• Nenhum resultado encontrado

18 a 24 de julho de Administração do Guará recebe primeiros caminhões

N/A
N/A
Protected

Academic year: 2021

Share "18 a 24 de julho de Administração do Guará recebe primeiros caminhões"

Copied!
12
0
0

Texto

(1)

ANO 33 • EDIÇÃO 742 18 a 24 de julho de 2015 DISTRIBUIÇÃO GRATUITA jornaldoguara.com

Começa obra da escola técnica

Após anos de espera, a Escola Técnica do Guará finalmente sai do papel. Área ao lado do Centrão, entre as QEs 19 e 17, é cercada e obra inicia nas próximas semanas. Aulas começam no primeiro

semestre de 2017 para cerca de mil alunos, segundo a Secretaria de Educação (Página3).

Rádio

Maria

Presente em 70 países, rá-dio católica tem a sede na-cional na QE 13 do Guará. Voluntários, como o coor-denador Luciano Borba (foto)wwww mantém a programação no ar pela internet. Reformulação na grade pretende atrair mais colaboradores (Página 9).

Administração do Guará

recebe primeiros caminhões

Após sete meses de governo, Administração do Guará recebe primeiro lote de maquinário. São cami-nhões, pá mecânica e outros equipamentos para aju-dar na manutenção da cidade (Página 7).

Guará na rua

Tudo pronto para fechar a avenida central do Guará II com atrações culturais e esportivas dia 26 (Página 5).

(2)

18 A 24 DE JULHO DE 2015 JORNAL DO GUARÁ

2

P

alavra

F

ranca

ISSN 2357-8823

Editor: Alcir Alves de Souza (DRT 767/80) Reportagem: Rafael Souza (DRT 10260/13) Endereço: EQ 31/33 Ed. Consei Sala 113/114

71065-315 • Guará • DF

O Jornal do Guará (tiragem comprovada de 8 mil exemplares) é distribuído

gratuitamente por todas as bancas de jornais do Guará; em todos os estabelecimentos comerciais, clubes de serviço, associações, entidades; nas agências bancárias, na Administração Regional; nos consultórios médicos e odontológicos e portarias dos edifícios comerciais do Guará. E, ainda, através de mala direta a líderes comunitários, empresários, autoridades que moram no Guará ou que interessam à cidade; empresas do SIA, Sof Sul e ParkShopping; GDF, Câmara Legislativa, bancada do DF no Congresso Nacional e agências de publicidade.

Circulação

OPINIÃO

contato@jornaldoguara.com

JORNAL DO GUARÁ

ALCIR DE SOUZA jornaldoguara.com /jornaldoguara 61 33814181 61 96154181

&

P

oucas

B

oas

alcir@jornaldoguara.com

Faleceu

Marquinhos

O assessor parlamentar e organizador de eventos esportivos no Guará Marcos Renzo, o Marquinhos, faleceu no último sábado em um acidente de moto. Biólogo, casado, pai de dois filhos, tinha apenas 38 anos. Trabalhou na Administração do Guará e era assessor do deputado distrital Wellington Luiz. Foi ex-jogador do Clube de Regatas Guará e era um dos mais atuantes defensores do esporte no Guará, tanto como atleta, quanto como organizador de eventos, torneios e escolinhas.

CR Guará na semi

Os juniores do Clube de Regatas Guará está na semifinal do Campeonato Candango. Após vencer o Gama por 1x0 no primeiro jogo, o Guará perdia por 2x1 o segundo quando um torcedor jogou uma tábua nas costas de uma dos árbitros a seis minutos do fim da partida. Como o mando de campo era do Gama, o Tribunal de Justiça Desportiva decidiu eliminar o time alviverde.

Assim, o Guará enfrenta o Sobradinho neste sábado (18), às 15h no Cave, com portões fechados.

Merchandising

A nova gestão do CR Guará está mesmo empenhada em reconsquistar a torcida. Além do forte posicionamento nas redes sociais, tem comercializado camisetas, canecas e adesivos, mesmo com dificuldades financeiras e sem estádio.Agora, o lobo da colina caba de lançar seu novo site:

www.clubederegatasguara.com.br

Espera no Hospital

Na madrugada de quinta e sexta da última semana, crianças ficaram mais de dez horas esperando atendimento no Hospital do Guará. A explicação foi o fechamento temporário da emer-gência do Hmib. Mas, já que fecharam a emergência lá, porque não transferir os médicos para os outros hospitais?

