O nascimento de um novo Fabricante de Receptores Kaifa inicia a produção na China

Loading.... (view fulltext now)

Loading....

Loading....

Loading....

Loading....

Texto

(1)

COMPANY REPORT

62 TELE-satellite — Global Digital TV Magazine — 02-03/2010 — www.TELE-satellite.com

Kaifa Fabricante de Receptores de Satélite, China

O nascimento de um novo

Fabricante de Receptores

Kaifa inicia a produção na China

(2)

Quando esta edição da revista TELE-satélite estiver nas bancas, Kaifa terá

começado há poucas semanas a fabricar os seus receptores de satélite. Quando

fomos visitar a empresa, estavam a concluir a instalação de sua linha de

montagem e assim que ficou pronto efectuaram um teste inicial. Que significa

exactamente a empresa Kaifa e o que faz esta empresa pensar que está pronta

para entrar no mercado como fabricante de receptores de satélite?

Edifício em Shenzhen da administração de Kaifa, China

(3)

64 TELE-satellite — Global Digital TV Magazine — 02-03/2010 — www.TELE-satellite.com

A primeira pergunta que tinha fizemos a Lidya Jin, Supervisora de Marketing, e ela explica-nos como a empresa Kaifa surgiu: “Kaifa foi fundada em 1985 através de uma iniciativa do então ministro chinês do Ministério da Indústria Eléctrica e Electró-nica, Jiang Zemin, que foi o ex-presidente da China. “

Os primeiros produtos fabricados na altura eram cabeças de gravação mag-nética para discos rígidos. A produção de contadores de electricidade começou em 1995. Uma parte destes contadores de electricidade é enviada para a Índia que até ao momento totaliza cerca de 5 milhões. “Nós produzimos especiais contadores de electricidade para o mercado Indiano, cha-mado Anti-Tamper meters”, explica Lidya Jin. Kaifa também fornece contadores de energia para a empresa Italian Electric

Esta maquete fica na entrada do edifício Kaifa e fornece uma visão global: do lado esquerdo temos o edificio da administração com as suas linhas de produção, do lado direito um edifício de produção e atrás temos o alojamento dos empregados. Os funcionários são provenientes de quase todas as províncias da China e isto ajuda-os porque a empresa pode fornecer todas estas regalias. Quando se casam, mudam-se para fora das instalações. Mas Kaifa também pensou em ajudar estes trabalhadores através da construção de blocos de apartamentos fora da propriedade Kaifa’s. Jackie Yan orgulha-se das medidas sociais que Kaifa pode fazer.

Utility ENEL. Estes contadores de energia foram excepcionalmente projectados para isso. Até ao momento, Kaifa enviou para a Itália cerca de 17 milhões destes conta-dores.

Kaifa também fabrica substratos de média para unidades de discos rígidos, caixas registadoras, leitores de multimé-dia, projectores de PCBA, módulos DRAM, USB memory sticks e também telefones celulares. Mas a maioria destes produtos não levam o nome Kaifa, em vez disso levam os nomes das empresas que com-praram os seus produtos. Kaifa considera-se um fornecedor de Fabrico de Serviços Electrónicos, com clientes que incluem nomes mundialmente-conhecidos como a Seagate e a Samsung.

Kaifa emprega 8000 pessoas e em 2008 teve uma perspectiva de vendas no valor de dois bilhões de dólares. O maior accio-nista de Kaifa é a empresa Great Wall Industries, que fez parte da lista na bolsa de Hong Kong em 1999. Great Wall per-tence, em grande parte da China Electro-nics Corporation, uma das principais 100 empresas da China e a maior empresa IT da China com uma previsão de facturação em cerca de 10 bilhões de dólares E.U. em 2008.

Kaifa funciona em dois locais diferentes, a principal parte de operações fica localizada em Shenzhen com 6100 empregados em 80.000 metros quadrados. A outra localiza-ção fica em Suzhou no Yangtze River Delta, com 2100 funcionários em 14.800 metros quadrados, e fabrica PCBA (Print Circuited Board Assembly), que a Samsung tem nos seus notebooks, bem como o PCBA para discos rígidos da Seagate.

Kaifa está em segundo lugar no mundo como um fabricante de HSA (Head Stack Assembly) com um segmento de mercado global de 10%. Tem 215 engenheiros que trabalham no departamento de R&D, 100 engenheiros são responsáveis pela

(4)

se poderíamos também fabricar receptores de satélite.” Este cliente ficou tão impres-sionado com a nossa qualidade global e o desenvolvimento dos produtos Kaifa, que parecia natural para ele que Kaifa também deveria produzir receptores de satélite para este cliente e o seu projecto DTH na Índia.

Naturalmente que é um começo bas-tante repentino para um novo produtor de receptores de satélite. Mas é obvio que está acontecer algo mais do que apenas um cliente destes. Jackie Yan, explica: “Estamos neste momento em negociações com outra grande operadora de DTH, que acontece também ser da região do Sudeste da Ásia e estamos à espera de iniciar as negociações com um terceiro cliente.”

E quanto à capacidade de produção da Kaifa? Guangyun Zhu, é o Gerente de Produção dos Receptores de Satélite. Ele comenta: “Neste momento temos insta-lações de produção que podem produzir 5 milhões de receptores de satélite por ano.”

