29 DE SETEMBRO A 4 DE OUTUBRO DE 2014 ASSESSORIA DE IMPRENSA

Texto

(1)

DESTAQUES DA SEMANA NA CIC

DESTAQUES DA SEMANA NA CIC

29 DE SETEMBRO A 4 DEOUTUBRO DE 2014

ASSESSORIADE IMPRENSA

WWW.CIC-CAXIAS.COM.BR REUNIÃO-ALMOÇO

reunião-almoço de hoje, homenageou com uma placa o diretor-presidente da Susin Francescutti, João Frances-cutti, e ressaltou a importância da empresa no contexto econômico de Caxias do Sul.

O coordenador de Mercado de Reposição do Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veícu-los Automotores (Sindipeças), Emer-son Bastos Mello, que palestrou na reunião-almoço que a Câmara de In-dústria, Comércio e Serviços de Caxi-as do Sul (CIC) realizou nesta segunda -feira (29), trouxe números nada ani-madores sobre o desempenho do setor em 2014, no Brasil. Segundo ele, o faturamento real acumulado do setor de autopeças de janeiro a julho foi 13% inferior ao de iguais meses de 2013. Houve queda em todos os seg-mentos de mercado: 16,6% para mon-tadoras; 12,2%, intrassetoriais; 4,8%, reposição; e 4,2%, exportação. Em 2013, os cerca de 500 associados do Sindipeças e Abipeças registraram faturamento de R$ 85,6 bilhões. Os negócios com montadoras, principal segmento do mercado, representam 70% do total faturado.

A balança comercial de autopeças continua deficitária e registrou saldo negativo de US$ 5,73 bilhões no acu-mulado de janeiro a julho. As exporta-ções caíram 17,9%, para US$ 4,85 bilhões, as importações também sofre-ram retração, de 8,3%, totalizando US$ 10,58 bilhões. Além disso, o se-tor, que totalizava 220 mil empregos em 2013, vai perder 5% da sua força de trabalho neste ano. “Em 2014 não há mais como recuperar as perdas do mercado, e não conseguimos enxergar 2015 melhor do que este ano”,

anali-sou Mello. Para o exe-cutivo, este é um ano atípico em função da Copa do Mundo e das eleições. “Não será fácil finalizá-lo”, concluiu. A reunião-almoço desta segunda-feira foi dedicada aos 60 anos da Susin Francescutti, em-presa caxiense líder na fabricação de

virabre-quins e comandos de válvulas para o mercado de reposição nacional. A em-presa também executa serviços de usi-nagem de alta precisão, além de desen-volver e fabricar peças especiais e pro-tótipos.

O vice-presidente de Serviços da CIC, Celestino Loro, que conduziu a

F ot os : J uli o So are s/O bje tiv a

Desempenho do setor de autopeças registra números negativos

(2)

DESEMPENHO

em relação a agosto de 2013.

Com isso, o saldo da balança

co-mercial sofreu uma queda de 32%

em agosto sobre julho, mas

man-tém-se positivo, com crescimento

de 9%, no acumulado de janeiro a

agosto deste ano e de 3,6% no

acumulado de 12 meses.

Os principais destinos das

exportações caxienses em agosto

foram Chile, Estados Unidos,

Ar-gentina, México, Uruguai, Peru,

Colômbia, Angola, China, África

do Sul e Cingapura, e são

basica-mente de bens de capital e peças,

acessórios e equipamentos para

transporte. Já as importações

tive-ram origem da China, Itália,

Esta-dos UniEsta-dos, Alemanha,

Argenti-na, Índia, Taiwan, Japão, França,

República Tcheca e México.

Participaram da coletiva de

imprensa o vice-presidente de

Indústria da CIC, Reomar

Slavie-ro, os diretores de Economia,

Fi-nanças e Estatística da CIC

Car-los Zignani e Mauro Corsetti, a

assessora do Departamento de

Economia e Estatística da CIC,

Nara Panazzolo, e a assessora de

Economia e Estatística da CDL,

Maria Carolina Gullo.

