• Nenhum resultado encontrado

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ LUPATECH S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

N/A
N/A
Protected

Academic year: 2021

Share "DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ LUPATECH S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2"

Copied!
138
0
0

Texto

(1)

Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido

DMPL - 01/01/2017 à 31/12/2017 26

DMPL - 01/01/2016 à 31/12/2016 27

Demonstração do Fluxo de Caixa 24

Balanço Patrimonial Passivo 18

Declaração dos Diretores sobre o Relatório do Auditor Independente 137

Demonstração do Resultado 21

Demonstração do Resultado Abrangente 23

DMPL - 01/01/2015 à 31/12/2015 28

Pareceres e Declarações

Relatório do Auditor Independente - Sem Ressalva 132

Declaração dos Diretores sobre as Demonstrações Financeiras 136

Proposta de Orçamento de Capital 131

Demonstração do Valor Adicionado 29

Relatório da Administração 31

Notas Explicativas 54

Balanço Patrimonial Passivo 4

Balanço Patrimonial Ativo 2

Demonstração do Resultado Abrangente 8

Demonstração do Resultado 7

Dados da Empresa

DFs Individuais

Composição do Capital 1

Demonstração do Valor Adicionado 14

DMPL - 01/01/2015 à 31/12/2015 13

Balanço Patrimonial Ativo 16

DFs Consolidadas

Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido

Demonstração do Fluxo de Caixa 9

DMPL - 01/01/2016 à 31/12/2016 12

(2)

Em Tesouraria Total 9.393.834 Preferenciais 0 Ordinárias 0 Total 0 Preferenciais 0 Do Capital Integralizado Ordinárias 9.393.834 Número de Ações (Unidades)

Último Exercício Social 31/12/2017

(3)

1.02.01 Ativo Realizável a Longo Prazo 53.319 42.338 49.850

1.02 Ativo Não Circulante 571.231 552.014 665.149

1.02.01.08.02 Créditos com Controladas 26.282 25.804 31.073

1.02.01.08 Créditos com Partes Relacionadas 26.282 25.804 31.073

1.01.08.03.03 Outras Contas a Receber 1.612 3.813 1.260

1.01.08.03.05 Adiantamentos a Fornecedores 704 820 2.313

1.01.08.03.04 Títulos e Valores Mobiliários Restritos 807 1.541 1.163

1.02.01.09.07 Ativos Classificados como Mantidos para Venda 3.513 0 0

1.02.01.09.06 Títulos e Valores Mobiliários Restritos 927 2.046 5.640

1.02.01.09.03 Depósitos Judiciais 2.081 1.663 857

1.02.01.09 Outros Ativos Não Circulantes 27.037 16.534 18.777

1.02.01.09.05 Outras Contas a Receber 7.098 6.724 6.130

1.02.01.09.04 Tributos a Recuperar 13.418 6.101 6.150

1.01.03 Contas a Receber 13.528 101.627 22.491

1.01.03.01 Clientes 6.051 16.818 17.883

1.01.03.02 Outras Contas a Receber 7.477 84.809 4.608

1.01.01 Caixa e Equivalentes de Caixa 6 123 3.125

1.01.08.03 Outros 3.123 6.174 4.736

1 Ativo Total 615.422 697.551 749.203

1.01 Ativo Circulante 44.191 145.537 84.054

1.01.03.02.02 Outras Contas a Receber - Partes Relacionadas 7.477 84.809 4.608

1.01.08 Outros Ativos Circulantes 3.123 6.174 20.020

1.01.08.02 Ativos de Operações Descontinuadas 0 0 15.284

1.01.08.02.01 Ativos Classificados como Mantidos para Venda 0 0 15.284

1.01.07 Despesas Antecipadas 1.111 1.368 1.198

1.01.04 Estoques 22.106 30.595 31.351

1.01.06 Tributos a Recuperar 4.317 5.650 5.869

1.01.06.01 Tributos Correntes a Recuperar 4.317 5.650 5.869

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

31/12/2017

Penúltimo Exercício 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 31/12/2015

(4)

1.02.04 Intangível 69.154 70.212 71.656

1.02.03.03 Imobilizado em Andamento 955 894 306

1.02.04.01.04 Goodwill 55.414 55.414 55.414

1.02.04.01.03 Desenvolvimento de Novos Produtos 13.121 13.737 13.535

1.02.04.01.02 Softwares e Outras Licenças 619 1.061 2.707

1.02.04.01 Intangíveis 69.154 70.212 71.656

1.02.02.01 Participações Societárias 375.509 356.678 455.146

1.02.03.01 Imobilizado em Operação 72.294 81.892 88.191

1.02.02.01.02 Participações em Controladas 375.419 356.588 455.056

1.02.03 Imobilizado 73.249 82.786 88.497

1.02.02.01.04 Outras Participações Societárias 90 90 90

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

31/12/2017

Penúltimo Exercício 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 31/12/2015

(5)

2.01.04.01.02 Em Moeda Estrangeira 1.897 1.544 1.529

2.01.04.01.01 Em Moeda Nacional 13.101 9.799 7.700

2.01.05.01 Passivos com Partes Relacionadas 32.597 69.993 86.881

2.01.05 Outras Obrigações 57.254 108.520 129.750

2.01.03.03 Obrigações Fiscais Municipais 185 186 191

2.01.04.01 Empréstimos e Financiamentos 14.998 11.343 9.229

2.01.04 Empréstimos e Financiamentos 14.998 11.343 9.229

2.01.05.02.08 Provisão de Multas Contratuais 1.003 1.105 2.023

2.01.05.02.07 Outras Contas a Pagar 1.986 2.020 3.221

2.01.05.02 Outros 24.657 38.527 42.869

2.01.05.01.02 Débitos com Controladas 32.597 69.993 86.881

2.01.05.02.05 Adiantamento de Clientes 2.199 1.905 3.045

2.01.05.02.04 Comissões a Pagar 873 869 1.118

2.01.01.02 Obrigações Trabalhistas 3.528 4.201 7.983

2.01.02 Fornecedores 14.162 12.034 12.411

2.01.02.01 Fornecedores Nacionais 13.192 11.066 11.002

2.01.01 Obrigações Sociais e Trabalhistas 3.528 4.201 7.983

2.01.03.02 Obrigações Fiscais Estaduais 22 1.375 1.392

2 Passivo Total 615.422 697.551 749.203

2.01 Passivo Circulante 94.026 144.641 170.168

2.01.02.01.01 Fornecedores Sujeitos à Recuperação Judicial - Classe I 6.848 5.646 5.646

2.01.03 Obrigações Fiscais 4.084 8.543 10.795

2.01.03.01 Obrigações Fiscais Federais 3.877 6.982 9.212

2.01.03.01.02 Outras Obrigações Fiscais Federais 3.877 6.982 9.212

2.01.02.02.02 Fornecedores Não Sujeitos à Recuperação Judicial 99 97 538

2.01.02.01.02 Fornecedores Não Sujeitos à Recuperação Judicial 6.344 5.420 5.356

2.01.02.02 Fornecedores Estrangeiros 970 968 1.409

2.01.02.02.01 Fornecedores Sujeitos à Recuperação Judicial - Classe I 871 871 871

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

31/12/2017

Penúltimo Exercício 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 31/12/2015

(6)

2.02.04.01.04 Provisões Cíveis 157 283 291

2.02.04.02 Outras Provisões 16.618 19.180 3.660

2.02.04.02.04 Provisões para Passivo a Descoberto em Controladas 8.434 19.180 3.660

2.02.04.01.02 Provisões Previdenciárias e Trabalhistas 8.415 6.338 3.584

2.02.04 Provisões 25.190 30.000 8.041

2.02.04.01 Provisões Fiscais Previdenciárias Trabalhistas e Cíveis 8.572 10.820 4.381

2.02.04.01.01 Provisões Fiscais 0 4.199 506

2.02.04.02.05 Obrigações e Provisões d Riscos Trabalhistas - Sujeito à Recuperação Judicial 8.184 0 0

2.03.02.04 Opções Outorgadas 13.549 13.549 13.549

2.03 Patrimônio Líquido 85.818 87.048 113.453

2.03.01 Capital Social Realizado 1.853.684 1.853.684 1.853.684

2.03.02 Reservas de Capital 156.073 156.073 149.732

2.02.01.01.01 Em Moeda Nacional 77.248 69.149 81.581

2.02.02 Outras Obrigações 304.430 336.695 302.017

2.02.02.01 Passivos com Partes Relacionadas 225.416 264.003 224.301

2.02.01.01 Empréstimos e Financiamentos 77.248 69.149 81.581

2.02.03.01 Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos 28.710 30.018 73.943

2.02 Passivo Não Circulante 435.578 465.862 465.582

2.02.01 Empréstimos e Financiamentos 77.248 69.149 81.581

2.02.02.02.07 Fornecedores Sujeitos à Recuperação Judicial 68.024 60.660 67.944

2.02.02.02.08 Fornecedores Não Sujeitos à Recuperação Judicial 5.223 5.202 4.074

2.02.03 Tributos Diferidos 28.710 30.018 73.943

2.02.02.02.05 Outras Contas a Pagar 1.096 1.096 1.096

2.02.02.01.02 Débitos com Controladas 225.416 264.003 224.301

2.02.02.02 Outros 79.014 72.692 77.716

2.02.02.02.03 Impostos a Recolher 4.671 5.734 4.602

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

31/12/2017

Penúltimo Exercício 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 31/12/2015

