• Nenhum resultado encontrado

PROCESSO SELETIVO SESC/TO, EDITAL Nº 03/2015.

N/A
N/A
Protected

Academic year: 2021

Share "PROCESSO SELETIVO SESC/TO, EDITAL Nº 03/2015."

Copied!
18
0
0

Texto

(1)

PROCESSO SELETIVO SESC/TO, EDITAL Nº 03/2015.

O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO/SESC – ADMINISTRAÇÃO REGIONAL NO TOCANTINS, entidade de direito privado sem fins lucrativos, por meio da Coordenadoria de Recrutamento, Seleção e Desenvolvimento. Torna publico a realização do processo seletivo para contratação de pessoal no Regime Celetista (Consolidação das Leis de Trabalho – CLT), para o Quadro Efetivo e Cadastro de Reserva do Sesc, regido nos termos da Resolução Sesc Departamento Nacional n.º 1163/2008 e 1169/2009 e condições estabelecidas neste edital e anexo.

1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1 - Tipo do Recrutamento: Externo

1.2 - O Processo Seletivo é de atribuição da Coordenação de Recrutamento, Seleção e Desenvolvimento que tem como objetivo selecionar profissionais para os cargos que trata esse edital e compreenderá a análise curricular, avaliação de conhecimentos específicos, avaliação de habilidades e atitudes e entrevista.

1.3 - O resultado deste Processo Seletivo será divulgado no site do Sesc - TO (www.sescto.com.br – link: Processos Seletivos), após a finalização de cada etapa e da conclusão final do processo.

2 - DA INSCRIÇÃO.

2.1 - As inscrições para os cargos iniciam no dia 06/02 e poderão ser realizadas até o dia 17/02/2015.

2.2 - As inscrições devem ser realizadas enviando currículo para o e-mail selecao@sescto.com.br, identificando o assunto como “Processo de Seleção – Edital 03/2015 e juntamente com o e-mail a indicação da vaga que deseja concorrer.

2.3 - A Coordenadoria de Recrutamento, Seleção e Desenvolvimento não se responsabilizará por inscrições via correio eletrônico não recebidas por motivo de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados e o não recebimento dos currículos.

(2)

2.4 - O candidato deve apresentar, caso seja aprovado, os documentos comprobatórios de atendimento aos pré-requisitos definidos no Edital. Caso contrário será desclassificado do processo de seleção, não cabendo recurso.

2.5 - É de exclusiva responsabilidade do candidato sob as penas da lei, a veracidade das informações fornecidas no ato da inscrição. Qualquer incorreção ou ausência de informação que leve ao indeferimento de sua inscrição, não será passível de ser saneada. 2.6 - O Sesc - TO se reserva o direito de excluir do processo seletivo as inscrições cujos currículos estejam com informações incompletas, de acordo com o item 4, subitem 4.1.1 do edital.

2.7 - O candidato Portador de Deficiência, deverá apresentar na etapa de análise curricular atestado médico informando a espécie e o grau ou nível de deficiência que lhes confere o status na conformidade da lei, além dos documentos exigidos item 4, subitem 4.1.5 do edital.

2.9 - Não poderão ser admitidos como funcionário do Sesc parentes até o terceiro grau civil (afim ou consanguíneo) do Presidente, ou dos membros, efetivos e suplentes, do Conselho Nacional e do Conselho Fiscal ou dos Conselhos Regionais do Sesc e do Senac, bem como de dirigentes de entidades sindicais ou civis do comércio, patronais ou de empregados, art. 44 do Regulamento do Serviço Social do Comércio.

§ Único - A proibição é extensiva, nas mesmas condições, aos parentes de servidores dos órgãos do Sesc, ou do Senac. Compreende-se como parente até o 3º grau:

a) Ascendentes: pais (s), avó (s) e bisavó (s); b) Descendentes: filho(s), neto (s) e bisneto(s); c) Colaterais: irmão(s), primos, tios e sobrinhos;

d) Afins: Cônjuge, sogro(s), cunhado(s), avós do cônjuge, sobrinhos e bisavós do cônjuge, madrasta, padrasto e enteado(s);

e) Com base no Art. 44 do Regulamento do Serviço Social do Comércio.