Eleição

dos Conselhos

O Conselho Comunitário de Segurança começa o seu processo eleitoral. Quem quiser registrar a chapa para a presidência deve procurar o Major Paulo André, Gerente dos Conselhos Comunitários, 95214325 ou pelo pauloandre.susec@gmail.com. O pazo de Inscrição é até o dia 29 de julho.

Já o Conselho de Saúde vai eleger os conselheiros no dia 27 de julho, às 14h, no auditório do Hospital do Guará.

Carcaças

Mais uma vez a Adminsitração do Guará vai recolher os carros abandonados pela cidade. São dezenas de veículos sem condições de rodar ocupando vagas de estacionamento no Guará. Os proprietários tem até o dia 27 de julho para retirar os veículos ou terão seus carros levados para o depósito.

Lixo

Muito oportuna a matéria do Jor-nal do Guará sobre a sujeira na cidade. Realmente, quem suja a cidade são os moradores. Não adianta ficar cul-pando apenas o governo. É óbvio que é mais fácil e mais econômico sujar menos do que limpar mais, qualquer dona de casa sabe disso. O problema é que as pessoas só pensam do portão pra dentro. E cada vez mais se trancam dentro de casa. É preciso criar formas de punir o cidadão que suja, de fiscali-zar quem joga entulho em área públi-ca, de responsabilizar os sujões pelos mal feitos do Guará. Parabéns, que continuem com a clareza de lutar pela cidade sem afetação.

Luiz Silva Neto

Lixo II

No último final de semana, um evento na praça da QE 17 emporca-lhou toda a quadra. No domingo de manhã havia lixo por toda a quadra e comércio. Concordo que a praça é o local ideal para a realização de even-tos e que devem sim acontecer, mas os organizadores devem ao menos ter uma estratégia para limpar a área após a realização. Acho gratificante que os moradores do Guará sejam tão ativos culturalmente, mas é preciso mais educação.

Lúcia Moura

Estacionamento

Está passando da hora de encon-trarem uma alternativa para os carros da Qe 40, Polo de Moda e Setor de Oficina. E a única solução é construir estacionamentos nas poucas áreas ociosas e praças, infelizmente. O que não pode acontecer é deixar que os carros continuem nas ruas, impedin-do a passagem impedin-do caminhão de lixo, de ambulâncias, de pedestres e tu-multuando o local. Já eu deixaram as pessoas morarem onde não deveriam, agora é preciso readequar todo o setor para a nova realidade.

Paulo O. Bueno

Roberto Carlos

Neste sábado (18), o Point 26 vai ter uma programação especial. Além da excelente comida (recomendo a galinha caipira) e da cerveja gelada, Allan Mariz apresentará o seu show só com canções do rei Roberto Carlos. A casa fica na QE 26, no comércio em frente à praça. Vale a pena chegar antes das 20h para garantir uma mesa.

(3)

18 A 24 DE JULHO DE 2015

JORNAL DO GUARÁ

3

O

governador Rodrigo Rollemberg confirmou na quinta-feira, ao anunciar as principais obras pre-vistas para 2015, que a escola técnica do Guará será iniciada no próximo mês. Com o custo de R$ 11,7 milhões, sendo R$ 4,2 mi-lhões do GDF e R$ 7,5 mimi-lhões da União, a escola atenderá até mil alunos, segundo previsão da Secretaria de Educação.

A Escola Técnica do Guará será integra-da, ou seja, o ensino médio e o ensino pro-fissionalizante não se distinguem na rotina do aluno. Hoje, das cinco escolas técnicas do Distrito Federal, apenas a do Gama fun-ciona assim. “A Escola Técnica do Guará é sinal de um novo tempo, de uma nova for-ma de cuidar da juventude e de seu futuro. Ali, o aluno termina o ensino médio inseri-do no mercainseri-do de trabalho, com possibili-dade de competir comemora a Coordena-dora de Educação Profissional da Secretaria de Educação, Vânia Linhares.

