Texto

(1)

Gabarito

A

CADERNO DE QUESTÕES

CONCURSO PÚBLICO 2007

Fundação Universitária de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão

REALIZAÇÃO:

ADVOGADO

ATENÇÃO!

1. O Caderno de Questões contém 40 (quarenta) questões de múltipla-escolha, cada uma com 5 (cinco) alternativas (A, B, C, D, E), organizadas da seguinte forma:

de 01 a 15 - Língua Portuguesa;

de 16 a 40 - Específica.

2. Ao receber o material para fazer a prova, verifique imediatamente, na Folha de Respostas, seu nome, número de inscrição, identidade e data de nascimento. Qualquer irregularidade comunique rapidamente ao Fiscal de Sala. Não serão aceitas reclamações posteriores.

3. É de responsabilidade do candidato verificar, ao receber o Caderno de Questões, se o gabarito da prova mostrado na capa corresponde ao gabarito da prova mostrado na Folha de Respostas. Caso não corresponda, peça imediatamente ao Fiscal de Sala a troca do caderno de questões.

Atenção: A prova será corrigida pelo gabarito da Folha de Respostas.

4. A prova objetiva terá duração de 3 horas, neste tempo incluído o preenchimento da Folha de Respostas.

5. Leia atentamente cada questão e assinale na Folha de Respostas a alternativa que responde corretamente a cada uma delas. A Folha de Respostas será o único documento válido para a correção eletrônica. O preenchimento da Folha de Respostas e sua respectiva assinatura serão de inteira responsabilidade do candidato. Não haverá substituição de Folha de Respostas por erro do candidato.

6. Observe as seguintes recomendações relativas a Folha de Respostas:

A maneira correta de marcação das respostas é cobrir, fortemente, com esferográfica de tinta azul ou preta, o espaço correspondente à letra a ser assinalada;

Outras formas de marcação diferentes da que foi determinada acima implicarão a rejeição da Folha de Respostas.

Será atribuída nota zero às questões:

- não assinaladas;

- com falta de nitidez;

- com mais de uma alternativa assinalada;

- emendadas, rasuradas ou com marcação incorreta.

7. O Fiscal de Sala não está autorizado a alterar estas instruções. Em caso de dúvida solicite a presença do coordenador local.

8. Você só poderá retirar-se definitivamente do recinto de realização das provas após 60 (sessenta) minutos contados do seu efetivo início.

9. Por motivo de segurança, só é permitido fazer anotações durante a prova no Caderno de Questões.

10. Após identificado e instalado na sala, você não poderá consultar qualquer material, enquanto aguarda o horário de início das provas.

11. Os três últimos candidatos deverão permanecer na sala até que o último candidato termine a prova.

12. Ao terminar a prova, entregue a Folha de Respostas ao Fiscal de Sala.

13. Não esqueça seu documento de identidade.

Boa Prova!

Nível Superior - Manhã

(2)

MANHÃ GABARITO A LÍNGUA PORTUGUESA

Leia o texto abaixo e responda, em seguida, às questões propostas.

O termo adolescência surgiu há um século para designar a etapa entre a infância e a fase adulta. Naquela época, a expectativa de vida era de 50 a 60 anos. Hoje, é de 80 a 90. Portanto, não faz mais sentido atribuir a uma pessoa de 50 comportamentos e expectativas relaciona- das ao fim da vida. Essa faixa etária, atualmente, está preparada para novos vôos. Depois de cumprir as obrigações de adulto – construir uma carreira, formar uma família, pagar a casa própria e a escola das crianças –, homens e mulheres chegam à maturidade numa forma física e emocional diferente da de seus pais. Com o empurrão dos últimos recursos da medicina, têm tempo, dinheiro e disposição para finalmente curtir a vida como quiserem. “Eles desenvolvem uma nova identidade e descobrem outra carreira, outros parceiros e prazeres na vida”, explica a socióloga Phyllis Moen, professora da Universidade de Minnesota, no livro Handbook of the Life Course (Guia do Curso da Vida). “A maioria se aposenta porque quer fazer outras coisas, não simplesmente abandonar um emprego chato”.

Não faltam exemplos provando que o mesmo ocorre no Brasil.