O mês de agosto registrou

que-da de - 1,8% na ativique-dade

econômi-ca de Caxias do Sul em

compara-ção com julho. Todos os setores da

economia apresentaram

desempe-nho negativo no último mês. Os

números do desempenho da

econo-mia caxiense foram divulgados

nesta terça-feira (30) pela Câmara

de Indústria, Comércio e Serviços

de Caxias do Sul (CIC) e Câmara

dos Dirigentes Lojistas (CDL).

Com esse recuo, economia

lo-cal chegou a agosto acumulando

queda de mais de 7% em 2014. Se

comparado com agosto de 2013, a

queda é ainda mais significativa:

-10,6%, enquanto nos últimos 12

meses, o índice de redução é de

quase 5%.

Na análise por setor, a indústria

registrou decréscimo de quase 1%

na comparação com julho e, com

isso, mantém-se estável. Foi o setor

que mais cortou empregos em

agosto. O comércio, por sua vez,

registrou queda de menos de 1% se

comparado com julho. No

acumu-lado do ano, o desempenho do

co-mércio ainda é negativo e está na

ordem de menos 9,5%. Já o setor de

serviços apresentou a maior queda

entre os três: quase 4,5% de redução

em suas atividades em agosto em

relação a julho. Nos índices

acumulados também apresenta quedas:

-3,3% no ano e – 2,2% em 12 meses.

Em relação aos postos de

traba-lho, em agosto foram cortadas 465

vagas em Caxias do Sul, o que

signi-fica redução de 0,25% em relação ao

mês anterior. Somente o setor de

serviços não sofreu baixas. Em

ju-lho, eram 184.582 empregos

for-mais; em agosto, este número caiu

para 184.117.

As exportações também caíram

em agosto em relação a julho: -

17,6%. Na comparação com agosto

de 2013, também houve queda de

aproximadamente 17%, fazendo

com que o acumulado em 2014

che-gue a uma redução de -7%. As

im-portações mantiveram-se estáveis

em agosto em relação a julho, mas

apresentaram queda de mais de 20%

F ot o: G io va na Sch m it t/CI C

Economia de Caxias do Sul cai quase 2% em agosto

(3)

CONSELHO DA EMPRESÁRIA

Palestrante do Café com

In-formação de setembro, realizado

nesta terça-feira (30), pelo

Con-selho da Empresária da Câmara

de Indústria, Comércio e

Servi-ços de Caxias do Sul (CIC), o

patrono da 30ª Feira do Livro,

frei Jaime Bettega, utilizou o

lema do evento cultural –

En-contre sua palavra – para

afir-mar que as palavras inspiram a

vida e que é bom dar conteúdo a

elas. “O desafio de nossos dias é

encontrar palavras com

conteú-do. Queremos palavras que

cau-sem eco e ressonância”,

ressal-tou frei Jaime.

Segundo o patrono da feira,

a palavra pode ser mágica e

cu-rativa. Ele disse ainda que

exis-tem palavras que revolucionam,

que evocam melodia, que

mobi-lizam, que fazem viver, e outras

que roubam a paz. “Para dar

conta desse evento maravilhoso

que é a vida, encontre a sua

pa-lavra”, instigou o palestrante.

O escritor de livros infantis

Kalunga, homenageado do 1º

Festival Literário, cuja primeira

edição ocorre simultaneamente à

feira, também participou do Café

com Informação. A Feira do

Li-vro será realizada de 3 a 19 de

outubro, na Praça Dante

Alighi-eri.