(7)

2.03.06 Ajustes de Avaliação Patrimonial 65.969 65.617 126.671

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

31/12/2017

Penúltimo Exercício 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 31/12/2015

(8)

3.07 Resultado Antes dos Tributos sobre o Lucro -18.269 -21.394 -1.542

3.08 Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro 14.167 44.720 -73.745

3.08.02 Diferido 14.167 44.720 -73.745

3.06.02.02 Variação Cambial Passiva -251.294 -502.215 -627.513

3.06.02 Despesas Financeiras -282.921 -925.439 -720.500

3.06.02.01 Despesas Financeiras -31.627 -423.224 -92.987

3.09 Resultado Líquido das Operações Continuadas -4.102 23.326 -75.287

3.99.01 Lucro Básico por Ação

3.99 Lucro por Ação - (Reais / Ação)

3.10 Resultado Líquido de Operações Descontinuadas 0 0 150

3.10.01 Lucro/Prejuízo Líquido das Operações Descontinuadas 0 0 150

3.11 Lucro/Prejuízo do Período -4.102 23.326 -75.137

3.04 Despesas/Receitas Operacionais 3.102 -69.681 -161.698

3.04.01 Despesas com Vendas -13.401 -3.666 -7.048

3.04.02 Despesas Gerais e Administrativas -9.018 -19.407 -22.693

3.03 Resultado Bruto -1.197 -711 -572

3.06.01.02 Variação Cambial Ativa 247.535 554.303 568.389

3.01 Receita de Venda de Bens e/ou Serviços 25.510 19.996 25.678

3.02 Custo dos Bens e/ou Serviços Vendidos -26.707 -20.707 -26.250

3.06 Resultado Financeiro -20.174 48.998 160.728

3.06.01 Receitas Financeiras 262.747 974.437 881.228

3.06.01.01 Receitas Financeiras 15.212 420.134 312.839

3.05 Resultado Antes do Resultado Financeiro e dos Tributos 1.905 -70.392 -162.270

3.04.04 Outras Receitas Operacionais 16.891 31.862 4.991

3.04.05 Outras Despesas Operacionais -19.105 -35.167 -87.939

3.04.06 Resultado de Equivalência Patrimonial 27.735 -43.303 -49.009

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

01/01/2017 à 31/12/2017

Penúltimo Exercício 01/01/2016 à 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 01/01/2015 à 31/12/2015

(9)

4.02 Outros Resultados Abrangentes 2.872 -56.072 73.092

4.02.01 Variação Cambial sobre Investimentos no Exterior 2.872 -56.072 73.092

4.03 Resultado Abrangente do Período -1.230 -32.746 -2.045

4.01 Lucro Líquido do Período -4.102 23.326 -75.137

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

01/01/2017 à 31/12/2017

Penúltimo Exercício 01/01/2016 à 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 01/01/2015 à 31/12/2015

(10)

6.01.02.02 Estoques 6.518 3.240 -2.073

6.01.02.01 Contas a Receber de Clientes 14.226 3.537 24.517

6.01.02.04 Outros Ativos -740 928 681

6.01.02.03 Impostos a Recuperar 6.875 1.063 1.903

6.01.01.15 Ajuste a Valor Presente 5.495 184.556 -310.683

6.01.02 Variações nos Ativos e Passivos 1.975 1.339 14.394

6.01.01.16 Ajuste a Valor Justo 0 -292.152 0

6.01.02.06 Impostos a Recolher -19.043 -2.413 11

6.01.02.05 Fornecedores 2.747 -476 -1.442

6.02 Caixa Líquido Atividades de Investimento 6.635 43.267 -14.697

6.01.02.07 Outras Obrigações e Contas a Pagar -8.608 -4.540 -9.203

6.01.01.02 Depreciação e Amortização 7.105 8.147 8.981

6.01.01.03 Ganho (Perda) na Alienação de Investimentos - Operações Descontinuadas 0 -13.315 -149

6.01.01.04 Equivalência Patrimonial -27.735 43.303 49.009

6.01.01.01 Lucro (Prejuízo) do Exercício das Operações Continuadas e Descontinuadas -4.102 23.326 -75.137

6.01.01.14 Provisão para Perda em Impostos a Recuperar 8.994 -229 0

6.01 Caixa Líquido Atividades Operacionais 8.353 -33.495 -25.874

6.01.01 Caixa Gerado nas Operações 6.378 -34.834 -40.268

6.01.01.05 Resultado na Venda de Ativo Imobilizado -715 9 -10

6.01.01.11 Obsolescência de Estoque 1.971 -1.465 2.647

6.01.01.12 Provisão de Multas Contratuais 132 206 0

6.01.01.13 Provisão para Devedores Duvidosos 55 -430 1.494

6.01.01.09 Provisão para Perda pela não Recuperabilidade de Ativos 0 0 60.000

6.01.01.06 Encargos Financeiros e Variação Cambial sobre Financiamentos e Debêntures 29.345 58.949 149.835

6.01.01.07 Perdas Extraordinárias e Ajuste a Valor de Mercado com Estoques 0 -1.019 0

6.01.01.08 Imposto de Renda e Contribuição Social Diferido -14.167 -44.720 73.745

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

01/01/2017 à 31/12/2017

Penúltimo Exercício 01/01/2016 à 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 01/01/2015 à 31/12/2015

(11)

6.03.02 Pagamento de Empréstimos e Financiamentos - Partes Relacionadas -15.519 -12.858 46.880

6.03.01 Captação de Empréstimos e Financiamentos 13.017 6.286 2.002

6.05.02 Saldo Final de Caixa e Equivalentes 6 123 3.125

6.03.06 Pagamento de Empréstimos e Financiamentos -12.575 -6.201 -4.958

6.05.01 Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes 123 3.125 137

6.05 Aumento (Redução) de Caixa e Equivalentes -117 -3.002 2.988

6.03.07 Pagamento de Juros sobre Empréstimos e Financiamentos -28 -1 -365

6.02.05 Pagamento por Aquisição de Investimentos 0 28.599 0

6.02.04 Recursos Provenientes de Venda de Imobilizado 929 2 10

6.03 Caixa Líquido Atividades de Financiamento -15.105 -12.774 43.559

6.02.08 Venda de Participação em Controlada e Retorno de AFAC 3.943 0 0

6.02.07 Alienação de Operações Descontinuadas 0 0 -764

6.02.06 Títulos e Valores Mobiliários - Conta Restrita 2.060 3.968 1.250

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

01/01/2017 à 31/12/2017

Penúltimo Exercício 01/01/2016 à 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 01/01/2015 à 31/12/2015

(12)

5.05.02 Outros Resultados Abrangentes 0 0 0 2.520 352 2.872

5.05.01 Lucro Líquido do Período 0 0 0 -4.102 0 -4.102

5.05.02.06 Realização do ajuste de Avaliação Patrimonial 0 0 0 2.520 -2.520 0

5.05.02.04 Ajustes de Conversão do Período 0 0 0 0 2.872 2.872

5.07 Saldos Finais 1.853.684 156.073 0 -1.989.908 65.969 85.818

5.05 Resultado Abrangente Total 0 0 0 -1.582 352 -1.230

5.01 Saldos Iniciais 1.853.684 156.073 0 -1.988.326 65.617 87.048

5.03 Saldos Iniciais Ajustados 1.853.684 156.073 0 -1.988.326 65.617 87.048

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Capital Social

Integralizado

Reservas de Capital, Opções Outorgadas e Ações em Tesouraria

Reservas de Lucro Lucros ou Prejuízos Acumulados

Outros Resultados Abrangentes

(13)

5.05.02.04 Ajustes de Conversão do Período 0 0 0 0 -56.072 -56.072

5.05.02 Outros Resultados Abrangentes 0 0 0 4.982 -61.054 -56.072

5.07 Saldos Finais 1.853.684 156.073 0 -1.988.326 65.617 87.048

5.06.04 Constituição de Reserva de Capital 0 6.341 0 0 0 6.341

5.06 Mutações Internas do Patrimônio Líquido 0 6.341 0 0 0 6.341

5.05.02.06 Realização do Ajuste de Avaliação Patrimonial 0 0 0 4.982 -4.982 0

5.01 Saldos Iniciais 1.853.684 149.732 0 -2.036.774 126.671 93.313

5.05.01 Lucro Líquido do Período 0 0 0 23.326 0 23.326

5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 0 0 0 20.140 0 20.140

5.05 Resultado Abrangente Total 0 0 0 28.308 -61.054 -32.746

5.03 Saldos Iniciais Ajustados 1.853.684 149.732 0 -2.016.634 126.671 113.453

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Capital Social

Integralizado

Reservas de Capital, Opções Outorgadas e Ações em Tesouraria

Reservas de Lucro Lucros ou Prejuízos Acumulados

Outros Resultados Abrangentes

(14)

