• Nenhum resultado encontrado

RELATÓRIO DE ATIVIDADES E AUTOAVALIAÇÃO

N/A
N/A
Protected

Academic year: 2022

Share "RELATÓRIO DE ATIVIDADES E AUTOAVALIAÇÃO"

Copied!
70
0
0

Texto

(1)

2015

RELATÓRIO DE ATIVIDADES E

AUTOAVALIAÇÃO

(2)

FICHA TÉCNICA

Título

Relatório de Atividades e Autoavaliação 2015

Editor

Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) Av. 24 de Julho, 134

1399-029 LISBOA, Portugal Tel.: +351 213 949 200 Fax: +351 213 957 610 E-mail: dgeec@dgeec.mec.pt URL: http:\\www.dgeec.mec.pt

Edição digital: disponível para consulta e download no sítio da DGEEC

(3)

ÍNDICE

1 Introdução ... 1

1.1 Caracterização da Direção-Geral ... 1

1.1.1 Missão e Atribuições ... 1

1.1.2 Estrutura Orgânica ... 2

1.2 Objetivos Estratégicos ... 3

2 Autoavaliação ... 5

2.1 Análise dos resultados e dos desvios verificados ... 5

2.2 Apreciação, por parte dos utilizadores, da quantidade e qualidade dos serviços prestados ... 20

2.3 Análise das causas de incumprimento de ações ou projetos não executados ou com resultados insuficientes ... 20

2.4 Desenvolvimento de medidas para um reforço positivo do desempenho ... 21

2.5 Comparação com o desempenho de serviços idênticos, no plano nacional e internacional ... 21

2.6 Atividades desenvolvidas, previstas e não previstas no Plano de Atividades ... 22

2.6.1 Direção de Serviços de Estatísticas da Educação (DSEE) ... 22

2.6.2 Direção de Serviços de Estatística da Ciência e Tecnologia e da Sociedade da Informação (DSECTSI) ... 32

2.6.3 Direção de Serviços de Tecnologia e Sistemas de Informação (DSTSI) ... 39

2.6.4 Direção de Serviços de Administração Financeira e Recursos Humanos (DSAFRH) ... 45

2.6.5 Equipa de Estudos de Educação e Ciência (EEEC) ... 47

2.6.6 Equipa de Desenvolvimento do Sistema de Informação e Gestão da Oferta (ESIGO) ... 50

2.6.7 Outras atividades desenvolvidas pela DGEEC - Unidade Portuguesa da Rede

Eurydice ... 51

(4)

2.7 Análise da afetação real e prevista dos recursos humanos, materiais e financeiros .... 55

2.7.1 RECURSOS HUMANOS ... 55

2.7.2 ANÁLISE DA EXECUÇÃO ORÇAMENTAL ... 59

2.7.3 Execução Orçamental da Despesa ... 60

2.7.4 Execução Orçamental da Receita ... 64

3 Menção da Autoavaliação e Respetiva Fundamentação ... 65

(5)

Página | 1

1 INTRODUÇÃO

O presente relatório foi elaborado, de acordo com n.º 2 do Artigo 14.º e n.ºs 1 e 2 do Artigo 15.º da Lei n.º 66-B/2007, de 28 de Dezembro, seguindo, na sua estrutura, as orientações do Conselho Coordenador de Avaliação dos serviços (CCAS), Documento Técnico N.º 1/2010, de 4 de março, com o fim de aferir o grau de realização dos objetivos do QUAR 2015 e resultante da atividade desenvolvida pela Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC), durante o ano de 2015.

Nesse sentido, este relatório tem como foco o grau de execução das atividades previstas no Plano de Atividades para 2015, bem como a avaliação final do QUAR 2015 da DGEEC e a respetiva Autoavaliação.

1.1 Caracterização da Direção-Geral

1.1.1 Missão e Atribuições

A Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) é um serviço central da administração direta do Estado, criado pelo Decreto-Lei nº 125/2011 de 29 de dezembro, como resultado da aplicação do Plano de Redução e Melhoria da Administração Central (PREMAC) no então Ministério da Educação e Ciência (MEC). Atualmente, de acordo com a Lei Orgânica do XXI Governo Constitucional, a DGEEC é tutelada pelo Ministro da Educação, conjuntamente com o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

A DGEEC tem por missão garantir a produção e análise estatística da educação e ciência, apoiando tecnicamente a formulação de políticas e o planeamento estratégico e operacional, criar e assegurar o bom funcionamento do sistema integrado de informação da Educação e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, observar e avaliar globalmente os resultados obtidos pelos sistemas educativo, científico e tecnológico, em articulação com os demais serviços.

À DGEEC cabe igualmente: gerir o sistema integrado de informação e gestão da oferta educativa e formativa; assegurar o desenvolvimento de sistemas de informação e de comunicação no âmbito dos órgãos, serviços, organismos da Educação, bem como no âmbito das escolas; garantir, a nível nacional, a inquirição e observação dos instrumentos dos sistemas educativo, científico e tecnológico definidos nos quadros europeu e na Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico (OCDE); assegurar a articulação com estruturas congéneres, a nível nacional e internacional, tendo em vista a harmonização estatística e a intercomunicabilidade de dados.

(6)

Página | 2

Enquanto órgão delegado do Instituto Nacional de Estatística (INE) para a produção de estatísticas do sistema educativo, científico e tecnológico, a DGEEC está integrada no Sistema Estatístico Nacional.

A DGEEC assegura ainda o desempenho das atividades da Unidade Portuguesa da Rede Eurydice.

1.1.2 Estrutura Orgânica

A organização interna da DGEEC foi definida pelo Decreto Regulamentar n.º 13/2012, de 20 de janeiro, obedecendo a um modelo estrutural misto. Nas áreas de atividade relativas à prossecução de atribuições nos domínios da estatística, da monitorização das políticas da educação e ciência e dos sistemas e tecnologias de informação foi adotado o modelo de estrutura hierarquizada. Nas áreas de atividade relativas ao desenvolvimento de projetos transversais no domínio dos sistemas de gestão da oferta educativa e formativa e dos estudos sobre os sistemas educativo, científico e tecnológico, foi adotado o modelo de estrutura matricial.

A estrutura nuclear da DGEEC, fixada pela Portaria n.º 144/2012 de 16 de maio, alterada pela Portaria n.º 336/2012 de 24 de outubro, comporta como unidades orgânicas nucleares quatro direções de serviços, sendo fixado em cinco o número máximo de unidades orgânicas flexíveis e fixada em duas a dotação máxima de equipas multidisciplinares, estas últimas atualmente na dependência direta da Direção.

O organograma seguinte permite compreender como, em 31 de dezembro de 2015, se encontram distribuídas as referidas unidades orgânicas, assim como a Unidade Portuguesa da Rede Eurydice, que se encontra sedeada na DGEEC.

