Texto

(1)

Plano de

desenvolvimento

Hereditariedade, ideias evolucionistas e preservação da biodiversidade

Hereditariedade, ideias evolucionistas e preservação da biodiversidade são objetos de conhecimento que serão tratados neste bimestre, com o auxílio do livro do aluno, das sequências didáticas e do projeto integrador. Ao final, o professor poderá usar uma proposta de avaliação de aprendizagem.

As habilidades propostas associadas ao objeto de conhecimento "hereditariedade"

buscam proporcionar aos alunos a aprendizagem de conceitos de genética, compreensão inicial sobre herança de características e sobre como se dá a construção do conhecimento científico, destacando a importância e a revolução que os experimentos de Mendel causaram na compreensão da hereditariedade.

Posteriormente, alguns aspectos das ideias evolucionistas de Lamarck, Darwin e Wallace serão discutidos, utilizando um exemplo de seleção artificial e a comparando com a seleção natural proposta por estes cientistas.

Por fim, os alunos se conscientizarão dos problemas relevantes que a humanidade tem enfrentado e enfrentará devido a sua relação insustentável com o meio ambiente, estudando diversas formas de impactos negativos sobre o ambiente, conquistas que já foram obtidas por movimentos civis na direção da sustentabilidade, um pouco da dimensão dos interesses envolvidos, dos impasses e das perspectivas futuras.

Para o andamento dos trabalhos, é de fundamental importância o uso de várias ferramentas didáticas, a abordagem de exemplos concretos e o estímulo à autonomia dos alunos, além da aprendizagem de conceitos durante as aulas.

(2)

Conteúdos

Hereditariedade.

Fenótipo.

Genótipo.

Genes.

Experimentos e conclusões de Mendel sobre hereditariedade.

DNA.

Cariótipo.

Cromossomos homólogos.

Genes alelos.

Gametas.

Sustentabilidade.

Poluição do ar.

Transportes mais sustentáveis.

Movimentos sociais.

Objetos de conhecimento e habilidades

Objeto de

conhecimento Hereditariedade.

Habilidades (EF09CI08) Associar os gametas à transmissão das características hereditárias, estabelecendo relações entre ancestrais e descendentes.

(EF09CI09) Discutir as ideias de Mendel sobre hereditariedade (fatores

hereditários, segregação, gametas, fecundação), considerando-as para resolver problemas envolvendo a transmissão de características hereditárias em diferentes organismos.

Relação com a prática didático-pedagógica

As ideias de Mendel foram revolucionárias para o entendimento da

hereditariedade. Seus experimentos lhe proporcionaram resultados que foram interpretados com genialidade. Para demonstrar a relevância de seus estudos aos alunos, utilizar exemplos, reproduzir experimentos que ele realizou em esquemas na lousa, utilizar os materiais didáticos que contêm conceitos e propostas que auxiliarão na compreensão. Esses são conteúdos que devem ser bem compreendidos para o prosseguimento dos estudos de Genética.

(3)

Objeto de conhecimento Ideias evolucionistas.

Habilidades

(EF09CI10) Comparar as ideias evolucionistas de Lamarck e Darwin

apresentadas em textos científicos e históricos, identificando semelhanças e diferenças entre essas ideias e sua importância para explicar a diversidade biológica.

(EF09CI11) Discutir a evolução e a diversidade das espécies com base na atuação da seleção natural sobre as variantes de uma mesma espécie, resultantes de processo reprodutivo.

Relação com a prática didático-pedagógica

Lamarck, Darwin e Wallace foram evolucionistas que mudaram o paradigma fixista. Suas ideias devem ser discutidas em sala de aula, levando em consideração as circunstâncias em que esses cientistas se encontravam, reiterando que o conhecimento científico é baseado em evidências e, no caso da evolução, os fósseis e o estudo comparado entre as espécies são evidências que corroboram a ideia de que os seres vivos que habitaram a Terra há milhões de anos são diferentes dos atuais, ou seja, algum processo transformou as espécies do passado nas espécies do presente.

Objeto de

conhecimento Preservação da biodiversidade.

Habilidades (EF09CI12) Justificar a importância das unidades de conservação para a preservação da biodiversidade e do patrimônio nacional, considerando os diferentes tipos de unidades (parques, reservas e florestas nacionais), as populações humanas e as atividades a eles relacionados.

(EF09CI13) Propor iniciativas individuais e coletivas para a solução de problemas ambientais da cidade ou da comunidade, com base na análise de ações

sustentáveis bem-sucedidas.

Relação com a prática didático- pedagógica

A preservação do meio ambiente e a busca de alternativas para reduzir impactos a fim de solucionar demandas da humanidade é um dos maiores desafios da sociedade. Nesse contexto, a escola é um ambiente apropriado para trazer aos alunos os conflitos existentes na tentativa de buscar respostas coletivas e conciliatórias.

