O Apostolado da Oração tem a missão de manter acesa a chama da oração na vida da Igreja

Download (0)

Full text

(1)

Sede Misericordiosos como o Pai

JUBILEU DA MISERICORDIA

08/12/2015 - 20/11/16

Agenda Arquidiocesana AO

Reunião Festiva com as Coordenações AO-MEJ

Confraternização

Dia: 28 de Novembro - 14hs

Local: Auditório da Catedral

Coordenação Arquidiocesana Apostolado da Oração

Diretor Espiritual: Pe. C. Clóvis de Melo Cavalheiro, SJ Fone: (48) 3251-1526 E-mail: clovis.cavalheiro@gmail.com

Casal Coordenador: Tânia R. Zimermann Meurer e Pedro Paulo Meurer Jr. Fone: (048) 3245 2208 - 9912 5870 Tim - 8402 8358 - OI -

E-mails: taniarzmeurer@hotmail.com - a.o.florianopolis@bol.com.br

Nossa Fan Page no facebook: www.facebook.com/aoarquifloripa Acompanhe-nos em nosso blog:

http://www.arquifln.org.br/sites/apostoladodaoracao/

“O Apostolado da Oração tem a missão de manter acesa

a chama da oração na vida da Igreja”

Apostolado da Oração e MEJ da Arquidiocese de Florianópolis

recebeu a visita do Diretor Nacional, Padre Eliomar Ribeiro SJ.

O que caracteriza, define ser do Apostolado da Oração é

alguém que oferece o dia. Faz a revisão do dia, do coração.

E reza nas Intenções do Papa

.

Os Atos de Misericórdia

As obras de misericórdia citados no Evangelho são principalmente sete corporais e sete espirituais. As corporais são as seguintes:

1 – Dar de comer a quem tem fome; 2 – Dar de beber a quem tem sede; 3 – Vestir os nus;

4 – Acolher os peregrinos; 5 – Dar assistência aos enfermos; 6 –visitar os presos;

7 – Enterrar os mortos.

As obras de misericórdia espirituais são: 1 – Dar bons conselhos;

2 – Ensinar os ignorantes; 3 – Corrigir os que erram; 4 – Consolar os aflitos; 5 – Perdoar as ofensas;

6 - Suportar com paciência as fraquezas do próximo; 7 – Rogar a Deus pelos vivos e defuntos.

As obras de misericórdia são as ações caritativas pelas quais socorremos o próximo nas suas necessidades corporais e espirituais. (CIC 2447).

(2)

O QUE SIGNIFICA

REZAR PELAS INTENÇÕES DO PAPA?

O Santo Padre confia mensalmente

ao Apostolado da Oração as suas intenções (Universal e pela Evangelização), para que reze por elas e as difunda em todo o mundo, junto dos cristãos, mas também de todos os homens e mulheres, mesmo de outras tradições religiosas, que tenham as mesmas preocupações em relação aos grandes desafios da humanidade.

Rezar pelas intenções do Papa é, recordar na própria oração e na celebração dos sacramentos as grandes preocupações do Papa em relação à Igreja e ao Mundo.

Rezar pelas intenções do Papa é uma profunda experiência de Deus, de Igreja e de com a realidade:

– A oração pelas intenções do Papa faz-se no contexto da Oração de Oferecimento, em que aquele que reza, pela manhã, oferece o seu dia por essa intenção. Aquilo que irá acontecer, os momentos bons e menos bons, os sucessos e os limites, alegrias e tristezas ganham um sentido diferente e profundo. Oferece-se a vida, tal como ela é, para que a graça de Deus, nos modos que apenas Ele conhece, chegue às pessoas por quem se reza nessa intenção.

Oferecendo uma dificuldade ou um sofrimento, a própria vida, de modo surpreendente, pode tornar-se numa bênção para alguém.

Por meio de cantos e um instante de palmas fortes, desejam boas-vindas ao nosso diretor nacional. Na celebração da Eucaristia, o nosso Diretor Nacional Pe. Eliomar Ribeiro, SJ referiu que o verdadeiro apostolado é a oração, mas, além do nome Apostolado da Oração, importa o compromisso, frisando que a oração é a fortaleza do Cristão, seja na dimensão pessoal, seja no âmbito da comunidade.

