VENHA FAZER PARTE DA NOSSA EQUIPE! Deixe seu currículo em uma de nossas lojas ou pelo

Texto

(1)

Teófilo Otoni,

terça-feira, 6 abril de 2.021 Diretor Responsável:

Wilmar Souza e Silva

(33) 98851-0806

Edição nº

3.825

CNPJ: 17.709.734/0001-47

www.diariotribuna.com.br

|

tribunadomucuri@gmail.com

|

facebook.com/diariotribuna

Estamos contratando PCD VENHA FAZER PARTE

DA NOSSA EQUIPE!

(Pessoas com deficiência)

Deixe seu currículo em uma de nossas lojas ou pelo e-mail: assistenterh@farmaciaindiana.com.br

Lentidão da vacina em

Minas Gerais é abordada

em Plenário

Página 5

Polícia Militar prende

homem com drogas no

Bairro Manoel Pimenta

Teófilo Otoni - Durante

operação da Polícia Militar no Bairro Manoel Pimenta, na sexta-feira (02/04), os militares depararam com um homem em atitude sus-peita que, ao avistar a viatu-ra, mudou repentinamente de direção, acelerando o passo. Pela atitude suspeita, os militares determina-ram que ele parasse para averiguações. Página 6

Instituto Cultural In-Cena

firma parceria com a

Prefeitura de Padre Paraíso

Na quarta-feira (31/03), a Prefeitura de Padre Paraíso e o Instituto Cultural In-Cena, de Teófilo Otoni, assinaram um termo de colaboração entre ambos, para valorização da cultura local. O diretor do Instituto Cultural In-Cena e do Grupo In-cena de Teatro, André Luiz Dias, destaca que a parceria vai desenvolver a cultura da cidade... Página 2

Polícia Militar Rodoviária

apresenta balanço da

Operação Semana Santa

A Polícia Militar Rodoviária apresenta o balanço do feriado prolongado “Se-mana Santa”, que ocorreu entre os dias 28 de março a 04 de abril de 2021. Apesar da previsão de pouco movimento nas rodovias em relação aos anos anteriores, foi empregado todo o efetivo, incluindo os policiais do serviço administrativo. Página 2

FIEMG mobiliza

empresários para a compra

de capacete que reduz

em 60% a necessidade de

internação em leitos de UTI

A Federação das In-dústrias de Minas Gerais (FIEMG) segue na linha de frente de combate à pande-mia e está mobilizando empresários, por meio de uma campanha on-line, para arrecadar fundos para a compra de capacetes Elmos, que serão disponi-bilizados para a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. Página 4

Aos prefeitos, Pacheco diz que

falta de coordenação retardou

o enfrentamento da Covid-19

Brasília - O presidente

do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (Demo-cratas-MG), avaliou, na quinta-feira (1º/04), que a falta de coordenação para o enfrentamento da pande-mia da Covid-19 impediu que o país respondesse a essa crise de saúde de for-ma eficaz e célere. Página 3

(2)

2

Terça-feira, 6 de abril de 2021DIÁRIO TRIBUNA

Cidade

Polícia Militar Rodoviária

apresenta balanço da

Operação Semana Santa

A Polícia Militar Rodo-viária apresenta o balanço do feriado prolongado “Semana Santa”, que ocorreu entre os dias 28 de março a 04 de abril de 2021. Apesar da previsão de pouco movimento nas rodovias em relação aos anos anteriores, foi empregado todo o efetivo, incluindo os policiais do serviço admi-nistrativo. O objetivo pri-mordial foi manter a ordem pública, por meio de ações pautadas no afastamento de criminosos, na prevenção de acidentes e apoio aos órgãos públicos e privados caso houvesse necessidade.

“O Governo do Estado de Minas Gerais instituiu a “Onda Roxa’. Os prefeitos vem adequando a cada mu-nicípio a uma realidade para combater a pandemia, e fe-lizmente a população atendeu as orientações das autoridades sanitárias e não viajou em peso para as praias utilizando as rodovias da nossa região”, disse o comandante do 1º Pe-lotão da 15ª Cia PM Rodoviá-ria, tenente Reinaldo Martins. Ele informa que a Polí-cia Militar Rodoviária reali-zou um trabalho antecipado junto aos órgãos de imprensa e mídias sociais, sugerindo à população que evitasse via-gens. Desta forma, todos pu-deram contribuir com o siste-ma de saúde nesse momento difícil, pois temos ciência que reduzindo o fluxo de veículos nas rodovias no feriadão, teríamos melhores condições de evitarmos acidentes de trânsito e consequentemente a quantidade de vítimas e pessoas nos hospitais.

Acidentes com vítimas - Durante as operações foram registrados 03 acidentes com vítimas, todos sem relação com as poucas famílias que estavam aproveitando es-pecificamente o feriado. O primeiro fato ocorreu na

MG-409, ocasião em que o motorista de uma caminho-nete cochilou, desceu uma ribanceira e capotou, ferindo o passageiro. Segundo aciden-te na MGC-418, na famosa “Curva do Padre”, uma car-reta transportando papel, tom-bou e o motorista teve lesões leves. No último acidente o motorista (inabilitado) de um Fiat Uno tentou realizar uma ultrapassagem na MGC-418, Nanuque, perdeu o controle, atingiu o VW Gol, ambos capotaram e os ocupantes do Fiat Uno sofreram lesões.

Veículos adulterados - “Destacamos positivamente a recuperação de 03 veículos com sinais de adulteração e as prisões dos condutores/ proprietários, as prisões de 02 indivíduos foragidos da justiça, além das autuações por embriaguez, prisões por crimes diversos e o mais importante, a segurança ob-jetiva e subob-jetiva que foi pro-porcionada à coletividade”, disse o tenente Reinaldo.

Prisões - Negativamente ele cita 03 prisões de motoris-tas embriagados na região de Teófilo Otoni. O primeiro de-les conduzia o veículo no pe-rímetro urbano da MGC-418 e ao ser abordado fugiu, foi localizado e preso pela guarni-ção policial. No segundo caso um motorista transitando em zig-zag pela MG-217, estrada de Poté, foi abordado, cons-tatada a embriaguez e ele foi preso. Por último um motorista na contramão de direção na MGC-418, perímetro urbano de Teófilo Otoni, foi abordado dirigindo embriagado e preso.

