AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL

Texto

(1)

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA – ANEEL

PORTARIA Nº 3642, DE 4 DE AGOSTO DE 2015.

Voto

Anexo

O DIRETOR-GERAL DA AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA – ANEEL,

no uso de suas atribuições regimentais, de acordo com deliberação da Diretoria, tendo em vista o disposto

no Decreto nº 7.133, de 19 de março de 2010, no Regimento Interno da ANEEL, na Norma de

Organização ANEEL nº 24, de 19 de setembro de 2006, com revisão aprovada pela Portaria nº 2.281, de 3

de julho de 2012, bem como o que consta do Processo nº 48500.002154/2014-35, resolve:

Art. 1º Aprovar, na forma do Anexo, os resultados da avaliação das metas institucionais para

o ciclo de avaliação de desempenho institucional da ANEEL, com vigor de 1º de julho de 2014 a 30 de

junho de 2015, aprovadas pela Portaria nº

3.143

, de 25 de junho de 2014, e revisadas pela Portaria nº

3.382

, de 19 de dezembro de 2014, pela Portaria nº

3.486

, de 10 de março de 2015, e pela Portaria nº

3.599

, de 23 de junho de 2015, com Índice de Desenvolvimento Institucional Médio - IDIM apurado de

96,06.

Art. 2º O Anexo desta Portaria encontra-se disponível para consulta no endereço eletrônico

http://www.aneel.gov.br/biblioteca

.

Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

ROMEU DONIZETE RUFINO

(2)

ANEXO À PORTARIA Nº , DE DE DE 2015.

Aprovação das Metas Institucionais

Formulário de Avaliação de Desempenho Institucional

Ciclo - 1° de julho de 2014 a 30 de junho de 2015 ANEXO I - A

Política

Institucional Meta Global

Pes o d a M et a Glo bal (P G) Meta In ter m ed iár ia Resp on ve l Pes o d a M et a In ter m ed iár ia

Desdobramento das Metas Intermediárias Peso Grau de Alcance

Ín dice d e Dese m pen ho Ín dice d e Dese m pen ho da M et a In ter m ed iár ia % d e a lca nce da M et a In ter m ed iár ia Assegurar a prestação do serviço de energia elétrica em condições adequadas de qualidade e preço. (Programa Temático Energia Elétrica) 1 Fiscalizar os serviços de energia elétrica visando a garantia de atendimento aos consumidores em padrões adequados de qualidade, custo, prazo e segurança. 30 1.1 Fiscalizar os serviços de geração. SFG 30

1.1.1 Melhorar os trabalhos de auditoria Independente do Operador Nacional do Sistema Elétrico - ONS. 5 100 5,00

29,75 99,16 1.1.2 Elaborar e publicar Boletim de Acompanhamento da Expansão da Oferta de Energia Elétrica no

Brasil. 5 100 5,00

1.1.3 Elaborar procedimento de fiscalização à distância das usinas hidrelétricas despachadas

centralizadamente. 5 100 5,00

1.1.4 Aprimorar processo decisório por meio da redução do tempo de decisão de fiscalizações

em 1ª instância. 6 100 6,00

1.1.5 Fiscalizar a expansão da oferta e a produção de energia elétrica. 2 100 2,00 1.1.6 Fiscalizar a expansão da oferta e a produção de energia elétrica por meio de Agências Estaduais

(3)

1.1.7 Gerir desempenho das Agências Estaduais. 2 99,44 1,99 1.1.8

Elaborar procedimento de acompanhamento de empreendimentos para mitigar atrasos na disponibilização de instalações de transmissão e usinas de geração estratégicas.