A escola estará em funcionamento no primeiro semestre de 2017. Mas, as conver-sas com a Coordenação Regional de Ensi-no do Guará para a definição dos cursos e vagas já começaram e serão intensificadas em agosto. Os cursos serão escolhidos de acordo com a demanda e vocação da cida-de. Audiências públicas serão organizadas para a escolha e análise dos cursos a serem oferecidos. Por exemplo, por conta do Polo de Moda e das várias confecções instaladas na cidade, um dos cursos oferecidos pode-ria ser o de Técnico em Produção de Moda, segundo o catálogo de cursos técnicos do Ministério da Educação. Este curso capaci-ta o aluno a coordenar a moncapaci-tagem de am-bientes para divulgação da moda, estabelece relação direta entre produto e consumidor, pesquisar tendências de moda, de mercado e de lançamentos para construção de estilos e composição visual, elaborar a composição de looks para apresentação pública de

esti-lo, produção publicitária, vitrines, exposições, desfi-les. Habilidades úteis para a demanda do mercado gua-raense. Mas, a definição dos cursos será feita ao longo do próximo ano.

“A Escola Técnica do Guará é emblemática, por marcar a retomada das políticas de educação pro-fissionalizante no Distrito Federal. Será precedida de outras três escolas técnicas integradas, em Santa Maria,

EDUCAÇÃO

CURSOS PROFISSIONALIZANTES

Obra da Escola Técnica começa no próximo mês

Com área de 3 mil metros, ao lado do Centrão, entre as QEs 19 e 17, a Escola Técnica do Guará começa a funcionar no primeiro semestre de 2017

Brazlândia e Paranoá. Esta obra no Guará fará com que o DF retome o eixo pregado pelos especialistas em educação de todo o mundo” completa Vânia Linhares.

Estrutura

A Escola Técnica do Guará será cons-truída entre as QEs 17 e 19, ao lado do Cen-tro de Ensino 3, o Centrão, no Guará II. O prédio terá uma área construída de 3 mil metros quadrados e vai ocupar uma área de 5 mil metros quadros, com capacidade para atender 1 mil estudantes de uma vez.

A Escola Técnica do Guará seguirá o modelo arquitetônico implantado pelo MEC em todo o país, ou seja, uma planta única com o objetivo de reduzir os custos da

construção.

Acesso

Os cursos técnicos tem duração de dois a quatro anos. O acesso aos cursos, entre-tanto, não depende apenas da vontade do interessado. Para conseguir a vaga o aluno deve passar por uma seleção pública, uma espécie de mini vestibular, chamado de “vestibulinho”, com prova escrita (incluin-do redação).

No caso do Ensino Médio ou Ensino Médio Integrado à Educação Profissional (profissionalizante), o estudante precisa ter concluído o Ensino Fundamental. Para o Ensino Técnico subsequente, o aluno tem deve ter concluído o Ensino Médio.

Prevista para ser entregue em 14 meses,

nova escola vai oferecer integração entre

ensino médio e profissionalizante a mil alunos

(4)
(5)

18 A 24 DE JULHO DE 2015

JORNAL DO GUARÁ

CULTURA

5

GUARÁ NA RUA

Avenida central do Guará II será fechada dia 26

Trecho entre Ed.Consei e 4

a

DP será fechada para veículos das 6h às 18h. Atividades culturais e esportivas acontecem durante todo o dia

O

último domingo deste mês, dia 26 de julho, será especial para os mora-dores do Guará e para todos os que comparecerem à pista central do Guará II, no trecho que fica entre a 4ª Delegacia de Polícia e o edifício Consei. Neste dia, entre as 06h e 18h, as duas pistas serão fechadas nos dois sentidos ao tráfego de ônibus e carros para a realização do evento ROTA 156: GUARÁ NA RUA. As pessoas poderão ocupar as ruas e se apropriar do espaço público para usufruir de atividades de lazer, cultura, esporte e pro-tagonismo social, que acontecem ao longo de todo o dia.