5.05.02 Outros Resultados Abrangentes 0 0 0 -61.698 134.790 73.092

5.05.01 Lucro Líquido do Período 0 0 0 -75.137 0 -75.137

5.05.02.06 Realização do Ajuste de Avaliação Patrimonial 0 0 0 -61.698 61.698 0

5.05.02.04 Ajustes de Conversão do Período 0 0 0 0 73.092 73.092

5.07 Saldos Finais 1.853.684 149.732 0 -2.036.774 126.671 93.313

5.05 Resultado Abrangente Total 0 0 0 -136.835 134.790 -2.045

5.01 Saldos Iniciais 1.853.684 149.732 0 -1.899.939 -8.119 95.358

5.03 Saldos Iniciais Ajustados 1.853.684 149.732 0 -1.899.939 -8.119 95.358

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Capital Social

Integralizado

Reservas de Capital, Opções Outorgadas e Ações em Tesouraria

Reservas de Lucro Lucros ou Prejuízos Acumulados

Outros Resultados Abrangentes

(15)

7.06.02 Receitas Financeiras 262.747 974.437 881.228

7.06.01 Resultado de Equivalência Patrimonial 27.735 -43.303 -49.009

7.08 Distribuição do Valor Adicionado 286.020 931.434 762.787

7.07 Valor Adicionado Total a Distribuir 286.020 931.434 762.787

7.04.01 Depreciação, Amortização e Exaustão -7.105 -8.147 -8.981

7.06 Vlr Adicionado Recebido em Transferência 290.482 931.134 832.219

7.05 Valor Adicionado Líquido Produzido -4.462 300 -69.432

7.08.02.01 Federais -10.279 -40.937 78.403

7.08.02 Impostos, Taxas e Contribuições -7.778 -38.901 79.985

7.08.01.01 Remuneração Direta 14.414 15.744 27.594

7.08.01 Pessoal 14.769 21.214 36.639

7.08.01.03 F.G.T.S. 1.406 2.475 4.538

7.08.01.02 Benefícios -1.051 2.995 4.507

7.01.02.01 Receita de Venda de Investimentos 0 28.599 4.991

7.01.02.02 Outras Receitas 16.891 3.263 150

7.01.04 Provisão/Reversão de Créds. Liquidação Duvidosa -9.050 201 -2.501

7.01.02 Outras Receitas 16.891 31.862 5.141

7.04 Retenções -7.105 -8.147 -8.981

7.01 Receitas 38.110 55.882 31.358

7.01.01 Vendas de Mercadorias, Produtos e Serviços 30.269 23.819 28.718

7.02 Insumos Adquiridos de Terceiros -35.467 -47.435 -91.809

7.02.04.01 Baixa de Investimentos por Venda 0 -15.284 0

7.02.04.02 Outros -19.105 -19.883 -27.939

7.03 Valor Adicionado Bruto 2.643 8.447 -60.451

7.02.04 Outros -19.105 -35.167 -27.939

7.02.01 Custos Prods., Mercs. e Servs. Vendidos -6.420 -1.677 1.340

7.02.02 Materiais, Energia, Servs. de Terceiros e Outros -9.942 -10.591 -5.210

7.02.03 Perda/Recuperação de Valores Ativos 0 0 -60.000

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

01/01/2017 à 31/12/2017

Penúltimo Exercício 01/01/2016 à 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 01/01/2015 à 31/12/2015

(16)

7.08.03.01 Juros 282.921 925.439 720.500

7.08.03.02 Aluguéis 210 356 800

7.08.04 Remuneração de Capitais Próprios -4.102 23.326 -75.137

7.08.04.03 Lucros Retidos / Prejuízo do Período -4.102 23.326 -75.137

7.08.03 Remuneração de Capitais de Terceiros 283.131 925.795 721.300

7.08.02.03 Municipais 108 54 105

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

01/01/2017 à 31/12/2017

Penúltimo Exercício 01/01/2016 à 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 01/01/2015 à 31/12/2015

(17)

1.02.01.09.03 Depósitos Judiciais 31.222 24.657 22.275

1.02.01.09 Outros Ativos Não Circulantes 91.345 80.628 101.754

1.02.01.09.05 Tributos a Recuperar 41.759 37.040 40.455

1.02.01.09.04 Títulos e Valores Mobiliários Restritos 927 2.046 5.640

1.01.08.03.04 Adiantamento a Fornecedores 13.534 14.095 26.234

1.02.01 Ativo Realizável a Longo Prazo 91.345 80.628 101.754

1.02 Ativo Não Circulante 350.959 479.746 578.296

1.02.03 Imobilizado 143.178 281.730 354.862

1.02.02.01.04 Outras Participações Societárias 676 676 676

1.02.01.09.07 Ativos Classificados como Mantidos para Venda 3.932 0 0

1.02.01.09.06 Outras Contas a Receber 13.505 16.885 33.384

1.02.02.01 Participações Societárias 676 676 676

1.02.02 Investimentos 676 676 676

1.01.03 Contas a Receber 26.906 44.912 62.330

1.01.03.01 Clientes 26.906 44.912 62.330

1.01.04 Estoques 59.164 56.691 56.349

1.01.01 Caixa e Equivalentes de Caixa 2.135 1.233 31.012

1.01.08.03.03 Outras Contas a Receber 4.556 6.394 7.715

1 Ativo Total 575.280 642.290 814.031

1.01 Ativo Circulante 224.321 162.544 235.735

1.01.06 Tributos a Recuperar 26.101 29.603 30.976

1.01.08.02.01 Ativos Classificados como Mantidos para Venda 89.854 4.790 15.284

1.01.08.03 Outros 18.897 22.030 35.112

1.01.08.03.02 Títulos e Valores Mobiliários Restritos 807 1.541 1.163

1.01.08.02 Ativos de Operações Descontinuadas 89.854 4.790 15.284

1.01.06.01 Tributos Correntes a Recuperar 26.101 29.603 30.976

1.01.07 Despesas Antecipadas 1.264 3.285 4.672

1.01.08 Outros Ativos Circulantes 108.751 26.820 50.396

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

31/12/2017

Penúltimo Exercício 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 31/12/2015

(18)

1.02.04.01 Intangíveis 14.427 15.776 17.545

1.02.04.01.02 Software e Outras Licenças 990 1.670 2.650

1.02.04.01.03 Desenvolvimento de Novos Produtos 13.437 14.106 14.895

1.02.04.02 Goodwill 101.333 100.936 103.459 1.02.04 Intangível 115.760 116.712 121.004 1.02.03.03 Imobilizado em Andamento 16.747 48.373 80.853

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

31/12/2017

Penúltimo Exercício 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 31/12/2015

(19)

2.01.04.01.01 Em Moeda Nacional 21.880 16.871 15.194

2.01.04.01 Empréstimos e Financiamentos 33.358 23.411 31.145

2.01.05 Outras Obrigações 28.642 60.932 60.903

2.01.04.01.02 Em Moeda Estrangeira 11.478 6.540 15.951

2.01.03.02 Obrigações Fiscais Estaduais 5.861 5.158 11.212

2.01.04 Empréstimos e Financiamentos 33.358 23.411 31.145

2.01.03.03 Obrigações Fiscais Municipais 893 975 909

2.01.05.02.08 Provisão de Multas Contratuais 1.162 1.105 2.023

2.01.05.02.07 Outras Contas a Pagar 4.771 23.850 19.737

2.01.05.02.04 Comissões a Pagar 928 897 1.131 2.01.05.02 Outros 28.642 60.932 60.903 2.01.05.02.06 Participação no Resultado 620 0 767 2.01.05.02.05 Adiantamento de Clientes 2.565 2.452 3.783 2.01.01.02 Obrigações Trabalhistas 9.009 8.272 23.005 2.01.02 Fornecedores 32.983 25.023 35.601 2.01.02.01 Fornecedores Nacionais 30.736 23.038 32.310

2.01.01 Obrigações Sociais e Trabalhistas 9.009 8.272 23.005

2.01.03.01.02 Outras Obrigações Fiscais Federais 10.706 16.701 26.247

2 Passivo Total 575.280 642.290 814.031

2.01 Passivo Circulante 126.620 141.126 191.484

2.01.02.01.01 Fornecedores Sujeitos à Recuperação Judicial - Classe I 6.848 5.646 5.646

2.01.03 Obrigações Fiscais 22.628 23.488 40.830

2.01.03.01 Obrigações Fiscais Federais 15.874 17.355 28.709

2.01.03.01.01 Imposto de Renda e Contribuição Social a Pagar 5.168 654 2.462

2.01.02.02.02 Fornecedores Não Sujeitos à Recuperação Judicial 1.376 1.114 2.420

2.01.02.01.02 Fornecedores Não Sujeitos à Recuperação Judicial 23.888 17.392 26.664

2.01.02.02 Fornecedores Estrangeiros 2.247 1.985 3.291

2.01.02.02.01 Fornecedores Sujeitos à Recuperação Judicial - Classe I 871 871 871

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

31/12/2017

Penúltimo Exercício 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 31/12/2015

(20)