O tenente Reinaldo alerta, que em relação a embriaguez ao volante as medidas administrativas e penais são severas. O mo-torista é preso e apresenta-do à autoridade de polícia judiciária, é submetido ao

pagamento de fiança, tem a CNH recolhida e passa por um processo de suspensão do documento, é atuado na infração gravíssima multi-plicada por dez (totalizan-do quase R$ 3.000,00), e posteriormente responde pelo crime perante à justiça, inclusive pode ter uma série de gastos com um defensor. “A Polícia Militar Rodovi-ária não tem a pretensão de prender as pessoas, recolher documentos ou autua-los. Nosso foco é a prevenção, com ações/operações ob-jetivando manter a ordem pública, a segurança viária”.

O comandante relembra, que a sociedade vivencia uma pandemia e muitas famílias passam por problemas di-versos, dentre eles o finan-ceiro. As medidas aplicadas aos condutores embriagados tendem a potencializá-los, uma vez que os custos para sanar a questão podem ser consideravelmente incom-patíveis com a condição de vida momentânea daquela pessoa. Temos ainda a possi-bilidade do envolvimento dos motoristas embriagados em acidentes graves, matando ou ferindo pessoas, fatos que, nesse momento de pan-demia, podem comprometer as instituições de saúde.

“Novamente a Polícia Militar Rodoviária agradece à população pelo apoio e confian-ça durante o trabalho conjunto no feriado “Semana Santa” e nossas ações preventivas em prol da coletividade continua-rão diariamente. Renovamos o convite à sociedade na ma-nutenção dessa parceria que tem sido bastante positiva na produção de segurança pública. (Informações/Fotos: Tenente Reinaldo Martins, comandan-te do 1º Pelotão/ 15ª Cia PM Rv). Polícia Militar Rodo-viária: “Os anjos da guarda dos caminhos de Minas”.

Instituto Cultural In-Cena

firma parceria com a

Prefeitura de Padre Paraíso

Na quarta-feira (31/03), a Prefeitura Mu-nicipal de Padre Paraíso e o Instituto Cultural In--Cena, de Teófilo Otoni, assinaram um termo de colaboração entre am-bos, para valorização da cultura local. O dire-tor do Instituto Cultural In-Cena e também do Grupo In-cena de Te-atro, André Luiz Dias, destaca que a parceria vai desenvolver a cultu-ra da cidade, atcultu-ravés de atividades formativas, educativas e de incentivo ao setor. Um Projeto de Lei, que já passou pela Câmara Municipal e foi aprovado por una-nimidade, fundamentou a iniciativa. De acordo com a secretária da pasta de cultura, Geane Matos, o planejamento já está sendo feito e começa a ser executado ainda neste mês de Abril.

O Instituto Cultural In-Cena está rompendo estradas, voando alto, re-presentando com muito profissionalismo o Vale do Mucuri, agora che-gando também no Vale do Jequitinhonha em parceria com a Prefeitura de Padre Paraíso. Para André Dias, essa parce-ria possibilita avanços imensos nas regiões dos vales do Mucuri e Jequi-tinhonha. “Ao longo dos 15 anos do In-Cena que serão comemorados em 2022, sempre tivemos como diretriz ampliar essa produção e fruição cultural na região. Já existe um trabalho con-solidado na cidade sede do Instituto In-Cena em Teófilo Otoni, e nas ci-dades de Santa Helena de Minas e Pavão, onde trabalhos são desenvol-vidos. Chegar a Padre Paraíso é ampliar de forma geográfica esses trabalhos. Dar continui-dade e possibilitar co-nexões, gerar empregos diretos e indiretos, além de fomentar artistica-mente a cidade”, disse.

Sobre mais esse avanço no Instituto, An-dré ressalta que sempre acreditou em parcerias, que gosta de trabalhar em rede. “Acho

neces-sário fortalecimento do setor, quando esse está preparado tecnicamente e humanamente falando”. Disse que aprende muito em trabalhos e parcerias, formação e consulto-rias com SEBRAE e UFVJM. “Esse mo-mento de avanço para a equipe do In-Cena em um momento que atra-vessamos um retrocesso no mercado de trabalho, emprego e renda, social e tantos outros devido à Covid-19, se dá por conta de uma base só-lida de trabalho e plane-jamento sistematizado”.

André destaca que os parceiros são funda-mentais para que isso aconteça. E também os gestores locais com sen-sibilidade e conhece-dores da técnica e im-portância em fazer um bom trabalho na gestão, ampliando suas parcerias e potencializando suas equipes com aqueles que conhecem da realidade local e do fazer técnico e artístico. “São essas parcerias que nos

per-mite avançar e colocar nossas cidades e região nos mapas da cultura, oferecer arte, formação e entretenimento, edu-cação e transformação por meio do trabalho artístico”, pontuou.

No quadro quantita-tivo e qualitaquantita-tivo de Mi-nas Gerais, Teófilo Otoni ficou atrás apenas da cidade de Juiz de Fora, nas aprovações de proje-tos na Lei Aldir Blanc no Estado. Belo Horizonte em primeiro lugar, Juiz de Fora em segundo. "O coletivo dos artistas lo-cais articulados pelo Ins-tituto Cultural In-Cena aprovou uma quantidade significativa de projetos na Aldir Blanc do Estado de Minas Gerais. Fora outros projetos locais e regionais assessorados durante as inscrições. Trabalho de rede, di-vulgação, assessoria e comprometimento com o desenvolvimento local”. André frisa a importância e o significado para nossa região esse mapa quanti-tativo e qualiquanti-tativo.

Diretor do Instituto Cultural In-Cena, André Luiz Dias

comemora a parceria firmada com a prefeitura

de Padre Paraíso A secretária Municipal de Cultura, Geane Matos, e o diretor do Instituto Cultural In-Cena e também do

Grupo In-cena de Teatro, André Luiz Dias

Gestora em Padre Paraíso, Geane Matos; diretor financeiro

e diretor geral do Instituto Cultural In-Cena, Florisvaldo

(3)

3

Terça-feira, 6 de abril de 2021DIÁRIO TRIBUNA

Gerais

Aos prefeitos, Rodrigo

Pacheco diz que falta de

coordenação retardou o

enfrentamento da Covid-19

DER-MG faz manutenção em quatro rodovias

estaduais dos vales do Jequitinhonha e Mucuri

Brasília - O

presiden-te do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (Demo-cratas-MG), avaliou, na quinta-feira (1º/04), que a falta de coordenação para o enfrentamento da pandemia da Covid-19 impediu que o país res-pondesse a essa crise de saúde de forma eficaz e célere. O senador minei-ro participou de reunião virtual com a diretoria da Frente Nacional de Pre-feitos (FNP), idealizado-ra do Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar).