As atividades são todas gratuitas e abertas ao público. Uma das faixas ficará livre para a prática de caminhada ou para quem preferir pedalar ou andar de skate, levar as crianças para passear ou qualquer outra atividade de locomoção. A outra faixa será ocupada por várias tendas que vão oferecer diversas atra-ções tais como: oficina de pintura, contação

de histórias infantis, oficina de pipas, palha-ços (Tenda da Criança), pista de skate street, grafite, feira de troca de livros, cd’s e dvd’s, dominó, DJ’s e bandas com músicos locais, grafite, entre outras inúmeras atividades.

A idéia surgiu a partir da reunião de ami-gos, moradores antigos do Guará, que decidi-ram formar um grupo de atuação sócio-cul-tural para a produção e realização do evento. Assim, foi criado o Coletivo 156, que levou a sugestão até a Administração do Guará. Além de aprovar a idéia, a Administração ofereceu todo o apoio necessário para a realização do evento, juntamente com o aparato oficial de segurança que inclui as Polícias Civil e Mili-tar, Corpo de Bombeiros e Detran.

O Coletivo 156 é formado pelos jornalis-tas Léo Saraiva, Rafael Souza e Luiz Kaffa, os músicos Hélio Gazu, Ralph Sadella e Denizar Marques, as produtoras culturais Luiza Ha-gah, Magda Ungarelli e Jussara Duré, o arqui-teto José Hélder de Sousa e o síndico

Francis-co Saturnino, todos moradores do Guará. A

(6)

18 A 24 DE JULHO DE 2015 JORNAL DO GUARÁ

6

Acig fecha parceria para baratear serviços bancários

E

m meio à crise economia, a Associação Comercial do Guará tem buscado ma-neiras de desonerar o empresário, buscando parceiros e projetos que tragam benefícios reais e imediatos aos donos das empresas no Guará. Boa parte dos custos das empresas está relacionada à operações finan-ceiras, seja na cobrança de juros, tarifas bancárias ou outras movi-mentações. Até mesmo a gestão da folha de pagamento, seguros ou benefícios dos empregados pode custar caro às emrpesas, mesmo as menores. Preocupado com a alta dos juros e as tarifas abusivas co-bradas pelos bancos, o presidente da Associação comercial do Gua-rá, Deverson Lettieri começou a pesquisar alternativas ao sistema

financeiro tradicional. “Depois de muito pesquisar e conversar com especialistas da área, nos conven-cemos que o cooperativismo finan-ceiro seria a melhor solução para os empresários guaraenses. Além do custo menor dos serviços, o atendi-mento pessoal é muito importante para o pequeno e médio empresá-rio, bem diferente do que encon-tramos em grandes bancos” conta o presidente. Lettieri buscou então o Presidente do Sicoob Executivo, Luiz Lesse Moura Santos, já que este é a primeira e mais sólida coo-perativa de crédito do Distrito Fe-deral. Juntos, pensaram como ofe-recer aos empresários do Guará os serviços bancários da cooperativa (que são idênticos aos de um banco tradicional) com custos menores.

Vantagens

A principal vantagem da coo-perativa de crédito em relação ao banco é o custo dos serviços. Os juros mensais de empréstimo para capital de giro varia de 1,4 a 2,75% ao mês e o do cheque especial de 2 a 6% ao mês, bem abaixo dos praticados pelos ban-cos. O Sicoob executivo oferece todos os outros serviços como gestão da folha de pagamento, abertura de conta, cartão de cré-dito, cartão de benefício, seguro, emissão de boleto e outros. E ainda, por se tratar de uma coo-perativa, ao final do exercício anual, divide o lucro com os coo-perados. Ou seja, dependendo da movimentação financeira da em-presa, é possível receber dinheiro

da cooperativa ao apurar o seu lucro anual.

A única exigência para ser um cooperado e utilizar os

servi-ços do Sicoob Executivo é que a empresa seja filiada à Associação Comercial do Guará. Informa-ções no número 9843 3185.

