• Nenhum resultado encontrado

QUARTA 31/08/2016. SALA 12 SALA 13 (LATAM) SALA 14 SALA 17 SALA 18 09h00-09h30 Rádio. Infraestrutura NUVEM

N/A
N/A
Protected

Academic year: 2022

Share "QUARTA 31/08/2016. SALA 12 SALA 13 (LATAM) SALA 14 SALA 17 SALA 18 09h00-09h30 Rádio. Infraestrutura NUVEM"

Copied!
6
0
0

Texto

(1)

.

SET EXPO 2016 EXPO CENTER NORTE PAVILHÃO VERMELHO

29, 30, 31/ AGOSTO - 01/ SETEMBRO/ 2016 SÃO PAULO – SP – BRASIL

CREDENCIAMENTO

08h00 – 17h30: segunda-feira

08h00 – 19h30: terça, quarta e quinta-feira.

Local: hall – pavilhão vermelho - térreo

FEIRA: Inscrição gratuita

12h00 – 20h00: terça, quarta e quinta-feira.

Local: pavilhão vermelho – térreo

CONFERENCIAS

09h00 – 18h00: segunda, terça, quarta e quinta-feira.

Local: 1º andar – salas 12, 13,16, 17.

.

QUARTA – 31/08/2016

SALA 12 SALA 13 (LATAM) SALA 14 SALA 17 SALA 18

09h00 - 09h30 Rádio

MIGRAÇÃO OM X FM Mod.: Eduardo Cappia

Keynote: Roberto Franco

09h30- 11h00 Hot Session

DESAFIOS VOD & OTT Mod.: Roberto Franco 11h30 - 13h00 Rádio

INTERNET & PRODUÇÃO PARA O RADIO

Mod.: Marco Túlio

Consumo e Produção

FUTURO DA TV - PROGRAMAÇÃO.

Mod.: Fernando Gueiros

Infraestrutura NUVEM

Mod.: Luana Bravo

Produção de conteúdo.

UIT ou Leilão americano de espectro

Mod.: Ana Eliza

ACADÊMICA & CIENTIFICA (UHD)

Mod.: Almir Almas 14h00 - 15h30 Rádio

PRODUÇÃO &

INFRAESTRUTURA PARA O RADIO

Mod.: Cauê Frazon

LATAM

MERCADO DE CONSUMO PARA LATAM

Mod.:

Infraestrutura.

VIRTUALIZAÇÃO DE HARDWARE Mod.: Alexandre Sano

Produção de conteúdo.

OLIMPÍADAS

NHK RIO EXPERIENCE GLOBOSAT / GLOBO Mod.:

Produção de conteúdo.

UHD PREMIUM

Mod.: Celso Araújo 16h30 - 17h30 Rádio

80 ANOS DA RADIO NACIONAL Mod.: André Barbosa

Infraestrutura

NORMAS RNI EM SITES Mod.: Vitor

Produção de conteúdo.

ARMAZENAMENTO Mod.: Marcio Pereira

Regulatório & Normatização ACESSIBILIDADE

Mod.: Edson Moura

Produção de conteúdo.

INTERFERÊNCIA TV & 4G.

Mod.: Cristiano Akamine 12h00 - 20h00 FEIRA SET EXPO 2016 – TERREO – PAVILHÃO VERMELHO

 Aberta e gratuita aos visitantes.

.

(2)

.

QUARTA – 31/08/2016

09h00 – 09h30 QUARTA – 31/08/2016 – sala 17 – idiomas: português e inglês.

KEYNOTE: Desafios VOD & OTT

Palestrante: ROBERTO FRANCO – SBT/ SET

ROBERTO FRANCO – Fórum SBTVD/ SET/ SBT/

Graduado em engenharia elétrica com enfoque em eletrônica e telecomunicações pela Universidade Federal da Bahia e Pós-graduado em Marketing e Gestão de Empresas pelas FGV e ESPM. Responsável pelo projeto e implantação de diversas empresas de rádio e televisão no Brasil.

Foi Presidente da SET - Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão no período de 2002 até 2008 é o atual Presidente do Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital, Membro do Conselho de Comunicação Social e Diretor de Rede e Assuntos Regulatórios do SBT.

09h00 - 11h00 QUARTA – 31/08/2016 – sala 12 – idiomas: português e inglês.