2.02.04.02.04 Provisões para Passivo a Descoberto em Controladas 8.434 19.180 3.660

2.02.04.02 Outras Provisões 16.618 19.180 3.660

2.03 Patrimônio Líquido Consolidado 112.143 87.048 113.453

2.02.04.02.05 Obrigações e Provisões de Riscos Trabalhistas - Sujeito à Recuperação Judicial 8.184 0 0

2.02.04.01.01 Provisões Fiscais 4.429 51.381 49.219

2.02.04.01 Provisões Fiscais Previdenciárias Trabalhistas e Cíveis 54.410 123.977 125.301

2.02.04.01.04 Provisões Cíveis 6.855 10.308 10.776

2.02.04.01.02 Provisões Previdenciárias e Trabalhistas 43.126 62.288 65.306

2.03.01.01 Capital Social 1.853.684 1.853.684 1.853.684

2.03.01 Capital Social Realizado 1.853.684 1.853.684 1.853.684

2.03.02 Reservas de Capital 156.073 156.073 149.732 2.02.01.01.01 Em Moeda Nacional 127.998 118.189 161.026 2.02.01.01.02 Em Moeda Estrangeira 5.792 12.666 8.177 2.02.02 Outras Obrigações 82.487 83.578 89.983 2.02.01.01 Empréstimos e Financiamentos 133.790 130.855 169.203 2.02.04 Provisões 71.028 143.157 128.961

2.02 Passivo Não Circulante 336.517 414.116 509.094

2.02.01 Empréstimos e Financiamentos 133.790 130.855 169.203

2.02.02.02 Outros 82.487 83.578 89.983

2.02.02.02.10 Fornecedores Nacionais - Não Sujeitos à Recuperação Judical 67 0 0

2.02.03 Tributos Diferidos 49.212 56.526 120.947

2.02.03.01 Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos 49.212 56.526 120.947

2.02.02.02.08 Fornecedores Estrangeiros - Não Sujeitos à Recuperação Judicial 5.223 5.202 4.074

2.02.02.02.03 Impostos a Recolher 5.950 10.047 9.000

2.02.02.02.05 Outras Obrigações 3.223 7.669 8.965

2.02.02.02.07 Fornecedores Nacionias - Sujeitos à Recuperação Judicial 68.024 60.660 67.944

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

31/12/2017

Penúltimo Exercício 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 31/12/2015

(21)

2.03.09 Participação dos Acionistas Não Controladores 26.325 0 0

2.03.06 Ajustes de Avaliação Patrimonial 65.969 65.617 126.671

2.03.05 Lucros/Prejuízos Acumulados -1.989.908 -1.988.326 -2.016.634

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

31/12/2017

Penúltimo Exercício 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 31/12/2015

(22)

3.08 Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro 34.700 62.564 -93.047

3.07 Resultado Antes dos Tributos sobre o Lucro -38.802 -39.238 39.873

3.08.02 Diferido 45.419 64.800 -90.381

3.08.01 Corrente -10.719 -2.236 -2.666

3.06.02 Despesas Financeiras -317.483 -932.785 -724.601

3.06.02.02 Variação Cambial Passiva -251.900 -474.608 -700.078

3.06.02.01 Despesas Financeiras -65.583 -458.177 -24.523

3.10 Resultado Líquido de Operações Descontinuadas 0 0 -21.963

3.09 Resultado Líquido das Operações Continuadas -4.102 23.326 -53.174

3.11 Lucro/Prejuízo Consolidado do Período -4.102 23.326 -75.137

3.10.01 Lucro/Prejuízo Líquido das Operações Descontinuadas 0 0 -21.963

3.04 Despesas/Receitas Operacionais -4.424 -59.466 -269.571

3.04.01 Despesas com Vendas -15.114 -7.591 -8.811

3.04.02 Despesas Gerais e Administrativas -31.880 -43.738 -54.041

3.03 Resultado Bruto -5.279 -30.558 -10.235

3.06.01.02 Variação Cambial Ativa 244.304 527.149 645.094

3.01 Receita de Venda de Bens e/ou Serviços 112.366 138.486 268.294

3.02 Custo dos Bens e/ou Serviços Vendidos -117.645 -169.044 -278.529

3.04.04 Outras Receitas Operacionais 150.255 68.929 28.665

3.06 Resultado Financeiro -29.099 50.786 319.679

3.06.01 Receitas Financeiras 288.384 983.571 1.044.280

3.06.01.01 Receitas Financeiras 44.080 456.422 399.186

3.05 Resultado Antes do Resultado Financeiro e dos Tributos -9.703 -90.024 -279.806

3.04.04.02 Outas Receitas Operacionais 150.255 68.929 28.665

3.04.05 Outras Despesas Operacionais -113.867 -66.379 -257.330

3.04.06 Resultado de Equivalência Patrimonial 6.182 -10.687 21.946

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

01/01/2017 à 31/12/2017

Penúltimo Exercício 01/01/2016 à 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 01/01/2015 à 31/12/2015

(23)

3.99.01.01 ON -0,58411 2,48312 -0,04342

3.99.02 Lucro Diluído por Ação

3.99.02.01 ON -0,58411 2,48312 -0,43420

3.99.01 Lucro Básico por Ação

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

01/01/2017 à 31/12/2017

Penúltimo Exercício 01/01/2016 à 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 01/01/2015 à 31/12/2015

(24)

4.02.01 Variação Cambial sobre Investimentos no Exterior 2.872 -56.072 73.092

4.03 Resultado Abrangente Consolidado do Período -1.230 -32.746 -2.045

4.03.01 Atribuído a Sócios da Empresa Controladora -2.615 -32.746 -2.045

4.03.02 Atribuído a Sócios Não Controladores 1.385 0 0

4.02 Outros Resultados Abrangentes 2.872 -56.072 73.092

4.01 Lucro Líquido Consolidado do Período -4.102 23.326 -75.137

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

01/01/2017 à 31/12/2017

Penúltimo Exercício 01/01/2016 à 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 01/01/2015 à 31/12/2015

(25)

6.01.02.01 Contas a Receber de Clientes 9.012 14.257 62.042

6.01.02 Variações nos Ativos e Passivos 17.009 7.025 137.897

6.01.02.03 Impostos a Recuperar 38.220 -462 -608

6.01.02.02 Estoques -8.030 -231 647

6.01.01.14 Perdas Efetivas com Devedores Duvidosos 8.984 -881 0

6.01.01.16 Ajuste a Valor Justo 0 -292.152 0

6.01.01.15 Ajuste a valor Presente 5.676 237.726 -394.788

6.02.03 Aquisição de Imobilizado -4.206 -3.063 -4.324

6.02 Caixa Líquido Atividades de Investimento 22.599 29.919 10.437

6.01.02.05 Fornecedores 4.199 -97 50.064

6.01.02.04 Outros Ativos 25.002 49.861 -1.010

6.01.02.07 Outras Obrigações e Contas a Pagar -48.992 -19.902 24.401

6.01.02.06 Tributos a Recolher -2.402 -36.401 2.361

6.01.01.02 Depreciação e Amortização 23.549 48.468 51.066

6.01.01.03 Deságio na Incorporação -54.536 0 0

6.01.01.04 Equivalência Patrimonial -6.182 10.687 -21.946

6.01.01.01 Lucro (Prejuízo) do Exercício das Operações Continuadas e Descontinuadas -4.102 23.326 -75.137

6.01.01.13 (Reversão) Provisão para Devedores Duvidosos -48 -261 1.707

6.01 Caixa Líquido Atividades Operacionais -16.298 -52.892 41.535

6.01.01 Caixa Gerado nas Operações -33.307 -59.917 -96.362

6.01.01.05 Resultado na Venda de Ativo Imobilizado -9.073 3.726 -1.319

6.01.01.10 (Ganho) Perda na Alienação de Investimento - Operação Descontinuada 4.447 -13.315 21.788

6.01.01.11 Obsolescência de Estoque 5.731 -3.397 13.282

6.01.01.12 Provisão de Multas Contratuais 178 1.623 -1.742

6.01.01.09 Recuperação (Provisão) para Perda pela não Recuperabilidade de Ativos 15.241 -28.387 145.200

6.01.01.06 Encargos Financeiros e Variação Cambial sobre Financiamentos e Debêntures 22.247 12.976 75.146

6.01.01.07 Perdas Extraordinárias e Ajuste a Valor de Mercado com Estoques 0 2.508 0

6.01.01.08 Imposto de Renda e Contribuição Social Diferido -45.419 -62.564 90.381

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

01/01/2017 à 31/12/2017

Penúltimo Exercício 01/01/2016 à 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 01/01/2015 à 31/12/2015

(26)

6.03.07 Pagamento de Financiamentos -90.096 -83.066 -191.609

6.03.01 Captação de Empréstimos e Financiamentos 86.947 79.095 174.471

6.05.02 Saldo Final de Caixa e Equivalentes 2.135 1.233 31.012

6.03.08 Pagamento de Juros sobre Financiamentos -2.250 -2.833 -7.422

6.05.01 Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes 1.233 31.012 3.581

6.05 Aumento (Redução) de Caixa e Equivalentes 902 -29.779 27.431

6.04 Variação Cambial s/ Caixa e Equivalentes 0 -2 19

6.02.06 Alienação de Operações Descontinuadas 0 0 11.922

6.02.05 Títulos e Valores Mobiliários - Conta Restrita 2.086 4.504 1.428

6.03 Caixa Líquido Atividades de Financiamento -5.399 -6.804 -24.560

6.02.11 Recurso Proveniente de Venda de Imobilizado 23.638 50 3.664

6.02.09 Recurso Proveniente de Vendas de Investimentos 11.788 28.599 0

6.02.07 Envio de Recursos Provenientes de Venda de Investimentos para seus investidores -10.665 0 0

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

01/01/2017 à 31/12/2017

Penúltimo Exercício 01/01/2016 à 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 01/01/2015 à 31/12/2015