É grande a responsabilidade dos membros do Apostolado da Oração. Está no coração destes a originalidade da vida cristã: mergulhar em Deus para tornar a vida mais humana, na Igreja, em uma união sempre crescente com o Santo Padre e com as suas intenções, sendo fiel ao espírito fundador desse Movimento, a Igreja poderá renovar-se.

Estimados irmãos, a importância

da oração, como dimensão do apostolado, foi evidenciada na Missa da Peregrinação Arquidiocesana do Apostolado da Oração (AO), no Santuário Santa Paulina, no dia 27 de setembro.

Apesar das condições climáticas adversas naquele dia, pouco a pouco chegavam as caravanas de diferentes localidades, todos com muita alegria em suas faces.

Em cada gesto, havia o sentimento de gratidão em estar ali, naquele momento inesquecível, com grande manifestação de amor ao Coração de Jesus.

Os estandartes dos vários Centros do AO, em tons de vermelho, deram um colorido diferente a uma manhã cinzenta.

02

– Rezar pelas intenções que o Papa confia à sua Rede Mundial de Oração faz com que aquele que reza se sinta parte de uma grande família, de todas as línguas, culturas e lugares. Faz-se a experiência da comunhão de oração, na união com o Papa. Esta oração realiza uma verdadeira vivência da universalidade da Igreja e da força da oração.

Rezar, participar na Eucaristia, fazer um momento de oração em comum pelas intenções do Papa não é um ato individual nem de um pequeno grupo, é um gesto de comunhão.

– A oração não pode ser separada da vida, e os temas das intenções dizem respeito aos dramas e desafios do nosso mundo e da missão da Igreja.

Por isso, cada intenção constitui um apelo a sensibilidade por determinada questão social, política, de solidariedade, de compromisso eclesial.

Cada mês é oferecido uma oportunidade para traduzir no concreto da vida a intenção pela qual se reza, nas possibilidades e circunstâncias de cada um.

Fonte:

Documento da Recriação do AO

(3)

O Papa Francisco em sua exortação Apostólica “A alegria do

Evangelho” Propôs o diálogo social

como contribuição para a paz.

O diálogo deve ser ensinado e cultivado, desde a infância, na família, na escola, na Igreja. Para refletir, podemos nos perguntar o que mais dificulta o diálogo na família, na comunidade e na sociedade? (Ver o diálogo de Jesus com a Samaritana Jo. 4).

Pela Evangelização:

Pastores da Igreja

Para que os pastores da Igreja, com profundo amor ao seu rebanho, acompanhem o seu caminho e animem a sua esperança.

Somos motivados a intensificar nossas orações pelos sacerdotes. É taréfa importante do Apostolado da Oração, colocar diariamente nossos sacerdotes no Coração de Jesus para que Seu Amor inflame seus corações, torne-os sedentos de santidade.

Rezemos, louvemos e bendigamos por nossos pastores. Peçamos a graça da parceverança, da sabedoria, da prudencia para cada um deles.

Jesus manso e humilde de coração. Fazei nosso coração semelhante ao Vosso.

Tania R. Zimermann Meurer Coordenadora Arq. AO.

Além disso, o nosso diretor ressaltou: “a oração necessita de momentos e de espaços reservados. O oferecimento do dia, rezado com todo o fervor, como vós o fazeis, reforça na vida a dimensão espiritual e, por isso, mais conforme a Cristo. Quando se oferece o dia, experimenta-se uma vida doada e despojada e, como tal, mais em consonância com Jesus Cristo”.

Toda a coordenação da arquidiocese do AO agradece pela participação na vivência de momentos inesquecíveis,

os quais nos fortalecem na nossa fé lembrando-nos de que vivemos para sermos mensageiros do amor. Que Ele possa fazer de nós autênticos servidores da paz e da alegria, levando a todos, sobretudo aos mais necessitados, o conforto e a esperança.

Louvado seja o nosso Senhor Jesus Cristo!

Pe. Clóvis de Melo Cavalheiro, SJ

03

Deus, nosso Pai, eu te ofereço todo o dia de hoje. Minhas orações e obras, meus pensamentos e palavras, minhas alegrias e sofrimentos, em reparação de nossas ofensas, em união com o Coração de teu Filho Jesus, que continua a oferecer-se a Ti, na Eucaristia, pela salvação do

mundo. Que o Espírito Santo que guiou a

Jesus seja meu guia e meu amparo neste dia, para que eu possa ser

testemunha do teu amor.