Rádio:MIGRAÇÃO OM X FM

Mod.: JOSE EDUARDO MARTI CAPPIA - Diretor da Empresa EMC/ SET JOSE EDUARDO MARTI CAPPIA - Diretor da Empresa EMC/ SET

Graduação 1979 pela Universidade de Mogi das Cruzes. Engenheiro Eletricista com habilitação em: Eletrônica e Eletrotécnica. Diretor da Empresa EMC – SOLUÇÃO EM TELECOMUNICAÇÕES deste 1991 EMC – empresa distinguida para implantação de testes na UFMG – Belo Horizonte, em parceria com o Ministério das Comunicações implantando os testes de HD Radio em Cordeirópolis – SP e DRM em Belo Horizonte, com foco nas estações de baixa potência. Avaliação e defesa de tese sobre convivência de emissoras em Digitais em primeiros canais adjacentes FM.

Implantação em 2014 da estação de testes, cientifica e experimental em eFM – 84,7 MHz – Jovem Pan – São Paulo com o apoio da AESP, onde atua como líder técnico desde 2011 tendo sido renovado em sua atuação até 2016. Participação ativa para avaliação da recepção em smartphones na faixa estendida. Vice Diretor de Rádio na SET desde 2011. Autor de teses sobre eficiência espectral, com apoio de mensuração de diagramas de antenas irradiantes e seus ganhos efetivos.

09h30 – 11h00 QUARTA – 31/08/2016 – sala 17 – idiomas: português e inglês.

Desafios VOD & OTT

Mod.: ROBERTO FRANCO – SBT/ SET

ROBERTO FRANCO – Fórum SBTVD/ SET/ SBT/

Graduado em engenharia elétrica com enfoque em eletrônica e telecomunicações pela Universidade Federal da Bahia e Pós-graduado em Marketing e Gestão de Empresas pelas FGV e ESPM. Responsável pelo projeto e implantação de diversas empresas de rádio e televisão no Brasil.

Foi Presidente da SET - Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão no período de 2002 até 2008 é o atual Presidente do Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital, Membro do Conselho de Comunicação Social e Diretor de Rede e Assuntos Regulatórios do SBT.

11h30 - 13h00 QUARTA – 31/08/2016 – sala 11 – idiomas: português e inglês.

Rádio: INTERNET & PRODUÇÃO PARA O RADIO

Mod.: Marco Túlio - Diretor de Segmento de Mercado Rádio da SET

MARCO TÚLIO NASCIMENTO é Engenheiro de Telecomunicações formado em 1983 pela Universidade Federal Fluminense. Trabalhou no Sistema Globo de Rádio onde ocupou a função de Gerente Geral de Tecnologia e foi responsável pelas áreas de Engenharia, TI e Operações. Atuou como conselheiro da ABERT e da AERJ. É Diretor de Segmento de

(3)

Mercado Rádio da SET.

11h30 - 13h00 QUARTA – 31/08/2016 – sala 13 – idiomas: português e inglês.

Consumo e Produção: Futuro da TV - Programação

Mod.: Fernando Gueiros – Diretor de Produção e Eventos Especiais do Jornalismo da Globo.

FERNANDO GUEIROS – Diretor de Produção e Eventos Especiais do Jornalismo da Globo Formado originalmente em Arquitetura, é também radialista e jornalista.

Começou a trabalhar na TV aberta, há 32 anos, no setor de produção – tendo iniciado sua carreira na TV Manchete, em 1983, ano em que a emissora entrou no ar.

Na empresa do grupo Bloch, exerceu a função de editor do programa da linha de shows “Bar Academia”, do jornalístico “Manchete Documento”, tendo atuado, ainda, como diretor geral do “Programa de Domingo”.

Na Globo, trabalhou como editor de segmentos, no “Globo Repórter”, como editor executivo do “Fantástico”, e diretor de programa “Concertos Internacionais”.

Foi diretor geral da segunda edição do programa “No Limite”, em 2000.

Teve passagens pela TVA e Globosat, na função de Gerente de Programação de canais.

Nos últimos 15 anos, ocupou os cargos de Gerente de Operações do Jornalismo da TV Globo, de São Paulo e da rede – tendo participado no planejamento e realização de coberturas especiais, como: Carnaval , Olimpíadas, Copa do Mundo, “Caravana JN” (Eleições 2006), e visitas dos papas ao Brasil – Bento XVI a São Paulo (2007), e Francisco, ao Rio de Janeiro, durante a Jornada Mundial da Juventude (2013), tendo sido, responsável pela coordenação do pool de emissores brasileiras nesses dois últimos eventos.