(7)

Página | 3 1.2 Objetivos Estratégicos

Para dar seguimento à missão e atribuições da DGEEC, para o ano de 2015, deu-se prioridade aos seguintes objetivos estratégicos:

OE 1

Alargar o espectro de informação estatística produzida e divulgada pela DGEEC, contribuindo para uma maior transparência do sistema educativo, científico e tecnológico

OE 2

Aprofundar a intervenção da DGEEC no processo de racionalização das TIC no âmbito do MEC

OE 3

Melhorar e racionalizar os mecanismos de recolha da informação e divulgação de informação

(8)

Página | 4

Estes objetivos estratégicos desdobraram-se em 12 objetivos operacionais (7 de eficácia, 1 de qualidade e 4 de eficiência), com diferentes ponderações e com indicadores e metas associadas, para efeitos de avaliação do QUAR 2015.

(9)

Página | 5

2 AUTOAVALIAÇÃO

2.1 Análise dos resultados e dos desvios verificados

A taxa global de execução do QUAR foi de 128,9%

A DGEEC superou a quase totalidade dos objetivos que se propôs alcançar, voltando a demonstrar a determinação do organismo na prossecução da sua missão e atribuições.

Apresenta-se, nos quadros 1 e 2 e respetivos gráficos (1 e 2), uma síntese dos resultados alcançados por cada objetivo operacional e os resultados de execução do QUAR.

(10)

Página | 6

Quadro 1 - Resultados de execução dos objetivos inscritos no QUAR

Objetivos Indicadores 2014 Meta

2015 Tolerância Valor

Crítico Resultado Taxa de

Realização Classificação

EFICÁCIA

OB 1 Desenvolvimento da Plataforma Infoescolas para divulgação de dados estatísticos sobre as escolas com ensino básico e secundário

IND 1 Data de

disponibilização da Plataforma n.a. 13-fev 10 13-jan 13-jan 125% Superado

OB 2 Cálculo dos indicadores para avaliação de candidaturas ao POCH

IND 2 Data de

disponibilização interna do conjunto inicial de indicadores

n.a. 15-jul 10 15-jun 15-jun 125% Superado

OB 3 Implementação e divulgação dos processos de monitorização dos cursos vocacionais

IND 3 Data de divulgação

do relatório no site da DGEEC n.a. 4-set 10 4-ag 4-set 1oo% Atingido

(11)

Página | 7

Objetivos Indicadores 2014 Meta

2015 Tolerância Valor

Crítico Resultado Taxa de

Realização Classificação

OB 4 Implementação da plataforma de recolha de informação e divulgação no âmbito das atividades culturais das escolas na infraestrutura tecnológica de portais da DGEEC

IND 4 Data de

disponibilização da plataforma ENEC na infraestrutura de portais da DGEEC

n.a. 30-set 10 31-ag 24-set 100% Atingido

OB 5 Produção de novos indicadores Bibliométricos sobre a produção científica nacional, por área científica e por instituição de ensino superior

IND 5 Nº de publicações com indicadores sobre a produção científica das IES, por área científica, divulgadas até 31-dez-2015

n.a. 20 2 25 17 94,4% Não atingido

OB 6 Alargamento do acesso a informação da Plataforma de BI

IND 6 Disponibilização de acessos aos municípios do contrato interadministrativo de delegação de competências

n.a. 31-jul 10 30-jun 31-jul 100% Atingido

(12)

Página | 8

Objetivos Indicadores 2014 Meta

2015 Tolerância Valor

Crítico Resultado Taxa de

Realização Classificação

OB 7 Disponibilização ao público da informação sobre a oferta educativa e formativa

IND 6 Data de

disponibilização ao público da informação sobre a oferta educativa e formativa

n.a. 31-mai 10 30-abr 11-mar 165,3% Superado

QUALIDADE

OB 8Melhoria dos processos de recolha e divulgação dos dados nacionais de I&D, promovendo uma maior aproximação às normas internacionais estabelecidas no Manual de Frascati

IND 8 Disponibilização da publicação “Sumários Estatísticos do IPCTN2013”

dentro do prazo, com dados recolhidos e tratados já segundo a nova definição das categorias de pessoal afeto a atividades de I&D – definição recomendada pelo Manual Frascati – e após a

reclassificação das unidades de inquirição do setor IPSFL, também, segundo as normas do Manual Frascati

n.a. 31-dez 10 30-nov 30-out 150% Superado

EFICIÊNCIA

OB 9 Implementação de pcs

virtuais IND 9 Número de pcs

virtuais implementados n.a. 100 10 120 125 131,3 Superado

(13)

Página | 9

Objetivos Indicadores 2014 Meta

2015 Tolerância Valor

Crítico Resultado Taxa de

Realização Classificação

OB 10 Implementação de uma nova Active Directory no MEC

IND 10 Data de conclusão para testes de migração da implementação de uma nova Active Directory no MEC

n.a. 31-dez 10 30-nov 31-dez 100% Atingido

OB 11 Alargamento do serviço VOIP a outros organismos MEC

IND 11 Número de organismos do MEC com serviço VOIP

n.a. 4 1 5 4 100% Atingido

OB 12 Implementação de processos de candidatura de ofertas e respetiva avaliação no SIGO

IND 12 Data de

disponibilização no SIGO da possibilidade de candidatura de ofertas e respetiva avaliação

n.a. 30-jun 10 31-mai 01-jun 124,2 Superado

Nota: a taxa de realização de cada indicador foi calculada de acordo com o Documento Técnico N.º 1/2010, de 4 de março, do CCAS.

(14)

Página | 10

Gráfico 1 – Taxa de realização por indicador

Quadro 2 – Taxa de execução do QUAR Parâmetro Objetivos /

Indicadores Ponderação Taxa de Realização

Eficácia 60,0% 125,0%

OB.1 / IND.1 30,0% 125,0%

OB.2 / IND.2 20,0% 125,0%

OB.3 / IND.3 05,0% 125,0%

OB.4 / IND.4 05,0% 100,0%

OB.5 / IND.5 10,0% 94,4%

OB.6 / IND.6 10,0% 100,0%

OB.7 / IND.7 20,0% 165,3%

Qualidade

20,0% 150%

OB.8 / IND.8 100,0% 150%

Eficiência

20,0% 119,8

OB.9 / IND.9 40,0% 131,3%

OB.10 / IND.10 10,0% 100,0%

OB.11 / IND.11 20,0% 100,0%

OB.12 / IND.12 30,0% 124,2%

Resultado Global do QUAR 128.9%

Gráfico 2 – Taxa de realização por parâmetro 125,00% 125,00%

100,00% 100,00% 94,400% 100,00%

165,00%

150,00%

131,300%

100,00% 100,00%

124,200%

Ind 1 Ind 2 Ind 3 Ind 4 Ind 5 Ind 6 Ind 7 Ind 8 Ind 9 Ind 10 Ind 11 Ind 12 Taxa de realização por indicador Meta = 100%

(15)

Página | 11

De seguida, destaca-se uma análise mais pormenorizada dos resultados alcançados e desvios mais significativos verificados comparativamente às metas estabelecidas para cada objetivo operacional, acompanhando a respetiva fundamentação.