Enquanto visitávamos a fábrica, pode-mos nitidamente perceber porque Kaifa detém uma posição tão elevada na catego-ria EMS: tudo é extremamente organizado e as máquinas são uma obra de arte.

Mas isso é completamente compreensí-vel: as empresas em todo o mundo como a Samsung procuram apenas o melhor em qualidade. E parece que é uma decisão muito boa Kaifa entrar no mercado dos receptores de satélite.

Uma parte dos produtos que Kaifa fabrica: à esquerda temos os contadores de potência, ao centro são componentes para discos rígidos e à extrema-direita temos as cabeças de leitura para os discos rígidos.

Podemos ver aqui Jackie Yan, Gerente de Marketing, a apresentar oo primeiro receptor de satélite Kaifa que está a ser fabricado para um fornecedor DTH na Índia. Jackie Yan está à frente de uma parede que tem a caligrafia do ex-presidente da China Jiang Zemin.

lidade e gestão do sistema com mais 30 peritos que são principalmente responsá-veis pela comercialização e gestão.

Após esta introdução de tudo o que Kaifa produz, é mais fácil ver porque Kaifa

pre-tende iniciar-se na fabricação dos recep-tores de satélite. O Gerente de Marketing Jackie Yan explica-nos por palavras: “Há cerca de um ano atrás um dos nossos maio-res clientes de contadomaio-res de energia da Índia veio falar connosco e perguntou-nos

(5)

68 TELE-satellite — Global Digital TV Magazine — 02-03/2010 — www.TELE-satellite.com

Lidya Jin, Supervisor de Marketing, apresenta aqui os certificados que Kaifa recebeu de várias instituições pela sua garantia de qualidade. Kaifa foi certificada como uma plataforma de tecnologia pública na China.

Esta máquina realiza testes de agitação e vibração, a máquina por detrás realiza testes de queda.

No Laboratório de Ensaios

Zico é um dos engenheiros mais experientes da empresa Kaifa. Aqui ele está mostrando-nos uma câmara de envelhecimento. E explica: “Os produtos são aqui mantidos por uma semana a 70° Célsius. “Cinco destas câmaras estão a ser utilizadas no Laboratório de Ensaios.

Um engenheiro a funcionar com o Máquina de Testes de Imunidade.

(6)

TELE-satellite World

www.TELE-satellite.com/...

Arabic ﺔﻴﺑﺮﻌﻟﺍ www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/ara/kaifa.pdf Indonesian Indonesia www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/bid/kaifa.pdf Bulgarian Български www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/bul/kaifa.pdf Czech Česky www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/ces/kaifa.pdf German Deutsch www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/deu/kaifa.pdf English English www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/eng/kaifa.pdf Spanish Español www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/esp/kaifa.pdf Farsi ﻲﺳﺭﺎﻓ www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/far/kaifa.pdf French Français www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/fra/kaifa.pdf Hebrew תירבע www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/heb/kaifa.pdf Greek Ελληνικά www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/hel/kaifa.pdf Croatian Hrvatski www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/hrv/kaifa.pdf Italian Italiano www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/ita/kaifa.pdf Hungarian Magyar www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/mag/kaifa.pdf Mandarin 中文 www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/man/kaifa.pdf Dutch Nederlands www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/ned/kaifa.pdf Polish Polski www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/pol/kaifa.pdf Portuguese Português www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/por/kaifa.pdf Romanian Românesc www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/rom/kaifa.pdf Russian Русский www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/rus/kaifa.pdf Swedish Svenska www.TELE-satellite.com/TELE-satellite-1003/sve/kaifa.pdf

Download this report in other languages from the Internet:

O Nascimento da Produção de Receptores de Satélite

Na sala de Radiação: um empregado está a preparar um produto para um teste de radiação electromagnético.

São realizados aqui os Testes de Imunidade.

Podemos ver aqui Guang Yun Zhu, Gerente de Produção dos Receptores de Satélite. Está tudo pronto; a produção pode começar dentro de poucos dias!

Podemos ver aqui os resultados da Sala de Radiação.

Esta estação de ensaios fica situada ao lado da linha de produção. Temos aqui um empregado que está a praticar usando uma placa de circuito do receptor de satélite na estação de ensaios. De momento são apenas placas de circuito para teste, mas brevemente será uma linha de produção de placas normais que vão passar por esta estação.

(7)

72 TELE-satellite — Global Digital TV Magazine — 02-03/2010 — www.TELE-satellite.com

Produção SMT

As placas de circuito concluídas são testadas aqui.

Aqui temos que usar sapatos cobertos de plástico e uma blusa azul. Na fotografia podemos ver o Engenheiro Deng. Ele está no Kaifa há cinco anos e é um dos engenheiros mais experientes com estas máquinas. E explica-nos: “Nós estamos usando Máquinas SMT automáticas da Siemens e Fuji. “

O que não se consegue reconhecer a olho nu é visível nesta máquina de raio X. Tong Qing Xu é o engenheiro desta máquina e explica: “Temos seis funcionários que são os únicos responsáveis pelo Failure Analyse Testing no Advanced SMT Lab “.

Imagem

Referências

temas relacionados :