(27)

5.05.02.04 Ajustes de Conversão do Período 0 0 0 0 2.872 2.872 0 2.872

5.05.02 Outros Resultados Abrangentes 0 0 0 2.520 352 2.872 0 2.872

5.05.02.06 Realização do Ajuste de Avaliação Patrimonial

0 0 0 2.520 -2.520 0 0 0

5.06.04 Participação dos Acionistas Não-Controladores

0 0 0 0 0 0 24.940 24.940

5.06 Mutações Internas do Patrimônio Líquido 0 0 0 0 0 0 24.940 24.940

5.07 Saldos Finais 1.853.684 156.073 0 -1.989.908 65.969 85.818 26.325 112.143

5.01 Saldos Iniciais 1.853.684 156.073 0 -1.988.326 65.617 87.048 0 87.048

5.05.01 Lucro Líquido do Período 0 0 0 -4.102 0 -4.102 1.385 -2.717

5.05 Resultado Abrangente Total 0 0 0 -1.582 352 -1.230 1.385 155

5.03 Saldos Iniciais Ajustados 1.853.684 156.073 0 -1.988.326 65.617 87.048 0 87.048

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Capital Social

Integralizado

Reservas de Capital, Opções Outorgadas e Ações em Tesouraria

Reservas de Lucro Lucros ou Prejuízos

Acumulados

Outros Resultados Abrangentes

Patrimônio Líquido Participação dos Não

Controladores

Patrimônio Líquido Consolidado

(28)

5.05.02.04 Ajustes de Conversão do Período 0 0 0 0 -56.072 -56.072 0 -56.072

5.05.02 Outros Resultados Abrangentes 0 0 0 4.982 -61.054 -56.072 0 -56.072

5.07 Saldos Finais 1.853.684 156.073 0 -1.988.326 65.617 87.048 0 87.048

5.06.04 Constituição de Reserva de Capital 0 6.341 0 0 0 6.341 0 6.341

5.06 Mutações Internas do Patrimônio Líquido 0 6.341 0 0 0 6.341 0 6.341

5.05.02.06 Realização do Ajuste de Avaliação Patrimonial

0 0 0 4.982 -4.982 0 0 0

5.01 Saldos Iniciais 1.853.684 149.732 0 -2.036.774 126.671 93.313 0 93.313

5.05.01 Lucro Líquido do Período 0 0 0 23.326 0 23.326 0 23.326

5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 0 0 0 20.140 0 20.140 0 20.140

5.05 Resultado Abrangente Total 0 0 0 28.308 -61.054 -32.746 0 -32.746

5.03 Saldos Iniciais Ajustados 1.853.684 149.732 0 -2.016.634 126.671 113.453 0 113.453

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Capital Social

Integralizado

Reservas de Capital, Opções Outorgadas e Ações em Tesouraria

Reservas de Lucro Lucros ou Prejuízos

Acumulados

Outros Resultados Abrangentes

Patrimônio Líquido Participação dos Não

Controladores

Patrimônio Líquido Consolidado

(29)

5.05.02 Outros Resultados Abrangentes 0 0 0 -61.698 134.790 73.092 0 73.092

5.05.01 Lucro Líquido do Período 0 0 0 -75.137 0 -75.137 0 -75.137

5.05.02.06 Realização do ajuste de Avaliação Patrimonial

0 0 0 -61.698 61.698 0 0 0

5.05.02.04 Ajustes de Conversão do Período 0 0 0 0 73.092 73.092 0 73.092

5.07 Saldos Finais 1.853.684 149.732 0 -2.036.774 126.671 93.313 0 93.313

5.05 Resultado Abrangente Total 0 0 0 -136.835 134.790 -2.045 0 -2.045

5.01 Saldos Iniciais 1.853.684 149.732 0 -1.899.939 -8.119 95.358 0 95.358

5.03 Saldos Iniciais Ajustados 1.853.684 149.732 0 -1.899.939 -8.119 95.358 0 95.358

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Capital Social

Integralizado

Reservas de Capital, Opções Outorgadas e Ações em Tesouraria

Reservas de Lucro Lucros ou Prejuízos

Acumulados

Outros Resultados Abrangentes

Patrimônio Líquido Participação dos Não

Controladores

Patrimônio Líquido Consolidado

(30)

7.06 Vlr Adicionado Recebido em Transferência 294.566 972.884 1.066.301

7.05 Valor Adicionado Líquido Produzido 57.570 42.424 -108.078

7.06.02 Receitas Financeiras 288.384 983.571 1.044.355

7.06.01 Resultado de Equivalência Patrimonial 6.182 -10.687 21.946

7.03 Valor Adicionado Bruto 81.119 90.892 -57.012

7.04.01 Depreciação, Amortização e Exaustão -23.549 -48.468 -51.066

7.04 Retenções -23.549 -48.468 -51.066

7.08 Distribuição do Valor Adicionado 352.136 1.015.308 958.223

7.07 Valor Adicionado Total a Distribuir 352.136 1.015.308 958.223

7.08.01.01 Remuneração Direta 39.298 63.360 117.297

7.08.01 Pessoal 57.053 92.318 160.283

7.01.02.01 Receita de Venda de Investimentos 11.788 28.599 28.665

7.01.02.02 Outras Receitas 57.246 40.330 15.477

7.01.02.03 Recuperação de valores Ativos 26.685 0 0

7.01.02 Outras Receitas 150.255 68.929 44.142

7.02.04.02 Outros -55.707 -79.482 -112.975

7.01 Receitas 263.422 223.371 341.984

7.01.01 Vendas de Mercadorias, Produtos e Serviços 122.103 154.181 301.554

7.01.02.04 Reversão de Ajuste a Valor Justo de Combinação e Negócio SABR 54.536 0 0

7.02.03 Perda/Recuperação de Valores Ativos -41.926 28.387 -144.360

7.02.04 Outros -71.941 -94.766 -150.235

7.02.04.01 Baixa de Investimentos por Venda -16.234 -15.284 -37.260

7.02.02 Materiais, Energia, Servs. de Terceiros e Outros -50.932 -52.271 -86.397

7.01.04 Provisão/Reversão de Créds. Liquidação Duvidosa -8.936 261 -3.712

7.02 Insumos Adquiridos de Terceiros -182.303 -132.479 -398.996

7.02.01 Custos Prods., Mercs. e Servs. Vendidos -17.504 -13.829 -18.004

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

01/01/2017 à 31/12/2017

Penúltimo Exercício 01/01/2016 à 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 01/01/2015 à 31/12/2015

(31)

7.08.03.01 Juros 317.483 932.785 724.790

7.08.04.04 Part. Não Controladores nos Lucros Retidos 1.385 0 0

7.08.03.02 Aluguéis 1.791 3.451 4.786

7.08.04.03 Lucros Retidos / Prejuízo do Período -5.487 23.326 -75.137

7.08.04 Remuneração de Capitais Próprios -4.102 23.326 -75.137

7.08.02.01 Federais -24.664 -42.647 129.083

7.08.03 Remuneração de Capitais de Terceiros 319.274 936.236 729.576

7.08.02.03 Municipais 394 1.914 3.232

7.08.02.02 Estaduais 4.181 4.161 11.186

(Reais Mil)

Código da Conta

Descrição da Conta Último Exercício

01/01/2017 à 31/12/2017

Penúltimo Exercício 01/01/2016 à 31/12/2016

Antepenúltimo Exercício 01/01/2015 à 31/12/2015

(32)

Desempenho

Econômico

Financeiro

4T17

(33)

Retrospectiva 2017

Em 2017 a cia. marchou com firmeza rumo à sua recuperação. Em que pese a crise política que se instalou na metade do ano e que frustrou o que então parecia ser uma tímida recuperação da economia e dos nossos mercados, os avanços não foram poucos.

Promovemos a mudança da liderança da Companhia com a contratação de um novo CEO e um novo Diretor de Operações. A nova diretoria, que combina forte experiência no negócio de válvulas e em processos de turnaround empresarial, tem como missão edificar sobre o excelente trabalho desenvolvido pela administração anterior, que resgatou a empresa de um passivo na casa dos R$ 2 bilhões e o trouxe para a casa de um décimo desse montante.

Foi nesse contexto que em fevereiro de 2017 transitou em julgado a homologação do plano de recuperação judicial do grupo Lupatech, o que conferiu segurança para a cia., seus investidores, credores e parceiros comerciais.

Conquanto o ambiente de negócios oferecesse ainda modestas oportunidades de recuperação das vendas, empreendemos grandes esforços no sentido de equacionar passivos tributários e trabalhistas, tendo sido bastante relevantes os resultados atingidos.

Operações Industriais

Nossas unidades de Válvulas Industriais e Válvulas Oil&Gas voltaram a receber a certificação da Petrobrás. Esses avanços contribuíram não só para o incremento de 26% das vendas sobre o ano anterior, mas também para a formação de carteira de pedidos.