Atualmente, é Diretor de Produção e Eventos Especiais do Jornalismo da Globo.

11h30 - 13h00 QUARTA – 31/08/2016 – sala 17 – idiomas: português e inglês.

Infraestrutura:NUVEM

Mod.: Luana Bravo- Coordenadora de Projetos do Grupo Bandeirantes/ Fórum Brasileiro de TV Digita/ SET LUANA BRAVO - Coordenadora de Projetos do Grupo Bandeirantes/ Fórum Brasileiro de TV Digita/ SET

Engenheira Eletricista com ênfase em Eletrônica pela Faculdade de Engenharia São Paulo, FESP. Pós graduada na área de TV Digital, mestranda em Telecomunicações, ambas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Trabalha no mercado de televisão desde 2006, com passagens pela TV Globo e SBT. Atualmente é Coordenadora de Projetos do Grupo Bandeirantes, membro do Grupo Técnico de Recepção (GT-Rx) do Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (GIRED), membro do Grupo de Estudo de Espectro e do comitê de TV Aberta da Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET), participante do Módulo de Mercado do Fórum Brasileiro de TV Digital.

14h00 - 15h30 QUARTA – 31/08/2016 – sala 16 – idiomas: português e inglês.

Regulatório & Normatização: UIT OU LEILÃO AMERICANO DE ESPECTRO

Mod.: ANA ELIZA FARIA E SILVA Gerente de Planejamento de Tecnologia - TV Globo

Engenheira eletricista graduada pela UNICAMP em 1995, ela é uma especialista em sistemas de transmissão terrestre digital, tendo coordenado o grupo relator do ITU sobre avaliação de sistemas de TV digital. Tem mestrado em avaliação subjetiva de qualidade de vídeo pela UNICAMP, MBA em Gestão pela Fundação Dom Cabral e MBA em Telecomunicações pelo IBMEC. É gerente do departamento de tecnologia de transmissão da TV Globo, responsável pela introdução de novas tecnologias. Atualmente coordena o Módulo Técnico do Fórum Brasileiro de TV Digital e preside a Comissão de Estudos Especiais em TV Digital da ABNT responsável pela normatização da TV Digital do Brasil.

11h30 - 13h00 QUARTA – 31/08/2016 – sala 16 – idiomas: português e inglês.

P&D: ACADÊMICA & CIENTIFICA

Mod.: Almir Almas - Professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Meios e Processos Audiovisuais da ECA/ PUC/ SET ALMIR ALMAS. Professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Meios e Processos Audiovisuais da ECA/ PUC/ SET

Doutor e Mestre em Comunicação e Semiótica, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). É Professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Meios

(4)

e Processos Audiovisuais e do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, e pesquisa Televisão Digital, interatividade, vídeo, cinema, arte eletrônica e cultura japonesa. Cineasta, Videoartista, desenvolve trabalho em cinema expandido, Vjing/live-image, videoarte, intervenções em mídias e poesia japonesa. Autor do livro "Televisão digital terrestre: sistemas, padrões e modelos", editado pela Alameda Editorial, São Paulo, (2012). Membro do Comitê Editorial da Diretoria da Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET), desde 2010.

14h00 - 15h30 QUARTA – 31/08/2016 – sala 11 – idiomas: português e inglês.

Rádio:PRODUÇÃO & INFRAESTRUTURA

Mod.: Cauê Frazon – Gerente Técnico / Operacional da RBS TV / SET CAUÊ FRAZON – Gerente Técnico / Operacional da RBS TV / SET

FORMAÇÃO ACADÊMICA: MBA em Gerenciamento de Projetos, FGV – 2012Engenharia Elétrica - Ênfase Controle e Automação – UNISINOS - 2004Técnico Eletrônica - Fundação Liberato Salzano Vieira da Cunha – 1996

ATIVIDADES PROFISSIONAIS: Gerente Técnico / Operacional – RBS Rádios (24 emissoras) desde 09/2009 Coordenador de grupo de pesquisa de produtos e soluções em televisão – RBS TV de 09/2006 até 08/2009Técnico de manutenção em áudio e vídeo – RBS TV de 03/1997 até 04/2006

14h00 - 15h30 QUARTA – 31/08/2016 – sala 12 – idiomas: português e inglês.

LATAM: MERCADO DE CONSUMO Mod.: Convidado

14h00 - 15h30 QUARTA – 31/08/2016 – sala 17 – idiomas: português e inglês.