OB 1 Desenvolvimento da Plataforma Infoescolas para divulgação de dados estatísticos sobre as escolas com ensino básico e secundário

O objetivo da plataforma Infoescolas é divulgar ao público dados estatísticos sobre a demografia e os resultados escolares dos alunos de cada escola de Portugal continental. O projeto foi desenvolvido pela DGEEC em colaboração com a DGE. A primeira fase do trabalho consistiu em desenvolver e calcular novos indicadores estatísticos sobre os resultados escolares dos alunos, como o indicador da progressão relativa e o indicador do alinhamento das classificações internas. Estes novos indicadores, aliados a outros indicadores já anteriormente calculados pela DGEEC, como as taxas de retenção ou desistência e o indicador dos resultados em contexto, permitem apresentar um retrato bastante completo dos resultados na escola. A segunda fase do trabalho da DGEEC consistiu em desenvolver uma plataforma informática para apresentar os dados online, de forma gráfica e apelativa. Por razões de conveniência de agenda da tutela, a sua apresentação pública ficou marcada para 13 de janeiro, um pouco mais cedo do que o inicialmente previsto. Desde a sua apresentação inicial em janeiro de 2015, a plataforma foi sendo gradualmente alargada a mais ciclos de ensino, foi atualizada com dados de novos anos letivos, e foi englobando novos indicadores estatísticos sobre as escolas.

125,00%

150,00%

119,750%

Eficácia 60% (Obj 1,2,3,4,5,6,7) Qualidade 20% (Obj 8) Eficiência 20% (Obj 9,10,11,12) Taxa de realização por parâmetro Resultado Global do QUAR (128,9%)

(16)

Página | 12 Indicador associado ao Objetivo 1

Indicador 1 Data de disponibilização da Plataforma

Meta Tolerância Valor Crítico Peso Resultado Taxa de

Realização Classificação

13-fev 10 13-jan 100% 13-jan 125% Superado

Forma de cálculo Contagem simples do nº de dias de desvio face à data prevista para disponibilização da plataforma

Fonte de verificação Servidores da DGEEC

OB 2 Cálculo dos indicadores para avaliação de candidaturas ao POCH

Com a abertura da nova programação de financiamento do Fundo Social Europeu, no âmbito do Portugal 2020, houve que dar respostas estruturadas e de continuidade às solicitações de dados e de informação de que necessitam os gestores dos Programas Operacionais para análise das candidaturas. No que refere à DGEEC, o principal requerente é o Programa Operacional Capital Humano (POCH) o qual, de modo a dar cumprimento a dois dos seus objetivos programáticos, designadamente o de "Promover o sucesso e a redução do abandono escolar" e o de "Melhorar a empregabilidade através do ajustamento das ofertas com as necessidades do mercado de trabalho", lançou em 2015 concursos para financiamento de turmas dos Cursos Profissionais, dos Cursos Vocacionais e dos Cursos de Educação e Formação de Adultos (EFA). Para estes concursos a DGEEC deu contributos técnicos para a grelha de análise através da definição de subcritérios de avaliação, construção de indicadores apropriados e calibração das escalas de valoração. Para além disso, dando cumprimento ao estipulado no ponto 3 do artigo 7.º do "Regulamento Específico do Domínio do Capital Humano" (Portaria n.º 60-C/2015, de 2 de março) adaptou a plataforma SIGO de modo a integrar a informação relativa à análise e seleção das referidas candidaturas, para efeitos de emissão do parecer técnico pedagógico por parte dos serviços competentes.

(17)

Página | 13 Indicador associado ao Objetivo 2

Indicador 2 Data de disponibilização interna do conjunto inicial de indicadores Meta Tolerância Valor Crítico Peso Resultado Taxa de

Realização Classificação

15-jul 10 15-jun 100% 15-jun 125% Superado

Forma de cálculo Contagem simples do nº de dias de desvio face à data prevista para disponibilização do conjunto inicial de indicadores

Fonte de verificação Correio eletrónico

OB 3 Implementação e divulgação dos processos de monitorização dos cursos vocacionais

No âmbito da criação da oferta “Cursos vocacionais”, as escolas passaram, a partir de janeiro de 2014 a registar na plataforma informática McVocacionais (desenvolvida internamente pela DGEEC), a informação detalhada sobre estes cursos, tanto no que refere a alunos, como no que se refere às empresas/instituições com as quais estabeleceram protocolos de cooperação para a concretização da “Prática Simulada” e

“Estágios Formativos” previstos, respetivamente, no ensino básico e no ensino secundário. A partir do acompanhamento, validação dos dados e consequente aproveitamento da informação existente nessa plataforma, bem como nas bases de dados das estatísticas oficiais da educação, a DGEEC preparou e disponibilizou um relatório com um conjunto de indicadores de caracterização dos cursos vocacionais em Portugal.

Indicador associado ao Objetivo 3

Indicador 3 Data de divulgação do relatório no site da DGEEC

Meta Tolerância Valor Crítico Peso Resultado Taxa de

Realização Classificação

4-set 10 4-ag 100% 4-set 100% Atingido

Forma de cálculo Contagem simples do nº de dias de desvio face à data prevista para divulgação do relatório no site da DGEEC

Fonte de verificação Site da DGEEC

(18)

Página | 14

OB 4 Implementação da plataforma de recolha de informação e divulgação no âmbito das atividades culturais das escolas na infraestrutura tecnológica de portais da DGEEC

O Portal das Experiências Culturais foi um projeto desenvolvido em parceira entre o Ministério da Educação e Ciência e a Secretaria de Estado da Cultura. Coordenado pela Direção Geral de Educação e envolvendo a DGEEC na componente de disponibilização da infraestrutura tecnológica que alojou o Portal e acompanhamento do desenvolvimento da Plataforma, entrada em produção e apoio aos utilizadores institucionais. O projeto foi iniciado ainda em 2014 e tinha como objetivo ser disponibilizado aos públicos- alvo em setembro do ano letivo 2015/2016.

A componente de trabalho da DGEEC envolveu um recurso humano que acompanhou o projeto em permanência e participou na equipa interministerial de desenho e acompanhamento do projeto.