“Não há nada pior, num momento como esse, do que a desarticulação, a falta de coordenação. E o Brasil revelou, infeliz-mente, a partir dessa falta de coordenação, algo que nós não podíamos ter feito. Desde o início, era preci-so ter coordenado todos os entes federados para podermos enfrentar da melhor forma possível essa pandemia. Esse consórcio é uma demonstração de unificação dos municípios brasileiros, algo a ser se-guido”, ressaltou Pacheco. O presidente do Se-nado explicou ainda aos municipalistas os trabalhos que estão sendo feitos no Comitê de Coordenação Nacional para Enfrenta-mento da Pandemia da Covid-19. Além de Pa-checo, que é interlocutor dos governadores, o grupo conta com a participação do presidente Jair Bol-sonaro, do presidente da Câmara dos Deputados,

Arthur Lira, do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e de representantes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Con-selho Nacional do Minis-tério Público (CNMP).

Diante da estimativa apresentada pelo Execu-tivo, dentro da qual as contratações de doses de imunizantes seriam sufi-cientes para atender toda a população brasileira, Pa-checo disse ter solicitado ao Ministério da Saúde um cronograma mais crível de imunização no país, uma vez que essa é a principal forma de minimizar a pro-liferação do vírus. “Temos que reconhecer que o Brasil atrasou esse processo, atra-sou esse cronograma e esta-mos correndo atrás do tempo nesse momento”, frisou.

Estados e municípios

- O senador mineiro reco-nheceu o esforço da FNP por liderar iniciativa que segue uma premissa que, na avaliação dele, deve ser prioridade: a unificação de ideias e de ações para o enfrentamento à doença. O Conectar é o primei-ro consórcio público de cidades brasileiras que

surgiu como alternativa para a compra de medica-mentos, insumos e vaci-nas contra o coronavírus, num cenário em que a demanda não é atendida a contento pelo governo federal. Cerca de 2.600 municípios se manifesta-ram favoráveis ao projeto. Interlocutor dos go-vernadores no Comitê de Coordenação Nacional para Enfrentamento da Pandemia da Covid-19, Pacheco avaliou ainda que é louvável a ideia de incluir representan-tes dos prefeitos e dos governadores no grupo de trabalho. “A intenção não é subtrair a respon-sabilidade ou assumir a responsabilidade exclu-siva pelo enfrentamento. É apenas uma organiza-ção de ideias para que o presidente da República faça uma coordenação geral, para que ele tenha conhecimento das ações do Legislativo, para que nós tenhamos conhecimento das ações do Executivo, e o diálogo muito franco com os demais segmentos e, so-bretudo, com governado-res e prefeitos”, explicou.

FIEMG promove diálogo

entre governos

A FIEMG promo-veu, no dia 1º de abril, reunião conjunta com o governo de Minas e Prefeitura de Belo Hori-zonte para debate de me-didas de enfrentamento à Covid-19. Participaram do encontro, Jackson Machado Pinto, secre-tário municipal de Saúde de Belo Horizonte, e Fábio Baccheretti, secre-tário de Estado de Saúde de Minas Gerais, e suas respectivas equipes.

"Nosso objetivo, como setor privado, é alinhar e promover o diálogo entre as secre-tarias, para que possa-mos, juntos, encontrar as melhores soluções para a crise que estamos vivendo", afirmou Flávio Roscoe, presidente da FIEMG, na abertura da reunião, lembrando que a indústria sempre esteve ao lado do setor público no enfrentamento da pan-demia causada pelo novo coronavírus. "Mas preci-samos estreitar o relacio-namento cada vez mais e

integrar as ações", ressaltou o líder empresarial.

Baccheretti ressaltou a parceria da FIEMG com o Estado. "Sempre rece-bemos o apoio da Fede-ração e foi por meio dela que conseguimos ampliar a rede de leitos de terapia intensiva, além de outras ações, como a doação de respiradores e, mais recen-temente, do empréstimo dos cilindros", afirmou o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais. O secretário municipal de Saúde de Belo Horizonte reforçou que o encontro foi uma oportunidade úni-ca de diálogo. "Somente por meio do esforço com-binado de todos os atores

públicos conseguiremos derrotar um poderoso e invisível inimigo que está tirando tantas vi-das: o coronavírus".

Roscoe aproveitou a oportunidade e anunciou para os presentes a com-pra de 500 capacetes El-mos, que podem reduzir em até 60% a necessidade de internação em leitos de UTI. O equipamento de respiração assistida foi desenvolvido com tec-nologia 100% nacional, com o apoio do SENAI Ceará, e a FIEMG os comprou por meio da mobilização dos empre-sários mineiros. (FIEMG - Federação das Indús-trias de Minas Gerais).

Secretários de Saúde do estado de Minas Gerais e de

Belo Horizonte se reúnem na FIEMG

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) concluiu os serviços de manutenção e conservação em quatro rodovias estaduais nas regiões dos vales Jequi-tinhonha e Mucuri. As melhorias, finalizadas entre fevereiro e março, se con-centraram na MG-105, na MG-406, na MG-205 e na LMG-682, em trechos sob responsabilidade da 21ª Unidade Regional do DER--MG de Jequitinhonha.

Foram executados

ser-viços de patrolamento, en-cascalhamento de pontos críticos e controle de erosão, além de limpeza de bueiros, roçadas, execução de remen-dos profunremen-dos em trechos pavimentados e instalação de nova sinalização horizontal.

O trecho de 36,6 qui-lômetros de extensão, entre Rio do Prado e Rubim, foi um dos contemplados na MG-406. O segmento, mes-mo sendo em revestimento primário, é muito utilizado para escoar a produção agrí-cola dos municípios na área de influência da rodovia

estadual, sentido BR-367.

Pontos críticos - Na

MG-105, em trecho tam-bém não pavimentado, foram executados patrola-mento e encascalhamen-to de ponencascalhamen-tos críticos nos 13,6 quilômetros da ro-dovia que ligam Joaíma à Fronteira dos Vales. Na mesma estrada, em outro ponto pavimentado com 25 quilômetros, entre o trevo do município de Jequitinhonha até Joaíma, a sinalização horizontal foi revitalizada. O trecho é uma das alternativas de

ligação entre os vales Je-quitinhonha e Mucuri.