3 100 3,00 1.2 Fiscalizar os serviços de eletricida de (transmis são e distribuiç ão). SFE 40

1.2.1 Fiscalizar empresas concessionárias ou permissionárias de distribuição de energia

elétrica. 8 100 8,00

39,63 99,06 1.2.2 Fiscalizar a qualidade da prestação do serviço de transmissão nos aspectos relacionados à

operação e manutenção. 4 100 4,00

1.2.3 Fiscalizar os empreendimentos de transmissão outorgados por meio de resoluções autorizativas

ou leilões de transmissão. 4 100 4,00 1.2.4 Fiscalizar as principais perturbações no Sistema Interligado Nacional. 2 100 2,00 1.2.5 Desenvolver novas metodologias para melhoria da qualidade e eficiência de fiscalizações de

transmissão. 6 93,75 5,63

1.2.6 Desenvolver novas metodologias para melhoria da qualidade e eficiência das fiscalizações

realizadas pela distribuição. 6 100 6,00 1.2.7 Responder 100% das consultas encaminhadas até 30/4/2015 pelos órgãos de Controle,

Ministérios Públicos, Parlamentares e outros. 3 100 3,00

1.2.8 Aprimorar processos. 4 100 4,00

1.2.9

Elaborar procedimento de acompanhamento de empreendimentos para mitigar atrasos na disponibilização de instalações de transmissão e usinas de geração estratégicas.

3 100 3,00 1.3 Fiscalizar o equilíbrio econômi co e SFF 30 1.3.1

Realizar análises, por meio de monitoramento e estudos específicos, quanto aos aspectos econômicos, financeiros e de remuneração, das concessionárias, permissionárias ou autorizadas do Setor Elétrico, com o total de 12 trabalhos.

(4)

financeir o.

1.3.2

Fiscalizar quanto aos aspectos econômicos, financeiros, contábeis e regulamentares, as concessionárias, permissionárias ou autorizadas do Setor Elétrico, os gestores ou beneficiários de fundos e encargos setoriais (Eletrobrás e CCEE), e os agentes de coordenação (CCEE e ONS).

8 100 8,00

1.3.3

Fiscalizar, por Anuências Prévias, agentes do setor elétrico, analisando, instruindo e se manifestando sobre solicitações encaminhada a respeito de operações comerciais e societárias.

5 100 5,00

1.3.4

Fiscalizar a Conta de Variações da Parcela "A" (CVA) em 63 concessionárias de distribuição conforme cronograma dos reajustes e revisões tarifárias.

4 100 4,00

1.3.5 Fiscalizar a Base de Remuneração em 4 concessionárias previstas em calendário de revisão tarifária.

5 100 5,00

1.3.6

Fiscalizar do Controle Patrimonial em 4 concessionárias de distribuição previstas em calendário de revisão tarifária e em 3

concessionárias de transmissão em processo de reconhecimento de bens indenizáveis face a renovações de suas outorgas.

2 100 2,00

1.3.7 Aprimorar processos. 1 100 1,00

Formulário de Avaliação de Desempenho Institucional

(5)

Política Institucional N° Meta Global Peso da Meta Glob al (PG) Meta In ter m ed iár ia Resp on ve l Pes o d a M et a In ter m ed iár ia

Desdobramento das Metas Intermediárias Peso

Gr au d e Alc an ce Ín dice d e Dese m pen ho Ín dice d e Dese m pen ho da M et a In ter m ed iár ia % d e a lca nce da M et a In ter m ed iár ia Assegurar a prestação do serviço de energia elétrica em condições adequadas de qualidade e preço. (Programa Temático Energia Elétrica) 2 Regular as atividades relacionadas à exploração de energia elétrica e ao aproveitamento dos potenciais hidráulicos, de acordo com políticas e diretrizes do Governo Federal. 25 2.1 Regular os serviços de geração. SRG 14

2.1.1 Regulamentar novos dispositivos legais e adequar resoluções normativas. 2 100 2

13,5 96,43 2.1.2 Avaliar a efetividade física e comercial das recém-interligações dos sistemas isolados ao

Sistema Interligado Nacional. 2,5 80 2 2.1.3

Avaliar a operação do sistema e seus rebatimentos na comercialização nos anos de

2013 e 2014. 2,5 100 2,5

2.1.4 Estabelecer valores de referência do custo da geração fotovoltaica, para fins de limite de

reembolso pela CCC-CDE. 2 100 2

2.1.5

Analisar a necessidade de criação de incentivos para a instalação de centrais geradoras com potência instalada superior a 1 MW pertencentes a consumidores e da possibilidade ampliação dos limites de aplicação do conceito de "net metering" para essas centrais.