Indicador associado ao Objetivo 4

Indicador 4 Data de disponibilização da plataforma ENEC na infraestrutura de portais da DGEEC

Meta Tolerância Valor Crítico Peso Resultado Taxa de

Realização Classificação

30-set 10 31-ag 100% 24-set 100% Atingido

Forma de cálculo Contagem simples do nº de dias de desvio face à data prevista para disponibilização da plataforma

Fonte de verificação Infraestrutura de portais

OB 5 Produção de novos indicadores bibliométricos sobre a produção científica nacional, por área científica e por instituição de ensino superior

A série de publicações sobre a produção científica das Instituições de Ensino Superior (IES) foi solicitada pela tutela e apresentou, pela primeira vez, um conjunto de indicadores bibliométricos sobre a produção de cada IES individual. A parte principal do trabalho consistiu em desenvolver e calcular vários novos indicadores bibliométricos por área científica, incluindo indicadores de impacto normalizado, indicadores de contagem global ou fracionada de publicações, indicadores de produtividade e indicadores sobre a homogeneidade ou heterogeneidade (em termos de impacto normalizado) dos investigadores de cada IES. Foram divulgadas na página da DGEEC publicações dedicadas a 17 áreas científicas. As restantes 3 publicações não foram

(19)

Página | 15

divulgadas até 31-12-2015 porque analisando os resultados obtidos, a produção nacional nas respetivas 3 áreas científicas foi considerada insuficientemente coberta pelas bases de dados de publicações indexadas, e portanto menos passível de ser bem retratada através de métodos de análise bibliométrica.

Indicador associado ao Objetivo 5

Indicador 5 Número de publicações com indicadores sobre a produção científica das IES, por área científica, divulgadas até 31-12-2015

Meta Tolerância Valor Crítico Peso Resultado Taxa de

Realização Classificação

20 2 25 100% 17 94,4 Não atingido

Forma de cálculo Contagem simples do nº de publicações sobre a produção científica das IES, por área científica, divulgadas até à data prevista

Fonte de verificação Relatório de Atividades

A DSECTSI elaborou um conjunto de 20 publicações ao longo do ano 2015, conforme meta previamente estabelecida. Contudo, após a divulgação da 17.ª publicação e de acordo com novas orientações estratégicas, as 3 últimas publicações não foram divulgadas.

OB 6 Alargamento do acesso a informação da Plataforma de BI

O projeto envolveu a criação de uma área específica de consulta para as autarquias que assinaram contratos inter-administrativos de delegação de competências com o Ministério da Educação e Ciência. Aproveitando uma plataforma já existente procedeu-se à sua expansão para cumprir também esta funcionalidade. Os dados a ser disponibilizados foram definidos com a intervenção da DGEEC nos contratos referidos. Apesar da infraestrutura onde assenta a plataforma não ter as melhores condições para a promoção de acessos externos à ferramenta de BI do MEC foi possível cumprir o objetivo, ainda que com limitações na velocidade de disponibilização dos dashboards. Foi afeto a este projeto um técnico que acompanhou o desenvolvimento destas funcionalidades em conjunto com um elemento da Direção da DGEEC.

(20)

Página | 16 Indicador associado ao Objetivo 6

Indicador 6 Disponibilização de acessos aos municípios do contrato interadministrativo de delegação de competências

Meta Tolerância Valor Crítico Peso Resultado Taxa de

Realização Classificação

31-jul 10 30-jun 100% 31-jul 100% Atingido

Forma de cálculo Contagem simples do nº de dias de desvio face à data prevista para disponibilização

Fonte de verificação Plataforma Business Intelligence da Educação (BIME)

OB 7 Disponibilização ao público da informação sobre a oferta educativa e formativa

A disponibilização ao público da informação sobre a oferta educativa e formativa foi concretizada com o lançamento do Portal das Qualificações http://www.portaldasqualificacoes.gov.pt em 11 de março, durante a edição de 2015 da Futurália, antecipando assim em 80 dias à data prevista (31-05-2015). A iniciativa visa a integração de serviços relacionados com as Qualificações vocacionados para o público em geral e pretende ser uma ferramenta de trabalho para as estruturas de orientação escolar e profissional das Escolas e dos Centros para a Qualificação e o Ensino Profissional (CQEP). Para além do acesso à pesquisa da oferta educativa e formativa – (PER)cursos de Qualificação, o Portal reúne nas suas seis entradas principais, o acesso direto à Caderneta de Competências, à pesquisa de CQEP, ao sítio internet da ANQEP, o acesso ao sítio do Sistema de Antecipação de Necessidades de Qualificações (SANQ) e ao Catálogo Nacional de Qualificações (CNQ), para além de outras informações úteis relacionadas.

Indicador associado ao Objetivo 7

Indicador 7 Data de disponibilização ao público da informação sobre a oferta educativa e formativa

Meta Tolerância Valor Crítico Peso Resultado Taxa de

Realização Classificação

31-mai 10 30-abr 100% 11-mar 165% Superado

Forma de cálculo Contagem simples do nº de dias de desvio face à data prevista para disponibilização do instrumento de notação

Fonte de verificação Sítio internet a criar

(21)

Página | 17

OB 8 Melhoria dos processos de recolha e divulgação dos dados nacionais de I&D, promovendo uma maior aproximação às normas internacionais estabelecidas no Manual de Frascati

O Inquérito ao Potencial Científico e Tecnológico Nacional é o principal instrumento nacional para a recolha de dados estatísticos sobre atividades de I&D em Portugal. Os dados resultantes deste inquérito constituem- se como estatísticas oficiais e, nessa qualidade, são reportados ao Eurostat e à OCDE para comparação internacional. É, pois, de extrema importância que a recolha, tratamento e divulgação dos dados do inquérito sejam feitos de acordo com as melhores práticas internacionais. Identificados alguns pontos passiveis de melhoria nas metodologias anteriormente utilizadas, a tarefa descrita neste objetivo consistiu em rever os processos de recolha e tratamento dos dados de forma a aproximá-los, tanto quanto possível, das normas internacionais prescritas no Manual de Frascati. A metodologia anterior foi revista no que se refere à definição conceptual de investigador e à definição do setor de execução “Instituições Privadas sem Fins Lucrativos”. A revisão da metodologia levou ao início de novas séries temporais em alguns indicadores nacionais de I&D. Dada a generalização, entre os colaboradores da equipa, de novos métodos informáticos para o tratamento de dados (tratamento em linguagem SQL) foi possível terminar a tarefa e publicar os dados antes do prazo previsto.