Ainda que não tenhamos concluído a recertificação da unidade de Cabos de Ancoragem pela Petrobras, caminhamos a passos largos nesse sentido, de sorte que esperamos que este processo seja concluído brevemente no início de 2018. Esse negócio, bastante rentável no passado, tem um ciclo de venda e produção na casa dos 2-3 anos. Infelizmente, apesar de ter o maior track record da indústria e ser uma das três líderes do setor, a unidade segue sem atividade desde o ano de 2015. Desde meados de 2016, retomamos contatos com diversos clientes históricos da unidade e pudemos voltar a cotar um volume significativo de projetos de ancoragem que deverão vir a mercado nos anos que seguem.

Na unidade de Tubulares, a Lupatech obteve um pequeno contrato para revestimentos de tubos de produção, o qual está em curso, com as entregas previstas para o primeiro semestre de 2018.

Serviços x Desmobilização

No segmento de serviços Brasil, os contratos com a Petrobrás foram finalizados, com a desmobilização da equipe empregada nas atividades offshore de Macaé, evento este previsto em nossos planos de reestruturação. Esse foi sem dúvida, um dos maiores desafios do ano, tendo a cia. logrado dispensar as centenas de colaboradores honrando todas as obrigações trabalhistas.

(34)

Se num primeiro momento essa desmobilização consumiu um significativo montante de recursos, num futuro próximo deverá reverter em fonte de caixa para abastecer as operações, haja visto os cerca de US$ 12 milhões em equipamentos disponíveis para venda.

Ainda no negócio de Serviços, em consumação da estratégia de desinvestimento, foi efetuada uma operação de venda parcial da empresa colombiana, concomitante à sua recapitalização pelo sócio Petroalianza International Ltd., que passou a deter 49,0% da cia. Com a transação, foram auferidos recursos no montante de US$ 3,7 milhões, que foram utilizados para o cumprimento de obrigações fiscais e trabalhistas, da sociedade controlada indireta Lupatech OFS S.A.S para a

Petroalianza International Ltd.. Isto não significa que tenha cessado o interesse dos sócios em

prosseguir com a aquisição, pelo contrário, seguem tratativas nesse sentido.

Reorganização de Passivos e Adesão ao PERT

A publicação das medidas provisórias 783/17 e 807/2017 e que culminaram com a promulgação da Lei 13.496/2017, permitiu que a Lupatech, em 14 de novembro de 2017, promovesse a adesão ao - Programa Especial de Regularização Tributária - PERT.

As condições do programa foram especialmente benéficas para a Lupatech, visto que cada uma de suas entidades legais pode se beneficiar do PERT em sua máxima extensão, com a quitação mediante o pagamento de valores reduzidos em numerário, complementados pelo uso de prejuízos fiscais.

A Companhia com o referido programa, reorganizou o montante de R$ 105,0 milhões do seu passivo, além de reduzir substancialmente passivos e contingências, o esforço da gestão das contingências passará a ser focado em um número menor de contingências estratégicas, associadas a arbitramento de lucro, amortização de ágios, incidência de ICMS em exportações e retenções de impostos na fonte.

A adesão exigiu pagamento de R$ 4,7 milhões em espécie, e para a liquidação do restante, foram utilizados R$ 42,5 milhões em prejuízos fiscais acumulados do Grupo (R$ 31,1 milhões referente a débitos de competência da Secretaria Federal do Brasil, e R$ 11,4 milhões a débitos junto à Procuradoria Geral da Fazenda Nacional) e mais R$ 18,0 milhões de prejuízos fiscais de sociedades investidas e coobrigados tributários, em conformidade com as condições do PERT. O referido programa gerou um benefício direto ao Grupo Lupatech com descontos em juros, multas e encargos que totaliza R$ 40,9 milhões, além de representar mais um importante passo da Companhia em seu processo de reestruturação.

Além dos benefícios obtidos com o PERT, diversas iniciativas da cia., tanto na esfera administrativa, como judicial reverteram em significativa redução das contingências.

Em especial, a cia. teve êxito em um mandato de segurança visando assegurar o direito de retificar suas declarações tributarias de exercícios anteriores a fim de expurgar impostos declarados sem que houvesse a obrigação legal de fazê-lo. Essa decisão, proferida no início de 2018, já teve seus efeitos no balanço de 2017 como evento subsequente, resultando em uma redução de passivo de R$ 38.5 milhões.

Os esforços em reduzir as contingências tiveram substanciais avanços no curso de 2017, como demonstrado a seguir:

(35)

Grosso modo, na frente tributária, a cia. segue litigando algumas poucas causas de grande valor, aonde crê que os créditos pleiteados pelo fisco não existem. A maior parte das contingências tributarias estimadas como possíveis compreende autuações com arbitramento de lucro originadas em deficiências, várias no cumprimento de obrigações acessórias (deficiências estas sanadas), em contextos que não escapam à realidade fática de que as entidades legais respectivas tiveram prejuízos milionários nos exercícios correspondentes. Há também autuações que reclamam a cobrança de ICMS em operações de exportação. A cia. e seus assessores legais creem que essas cobranças questionáveis provavelmente serão corrigidos no curso processual.

3ª Emissão de Debêntures e Pagamento dos Credores Classe I do Plano de Recuperação Judicial (Nota Explicativa 32)

Objetivando a obtenção de captação de recursos para promover o pagamento de parte dos créditos de natureza trabalhista, e outros créditos não sujeitos ao Plano de Recuperação Judicial, o Conselho de Administração aprovou, em reunião realizada em 28 de novembro de 2017, a 3º emissão de debêntures conversíveis em ações ordinárias de emissão da Companhia, em série única, de espécie quirografária, para colocação privada, dentro do limite do capital autorizado, no montante de R$ 30,0 milhões de reais.

Tal emissão, concluída com êxito em janeiro de 2018 com a subscrição de R$ 29,3 milhões em debêntures, visou principalmente a instrumentalização do pagamento de créditos de natureza trabalhista, nos termos do plano de recuperação judicial. Os credores dessa classe puderam subscrever essas debêntures com seus créditos, faculdade essa que foi estendida também aos credores não sujeitos à Recuperação Judicial, com o objetivo de aliviar o fluxo futuro de desembolsos pela Companhia.

A Companhia praticou todos os atos necessários ao pagamento dos credores da Classe I aptos à tal, segundo prévia do quadro geral de credores da Classe I informado pela administração judicial da Companhia em 30 de janeiro de 2017. Os credores que não optaram pela subscrição de Debêntures conversíveis em ações da 3ª emissão da Lupatech S/A. terão seus créditos satisfeitos pela adjudicação de ações da CIAVAL Administração de Bens e Direitos S/A, sociedade de propósito especifico constituída com o objetivo de viabilizar a adjudicação de ativos do devedor em pagamento dos credores, na forma do art. 50 XVI da lei 11.101.

À CIAVAL foram vertidos ativos no montante de R$35.4 milhões, equivalentes na data a 2,5 vezes os créditos líquidos listados como aptos ao pagamento, comportando assim substancial reserva para os créditos que se tornarem exigíveis futuramente.

Contingências Prováveis (R$ mil) 2015 2016 2017

Trabalhistas 65.306 62.288 43.126

Cíveis 10.776 10.308 6.855

Tributária 49.219 51.381 4.429

(36)

Perspectivas

As perspectivas econômicas para 2018 são positivas, o que deve estimular o nosso negócio de válvulas industriais. Também são bons os ventos que sopram no setor de óleo e gás, com a retomada de diversos projetos pela Petrobrás e a notícia de importantes manutenções nas plataformas em operação.

Como se vê no balanço que apresentamos, a situação patrimonial do Grupo Lupatech melhorou. A conversão de debêntures já noticiada e as que acontecerão mandatoriamente nos anos que seguirão, virão reforçar a posição patrimonial da cia, que encerrou o ano de 2017 em R$ 9,14 por ação.

É fato que o Grupo Lupatech ainda tem dispêndios significativos provenientes do legado e da reestruturação, e há unidades de negócio operando ainda abaixo do ponto de equilíbrio. Com as medidas já tomadas e o recrudescimento das vendas, não deve tardar para que voltemos a uma condição de geração de caixa operacional.

Em razão do consumo de caixa das operações e das necessidades futuras de capital de giro, a cia. precisará assegurar liquidez para a execução de seu plano de negócios, seja pela desmobilização de ativos do negócio de Serviços (Colômbia e equipamentos), seja pela venda de imóveis, seja pelo acesso ao mercado de capitais. Em 2017 essas alternativas eram bastante desafiadoras, mas a melhora de perspectivas nos deixa bastante confiantes na viabilidade de realização de algumas destas transações.

Por fim, embora as incertezas da economia e do mercado dificultem a ancoragem de expectativas de curto prazo, trabalhamos com metas de médio compatíveis com a capacidade instalada e a demanda esperada. Julgamos importante que, após tantos desafios, o mercado conheça nossos alvos: trabalhamos para que, num horizonte de 5 anos, a cia. atinja vendas líquidas de R$ 550 milhões em 2022 (equivalentes a 80% da capacidade instalada), com margem EBITDA de 17 a 23%. Obviamente, a consecução desses objetivos depende de variáveis que não estão sob o controle da cia.

Considerando o ponto de partida, são objetivos certamente desafiadores. Mas olhando o passado da empresa, são números razoáveis para um player do gabarito e do porte da Lupatech, com seu histórico de liderança.

