a:.ai p,«.:q2!?j2íl zona na ^ r TÍTULO:

Texto

(1)

s í

a: .ai p,«.:Q2!?J2íl

z o n a na ^ £ r £

TÍTULO:

TERMO DE REFERÊNCIA PARA ELABORAÇÃO DOS ESTUDOS DE CONCEPÇÃO DO SISTEMA DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO DO MUNICÍPIO DE MAR DE ESPANHA - DISTRITO DE SAUDADE.

'•-*'- . ' . ; • • . . . . : . • • Rua Professar Carlos de Assis, 199

Wila Rpiroin . Rní-mi . MR H

Bua Manoel Vtllar, 155 - Democrata

.lnÍ7rii> Fnra-Mfi f ?

Ai/, ficniió Júnior, 25 Bairro Medicina

(2)

«àgnggquisa

'^^^ engenharia química, sar.itária cainbiems!

z o n a da mata

INTRODUÇÃO:

O estudo da concepção consiste no levantamento de dados para elaboração de um conjunto de estudos e conclusões referentes ao estabelecimento de todas as diretrizes, parâmetros e definições necessárias e suficientes para a caracterização completa do sistema de coleta e tratamento do esgoto sanitário e para uma futura elaboração do projeto com levantamento preliminar dos custos.

Todos os estudos deverão ser elaborados observando-se as normas técnicas e ambientais e o enquadramento para o lançamento dos esgotos no Rio Cágado.

A partir destes estudos serão concebidos os projetos do sistema de coleta e tratamento de esgoto sanitário para o município de Mar de Espanha - Distrito de Saudade promovendo assim a melhoria das condições de saneamento da população e de proteção e preservação ambiental.

• ,. •

• f

JUSTIFICATIVA: . • -

O município não dispõe de nenhum sistema para tratamento de seus esgotos sanitários, que apesar de coletados em sua grande maioria, têm como receptores os cursos d'água locais, afluente do Rio Cágado.

Os recursos pleiteados deverão ser aplicados na elaboração de estudos de concepção de projetos com a finalidade de tratar todo o esgoto coletado no município e com isso reduzir o lançamento de elevadas cargas orgânicas poluidoras ao longo do Rio Cágado, melhorando a qualidade das águas da bacia do Rio Paraíba do Sul,

O município está inserido na "Planilha de Estimativa de Custos Totais para os Sistemas de Esgotamento Sanitário" sub-bacia 3 - bacia do rio Paraibuna mineiro, do Caderno de Ações do CEIVAP.

B e t i m

Juiz de For

Rua Professor Carlos de Assis, 199

Uila Rnrrain , fíotin, . Mfi H11 l RUÍ ÍK77

Rua Manoel Víllor, 155 - Democrata

.liiÍ7rf« Fnra.MR (37*

Av. Rennó Júnior, 25 Bairro Medicina Iraiuhá . Mfi /«l -ífi91_«nfi

(3)

enfitíiharia química. sERÍtirra c ainbisntsl

z o na da mata

META:

Os recursos ora obtidos serão aplicados nos estudos de concepção do sistema de esgotamento sanitário para que os projetos posteriormente elaborados venham atender às necessidades de esgotamento sanitário da localidade de acordo com suas particularidades, atendendo a 100% da mancha urbana observando-se e respeitando- se todas as normas sanitárias e ambientais aplicáveis.

Pretende-se, com a concepção deste projeto de sistema de coleta e tratamento de esgoto sanitário atender as condições de saneamento básico de todo o município, buscando soluções criativas, tecnicamente viáveis, com a utilização de tecnologias adequadas à realidade local a custos compatíveis com a capacidade de pagamento, e suficientes para que seja adequadamente operada e mantida a infra-estrutura de saneamento básico a ser disponibilizada para a comunidade

OBJETIVO GERAL:

O presente Termo de Referência tem como objetivo a obtenção de Recursos Financeiros junto ao Comité para Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul - CEIVAP para os estudos de concepção do sistema de Esgotamento Sanitário do Distrito de Saudade - Município de Mar de Espanha.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