. Com Maria, Mãe de Jesus e da Igreja, rezo especialmente pelas intenções do Santo Padre para este mês: Para Que nos abramos ao encontro pessoal e ao dialogo com todos, também com aqueles que pensam de modo diferente do nosso. E que os pastores da Igreja, com profundo amor ao seu rebanho, acompanhem o seu caminho e animem a sua esperança.

Pai Nosso... Ave Maria... Glória ao Pai...

.

Intenções do Papa

Intenção Universal:

Diálogo com todos

Para que nos abramos ao encontro pessoal e ao diálogo com todos, também com aqueles que pensam de modo diferente do nosso.

(4)

Nos dias 26 e 27 de setembro, o Apostolado da Oração e MEJ da Arquidiocese, teve a alegria de receber a visita do Diretor Nacional do Movimento, Padre Eliomar Ribeiro SJ.

A programação iniciou no sábado, dia 26 às 14h, na Catedral de Florianópolis. Com participação de 160 coordenadores. Foi um renovar para nossos centros do AO e MEJ.

Pe. Eliomar abordou em sua palestra que o Apostolado da Oração está crescendo.

Em varias paróquias do Brasil estão surgindo novos grupos.

O Apostolado da Oração tem a missão de manter acesa a chama da oração na vida da Igreja.

O Apostolado da Oração é sustentado por um tripé.

04

O primeiro tripé que define nosso Apostolado é o oferecimento

diário.

O segundo Tripé, Por causa da Espiritualidade Inaciana é a revisão

do dia. Antes de deitar, fazer a

revisão do coração. Perguntar para Deus se hoje viveu o dia como o Senhor queria.

Precisamos fazer esta revisão para ser melhor no dia seguinte.

O terceiro tripé: as intenções do

Papa. O Papa colocou suas intenções

no nosso oferecimento diário que rezamos todos os dias.

Resumindo disse: o que caracteriza, define ser do Apostolado da Oração é alguém que oferece o dia.

Faz a revisão do dia, do coração. E reza nas Intenções do Papa.

A devoção ao Coração de Jesus é

a devoção à pessoa de Jesus. É assumir em nós as atitudes de

Jesus, ter os sentimentos de Cristo.

. Da recriação do AO, apresentou um itinerário de fé que nos inspira a ser cada vez mais disponíveis à missão de Jesus, que chamamos de Caminho do Coração. Que se apresentam como uma escola do coração. Através de suas nove etapas, este itinerário conduz-nos à identificação com o pensar, o querer e os projetos de jesus:

1- No princípio está o amor 2 - O Coração humano, inquieto e

necessitado

3- Num mundo sem coração 4- O Pai envia o Seu Filho para

salvar

5- Chama-nos Seus amigos 6- Habitados por Cristo 7- Damos a vida com Ele 8- Uma missão de compaixão 9- Uma rede mundial de oração e

serviço atenta às necessidades da humanidade.

Com alegria nos despedimos cantando:

"Ôôô glória Jesus é bom, Ôôô glória Jesus é bom. Ele entrou na minha vida e mudou meu coração, ôôô glória Jesus é bom."

Refletiremos a cada mês uma das 9 etapas Boa leitura, boa oração, e bom

apostolado!

Tania R. Zimermann Meurer Coordenadora Arq. AO.

05

No Domingo, dia 27, com muita alegria, mais de 3.500 integrantes do AO e MEJ, marcaram presença no Santuário Santa Paulina.

Iniciou com Adoração ao Santíssimo, conduzida pelo Pe. Nelson Tachini, SCJ. Capelão do Santuário.

Seguindo com a Celebração Eucarística as 10h, presidida pelo Pe. Eliomar. Procissão de entrada com as 105 bandeiras e estandartes trazidos pelos representantes dos centros do AO. Após a Missa, na palestra, Pe. Eliomar chamou os jovens do MEJ da paróquia Santa Cruz, de Barreiros. O coordenador Sr. Valdir Coelho, e seu grupo apresentaram sua caminhada de como atuam na paróquia. Pe Eliomar mencionou que o MEJ é o braço jovem, a raiz jovem

do Apostolado da Oração. .

O MEJ é a antiga “Cruzada Eucarística”. Que completou em junho 100 anos.

O MEJ tem a mesma espiritualidade do AO. O mesmo tripé na missão. Viver levando na família, na escola, no trabalho o testemunho da Missão,

Eucaristia e Evangelho.