F ot os : G io va na Sch m it t/CI C

Frei Jaime Bettega fala sobre importância das palavras em nossa vida

(4)

sui experiência em negociações e participou da implantação de melho-rias e seus desdobramentos, avalia-ção dos resultados e correções, além de foco estratégico e elaboração de cenários futuros para a obtenção dos resultados satisfatórios. Responsável pelos projetos e desenvolvimento de novos produtos, muitos dos quais premiados internacionalmente. Pos-sui pós-graduação em Marketing pela UFRGS, pós-graduação em Enge-nharia de Segurança pela PUCRS e graduação em Engenharia Mecânica pela PUCRS. Trabalhou de 1979 a 2013 na Forjas Taurus em cargos de gerência, direção, tendo assumido a vice-presidência de Relações Institu-cionais da empresa. Na Fiergs coor-dena o Comdefesa, que reúne os principais fornecedores do estado e empresas com potencial para atendi-mento de demandas deste mercado. O coordenador do Comitê da

In-dústria de Defesa e Segurança do Rio Grande do Sul (Comdefesa), engenhei-ro Jorge Py Velloso, será o palestrante da reunião-almoço que a Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Ca-xias do Sul (CIC) realiza

excepcional-mente na quarta-feira (8). Velloso falará sobre “A consolidação do Rio Grande do Sul na base industrial de Defesa”. A reunião-almoço abre a programa-ção do Seminário de Atualizaprograma-ção de Demandas de Bens e Serviços Industri-ais da Marinha, Exército e Aeronáutica, que ocorre nos dias 8 (das 12h às 18h30) e 9 (das 8h30 às 13h), no auditó-rio da CIC. O evento é uma realização da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs), por meio do Comdefesa, em conjunto com Forças Armadas do Brasil – Marinha, Exército e Aeronáutica, Universidade de Caxias do Sul (UCS), Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul (Simecs), CIC e APL Metalmecânico e Automotivo de Caxias do Sul.

Jorge Py Velloso - profissional com solida vivência em empresa de grande porte com atuação na Gestão Estratégi-ca, Tática e Operacional. Também

pos-Consolidação do RS na base industrial de Defesa será tema da próxima reunião-almoço da CIC

Jorge Py Velloso é o convidado do evento que abre o Seminário de Atualização de Demandas de Bens e Serviços Industriais da Marinha, Exército e Aeronáutica

AGENDA

onavam no estande da CIC na

quinta-feira (2). Na solenidade de

abertura, na terça-feira (30), a

entidade esteve representada por

ser vice-presidente de Indústria,

Reomar Slaviero.

O potencial inovador da

indús-tria brasileira, especialmente das

micro e pequenas empresas, esteve

em evidência durante a 23ª edição

da Mercopar (Feira de

Subcontra-tação e Inovação Industrial), que se

iniciou na terça-feira (30), e se

en-cerra nesta sexta-feira (3), em

Ca-xias do Sul. Mais de 500

exposito-res apexposito-resentaram suas novidades

nas áreas de automação industrial,

borracha, eletroeletrônico, energia

e meio ambiente, metalmecânico,

movimentação e armazenagem de

materiais, plástico e serviços

in-dustriais, junto ao Centro de Feiras

e Eventos da Festa da Uva. A CIC

esteve presente na feira com um

estande localizado no pavilhão 1.

Estiveram na Serra Gaúcha

empresas do Rio Grande do Sul,

Santa Catarina, Paraná, São Paulo

e Minas Gerais, bem como da

Ale-manha, Argentina, China, Coréia

do Sul, Estados Unidos, Índia,

Por-tugal e Turquia.

Na foto, a vice-presidente de

Comércio, Analice Carrer, e os

dire-tores de Desenvolvimento e

Compe-titividade da CIC Lucélia Lima e

Leandro Dornelles, quando

recepci-CIC presente na Mercopar 2014

Feira realizada em Caxias do Sul reuniu mais de 500 expositores

INOVAÇÃO F ot o: Div ulg açã o/CI C

(5)
(6)

que contou com a palestra do vice-presidente da Confedera-ção Nacional da Indústria (CNI), Alexandre Furlan.