Na LMG-682, o trecho entre Machacalis e Águas Formosas, com 25 quilô-metros de extensão, situado no Vale do Mucuri, tam-bém passou por serviços de conservação e manutenção. O percurso pavimentado recebeu serviços de re-mendo profundo em pontos específicos da rodovia, de forma descontinuada. Por fim, na MG-205, entre Fe-lisburgo e o entroncamento para MG-105, próximo a Joaíma, a sinalização

hori-zontal foi toda revitalizada em 29 quilômetros.

Na avaliação do coor-denador regional do DER--MG, em Jequitinhonha, Vinícius Gatti Queiroga, “as rodovias que passaram por manutenção são res-ponsáveis por grande parte

do escoamento da produção de insumos, além de ser o acesso da população rural aos serviços essenciais dis-poníveis em outros municí-pios da região, como Um-buratiba, Santa Helena de Minas, Bertópolis, Macha-calis e Aguas Formosas”.

(4)

4

Terça-feira, 6 de abril de 2021DIÁRIO TRIBUNA

Gerais

FIEMG mobiliza empresários para a compra

de capacete que reduz em 60% a necessidade

de internação em leitos de UTI em Minas

Minas Gerais disponibiliza

medicamentos para 63

cidades para atendimento

a pacientes com Covid-19

A Federação das In-dústrias de Minas Gerais (FIEMG) segue na linha de frente de combate à pan-demia e está mobilizando empresários, por meio de uma campanha on-line, para arrecadar fundos para a compra de capacetes El-mos, que serão disponibili-zados para a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. A tecnologia de respiração assistida, desen-volvida com o apoio do SE-NAI do Ceará, pode reduzir em até 60% a necessidade de internação em leitos de UTI e até agora já foram adquiridas 500 unidades.

“É hora de unirmos forças, novamente, para que possamos enfrentar o aumento da curva de contá-gio pelo novo coronavírus.

A utilização dos capacetes Elmos pode ajudar a ali-viar a pressão por leitos de UTI e que pacientes pas-sem por medidas médicas mais severas e agressivas, como a intubação”, reforça Flávio Roscoe, presidente da FIEMG. O líder em-presarial ainda pondera que, o desenvolvimento do capacete Elmo no estado do Ceará, assim como os ventiladores pulmonares em Minas Gerais, ambos com tecnologia 100% nacional, mostra como a indústria é importante para o país e de como pode salvar vidas.

O capacete Elmo con-siste em um mecanismo de respiração artificial não in-vasivo de baixo custo e reu-tilizável, após a higienização, produzido em PVC e silicone

com conexões. É utilizado para envolver toda a cabeça do paciente, ficando herme-ticamente fechado por meio de um colar macio, vedan-do a passagem de ar. Desta maneira, com a aplicação de oxigênio e ar comprimido, o equipamento gera uma pressão que reduz o esforço respiratório do paciente.

A nova tecnologia foi desenvolvida pela Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP/CE). Os primeiros protótipos foram produzi-dos no Instituto SENAI de Tecnologia (IST CE) e os testes clínicos de usabili-dade e treinamentos, foram realizados no Laboratório Elmo no SENAI Jacare-canga (CE). Os primeiros aportes financeiros do pro-jeto foram da Federação das

Indústrias do Ceará (FIEC) e atualmente o capacete é fabricado, em larga escala, pela Esmaltec, empresa do Grupo Edson Queiroz.

Empresários unidos pela vida – A FIEMG vem

atuando fortemente no in-tuito de mitigar os impactos humanos e econômicos da crise sanitária causada pela Covid-19. Desde o início da pandemia, a entidade realizou uma série de ações, que beneficiaram não ape-nas os cidadãos mineiros, como a sociedade brasilei-ra como um todo. Fobrasilei-ram doados 1.700 ventiladores pulmonares, itens de leitos de UTI para tratamento da Covid-19, álcool gli-cerinado 70%, máscaras e jalecos. Foi com o apoio e aporte financeiro da

A Secretaria de Es-tado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) rece-beu na sexta-feira (02/04), do Ministério da Saúde, mais um quantitativo dos medicamentos utilizados para manter a sedação de pacientes com Covid-19. Conhecidos como “kit in-tubação”, os bloqueadores neuromusculares são dis-ponibilizados para institui-ções que tiveram aumento abrupto de consumo e que têm estoques suficientes apenas para quatro dias.

São 1.925 ampolas de rocurônio, 675 ampolas de cisatracúrio (medica-mento complementar ao rocurônio), 3.400 ampo-las de midazolam e 400 ampolas de norepinefrina, destinados a 15 hospitais de oito macrorregionais: Centro, Leste, Oeste, Sul, Sudeste, Leste do Sul, Norte, Centro-Sul. Todos os estabelecimentos fazem parte do Cadastro Nacional dos Estabelecimentos em Saúde (CNES). “Sema-nalmente os hospitais in-formam a secretaria sobre seus estoques. Aqueles que

FIEMG que foi possível o desenvolvimento da tecnologia 100% nacional que permitiu a fabricação de ventiladores pulmonares pela empresa mineira Tacom.

Além da campanha para a compra dos capacetes Elmos, o setor produtivo mi-neiro, por meio da FIEMG, abraçou a campanha Unidos pela Vacina, iniciada por Luiza Trajano, presidenta do Conselho de Administração

do Magazine Luiza. O Con-selho Estratégico da FIE-MG, que reúne os maiores industriais de Minas Gerais, doará para 275 municípios do estado itens essenciais para que a vacinação da população ocorra de ma-neira mais eficaz e rápida, com destaque para câmaras frias e freezers para acon-dicionamento das vacinas. (Federação das Indústrias de Minas Gerais - FIEMG).

estão com quantitativos menores do que para uma semana, buscamos atender dentro da disponibilidade, o mais rápido possível”, informou o diretor de Me-dicamentos Básicos da SES--MG, Jans Bastos Izidoro.

Remessas anteriores

- Na quarta-feira (31/3), a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Ge-rais (SES-MG) iniciou a distribuição de 2.575 unidades de atracúrio, 350 de cisatracúrio, 1.745 de dexmedetomitina e 14.660 mil de midazolan. Antes desta remessa, chegaram ao almoxarifado da SES--MG, na semana passada, 6.150 ampolas de rocurô-nio, 1.000 ampolas de

cisatracúrio e 600 ampolas de atracúrio, que, no dia seguinte, já estavam libe-radas para 44 hospitais.