2 100 2

2.1.6 Avaliar o desempenho das usinas hidrelétricas não despachadas centralizadamente para fins de participação no MRE.

2 100 2

2.1.7 Elaborar a Agenda Regulatória da SRG para o ciclo 2015-2016. 1 100 1

2.2 Regular os serviços de transmis-são. SRT 14

2.2.1 Elaborar e atualizar os regulamentos do serviço de transmissão. 8 100 8

13,67 97,64 2.2.3

Tratar das solicitações de acesso, envolvendo conexão e uso, às instalações sob

responsabilidade de concessionárias de transmissão.

3 89 2,67

(6)

2.2.7 Aprimorar processos. 1 100 1 2.3 Regular os serviços de distribui-ção. SRD 19 2.3.5

Definir os limites relativos à continuidade dos serviços de distribuição de energia elétrica, nos seus aspectos de DEC e FEC, para as concessionárias de distribuição com revisão tarifária programada para o período.

1 100 1

19 100,00 2.3.6 Realizar o cálculo de perdas técnicas das concessionárias de distribuição com revisão

tarifária programada para o período. 1 100 1 2.3.7

Aprimorar o regulamento sobre a continuidade do fornecimento para as concessionárias de distribuição de energia elétrica (Módulo 8 do PRODIST).

1 100 1

2.3.8 Aprimorar o regulamento sobre perdas de energia das concessionárias de distribuição de

energia elétrica (Módulo 7 do PRODIST). 1 100 1 2.3.9 Análise sobre a forma de contratação de Montante de Uso do Sistema de Distribuição –

MUSD por permissionárias. 2 100 2

2.3.1 0

Aprimorar a regulamentação quanto aos procedimentos relativos ao Sistema de Informação Geográfica Regulatório – SIG-R da distribuição de energia elétrica.

2 100 2

2.3.1

1 Elaborar a Agenda Regulatória da SRD para o ciclo 2015-2016. 2 100 2 2.4.1 Aprimorar e uniformizar normas e procedimentos de atendimento aos consumidores. 3 100 3 2.4.2 Avaliar e homologar previamente a aplicação da Tarifa Social de Energia Elétrica - TSEE. 3 100 3 2.4.3 Acompanhar a execução dos Planos de Universalização de Energia Elétrica. 3 100 3

2.4 Regular os Serviços comerci-SRC 1,5

2.4.5 Elaborar a Agenda Regulatória Indicativa da SRC para o ciclo 2015-2016. 1 100 1

1,5 100,00

(7)

ais 2.5 Regular pesquisa e desenvol vimento e eficiência energéti-ca. SPE 14 2.5.1

Emitir, dentro do prazo previsto na

regulamentação, parecer de avaliação final dos projetos de P&D carregados no sistema de gestão até fevereiro de 2015.

2 90 1,8

13,586 97,04 2.5.2

Emitir parecer de avaliação final dos projetos de Eficiência Energética (EE) carregados no sistema de gestão até março de 2015, referentes aos projetos concluídos nos exercícios de 2012 e 2013.

2 99,3 1,986

2.5.3

Realizar um workshop para apresentar às distribuidoras de energia a nova metodologia de Medição e Verificação (M&V) para projetos executados no âmbito do PEE.

1 100 1

2.5.4

Realizar 4 turmas de treinamento para capacitar as distribuidoras de energia na utilização da nova metodologia de M&V para projetos executados no âmbito do PEE.