Manter acesa a chama da oração. Amar e servir num caminho do coração.

(5)

Nos dias 26 e 27 de setembro, o Apostolado da Oração e MEJ da Arquidiocese, teve a alegria de receber a visita do Diretor Nacional do Movimento, Padre Eliomar Ribeiro SJ.

A programação iniciou no sábado, dia 26 às 14h, na Catedral de Florianópolis. Com participação de 160 coordenadores. Foi um renovar para nossos centros do AO e MEJ.

Pe. Eliomar abordou em sua palestra que o Apostolado da Oração está crescendo.

Em varias paróquias do Brasil estão surgindo novos grupos.

O Apostolado da Oração tem a missão de manter acesa a chama da oração na vida da Igreja.

O Apostolado da Oração é sustentado por um tripé.

04

O primeiro tripé que define nosso Apostolado é o oferecimento

diário.

O segundo Tripé, Por causa da Espiritualidade Inaciana é a revisão

do dia. Antes de deitar, fazer a

revisão do coração. Perguntar para Deus se hoje viveu o dia como o Senhor queria.

Precisamos fazer esta revisão para ser melhor no dia seguinte.

O terceiro tripé: as intenções do

Papa. O Papa colocou suas intenções

no nosso oferecimento diário que rezamos todos os dias.

Resumindo disse: o que caracteriza, define ser do Apostolado da Oração é alguém que oferece o dia.

Faz a revisão do dia, do coração. E reza nas Intenções do Papa.

A devoção ao Coração de Jesus é

a devoção à pessoa de Jesus. É assumir em nós as atitudes de

Jesus, ter os sentimentos de Cristo.

. Da recriação do AO, apresentou um itinerário de fé que nos inspira a ser cada vez mais disponíveis à missão de Jesus, que chamamos de Caminho do Coração. Que se apresentam como uma escola do coração. Através de suas nove etapas, este itinerário conduz-nos à identificação com o pensar, o querer e os projetos de jesus:

1- No princípio está o amor 2 - O Coração humano, inquieto e

necessitado

3- Num mundo sem coração 4- O Pai envia o Seu Filho para

salvar

5- Chama-nos Seus amigos 6- Habitados por Cristo 7- Damos a vida com Ele 8- Uma missão de compaixão 9- Uma rede mundial de oração e

serviço atenta às necessidades da humanidade.

Com alegria nos despedimos cantando:

"Ôôô glória Jesus é bom, Ôôô glória Jesus é bom. Ele entrou na minha vida e mudou meu coração, ôôô glória Jesus é bom."

Refletiremos a cada mês uma das 9 etapas Boa leitura, boa oração, e bom

apostolado!

Tania R. Zimermann Meurer Coordenadora Arq. AO.

05

No Domingo, dia 27, com muita alegria, mais de 3.500 integrantes do AO e MEJ, marcaram presença no Santuário Santa Paulina.

Iniciou com Adoração ao Santíssimo, conduzida pelo Pe. Nelson Tachini, SCJ. Capelão do Santuário.

Seguindo com a Celebração Eucarística as 10h, presidida pelo Pe. Eliomar. Procissão de entrada com as 105 bandeiras e estandartes trazidos pelos representantes dos centros do AO. Após a Missa, na palestra, Pe. Eliomar chamou os jovens do MEJ da paróquia Santa Cruz, de Barreiros. O coordenador Sr. Valdir Coelho, e seu grupo apresentaram sua caminhada de como atuam na paróquia. Pe Eliomar mencionou que o MEJ é o braço jovem, a raiz jovem

do Apostolado da Oração. .

O MEJ é a antiga “Cruzada Eucarística”. Que completou em junho 100 anos.

O MEJ tem a mesma espiritualidade do AO. O mesmo tripé na missão. Viver levando na família, na escola, no trabalho o testemunho da Missão,

Eucaristia e Evangelho.

Manter acesa a chama da oração. Amar e servir num caminho do coração.

(6)

O Papa Francisco em sua exortação Apostólica “A alegria do

Evangelho” Propôs o diálogo social

como contribuição para a paz.

O diálogo deve ser ensinado e cultivado, desde a infância, na família, na escola, na Igreja. Para refletir, podemos nos perguntar o que mais dificulta o diálogo na família, na comunidade e na sociedade? (Ver o diálogo de Jesus com a Samaritana Jo. 4).