2.10 - De acordo com o Art.41, parágrafo 2º da legislação do Sesc: Sem prévia autorização do titular do respectivo ministério ou autoridade correspondente, não serão admitidos servidores públicos ou autárquicos a serviço do Sesc.

(3)

3.1 Cargo: Engenheiro Civil

Modalidade de contrato: prazo indeterminado Formação: Graduação em Engenharia Civil Remuneração: R$ 6.154,00

Carga horária: 40h

Horário de trabalho: matutino e vespertino Principais atividades a serem desenvolvidas

 Elaborar projetos de engenharia civil

 Gerenciar sistemas do setor

 Fiscalizar obras em execução

 Controlar qualidade

Experiência em fiscalização e execução de obras Viagens: frequentemente

Quantidade de vagas – 01 Local: – Sede Administrativa

Além do salário, o SESC oferece os benefícios de plano de saúde, auxílio alimentação e seguro de vida

3.2 Cargo: Bibliotecário

Modalidade de contrato: prazo indeterminado Formação: Graduação em Biblioteconomia Remuneração: R$ 3.147,00

Carga horária: 40h (flexibilidade de horários) Horário de trabalho: matutino e vespertino Principais atividades a serem desenvolvidas

 Planejar, implementar, administrar e organizar bibliotecas da Rede de

Bibliotecas do Sesc – Departamento Regional do Tocantins Experiência na área

Quantidade de vagas – 01

(4)

Além do salário, o SESC oferece os benefícios de plano de saúde, auxílio alimentação e seguro de vida

3.3 - Cargo: Instrutor de Atividades e Desporto. Modalidade de contrato: prazo indeterminado.

Formação: Graduação em Educação Física, licenciatura ou bacharel, com registo no CREF – Conselho Regional de Educação Física.

Remuneração: R$ 15,75 hora/aula.

Benefícios: plano de saúde, auxílio alimentação e seguro de vida. Carga horária: variável.

Horário de trabalho: a definir.

Principais atividades a serem desenvolvidas: - ministrar aulas na área;

- desenvolver atividades desportivas;

- Participar de planejamento de programas e atividades sócio-culturais.

Experiência na modalidade de educação física escolar para educação infantil e/ou grupo de idosos.

Quantidade de vagas – 01

Local: Sesc Unidade Parque Primavera - Gurupi

Além do salário, o SESC oferece os benefícios de plano de saúde, auxílio alimentação e seguro de vida

3.4 Cargo: Professor de Alfabetização

Modalidade de contrato: prazo indeterminado

Formação: Ensino Médio, preferencialmente estudantes do curso de pedagogia, letras ou demais licenciaturas

Remuneração: R$ 7,22 Carga horária: 20h

Horário de trabalho: noturno

Principais atividades a serem desenvolvidas - ministrar aulas que ofereçam significado ao aluno;

(5)

- elaborar planejamentos;

- elaborar e desenvolver projetos didáticos; - participar de formação continuada.

Experiência como Professor de Ensino Fundamental e/ou EJA Quantidade de vagas – 01 vaga

Local: Sesc Ler – Paraíso do Tocantins

Além do salário, o SESC oferece os benefícios de plano de saúde, auxílio alimentação e seguro de vida.

3.5 Cargo: Atendente Comercial para a Central de Atendimento – atuar no Programa de Desenvolvimento de Vendas (PDV)

Modalidade de contrato: prazo indeterminado Formação: Ensino Médio

Remuneração: R$ 1.059,00 Carga horária: 40h

Horário de trabalho: 11:50 - 15:30 / 17:00 - 21:20 Disponibilidade para trabalhar nos finais de semana, por escala Principais atividades a serem desenvolvidas

- Atendimento ao público;

-Controlar numerários e valores recebidos;

-Receber valores de vendas de produtos e serviços do restaurante; -Etc.