2 100 2

2.5.5 Organizar o VIII Citenel/IV SEENEL. 2 90 1,8 2.5.6 Elaborar a Revista P&D nº 6 e Revista Eficiência Energética nº 2. 2 100 2

2.5.7 Aprimorar processos. 1 100 1

2.5.8 Elaborar a Agenda Regulatória da SPE para o ciclo 2015-2016. 1 100 1 2.5.9 Aprimorar a sistemática de avaliação dos resultados de P&D. 1 100 1

2.6 Promover e regula-mentar a comercia -lização de energia

(8)

elétrica. 2.7 Regular aspectos econômi-cos. SRE 12,5

2.7.1 Realizar reajustes tarifários de 62 concessionárias de distribuição, 32

permissionárias, Itaipu e Eletronuclear. 5,0 100 5

12,5 100 2.7.2 Realizar revisões tarifárias de 1 concessionária de distribuição e 2 permissionárias. 5,0 100 5

2.7.3 Fixar os valores de CDE, PROINFA, TFSEE e TAR. 1,0 100 1

2.7.6 Aprimorar processos. 0,5 100 0,5

2.7.7 Elaborar a Agenda Regulatória da SRE para o ciclo 2015-2016. 1,0 100 1

2.8 Regular aspectos econômi-cos. SGT 11

2.2.4 Reajustar as receitas anuais de transmissoras. 1,5 100 1,5

11 100,00 2.2.5 Estabelecer as tarifas de uso do sistema de transmissão. 1,5 100 1,5

2.2.7 Aprimorar processos. 0,5 100 0,5

2.3.1

Calcular os custos marginais de capacidade e as tarifas de referência para subsidiar cálculo da TUSD para as concessionárias de distribuição com revisão tarifária programada para o ano.

1 100 1

2.3.2 Calcular a Tarifa de Uso dos Sistemas de Distribuição para centrais Geradoras – TUSDg de

referência para o ciclo tarifário 2014/2015. 2 100 2 2.3.3 Atualizar a TUSDg de referência para os processos de reajuste e revisão tarifária das

distribuidoras. 1 100 1

2.3.4

Aprimorar o cálculo das Tarifas de Referência aplicáveis às revisões tarifárias das

concessionárias de distribuição de energia elétrica.

(9)

2.7.4

Definir metodologia de Revisão Tarifária

Periódica das Concessionárias de Distribuição de Energia Elétrica - 4º Ciclo (Módulo 2 do

PRORET). 2 100 2 2.7.6 Aprimorar processos. 0,5 100 0,5 2.9 Promover e regulame ntar a comercia -lização de energia elétrica. SRM 12 2.6.1 Aprimorar processos. 0,80 80 0,64 11,012 91,77 2.6.2 Promover a comercialização de energia elétrica. 4,80 0,8 4,512

2.6.3 Atualizar a regulamentação da comercialização de energia. 4,80 100 4,8 2.6.5 Aprimorar o monitoramento dos processos da CCEE relativos à assinatura dos CCEARs e

CERs. 0,60 10 0,06

2.7.5

Aprimorar os procedimentos de cálculo da receita anual de referência para licitação de instalações

de transmissão - Submódulo 9.8 do PRORET 1,00 100 1

Formulário de Avaliação de Desempenho Institucional

Ciclo - 1° de julho de 2014 a 30 de junho de 2015 ANEXO I - A

Política

Institucional Meta Global

Pes o d a M et a G lo bal (P G) IntermedMetas iárias Resp on ve l Pes o d a M et a In ter m ed iár ia

Desdobramento das Metas Intermediárias Peso Grau de Alcance

Ín dice d e Dese m pen ho Ín dice d e Dese m pen ho d a M et a I nt er m ed iár ia % d e a lca nce d a M et a I nt er m ed iár ia Assegurar a prestação do serviço de energia elétrica em condições adequadas de 3 Promover outorgas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, visando a 15 3.1 Conce-der e autorizar geração. SCG 57 3.1.

1 Instruir processos para emissão de outorgas e gestão de outorgas existentes, de geração. 12 95,79 11,49

50,34 88,32 3.1.

2

Elaborar Procedimentos de Geração – ProGER, consolidando as normas que regulamentam a emissão e a gestão de outorgas de geração de energia elétrica.