Enviados pelo Minis-tério da Saúde, os anes-tésicos e os bloqueadores neuromusculares estão sendo disponibilizados para 56 hospitais de refe-rência para o atendimento à covid-19 e unidades de Saúde, contemplados conforme nível de cri-ticidade e risco de falta dos medicamentos. Re-ceberão os fármacos, as macrorregiões do Centro, Jequitinhonha, Leste do Sul, Nordeste, Noroeste, Norte, Oeste, Sudeste, Sul, Triângulo do Norte, Triân-gulo do Sul e Vale do Aço.

Governo de Minas Gerais

destina R$ 16 milhões

para municípios com o

programa Leite Novo

Com o avanço da pandemia da Covid-19 e a necessidade de ações de apoio à população mais carente do estado, o Governo de Minas de-terminou o retorno do programa Leite Novo, de aquisição e doação de leite nos 134 municípios dos vales do Jequitinhonha e Mucuri. O projeto-piloto, coordenado pelo Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais (IDENE), começa em dez cidades e será ampliado gradualmente.

O s i n v e s t i m e n -tos federais e estadu-ais previstos somam R$16.575.932,82 para os próximos 12 meses. A previsão é de que sejam adquiridos e doados 6,125 milhões de litros de leite para o reforço alimentar de 10 mil crianças nas es-colas e 24,5 mil famílias atendidas nos Centros de Referências de Assis-tência Social (CRAS). A compra do produto vai beneficiar cerca de mil agricultores familiares em um ano. O Edital de Cre-denciamento 001/2021 está aberto até 9/4 para que cooperativas e asso-ciações interessadas se inscrevam e apresentem

a documentação exigida.

Retomada - O antigo

Programa Leite pela Vida foi interrompido em 2019, para avaliação da melhor aplicabilidade de recursos federais e estaduais inves-tidos. Com as mudanças propostas na forma de execução, o Programa Lei-te Novo preLei-tende ser um importante aliado no de-senvolvimento econômico e social das regiões.

A expectativa é miti-gar os danos causados pela pandemia aos agricultores familiares, por meio da compra do leite in natura e da distribuição nos equi-pamentos públicos de ali-mentação e nutrição para atender à população mais vulnerável. “Sabemos das dificuldades que muitas famílias estão passando, por isso o Idene retoma o programa do leite

após revisão completa daquele que existia”, afirma o diretor-geral do instituto, Nilson Borges.

Vales - O Idene

abran-ge 258 municípios, en-quanto a Diretoria Regio-nal dos Vales compreende 134 dessas cidades. Gran-de parte Gran-delas apresenta Ín-dice de Desenvolvimento Humano (IDH) abaixo de 0,6, valor considerado bai-xo. Esse indicativo foi o que orientou a elaboração do edital. Após a conso-lidação do Leite Novo, há possibilidade de que o programa seja ampliado e se estenda aos demais municípios da área de abrangência do Idene, desde que haja disponibi-lização de mais recursos, conforme o diretor técni-co do instituto, Onésimo Diniz. (Crédito da

ima-gem: Idene/divulgação)

www.

diariotribuna

.com.br

Kits incluem sedativos usados em casos graves da doença

(5)

5

Terça-feira, 6 de abril de 2021DIÁRIO TRIBUNA

Gerais

Congonhas cria au-xílio emergencial - Foi

aprovado na Câmara Muni-cipal o projeto de autoria do Executivo que cria o ‘Projeto Confia Congonhas”. O obje-tivo é viabilizar a entrega de auxílio emergencial para fa-mílias em situação de vulne-rabilidade social impactadas pela pandemia de Covid-19. O auxílio emergencial muni-cipal no valor de R$ 200,00 mensais será distribuído por três meses a partir de abril, totalizando um valor de R$ 600,00. Cerca de 1.500 famílias poderão ser bene-ficiadas. (Correio da Cidade - Conselheiro Lafaiete)

“Cestas” começa a funcionar - A Secretaria

Municipal de Desenvol-vimento Humano de For-miga em parceria com a sociedade civil irá executar temporariamente uma ação social denominada “Central de Cestas Emergenciais”. O objetivo é atender, de forma imediata, aquela família que não se enquadrou nos critérios de atendimentos dos CRAS. Haverá critérios estabelecidos de forma mais flexível para a concessão das cestas emergenciais. A ação social iniciará a partir desta terça-feira (6) com atendi-mento de aproximadamente 20 famílias diariamente e terá durabilidade temporária. (Nova Imprensa - Formiga)

Hospitais ganham fôlego - As principais

in-dústrias mineiras se unem,

em uma corrente solidária em favor da vida, para em-prestar dois mil cilindros para o envaze de oxigênio medicinal que será distri-buído para a rede pública de saúde. Os cilindros estão sendo entregues para distribuição de acordo com as orientações da Secre-taria de Estado de Saúde (SES) de Minas Gerais. A iniciativa liderada pela Federação das Indústrias de Minas Gerais vem ao encontro da crescente de-manda por tanques para o armazenamento de oxi-gênio medicinal, insumo essencial para pacientes em estado grave da Covid-19 e outras doenças que provo-cam insuficiência respira-tória. (Ascom Fiemg)

Estudo para identifi-car variante - A

Univer-sidade Federal de Viçosa (UFV) deu início nesta semana aos estudos para identificar se há possíveis novas variantes do SARS--CoV-2 circulando em municípios da região. Os vírus tem como

caracte-rística evoluírem junto com o hospedeiro ao longo do tempo. Mas, ainda não existem indicativos de que uma nova variante, apontada como mais letal e transmissível, esteja con-taminando viçosenses. A pesquisa da UFV será co-ordenada pelas professoras Poliane Alfenas Zerbini e Simone Guimarães e pelo professor Murilo Zerbini. (Folha da Mata – Viçosa)

Auxílio desemprego em Guaxupé - A Prefeitura

de Guaxupé deu início à concessão do Auxílio Emer-gencial Desemprego. Trata--se de um benefício no valor de trezentos reais mensais, que será direcionado às pessoas em situação de vul-nerabilidade social na cida-de. O Auxílio Emergencial Desemprego da Prefeitura de Guaxupé é um benefício temporário pago por meio de cartão de débito, que tem como objetivo auxiliar as pessoas desempregadas em situação de extrema pobreza e/ou pobreza. (Jor-nal da Região - Guaxupé)

Rede de Notícias

Fiscalização do Crea-MG manteve bons índices em 2020

Mesmo convivendo com as restrições impostas pela pandemia da Covid-19, a fiscalização do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Ge-rais (Crea-MG) contabilizou 54.324 ações em todo o es-tado em 2020. O número re-presenta uma pequena queda de 7,6% em relação a 2019, quando foram realizadas 58.875 ações. A atuação do Conselho não foi interrompi-da, uma vez que o seu papel é de fiscalizar e verificar o exercício e as atividades de engenharia, agronomia e geociências, consideradas essenciais para a sociedade.