Rogério Woisky, cirurgião plástico de 53 anos, e Célia Prado, professo- ra aposentada de 57, afirmam estar na melhor fase de sua vida. Com a filha casada e estabilidade financeira, viajam mundo afora em busca dos melhores locais para praticar alpinismo e mergulho. “Sempre achei que estaria morto aos 50 anos”, ironiza Rogério. “Quando passei dos 40, gordo e estressado, vi que estava na hora de cuidar da saúde se quisesse viver mais e melhor. Hoje em forma, posso fazer esportes radicais.

Curto a adrenalina do risco e o prazer da conquista”.

Depois de uma decepção na profissão e alguns problemas de saúde, o juiz Gilberto Moreira, de 60 anos, também resolveu cuidar de si. Filhos criados, neto em casa nos fins de semana, ele foi atrás de realizar um sonho da juventude: ser piloto. “Tirei brevê aos 17 anos, mas acabei cursando a faculdade de Direito, que era mais promissora”, lembra. Não se arrepende, até porque a carreira na magistratura rendeu- lhe a independência financeira que permitiu comprar o próprio avião.

“Não requeri a aposentadoria, porque gosto de meu trabalho. Mas a experiência me ensinou a fazer as mesmas tarefas em menos tempo”, conta. Moreira também comprou um barco e uma motocicleta e carrega a mulher na garupa. “Sou muito mais feliz no time dos vovôs, porque hoje posso priorizar o que me dá prazer”.

(VEIGA, Aida. Uma segunda adolescência. Época. São Paulo, Editora Globo, n. 308, 12 de abril de 2004, p. 76.) 01. Pode-se afirmar que o tema central desenvolvido no primeiro

parágrafo do texto é:

A) O perfil dos que atualmente pertencem à denominada segunda adolescência.

B) Os recursos da medicina para aumentar a expectativa de vida das pessoas.

C) As profissões rentáveis que propiciam uma vida madura mais saudável.

D) O significado do termo adolescência ao longo do século passado.

E) A expectativa de vida das pessoas no passado e nos dias atuais.

02. Ao citar o exemplo do juiz Gilberto Moreira, o texto oferece a seguinte informação:

A) Estava na adolescência quando deu os primeiros passos na aviação.

B) É conhecido como um dos mais felizes membros do clube dos vovôs.

C) Preteriu a carreira jurídica em proveito da realização do sonho de ser piloto.

D) Teve de seguir uma nova profissão para realizar o sonho de dedicar-se à aviação.

E) Somente se aposentou porque tinha condições financeiras para dedicar-se à vida esportiva.

03. Encontra-se no texto a seguinte referência a respeito da experiên- cia humana:

A) Faz dos antigos idosos pessoas mais aptas para aproveitar a vida.

B) Desafia os mais jovens a ter o mesmo desempenho dos mais idosos.

C) Induz os cidadãos com mais de 50 anos a cuidar mais da própria saúde.

D) Confere às pessoas o dom de fazer as mesmas coisas com maior rapidez.

E) É responsável pela melhor capacidade de raciocínio no ambiente de trabalho.

04. A referência, no texto, ao casamento da filha do casal Rogério Woisky e Célia Prado serve para o seguinte propósito:

A) Defender a tese de que os filhos casados só podem ser felizes quando têm pais saudáveis na terceira idade.

B) Constituir um argumento favorável à maior liberdade que o casal hoje tem para aproveitar a vida.

C) Demonstrar que casais com filhos também podem viver saudavelmente após os 50 anos de idade.

D) Indicar a influência dos filhos casados na felicidade conjugal dos pais.

E) Determinar a inter-relação entre pais idosos e filhos casados.

05. Entre os fatores que o texto alinhava como causas do novo comportamento das pessoas com mais de 50 anos, pode-se citar o seguinte:

A) As novas conquistas da medicina.

B) A preservação do meio ambiente.

C) O maior poder aquisitivo da população.

D) O aprimoramento da inteligência humana.

E) A menor distância etária entre jovens e idosos.

06. “Não faltam exemplos provando que o mesmo ocorre no Brasil.”

Reescreve-se, em cada alternativa abaixo, essa frase do texto. A nova redação altera o significado original em:

A) Não faltam exemplos que comprovem o mesmo no Brasil.

B) Não faltam exemplos comprobatórios do mesmo fato no Brasil.