Experiência de 6meses como operador de caixa Quantidade de vagas – 01

Local: Centro de Atividades do Sesc

Além do salário, o SESC oferece os benefícios de plano de saúde, auxílio alimentação e seguro de vida.

(6)

4 - DOS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO:

4.1 - O processo de seleção será composto de 04 (quatro) etapas, Análise Curricular, Prova Teórica, Avaliação de Habilidades e Entrevista, que serão elaboradas de modo a atender as particularidades dos cargos necessitados pelo Sesc - TO.

4.1.1 - 1º ETAPA: Análise Curricular: análise dos currículos recebidos para verificar a adequação dos candidatos ao perfil exigido.

4.1.1.1 - Seguem para a próxima etapa apenas os currículos que atenderem na íntegra os requisitos exigidos no presente edital, conforme o cargo para o qual o candidato está inscrito.

4.1.1.2 - Cada e-mail deve conter no assunto o número do edital do processo seletivo e o nome do cargo que deseja concorrer.

4.1.1.3 - Não nos responsabilizamos pela não classificação do currículo caso este não venha em anexo e o assunto devidamente identificado

4.1.1.4 - No currículo devem constar as seguintes informações: a) Dados pessoais;

b) Escolaridade;

c) Experiência de trabalho;

d) Resumo das principais atividades desempenhadas; e) Cursos de aperfeiçoamento profissional (se houver).

4.1.1.5 - Os candidatos classificados na análise curricular deverão apresentar-se para a próxima etapa do processo.

4.2 - 2º ETAPAS: Prova Teórica de caráter eliminatório.

4.2.1 - Será realizada 01 (uma) prova de conhecimentos específicos (conteúdos programáticos – conforme anexo - I) com a pontuação máxima de 40 pontos.

4.2.2 - A prova teórica terá duração máxima de 3horas;

4.2.2.1 – A prova teórica dos cargos - acontecerá no seguinte endereço:

 PALMAS: Sede Administrativa do Sesc, cito 301 Norte, conj. 01 lt 19, Av. Teotônio Segurado

(7)

 PARAÍSO: Av. Presidente Médici, Setor Jardim Paulista

4.3 - 3º ETAPA: Avaliação de Habilidades consiste na aplicação de provas situacionais, práticos e/ou dinâmicas de grupo, micro aulas, testes psicológicos. Objetiva-se com esta etapa, possibilitar um maior conhecimento do candidato, com levantamento de informações que permitam a avaliação da adequação das competências técnicas e comportamentais exigidas para o cargo.

Esta etapa terá pontuação máxima de 40 pontos.

4.4 - 4º ETAPA: Entrevista - terá como objetivo averiguar as habilidades, atitudes, traços de personalidade e potencial desejados para o desempenho do cargo, disponibilidade de tempo bem como informar (se necessário) ao candidato algumas considerações acerca do processo. Será realizada com foco em competências e consistirá na verificação qualitativa das habilidades e experiências profissionais exigidas.

Esta etapa terá pontuação máxima de 20 pontos.

5 - DA PONTUAÇÃO GERAL DO PROCESSO SELETIVO

5.1 - O candidato será classificado se obtiver a pontuação mínima de 50% de acordo com a pontuação atribuída a cada etapa do processo (exceto a análise curricular).

6 - CRONOGRAMA PREVISTO DO PROCESSO SELETIVO. CARGO: BIBLIOTECÁRIO

ETAPAS DATA.

1ºEtapa: Análise Curricular 18/02/2015.

2ºEtapa: Prova Teórica-Técnica 23/02/2015.

Divulgação do Resultado desta etapa 24/02 /2015.

3ºEtapa: Avaliação de Habilidades 27/02/2015.

Resultado da Avaliação de Habilidades 02/03/2015

(8)

Resultado Final 05/03/2015.

CARGO: ENGENHEIRO CIVIL

ETAPAS DATA.

1ºEtapa: Análise Curricular 18/02/2015.

2ºEtapa: Prova Teórica-Técnica 23/02/2015.

Divulgação do Resultado desta etapa 24/02 /2015.