(10)

qualidade e preço. (Programa temático Energia Elétrica) expansão do sistema elétrico nacional. 3.1.

3 Aprimorar os procedimentos de recebimento de informações. 8 75 6,00 3.1.

4 Aprimorar processos. 6 100 6,00

3.2. 1

Analisar pedidos de registro de estudos de inventário no prazo de 15 dias corridos após protocolo na SGH.

1 95 0,95

3.2.

2 Analisar estudos de inventário para fins de aceite no prazo de 30 dias após protocolo na SGH. 1 100 1,00 3.2.

3 Analisar inventários com potencial equivalente a 5000 MW. 5 100 5,00 3.2.

4

Analisar pedidos de registro de projeto básico de PCH no prazo de 15 dias corridos após protocolo

na SGH. 1 95 0,95

3.2. 5

Analisar projetos básicos de PCH para fins de aceite no prazo de 30 dias após protocolo na

SGH. 1 100 1,00

3.2. 6

Analisar projetos básicos de PCH no prazo de 4 meses após o protocolo na SGH da Licença

Ambiental. 3 100 3,00

3.2. 7

Analisar pedidos de registro de EVTEs ou de projetos básicos de UHE no prazo de 15 dias

corridos após protocolo na SGH. 1 100 1,00 3.2.

8

Analisar EVTEs ou projetos básicos de UHEs para fins de aceite no prazo de até 30 dias após

protocolo na SGH. 1 95 0,95

3.2.

9 Analisar EVTEs previstos para participar de leilão entregues em até 3 meses antes do certame. 5 100 5,00 3.2.

10

Analisar projetos básicos de UHEs maior que 50 MW em até 3 meses após o protocolo da Licença

Ambiental. 5 100 5,00

3.2. 11

Analisar projetos básicos de UHE menor ou igual a 50 MW em até 4 meses após o protocolo da

(11)

3.2 Gerir estudos hidroener géticos. SGH 3 3.2.12 Aprimorar processos. 3 100 3,0 3,0 100,0 3.3 Conce-der, permitir e autorizar transmiss ão e distribuiç ão. SCT 30 3.3. 1

Encaminhar à CEL, os processos para realização dos leilões de transmissão de caráter sistêmico destinados a expansão da Rede Básica do Sistema Interligado Nacional (SIN) e/ou destinados a Instalações de Interesse das Centrais Geradoras - ICGs, em atendimento ao Plano de Outorgas, aprovado pelo Poder Concedente, cujos estudos e relatórios técnicos sejam encaminhados à ANEEL em prazo hábil para execução do certame nos ciclos avaliativos.

12 100 12,0

29,61 98,71 3.3.

2

Encaminhar à Diretoria processos instruídos de declaração de utilidade pública de áreas de terras destinadas à implantação de instalações de transmissão de energia elétrica pertencentes às concessionárias, permissionárias e autorizadas.

8 100 8,0

3.3.

3 Aprimorar os processos. 2 100 2,0

2.2. 2

Autorizar a implantação de reforços nas instalações sob responsabilidade de

concessionárias de transmissão. 8 95,18 7,6 3.5 Executar o processo licitatório de transmis-são e de geração. SEL e CEL 10 3.4. 1

Operacionalizar os Leilões de Transmissão destinados à expansão da Rede Básica do SIN em atendimento aos Planos de Outorgas a partir do encaminhamento pela SCT.

3 100 3,0

10,0 100,0 3.4.

2 Operacionalizar os Leilões de Geração demandados pelo Poder Concedente. 3 100 3,0 3.4.

3

Dar suporte às Distribuidoras com atuação nos sistemas isolados na execução de leilões de geração de energia ou de contratação de serviços para fornecimento de energia.

2 100 2,0

3.4.