Os estudos de concepção do sistema de Esgotamento Sanitário para o Distrito de Saudade, município de Mar de Espanha deverão:

- promover o saneamento com a substituição de parte das redes coletoras, implantação de coletores tronco, interceptores, estações elevatórias (EE) e estações de tratamento (ETE), em unidades de tratamento de menor consumo de energia e

Hua Professor Carlos de Assis, 193

1/i'ln Hnrrnrn . Rot i m . MR fí11 35Q4 ift77

Rua Manoel Villar, 155 - Democrata

.Itiií Hfl Frira - MK Í371 3713-7

Av. Retino Júnior, 25 Bairro Medicina

Itaiuhâ . MR ÍWl

(4)

isa

•?ngr:n!i;jria qiiimie.i. sanitária c- ambienta!

z o n a da mata

menor mecanização, de acordo com a necessidades locais e em conformidade com as normas técnicas;

- verificar as possibilidades de aproveitamento das instalações existentes e em operação.

PUBLICO ALVO:

Os estudos do sistema de esgoto sanitário deste termo de referência, deverão abranger toda a área urbanizada e mais as zonas de expansão, de modo que facilitem a sua ocupação pelas populações previstas para o período de alcance do projeto, com as condições de saneamento necessárias.

Pretende-se com a concepção do sistema de esgotos sanitários do município, atender a população do Distrito de Saudade, município de Mar de Espanha.

r - - ... .HISTÓRICO:

O município de Mar de Espanha situado no mesorregião da zona da mata mineira e microrregião de Juiz de Fora, teve como primitivos habitantes os índios Puris, aborígenes de cultura rudimentar, nómades, coletores(não conheciam a agricultura nem domesticavam animais).As primeiras penetrações nesta região data de 1784. Com o declínio do período da mineração inicia-se o desbravamento da Zona da Mata, em busca de terás férteis, quando houve o desenvolvimento da cultura do café o grande responsável pelo crescimento da região. Com o objetivo de atender ás necessidades dos viajantes que iam para são João Nepomuceno - freguesia de São Manuel e dos Rios Peixe e Rio Pomba - ou vindos da Corte, surgiu uma rancharia na região da rua Nova , que se transformou no núcleo do desenvolvimento urbano de Mar de Espanha.

Roa Professor Carlos de Assis, 199

Uil=i Rtini-nm - ííníiin . Mlfi CÍ1 > WUl 4fi77

Rua Manoel Villar, 155 - Democrata .f»Í7 ri» Fnra „ lUIR tl?\7

Av. Rcnnó Júnior, 25 Bairro Medicina

(5)

t-ngínharis química, sanitária c aniuicnts!

zona da mata

CENÁRIO ATUAL:

O distrito de Saudade, pertencente ao município de mar de Espanha possui 90 famílias instaladas em seu povoado sendo um "bloco" de moradias na parte mais alta

com aproximadamente 20 moradias e o restante na parte mais baixa.

A parte mais alta é de relevo bastante acidentado, enquanto a parte baixa apresenta curvas de nível mais suave.

As atividades geradoras de renda são agricultura e pecuária, não existindo projetos sociais funcionando dentro do distrito.

O abastecimento de água é de responsabilidade do município. A captação é realizada através de poço raso - cisterna, na parte mais baixa do distrito, dentro do povoado, sendo bombeada para reservatório na parte mais alta de onde é distribuída para todas as moradias.

Com relação a coleta dos resíduos sólidos urbanos, a população é atendida com coleta e encaminhamento à UTC na sede do municípo de Mar de Espanha.

O distrito possui várias micro-bacias de drenagem com diversos córregos cortando as ruas do distrito, inclusive com duas vertentes distintas todas se encaminhando para contribuição no Rio Cágado .