3ºEtapa: Avaliação de Habilidades 02/03/2015.

Resultado da Avaliação de Habilidades 03/03/2015

Entrevista 05/03/2015

Resultado Final 06/03/2015.

CARGO: INSTRUTOR DE ATIVIDADES E DESPORTO

ETAPAS DATA.

1ºEtapa: Análise Curricular 18/02/2015.

2ºEtapa: Prova Teórica-Técnica 23/02/2015.

Divulgação do Resultado desta etapa 24/02 /2015.

3ºEtapa: Avaliação de Habilidades e Entrevista

03/03/2015.

Resultado Final 04/03/2015.

CARGO: PROFESSOR DE ALFABETIZAÇÃO

ETAPAS DATA.

1ºEtapa: Análise Curricular 18/02/2015.

2ºEtapa: Prova Teórica-Técnica 23/02/2015.

Divulgação do Resultado desta etapa 23/02 /2015.

3ºEtapa: Avaliação de Habilidades e Entrevista

26/02/2015.

(9)

CARGO: ATENDENTE COMERCIAL

ETAPAS DATA.

1ºEtapa: Análise Curricular 18/02/2015.

2ºEtapa: Prova Teórica-Técnica 23/02/2015.

Divulgação do Resultado desta etapa 25/02 /2015.

3ºEtapa: Avaliação de Habilidades 06/03/2015.

Resultado da Avaliação de Habilidades 09/03/2015

Entrevista 12/03/2015

Resultado Final 13/03/2015.

OBS: Nas cidades de Gurupi e Paraíso de com a legislação vigente do Sesc as etapas de Avaliação de Habilidades e Entrevista, serão realizadas com todos os candidatos aprovados na segunda etapa (avaliação de conhecimentos específicos).

7 - DA CLASSIFICAÇÃO.

7.1 - A nota final do candidato será obtida por meio do somatório das seguintes etapas: a) Avaliação de conhecimentos específicos;

b) Avaliação de habilidades; c) Entrevista.

7.1.2 - o somatório final da pontuação dos candidatos definirá a ordem de classificação para o cargo.

7.2 - Após todas as etapas concluídas, caso haja dois ou mais candidatos com a mesma nota final, serão observadas, em ordem crescente os seguintes critérios de desempate:

a) Maior nota na prova de conhecimentos específicos; b) Maior nota da etapa de avaliação de habilidades; c) Maior idade.

7.3 - Havendo desistência do (s) primeiro (s) colocado (s), o Sesc - TO poderá a qualquer tempo e no prazo de validade de 02 anos do processo, convocar os demais classificados por ordem de classificação.

(10)

7.4 O resultado de cada etapa será divulgado no site do Sesc - TO (www.sescto.com.br – link: Processos Seletivos), em ordem alfabética, sendo que somente o resultado final será por ordem de classificação.

8 - DO RECURSO.

8.1 - O candidato que desejar interpor recurso contra os resultados das etapas do Processo Seletivo deverá fazê-lo por escrito, assinado e protocolizado no Sesc, cito 301 Norte Conj. 01 Lt 19, Avenida Teotônio Segurado Palmas – TO. No prazo de até 02 (dois) dias úteis da divulgação do resultado de cada etapa.

8.2 - O candidato apenas terá acesso as suas avaliações dentro das instalações do Sesc - TO, mediante prévio agendamento e apresentação de documento de identificação, no momento em que será dada a oportunidade de consultar sua avaliação, podendo transcrever o que tiver interesse. Não será permitida a retirada de nenhum documento pertencente ao Processo Seletivo.

8.3 - O candidato deverá ser claro, consistente e objetivo em seu pleito. Os recursos intempestivos serão indeferidos de plano.

8.4 - Os recursos serão analisados e julgados pela a equipe técnica do Sesc no prazo de até 10 dias úteis.

8.5 - Os recursos julgados serão respondidos diretamente ao interessado e divulgados no site (www.sescto.com.br – link: Processos Seletivos) para o conhecimento de todos os candidatos.

9 - DA HOMOLOGAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO.