C) Não faltam exemplos ressaltando que o mesmo ocorre no Brasil.

D) Não faltam exemplos que atestem a ocorrência do mesmo no Brasil.

E) Não faltam exemplos que comprovem a ocorrência do mesmo fato no Brasil.

07. “Com o empurrão dos últimos recursos da medicina, têm tempo, dinheiro e disposição para finalmente curtir a vida como quiserem.”

Essa frase do texto sofre modificação de significado na seguinte alternativa:

A) Com o impulso dos novéis recursos da medicina, têm tempo, dinheiro e disposição para finalmente curtir a vida como quiserem.

B) Com o empurrão dos novos recursos da medicina, dispõem de tempo, dinheiro e ânimo para finalmente curtir a vida como quiserem.

C) Com o empurrão dos últimos recursos da medicina, têm tempo, dinheiro e disposição para finalmente gozar a vida como desejarem.

D) Com o empurrão dos recentes recursos da medicina, têm tempo, dinheiro e disposição para finalmente aproveitar a vida como quiserem.

E) Com o empurrão dos derradeiros recursos da medicina, têm tempo, condição financeira e disposição para finalmente curtir a vida como quiserem.

08. No tocante à concordância, há incorreção gramatical na frase da seguinte alternativa:

A) As pessoas da nova terceira idade tendem a gozar a vida no momento e lugar mesmos em que a oportunidade se lhes apresenta.

B) Não se pode esperar que o homem e a mulher saudáveis da atualidade enxerguem a vida com os mesmos olhos de seus pais.

C) Se considerarmos a opinião das mulheres, elas mesmo se dizem dispostas a reiniciar a vida nessa fase da vida.

D) O texto refere-se às mesmas pesquisas e resultados que já eram citados em matérias sobre a idade madura.

E) Idosos e pessoas maduras estão vinculados pelos mesmos interesses no mundo contemporâneo.

(3)

MANHÃ

GABARITO A

09. “A maioria se aposenta porque quer fazer outras coisas, não simplesmente abandonar um emprego chato”.

A palavra porquê, usada nessa frase do texto, está grafada incor- retamente em:

A) Afinal, por que os jovens supõem que uma pessoa com 50 anos não passa de um idoso?

B) É comum que algumas pessoas tirem mais proveito das experiências por que passaram.

C) É difícil dizer porque as pessoas maduras evitavam a prática de esportes antigamente.

D) Quando chegou à idade madura, resolveu casar-se de novo, mas relutava em dizer quando ou por quê.

E) Não creio que seja importante listar os porquês de tantas mudanças no comportamento dos novos idosos.

10. Entre as frases abaixo, a que está correta quanto à norma gramatical contemporânea é:

A) Se os chefes de redação propuserem novas reportagens sobre adolescência e terceira idade, eu me oferecerei para fazê-lo.

B) Se o responsável pela redação do jornal intervir, certamente serão feitas outras reportagens sobre a terceira idade.

C) Não resta dúvida de que eles jamais obteram autorização para redigir matérias sobre pessoas na terceira idade.

D) As matérias sobre a nova terceira idade só serão produzidas se os leitores assim o requiserem.

E) Que eu saiba, ninguém impuguinou o texto que escrevemos sobre a terceira idade.

11. Entre as frases abaixo, a que apresenta incorreção quanto à regência verbal é:

A) A reportagem de que lhe falei não toca a questão da qualidade de vida após os 50 anos.

B) A reportagem em que tenho ciência não toca a questão da qualidade de vida após os 50 anos.

C) A reportagem por que tanto procurei não toca a questão da qualidade de vida após os 50 anos.

D) A reportagem a que fiz referência não toca a questão da qualidade de vida após os 50 anos.

E) A reportagem de cuja redação participei não toca a questão da qualidade de vida após os 50 anos.

12. Os acentos em saúde, atrás e adolescência justificam-se grama- ticalmente pelos mesmos motivos dos que estão presentes, respectivamente, em:

A) ínfimo, atraí-lo, incendiários.

B) faísca, sândalo, ausência.

C) íamos, dendê, balaústre.

D) caí, vendê-lo, série.

E) alaúde, pá, protéico.