Em busca de menores tarifas e juros, Associação Comercial

do Guará cria acordo com Sicoob Executivo para beneficiar comerciantes guaraenses

Deverson Lettieri, da Acig, e Luiz Lesse Moura Santos, do Siccob Executivo, alternativa para empresários guaraenses

NEGÓCIOS

(7)

18 A 24 DE JULHO DE 2015

JORNAL DO GUARÁ

CIDADE

7

Administração finalmente

recebe veículos e equipamentos

Após seis meses sem caminhões, pás

mecânicas ou tratores, órgão recebe nove veículos

Uma das principais dificuldades dos primei-ros seis meses desta gestão da Administração do Guará foi a falta de caminhões e mão de obra. Os serviços mais simples, como a coleta de en-tulho, poda de árvore, transporte de areia e

ou-tros serviços de manutenção eram impossíveis pela falta de veículos.

Nesta semana, chegaram os primeiros veícu-los. São 5 caminhões, 1 caminhão pipa de 6 mil litros, 1 munk, uma pá carregadeira e 1 van.

(8)

18 A 24 DE JULHO DE 2015 JORNAL DO GUARÁ

8

OPINIÃO

JOEL ALVES

G

uará

v

ivo

Circunscrição :1 - BRASILIA Processo :2014.01.1.061674-8

Vara : 220 - VIGÉSIMA VARA CÍVEL DE BRASÍLIA EDITAL DE CITAÇÃO EM EXECUÇÃO EDITAL DE CITAÇÃO. Prazo: 20 dias. Processo nº 2014.01.1.061674-8 Ação: Monitória

Requerente: HOTEL SAINT PETER SERVICOS DE HOTELARIA

Advogado: LEONARDO NERES CAMPOS DE MIRANDA, OAB: DF026242

Requerido: TERRA VIAGENS E TURISMO LTDA Finalidade: CITAÇÃO DE TERRA VIAGENS E TURISMO LTDA, CNPJ Nº 65.205.585/0001-21

A Doutora THAISSA DE MOURA GUIMARÃES, Juíza de Direito Substituta da 20ª Vara Cível da Circunscrição Judiciária de Brasília/DF, na forma da lei, etc... FAZ SABER, a todos quantos do presente edital tiverem conhecimento que por este meio, CITA o executado, com prazo de 20 (vinte) dias, que se encontra em lugar incerto e não sabido, para tomar conhecimento da presente ação ajuizada que tem por objeto o pagamento, no prazo de 3 (três) dias, contados do decurso do presente edital, da importância de R$ 2.812,00(dois mil e oitocentos e doze reais), acrescida de honorários advocatícios fixados em 10% (dez por cento), atualização monetária, juros e custas processuais, sob pena de lhe serem penhorados tantos de seus bens quantos bastem para a liquidação do débito. O prazo para oposição de EMBARGOS é de 15 (quinze) dias. No caso de integral pagamento no prazo de 03 (três) dias, a verba honorária será reduzida pela metade. Cientificando-se, ainda, que este Juízo e Cartório têm sua sede à Vigésima Vara Cível da Circunscrição Judiciária de Brasília, Fórum de Brasília, Bloco B, 5º andar, Sala 506, Brasília/DF. Horário de Funcionamento: 12h00 às 19h00. E para que este chegue ao conhecimento do interessado, e, ainda, para que no futuro não possa alegar ignorância, extraiu-se o presente edital, que será publicado como determina a Lei. DADO E PASSADO nesta cidade, aos 12 de junho de 2015. Eu, Andresa Ferreira Caldeira, Diretora de Secretaria, o subscrevo.

Por uma Casa da

Cultura do Guará

mais atuante

A burocracia quase sempre atrapalha a cultura. É preciso quebrar as amarras e deixar os talentos fluírem. Temos um espaço maravilhoso para dinamizar a cultura do nosso povo, mas precisamos agir mais proativamente nas ações culturais. Temos excelentes talentos que precisam usufruir dos espaços que temos em abundância. De nada adianta termos espaços muito interessantes se não os utilizarmos. Temos um belo teatro que teve recentemente, a construção de camarins, melhoria nos bancos (que caíam aos pedaços), no piso e no Palco. Temos uma Casa da Cultura que é pródiga em espaços, que estão vazios. Temos um belo Teatro de Arena em condições de uso e com capacidade para centenas de pessoas, que está sem utilização. Temos um Salão de Múltiplas Funções,que está subutilizado. E por aí vai. Nós temos também um povo talentoso e sedento de espaços para mostrar seu talento. Bom lembrar que a conta é de somar e não de dividir. Devemos unir nossas qualidades e colocar no canto nossos defeitos. Juntos somos mais fortes. Agir é preciso. Esperamos que com a nova gestão na área da cultura isto aconteça.