Infraestrutura: VIRTUALIZAÇÃO DE HARDWARE

Mod.: ALEXANDRE YOSHIDA SANO – Gerente de Engenharia do SBT. Vice-diretor de Tecnologia da SET.

ALEXANDRE YOSHIDA SANO - Gerente de Engenharia do SBT. Vice-diretor de Tecnologia da SET.

Graduado em engenharia eletrônica pelo Mackenzie. Pós-graduado em Gestão Empresarial e Inovação Tecnológica pela ESPM. Pós-graduado em TV Digital pelo Mackenzie. Em 2002, iniciou as atividades no SBT e atualmente é responsável pela administração da infra-estrutura técnica de todo SBT SP. Atua também no desenvolvimento de soluções para melhoria continua das atividades, utilizando inovações de processos e de tecnologia. Participa das atividades desenvolvidas pela SET (Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão) e pelo Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre.

14h00 - 15h30 QUARTA – 31/08/2016 – sala 13 – idiomas: português e inglês.

Produção de conteúdo: OLIMPÍADAS. NHK Experience. Globosat. Globo.

Mod.: Convidado

11h30 - 13h00 QUARTA – 31/08/2016 – sala 13 – idiomas: português e inglês.

Produção de conteúdo:UHD PREMIUM

Mod.: CELSO EDUARDO ARAUJO - DIRETOR DE CINEMA DIGITAL DA SET.

CELSO EDUARDO ARAUJO - DIRETOR DE CINEMA DIGITAL DA SET.

Ingressou na TV Globo em 1973 como Técnico de Manutenção da Central Globo de Engenharia, no Rio de Janeiro. Onde esteve cerca de 12 anos em Manutenção, período em que teve a oportunidade de desenvolvimento em alguns setores, tais como câmeras, lentes, vídeo-tape, áudio, switchers, roteadores, e até mesmo na gestão de Sistemas e Equipes, bem como a gestão das Operações de Produção e também em Eventos Esportivos, Concertos e Shows.

Desde os 80 está envolvido com a adequação e exigências para a produção de dramas para a TV com aquisição em filme 35 mm, com os fabricantes de emulsão, laboratórios de processamento além das empresas das casas de finalização e transferência.

(5)

A partir de 1998 inicia o estudo e desenvolvimento da HDTV para aplicação na área de produção de drama na TV e no Cinema Digital.

Líder do projeto e integração do canal a cabo e satélite SHOPTIME na migração para o digital.

Desde 2003 até a presente data na pesquisa e desenvolvimento do processo de captura de vídeo HD e seus impactos para as áreas de Cenografias, Figurino, Caracterização e Maquiagem, Iluminação e Pós-Produção.

Implantação do processo de captura e pós-produção do Vídeo HD no formato LOGARITMICO com câmeras de grandes sensores, Séries “CAPITU” e “MAYSA”, Filme “OS NORMAIS II”.

Associado fundador da Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão, SET, e desde 2005 como Diretor de Cinema Digital.

Graduado na CEFET de Campos em Mecânica de Máquinas e Engenharia Operacional Eletrônica da Universidade Santa Úrsula, MBA em Gestão de Empresas do IAG PUC-Rio

16h30 - 17h30 QUARTA – 31/08/2016 – sala 12 – idiomas: português e inglês.

Rádio: 80 ANOS DA RADIO NACIONAL

Mod.: André Barbosa- Chefe de Assessoria da Diretoria da Presidência da EBC/ SET

ANDRÉ BARBOSA FILHO - Chefe de Assessoria da Diretoria da Presidência/ EBC. Pesquisador em Ciências da Comunicação, especialmente em mídias digitais.

Estratégias para desenvolvimento de políticas públicas na área de comunicação digital. Especializações em TV Digital, Rádio Digital, estruturas de redes de radiodifusão, gestão de políticas pública. Atualmente exerce a função de Chefe de Assessoria da Diretoria da Presidência da Empresa Brasil de Comunicação- EBC onde coordena o projeto de TV Pública Digital Interativa, chamado Brasil 4D.

16h30 - 17h30 QUARTA – 31/08/2016 – sala 12 – idiomas: português e inglês.

