estrada de Marvila - Inversão do sentido no pátio do Marialva

Rua José do Patrocínio - Passagem de Peões da linha do comboio

Avenida Infante D. Henrique

Rua Fernando Palha - Lado sul

6 Praça David Leandro - Jardim, COL e Abel Pereira da Fonseca

7 Rua do Açúcar - Centro de saúde Domingos Barreiro e CENFIM

Av. Infante D. Henrique

Rua Acácio Barreiro

8 Rua Dr. Estêvão de Vasconcelos - Centro de Saúde de Marvila

9 Rua Vale Formoso - Esquadrão de cavalaria GNR

Rua Gaivotas em Terra - Na Freguesia do Parque das Nações

Av. Fernando Pessoa - Na Freguesia do Parque das Nações

Av. Marechal Gomes da Costa

10 Rua Dr. José Espirito Santo - Piscina, Bombeiros e Correios

11 Rua Manuel Teixeira Gomes - Escola Secundária D. Dinis

12 Av. Dr. Augusto de Castro - ISEL, Metro e Carris

Praça Dr. Fernando Amado - Frente às instalações da J.F.M.

Mobilidade

A

artir do dia 3 de outubro a viatura do “Marvila Transporta” começou a circular em mais 3 zonas da Freguesia, nomeadamente, a rua José do Patrocínio, rua de Marvila, rua do Açúcar e na rua Manuel Teixeira Gomes. A ampliação do percurso vai reforçar o objetivo deste serviço, que passa por suprir a carência de transportes públicos em algumas zonas da freguesia, sendo um facilitador da mobilidade da população. O percurso do “Marvila Transporta” foi feito a pensar nas pessoas, e por essa razão, a viatura circula perto de zonas de interesse como a Biblioteca, Escolas, Centro de Saúde, Igrejas, estações do Metro, entre outras, sendo o local de partida e de chegada na Avenida João Paulo II, mais propriamente, em frente à sede atual da Junta de Freguesia de Marvila.

Este serviço, que tem tido bastante adesão por parte dos Marvilenses, é realizado num veículo de nove lugares, identificado com um logótipo póprio.

A duração do circuito completo é inferior a uma hora, salvo impedimentos técnicos ou motivos imprevistos. O “Marvila Transporta” funciona nos dias úteis, entre as 07h00 e as 20h00, com tomada e largada de utentes em qualquer ponto do circuito estabelecido, exceto nas zonas de paragem dos transportes públicos.

Marvila Transporta tem um novo percurso

Início|Fim 1 2 3 5 4 7 6 8 9 10 11 12

(13)

Mobilidade

Sinalização de trânsito

E

stá em execução a conservação e reparação da

sinalização de trânsito da freguesia, não incluindo as “vias estruturantes” porque são da responsabili-dade da Câmara Municipal.

O Pelouro do Espaço Público, Segurança e Mobilidade lançou o procedimento e acompanha a sua execução, designadamente as repinturas de passadeiras de peões e de eixos de via, com prioridade para as zonas onde existe maior intensidade de trânsito e utilização por peões, escolas, clínicas e outros serviços públicos. Em seguimento, também vai ser executada a marcação de lugares de estacionamento.

Já está em curso a reparação e reposição da sinalização vertical danificada, desaparecida ou não conforme com a norma mais recente. Neste momento está previsto serem colocados 150 sinais novos, até ao fim do ano.

Juntas de Freguesia mais próximas da Proteção Civil

O

secretário de Estado da Administração Interna,

Jorge Gomes, defende um reforço do papel das Juntas de Freguesia na área da Proteção Civil e já anunciou a criação de protocolos para dar formação aos autarcas.

Para Jorge Gomes, envolver as Juntas de Freguesia nas questões da Proteção Civil é fundamental e por essa razão serão lançados protocolos com a Associação Nacional de Freguesias para dar formação aos presidentes de Junta de Freguesia de todo o país.

De acordo com o secretário de Estado vão ser criados ma-nuais destinados aos elementos das Juntas de Freguesia e também vai ser criado a figura do orientador de catástro-fes. Ou seja, os presidentes das Juntas de Freguesia como pessoas próximas da população e conhecedores do terri-tório irão dar indicações a todas as entidades de socorro.

Vítor Simões,

Vogal Pelouro Espaço Público, Segurança e Mobilidade

(14)

12 Marvila

Sociedade

Iniciação ao Inglês

Inglês Prático, oral e escrito

De 11 de outubro de 2016 a 9 de março de 2017 Terças e Quintas das 11H00 às 12H00 Inscrições abertas na Associação de Moradores

do Bairro das Amendoeiras aos sábados das 10H30 às 12H00

ou pelo email bairrodasamendoeiras@gmail.com

Iniciação ao Inglês

Inglês Prático, oral e escrito

11 de outubro de 2016 a 9 de março de 2017

Terças e Quintas das 11H00 ás 12H00 Inscrições abertas na Associação de Moradores

do Bairro das Amendoeiras aos sábados das 10H30 ás 12H00

(15)

