I N S T I T U T O S E N A I D E I N O V A Ç Ã O E M S O L U Ç Õ E S I N T E G R A D A S E M M E T A L M E C Â N I C A

38  Download (0)

Full text

(1)

I N S T I T U T O S E N A I D E I N O V A Ç Ã O

E M S O L U Ç Õ E S I N T E G R A D A S

E M M E T A L M E C Â N I C A

Dr. Eng. Victor Gomes

(2)

Instituto SENAI

de Inovação

em Soluções

Integradas em

Metalmecânica

Pesquisa Aplicada em Desenvolvimento de Produtos e de Processos

(3)

Tecnologias Minerais

Energias Renováveis

Tecnologias da Informação e Comunicação

União e Conformação de Materiais Produção e Automação

Logística

Engenharia de Superfícies Metalurgia e Ligas Especiais Processamento Mineral

Equipamentos e Sistemas Elétricos Química Verde

Sistemas Virtuais de Produção Biossintéticos e Fibras Manufatura Avançada

Materiais Avançados Biotecnologia Engenharia de Polímeros

Soluções Integradas em Metalmecânica

Microeletrônica Biomassa Eletroquímica Engenharia de Estruturas Processamento de Laser Sistemas Embarcados Sistemas de Manufatura

Rede de

Institutos

de Inovação

(4)
(5)

C I D A D E S I N T E L I G E N T E S O I L & G A S S A Ú D E A G R I C U L T U R A A U T O M O B I L Í S T I C A A E R O N Á U T I C A

Setores de

Negócios

(6)
(7)

M A N U F A T U R A D I G I T A L P R O C E S S O S A V A N Ç A D O S D E F A B R I C A Ç Ã O M E T R O L O G I A 3 D S E N S O R I A M E N T O E V I S Ã O C O M P U T A C I O N A L

Áreas

Tecnológicas

(8)

Parceiros

P A R C E I R O S

I N T E R N A C I O N A I S

P A R C E I R O S

(9)

UnidadeCredenciada

D E S E N V O L V I M E N T O E I N T E G R A Ç Ã O D E

S E N S O R E S

D E S E N V O L V I M E N T O D E

S I S T E M A S D E V I S Ã O

C O M P U T A C I O N A L

D E S E N V O L V I M E N T O D E

S I S T E M A S C O M P U T A C I O N A I S

P A R A S E N S O R I A M E N T O

T R L 3 - 6

(10)
(11)
(12)
(13)
(14)

D I G I T A L I Z A Ç Ã O

Planejamento, simulação e validação de:

Layout de fábricas;

Linhas de produção;

Operações humanas;

Operações robóticas.

Avaliações de postos de trabalho e ergonomia.

(15)

C i n e m á t i c a

(16)

R V - I M E R S Ã O E C I N E M Á T I C A

Integração de captura de movimentos com nuvem de pontos para criar realidade virtual

(17)

S E N S O R I A M E N T O E

(18)

S E N S O R I A M E N T O

Inspeção em linha de 100% dos produtos

Desenvolvimento de uma nova estrutura de rede neural

(CNN e SRGAN) para processamento imagens 16 MP, identificando defeitos < 1 mm em uma superfície de 8

m2– Tempo de processamento necessário é de 1,16 seg;

Defeito irrelevante Defeito irrelevante Defeito -refugar chapa Peça a ser estampada Chapa a ser estampada CHAPA-001 CHAPA-002 CHAPA-003 CHAPA-004 Padrão de defeito identificado Padrão de defeito em formação

(19)

V i s ã o c o m p u t a c i o n a l

Original Video Analytics

(20)

V i s ã o c o m p u t a c i o n a l

Original Video Analytics

(21)

V I S Ã O C O M P U T A C I O N A L

Análise de imagens com redes

neurais para detectar tipos de plantas e doenças.

Segmentação da imagem

panorâmica, contendo informações espectrais das bandas de imagem

multiespectral do Quickbird e

informações de textura da banda de imagem pancromática

(22)

V I S Ã O C O M P U T A C I O N A L

● A partir de uma imagem adquirida por sensoriamento de imagem, é possível identificar e classificar produtos sadios de produtos portadores de irregularidades como: manchas, doenças e podridões por meio de seus valores de refletância.

● Contudo o sistema consiste de um classificador de imagens multiespectrais, onde seus valores de reflectância são apresentados e respectivamente classificados em suas devidas categorias por uma rede neural artificial do tipo multicamadas (Multilayer Perceptron).