9.1 - Depois de findado o prazo de recurso o Processo Seletivo será encaminhado ao Diretor Regional do Sesc para homologação do resultado final, com base na Portaria Sesc nº 721/2014.

10. DO RESULTADO FINAL.

10.1 - O resultado final do presente processo seletivo com a relação de candidatos aprovados será publicado no site do Sesc, www.sescto.com.br em ordem classificatória.

(11)

10.2 - é de responsabilidade do candidato manter sempre atualizado seus dados junto ao Sesc, para eventual convocação, exemplo:

a) Endereço completo; b) Telefones e e-mail.

10.3 - Findado o prazo de recurso do resultado final do Processo Seletivo, o candidato será convocado para se apresentar na coordenadoria de administração pessoal para receber instruções em relação a contratação, exemplo:

a) Lista de documentos pessoal;

b) Autorização para realização de exames para admissão; c) Lista de comprovação acadêmica e profissional; d) E outros.

11. DA ADMISSÃO.

11.1 - Os candidatos aprovados serão admitidos em ordem classificatória, de acordo com o número de vagas, quando se caracterizar a necessidade efetiva. Estes ficam comprometidos a assumir suas funções no Sesc - TO apenas após a assinatura do contrato.

11.2 - O candidato classificado e convocado receberá do Sesc a SOLICITAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA ADMISSÃO, para providências dentro do prazo estabelecido sob pena de eliminação do presente processo.

11.3 - Todos os documentos exigidos na Solicitação de Documentos de Admissão deverão seres entregues sem pendências na Coordenadoria de Administração de Pessoal no prazo de 5 (cinco) dias, sob pena de eliminação do presente processo seletivo.

11.4 - Poderá ser eliminado o candidato que não comparecer no prazo de 05 (cinco) dias a partir da data de retirada da SOLICITAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA ADMISSÃO através de protocolo.

11.5 - Na hipótese de eliminação do candidato por não comparecer no prazo estabelecido no subitem (11.4), será convocado o próximo candidato, obedecendo a ordem de classificação.

11.6 - No caso do candidato convocado não aceitar ocupar o cargo vago, o mesmo deverá assinar um Termo de Desistência ou enviar um e-mail ou carta informando sua

(12)

desistência para o e-mail: selecao@sescto.com.br sendo excluído automaticamente da condição de ocupar o cargo.

11.7 - Na hipótese do subitem (11.6) será convocado o próximo candidato, obedecendo a ordem de classificação do presente processo.

12 - DAS DISPOSIÇÕES FINAIS.

12.1 - Quaisquer pedido de esclarecimento em relação a eventuais dúvidas de interpretação do presente Edital e seus anexos deverá ser encaminhado por escrito a Sª Jacimary de Carvalho Galindo – Coordenadora de Recrutamento, Seleção e Desenvolvimento do Departamento Regional do SESC, na 301 Norte Conj 01 LT 19 AV. Teotônio Segurado Cep- 77.001-226, através do fax(063 ) 3219 9115 ou e-mail: selecao@sescto.com.br, em até 02 (dois) dias úteis antes data de encerramento das inscrições conforme item (2), não sendo apresentado quaisquer questionamentos a respeito de dúvidas ou vícios contidos no edital, no prazo acima estabelecido, pressupõe-se que os elementos fornecidos são suficientemente claros e precisos para participação do candidato ao certame, não cabendo ao candidato o direito a qualquer reclamação posterior.

12.2 - A inscrição do candidato, bem como sua participação no processo seletivo, caracteriza o pleno conhecimento sobre as instruções contidas neste comunicado e expressa seu aceite com relação aos termos deste, sobre os quais não poderá alegar desconhecimento.

12.3 - A participação e classificação no processo seletivo não implicam em obrigatoriedade de contratação por parte do Sesc – TO.

12.4 - Os candidatos classificados poderão ser convocados a assumirem o respectivo cargo no prazo de até 12 meses a contar da data de homologação do processo seletivo, podendo ser prorrogado por igual período, de acordo com a disponibilidade de vaga (s), observados os mesmos critérios e requisitos do cargo, citados neste Edital.