Para isso trabalhamos!

Rafael Gorenstein

(37)

Receita Líquida

Segmento de Produtos

Em 2017 houve expressivo crescimento das vendas comparado a 2016 – 25%. No 4T17 comparado ao 3T17, a pequena redução na Receita Líquida na divisão de Válvulas Industriais é explicada pela sazonalidade. Comparado o 4T17 ao 4T16, o crescimento foi de 8%. As comparações compreendem somente os negócios de válvulas, visto que a unidade de cabos de ancoragem não operou no período de comparação.

O maior crescimento entre 2016 e 2017 se operou na unidade de válvulas de óleo e gás, que partiu de uma base bastante baixa em 2016 e contou com a captura de uma boa oportunidade de exportação no 1T17.

Comparando o ano de 2017 com o de 2016, o aumento de 5% na Receita Líquida na divisão de Válvulas Industriais decorre do esforço comercial, num ambiente onde verificamos uma retomada modesta de investimentos e manutenções no segmento industrial. O resultado poderia haver sido melhor, não houvessem algumas dificuldades de abastecimento de componentes no 4T17.

Segmento de Serviços

A redução de receitas na divisão de Oilfield Services Brasil ocorreu devido a finalização dos contratos de Chaves Hidráulicas e Flexitubo junto à Petrobrás em julho de 2017.

Já o crescimento contínuo da Receita Líquida da divisão Oilfield Services Colômbia ao longo de todo o ano se deve não só à recuperação do mercado colombiano, mas também a captura de negócios e oportunidades em razão da recapitalização da empresa colombiana.

Receita Líquida (R$ mil) 1T17 2T17 3T17 4T17 Var. R$ 2016 2017 Var. R$

Produtos 9.460 7.618 9.428 8.352 (1.076) 27.855 34.858 7.003 Válvulas Oil&Gas 4.472 2.084 2.529 2.497 (32) 5.748 11.582 5.834 Válvulas Industriais 4.986 5.534 6.899 5.855 (1.044) 22.107 23.274 1.167 Outros Produtos 2 - - - - - 2 2 Serviços 21.872 21.054 17.085 17.497 412 110.631 77.508 (33.123)

Oilfield Services Brasil 10.011 8.489 1.167 131 (1.036) 70.389 19.798 (50.591) Oilfield Services Colômbia 11.861 12.565 15.918 17.366 1.448 34.726 57.710 22.984 Tubular Services & Coating - - - - - 5.516 - (5.516) Total 31.332 28.672 26.513 25.849 (664) 138.486 112.366 (26.120)

(38)

Receita Operacional Líquida (R$ mil)

Distribuição da Receita – 4T17

Em 31 de dezembro de 2017, a carteira de pedidos de “Backlog” da Companhia somou R$ 8,7 milhões, os quais correspondiam à carteira de pedidos de válvulas. Não estão incluídas nessa cifra licitações vencidas para as quais não foram emitidos os respectivos pedidos.

Produtos Serviços

(39)

Lucro Bruto e Margem Bruta

Segmento de Produtos

Na comparação do 4T17 a 3T17, houve redução no Lucro Bruto, devido principalmente à redução de Receita Líquida e a custos com rescisões que somaram R$ 0,5 milhões. Excluída a depreciação, que tem um peso elevado devido ao capital imobilizado significativo em um cenário de baixo nível de atividade, computou-se uma margem bruta de 16%, representando uma contribuição efetivamente positiva em termos de caixa.

Observando a variação ocorrida comparando 2017 versus 2016, em que pese o aumento das vendas, a redução de margem bruta resultou do peso dos negócios de exportação que, com margem menor, foram mais representativos em 2017. Também influenciou o menor resultado a baixa margem praticada no negócio de válvulas de óleo e gás no período, em que perseguimos a retomada de volumes.

Segmento de Serviços

A melhora de resultados entre o 4T17 e o 3T17 resulta da melhora do negócio colombiano no 4T e dos gastos como encerramento das atividades em Macaé no 3T.

Analisando 2017 versus 2016 observa-se uma excelente melhora de resultados, devido à redução de custos com serviços, principalmente com custos de pessoal, encerramento de contratos deficitários e ao hercúleo trabalho de reestruturação empreendido.

Lucro Bruto (R$ mil) e Margem Bruta (%)

Lucro Bruto (R$ mil) 1T17 2T17 3T17 4T17 Var. R$/p.p 2016 2017 Var. R$

Produtos (759) (51) 376 (300) (676) (162) (734) (572)

Margem Bruta - Produtos -8,0% -0,7% 4,0% -3,6% -7,6 p.p. -0,6% -2,1% -1,5 p.p.

Serviços (5.313) (607) (1.723) 3.098 4.821 (30.396) (4.545) 25.851

Margem Bruta - Serviços -24,3% -2,9% -10,1% 17,7% 27,8 p.p. -27,5% -5,9% 21,6 p.p.

Total (6.072) (658) (1.347) 2.798 4.145 (30.558) (5.279) 25.279

Margem Bruta Total -19,4% -2,3% -5,1% 10,8% 15,9 p.p. -22,1% -4,7% 17,4 p.p.

Depreciação 10.389 6.478 3.404 3.278 (126) 48.468 23.549 (24.919)

Produtos 1.738 1.687 1.660 1.609 (51) 7.315 6.694 (621) Serviços 8.651 4.791 1.744 1.669 (75) 41.153 16.855 (24.298)

Lucro Bruto s/ depreciação 4.317 5.820 2.057 6.076 4.019 17.910 18.270 360

Produtos 1.738 1.636 2.036 1.309 (727) 7.153 5.960 (1.193) Serviços 8.651 4.184 21 4.767 4.746 10.757 12.310 1.553 Margem Bruta s/ depreciação 13,8% 20,3% 7,8% 23,5% 15,7 p.p. 12,9% 16,3% 3,3 p.p.

(40)

Despesas

Despesas com Vendas

O Total de Despesas com vendas no 4T17 aumentou se comparado ao 3T17 principalmente devido ao registro de perdas efetivas com clientes da divisão de Cabos de Ancoragem no Segmento de Produtos, no montante de R$ 8,9 milhões devido à incerteza de recebimento de valores disputados com um grande cliente. Mesma razão justifica a variação ocorrida entre os anos de 2017 e 2016.

No Segmento de Serviços, houve aumento nas despesas com vendas no 4T17 comparado ao 3T17, devido principalmente a reversão de perdas em créditos no 3T17 no montante de R$ 0,3 milhões na divisão Oilfield Services Brasil. Comparando o ano de 2017 versus 2016 a redução foi significativa tendo como motivo principal a redução de atividade na divisão Oilfield Services Brasil, e também ao reconhecimento de R$ 1,0 milhão de multas de clientes na divisão de Tubular

Services e Coating em 2016.

Despesas Administrativas

As Despesas Administrativas do 4T17 comparadas ao 3T17 não tiveram uma significativa variação, tanto no Segmento de Produtos como de Serviços. Por outro lado, na comparação de 2017 ante 2016, diminuíram consideravelmente em decorrência da redução do pessoal administrativo.

Analisando as Despesas Administrativas do Corporativo da Companhia observa-se um aumento no 4T17 ante o 3T17, a qual decorre da majoração de créditos sujeitos à Recuperação Judicial fruto de impugnações no valor de R$ 0,8 milhão.

(41)

Honorários dos Administradores

O total de Honorários dos Administradores no 4T17 se comparado ao 3T17, se mantiveram estáveis.

Analisando o ano de 2017 versus 2016, os Honorários dos Administradores tiveram significativa redução, principalmente em decorrência da redução do número de diretores e menor dispêndio com remuneração variável.

Despesas Operacionais (R$ mil)

Outras (Receitas) e Despesas Operacionais

No 4T17 destacam-se os seguintes fatores pelo lado das outras despesas e receitas operacionais: (i) R$ 20,7 milhões correspondente ao efeito líquido dos ajustes por impairment e

resultado da alienação de ativos.

(ii) R$ 2,4 milhões referente a despesa com ociosidade de produção;

Outras Receitas e Despesas (R$ mil) 1T17 2T17 3T17 4T17 Var. R$ 2016 2017 Var. R$ Produtos 3.942 1.145 (742) (3.949) (3.207) (1.970) 396 2.365 Despesas com Ociosidade - Produtos (1.227) (2.840) (1.999) (2.059) (60) (9.177) (8.125) 1.053 Serviços 11.469 6.370 46.320 (18.365) (64.685) 16.223 45.794 29.570 Despesas com Ociosidade - Serviços (539) (517) (330) (291) 39 (2.526) (1.677) 850

(42)

Outras (Receitas) Despesas Operacionais (R$ mil)

(43)

Receita Financeira

No 4T17 foi registrado um substancial aumento da Receita Financeira, resultante dos descontos em juros, multas e encargos que a adesão ao Programa Especial de Regularização Tributária – PERT proporcionou.