(12)

Formulário de Avaliação de Desempenho Institucional

Ciclo - 1° de julho de 2014 a 30 de junho de 2015 ANEXO I - A

Política

Institucional Meta Global

Pes o d a M et a G lo bal (P G) IntermedMetas iárias Resp on ve l Pes o d a M et a In ter m ed iár ia

Desdobramento das Metas Intermediárias Peso

Grau de Alcanc e Índice de Desemp enho Índice de Desem penho da Meta Interm ediária % de alcance da Meta Intermediá ria Assegurar a prestação do serviço de energia elétrica em condições adequadas de qualidade e preço. (Programa Temático Energia Elétrica) 4 Aprimorar e fortalecer o relacionamento e o diálogo da ANEEL com a sociedade (Ouvidoria Setorial, Mediação e Participação Pública) 15 4.1 Gerir Ouvidoria Setorial, dirimir conflitos e viabilizar a participa-ção pública. SMA 50

4.1.1 Minimizar o tempo médio de respostas a solicitações de consumidores. 5 98,64 4,93

49,93 99,86 4.1.2 Consolidar os procedimentos de Inteligência Analítica às bases de dados originados dos consumidores para subsidiar

processos de regulação e fiscalização.

10 100 10,00

4.1.3 Avaliar a efetividade dos processos de audiências e consultas públicas. 10 100 10,00 4.1.4 Estabelecer mecanismos para avaliação dos processos de mediação. 10 100 10,00 4.1.5 Coordenar a Agenda Regulatória para 2015-2016. 5 100 5,00

4.1.6 Aprimorar processos. 5 100 5,00

(13)

2.4.6 Aprimorar processos. 0,5 100 0,50 4.2 Gerir a comuni-cação e o relacio-namento institucio nal da ANEEL. SCR 50 4.2.1 Aprimorar processos. 10,5 100 10,50 40,95 81,90 4.2.2 Avaliar e integrar canais de comunicação interna. 13,5 80 10,80

4.2.3 Reformular, em parceria com a SGI, o Portal da ANEEL. 12,5 60 7,50 4.2.4 Aplicar a metodologia de avaliação da gestão associada dos serviços públicos a todas a as Agências Estaduais

Conveniadas. 13,5 90 12,15

Formulário de Avaliação de Desempenho Institucional

Ciclo - 1° de julho de 2014 a 30 de junho de 2015 ANEXO I - A

Política

Institucional Meta Global

Pes o d a M et a G lo bal (P G) IntermediMetas árias Resp on ve l Pes o d a M et a In tem ed iár ia

Desdobramento das Metas Intermediárias Peso

Grau de Alcan ce Índice de Desemp enho Índice de Desem penho da Meta Interm ediária % de alcance da Meta Intermediária Assegurar a prestação do serviço de energia elétrica em condições adequadas de qualidade e preço. (Programa Temático 5 Aprimorar o modelo de gestão administrativa e financeira e o processo decisório, com implementação de procedimentos de modernização 15 5.1 Apoiar o processo decisório e instrução proces-sual. SGE 12

5.1.1 Estipular, juntamente com a Diretoria, prazo indicativo para a tomada de decisão de forma a possibilitar o acompanhamento

e andamento dos processos distribuídos aos Diretores. 3,00 65 1,95

10,95 91,23 5.1.2 Aprimorar processos. 4,00 100 4,00

(14)

Energia Elétrica) gerencial.

5.1.4 Zelar para que os documentos no Protocolo-Geral não excedam o prazo de 1 dia útil para tramitação às UOrgs. 3,00 99,93 3,00

5.2 Auxiliar a atividade jurídica.

PGE 5

5.2.1 Emitir pareceres e instruir processos administrativos em prazos e condições adequados. 0,50 90 0,45

4,95 99,00 5.2.2 Análise de conformidade de atos normativos da Agência e emissão de pareceres obrigatórios em matéria de licitações e

contratos. 1,00 100 1,00

5.2.3 Realizar atividade administrativa de tramitação e cadastramento de documentos e processos. 2,00 100 2,00 5.2.4 Prover pesquisa jurisprudencial e doutrinária, analisar processos e elaborar minutas de documentos. 1,00 100 1,00 5.2.5 Aprimorar processos. 0,50 100 0,50