Na contramão

Manutenção

dos espaços públicos

Talvez esta seja a maior necessidade neste momento. Não precisamos no Guará de obras novas. O que necessitamos são os reparos e as melhorias dos espaços que já existem. O estádio clama por uma reforma já há algum tempo, a pista de bicicross também. Nosso ginásio coberto está carente de pequenas reformas. Nossos parquinhos e PECs também precisam de uma atenção. Uma das poucas obras novas que precisamos com urgência são as obras viárias como a duplicação da pista que dá acesso ao Núcleo Bandeirante via estação ferroviária e também as melhorias na pista de acesso ao Guará Park (Colônia Agrícola Águas Claras). Todos esses dois acessos engarrafam todo dia e impacienta o morador do Guará. Além disso precisamos de reformar o asfalto das ruas internas e de boa parte de nossas calçadas. É isso.

Há alguns governos temos cometido alguns erros cruéis. É o enfraquecimento paulatino das Administrações Regionais. Este órgão foi criado justamente para descentralizar e colocar os serviços do GDF mais próximos do cidadão. Há pouco tempo tiraram o poder de fiscalização das Adms ao criar a AGEFIS, que distanciou o poder de fiscalização do Estado, o que causou

abusos e também o descontrole pelo Estado. Agora criam uma Central deAprovação de Projetos que está se mostrando contra producente. Como se diz no futebol “é preciso jogar fácil” para que todos ganhem. Não precisa extinguir a AGEFIS, basta realocar seus técnicos nas Administrações, eles são importantes e necessários. O espaço já existe e está ocioso. Atender ao cidadão com presteza e mais atenção é preciso.

(9)

18 A 24 DE JULHO DE 2015

JORNAL DO GUARÁ

CIDADE

9

MAIOR RÁDIO DO MUNDO

A

rádio Maria é a maior entidade de transmissão do mundo. São 6 mil frequências em 70 países e no Bra-sil é a sua sede fica no Guará. Voltada para o público católico, a rádio é mantida por voluntários, contribuições de ouvintes e eventos.

O presidente da Rádio Maria, Paulo Fernando explica que no momento a Rá-dio está funcionando somente via web, mas que em breve vai estar com uma frequência FM. ”Estamos fazendo gestões no sentido

de adquirir essa frequência para que pos-samos atingir um público maior da comu-nidade católica não só em Brasília, mas na região do entorno e no Brasil todo”, afirma Paulo.

Luciano Borba é o coordenador geral da Rádio Maria Brasil. Responsável pela parte administrativa, conta que a rádio está passando por uma nova fase e destaca que a unidade não é uma filial, mas parte de uma rede mundial de rádios. O presidente e fundador da rádio Emanuele Ferrario

en-trou em contato com Luciano e o mesmo iniciou um planejamen-to estratégico, de marketing, de pessoal, de arrecadação e planejamento de evangelização

para que a rádio funcionasse. Há mais de um ano à frente da rádio, Luciano conta que quando chegou não havia nada e hoje existem mais de 40 programas, muitos vo-luntários envolvidos, uma arrecadação em andamento e tem conseguido reerguer o nome da Rádio Maria. Eles têm contato com os bispos auxiliares e eméritos da ci-dade e bispos fora de Brasília. “Queremos ter uma expansão nacional”, conta Luciano.

Eliezer Júnior é radialista há 20 anos. “Eu estou vindo aqui com a experiência que eu tive nesses vinte anos com o projeto de ajudar na expansão da rádio, na promo-ção e torná-la conhecida, não só no Guará e fora de Brasília também. Nós queremos chegar às pessoas de boa vontade e com muita fé para que elas venham somar co-nosco e vejam a rádio como um chamado de Deus para colaborar e ajudar outras pes-soas”, conta. “Quem esta por trás da Radio Maria são os voluntários. Eles trabalham com projetos sociais ajudando creches, levando sopão para as pessoas carentes. Temos várias frentes de atuação da igreja, porque somos igreja”, comemora Luciano.