O Pombo das Cidades

O

s pombos têm sido alimentados pelos humanos

de uma forma exagerada e, muitas vezes, com alimentos que não são adequados para a sua espécie. Esta alimentação descomedida leva a que estes animais deixem de procurar na natureza alimentos ade-quados à sua dieta, como grãos e insetos, e comecem a alimentar-se da comida que encontram dos humanos em caixotes do lixo, por exemplo. Esta alimentação inapropriada e exagerada é nociva para as aves e leva a uma reprodução descontrolada permitindo, assim, o convívio de animais doentes com animais saudáveis, enfraquecendo a própria espécie. Para além de ser pre-judicial para a população de pombos, o ser humano também pode correr riscos de saúde através da transmissão de várias doenças existentes nas aves, como a Salmonelose, a Ornitose e a Criptococose, que representam um perigo acrescido principalmente para os grupos mais vulneráveis da população, como crianças, idosos e imunodeprimidos. A Criptococose é provocada por um fungo presente nas fezes das aves que se espalha pelo o ar, sendo altamente prejudicial para o Homem. Esta doença pode atacar o sistema respiratório e o sistema nervoso central.

O espaço urbano também é afetado com a reprodução descontrolada destas aves, através das suas fezes que corroem as cantarias e os bronzes dos edifícios, sendo a respetiva limpeza de elevado custo. Os restos dos ninhos, os excrementos e os animais mortos entopem sarjetas e algerozes podendo causar inundações.

Para evitar estas situações, a Câmara Municipal de Lisboa (CML) fornece aos pombos uma dose diária de milho, acrescentando-lhe, em certos períodos do ano, um contracetivo oral que não é prejudicial para a espécie, apenas impede a sua reprodução descontrolada. Porém, se os pombos já tiverem sido alimentados estas medidas de controlo não serão bem sucedidas.

Lisboa, Porto, Cascais e Sintra são alguns dos municípios que proíbem a população de alimentar os pombos da cidade e aplicam coimas aos infratores que podem chegar aos 106 euros.

Desta maneira, a CML alerta para alimentação descomedida dos pombos, para que seja possível manter um equilíbrio ecológico da espécie de forma a proteger estas aves, a saúde do Homem e, também, o ambiente urbano. A junta corrobora com esta posição e relembra que “MARVILA É UMA RESPONSABILIDADE DE TODOS”

Voz Ativa

BEM SERVIR

Tem uma lâmpada a precisar de ser substituída?

Precisa de uma maçaneta nova para a sua porta?

A torneira da cozinha está a dar problemas?

Ligue para o 218 31 03 50

e o programa bem servir trata do problema!

MARVILA SAÚDE

Marcações:

Todas as segundas de tarde, entre as 14h e as 17h30

e às quintas de manhã, das 10h às 13h

fazendo-se acompanhar da documentação exigida.

(16)

REUNIÃO DO ÓRGÃO EXECUTIVO

Segunda segunda-feira de cada mês

às 18h00

Sede da Junta de Freguesia de Marvila

Av. João Paulo II, Lote 526 – 1ºA 1950 – 159 Lisboa

Última segunda-feira de cada mês

às 18h00 (Exceto feriados)

REUNIÃO PÚBLICA DO ÓRGÃO EXECUTIVO

Informações

ATENDIMENTOS

Junta de Freguesia de Marvila Av. João Paulo II, Lote 526 - 1º A 1950-159 Lisboa

Tel.: 218 310 350

Das 9h30 às 17h30 de segunda a sexta-feira Horário de funcionamento da Tesouraria: Das 9h30 às 17h00 de segunda a sexta-feira Horário de licenciamento de canídeos: Das 11h00 às 17h00

Outros assuntos:

info@jf-marvila.pt

Apoio Ação Social

Terças, das 10h00 às 13h00

Quartas e Quintas das 14h00 às 17h00 (Marcações pelo telefone)

SERVIÇOS PÚBLICOS

EPAL (Assistência Domiciliária) - Tel.: 800 201 101 EPAL (Roturas) - Tel.: 800 201 600

EDP (Fugas de gás) - Tel.: 218 685 309 Intoxicações - Tel.: 217 950 143 Linha Vida - Tel.: 1414 (gratuita) SOS Voz Amiga - Tel.: 213 544 545 R.S. Bombeiros - Tel.: 213 422 222

Loja do Cidadão de Marvila - Tel.: 707 241 107

ATENDIMENTO SOCIAL

Serviço de Ação Social da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

Praça José Queiroz, 1, Piso 3

Edifício Entreposto - Tel.: 218 554 100

in

formações

úteis

sumári

o

Acção Social

• Marvila em Férias Sénior 2016

1

• Inauguração do novo espaço “Marvila Com Vida”

2

• Recolha de tampas de plástico

3

Ambiente

• Deservagem com Vinagre de Álcool: mais seguro e eficaz

4

Cultura

• Santa Madre Teresa de Calcutá

5

• 1ª Feira Medieval, “Marvila e a sua História”

6-7

Desporto

• Piscina Municipal do Vale Fundão

8

Habitação

• 11ª Edição do Programa Renda Convencionada da CML

9

Mobilidade

• Marvila Transporta tem um novo percurso

10

• Sinalização de trânsito

11

Sociedade

• Inscrições de Alfabetização e Inglês

12

Voz Ativa

Imagem

Referências

temas relacionados :