Com a redução das blit-ze e das ações de campo, o Conselho investiu na

cele-bração de termos de mútua cooperação com outros ór-gãos e entidades para se ter acesso remoto aos dados. É a partir da análise dessas in-formações que a fiscalização consegue identificar uma série de irregularidades, por exemplo, uma empresa do ramo de engenharia, agronomia ou geociências sem registro no Crea-MG, além da falta de responsável técnico por alguma obra, serviço ou empreendimento. O resultado desta meto-dologia foi bastante positivo, tanto é que o número de autos de infração expedidos aumentou em cerca de 15% em relação ao ano anterior, somando um total de 25.919.

As principais

irregula-ridades encontradas foram a falta de profissional res-ponsável técnico e empresas irregulares, o que represen-ta 76,5% do torepresen-tal. “Esses convênios já vinham sendo utilizados com bons resulta-dos. No contexto atual, esse modelo nos serviu para a superação de desafios, pro-porcionando à sociedade, segurança, bem-estar huma-no e social e equilíbrio am-biental”, pontua o gerente do Departamento de Fiscaliza-ção do Crea-MG, engenheiro agrônomo Humberto Falcão.

Para o diretor técnico e de Fiscalização, engenheiro civil Edilson Mota, a conti-nuidade do trabalho do Crea--MG protege a sociedade e valoriza as profissões. “Mais

de 75% dessas infrações são geradas por falta de registro de empresa ou de respon-sável técnico por serviços e empreendimentos. Com a fiscalização o Crea-MG exi-ge profissionais legalmente habilitados e com atribuição à frente das atividades de engenharia, agronomia e geociências, cumprindo sua missão de defender a socie-dade”, garante o diretor.

Atuação - O Crea-MG verifica e fiscaliza o exercí-cio e as atividades de enge-nharia, agronomia, geologia, geografia e meteorologia, amparado pela Lei Federal 5.194/1966. A função do Conselho é defender a so-ciedade da prática ilegal das atividades técnicas, exigindo

a presença de profissionais legalmente habilitados, com atribuições específicas, na condução dos

empreendi-mentos das áreas da enge-nharia, da agronomia e das geociências. (Iane Chaves - Assessora de Imprensa).

Lentidão da vacina

em Minas Gerais é

abordada em Plenário

A lentidão do al-cance da vacinação em Minas Gerais em com-paração com outros es-tados foi um dos temas abordados pelos deputa-dos no Plenário da As-sembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) na tarde desta terça-feira (30/03/21). Parlamenta-res também trataram da necessidade de incluir trabalhadores dos ser-viços essenciais na fila prioritária da vacinação e de aumentar a aplicação de testes e rastreamen-tos do coronavírus.

Quem tratou da ve-locidade da vacinação foi o deputado Carlos Pimenta. Ao comparar o índice de vacinação em Minas Gerais, de 5,7%, com o de outros Estados, o parlamentar mostrou-se preocupado com o baixo desempenho mineiro nesse aspecto. No Amazonas, já foram vacinados 9,9%, no Rio Grande do Sul, 9,23% e Minas fica na parte de baixo da tabela, o que se deve, na opinião do parlamentar, à demora dos municípios. Nesse sentido, Carlos Pimenta defende que o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, seja chamado à audiência na ALMG, para que possa propor ações que agilizem a va-cinação nos municípios.

Ele também sugere que o Estado não fique a reboque do governo fede-ral na compra de vacinas, e sim, que possa adquiri--las por meio do consórcio do Sudeste ou mesmo sozinho. Ele fez um ape-lo ao governo para que libere recursos para o kit intubação, que inclui anestésicos, relaxantes e outros medicamentos de intubar pacientes; e a compra de oxigênio uti-lizado no procedimento.

Prioridades - Já o

de-putado Gustavo Santana disse que é preciso incluir todos os trabalhadores dos serviços essenciais, como funcionários de supermercados e farmá-cias, na prioridade da fila de vacinação. No mesmo sentido, o depu-tado Sargento Rodrigues disse que o governador Romeu Zema (Novo) precisa atuar de forma mais contundente junto ao governo federal para garantir vacinas a serem

destinadas aos profissio-nais da segurança pública. Enquanto a vacina não chega para todos, o deputado Betão lembrou que é importante aumen-tar a testagem da popula-ção e fazer o rastreio dos casos positivos, identifi-cando e testando pessoas com quem os contamina-dos tiveram contato. Ele citou vários países, como Coreia do Sul e Uruguai, que conseguiram conter o avanço da pandemia.

O parlamentar disse que o governo federal já deixou que perdessem a validade mais de 7 mi-lhões de testes e que isso não é aceitável. Ele pediu, então, que fosse agilizada a trami-tação do Projeto de Lei (PL) 2.229/20, de sua autoria, com a deputa-da Beatriz Cerqueira e o deputado Professor Cleiton, que pretende apresentar as diretrizes para uma testagem em massa em Minas Gerais.

Testagem da população e prioridades da vacinação

também foram temas de pronunciamentos

Em reunião virtual de Plenário, deputados trataram de vacinação e testagem de Covid-19 em Minas Gerais (Foto: Reprodução)

Balanço demonstra um aumento do número de autos de infração de 15% em relação a 2019. Das autuações, 76,5% foram

por falta de profissional responsável técnico ou por irregularidades nas empresas

(6)

6

Terça-feira, 6 de abril de 2021DIÁRIO TRIBUNA

Segurança Pública

Polícia Militar prende

homem com drogas no

Bairro Manoel Pimenta

PM prende homem

com arma de fogo e arma

branca em Araçuaí

Suspeitos fogem da PM e

deixam drogas pra trás no

Bairro Novo Horizonte

Polícia Militar apreende

armas de fogo e munições

na zona rural de Itinga

Teófilo Otoni -

Du-rante operação da Polícia Militar no Bairro Manoel Pimenta (Eucalipto), na sexta-feira (02/04), os mi-litares depararam com um homem em atitude suspeita que, ao avistar a viatura, ele mudou repentinamente de direção, acelerando o passo. Demonstrada ati-tude suspeita, os militares determinaram que ele pa-rasse para averiguações, mas ele desobedeceu a ordem e fugiu pela Rua H, acessando um beco.