Infraestrutura: NORMAS RNI EM SITES

Mod.: VITOR CHAVES DE OLIVEIRA - Professor, Consultor, Pesquisador e Engenheiro- SET / UNISAL / COACH IT VITOR CHAVES DE OLIVEIRA - Professor, Consultor, Pesquisador e Engenheiro- SET / UNISAL / COACH IT

Doutorando em Engenharia Elétrica (Mackenzie), Mestre em Engenharia Elétrica (PUCC), Especialista (MBA) em Engenharia Eletrotécnica e Sistemas de Potência (UNISAL), formado em Ciência da Computação (UNISAL) e técnico em Informática (SENAI). Professor Universitário atuando nas áreas de Eng. Elétrica e Computação no Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL); Editor de Revistas para a Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET); Consultor em Infraestrutura TI/ERP/Telecom na Coach IT Consultoria. É autor de livro na área de computação em nuvem e já publicou dezenas de artigos em periódicos científicos e em conferências nacionais e internacionais. Seus interesses de pesquisa estão concentrados em Telecomunicações: Redes IP, Transmissões Rádio (TV Digital), Teoria Eletromagnética, Algoritmos de Controle, Modelagem Matemática de Sistemas, Virtualização e Eficiência Energética.

QUARTA – 31/08/2016 – sala 12 – idiomas: português e inglês.

Palestrante: PAULO EDUARDO DOS REIS CARDOSO - - Especialista em Regulação - ANATEL PAULO EDUARDO DOS REIS CARDOSO - Especialista em Regulação - ANATEL

Possui Graduação e Mestrado em Engenharia Elétrica pela FEEC-Unicamp. Atualmente é Doutorando no LCV-DECOM-FEEC-Unicamp, pesquisando TV Digital. Está licenciado do cargo de Especialista em Regulação da Anatel, onde trabalha com o Licenciamento das estações de Radiodifusão. Anteriormente, atuou na Fiscalização Técnica em entidades de Radiodifusão. Foi responsável pelo Regulamento Técnico para Emissoras de Radiodifusão Sonora em Frequência Modulada e pela análise de processos de viabilidade técnica para inclusão ou alteração no PBFM. Atuou como Pesquisador de Telecomunicações no CPqD.

16h30 - 17h30 QUARTA – 31/08/2016 – sala 17 – idiomas: português e inglês.

Produção de conteúdo: ARMAZENAMENTO

Mod.: MARCIO PINTO PEREIRA - DIRETOR DE EVENTOS - SET MARCIO PINTO PEREIRA - DIRETOR DE EVENTOS - SET

Mestre em Ciências pela COPPE-UFRJ, Engenheiro Eletrônico pela UFRJ com especialização em Gestão Empresarial pelo IAG/PUC-RJ, trabalhando para as Organizações Globo

(6)

desde 1992 com passagens pelas emissoras do Rio de Janeiro, São Paulo, Uberlândia e Cabo Frio.

DIRETOR DE EVENTOS da SET. Atuação profissional nas áreas de manutenção e operações de jornalismo, produção, exibição, transmissão, expansão e na gestão de projetos de engenharia e tecnologia de TV para o Canal Futura - Fundação Roberto Marinho.

16h30 - 17h30 QUARTA – 31/08/2016 – sala 16 – idiomas: português e inglês.

Regulatório & Normatização:ACESSIBILIDADE

Mod.: EDSON MOURA DE SOUZA é gerente do Departamento de Tecnologia da TV Globo de São Paulo e da Diretoria da SET.

EDSON MOURA DE SOUZA é gerente do Departamento de Tecnologia da TV Globo de São Paulo e da Diretoria da SET.

Na TV Globo é responsável pelos setores de suporte, projetos e desenvolvimento tecnológico. Além das atividades que desenvolve na SET, o executivo é coordenador da comissão de estudos da revisão da norma ABNT NBR 15.290, que trata da acessibilidade em comunicação na televisão, e atua como membro do módulo técnico do Fórum SBTVD para o desenvolvimento das normas do padrão brasileiro de TV Digital.

16h30 - 17h30 QUARTA – 31/08/2016 – sala 13 – idiomas: português e inglês.

Regulatório & Normatização:INTERFERÊNCIAS TV & 4G.