Em agosto o guaraense e radialista Luciano Lima estreia um programa e fará parte da equipe de radialistas.

w

Serviço

RÁDIO MARIA

QE 13 CONJ C CASA 2

0800 601 8850 www.radiomaria.org.br

Rádio Maria se reestrutura no Guará

Rádio católica presente em 70 países tem sede nacional na QE 13 e revê sua programação

Luciano Borba em um dos estúdios da Rádio Maria no

Guará

O presidente Paulo Fernando quer que a rádio volte à frequencia FM

(10)
(11)

18 A 24 DE JULHO DE 2015

JORNAL DO GUARÁ

OPINIÃO

11

JOSÉ GURGEL

u

mas

e

o

utras

LUCIANO LIMA

É P

aPo

F

irme

!

Salões de Beleza na Mira

Acabou o prazo para que os salões de beleza do Distrito Federal se adaptem às novas exigências da Vigilância Sanitária. Os estabelecimentos terão que contratar um responsável técnico com conhecimento em microbiologia, esterilização, limpeza e gerenciamento de resíduos. A ideia da Instrução Normativa é acabar ou regularizar os salões ilegais que não eram atingidos pela fiscalização e dar maior segurança nos serviços de estética. As penalidades para o descumprimento vão desde multa diária, perda de licença sanitária à interdição do estabelecimento.

Parque do Guará

em perigo

Nos últimos dias o Parque Ecológico do Guará (Ezechias Heringer) sofreu muito com queimadas. O mais impressionante é que durante quatro dias seguidos, no início deste mês de julho, o foco dos incêndios era praticamente no mesmo lugar, atrás do Batalhão da Policia Militar e ao lado do "Lixão" da QE 36. Será que o recado de que as queimadas estão sendo provocadas não foi entendido? Fica a dica!

Bicicross Bombando

A Associação Brasiliense de Bicicross continua na luta para conseguir a reforma da pista do Guará, considerada a mais importante do Distrito Federal. Vamos ajudar Administração Regional do Guará! Enquanto isso, nossos atletas continuam fazendo bonito pelas pistas do Brasil. O guaraense Wellington Fernandes foi o terceiro colocado na única etapa (categoria Cruiser 35/39) do Campeonato Brasileiro de Bicicross realizada pela Confederação Brasileira de Ciclismo, em Belo Campo, Rio Grande do Sul.

Nós Que Amamos o Guará

A rede social "Nós Que Amamos o Guará" é hoje o maior e melhor espaço para o debater o Guará. Várias publicações do grupo no Facebook já serviram de pauta para diversos veículos de comunicação. Conheça e participe com responsabilidade.

RODRIGO DUTRA

Sorvete

Esse mês foi de lascar, foi um mês para ser esquecido, um mês muito dolorido para o Guará. Perdemos de uma “lapada” só , três membros que engrandeciam e orgulhavam a nossa cidade. Gente de bem, que sem dúvida, fará falta aos seus e ao Guará.

O Caixa Preta, inconsolável, dizia parodiando Chico Buarque: ”Deus é um cara gozador, adora uma brincadeira”... Leva três dos bons e deixa uma “cambada” de safados pra nos azucrinar, se fosse fazer uma lista ...haja papel.

Mas, o Homem sabe o que faz, mesmo assim vamos registrar o nosso protesto, isso não é coisa que se faça com a gente aqui na Terra.

Mas, deixando de lado essa pendenga celestial, vamos voltar pra terra, mais precisamente aqui no Guará, onde tudo acontece e parece que pouco ou nada se resolve, pois segundo o velho Caixa a pouca vergonha e a omissão continuam.

Basta ver o que o Caixa apontou outro dia ali na QE 17, até agora nada foi feito para coibir o abuso, pois aquele cidadão “sem noção” que montou uma sorveteria no estacionamento da rua, uma área pública de uso comum. Não satisfeito com o abuso e aproveitando o desleixo das autoridades competentes, no caso Agefis, Administração, Seops e os diversos órgãos responsáveis que fazem a famosa cara de paisagem, resolveu fazer uma concretagem sobre o asfalto onde há uma tenda.

