Técnico em Artes Gráficas pelo SENAI-SP, graduado em Administração e pós-graduado em Administração. Atualmente é gestor e consultor de empresas do

Texto

(1)
(2)

Técnico em Artes Gráficas pelo SENAI-SP, graduado em Administração e pós-graduado em Administração. Atualmente é gestor e consultor de empresas do segmento gráfico de conversão e ministra cursos e palestras em empresas e eventos. É autor dos livros: Como diminuir o setupna impressão e Flexografia – Manual Prático. Coautor dos livros Embalagens de Papelcartão, papelão e micro-ondulado, Embalagens: Design, materiais, processos e máquinas e Embalagens Flexíveis.

(3)

São Paulo/2013 Eudes Scarpeta

CURSO EMBALAGENS A a V

(4)

Cor é como o olho (dos seres vivos animais) interpreta a reemissão da luz vinda de um objeto que foi emitida por uma fonte luminosa por meio de ondas eletromagnéticas; e

que corresponde à parte do espectro eletromagnético que é visível (380 a 700 nanômetros). A Cor não é um

fenômeno físico. Um mesmo comprimento de onda pode ser percebido diferentemente por diferentes pessoas (ou outros seres vivos animais), ou seja, cor é um fenômeno

fisiológico, de caráter subjetivo e individual.

(5)

SÍNTESE ADITIVA (LUZ)

(6)

SÍNTESE ADITIVA (LUZ)

(7)

SÍNTESE SUBTRATIVA (TINTA)

(8)

LUZ

OLHO OBJETO

O QUE É NECESSÁRIO PARA A COR EXISTIR?

(9)

Comparativo

RGB x CMYK

(10)

Spectro da Cor

(11)

Como avaliar a cor visualmente?

(12)

• O tom de uma cor como o vermelho, violeta, ou azul.

TOM (Hue)

• É a intensidade da cor, força ou saturação. A característica da cor ser forte ou fraca.

SATURAÇÃO (Saturation)

• É a característica da cor ser clara ou escura e é criada pela adição do branco ou preto, respectivamente.

LUMINOSIDADE (Ligthness)

Características da Cor

(13)
(14)
(15)

Todas as cores

(16)

Cores Primária

s

(17)

Cores Secundárias

(18)

Cores Terciári

as

(19)

Cores Complementares

(20)

Cores Anál ogas

(21)

Cores Complementares par a ênf ase

(22)

Sobreposição das Cores na

impressão

(23)

Limitações do Olho Humano

• Fadiga visual

• Idade

• Recordabilidade

• Daltonismo

• Influência do meio

• Condições de

iluminação

(24)
(25)
(26)
(27)
(28)
(29)
(30)
(31)
(32)
(33)
(34)

O Problema do Controle do RGB

MONITOR A MONITOR B

(35)

Esses Verdes são iguais?

1 2

(36)

1 2

São iguais SIM!

(37)
(38)

PADRONIZAÇÃO DAS CORES

(39)

Quantas cores tem o Pantone?

(40)

PANTONE 485c

(41)

A influência da Luz e Cores Metaméricas

(42)

Iluminantes

LUZ DO SOL 5.500 K

D50 5.000 K

FLUORESCENTE 6.500 K INCANDESCENTE

3.000 K

(43)

Para medição das cores

Densitômetros, Colorímetros,

Espectrofotômetros

(44)

Exemplo de influência da cor do suporte no

resultado de impressão

(45)

•Ambliopia

•Astigmatismo

•Blefarite

•Catarata (doença)

•Ceratocone

•Daltonismo

•Degeneração macular

•Glaucoma

•Hifema

•Hipermetropia

•Miopia

•Presbiopia

•Uveíte

•Toxoplasmose ocular

•Toxocaríase ocular

•Pterígio

•Pinguécula

•Hordéolo

•Calázio

•Tumores Oculares

•Episclerite

•Esclerite

•Neurite óptica

•Descolamento de retina

•Estrabismo

•Distrofias corneanas

•Ceratites

•Traumatismo ocular

•Retinopatia diabética

•Oclusões vasculares retinianas

Anomalias e doenças

(46)

Consiste na exibição de uma série de cartões pontilhados em várias tonalidades diferentes. Esse é o método mais freqüentemente utilizado para se diagnosticar a presença do

daltonismo, sobretudo nas deficiências envolvendo a percepção das cores vermelho e verde. Uma figura

(normalmente uma letra ou algarismo) é desenhada em um cartão contendo um grande número de pontos com

tonalidades que variam ligeiramente entre si, de modo que possa ser perfeitamente identificada por uma pessoa com

visão normal. Porém um daltônico terá dificuldades em visualizá-la.

