PLANO DE ESTUDO TUTORADO 2 LITERATURA

Texto

(1)

PLANO DE ESTUDO TUTORADO

2

LITERATURA

PRÉ DE 4 ANOS A – B – C

ESCOLA MUNICIPAL NOSSA SENHORA DA PIEDADE PROFESSORA: PATRÍCIA CRISTINA DA SILVA.

ALUNO(A)_______________________________________

(2)

PLANO DE ESTUDO TUTORADO

ESCOLA MUNICIPAL NOSSA SENHORA DA PIEDADE – CARVALHOS / MG ANO DE ESCOLARIDADE: PRÉ DE 4 ANOS A, B e C.

PROFESSORAS: PATRÍCIA CRISTINA DA SILVA.

ALUNO(A):

____________________________________________________________

TURMA:_____________________________________________________

TURNO:______________________________________________________

NÚMERO DE AULAS POR SEMANA: 01 TOTAL DE SEMANAS: 04

NUMERO DE AULAS POR MÊS: 04

COMPONENTE CURRICULAR: LITERATURA.

SEMANA 1

UNIDADE TEMÁTICA: Folclore: “A Lenda do Lobisomem.”

OBJETOS DE CONHECIMENTO: Ouvir histórias para ampliar os conhecimentos e desenvolver a capacidade de falar e ouvir, ampliar a atenção visual e a concentração.

CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS: “O Eu, O Outro e O Nós”, “Corpo, Gestos e Movimentos”;

“Escuta, Fala, Pensamento e Imaginação”; “Traços, sons, cores e formas”.

HABILIDADE: (EI03EO01) Demonstrar empatia pelos outros, percebendo que as pessoas têm diferentes sentimentos, necessidades e maneiras de pensar e agir.

(EI03E006) manifestar interesse e respeito por diferentes culturas e modos de vida.

(EI03CG02) Demonstrar controle e adequação do uso de seu corpo em brincadeiras e jogos, escuta e reconto de histórias, atividades artísticas, entre outras possibilidades.

(EI03EF01) Expressar ideias, desejos e sentimentos sobre suas vivências, por meio da linguagem oral e escrita de fotos, desenhos e outras formas de expressão. (EI03EF05) Recontar histórias ouvidas para produção de reconto escrito. (EI03TS02) Expressar-se livremente por meio de desenho, pintura, colagem, dobradura e escultura.

COMPONENTE CURRICULAR: Literatura.

SUMÁRIO - LITERATURA SEMANA 1: Folclore: “A Lenda do Lobisomem”.

SEMANA 2: Folclore: “A Lenda da Mula Sem Cabeça.”

SEMANA 3: Folclore: “A Lenda do Curupira.”

SEMANA 4: Folclore: “A Lenda do Boitatá”.

Página 02

Página 07

Página 10

Página 13

(3)

ROTEIRO SENHORES PAIS OU RESPONSÁVEIS,

Primeiramente, explicar o que é folclore e o que é lenda, depois como de costume, ler a lenda do lobisomem para seu(a) filho(a), em seguida assistir aos vídeos dos links abaixo e fazer a interpretação oral do texto, com as seguintes perguntas:

https://www.youtube.com/watch?v=4penFh8iV9w https://www.youtube.com/watch?v=FfOES_YfH_4

 Você gostou da lenda?

 Qual o título da lenda?

 Descreva o lobisomem, como ele é?

 Quando e como ele aparece?

 O que ele faz quando se transforma em lobisomem?

 Quando amanhece o que acontece com o lobisomem?

 Você já viu um lobisomem? Sim ou não? Se você visse o que faria?

Folclore é o conjunto de tradições e manifestações populares constituído por lendas, mitos, provérbios, danças e costumes que são passados de geração em geração. A palavra tem origem no inglês, em que "folklore" significa sabedoria popular

.

Dia 22 de Agosto nós comemoramos aqui no Brasil o Dia do Folclore. Na verdade, o folclore brasileiro é cheio de aventuras, histórias de coragem e mitos muito populares principalmente no interior do Brasil.

Extremamente rico, nosso folclore possui influências da cultura europeia, africana e indígena – um resultado da diversidade cultural aqui existente. Isso sem falar nos personagens folclóricos, como o Saci-Pererê, Curupira, Boitatá, Iara, entre outros.

Lenda: história de teor maravilhoso, fantástico, cujos personagens são seres

sobrenaturais, geralmente contam ou tem como tema tradições populares, folclóricas,

desprovida de verdade.

(4)

Lenda do Lobisomem

Com origem na Europa, criada no século XVI,

a Lenda do Lobisomem retrata um monstro muito violento que se alimenta de sangue.

A lenda contava que se uma mulher tem sete filhas e e o oitavo for um menino, sendo ele o ultimo ao nascer, provavelmente ele será um LOBISOMEM. É claro que esta é apenas uma das versões contadas. Existe outra também muito popular onde diziam que as crianças que não foram batizadas poderiam se tornar o Lobisomem.

De dia homem e em noites de lua cheia Lobisomem.

Assim é contada esta lenda folclórica.

O lobisomem é um homem comum, mas na noite de sexta feira, quando a lua está cheia e brilhante,

exatamente a meia noite ele se transforma em um lobisomem: Uma criatura terrível, muito peluda, que lembra um LOBO.