Quanto ao esgotamento sanitário, o distrito não dispõe nenhum tipo de infra estrutura instalada, sendo necessário todo o planejamento de rede coletora e tratamento. Devido às duas vertentes existentes, imaginamos contemplar no final das redes coletoras, interceptores para a parte mais alta e dois sistemas de tratamento independentes - um para a parte alta e outro para o restante do povoado - parte baixa, sendo este segundo estudado para sua locação bem no final ( à jusante ) do povoado.

Em todos os trechos das micro-bacias de drenagem dentro do distrito, observa-se lançamentos das moradias individualizadas, diretamente nos corpos hídricos.

RESULTADOS ESPERADOS:

Tratamento dos esgotamentos sanitários gerados neste distrito;

8 r í~rnr

Hua Professor Carlos de Assis, 199

Vila Rnfroin . Retim . MR mi VÍO& ilfi-/7

Rua Manoel Villar, 155 - Democrata

.Iiii? Hn Fnra . M» Í33Í 3719-3041

Av, Rennó Júnior, 25 Bairro Medicina

Itaiuhá.MR

(6)

gnggqmsa

engenharia química, sjnirána c ambienta!

z o n a da rn a f a

Melhoria dos padrões de saúde pública da população atendida;

Melhoria na qualidade das águas dos ribeirões e córregos que cortam os município, em particular do Rio Cágado, através de futuras instalações de interceptadores, elevatórias e sistemas de tratamento dos esgotos;

Melhoria da qualidade das águas da bacia do rio Paraíba do Sul.

PRODUTOS A SEREM APRESENTADOS:

Para a elaboração dos estudos de concepção do sistema de esgotamento sanitário, o município dependerá de empresa a ser contratada através de licitação, e que deverá elaborar e apresentar os seguintes produtos:

• Memorial descritivo , • - . • .

• - • ' . . , - 1 . _

• Estudo de alternativa locacional - -• .

• Levantamento topográfico simplificado

• Licenciamento ambiental

• Dados necessários para a elaboração do projeto executivo.

• Estudo da Concepção das alternativas adotadas

• Projeto executivo

Memorial Descritivo:

O memorial descritivo deverá fornecer os dados para a elaboração do futuro projeto e as atividades que deverão ser executadas para o planejamento da implantação do projeto.

• Dados dos recursos hídricos da região que pode influir no sistema e por este ser influenciada.

• Características físicas da região em estudo:

- relevo do solo:

Rua Professor Carlos de Assis, 199 Rua Manoel Villar, 155 - Democrata Av. Retino Júnior, 25 Bairro Medicina

Ifila Rpnroin . Rntim . Mf! mt 1*ittZ áfi77 .li»? rfo Fora - MH f32l !Í?13.3(U3 ftaiiihi . M R («l 1fi71_jli;nfi

(7)

«nganharía química, sanitária c ambienta!

z o na da mata

- Identificação dos acidentes principais e das alterações previstas;

- influências na concepção do sistema;

Informações meteorológicas:

- séries históricas de temperaturas,ventos, insolação.evaporação e chuvas;

Informações geológicas

- natureza e camadas constituintes do subsolo, níveis de lençol freático, mapas geológicos, relatórios de sondagem e de ensaios do solo e informações locais;

Informações fluviométricas

- séries históricas dos cursos d'água da região, suas vazões de estiage, e informações locais sobre o níveis de enchentes;

Corpos receptores existentes e prováveis

- informações fundamentadas para avaliação dos efeitos de esgoto sanitário;

- sua classificação, na secção de lançamento dos esgotos tratados, segundo legislação vigente;

Dados demográficos disponíveis e sua distribuição espacial;

Energia elétrica:

;

, ;;'

;

, •,> ••

- disponibilidade e confiabilidade; - -• .. _. ';

- características do sistema de distribuição existente;

- tensão, potência, frequência;

- evolução nos últimos anos das ligações de economias segundo as classes residencial, comercial, industrial e pública;

- custo da tarifa de consumo e demanda , e eventuais descontos;

Relatório da situação das redes e de seu cadastro;

A delimitação da área de planejamento, bem como de suas bacias contribuintes deve obedecer às condições naturais do terreno desconsiderando a divisão político-administrativa.