Teste de cores de Ishihara

(47)

Teste de cores

de Ishihara

(48)
(49)
(50)

Cinza

•Associação material: pó, chuva, ratos, neblina, máquinas, mar sob tempestade.

•Associação afetiva: tédio, tristeza, decadência, velhice, desânimo, seriedade, sabedoria, passado,

finura, pena aborrecimento, carência vital.

•Do latim cinicia (cinza) ou do germânico grisi (gris, cinza); nós utilizamos o termo de origem latina.

Simboliza a posição intermédia entre a luz e a

sombra. Não interfere junto às cores em geral.

(51)

Vermelho

•Associação material: rubi, cereja, guerra, lugar, sinal de parada, perigo, vida, Sol, fogo, chama, sangue, combate, lábios, mulher, feridas, rochas vermelhas, conquista,

masculinidade.

•Associação afetiva: dinamismo, força, baixeza, energia, revolta, movimento, barbarismo, coragem, furor, esplendor, intensidade, paixão, vulgaridade, poderio, vigor, gloria, calor, violência, dureza, exitação, ira, interdição, emoção, ação, agressividade, alegria comunicativa, extroversão.

•Vermelho nos vem do latim vermiculus [verme, inseto (a cochonilha)]. Desta se estrai uma substância escarlate, o carmim, e chamamos a dor de carmesin [do árabe: qirmezi (vermelho bem vivo ou escarlate)]. Simbolizaum cor de

aproximação, de encontro.

(52)

Azul

Associação material: montanhas longínquoas, frio, mar, céu, gelo, feminilidade, águas

tranquilas.

Associação afetiva: espaço, viagem, verdade, sentido, afeto, intelectualidade, paz,

advertência, precaução, serenidade, infinito, meditação, confiança, amizade, amor,

fidelidade, sentimento profundo.

• Azul tem origem do árabe e no persa lázúrd, por

lazaward (azul). É a cor do céu sem nuvens. Dá

a sensação do movimento para o infinito.

(53)

Amarelo

Associação material: flores grandes, terra

argilosa, palha, luz, topázio, verão, limão, chinês, calor de luz solar.

Associação afetiva: iluminação, conforto, alerta, gozo, ciúme, orgulho, esperança, idealismo,

egoismo, inveja, ódio, adolescência, espontaneidade, variabilidade, euforia, originalidade, expectativa.

Amarelo deriva do latim amaryllis. Simboliza a

cor da luz irradiante em todas as direções.

(54)

Verde

Associação material: umidade,

frescor, primavera, bosque, águas claras, folhagem, tapete de jogos, mar verão, planície.

• Natureza, primavera, fertilidade,

juventude, desenvolvimento, riqueza,

dinheiro, boa sorte, ciúmes, ganância,

esperança.

(55)

Roxo

Associação material: noite, janela, igreja, aurora, sonho, mar profundo.

Associação afetiva: fantasia, mistério, profundidade, eletricidade, dignidade, justiça, egoísmo, grandeza, misticismo, espiritualidade, delicadeza, calma.

• Velocidade, concentração, otimismo, alegria,

felicidade, idealismo, riqueza (ouro), fraqueza,

dinheiro

(56)

Magenta (rosa): luxúria, sofisticação, sensualidade,

feminilidade, desejo

(57)

Violeta: espiritualidade,

criatividade, realeza, sabedoria,

resplandecência, dor

(58)

Laranja

•Associação material: outono, laranja, fogo, pôr do Sol, luz, chama, calor, festa, perigo, aurora, raios solares, robustez.

•Associação afetiva: força, luminosidade,

dureza, euforia, energia, alegria, advertência, tentação, prazer, senso de humor.

•Laranja origina-se do persa narang, através do árabe naranja. Simboliza o flamejar do

fogo.

(59)
(60)

•Assossiação material: batismo, casamento, cisne, lírio, primeira comunhão, neve, nuvens, em tempo claro, areia branca.