13. O sinal indicador da crase está mal empregado na seguinte alternativa:

A) Às novas gerações de idosos deve-se uma mudança radical no conceito de velhice.

B) Para chegar à idade madura com saúde é fundamental a prática de exercícios físicos.

C) Para agradar às pessoas mais idosas é preciso ter paciência e boa capacidade de comunicação.

D) Hoje, os que estão na terceira idade se dão à oportunidade de aproveitar plenamente a vida.

E) Os que chegam aos 50 anos dedicam-se com freqüência à prática de esportes nos dias atuais.

14. “ Mas a experiência me ensinou a fazer as mesmas tarefas em menos tempo.”

Reescreve-se esta frase do texto com uma pequena alteração. O sentido original é modificado em:

A) Mas a experiência ensinou-me a fazer as mesmas tarefas em menos tempo.

B) Mas a longa vida me ensinou a fazer as mesmas tarefas em menos tempo.

C) Mas a experiência me ensinou a realizar as mesmas tarefas em menos tempo.

D) Mas a experiência me ensinou a fazer as mesmas tarefas em tempo mais curto.

E) Contudo a experiência me ensinou a fazer as mesmas tarefas em menos tempo.

15. A palavra vôos, presente no primeiro parágrafo, tem no texto sentido equivalente ao do seguinte termo:

A) entendimentos.

B) encontros.

C) direções.

D) viagens.

E) rumos.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

16. A edição de um decreto, pelo Chefe do Poder Executivo, para a fiel execução de texto legal corresponde ao exercício do poder classificado como:

A) hierárquico B) regulamentar C) legiferante D) disciplinar E) de polícia

17. Quando garante ao administrado a obtenção de certidões das repartições públicas para a defesa de direitos e esclarecimentos de situações, a Constituição Federal está anunciando ao administrador público o dever de:

A) eficiência B) probidade C) urbanidade D) moralidade E) prestar contas

18. Um parecer jurídico formulado por advogado da EMDUR, que oriente acerca da sanção a ser aplicada a contratado, por força de inexecução de contrato firmado, corresponde à seguinte espécie de ato administrativo:

A) punitivo B) negocial C) normativo D) enunciativo E) ordinatório

19. O ato administrativo que resulta da manifestação de um único órgão colegiado é, quanto à sua formação, classificado como:

A) geral B) externo C) simples D) composto E) complexo

20. Considere um alvará de licença para construir, expedido legal- mente mas descumprido na execução da obra licenciada. Nesse caso, a invalidação do ato se dará por:

A) convalidação B) caducidade C) revogação D) cassação E) anulação

21. Desde que não se trate de motivo de calamidade pública, grave perturbação da ordem interna ou guerra, o contratado pode requerer a rescisão de um contrato administrativo. Isso ocorrerá quando a Administração contratante suspender a sua execução por prazo superior, em dias, a:

A) 120 B) 100 C) 90 D) 75 E) 60

22. A venda de um bem móvel inservível para a Administração, cujo valor de avaliação seja o de R$ 15.000,00 (quinze mil reais), será realizada por meio de licitação na modalidade de:

A) pregão B) leilão C) convite D) concorrência E) tomada de preços

23. O carro oficial de uma autarquia do Estado, responsável pelo controle ambiental, é classificado como bem público do seguinte tipo:

A) dominial B) dominical C) enfitêutico D) de uso especial E) de uso comum do povo

(4)

MANHÃ GABARITO A 24. Considere a hipótese na qual o poder público declara, por decreto,

a absoluta impossibilidade de edificação em certo terreno de área urbana, esvaziando completamente seu valor econômico. Tal despojamento da propriedade é um exemplo do seguinte instituto de intervenção na propriedade privada:

A) desapropriação B) tombamento C) requisição D) limitação E) servidão

25. Segundo regra expressa da Lei de Responsabilidade Fiscal, a despesa total de pessoal da União não poderá exceder o seguinte percentual de sua receita corrente líquida:

A) 70%

B) 65%

C) 60%

D) 55%

E) 50%

26. A autorização do Senado Federal para a União contrair emprésti- mo externo que funciona como requisito para a eficácia do ato é exemplo típico do seguinte controle:

A) interno B) prévio C) corretivo D) sucessivo E) subseqüente

27. A fundação de direito privado que se situe em Estado da Federação e tenha sido criada em 2005, nos moldes do Código Civil, ficará sob encargo e fiscalização da seguinte instituição:

A) Congresso Nacional com o auxílio do Tribunal de Contas do Estado

B) Tribunal de Contas do Estado C) Tribunal de Contas da União D) Ministério Público Estadual E) Justiça Federal

28. A servidão predial, uma vez registrada, se extingue para terceiros quando cancelada ou diante da ocorrência do seguinte instituto:

A) desapropriação B) usucapião C) alienação D) enfiteuse E) hipoteca

29. O usufruto de imóveis não será constituído mediante registro no Cartório de Registro de Imóveis quando resulta de:

A) decreto B) servidão C) usucapião D) arbitragem E) compra e venda

30. Segundo a Constituição Federal, a organização do Poder Judiciá- rio do Distrito Federal cabe ao seguinte ente:

A) Supremo Tribunal Federal B) Poder Judiciário Estadual C) Poder Judiciário Federal D) Distrito Federal E) União Federal

31. Compete à União, aos Estados e ao Distrito Federal legislar concorrentemente sobre:

A) trânsito B) informática C) previdência social D) registros públicos E) sistema estatístico

32. A Constituição Federal deu ao Congresso Nacional competência exclusiva para sustar ato normativo do Poder Executivo que exorbite de:

A) decisão judicial B) poder regulamentar C) limite orçamentário D) regra constitucional E) garantia fundamental

33. Lei que verse sobre normas gerais para a organização do Ministé- rio Público do Estado é da iniciativa privativa do:

A) Presidente do Supremo Tribunal Federal B) Procurador-Geral da República

C) Procurador-Geral do Estado D) Presidente da República E) Governador do Estado

34. Uma professora estadual comprova tempo de efetivo exercício exclusivamente na função de magistério no ensino médio, e ingressou no serviço público em 2005. Essa professora terá direito a ser aposentada voluntariamente com proventos integrais, quando atingir a idade de:

A) 45 anos B) 50 anos C) 55 anos D) 60 anos E) 65 anos

35. Segundo regra expressa da Constituição Federal, quando o Supremo Tribunal Federal aprecia a inconstitucionalidade, em tese, de norma legal, cita, previamente, para defesa do texto impugnado, a seguinte pessoa:

A) Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil B) Presidente do Congresso Nacional

C) Procurador-Geral da República D) Presidente do Senado Federal E) Advogado-Geral da União

36. No processo de desapropriação, da sentença que fixar o preço da indenização caberá apelação a ser interposta corretamente, segundo a lei, pela seguinte pessoa e com o respectivo efeito:

A) expropriado –devolutivo B) expropriado –suspensivo C) expropriante –suspensivo D) expropriante –devolutivo

E) expropriado –devolutivo/suspensivo

37. O prazo, em dias, para oferecimento da contestação na ação popular, computada a sua prorrogação, é de:

A) 40 B) 30 C) 20 D) 15 E) 10

38. Não impede a execução da sentença, a interposição do seguinte recurso:

A) apelação B) ordinário C) extraordinário D) embargo infringente E) agravo de instrumento

39. Considere a hipótese de o Presidente da Comissão de Licitação de uma autarquia municipal, em ato arbitrário, excluir uma das licitantes do processo seletivo sem qualquer embasamento legal.

Diante da impetração de mandado de segurança pela licitante excluída, o pólo passivo do “writ” será constituído de:

A) Município respectivo

B) Autarquia e Município respectivos C) Presidente da Comissão de Licitação

D) Presidente da autarquia e Município respectivo

E) Presidente da Comissão de Licitação, Presidente da autarquia e Município respectivo

40. Se o autor da ação popular desistir dela, o juiz da causa deverá publicar edital e adotar a seguinte conduta no prazo máximo dos 90 dias subseqüentes:

A) arquivar o processo

B) executar o autor por litigância de má-fé C) extinguir o processo sem julgamento de mérito

D) remeter o processo, em grau recursal, à instância superior E) admitir a outro cidadão interessado o prosseguimento da ação

(5)

MANHÃ

GABARITO A

(6)

MANHÃ GABARITO A

Fundação Universitária de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão

www.fjpf.org.br REALIZAÇÃO:

Imagem

Referências

temas relacionados :