A estimativa das populações e sua distribuição espacial deve ser feita com base em dados censitários e informações locais e regionais.

Para início de plano, devem ser determinadas as densidades populacionais das zonas de ocupação homogéneas, segundo as classes residencial, comercial, industrial e pública.

Rua Professor Carlos de Assis, 199

l/ila Rnr-rnin . Rníim . MC It1\A 4R77

; _ : _ .-....-..•. ._

Flua Manoel Villar, 155 • Democrata .Ini7 ria Fnra-WIR

Av. Retino Júnior, 25 Bairro Medicina

(8)

t-níi<?nhori£ química, sanitária e ambiental

z o n a d a ma f a

• Para fim de plano o procedimento compreende:

a) Análise dos diversos usos do solo urbano e definição de sua vocação;

b) Análise dos planos de desenvolvimento e urbanização e seus efeitos sobre a distribuição espacial da população;

c) Estimativa das densidades populacionais para cada zona de ocupação homogénea, compatível com a avaliação do crescimento global para área de planejamento.

• Para avaliação das vazões pode ser utilizada a sua correlação com as áreas edificadas.

• Para início de plano, as áreas edificadas das zonas de ocupação homogénea podem ser determinadas por amostragem.

• Para fim de plano deve ser considerada a saturação urbanística, incluídas as zonas de expansão.

• Estudos de projetos de sistemas de abastecimento de água, de esgoto sanitário e de esgoto pluvial;

• Outros dados importantes à elaboração doá

!

futuròs projetos, levantados neste estudo de concepção.

Estudo de alternativa locacional:

O estudo locacional deverá fornecer os dados que possibilitem a nortear a escolha do melhor local e as atividades que deverão ser executadas para a futura implantação do projeto.

• Verificação da possibilidade de aproveitamento das instalações existentes.

• Verificar área que atenda às condições necessárias e as normas técnicas existentes, indicando uma área principal e uma que substitua caso haja impedimento de alocaçáo de uso da principal

• Outros importantes à elaboração dos futuros projetos, levantados neste estudo de concepção.

8

Rua Professor Carlos de Assis, 193 Wifa ílof-roin . Rot! m . MH (11 \ 4K77

Rua Manoel Villar, 155 * Democrata .iiiií rio Fura . MR (371

Av. Hemió Júnior, 25 Bairro Medicina fuinha. IUIR /

(9)

Rghilta:

ngenharía qíiir.iici, sanearia c ambienta!

z o na da m a r a Levantamento topográfico:

O levantamento topográfico é o instrumento que permite a visualização em planta das áreas selecionadas para implantação da futura ETE ou das outras estruturas que farão parte do projeto. Este levantamento deverá definir os limites e a localização das áreas.

• Plantas topográficas confiáveis em escalas compatíveis com a precisão requerida para o estudo e visualização das diferentes concepções.

• Outros dados necessários à elaboração dos projetos

• O levantamento topográfico deverá ser executado simultaneamente com cadastro das unidades contribuintes do sistema existente e seu respectivo nivelamento, inclusive cotas de soleiras e rede e deverá considerar todas as interferências encontradas, quando couber para este estudo de concepção.

• Serão exigidas Sondagens tipo SPT e ensaios de permeabilidade do solo, na área onde for se implantar projeto, após o estudo locacional. As áreas deverão ser avaliadas conforme as restrições legais, os condicionantes ambientais e os condicionantes tecnológicos, de acordo com a legislação vigente, caso haja necessidade desses dados para a concepção do projeto a ser concebido.

Licenciamento Ambiental Prévio

• Apresentação de todos Relatórios Ambientais necessários ao Licenciamento, com as respectivas RT's;

• Enquadramento do município segundo porte e potência! poluidor, embasando-se nas normas ambientais vigentes;

• Outorga emitida pelo IGAM ou pela ANA, quando necessários;

• Manifestação do IEF;

• Todos os outros documentos requeridos para o processo de licenciamento.