Durante a perseguição os policiais perceberam que o suspeito dispensou um pacote, logo após, ele foi alcançado e abordado. Na busca pessoal foi lo-calizada no bolso da sua bermuda a quantia de R$

A Polícia Militar foi acionada na noite de sába-do (03/04), e compareceu á Rua 12 de Outubro para verificar uma denúncia de um indivíduo armado. Du-rante verificação os milita-res foram informados que o autor havia deslocado para a Rua Antônio Bragança, no Bairro Nova Esperança. A equipe foi ao local onde deparou com ele na porta da residência da vítima segurando a arma de fogo.

O autor recebeu ordem para largar a arma e sentar no chão, e ele jogou a arma dentro da casa da vítima e acatou as ordens. Na busca pessoal foi localizada com ele uma faca. A vítima

rela-Teófilo Otoni - A

Po-lícia Militar fazia patru-lhamento no Bairro Novo Horizonte (Boiadeiro), na sexta-feira (02/04), e a equi-pe recebeu denúncia infor-mando que havia tráfico de drogas na Travessa Wal-demar Evaldo Baldow. No local, os militares depararam com dois indivíduos, que ao avistarem a viatura fugiram.

Nas buscas nas proxi-midades onde eles estavam foram encontrados dentro

N a q u i n t a - f e i r a (1º/04/21), policiais mili-tares do Destacamento de Itinga foram informados so-bre possível disparo de arma de fogo no Córrego Jacaré, zona rural do município. As equipes foram ao local do fato, onde apuraram que um idoso de aproximada-mente 70 anos, após se desentender com outro individuo, teria efetuado disparo de arma de fogo com intuito de intimidá-lo. Os militares foram até o local onde o idoso reside, mas ele não foi encontrado.

As equipes foram até a residência da outra par-te, e ele relatou que após desentendimento, ele teria efetuado um disparo de

39 em dinheiro trocado, típico da atividade de tra-ficância. Após busca no suspeito, foi feita uma var-redura no local por onde ele passou, e os militares localizaram o pacote, con-tendo 14 pedras de crack e 13 pinos com cocaína.

Além disso, foi apre-endido um aparelho celular

que estava na posse do autor de 21 anos, que foi preso, e informado e as-segurado de seus direitos constitucionais e conduzi-do à polícia judiciária junto com o material apreendido. Atuou na operação a Cia Filadélfia, com participa-ção de alunos do CFSd/20. (PMMG/19º BPM).

tou que já vem sendo ame-açada pelo autor há algum tempo, e que nesta data após negar dinheiro para sustentar o seu vício em drogas ele declarou que buscaria uma arma de fogo para matá-la.

Ele foi preso e enca-minhado ao Hospital São Vicente de Paulo e

poste-riormente à delegacia de Polícia Civil no plantão na cidade de Pedra Azul, junto com a arma de fogo e a arma branca apreen-didas, para as medidas de polícia judiciária. (Assessoria de comuni-cação organizacional da 14ª Cia PM Ind., Araçuaí).

de um pote de plástico enterrado 40 pinos de subs-tâncias semelhantes à co-caína, mais 18 papelotes da mesma droga, e 19 buchas de substâncias análogas

à maconha. Os materiais foram apreendidos e en-caminhados à delegacia de Polícia Civil para as medidas de polícia judici-ária. (PMMG/19º BPM).

arma de fogo para intimidá--lo. Durante o diálogo com os militares, esse segundo indivíduo disse que tinha uma arma de fogo. Após ser autorizada a entrada na casa os militares encontra-ram 02 armas e munições.

Após essa primeira in-tervenção os policiais retor-naram à casa do idoso, com

autorização de familiares para o acesso ao imóvel, fo-ram localizadas munições, mas ele não foi encontrado. Apreensões: 01 espingarda calibre 32, uma espingarda polveira, 12 munições ca-libre 32, 03 caca-libre 28 e 01 faca. (Assessoria de comu-nicação organizacional da 14ª Cia PM Ind., Araçuaí).

Polícia Militar prende

dois homens com drogas

e dinheiro na cidade de

Jequitinhonha

Durante operação da Polícia Militar na cidade de Jequitinhonha, os militares retornavam do Distrito de Guaranilân-dia trafegando pela BR-116, quando depararam com um indivíduo pa-rado no acostamento tentando sanar uma pane em uma motoci-cleta XR 200, cor ver-melha. Ele carregava nas costas uma bolsa de pano tipo saco, foi abordado, e dentro da bolsa foram encontra-dos 04 tabletes mais 09 buchas de substância análoga à maconha.

No bolso da sua calça foi encontrada a quantia de R$19. Já na delegacia o autor confes-sou aos militares o nome com quem ele teria pe-gado os entorpecentes, e disse que no local havia

mais drogas, e os pedaços estavam sendo vendidos pelo valor de R$100 cada. Os militares foram ao lo-cal indicado e o suspeito disse que não teria mais drogas na residência.

A PM teve permis-são para entrar no imó-vel, onde localizou uma sacola com 14 tabletes de substância análoga à maconha e a quantia de R$160. Este segundo

autor foi preso, e os dois de 23 de 73 anos, foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil no plan-tão em Almenara para as medidas de polícia judiciária. A motocicleta foi removida a um pátio credenciado no Detran.

Equipe: tenente

Lucia-no, sargentos Lemos e Edmar, cabos Filipe e Mendes. (Informações/ Foto: PMMG/44º BPM).

(7)

7

Terça-feira, 6 de abril de 2021DIÁRIO TRIBUNA

EDITAL DE PROCLAMAS - SERVIÇO REGISTRAL ALMEIDA, RUA ENGENHEIRO CARVALHO BORGES, 396 - CENTRO, TEÓFILO

OTONI (MG). TELEFONE (33) 3521-2414.