(4)

Competências gerais

O projeto integrador possibilitará a construção de competências gerais e específicas, principalmente as competências gerais 7 e 10 elencadas na Base Nacional Comum Curricular.

Competências gerais

desenvolvidas

7. Argumentar com base em fatos, dados e informações confiáveis, para formular, negociar e defender ideias, pontos de vista e decisões comuns que respeitem e promovam os direitos humanos, a consciência socioambiental e o consumo responsável em âmbito local, regional e global, com posicionamento ético em relação ao cuidado de si mesmo, dos outros e do planeta.

10. Agir pessoal e coletivamente com autonomia, responsabilidade, flexibilidade, resiliência e determinação, tomando decisões com base em princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários.

O desenvolvimento da competência 7 ocorrerá no projeto na medida em que suas propostas incentivam a investigação e a argumentação a respeito das causas motivadoras de movimentos sociais, bem como sua legitimidade, "com base em fatos, dados e informações confiáveis", possibilitando a análise crítica e a formação de opinião, contrária ou favorável, e propostas pelos alunos que "respeitem e promovam os direitos humanos", "a consciência socioambiental" e um "posicionamento ético em relação ao cuidado de si mesmo, dos outros e do planeta".

No que se refere à competência 10, o projeto busca incentivar, além da análise crítica a respeito de impasses da sociedade, a ação pessoal e coletiva "com autonomia, responsabilidade, flexibilidade, resiliência e determinação", criando um espaço na sala de aula para a tomada de decisões e a formação de opinião "com base em princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários".

Habilidades essenciais para que os alunos possam dar continuidade aos estudos

O quadro a seguir apresenta as habilidades essenciais que deverão ser desenvolvidas ao longo do bimestre para que seja possível o avanço da aprendizagem:

(5)

Objetos de

conhecimento Habilidades da BNCC

Hereditariedade

(EF09CI08) Associar os gametas à transmissão das características hereditárias, estabelecendo relações entre ancestrais e descendentes.

(EF09CI09) Discutir as ideias de Mendel sobre hereditariedade (fatores hereditários, segregação, gametas, fecundação), considerando-as para resolver problemas envolvendo a transmissão de características hereditárias em diferentes organismos.

Ideias

evolucionistas

(EF09CI10) Comparar as ideias evolucionistas de Lamarck e Darwin apresentadas em textos científicos e históricos, identificando semelhanças e diferenças entre essas ideias e sua importância para explicar a diversidade biológica.

(EF09CI11) Discutir a evolução e a diversidade das espécies com base na atuação da seleção natural sobre as variantes de uma mesma espécie, resultantes de processo reprodutivo.

Preservação da biodiversidade

(EF09CI12) Justificar a importância das unidades de conservação para a preservação da biodiversidade e do patrimônio nacional, considerando os diferentes tipos de unidades (parques, reservas e florestas nacionais), as populações humanas e as atividades a eles relacionados.

(EF09CI13) Propor iniciativas individuais e coletivas para a solução de problemas ambientais da cidade ou da comunidade, com base na análise de ações sustentáveis bem-sucedidas.

Práticas de sala de aula

Para tratar das habilidades relacionadas ao objeto de conhecimento "Hereditariedade", proporcionar situações experimentais, sempre que possível, como a extração de DNA e outras atividades propostas nas sequências didáticas. Ao explicar os experimentos de Mendel que revolucionaram os conhecimentos acerca da hereditariedade, propor e fazer exercícios com os alunos para demonstrar as gerações parentais e as descendências, em relação aos seus genótipos e fenótipos, indicando quais tipos de gametas cada indivíduo pode produzir.

É de fundamental importância, para dar seguimento aos estudos, e para entender a relevância de Mendel, que os alunos entendam que ele concluiu, com seus experimentos, que uma característica, como a cor de ervilhas, é determinada por dois fatores, um originado de um gameta masculino e outro originado de um gameta feminino. Ressaltar

(6)

que a presença de um fator não causa, obrigatoriamente, a manifestação de uma certa característica.

Ao tratar de ideias evolucionistas, ressaltar que a evolução por Seleção Natural, ideia defendida por Darwin e Wallace, pressupõe que existe uma diversidade entre os indivíduos e que aqueles que conseguem sobreviver e se reproduzir são selecionados.

Ao tratar de assuntos sobre hereditariedade e evolução dos seres vivos, ressaltar que os seres vivos, e a espécie humana inclusive, são diversificados, cada um com sua peculiaridade, com sua individualidade, e que a variedade entre os seres é a regra e não a exceção, portanto todos devem ser respeitados e valorizados, sem discriminação. Deixar claro que não existem seres humanos melhores ou mais evoluídos que os outros, nem espécies melhores ou mais evoluídas, e sim, o que existe, é diversidade e adaptação.