Estudo da concepção das alternativas adotadas:

• Fixação preliminar das características do esgoto;

Htia Professor Carias de Assis, 199 Rua Manoel Vtlfar, 155 - Democrata Av, Retino Júnior, 25 Bairro Medicina

Wiln ÍWrnm . Rotliw . Ml? HH WHi Ífi77 JiM7 rio Fnr.-i - Mfi ÍWI 3715-7Q41 Itainh» , M R H

(10)

engsnharia química, sanítãr/a e ambienta!

zona c/a mata

Avaliação e caracterização das cargas poluidoras atuais e futuras em função da tendência de ocupação do solo;

Verificação da necessidade de tratamento prévio do esgoto industrial antes do lançamento à rede coletora.;

Estabelecimento das concepções sanitariamente comparáveis para encaminhamento do esgoto da região em estudo aos corpos receptores.

Determinação das condições sanitárias dos corpos receptores, tanto para a região de lançamento, como até onde este possa influir nas suas características, considerando as disposições legais existentes quanto à classe do corpo receptor, seus padrões de qualidade e os lançamentos.

Avaliação do impacto ambiental relativo a cada concepção, quando julgado conveniente.

Avaliação ano a ano das vazões a considerar no estudo das concepções;

verificação do regime de lançamento do esgoto industrial e de contribuições singulares. r

1

^-*-*--——-«,,,. ..^.

Descrição da concepção básica, Jocalízándo ^eus; componentes em piantas topográficas. Apresentação de concepção básica numa única planta em escala conveniente.

Estabelecimento das concepções sanitariamente desejáveis para destinação do lodo gerado nos processos de tratamento e justificativas das alternativas adotadas.

Dados a serem fornecidos para a concepção do Projeto executivo:

Pré - dimensionamento dos componentes das concepções.

Fixação dos critérios para estimativa dos valores de investimento. Podem ser usadas funções de custo de instalações análogas às em estudo, desde que citada a fonte elaboradora destas funções e demonstrada a sua validade. Nos orçamentos devem ser citadas as fontes dos custos unitários.

Fixação dos critérios para estimativa de custos de operação, manutenção e reparação e de custos de energia eiétrica para as concepções.

10

Rua Professor Carlos de Assis, 199

Uila H n r r o i n - Rnrim . MR 1^11

RUH Manoel Viliar, 155 - Democrata

.Iiifr HB Fnra - MR CS71 3

Av, Remia Júnior, 25 Bairro Medicina

ttafiihá . M R f

(11)

engequisa

írtcíTihafia química, sanitária s ambientei

z o n a à a mata

• Estimativa de valores de investimento e de despesas de exploração de cada uma das concepções em estudo.

• Apresentação de plantas e detalhes gráficos elucidativos em escala apropriada, que se fizerem necessários;

• ART dos projetos;

• Outros dados importantes à elaboração dos futuros projetos, levantados neste estudo de concepção.

Todos os produtos deverão estar de acordo com as Normas Técnicas Brasileiras.

ESTIMATIVAS DE ORÇAMENTOS:

Para prover os recursos necessários a execução deste projeto, foi estimado um orçamento, de acordo com a realidade do município, onde então será contratada empresa prestadora destes serviços, através de licitação, para a realização dos trabalhos.

A supervisão dos trabalhos deverá ficar à cargo da AMPAR e/ou de um representante da prefeitura do município.

COMPOSIÇÃO DE PREÇO - Sistema de Esgotamento Sanitário - Mar de Espanha/Distrito Saudade

Pessoal / Serviços Desenhista Cadista Projetista Civil Projetista Elétrico Sondagens

Topógrafo

Unidade

h h h m

h

Quantidade

120 130 60 50

100

Preço Unitário

R$

8,67 R$

43,19 R$

43,19 R$

53,85 R$

18,63

Preço Total R$ 1.040,40 R$ 5.614,70 R$ 2.591,40 R$ 2.695,50

R$ 2.049,30 11

Rua Professor Carlos de Assis, 199

l/iln Rc.r-rt.in . Rnlim . MS', Í'-Í11 1WUL dfill

Rua Manoel Villar, 155 - Democrata

.ÍHÍ7HP Fnra-MR Í1

Av. Retino Júnior, 25 Bairro Medicina

Itninliá . MH ÍIRl

(12)