Pela Evangelização:

Pastores da Igreja

Para que os pastores da Igreja, com profundo amor ao seu rebanho, acompanhem o seu caminho e animem a sua esperança.

Somos motivados a intensificar nossas orações pelos sacerdotes. É taréfa importante do Apostolado da Oração, colocar diariamente nossos sacerdotes no Coração de Jesus para que Seu Amor inflame seus corações, torne-os sedentos de santidade.

Rezemos, louvemos e bendigamos por nossos pastores. Peçamos a graça da parceverança, da sabedoria, da prudencia para cada um deles.

Jesus manso e humilde de coração. Fazei nosso coração semelhante ao Vosso.

Tania R. Zimermann Meurer Coordenadora Arq. AO.

Além disso, o nosso diretor ressaltou: “a oração necessita de momentos e de espaços reservados. O oferecimento do dia, rezado com todo o fervor, como vós o fazeis, reforça na vida a dimensão espiritual e, por isso, mais conforme a Cristo. Quando se oferece o dia, experimenta-se uma vida doada e despojada e, como tal, mais em consonância com Jesus Cristo”.

Toda a coordenação da arquidiocese do AO agradece pela participação na vivência de momentos inesquecíveis,

os quais nos fortalecem na nossa fé lembrando-nos de que vivemos para sermos mensageiros do amor. Que Ele possa fazer de nós autênticos servidores da paz e da alegria, levando a todos, sobretudo aos mais necessitados, o conforto e a esperança.

Louvado seja o nosso Senhor Jesus Cristo!

Pe. Clóvis de Melo Cavalheiro, SJ

03

Deus, nosso Pai, eu te ofereço todo o dia de hoje. Minhas orações e obras, meus pensamentos e palavras, minhas alegrias e sofrimentos, em reparação de nossas ofensas, em união com o Coração de teu Filho Jesus, que continua a oferecer-se a Ti, na Eucaristia, pela salvação do

mundo. Que o Espírito Santo que guiou a

Jesus seja meu guia e meu amparo neste dia, para que eu possa ser

testemunha do teu amor.

. Com Maria, Mãe de Jesus e da Igreja, rezo especialmente pelas intenções do Santo Padre para este mês: Para Que nos abramos ao encontro pessoal e ao dialogo com todos, também com aqueles que pensam de modo diferente do nosso. E que os pastores da Igreja, com profundo amor ao seu rebanho, acompanhem o seu caminho e animem a sua esperança.

Pai Nosso... Ave Maria... Glória ao Pai...

.

Intenções do Papa

Intenção Universal:

Diálogo com todos

Para que nos abramos ao encontro pessoal e ao diálogo com todos, também com aqueles que pensam de modo diferente do nosso.

(7)

O QUE SIGNIFICA

REZAR PELAS INTENÇÕES DO PAPA?

O Santo Padre confia mensalmente

ao Apostolado da Oração as suas intenções (Universal e pela Evangelização), para que reze por elas e as difunda em todo o mundo, junto dos cristãos, mas também de todos os homens e mulheres, mesmo de outras tradições religiosas, que tenham as mesmas preocupações em relação aos grandes desafios da humanidade.

Rezar pelas intenções do Papa é, recordar na própria oração e na celebração dos sacramentos as grandes preocupações do Papa em relação à Igreja e ao Mundo.

Rezar pelas intenções do Papa é uma profunda experiência de Deus, de Igreja e de com a realidade:

– A oração pelas intenções do Papa faz-se no contexto da Oração de Oferecimento, em que aquele que reza, pela manhã, oferece o seu dia por essa intenção. Aquilo que irá acontecer, os momentos bons e menos bons, os sucessos e os limites, alegrias e tristezas ganham um sentido diferente e profundo. Oferece-se a vida, tal como ela é, para que a graça de Deus, nos modos que apenas Ele conhece, chegue às pessoas por quem se reza nessa intenção.

Oferecendo uma dificuldade ou um sofrimento, a própria vida, de modo surpreendente, pode tornar-se numa bênção para alguém.

Por meio de cantos e um instante de palmas fortes, desejam boas-vindas ao nosso diretor nacional. Na celebração da Eucaristia, o nosso Diretor Nacional Pe. Eliomar Ribeiro, SJ referiu que o verdadeiro apostolado é a oração, mas, além do nome Apostolado da Oração, importa o compromisso, frisando que a oração é a fortaleza do Cristão, seja na dimensão pessoal, seja no âmbito da comunidade.