Indicador associado ao Objetivo 8

Indicador 8

Disponibilização da publicação “Sumários Estatísticos do IPCTN2013” dentro do prazo, com dados recolhidos e tratados já segundo a nova definição das categorias de pessoal afeto a atividades de I&D – definição recomendada pelo Manual Frascati – e após a reclassificação das unidades de inquirição do setor IPSFL, também, segundo as normas do Manual Frascati

Meta Tolerância Valor Crítico Peso Resultado Taxa de

Realização Classificação

31-dez 10 30-nov 100% 30-out 150% Superado

Forma de cálculo Contagem simples do nº de dias de desvio face à data prevista para disponibilização

Fonte de verificação Relatório de Atividades

OB 9 Implementação de pcs virtuais

Este projeto implicou a substituição de todos os PCs da DGEEC em fim de vida por uma solução de desktop as a service e constituição de um Cloud privativa como solução passível de ser partilhada pelos restantes organismos. A solução foi implementada integralmente na DGEEC e parcialmente no CNE para suprir

(22)

Página | 18

necessidades de novos PCs. Foi também testada na DGAE, DGESTE, IAVE e IGEFE, razão pela qual o objetivo foi superado. Este projeto envolveu um técnico e dois estagiários que fizeram a migração de PCs.

Indicador associado ao Objetivo 9

Indicador 9 Número de pcs virtuais implementados

Meta Tolerância Valor Crítico Peso Resultado Taxa de

Realização Classificação

100 10 120 100% 125 131,3% Superado

Forma de cálculo Contagem simples do nº de pcs virtuais

Fonte de verificação Plataforma de gestão do Desktop as a Service

OB 10 Implementação de uma nova Active Directory no MEC

Este projeto envolveu a evolução tecnológica do diretório interno de utilizadores dos organismos do Ministério da Educação e Ciência integrados na Rede Alargada da Educação. Envolveu igualmente um novo desenho da arquitetura da solução que foi coordenada pela DGEEC e partilhada com os restantes organismos.

Tendo sido concluído o objetivo com sucesso a implementação deverá ser prosseguida em 2016.

Este projeto envolveu dois técnicos que coordenaram o desenho da solução, o desenvolvimento de testes e a gestão do projeto.

Indicador associado ao Objetivo 10

Indicador 10 Data de conclusão para testes de migração da implementação de uma nova Active Directory no MEC

Meta Tolerância Valor Crítico Peso Resultado Taxa de

Realização Classificação

31-dez 10 30-nov 100% 31-dez 100% Atingido

Forma de cálculo Contagem simples do nº de dias de desvio face à data prevista para conclusão dos teste de migração para implementar de uma nova Active Directory no MEC Fonte de verificação Relatório de ponto de situação do projeto

(23)

Página | 19

OB 11 Alargamento do serviço VOIP a outros organismos MEC

Após o desenvolvimento de um projeto-piloto que serviu para testar a tecnologia e o seu comportamento na Rede Alargada da Educação levado a cabo em anos anteriores. O ano de 2015 tinha como objetivo a introdução da solução testada em 4 organismos MEC – DGEEC, IGEC, DGPGF e CNE – objetivo que foi cumprido.

A DGEEC teve como função a coordenação do projeto, a disponibilização da infraestrutura que agrega o serviço e de licenças de software de suporte. Toda a gestão e configuração inicial é da responsabilidade da DGEEC. O projeto foi implementado com a alocação de um técnico ao projeto e de dois estagiários.

Indicador associado ao Objetivo 11

Indicador 11 Número de organismos do MEC com serviço VOIP

Meta Tolerância Valor Crítico Peso Resultado Taxa de

Realização Classificação

4 1 5 100% 4 100% Atingido

Forma de cálculo Contagem simples do nº de organismos do MEC com serviço VOIP

Fonte de verificação Sistema VoIP Cisco da DGEEC

OB 12 Implementação de processos de candidatura de ofertas e respetiva avaliação no SIGO

No ano de 2015 previa-se que o processo de candidatura das ofertas educativas e formativas da plataforma SIGO fosse alargado a todas as ofertas de nível secundário e incluísse as ofertas dos cursos científico- humanísticos, para a evitar duplas inscrições, de alunos do ensino profissional do ensino secundário geral, da mesma escola ou entre escolas públicas e privadas. Esse objetivo foi superado, não só porque se cumpriram os prazos, mas sobretudo porque pela primeira vez se conseguiu na candidatura algo nunca conseguido antes - minorar o efeito das duplas inscrições entre as escolas públicas e privadas. A avaliação prevista destinava-se à implementação da avaliação nos cursos vocacionais e por opção da Tutela foi substituído pelo alargamento do carregamento da oferta de cursos vocacionais de nível básico, tendo este objetivo sido adiado para o ano

(24)

Página | 20

seguinte. As primeiras ofertas de vocacionais de nível básico foram efetuadas pelas escolas a 24 de abril, 67 dias antes do previsto e os cursos científico-humanísticos a 1 de junho, 29 dias antes da data prevista.

Indicador associado ao Objetivo 12

Indicador 12 Data de disponibilização no SIGO da possibilidade de candidatura de ofertas e respetiva avaliação

Meta Tolerância Valor Crítico Peso Resultado Taxa de

Realização Classificação

30-jun 10 31-mai 100% 1-jun 124,2% Superado

Forma de cálculo Contagem simples do nº de dias de desvio face à data prevista para

disponibilização no SIGO da possibilidade de candidaturas de ofertas e respetiva avaliação

Fonte de verificação Plataforma SIGO

2.2 Apreciação, por parte dos utilizadores, da quantidade e qualidade dos serviços prestados

No decurso do ano 2015, foi realizado um inquérito de satisfação dirigido aos utilizadores dos serviços prestados pela DGEEC, e que se passa a identificar:

• Inquérito de satisfação, dirigido aos utilizadores de pedidos de estatísticas efetuados através do site da DGEEC – em 2015 foram processados 575 pedidos de estatísticas pela Direção de Serviços de Estatísticas da Educação (DSEE). Do total de pedidos, foram remetidas 83 respostas ao inquérito de satisfação lançado pela DSEE. Após análise dos resultados, e em termos gerais (excluindo as respostas não aplicáveis) conclui-se que o grau de satisfação dos utilizadores em relação à qualidade dos serviços prestado é muito positivo, com 88% de respostas com avaliação “Muito Satisfeito”, 8,4% com avaliação “Satisfeito”, sendo mínima a percentagem de respostas com avaliação de “Insatisfeito” ou “Muito Insatisfeito”.

2.3 Análise das causas de incumprimento de ações ou projetos não executados ou com resultados insuficientes

De acordo com a análise realizada ao longo deste relatório, verifica-se que foram concretizadas todas as ações ou projetos planeados, com impacto direto na execução do QUAR. Paralelamente, a DGEEC assegurou o cumprimento de todas as outras atividades diretamente relacionadas com a sua missão e atribuições.

(25)

Página | 21 2.4 Desenvolvimento de medidas para um reforço positivo do desempenho

Manter o elevado nível de qualidade, alcançado no presente QUAR e acompanhar permanentemente a execução dos objetivos de eficácia e de eficiência, durante o próximo ano, por forma a melhorar o desempenho nestes parâmetros de avaliação.