«àinggquisa

^^j^ i-níVnharia química, sanitária c amb"cntal

z o n a cfa mata

Ff.:

fíubrfei)

Auxiliar de Topógrafo Ajudante de Serviço Veículo

Orçamentista

Consultoria Ambiental Editoração

h h mês

h h un

300 100 1

70 100 2

R$

4,85 R$

4,85 R$

2.500,00 R$

14,20 R$

43,19 R$

250,00

R$ 1.600,50 R$

533,50

R$ 2.500,00 R$

994,00

R$ 4.319,00 R$

500,00

TOTAL: R$ 24.438,30

CRONOGRAMA FÍSICO FINANCEIRO - Sistema de Esgotamento Sanitário - Mar de Espanha/ Distrito Saudade

1 Serviços de Topografia Levantamento

1 . 1 Topográfico 2 Projeto Executivo

2.1 Rede Coletora 2.2 Elevatórias e ETEs 2.3 Orçamento

Esp Técnica e 2.4 Cronograma

Licenciamento 3 Ambiental

MÊS 01

49,10%

3.281,50

49,10%

3.518,82 49,10%

2.345,50 49,10%

488,05 49,10%

245

r

50 49,10%

2.120,63

MÊS 02 ' 50,90%

3.401,79

50,90%

3.646.21 50,90%

2.431,49 50,90%

505,94 50,90%

254,50 50,90%

2.198,37

TOTAL 24.438,30 t

6.683,30

7.165,00 4.777,00 994,00 500,00

4.319,00

12

Rua Professor Carlos de Assis, 199

l/Na Rni-rnro . Rptitn - MC 1111 W\í flfi77

Rua Manoel Villar, 155 - Democrata Ai/. Rennó Júnior, 25 Bairro Medicina

(13)

•-s

ngcriharía química. stic.itJríJ f ambienta!

2' c n a da m a f a

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

- Apresentação de Projetos de Sistemas de Esgotamento Sanitário - Orientações Técnicas-3

a

ed - Brasília FUNASA- :Fundação Nacional de Saúde, 2004.

-ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9648 : Estudo de concepção de sistemas de esgoto sanitário.

- ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9649 : Projeto de redes coletoras de esgoto sanitário. Rio de Janeiro, 1986.

- Plano de Aplicação 2008 - Ficha de Inscrição - AMPAR - Associação dos Municípios da Micro- Região do Vale do Paraibuna

- Manual de Investimento, 2008- CEIVAP- Comité Para a (integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul

- Plano de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Paraíba do Sul - Resumo -

CEIVAP - Comité Para a lintegracão da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul..

Caderno de Ações - Bacia do Rio Paraibuna

- Manual de Saneamento. 4

a

ed. rev - Brasília: Ministério da Saúde : Fundação Nacional de Saúde, 2006.

Trabalho elaborado pela seguinte equipe técnica:

- Eng. Édina A. Reis - Eng. Civil, especialista em Engenharia Sanitária e Ambiental CREA/MG: 62843/D £^o~O^j^C^£^ OÍO^ Í&U

- Eng. Ana Maria Laque Marinho - Eng. Civil, especialista em Engenharia Sanitária e Ambientai - CREA/MG: 30629/D

- Química Magdeny M. Peçanha V. Brittes - Bei. erp Química, especialista em Gestão Ambiental de Municípios - CRQ/MG: 02100674 /Ifftlfflé

13

Rua Professor Carlos de Assis, 199

l/Ila Rarraín . Roíim . MK (711 'ÍS<M Jfi77

Rua Manoel Vílíar, 155 - Democrata .I.IÍ7 rio Fura - IUIR ll

Av. Rennó Júnior, 25 Bairro Medicina

Itaíi.h^ . MK /

Imagem

Referências

temas relacionados :