O velho Caixa está uma arara com a situação, pois cara de pau tem limite. Do jeito que vai o cara vai ocupar todo o asfalto para, quem sabe, no futuro cobrar pedágio da vizinhança.

Está na hora de fazer valer as leis nesta bagaça!

Ocupou é seu?

A algum tempo atrás a Agefis andou notificando alguns blocos residencias por causa das cercas em volta dos mesmos. Foi aquele auê. Depois de muita discussão a coisa esfriou e as cercas permaneceram.

Mas, me parece que o susto inicial não valeu muito. Despreocupados, alguns blocos ali na QI 23 do Guará II e casas no caso da QE 32 onde um gaiato montou uma oficina e na maciota resolveu fazer a cerca andar, chegando quase na calçada.

Com isso passaram a abusar da complacência dos órgãos fiscalizadores, muitos já estão

avançando as tais cercas além do limite do bom senso.

Como no Guará muito se reclama da falta de calçadas, o que hoje ocorre é um verdadeiro acinte ao que estabelece as leis de mobilidade urbana.

Outro dia encontrei com uma senhora que dizia ter sido aeromoça, segundo o Caixa pela idade, deve ter sido no 14 Bis ao lado de Santos Dumont, reclamando muito da falta de espaço para a sua locomoção, pois está cansada e assustada em ter que andar no meio da rua, temendo ser atropelada.

Esse tipo de comportamento por parte de alguns, está dando a entender que no Guará leis não são cumpridas ou simplesmente ignoradas.

Voltamos à época da colonização? Ocupou é seu?

(12)

Siena EL 1.0 2015/2015 básico com pintura sólida por apenas R$ 32.990,00 à vista ou entrada de R$ 5.900,00 + 48 parcelas de R$ 798,00. Valor total financiado R$ 44.204,00. Taxa de 1,45% a.m. Palio fire 2 portas 2015/2016 básico com pintura sólida por apenas R$ 26.990,00 à vista ou entrada de R$ 1.990,00 + 48 parcelas de R$ 698,00. Valor total financiado R$ 35.494,00. Taxa de 1,19%a.m. Taxas de Cadastro e Registro do Detran, no valor total de R$ 788,00, NÃO estão inclusas no financiamento. Cadastro sujeito à aprovação de crédito. Fotos ilustrativas. Promoção válida até 10/08/2015.

SIA TRECHO 3

61 3362 6230

NOROESTE

(SAAN EPIA NORTE)

61 3213 7800

CIDADE DO

AUTOMÓVEL

61 3363 9099

AEROPORTO

61 2195 2111

PROMOÇÃO DE FÉRIAS BALI

é

PORTA-

MALAS 500

LITROS

4 PORTAS

SIENA EL

2015/201

5

POR APEN

AS

DE ENTRA

DA

R$

5.900

+ 48 PARC

ELAS DE

R$

798

Referências

Documentos relacionados

•O grupo de GESF colapsante idiopática apresentava número semelhante de afrodescendes comparado com o grupo HIVAN, mas superior ao grupo de outras GESF não colapsante e controle.

No entanto, maiores lucros com publicidade e um crescimento no uso da plataforma em smartphones e tablets não serão suficientes para o mercado se a maior rede social do mundo

Declaro meu voto contrário ao Parecer referente à Base Nacional Comum Curricular (BNCC) apresentado pelos Conselheiros Relatores da Comissão Bicameral da BNCC,

The challenges of aging societies and the need to create strong and effective bonds of solidarity between generations lead us to develop an intergenerational

O relatório encontra-se dividido em 4 secções: a introdução, onde são explicitados os objetivos gerais; o corpo de trabalho, que consiste numa descrição sumária das

Os principais resultados obtidos pelo modelo numérico foram que a implementação da metodologia baseada no risco (Cenário C) resultou numa descida média por disjuntor, de 38% no

•   O  material  a  seguir  consiste  de  adaptações  e  extensões  dos  originais  gentilmente  cedidos  pelo 

5 “A Teoria Pura do Direito é uma teoria do Direito positivo – do Direito positivo em geral, não de uma ordem jurídica especial” (KELSEN, Teoria pura do direito, p..