5.3 processos Auditar

internos. AIN 13,25 5.3.1

Executar 100% dos projetos de auditoria especiais e os previstos nos PAINTs, segundo programação estabelecida

para o ciclo. 6,00 100 6,00

13,250 100,00 5.3.2

Atender 100% das demandas dos órgãos de controle interno, externo e da administração no prazo requerido, com

vencimento no ciclo. 5,00 100 5,00

5.3.3 Aprimorar processos. 1,00 100 1,00 5.4.1 Elaborar e acompanhar Plano Gerencial (PCA). 1,25 100 1,25

5.4 Realizar o Planejam ento da Gestão Institucio-nal. SPG 6,25

5.4.1 Elaborar e acompanhar Plano Gerencial. 1,25 100 1,25

6,25 100,00 5.4.4 Aprimorar a Gestão de Processos. 2,50 100 2,50

5.4.5 Aprimorar processos. 2,50 100 2,50

5.5 informa-Gerir ção.

SGI 17,5

5.5.1 Manter em operação o Service Desk, e implantar o modelo ITIL de governança de infraestrutura de TI. 2,00 90,42 1,81

14,33 81,89 5.5.2

Entregar em operação, total ou parcial, sistemas para atender às demandas das UORG, e entregar artefatos de

especificação de sistemas. 2,00 70 1,40 5.5.3 Sistematizar o mapeamento das informações necessárias aos trabalhos das UORGs, com vistas à eliminação de

(15)

5.5.4 Atualizar infraestrutura de contingência, equipamentos de comunicação de dados e ferramentas de gestão da rede de

computadores. 2,00 85 1,70

5.5.5 Evolução do SICNet 2.0, em especial para permitir consultas web e processos de pagamento 100% digitais. 1,50 100 1,50 5.5.6 Desenvolver e entregar em operação o sistema SGO-GEO. 1,00 100 1,00 5.5.7 Atender, no prazo acordado com as UORGs, às demandas de análises geográficas destas. 1,00 79,16 0,79 5.5.9 Elaborar e atualizar documentação e normas de responsabilidade da SGI. 1,00 63 0,63 5.5.10 Finalizar o desenvolvimento e entregar, em parceria com a SCR, o novo portal da web ANEEL 3,00 50 1,50 5.4.2 Sistematizar a Gestão de Projetos na ANEEL. 2,00 100 2,00

5.6 Gerir adminis-tração e finanças. SAF 15

5.6.1 Executar a conformidade contábil da ANEEL 2,00 100 2,00

14,19 94,59 5.6.2 Executar a administração geral e manutenção predial do complexo da ANEEL. 4,00 80 3,20

5.6.3 Executar a gestão orçamentária financeira da ANEEL. 3,00 100 3,00 5.6.4 Executar a gestão e controle da arrecadação das receitas da ANEEL. 2,00 100 2,00 5.6.5 Atender às solicitações de emissão de Certificado de Adimplemento pelos concessionários, permissionários e

autorizados de serviços e instalações de energia elétrica.

3,00 99,61 2,99 5.6.6 Aprimorar processos. 1,00 100 1,00 5.7 Gerir políticas e práticas de recursos humanos. SRH 15,5

5.7.1 Elaborar e aplicar pesquisa sobre motivos de desligamento e pedidos de cessão. 3,00 100 3,00

15,50 100,00 5.7.2 Implementar pesquisa de comprometimento com o trabalho. 3,00 100 3,00

(16)

5.7.5 Aprimorar processos. 2,50 100 2,50 5.8 Gerir licitações e controle de contratos e convênios . SLC 15,5

5.8.1 Efetivar as demandas de contratações relativas aos processos que derem entrada na SLC. 8,00 99,59 7,97

15,47 99,79 5.8.2 Coordenar a operacionalização dos Contratos de Metas e gerenciar o desenvolvimento de todas as suas fases,

efetivando as demandas. 6,00 100 6,00 5.8.3 Aprimorar processos. 1,50 100 1,50

Imagem

Referências