12.5 - Não poderão participar do processo seletivo, ex-empregados demitidos com justa causa.

(13)

12.7 - O Sesc - TO se reserva o direito de alterar as datas de realização das etapas por motivos administrativos sendo através de adendo e divulgado no site www.sescto.com.br.

12.8 - O SESC/AR/TO se reserva o direito de cancelar unilateralmente este processo seletivo, a qualquer momento, no todo ou em parte, antes da assinatura do contrato, não cabendo aos participantes quaisquer direitos, vantagens ou reclamações, a que título for.

12.9 - A Coordenadoria de Recrutamento, Seleção e Desenvolvimento após a finalização do processo, estará à disposição para quaisquer informações e esclarecimentos de dúvidas e que guardem estrita pertinência com as fases do processo seletivo.

Palmas, 06 de Fevereiro 2015.

Jacimary de Carvalho Galindo

Coordenadoria de Recrutamento, Seleção e Desenvolvimento

(14)

ANEXOS – I.

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS:

CARGO: ENGENHARIA CIVIL

Resistência dos materiais, mecânica dos solos e topografia. Projetos de obra civil: Arquitetônicos. Estruturais (concreto aço e madeira). Fundações. Instalações elétricas e hidros sanitárias. Projeto de Prevenção e combate ao incêndio. Especificação de materiais e serviços. Programação de obras: Orçamento e composição de custos unitários, parciais e totais: levantamento de quantidades. Planejamento e cronograma físico-financeiro. Acompanhamento de obras. Construção. Organização do canteiro de obras: execução de fundações (sapatas, estacas e tubulões). Materiais de construção civil: Alvenaria. Estruturas de concreto, Aço e madeira. Coberturas e impermeabilização. Esquadrias. Pisos e revestimentos. Pinturas, instalações (água, esgoto, eletricidade e telefonia). Fiscalização. Acompanhamento da aplicação de recursos (medições, emissão de fatura etc.) Controle de materiais (cimento, agregados aditivos, concreto usinado, aço, madeira, materiais cerâmicos, vidro, etc.). Controle de execução de obras e serviços. Solos e obras de terra. Saneamento ambiental (disposição de resíduos, aterros sanitários etc.). Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos NBR-9050. Licitações e contratos. Legislação específica para obras de engenharia civil. Vistoria e elaboração de pareceres. Princípios de planejamento e de orçamento público. Elaboração de orçamentos. Noções de segurança do trabalho (NR-18). Noções de Avaliação de imóveis urbanos. Desenho técnico auxiliado por computador. Desenvolvimento de projetos no sistema AUTO CAD.

CARGO: BIBLIOTECÁRIO

1. Fundamentos das ciências da informação;

1.1. Biblioteconomia, arquivologia e museologia: conceitos básicos. Bibliotecário: legislação, formação e mercado de trabalho. O moderno profissional da informação.

(15)

Ética profissional. Organização e tratamento da informação. Controle bibliográfico dos registros do conhecimento. Representação descritiva e temática: políticas, etapas, padrões, princípios, processos e produtos;

2. Normas técnicas: tipologia, funções, aplicabilidade. Organismos nacionais e internacionais de normalização;

2.1. Tecnologias da informação: redes de informação eletrônicas e não eletrônicas; serviços de provisão e acesso. Serviço de informação em bibliotecas públicas e escolares: processo de referência. Interação usuários versus bibliotecário. A entrevista de referência. Bibliotecário de referência: funções. Educação de usuários. Informação comunitária: geração, comunicação e uso;

2.2. Fontes de informação: tipos, características e aplicabilidade;

2.3. Indexação: conceito, definição, linguagens de indexação, descritores, processos de indexação, tipos de indexação;

3. Administração: conceitos e funções. Administração de recursos humanos, financeiros e materiais. Gestão de recursos informacionais: organização, preservação e manutenção dos suportes de informação. Ambiente físico da unidade de informação: organização, preservação, manutenção, controle e segurança;