Melhorar a comunicação interna e a coordenação de atividades de modo a potenciar as sinergias entre as diferentes equipas internas propiciando maior eficiência e uma melhoria do clima organizacional.

2.5 Comparação com o desempenho de serviços idênticos, no plano nacional e internacional

As áreas de atuação da DGEEC são tão diversas como as estatísticas da educação e ciência, as tecnologias de informação, da inovação e da sociedade de informação, que não permite qualquer comparação direta com outros organismos similares, quer no plano nacional quer no plano internacional.

O benchmark pode ser feito com o Instituto Nacional de Estatística, com as instituições com delegação de competências no domínio das estatísticas nacionais ou com os organismos de planeamento ou de governação das TIC de outros ministérios.

Utilizando como benchmark o INE a DGEEC apresenta um resultado final de avaliação ligeiramente superior ao desta instituição com um resultado de 128,9% contra 122,66%.

.

(26)

Página | 22 2.6 Atividades desenvolvidas, previstas e não previstas no Plano de Atividades

Execução do Plano de Atividades, por unidade orgânica, e respetiva correspondência com os objetivos estratégicos e operacionais definidos no QUAR 2015 2.6.1 Direção de Serviços de Estatísticas da Educação (DSEE)

N.º Domínios

Operacionais Indicador Meta

Responsabilidade Resultado Estado Atual

Observações

Cumprido Superado Não cumprido Concluído Em curso Suprimido Adiado

1. Estatísticas Gerais – Operações Estatísticas

DSEE 1.1

Estatísticas da Educação 2013/2014

Data da disponibilização da

informação 1 de junho DSEE/DEEBS

X X

DSEE 1.2

Estatísticas da Educação 2014/2015

(fase inicial)

Data da disponibilização da

informação 2016 DSEE/DEEBS/

X X

DSEE 1.3

RAIDES 14 Data da disponibilização da informação

26 de

outubro DSEE/DEES

X X

DSEE 1.4

RAIDES 15 (fase inicial)

Data da disponibilização da

informação 2016 DSEE/DEES

X X

(27)

Página | 23

N.º Domínios

Operacionais Indicador Meta

Responsabilidade Resultado Estado Atual

Observações

Cumprido Superado Não cumprido Concluído Em curso Suprimido Adiado

DSEE 1.5

REBIDES 14 Data da disponibilização da informação

28 DE

setembro DSEE/DEES

X X

DSEE 1.6

REBIDES 15 (fase inicial)

Data da disponibilização da

informação 2016 DSEE/DEES

X X

2. Estatísticas Temáticas – Operações Estatísticas

DSEE 2.1

Atividades de Enriquecimento

Curricular

Data da disponibilização da

informação 27 de abril DSEE/DEEBS

X X

O enquadramento jurídico que regula o esquema de gestão das AEC, no que respeita às ofertas e aos procedimentos a adotar pelos estabelecimentos de ensino, foi recentemente objeto de alterações profundas (Despacho 9265-B/2013, de 15 de Julho).

Essas alterações impuseram a necessidade de revisão do instrumento de notação – questionário eletrónico – de reporte de dados por parte dos estabelecimentos de ensino. Esta necessidade coincidiu com a saída de dois técnicos de informática da DGEEC para o Ministério das Finanças (que, entre outras atividades, eram os responsáveis pela manutenção/atualização das plataformas de recolha de dados). A solução encontrada foi o recurso a uma empresa externa que veio a revelar-se incapaz de desenvolver a aplicação com as especificidades exigidas. Este atraso associado às alterações que ocorreram nas AEC no presente ano letivo, fazem com que a DGEEC esteja a analisar a pertinência de uma operação estatística para recolha desses dados. Ao mesmo tempo, e caso venha a ser considerado pertinente, está a ser estudada a possibilidade de, a breve prazo, recolher esta informação por via administrativa, através de um novo sistema de informação que está a ser preparado pela DGEEC.

DSEE 2.2

Modernização Tecnológica das Escolas 2013/ 2014

(fase final)

Data da disponibilização da

informação 29 de junho DSEE/DEEBS

X X

(28)

Página | 24

N.º Domínios

Operacionais Indicador Meta

Responsabilidade Resultado Estado Atual

Observações

Cumprido Superado Não cumprido Concluído Em curso Suprimido Adiado

DSEE 2.3

Modernização Tecnológica das Escolas 2014/ 2015

(fase inicial)

Data da disponibilização da

informação 2016 DSEE/DEEBS

X X

Está a seguir o calendário planeado.

DSEE 2.4

Alunos com Necessidades Educativas Especiais

Data da disponibilização da

informação 27 de junho DSEE/DEEBS

X X

DSEE 2.5

Desemprego dos Diplomados em dezembro 2014

Data da disponibilização da

informação 31 de março DSEE/DEES

X X

DSEE 2.6

Desemprego dos Diplomados em junho

2015

Data da disponibilização da informação

30 de

novembro DSEE/DEES

X X

3. Estatísticas Gerais – Publicações

DSEE 3.1

Preparação e disponibilização de publicações/relatórios

produzidos no âmbito de operações estatísticas gerais

N.º de

Publicações/relatórios 20

DSEE/DEES/

DEEBS

X X

(29)

Página | 25

N.º Domínios

Operacionais Indicador Meta

Responsabilidade Resultado Estado Atual

Observações

Cumprido Superado Não cumprido Concluído Em curso Suprimido Adiado

4. Estatísticas Temáticas – Publicações

DSEE 4.1

Preparação e disponibilização de publicações/relatórios

produzidos no âmbito de operações estatísticas temáticas

N.º de

Publicações/relatórios 5

DSEE/DEES/

DEEBS

X X

DSEE 4.2

Ranking das escolas – base de dados

Data de disponibilização interna da base de dados

30 de

setembro DSEE/DEEBS

X X

DSEE 4.3

Gestão de bases de dados e plataformas

eletrónicas

Periodicidade de atualização

das bases de dados bimestral

DSEE/DEES/

DEEBS

X X

Prazo médio de disponibilização do registo

biográfico de docentes do ensino superior

10 dias úteis DSEE/DEES

X X

Atualização do Portal

“Indicadores Gerais da Educação”

30 Setembro

DSEE/DEES/

DEEBS

X X

DSEE

4.5 Novo sistema RENATES

Data de disponibilização à DSTSI das instruções para o

novo sistema

15 de maio DSEE/DEES

X X

(30)