000000 - LUIZ FELIPE LEMES SOUZA, solteiro, maior, protético, natural de Campinas-SP, residente na Rua do Ibisco, 251, Bairro Jardim Serra Verde, Teófilo Otoni-MG, filho de JOSÉ CARLOS DE SOUZA e MARGARIDA LEMES DOS REIS; e STÉFANY KRETLI OLIVEIRA, solteira, maior, estudante, natural de Ataléia-MG, residente na Fazenda Placa Dourada, Córrego Lagedão, Ataléia-MG, filha de VALTER KRETLI SOBRINHO e REGIANE MEIRELES DE OLIVEIRA;

Teófi lo Otoni-MG 05/04/2021 Maria Nildéia de Almeida Borg

Ofi ciala de Registro Civil Proc. 000000

PREFEITURA MUNICIPAL DE PADRE PARAÍSO/MG - Extrato do Contrato - Contrato Administrativo nº. 018/2021 - Processo Licitatório

nº. 019/2021 - Ata de Registro de Preços referente ao Pregão Presencial º. 016/2019. Partes: Município de Padre Paraíso/MG X DE Nigris Distribuidora de Veículos Ltda. Objeto do Contrato: Aquisição de 01 (um) Caminhão Frigorífi co para transportar gêneros alimentícios (merenda escolar) atendendo as necessi-dades da Secretaria Municipal de Educação de Padre Paraíso/MG. Vigência: 15/03/2021 a 31/12/2021. Va-lor do Contrato: R$ 244.622,00 (Duzentos e quarenta e quatro mil seiscentos e vinte e dois reais).

Prefeitura Municipal

de Padre Paraíso

PREFEITURA MUNICIPAL DE PADRE PA-RAÍSO/MG – Aviso de Retifi cação - Inexigibilidade de Chamamento Público - ERRATA DA PUBLI-CAÇÃO DE EXTRATO - No dia 01/04/2021, na

publicação do termo de colaboração celebrado com o INSTITUTO CULTURAL IN-CENA, onde se lê: informa que foi autorizada a inexigibilidade de chamamento público para formalização de parceria mediante termo de fomento, Leia-se: informa que foi autorizada a inexigibilidade de chamamento público para formalização de parceria mediante termo de CO-LABORAÇÃO. Padre Paraíso, 05 de abril de 2021. Geane Pinheiro de Matos Bertoldo - Secretária de Cultura, Turismo e Direitos da Mulher.

Prefeitura Municipal

de Padre Paraíso

Segurança Pública

Publicação Legal

Valéria Ramos de Souza OAB/MG 149.354

ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DA MICRORREGIÃO DO VALE DO MUCURI

AV. ALFREDO SÁ, 1769 TEÓFILO OTONI – MINAS GERAIS

Viação Vale do Mucury, contrata:

Pessoas com Defi ciência

Os interessados deverão entregar currículo na Av. Sidônio Otoni, 1839- São Jacinto (garagem da empresa).

O horário de atendimento é das 07h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30, de segunda à sexta e aos sábados

de 07h30 às 11h30.

Expediente

Um jornal Diário a serviço do nordeste de Minas - Fundado em 05 de agosto de 1969

Diretor Responsável: Wilmar Souza e Silva Redação e Composição:

Rua Victor Renault, 737 - Fundos - Laerte Laender 39.803-151 • Teófi lo Otoni • MG

Tribuna do Mucuri Ltda. CNPJ: 17.709.734/0001-47 • (33) 98851-0806

Representante em Belo Horizonte: André Francisco Oliveira Silva (98851-0805)

Jurídico: Dr. Marcos Ganem Advogados Associados

m.ganem@uol.com.br

Contábil:

Vitaly Almeida & Contadores Associados Ltda vitalyalmeida@gmail.com

Colaboradores:

Alfredo Ferreira Filho; Dr. Hélio Pedro Soares; José de Paiva Neto; Juliana Lemes da Cruz;

Dr. Jeferson Botelho Pereira; Paulo Sérgio Almeida Santos; Márcio Barbosa dos Reis.

Impressão:

Gráfi ca Três Vales • Rua Marcelo Guedes, 154 Cidade Alta • Fone: (33) 3522-3070

www.grafi casmodelo.com.br

Polícia Militar prende homem

por furto dentro do Hospital

São Vicente em Araçuaí

GEPAR e Associação Juntos

Fazendo o Bem realizam ação social

no Bairro Manoel Pimenta

No sábado (03/04), por volta de 23h, a Polícia Militar recuperou dois apa-relhos celulares furtados na ala da maternidade do Hos-pital São Vicente de Paulo na cidade de Araçuaí. As vítimas são duas senhoras que estavam em recupe-ração após dar a Luz na maternidade do hospital.

Após narrativa do fur-to por parte das vítimas, os militares começaram a levantar as características do suspeito, sendo que

as informações recebidas apontavam a autoria para determinado indivíduo, que havia sido abordado no mesmo turno com as roupas descritas, camisa laranja e bermuda preta.

Além disso, segundo a PM, o modus operandi do autor também era compa-tível com a ação do indi-víduo que foi encontrado e preso, na Rua Salinas, centro de Araçuaí, por es-tar na posse dos dois apa-relhos celulares que foram

Teófilo Otoni - A

Polícia Militar de Mi-nas Gerais, através do Grupo Especializado em Patrulhamento em Área de Risco (GEPAR), re-alizou em parceria com a Associação Juntos Fazendo o Bem (AJFB) uma ação social em be-nefício dos moradores do Bairro Manoel Pi-menta (Morro do Euca-lipto), no Domingo de Páscoa (04/04/21). Na ocasião foram distri-buídas cestas básicas, kits de páscoa, caixas de leite para famílias carentes da localidade.

Durante o ACISO

(Ação Cívico Social) foram atendidas aproxi-madamente 30 famílias, que foram representadas por um de seus membros, evitando-se aglomeração de pessoas, sendo cum-pridos todos os protocolos sanitários vigentes em decorrência da Covid-19. As pessoas foram orien-tadas através de pales-tras sobre a atuação do GEPAR naquele bairro, e também informadas dos canais de comunicação com a PMMG, seja para fazerem denúncias, re-clamações ou solicitarem informações diversas.

Também foram

dis-recuperados, além de R$ 4,00 que estavam dentro da capa de um dos aparelhos.

(Assessoria de comunica-ção organizacional da 14ª Cia PM Ind., Araçuaí).

tribuídos panfletos com orientações e cuidados para evitar serem conta-minados pela Covid-19, e panfl etos com dicas de segurança e orientações de como proceder em ca-sos de furto ou roubo de

aparelho celular, e sobre o prévio cadastramento dos dados do celular no site da Polícia Militar no programa Celular Seguro. (Assessoria de comunica-ção organizacional do 19º BPM, Teófi lo Otoni).

(8)

8

Terça-feira, 6 de abril de 2021DIÁRIO TRIBUNA

Publicidades

ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS

DA MICRORREGIÃO DO VALE DO MUCURI

AV. ALFREDO SÁ, 1769

Imagem

Referências

temas relacionados :