3.1. Gestão de serviços informacionais: fluxos e processos de trabalho. Controle e avaliação de serviços de informação. Informatização em unidades de informação. Estudos de comunidades e de usuários como base para o desenvolvimento de sistemas de informação;

3.2. Desenvolvimento de coleções: políticas, processos de pesquisa, processo de seleção e aquisição. Marketing em sistemas de informação: bibliotecas públicas e escolares;

4. Documentação: conceitos básicos e finalidades da documentação geral;

5. Classificação Decimal de Dewey (CDD): estrutura, princípios e índices principais e emprego das tabelas auxiliares;

(16)

6. Catalogação (AACR-2) catalogação descritiva, entradas e cabeçalhos; catalogação de multimeios;

7. Serviço de referência: organização de serviços de notificação corrente (serviços de alerta), disseminação seletiva da informação (DSI): estratégia de busca de informação, planejamento, etapas de elaboração, atendimento ao usuário;

8. Bibliografia: conceituação, teorias, classificação, histórico e objetivos;

Bibliografia Sugerida

AMERICAN LIBRARY ASSOCIATION. FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ASSOCIAÇÕES DE BIBLIOTECÁRIOS. JOINT STEERING COMMITEE FOR REVISION OF AACR. Código de catalogação anglo-americano. 2. ed. rev. 2002. - São Paulo: FEBAB, 2004. 1 v.

ARAÚJO, C. A. A. Estudos de usuários conforme o paradigma social da ciência da informação: desafios teóricos e práticos de pesquisa. Informação & informação, Londrina, v. 15, n. 2, p. 23-39, jul./dez. 2010.

BAPTISTA, S. G.; MUELLER, S. P. M. (Org.). Profissional da informação: o espaço de trabalho. Brasília, DF: Thesaurus, 2004.

BATISTA, S. G.; CUNHA, M. B. da. Estudo de usuários: visão global dos métodos de coleta de dados. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 12, n. 2, p. 168-84, maio/ago. 2007.

BELLUZZO, R. C. B. Competências na era digital: desafios tangíveis para bibliotecários e educadores. Educação Temática Digital, Campinas, v. 6, n. 2, p. 27-42, jun. 2005.

BRITO, G. F. de; VERGUEIRO, W. de C. S. Avaliação da qualidade orientada ao usuário estudo de caso em biblioteca acadêmica utilizando o método SERVQUAL. Ciencias de la Información, Habana, v. 42, n. 2, p. 55-59, mayo/ago. 2011.

CAMPELLO, B. S.; CENDÓN, B. V.; KREMER, J. M. Fontes de informação para pesquisadores e profissionais. Belo Horizonte: UFMG, 2000.

CARNEIRO, M. V. Diretrizes para uma política de indexação. Revista de Biblioteconomia da UFMG, Belo Horizonte, v. 14, n. 2, p. 221-241, set. 1985.

Perspectivas em ciência da informação, Belo Horizonte, v. 16, n. 2, p. 67-100, abr./jun. 2011.

(17)

CINTRA, A. M. M. et al. Para entender as linguagens documentárias. 2. ed. São Paulo: Polis, 2002.

CHAUMIER, Jacques. Indexação: conceito, etapas e instrumentos. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 21, n. 1-2, p. 63-79, jan./jun. 1988.

COELHO, T. O que é ação cultural. São Paulo: Brasiliense, 2001.

CUNHA, M. B. da. Para saber mais: fontes de informação em ciência e tecnologia. Brasília, DF: Briquet de Lemos Livros, 2001.

DARNTON, R. A questão dois livros: passado, presente e futuro. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

GIEBLER, A. C. de F.; MATTOS, A. Novas tecnologias, novas mídias, velhas dificuldades:aprimorando a interface com o usuário para a escolha de base de dados ou periódicos. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, v. 12, n. 23, 1. sem. 2007.

GOMES, H. F.; BOTTENTUIT, A. M.; OLIVEIRA, M. O. E. de. (Org.). A ética na sociedade, na área da informação e da atuação profissional: o olhar da filosofia, da sociologia, da ciência da informação e da formação do exercício profissional do bibliotecário no Brasil. Brasília, DF: Conselho Federal de Biblioteconomia, Comissão de Ética Profissional, 2009.