Página | 26

N.º Domínios

Operacionais Indicador Meta

Responsabilidade Resultado Estado Atual

Observações

Cumprido Superado Não cumprido Concluído Em curso Suprimido Adiado

OE1 Obj.3

Implementação e divulgação dos

processos de monitorização dos cursos vocacionais

data de concretização do relatório interno

14 de

setembro DSEE/DEEBS

X X

Implementação de processos de recolha

de informação e divulgação no âmbito

das atividades culturais das escolas

data de disponibilização do

instrumento de notação 24 de fevereiro

DSEE/DEEBS

X X

DSEE 4.6

Portal InfoCursos - Dados e Estatísticas de

Cursos Superiores

Data de disponibilização do

site 15 de junho DSEE DEES DEEBS

X X

(31)

Página | 27

N.º Domínios

Operacionais Indicador Meta

Responsabilidade Resultado Estado Atual

Observações

Cumprido Superado Não cumprido Concluído Em curso Suprimido Adiado

OE.1 Obj.1

Desenvolvimento da Plataforma Infoescolas

para divulgação de dados estatísticos sobre as escolas com

ensino básico e secundário

Data de disponibilização da plataforma

13 de janeiro

DSEE DEES DEEBS DSTSI DITE DSIE

X X

DSEE

4.7 Peer Review europeu Prazo de conclusão 31 de março DSEE / DEEBS /

DEES / DSECTSI

X X

DSEE 4.8

Comunicação interna e externa

Número de novas bases de dados/tabelas disponibilizadas

5

DSEE/DEEBS/

DEES

X X

Número médio de conteúdos adicionados mensalmente 3

DSEE/DEEBS/

DEES

X X

DSEE 4.9

Participação em grupos de trabalho

nacionais

Data de disponibilização do relatório de atividades

20 de janeiro de

2016

DSEE/DEEBS/

DEES

X X

(32)

Página | 28

N.º Domínios

Operacionais Indicador Meta

Responsabilidade Resultado Estado Atual

Observações

Cumprido Superado Não cumprido Concluído Em curso Suprimido Adiado

DSEE 4.10

Participação em representações internacionais

Data de disponibilização do relatório de atividades

20 de janeiro de

2016

DSEE/DEEBS/

DEES

X X

DSEE 4.11

Inquérito Internacional UOE

Data de disponibilização da informação ao INE: Mapas

relativos a matrículas/inscrições e

pessoal docente

23 de setembro

DSEE/DEEBS/

DEES

X X

Data de disponibilização da informação ao INE:

Conclusões (mapas)

22 de novembro

DSEE/DEEBS/

DEES

X X

DSEE 4.12

Anuários Estatísticos Prazo médio para disponibilização dos mapas

preenchidos ao INE

30 dias DSEE/DEEBS/

DEES

X X

DSEE

4.13 Indicadores Sociais

Prazo médio para disponibilização dos mapas

preenchidos ao INE

30 dias DSEE/DEEBS/

DEES

X X

DSEE 4.14

PORDATA e CNE – Disponibilização de

dados

Prazo médio para devolução

dos mapas preenchidos 30 dias

DSEE/DEEBS/

DEES

X X

(33)

Página | 29

N.º Domínios

Operacionais Indicador Meta

Responsabilidade Resultado Estado Atual

Observações

Cumprido Superado Não cumprido Concluído Em curso Suprimido Adiado

DSEE 4.15

Monitorização de Inquéritos em Meio

Escolar

Prazo de emissão de pareceres por parte da DGEEC, após a emissão de

parecer da DGE

5 dias úteis DSEE/DEEBS

X X

Atividade permanente

DSEE 4.16

Criação de novos indicadores estatísticos

N.º de novos indicadores

estatísticos propostos 5

DSEE/DEEBS/

DEES

X X

DSEE

4.17 OEI – Metas 2021

Data de disponibilização da informação estatística

solicitada pela OEI

20 de novembro

DSEE/DEEBS/

DEES

X X

DSEE 4.18

Atualização do estudo

“valor esperado dos resultados escolares”

Data de disponibilização da informação à IGEC

15 de

novembro DSEE/DEEBS

X X

DSEE

4.19 Resposta a pedidos

Prazo médio de disponibilização de informação a todos os

pedidos solicitados

2 dias úteis

DSEE/DEEBS/

DEES

X X

Atividade permanente

(34)

Página | 30

N.º Domínios

Operacionais Indicador Meta

Responsabilidade Resultado Estado Atual

Observações

Cumprido Superado Não cumprido Concluído Em curso Suprimido Adiado

OE.1 Obj.2

Cálculo dos indicadores para

avaliação de candidaturas ao POCH

Data de disponibilização do conjunto inicial de

indicadores

15 de julho

DSEE/DEEBS/

DEES

X X

Outras atividades desenvolvidas pela DSEE e que não estavam previstas no Plano de Atividades de 2015:

A. Participação, através da assistência e de apresentação de comunicações, nos workshops internos designados por "Fórum Estatístico"

B. Estudo da viabilidade do Inquérito à Empregabilidade dos diplomados do ensino superior no quadro da importância que este tema tem vindo a assumir nos contextos nacional e da UE. Assim, durante 2015, foram desenvolvidas algumas análises e estabelecidos alguns contactos com Universidades no sentido de se avaliarem as diferentes hipóteses metodológicas. A necessidade de se ter informação sobre emprego/desemprego com desagregação ao nível das áreas dos cursos exige uma amostra de elevadas dimensões que torna esta hipótese de difícil execução. Estão a ser analisadas hipóteses alternativas.

C. Continuação do trabalho de integração e divulgação das estatísticas da educação, abrangendo a área da “educação pré-escolar, ensino básico e ensino secundário” e área do “ensino superior”, quer ao nível da difusão, quer ao nível do processo de desenvolvimento de uma base de dados única da educação.

- Ao nível da difusão, os conteúdos das principais publicações e do site “indicadores” foram atualizados com os dados de todos os níveis de educação.

- Ao nível da análise da consistência e coerência de dados, verificação das relações existentes entre conclusões nos ensinos secundário, no ano n, e matrículas no ensino superior, no ano n+1

D. Ações de cooperação com a República Popular de Angola, assentes em duas visitas. de técnicos do Instituto Nacional de Estatística e do Ministério da Educação e do Ministério do Ensino Superior de Angola, à Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência, e ao Instituto Nacional de Estatística, com as seguintes finalidades:

- A perceção dos objetivos, formas de organização de trabalho, publicações, recursos tecnológicos e aplicações de recolha e armazenamento de dados, e produção e análise de informação estatística, na área da Educação, utilizadas na República Popular de Angola;

- A interação e troca de experiências profissionais e culturais, entre os colaboradores de ambos os países.

(35)

Página | 31

E. Desenvolvimento de indicadores e calibração das escalas das grelhas de avaliação das candidaturas ao POCH, no âmbito do PT 2020.

