Teoria da Psicanálise: Curso Fundamental de Freud a Lacan

Texto

(1)

Teoria da Psicanálise:

Curso Fundamental

de Freud a Lacan

(2)

OBJETIVOS DO CURSO

A Pós-graduação em Teoria da Psicanálise: Curso Fundamental de Freud a Lacan possibilita a obten- ção de um conhecimento de qualidade dos con- ceitos e teorias psicanalíticas, no qual proporciona um espaço para discutir, precisar e aprofundar os conceitos e métodos em Psicanálise, promoven- do assim uma capacitação completa aos profis- sionais. Desta forma os mesmos poderão exercer sua atividade clínica de forma mais aprimorada.

O curso irá proporcionar o aprofundamento dos conhecimentos sobre a formação do analista e sua transmissão em psicanálise, conceituar a ética psicanalítica e precisar o campo e a prática analíti- ca e cernir o objeto da psicanálise: o inconsciente.

As aulas são teórico/práticas com profissionais com experiência no campo da teoria clínica e da clínica psicanalítica.

(3)
(4)

DISCIPLINAS

O SUJEITO DO INCONSCIENTE E SUA ESTRUTURAÇÃO

Aspectos relevantes para conceituação de estruturação do sujeito. Derivação do conceito de estrutura.

Formação do campo do sujeito e do Outro. A alienação, a separação, o falo e a identificação. A causa do sujeito. A destituição subjetiva.

OS QUATRO CONCEITOS FUNDAMENTAIS DA PSICANÁLISE

Inconsciente, pulsão, repetição, transferência e sua relação ao sintoma. O sintoma na psiquiatria clássi- ca e na psicanálise freudiana. Especificidade do sintoma analítico, o conceito e a prática clínica psicanalí- tica. Determinação conceitual dos elementos fundamentais em Psicanálise. Determinação do sujeito.

PSICOPATOLOGIA E AS ESTRUTURAS CLÍNICAS

Noções de Psicopatologia (como saber psiquiátrico). O conceito de Estrutura Clínica em Psicanálise. As Estruturas Clínicas delimitadas por Freud. Descrição e comparação das classificações em Psiquiatria e na Psicanálise: análise das estruturas.

TRATAMENTO EM PSICANÁLISE

As entrevistas preliminares e sua função na clínica; Transferência e interpretação; Sobre a subversão do sujeito.

METODOLOGIA DA PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO

Conhecimento e ciência. O problema da demarcação: o que é o conhecimento cientifíco. Ciência e cren- ça. A psicanálise e a ciência. Orientações gerais para elaboração do projeto da monografia. Metodologia de ensino em Psicanálise.

(5)

PSICANÁLISE: CIÊNCIA E VERDADE - PESQUISA E CLÍNICA

Conhecimento e ciência. O problema da demarcação: o que é o conhecimento científico. Ciência e crença. A psicanálise e a ciência. Orientações gerais para elaboração do projeto da monografia. Metodologia de ensino em Psicanálise.

TRATAMENTO COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Princípios e direção na clínica com crianças e adolescentes. Discussão e análise de casos.

CLÍNICA DO AUTISMO E DA PSICOSE: O QUE PODE A CLÍNICA COM CRIANÇAS NOS ENSINAR?

O conceito de sujeito e sua contribuição em contraposição com a ideia de desenvolvimento. Discussões e análises de casos clínicos. Abordagens teóricas analíticas sobre a neurose infantil. Autismo, debilidade psíquica e psicossomática.

UMA APROXIMAÇÃO AO IMPOSSÍVEL: O OBJETO, A LETRA, A CLÍNICA

Título de Freud, “Angústia e Vida Pulsional” introduz a unidade que discute “o objeto, a letra e a clínica”.

Avançando, a seguir, sobre a elaboração de Lacan no Seminário 10, concentra-se na ética que define o

“para quê” de uma análise.

A ÉTICA DA PSICANÁLISE: A PRÁTICA E SUA TEORIA

Notas introdutórias sobre o Seminário de Alexandre Kojève sobre a Fenomenologia do Espírito de Hegel.

Análise dos conceitos: Dialética do senhor e do escravo, desejo e luta sobre reconhecimento. Breves indi- cações sobre a influência de Kojève na obra de Jacques Lacan.

A FORMAÇÃO DO ANALISTA

Lugar do saber. Teoria e praxis. Saber e verdade na formação do analista. Formalização sobre a formação.

O que forma?

TÓPICOS

Seminários abertos.

(6)

Na Universidade Positivo, nós acreditamos que para uma formação completa, a prática precisa ser tão importante quanto a teoria. Por isso, os módulos enfatizam a prática, formando os alunos para a construção de soluções, utilizando a teoria corrente como base para a determinação das ações nos respectivos projetos.

METODOLOGIA

(7)

Clique e Matricule-se

Fale conosco

Clique e fale com nossos especialistas

ou pelo e-mail:

queroseralunopos@up.edu.br

Imagem

Referências

temas relacionados :