GROGAN, Denis. A prática do serviço de referência. Brasília, DF: Briquet de Lemos Livros, 1995.

LANCASTER, F. W. Indexação e resumos: teoria e prática. Brasília, DF: Briquet de Lemos Livros, 2004.

CARGO: INSTRUTOR DE ATIVIDADES E DESPORTO

A Educação Física no currículo escolar. A história da Educação Física. Métodos e técnicas da Educação Física. Didática específica da Educação Física. Educação Física e Aprendizagem social. Educação Física e contexto social. As novas tendências da Educação Física: Educação Física Humanista, Educação Física Progressista e a Cultura Corporal. Educação Física Escolar, crescimento e desenvolvimento: diferentes abordagens. Desportos: técnicas fundamentais e regras oficiais. Recreação e lazer: conceito e finalidades. Noções de Fisiologia do exercício. A Educação Física e os parâmetros curriculares. Educação Física, Inclusão e Diversidade. Concepção histórico social da criança. Jogos e brincadeiras na educação infantil. Educação Psicomotora e as

(18)

fases do desenvolvimento infantil, educação física para idosos, jogos recreativos, iniciação esportiva.

CARGO: PROFESSOR DE ALFABETIZAÇÃO

Metodologia de ensino da Educação de Jovens e Adultos – 1º segmento. Teorias curriculares e a aplicabilidade no processo de Ensino – aprendizagem da EJA. A construção do conhecimento (Paulo Freire). A alfabetização, a leitura e a produção de textos. Estratégias de organização do espaço da sala de aula. Projetos didáticos, unidade didática, registro diário, Plano de curso. Entendimento da interdisciplinaridade e da transversalidade no planejamento pedagógico. Avaliação no processo de ensino e aprendizagem da escola como meio de reflexão da prática pedagógica. A organização do trabalho pedagógico com ênfase na alfabetização e letramento, projetos didáticos, unidades didáticas. Didática e metodologias de alfabetização e das diversas disciplinas do currículo no Ensino Fundamental EJA. Formação continuada. Inclusão. Estrutura da Educação Brasileira: Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Fundamental. Diretrizes Curriculares Nacionais do Ensino fundamental. Lei nº 9394/96, Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

CARGO: ATENDENTE COMERCIAL Conhecimentos básicos de vendas;

Matemática (regra de três, juros e porcentagem) Informática – pacote office

Referências

Documentos relacionados

ADRIANO PEREIRA AUTO MECÂNICA DO CEARÁ 360 = 03 ANDERSON FRANCISCO RIBEIRO ROD BEM / MGÁ TURBINAS / SEG AMARAL 150 = 03 JUAN PABLO SILVA RIBEIRO ROD BEM / MGÁ TURBINAS /

O emprego de um estimador robusto em variável que apresente valores discrepantes produz resultados adequados à avaliação e medição da variabilidade espacial de atributos de uma

5º - Serão membros natos: representantes da SMS: Área Técnica da Saúde da Criança e do Adolescente, Área Técnica de Atenção à Saúde da Mulher, Área Técnica

Dispõe sobre a constituição e as atribuições da Comissão Interna de Supervisão do Plano de Carreira dos Servidores Técnico-Administrativos em Educação - CIS | PCCTAE do

Estaca de concreto moldada in loco, executada mediante a introdução no terreno, por rotação, de um trado helicoidal contínuo. A injeção de concreto é feita pela haste

Este estudo, assim, aproveitou uma estrutura útil (categorização) para organizar dados o que facilitou a sistematização das conclusões. Em se tratando do alinhamento dos

Ocorre o fenômeno da crase diante dos pronomes relativos “a qual” e “as quais”, quando o verbo da oração introduzida por esses pronomes exigir a

O objetivo do curso foi oportunizar aos participantes, um contato direto com as plantas nativas do Cerrado para identificação de espécies com potencial