F. Preparação do inquérito do Mar, e recolha dos dados, para as instituições do ensino superior (por solicitação do INE no quadro do Portugal 2020)

G. Desenvolvimento de produtos estatísticos em novas áreas e através de novas ferramentas; considerando a necessidade de apresentar conteúdos mais atrativos e de maior facilidade de acesso, irá ser dado especial enfoque ao desenvolvimento de páginas na internet com novos conteúdos e novas formas de apresentação de dados, tabelas e gráficos:

- Docentes (ETI) versão web: http://w3.dgeec.mec.pt/dsee/AL20142015/DocentesETI/Index.asp - Docentes - versão web: http://w3.dgeec.mec.pt/dsee/AL20142015/Docentes/

H. Reformulação dos indicadores disponíveis no Portal de Estatísticas Oficiais, em articulação com o INE

I. Integração dos dados administrativos da educação no âmbito do exercício anual do UOE, associado ao Regulamento da UE 452/2008, em articulação com o INE

(36)

Página | 32

2.6.2 Direção de Serviços de Estatística da Ciência e Tecnologia e da Sociedade da Informação (DSECTSI)

N.º Domínios

Operacionais Indicador Meta

Responsabilidade Resultado Estado Atual

Observações

Cumprido Superado Não cumprido Concluído Em curso Suprimido Adiado

1. Estatísticas Gerais – Operações Estatísticas

DSECTSI 1.1

Estatísticas de I&D - Inquérito ao Potencial

Científico e Tecnológico Nacional (IPCTN13 e IPCTN14)

Data de conclusão da estimação e validação dos

dados finais relativos ao IPCTN13

05 de junho DSECTSI/DECT

X X

Data de envio do documento metodológico do inquérito

para inscrição no S.E.N.

(IPCTN14)

15 de junho DSECTSI/DECT

X X

Data transmissão dos dados definitivos às entidades internacionais (IPCTN13)

30 de junho DSECTSI/DECT

X X

Data de disponibilização interna dos resultados

(IPCTN13)

01 de

julho DSECTSI/DECT

X X

Data da transmissão dos resultados provisórios às entidades internacionais

(IPCTN14)

30 de

outubro DSECTSI/DECT

X X

(37)

Página | 33

N.º Domínios

Operacionais Indicador Meta

Responsabilidade Resultado Estado Atual

Observações

Cumprido Superado Não cumprido Concluído Em curso Suprimido Adiado

DSECTSI 1.2

Inquérito à Utilização das Tecnologias da

Informação e da Comunicação (IUTIC)

Data de entrega do documento metodológico no

INE

31 de agosto DSECTSI

X X

Data de divulgação dos resultados do IUTICAP

20 de

dezembro DSECTSI

X X

2. Estatísticas Temáticas – Operações Estatísticas

DSECTSI

2.1 Inquérito aos

Doutorados (CDH2012) N.º de publicações 1

DSECTSI/EEEC

X X

Para além do destaque sobre os principais resultados ter sido publicado no final de janeiro de 2015, esta publicação foi apresentada a 7/5/2015 no Fórum Estatístico

DSECTSI 2.2

Séries Estatísticas da Produção Científica

Nacional

Data da disponibilização da informação

31 de

dezembro DSECTSI

X X

DSECTSI 2.3

Indicadores Bibliométricos da Produção Científica

Nacional

Data de divulgação dos resultados

31 de

dezembro DSECTSI

X X

(38)

Página | 34

N.º Domínios

Operacionais Indicador Meta

Responsabilidade Resultado Estado Atual

Observações

Cumprido Superado Não cumprido Concluído Em curso Suprimido Adiado

DSECTSI 2.4

Produção Científica Portuguesa: Série

Áreas Científicas

Data de divulgação dos

resultados 30 de junho DSECTSI

X X

DSECTSI Obj.5

Produção e publicação de Indicadores Bibliométricos dos docentes integrados em unidades FCT, por

Instituição do Ensino Superior (série por

área científica)

Nº de publicações com indicadores sobre a produção científica das IES,

por área científica, divulgadas até 31/12/2015

20 DSECTSI

X X

A DSECTSI elaborou um conjunto de 20 publicações ao longo do ano 2015, conforme meta previamente

estabelecida. Contudo, após a divulgação da 17.ª publicação e de acordo com novas

orientações estratégicas, definidas superiormente, as 3 últimas publicações não foram divulgadas.

DSECTSI 2.5

Assegurar a atualização e o

regular funcionamento da Plataforma SciELO

Plataforma SciELO atualizada

Assegurar que 50% das

revistas ativas trabalham

de forma autónoma a metodologia

SciELO

DSECTSI

X X

(39)

Página | 35

N.º Domínios

Operacionais Indicador Meta

Responsabilidade Resultado Estado Atual

Observações

Cumprido Superado Não cumprido Concluído Em curso Suprimido Adiado

DSECTSI 2.6

Dotações Orçamentais em Ciência e Tecnologia e Investigação e Desenvolvimento

Data de divulgação dos resultados das Dotações

Finais 2014

30 de

setembro DSECTSI

X X

Data de divulgação dos resultados das Dotações Iniciais Provisórias para o

ano 2015

31 de

dezembro DSECTSI

X X

3. Estatísticas Gerais – Publicações

DSECTSI 3.1

Sociedade de Informação em Portugal – SIP2014

Data da publicação disponibilizada em formato eletrónico no sítio da DGEEC

21 de

dezembro DSECTSI

X X

Publicação em curso - motivo:

atraso de 6 meses no reporte de uma entidade participante (FCT); falta de recursos disponíveis para a conclusão da mesma na data inicialmente prevista. Não foi possível contar com a colaboração do recurso humano que participou na elaboração da anterior edição.

Referências

Documentos relacionados

This chapter describes the design and validation of the thermal chamber and the heat insulator that prevents the overheating of the load cells implemented in the top of the creep

A interação treinamento de natação aeróbico e dieta rica em carboidratos simples mostraram que só treinamento não é totalmente eficiente para manter abundância de

Para atender a esse objetivo, foi realizado o levantamento de informações fitogeográficas e florísticas da vegetação do Parque; a identificação de 30 elementos arbóreos

• O Curso de Qualifi cação Profi ssional – Operador de In- jetoras para termoplásticos tem por objetivo o desen- volvimento de competências relativas à operação de

Portanto, se o escoamento da produção de soja do Centro-Oeste fosse realizada em vias rodoviárias que estivem em bons estados de conservação haveria significativas reduções

No primeiro, destacam-se as percepções que as cuidadoras possuem sobre o hospital psiquiátrico e os cuidados com seus familiares durante o internamento; no segundo, evidencia-se

[r]

costumam ser as mais valorizadas. B) Uma soma de fatores, como fácil acesso à água, possibilidade de utilizar os rios como meio de transporte e o baixo custo imobiliário devido