É grande a responsabilidade dos membros do Apostolado da Oração. Está no coração destes a originalidade da vida cristã: mergulhar em Deus para tornar a vida mais humana, na Igreja, em uma união sempre crescente com o Santo Padre e com as suas intenções, sendo fiel ao espírito fundador desse Movimento, a Igreja poderá renovar-se.

Estimados irmãos, a importância

da oração, como dimensão do apostolado, foi evidenciada na Missa da Peregrinação Arquidiocesana do Apostolado da Oração (AO), no Santuário Santa Paulina, no dia 27 de setembro.

Apesar das condições climáticas adversas naquele dia, pouco a pouco chegavam as caravanas de diferentes localidades, todos com muita alegria em suas faces.

Em cada gesto, havia o sentimento de gratidão em estar ali, naquele momento inesquecível, com grande manifestação de amor ao Coração de Jesus.

Os estandartes dos vários Centros do AO, em tons de vermelho, deram um colorido diferente a uma manhã cinzenta.

02

– Rezar pelas intenções que o Papa confia à sua Rede Mundial de Oração faz com que aquele que reza se sinta parte de uma grande família, de todas as línguas, culturas e lugares. Faz-se a experiência da comunhão de oração, na união com o Papa. Esta oração realiza uma verdadeira vivência da universalidade da Igreja e da força da oração.

Rezar, participar na Eucaristia, fazer um momento de oração em comum pelas intenções do Papa não é um ato individual nem de um pequeno grupo, é um gesto de comunhão.

– A oração não pode ser separada da vida, e os temas das intenções dizem respeito aos dramas e desafios do nosso mundo e da missão da Igreja.

Por isso, cada intenção constitui um apelo a sensibilidade por determinada questão social, política, de solidariedade, de compromisso eclesial.

Cada mês é oferecido uma oportunidade para traduzir no concreto da vida a intenção pela qual se reza, nas possibilidades e circunstâncias de cada um.

Fonte:

Documento da Recriação do AO

(8)

Sede Misericordiosos como o Pai

JUBILEU DA MISERICORDIA

08/12/2015 - 20/11/16

Agenda Arquidiocesana AO

Reunião Festiva com as Coordenações AO-MEJ

Confraternização

Dia: 28 de Novembro - 14hs

Local: Auditório da Catedral

Coordenação Arquidiocesana Apostolado da Oração

Diretor Espiritual: Pe. C. Clóvis de Melo Cavalheiro, SJ Fone: (48) 3251-1526 E-mail: clovis.cavalheiro@gmail.com

Casal Coordenador: Tânia R. Zimermann Meurer e Pedro Paulo Meurer Jr. Fone: (048) 3245 2208 - 9912 5870 Tim - 8402 8358 - OI -

E-mails: taniarzmeurer@hotmail.com - a.o.florianopolis@bol.com.br

Nossa Fan Page no facebook: www.facebook.com/aoarquifloripa Acompanhe-nos em nosso blog:

http://www.arquifln.org.br/sites/apostoladodaoracao/

“O Apostolado da Oração tem a missão de manter acesa

a chama da oração na vida da Igreja”

Apostolado da Oração e MEJ da Arquidiocese de Florianópolis

recebeu a visita do Diretor Nacional, Padre Eliomar Ribeiro SJ.

O que caracteriza, define ser do Apostolado da Oração é

alguém que oferece o dia. Faz a revisão do dia, do coração.

E reza nas Intenções do Papa

.

Os Atos de Misericórdia

As obras de misericórdia citados no Evangelho são principalmente sete corporais e sete espirituais. As corporais são as seguintes:

1 – Dar de comer a quem tem fome; 2 – Dar de beber a quem tem sede; 3 – Vestir os nus;

4 – Acolher os peregrinos; 5 – Dar assistência aos enfermos; 6 –visitar os presos;

7 – Enterrar os mortos.

As obras de misericórdia espirituais são: 1 – Dar bons conselhos;

2 – Ensinar os ignorantes; 3 – Corrigir os que erram; 4 – Consolar os aflitos; 5 – Perdoar as ofensas;

6 - Suportar com paciência as fraquezas do próximo; 7 – Rogar a Deus pelos vivos e defuntos.

As obras de misericórdia são as ações caritativas pelas quais socorremos o próximo nas suas necessidades corporais e espirituais. (CIC 2447).

Figure

Updating...

References

Related subjects :