No que se refere à preservação do meio ambiente e da biodiversidade, tratar do assunto abordando as necessidades humanas e os limites do planeta Terra, trazendo para discussão os pontos de impasse e o futuro do planeta, levando em consideração "princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários", como aponta a Base Nacional Comum Curricular.

Buscar tratar e explorar assuntos mais ligados à realidade dos alunos, à vizinhança, à cidade onde vivem, para que tenham visão crítica da realidade a sua volta e possam propor soluções, se possível avaliando os interesses conflitantes.

Incentivar a busca por fatos, notícias, diversidade de pontos de vista, em livros, revistas, e na internet. O uso da internet, por meio de computadores, tablets ou celulares deve ser estimulado, porém com cautela e em horários adequados. Indicar pesquisas em sites de universidades, de órgãos públicos, de organizações civis, levantando discussões sobre diferentes pontos de vista expressos em diferentes fontes de pesquisa. Explicar que a internet é um ambiente riquíssimo de materiais úteis, entretanto também contém muitas informações falsas, que se propagam por pessoas que não verificam suas fontes, além de conteúdos inadequados.

(7)

Utilizar recursos audiovisuais, com legendas, recursos de acessibilidade, adaptações razoáveis, medidas individualizadas e coletivas para inclusão plena de alunos com deficiência, em igualdade de condições.

Estimular o convívio de pessoas que habitualmente não se relacionam muito, propondo a formação de grupos distintos daqueles que usualmente são formados.

Para saber mais

Sugestões de páginas na internet para visitar

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em:

<http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm>.

Acesso em: 15 nov. 2018.

BRASIL. Lei n. 9.985, de 18 de julho de 2000. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/

ccivil_03/Leis/L9985.htm>. Acesso em: 15 nov. 2018. Instituiu o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza, as Unidades de Conservação.

DEUTSCHE WELLE BRASIL. Como países planejam a mobilidade sem poluir, 25 out. 2016.

Disponível em: <https://www.dw.com/pt-br/como-pa%C3%ADses-planejam-a- mobilidade-sem-poluir/a-36143401>. Acesso em 15 out. 2018.

MENDEL E A ERVILHA - os seis experimentos que mudaram o mundo. Produção de:

National Geographic. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?

v=tRFN7lSmhFg>. Acesso em 15 nov. 2018.

RUETER, G. Dez ações contra as mudanças climáticas. Deutsche Welle Brasil, 2018.

Disponível em: <https://www.dw.com/overlay/media/pt-br/dez-a%C3%A7%C3%B5es- contra-as-mudan%C3%A7as-clim%C3%A1ticas/18884352/36143401>. Acesso em:

15 nov. 2018.

VASCONCELOS, Y. A ascensão dos elétricos. Revista Pesquisa Fapesp, 258, ago. 2017.

Disponível em <http://revistapesquisa.fapesp.br/2017/08/15/a-ascensao-dos- eletricos/?cat=capa>. Acesso em: 15 nov. 2018.

Sugestões de sites de organizações civis

(8)

ANISTIA INTERNACIONAL. Disponível em: <https://anistia.org.br/>. Acesso em: 15 nov.

2018.

FUNDAÇÃO BIODIVERSITAS. Disponível em: <http://www.biodiversitas.org.br/index.htm>.

Acesso em: 15 nov. 2018.

FUNDAÇÃO GAIA. Disponível em: <http://www.fgaia.org.br/>. Acesso em: 15 nov. 2018.

FUNDAÇÃO SOS MATA ATLÂNTICA. Disponível em: <https://www.sosma.org.br/>. Acesso em: 15 nov. 2018.

GREENPEACE. Disponível em: <https://www.greenpeace.org/brasil/>. Acesso em: 15 nov.

2018.

INSTITUTO AKATU. Disponível em: <https://edukatu.org.br/>. Acesso em: 15 nov. 2018.

INSTITUTO ECOAR. Disponível em: <http://www.ecoar.org.br>. Acesso em: 15 nov. 2018.

INSTITUTO SOCIOAMBIENTAL (ISA). Disponível em: <https://www.socioambiental.org/>.

Acesso em: 15 nov. 2018.

ONU MULHERES. Disponível em: <http://www.onumulheres.org.br/>. Acesso em: 15 nov.

2018.

SINIMBÚ, F. Pesquisas buscam diminuir o impacto ambiental da mobilidade com biocombustíveis. Agência Brasil. Brasília, 2017. Disponível em:

<http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2017-08/pesquisas-buscam-diminuir- o-impacto-ambiental-da-mobilidade-com>. Acesso em 15 out. 2018.

WWF BRASIL. Disponível em: <https://www.wwf.org.br/>. Acesso em: 15 nov. 2018.

Imagem

Referências

temas relacionados :