Mod.: Cristiano Akamine - Pesquisador do Laboratório de TV digital e Professor no curso de Engenharia Elétrica e do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e de Computação da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Cristiano Akamine - Pesquisador do Laboratório de TV digital e Professor no curso de Engenharia Elétrica e do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e de Computação da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Possui graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (1999), mestrado e doutorado em Engenharia Elétrica pela Universidade Estadual de Campinas (2004/2011). É pesquisador do Laboratório de TV digital da Universidade Presbiteriana Mackenzie desde 1998, realizou estágio no NHK Science and Technology Research Laboratories (STRL), possui várias patentes e diversos artigos publicados. É professor no curso de Engenharia Elétrica e do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e de Computação (PPGEEC) da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Tem experiência na área de Engenharia Elétrica, com ênfase em TV digital, comunicação digital, codificação de canal, sistemas embarcados, lógica reconfigurável e rádio definido por software. Atualmente é Professor Especialista Visitante na Faculdade de Tecnologia da Unicamp e participante do programa de Pós-Graduação da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC) da Unicamp.

12h00 - 20h00 QUARTA – 31/08/2016 – TERREO – idiomas: português e inglês.

FEIRA SET EXPO 2016 Aberta e gratuita aos visitantes.

.

Referências

Documentos relacionados

Comércio por grosso e a retalho; reparação de veículos automóveis e motociclos Caldas da Rainha GUARDADO & MARTINS, LDA Indústrias transformadoras Soure ICNAS - PRODUÇÃO

Em Portugal, esta religião está pouco disseminada devido ao facto de Portugal estar localizado muito longe do sítio onde O Budismo teve origem (Índia) e se

Limpieza despalme y nivelacion del terreno donde se desplantara la edificacion, quitando del lugar basura, hierbas, y todo lo que pueda obstaculizar la construccion del

DELGADO, Mauricio Godinho. Curso de Direito do Trabalho.. CLT que, sob o aparentemente generoso manto tutelar, produziam efeito claramente discriminatório com relação à

Depois disso inicia-se o processo de cálculos e seleção dos elementos de projeto tais como área superficial da estrutura, composição do meio filtrante, vegetação, zona

Indeed, the traditional tribe-level taxa used in poeciliine systematics do not closely match the results of modern phylogenetic investigations (Rodriguez, 1997; Costa, 1998;

Em contrapartida, o que, via de regra, se vê nas varas de família, jurisdição onde as ações que instauram a curatela são propostas, muitas das pessoas não

indicado pelo Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Estado de Santa Catarina,

XI – ter autonomia para definir produção, programação e distribuição de conteúdo no sistema público de radiodifusão, em consonância com o seu Conselho

Nesse contexto, foi possível pensar que não devemos ignorar as diferenças existentes entre uns e outros como seres em si diante de um determinado viés ou contexto social aos quais

Bromelioideae com espécies terrestres e epífi tas, ovário ínfero e fruto baga era considerada mais derivada, assim como Tillandsioideae, a maior das subfamílias, incluindo

Telecomunicações da Rede Globo, membro da Delegação do Brasil no ITU-R (SG 6, CPM, JTG 4-5-6-7), membro do Grupo Técnico de Recepção (GT-Rx) do Grupo de Implantação do Processo

características genéticas que são necessárias para a compatibilidade entre o doador e o paciente. • Os dados pessoais e os resultados dos testes são armazenados em um

As salas de recursos multifuncionais são espaços da escola onde se realiza o atendimento educacional especializado para alunos com necessidades educacionais especiais, por meio

Por isso, devemos supor que o entendimento incompleto deve, no mínimo, ter limites, já que essa nossa concepção da nossa própria capacidade de avaliar

 A distribuição das empresas por Superintendências Regionais de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – SUPRAM, aponta para uma concentração preponderante na

 Para a realização desta lâmina, com uma pipeta pingar uma gota de cada cultura em lâminas, colocar a lamínula em um ângulo de 45°, deixá-la cair e pressionar com

humanos; condução de pesquisa envolvendo seres humanos; reconhecimento de autoria; propriedade intelectual; relação empresa/indústria- universidade; o processo de

Capacitar equipes multidisciplinares para aplicação do protocolo de avaliação de risco, do manejo clínico, dos fluxos e definição de atividades para cada uma das

CRES MUNICÍPIO INSTITUIÇÃO PROFISSIONAL CAPACITADO 10ª LIMOEIRO DO NORTE HOSP.. BENEFICIENTE SÃO CAMILO

Quem necessita de transplante de medula óssea são pacientes com produção anormal de células sanguíneas, geralmente causada por algum tipo de câncer no sangue, como, por

Sala 201 - GRIN (Núcleo de Estudos em Gestão de Riscos e Infraestrutura) Sala 202 - Laboratório de Engenharia Elétrica. Sala 203 - Laboratório de Engenharia Elétrica.. Agrícola)