•Assossiação afetiva: ordem, simplicidade, limpeza, bem, pensamento, juventude, otimismo, piedade, paz, pureza, inocência, dignidade, afirmação, modéstia, deleite,

despertar, infância, alma, harmonia, estabilidade, divindade.

•A palavra branco vem do germânico Blank (brilante).

Simboliza a luz e nunca é considerado cor.

•Se para os ocidentais simboliza a vida e o bem, para os

orientais é a morte, o fim, o nada. Representa também, para nós, ocidentais, o vestíbulo do fim, isto é, o medo ou

representa um espaço (entrelinhas).

(61)

PRETO

•Associação material: sujeira, sombra, enterro, noite,

carvão, fumaça, condolência, morto, fim, coisas escondidas.

•Associação afetiva: mal, miséria, pessimismo, sordizez, tristeza, frigidez, desgraça, dor, temor, negação, melancolia, opressão, angústia, renúncia, intriga.

•Deriva do latim niger (escuro, preto, negro). Nós utilizamos o vocabulário "preto", cuja etimologia é controvertida.

•É expressivo e angustiante ao mesmo tempo. É alegre quando combinado com certas cores. Às vezes tem

conotação de nobreza, seriedade dependendo da

combinação com outras cores..

(62)

Marrom

Associação material: terra, águas lamacentas, outono, doença, sensualidade,

desconforto, chocolate, café.

Associação afetiva: pesar,

melancolia, resistência, vigor.

• Marrom, do frances marron

(castanho).

(63)

AZUL E PRETO

Transmitem antipatia e desvalorizam o conteúdo da mensagem, pela sensação de absurdo.

(64)

AZUL E BRANCO

Conferem harmonia de espírito, ideia de doçura e generosidade.

(65)

VERMELHO E AZUL

Causam a sensação de força espiritual, requinte e delicadeza, sendo muito empregadas no apelo de vendas.

(66)

VERMELHO E AMARELO

Criam sensações de insatisfação, contraste acentuado de calor e impetuosidade.

(67)

AMARELO E VERDE

Produz a sensação de eficácia. Visualmente, porém, não é uma combinação agradável, causando a impressão de que

"algo está faltando".

(68)

VERDE E VERMELHO

Juntos inspiram a natureza, o estado primitivo e o equilíbrio entre frio e calor.

(69)

Vermelho Corresponderia ao período de 1 a 10 anos – idade da efervescência e da espontaneidade;

Laranja Corresponderia ao período de 10 a 20 anos – idade da imaginação, excitação e aventura:

Amarelo Corresponderia ao período de 20 a 30 anos – idade da força, potência, arrogância;

Verde Corresponderia ao período de 30 a 40 anos – idade da diminuição do fogo juvenil;

Azul Corresponderia ao período de 40 a 50 anos – idade do pensamento e da inteligência;

Lilás Corresponderia ao período de 50 a 60 anos – idade do juízo, do misticismo, da lei;

Roxo Corresponderia ao período além dos 60 anos – idade do saber, da experiência e da benevolência;

:

O estudo de Bramz

(70)

http://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=Bamz&sour ce=web&cd=2&cad=rja&ved=0CC0QtwIwAQ&url=http

%3A%2F%2Fwww.youtube.com%2Fwatch%3Fv%3Du KEw4wWIIgU&ei=FiBXUJ63Ls2H0QGs9IFI&usg=AFQj CNFGUDvOdnQLtOEl0BMoy5S80pLjIw

Quem compraria o Roxo?

(71)

Resumo da Cores

• As cores possuem características de Tom, Saturação e Luminosidade

• As cores são mensuráveis

• Usamos densitômetros, spectrofotômetros, colorímetros e espectrodensitômetros para medir a cor

• O ambiente e as condições físicas das pessoas interferem na avaliação da cor

• Os suportes a serem impressos também influenciam o resultado da cor

(72)

Caiam na nossa rede!

www.clubedaembalagem.com.br

55 11 2773 6334

www.twitter.com/ClubeEmbalagem

www.facebook.com/pages/Clube-da-Embalagem

(73)

www.twitter.com/InstEmbalagem

www.facebook.com/pages/Instituto-de-Embalagens

Agradecemos a atenção!

55 11 2854-7770 / 55 11 3431-0727

www.institutodeembalagens.com.br

Imagem

Referências

temas relacionados :