Na sexta-feira (3)

 Os diretores de Desenvolvi-mento Sustentável da CIC Jorge Benites e Samuel Sirena participam da reunião do Co-mitê de Ecoeficência, com a presença do secretário munici-pal do Meio Ambiente, Adi-vandro Rech, na CIC.

 A diretora de Cultura Mirtes Rodrigues participa da ceri-mônia oficial de abertura da 30ª Feira do Livro e 1º Festi-val Literário de Caxias do Sul, na Praça Dante Alighieri.

No sábado (4)

 Analice Carrer prestigia a apresentação do Mapa Estra-tégico do Conselho Regional de Administração do RS 2014 -2020, na CIC.

Na segunda-feira (29)  A diretora de Saúde Regina

Zagonel participou da abertura oficial e apresentação da pro-gramação do Outubro Rosa, na Prefeitura Municipal.

 O diretor executivo da CIC, Victor Hugo Gauer, participou do 3º Encontro Estadual dos Observatórios Sociais do RS, promovido pelo Observatório Social do Brasil (OSB) e pelo Fórum dos Conselhos e Ordens das Profissões Regulamentadas do RS (Fórum-RS), em Porto Alegre. O evento prosseguiu também na terça-feira (30).  O diretor de Infraestrutura e

Política Urbana da CIC Nelson Sbabo assistiu à cerimônia de entrega de um caminhão de bombeiros ao Aeroporto Regio-nal Hugo Cantergiani pela Se-cretaria de Infraestrutura e Lo-gística do RS.

 A vice-presidente de Comércio, Analice Carrer, participou da Assembleia Geral Ordinária da CDL, no Palácio do Comércio.

Na terça-feira (30)

 A diretora de Projetos e Inovação Jaqueline Giovanardi esteve na solenidade de entrega das melho-rias realizadas na Incubadora Empresarial (Inec).

 As diretoras de Negócios Inter-nacionais Denise Gallio e Zeli Dambros participaram do Semi-nário Uruguai Hub Logístico Regional, no Hotel Intercity.

Na quarta-feira (1º)

 O vice-presidente de Serviços, Celestino Loro, participou de um almoço com a jornalista Carolina Bahia, no Jornal Pioneiro.

Na quinta-feira (2)

 Reomar Slaviero participou de evento promovido pelo Simecs

REPRESENTAÇÕES DA CIC

Expediente Presidente - Carlos Heinen Vice-presidente de Indústria - Reomar Slaviero Vice-presidente de Comércio - Analice Carrer Vice-presidente de Serviços - Celestino Loro Edição: Assessoria de Imprensa da CIC Textos e diagramação: Jornalista Marta Sfreddo (MTb 6267)

imprensa@cic-caxias.com.br A CIC participou novamente do processo de autoavaliação da gestão, utilizando o Sistema de Avaliação da Gestão (SAG), na modalidade “Compromisso com a Excelência” (régua de pontuação 250), que é o programa de qualidade do PGQP. A entrega da autoavaliação ocorreu na quarta-feira. A pontuação, neste ciclo, ficou em 194,70.

Neste ano, o diferencial será o recebimento de visita externa. Durante o período do processo uma equipe de avalia-dores fará a verificação das evidências das práticas de gestão relatadas no documento da autoavaliação. Esta visita ocor-rerá entre o período de 16 de outubro e 14 de novembro.

O SAG segue a metodologia do Modelo de Excelência da Gestão (MEG), que é uma ferramenta que permite diag-nosticar o estágio de desenvolvimento gerencial e planejar ações visando à melhoria continua. Este instrumento de ava-liação possibilita a qualquer tipo de organização, de qualquer porte, setor e estágio de gestão, avaliar o seu sistema ge-rencial e o seu desempenho em relação às melhores práticas adotadas por organizações de alto desempenho.

Imagem

Referências

temas relacionados :