Comparando o ano de 2017 ante o de 2016, observa-se uma redução significativa na Receita Financeira Total (excluindo Variação Cambial), devido principalmente aos eventos ocorridos em 2016 e não recorrentes em 2017, são eles: (i) registro da receita de ajuste a valor presente dos créditos sujeitos à Recuperação Judicial no montante de R$ 157,1 milhões; e (ii) ajuste a valor justo em 31 de dezembro de 2016 no montante de R$ 292,1 milhões referente aos bônus de subscrição a serem emitidos de acordo com a aprovação e homologação ocorridas em 01 de dezembro de 2016 do Novo Plano de Recuperação Judicial da Companhia.

Despesas Financeiras

Como no 3T17, também no 4T17 houve significativo efeito do reconhecimento de juros e multas sobre créditos tributários reconhecidos no contexto da adesão ao PERT.

Comparando o ano de 2017 versus o de 2016, também se percebe uma redução devido respectivamente à reversão de ajustes a valor presente da dívida sujeita à Recuperação Judicial em decorrência da anulação do primeiro plano homologado e da redução de despesas com juros, a qual diminuiu R$ 27,8 milhões em 2017 versus 2016.

Variação Cambial Líquida

A Variação Cambial Líquida no 4T17 resultou em despesa versus uma receita no 3T17 afetada pela valorização na moeda norte-americana frente ao Real no 4T17.

Composição do Resultado Financeiro (R$ mil)

(44)

EBITDA Ajustado das Atividades Continuadas

O Total do EBITDA Ajustado Consolidado no 4T17 apresentou uma melhora em comparação com o 3T17. No Segmento de Produtos, a melhora se deu em decorrência a uma política de austeridade nas despesas e a melhoria no Segmento de Serviços se deu na retomada das operações na unidade da Colômbia.

Analisando 2017 ante 2016, observa-se uma redução em ambos os Segmentos. No de Serviços a variação justifica-se pela redução das atividades e custos com encerramento de contratos. No Segmento de Produtos, houve um aumento da Receita Líquida e uma melhora da margem EBITDA em decorrência da redução de despesas administrativas, muito embora o resultado em reais tenha sido inferior.

EBITDA Ajustado (R$ mil) 1T17 2T17 3T17 4T17 Var. R$/p.p 2016 2017 Var. R$/p.p

Produtos (5.210) (4.614) (4.499) (3.332) 1.167 (15.570) (17.655) (2.085) Margem -55,1% -60,6% -47,7% -39,9% 7,8 p.p. -55,9% -50,6% 5,2 p.p. Serviços 1.556 882 (4.713) (2.045) 2.668 8.397 (4.320) (12.717) Margem 7,1% 4,2% -27,6% -11,7% 15,9 p.p. 7,6% -5,6% -13,2 p.p. Total (3.654) (3.732) (9.212) (5.377) 3.835 (7.173) (21.975) (14.802) Margem -11,7% -13,0% -34,7% -20,8% 13,9 p.p. -5,2% -19,6% -14,4 p.p. % Produtos 143% 124% 49% 62% 217% 80% % Serviços -43% -24% 51% 38% -117% 20%

Reconciliação do Ebitda Ajustado (R$ mil) 1T17 2T17 3T17 4T17 2017 2016

Lucro Bruto (6.072) (658) (1.347) 2.798 (5.279) (30.558) Despesas c/ Vendas, Gerais e Administrativas (8.911) (8.514) (8.021) (18.049) (43.495) (45.753) Honorários dos Administradores (862) (1.151) (766) (720) (3.499) (5.576) Depreciação e Amortização 10.389 6.478 3.404 3.278 23.549 48.468 Outras Despesas (Receitas) Operacionais 13.645 4.158 43.249 (24.664) 36.388 2.550 Participação Acionistas Minoritários - - (1.556) (1.958) (3.514)

-Ebitda das Atividades Continuadas 8.189 313 34.963 (39.315) 4.150 (30.869)

Provisão para Renumeração Variável - 164 (90) 127 201 (394)

(13.540)

(5.872) (48.725) 32.809 (35.328) 6.206

Multas com Clientes

70

31 55 21 177 1.623 1.627

1.632 3.238 981 7.478 16.261 Despesas com Desmobilização de Macaé - - 1.347 - 1.347

-Ebitda Ajustado das Atividades Continuadas (3.654) (3.732) (9.212) (5.377) (21.975) (7.173)

Processo de Reestruturações e Outras Despesas Extraordinárias Provisões/Reversões para Perdas, Impairment , Resultado Líquido na Alienação de Ativos e Reversões com Processos Judiciais

(45)

EBITDA Ajustado (R$ mil)

As Despesas não recorrentes (Provisões/Reversões para Perdas, Impairment, Resultado Líquido na Alienação de Ativos e Reversões com Processos Judiciais) referem-se, principalmente aos seguintes registros:

(i) R$ 8,9 milhões referente ao registro de perdas efetivas com clientes da divisão de Cabos de Ancoragem, devido à grande probabilidade da incerteza de recebimento; (ii) R$ 2,8 milhões referente a despesa respectivas a mercadorias importadas na divisão

de Válvulas Oil&Gas e Cabos de Ancoragem em anos anteriores, que tiveram efetivado seu perdimento;

(iii) R$ 8,9 milhões relativos a débitos aduaneiros reconhecidos no contexto da adesão ao PERT.

(iv) R$ 19,7 milhões respectivos a reversões de provisão com processos judiciais; Reconciliação do Ebitda Ajustado (R$ mil) Produtos Serviços Total

Lucro Bruto (300) 3.098 2.798

Despesas c/ Vendas, Gerais e Administrativas (11.332) (6.717) (18.049) Honorários dos Administradores (228) (492) (720) Depreciação e Amortização 1.609 1.669 3.278 Outras Despesas (Receitas) Operacionais (6.008) (18.656) (24.664) Participação Acionistas Minoritários - (1.958) (1.958)

Ebitda das Atividades Continuadas (16.259) (23.056) (39.315)

Provisão para Renumeração Variável - 127 127 12.271

20.538 32.809 Multas com Clientes 21 - 21

635

346 981 Ebitda Ajustado das Atividades Continuadas (3.332) (2.045) (5.377)

4T17

Processo de Reestruturações e Outras Despesas Extraordinárias Provisões/Reversões para Perdas, Impairment , Resultado Líquido na Alienação de Ativos e Reversões com Processos Judiciais

(46)

(v) R$ 1,5 milhões de perda na alienação de investimentos, referente venda de participação societária de 13,0% da sociedade controlada indireta Lupatech OFS S.A.S;

(vi) R$ 20,7 milhões correspondente ao efeito líquido negativo dos ajustes por

impairment e resultado da alienação de ativos.

(vii) R$ 3,1 milhões de despesas com perda de obsolescência dos estoques;

Visto que a Companhia foca seu futuro na retomada do negócio de produtos, é relevante avaliar o desempenho dessa unidade de negócios entre os dois exercícios. A tabela a seguir mostra o EBITDA ajustado da unidade:

Observa-se que o crescimento das vendas veio acompanhado de uma melhora efetiva nos resultados, a qual tende a se expandir com maior atividade, visto que tanto a unidade de válvulas de óleo e gás como a unidade de cabos de ancoragem operaram em 2017 com volumes muito baixos e com nenhum volume respectivamente.

Resultado Líquido

O Resultado Líquido do período foi de prejuízo no 4T17, versus lucro no 3T17. Os principais eventos que contribuíram para tal resultado no 4T17 foram:

(i) R$ 19,7 milhões referente a reversão de perda com processos judiciais;

(i) R$ 20,7 milhões correspondente ao efeito líquido negativo dos ajustes por

impairment e resultado da alienação de ativos.

Negócio de Produtos 2016 2017 Receita Líquida 27.855 34.858 Lucro Bruto (162) (734) Margem Bruta -0,6% -2,1% Despesas (27.344) (30.907) EBITDA (27.506) (31.641) Itens Excepcionais Perdas em Créditos - 8.993 Obsolecência de Estoque 2.166 1.959 2.900 Reavaliaçaõ de Processo Judiciais 2.070 (214)

EBITDA AJUSTADO (23.270) (18.004)

Referências

Documentos relacionados

A dispensa do exame de proficiência em inglês poderá ser solicitada no momento da inscrição para seleção, mediante entrega do comprovante de aprovação no teste

3.7 – As inscrições serão feitas exclusivamente mediante o preenchimento do Formulário Eletrônico de Inscrição, no qual o candidato definirá sua opção por um curso (mestrado ou

camadas arqueológicas bem diferenciadas, caracterizadas pela interessante natureza dos sedimentos, pela sua cor e espessura, tomou-se a mesma para investigação. O

interfira com as funções do veículo ou que a elas acresça só é permitida com a autorização prévia do fabricante. Dado o caso, uma autorização das autoridades locais tem de

A respeito da execução penal, instituída pela Lei n.º 7.210/1984, assinale a opção correta. a) O trabalho do condenado, como dever social e condição de dignidade humana,

Esse método auxilia a subclassificar os tipos de células que podem, por sua vez, auxiliar a decidir qual o melhor tratamento a ser utilizado para determinado tipo de leucemia

e) 15% das despesas elegíveis totais do projeto, no caso dos projetos do setor da indústria que se enquadrem no âmbito da RIS 3 Regional e que contribuam para o desenvolvimento

Com excepcionais instalações para trabalho remoto e acesso aos nossos business centers, os apartamentos de hóspedes podem efetivamente funcionar como um escritório móvel..