(23)

V i s ã o c o m p u t a c i o n a l

Imagem capturada Imagem processada

(24)

V i s ã o c o m p u t a c i o n a l

Original Video Analytics

(25)

S e n s o r e s

NDVI (Normalized Difference Vegetation Index) Transistor capta a reflectância e processa os dados, com base na diferença de intensidade refletida por cada comprimento de onda.

(26)

S e n s o r e s

NDVI (Normalized Difference Vegetation Index) Transistor capta a reflectância e processa os dados, com base na diferença de intensidade refletida por cada comprimento de onda.

(27)

S E N S O R I A M E N T O

Contêineres inteligentes. Sistema

de sensoriamento para logística ativa de containers.

Sensoriamento para localização dos

contêineres deixados nas empresas clientes, e também sensores para o

controle de volume e massa

depositado nos contêineres. Estes sensores, coletarão dados para abastecer um sistema, o qual vai mapear a localização das caixas nos clientes, bem como sua ocupação

física de itens em volume de

(28)

V I S Ã O C O M P U T A C I O N A L

● Processamento de imagens para identificação de objetos;

● Sensoriamento das máquinas e integração com Big Data;

● Aplicação para realidade aumentada.

(29)

S E N S O R I A M E N T O & I A

Sistema de sensoriamento, capaz de garantir a

qualidade em todos os produtos

(rastreabilidade de defeitos), reduzindo a aplicação de insumos e consumo de energia elétrica gasta nos processos de jateamento, fornos de cozimento, aplicação de primer e pintura.

(30)

P R O C E S S O S A V A N Ç A D O S

D E F A B R I C A Ç Ã O

(31)

C E N T R O S D E

U S I N A G E M 5 E I X O S –

H E R M L E

Volume fabricação: 250 x 250 x 300 mm Material: 17-4ph (inoxidável) ou Maraging 300 (aço ferramenta) Precisão: +- 0,1 mm Camada: 40 µm Repetitividade: x=20 µm, y=20 µm, z=20 µ

P R O X D M P 3 0 0

Cone da árvore: 40 Cabeçote : 10.00 rpm

Avanço ráp. (eixos X/Y/Z): 30 Número de ferramentas: 30

C E N T R O S D E

U S I N A G E M D 8 0 0

Faixas de velocidades: 5 a 5.000 ou 4 a 4.000 Nariz do eixo-árvore (cab. direito): A2-5” Avanço rápido transversal (eixo X e Z): 30

C E N T R O S D E

T O R N E A M E N T O

G L 3 5 0 B

L A B O R A T Ó R I O D E

(32)

L A B O R A T Ó R I O D E

P R O T O T I P A G E M P O L I M É R I C A

Connex 3 Volume fabricação: 490 x 390 x 200 mm Precisão: +- 0,1 mm Camada: 32 µm

Tecnologia Material Jetting (MJ) - Polyjet; Produção de componentes de geometria complexa;

Fabricação de materiais rígidos, flexíveis e combinados

(33)

I M P R E S S Ã O 3 D E M M E T A L

Tecnologia Powder Bed Fusion (PBF);

Produção de componentes de geometria complexa;

Propriedades mecânicas semelhantes às dos componentes

produzidos pelos processos convencionais;

Redução de massa em componentes.

As peças são fabricadas por Fusão Seletiva a Laser (SLM) de pós metálicos, com camadas de 40µm. Possuem alta densidade, podendo chegar até 99,9%, dependendo dos parâmetros de processo utilizados.

(34)
(35)

M E T R O L O G I A 3 D

Análise dimensional de grandes

peças e equipamentos;

Digitalização e análise dimensional

de peças, componentes e máquinas -análise de nuvens de pontos.

(36)

M E T R O L O G I A 3 D

Elaboração de modelos e ortho-tiffs de

alta resolução.

Os modelos 3D também são a base para

(37)

M E T R O L O G I A 3 D

Identificação e reconstrução de objetos em nuvem de pontos por meio de Algoritmo Genéticos e Redes Neurais Artificias

(38)

I N S T I T U T O S E N A I D E I N O V A Ç Ã O

E M S O L U Ç Õ E S I N T E G R A D A S

E M M E T A L M E C Â N I C A

Dr. Eng. Victor Gomes

Figure

Updating...

References

Related subjects :