Durante a noite, ele invade galinheiros e corre atrás de todos os bichos. Aos primeiros raios de sol, o

monstro desaparece dando lugar a um homem normal.

(5)

ATIVIDADE 1

Colorir bem bonito o Lobisomem.

(6)

ATIVIDADE 2

Primeiro você vai colorir o lobisomem e depois, recortar em cima do

pontilhado e montar o quebra cabeça.

(7)

SEMANA 2

UNIDADE TEMÁTICA: Folclore: “A Mula sem cabeça”.

OBJETOS DE CONHECIMENTO: Ouvir histórias para ampliar os conhecimentos e desenvolver a capacidade de falar e ouvir, ampliar a atenção visual e a concentração.

CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS: “ O Eu, O Outro E O Nós”; “Corpo, Gestos e Movimentos”;

“Escuta, Fala, Pensamento e Imaginação”; “Traços, Sons, Cores E Formas”.

HABILIDADE: (EI02EO06) Manifestar interesse e respeito por diferentes culturas e modos de vida. (EI03CG02) Demonstrar controle e adequação do uso de seu corpo em brincadeiras e jogos, escuta e reconto de histórias, atividades artísticas, entre outras possibilidades. (EI03EF05) Recontar histórias ouvidas para produção de reconto escrito. (EI03TS02) Expressar-se livremente por meio de desenho, pintura, colagem, dobradura e escultura. COMPONENTE CURRICULAR: Literatura.

ROTEIRO Senhores pais ou responsáveis,

Ler a lenda da mula sem cabeça, em seguida assistir aos vídeos dos links abaixo, e depois, fazer a interpretação oral do texto com as seguintes perguntas:

https://www.youtube.com/watch?v=ap8pJpzQ0qU https://www.youtube.com/watch?v=0G0sGVGHFLk

 Você gostou da lenda?

 Qual é o título da lenda?

 Quem é o personagem principal da lenda?

 Que animal aparece na lenda?

 Quem segundo a lenda se transforma em mula e por quê?

 Que dia da semana aparece a mula sem cabeça?

 O que tem no lugar da cabeça da mula?

 O que acontece durante a madrugada quando a mula encontra pessoas no seu caminho?

 O que fazer para que uma mulher não seja transformada em mula sem cabeça?

 Você já viu uma mula sem cabeça? Se visse o que faria?

(8)

Mula sem cabeça

A mula sem cabeça é uma lenda presente no folclore brasileiro, sendo conhecida por outros nomes também: burrinha de padre e burrinha.

Essa lenda não está presente só no Brasil, mas em diversos países da América Latina. Na versão brasileira, narra-se da história de uma mulher que se transforma em uma mula com labaredas no lugar da cabeça.

Considera-se que a mulher que se transforma na mula sem cabeça está amaldiçoada. Essa maldição é parte de uma punição pelo pecado de manter relacionamentos íntimos com sacerdotes da Igreja, isto é, com padres. Entretanto, na lenda não aparece nenhuma punição dada aos padres que quebram seus votos e mantêm relacionamentos íntimos com mulheres.

A mulher amaldiçoada com essa condição torna-se mula sem cabeça em uma virada de quinta-feira para sexta-feira e permanece nessa condição até o cantar do galo (existem versões que dizem sobre até o terceiro cantar do galo). Assim, a mulher assume a forma assustadora de uma mula que pode ser toda negra, com labaredas no lugar da cabeça, fogo na cauda e um relinchar assustador que pode ser confundido com um lamento de dor.

A lenda ainda conta que, durante a madrugada, a mula sem cabeça ataca todos aqueles que passam por seu caminho, e seu coice é forte o suficiente para ferir gravemente uma pessoa. Existem versões de que ela ataca suas vítimas até que estejam mortas, enquanto outras afirmam que ela percorre sete cidades durante a madrugada.

A lenda fala que uma das formas de evitar que uma mulher seja

transformada em mula é sendo amaldiçoada por um padre sete vezes

antes do início de uma missa. Outras versões afirmam ser necessário

retirar o freio que está na boca da mula ou então feri-la com qualquer

objeto pontiagudo. Depois que a mulher amaldiçoada retorna a sua

forma humana, ela pode ser encontrada toda ferida.

(9)

ATIVIDADE 1 Colorir bem bonito o desenho da mula sem cabeça.

MULA SEM CABEÇA

(10)

SEMANA 3

UNIDADE TEMÁTICA: Folclore: “A Lenda do Curupira.”

OBJETOS DE CONHECIMENTO: Ouvir histórias para ampliar os conhecimentos e desenvolver a capacidade de falar e ouvir, ampliar a atenção visual e a concentração.

CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS: “O Eu, O Outro e O Nós”, “Corpo, Gestos e Movimentos”; “Escuta, Fala, Pensamento e Imaginação”; “Traços, Sons, Cores E Formas”; Quantidades, Relações e Transformações”; “Espaços, Tempos, Quantidades, Relações E transformações”.

HABILIDADE: (EI03EO06) Manifestar interesse e respeito por diferentes culturas e modo de vida. (EI03CG02) Demonstrar controle e adequação do uso de seu corpo em brincadeiras e jogos, escuta e reconto de histórias, atividades artísticas, entre outras possibilidades. (EI03EF01) Expressar ideias, desejos e sentimentos sobre suas vivências, por meio da linguagem oral e escrita de fotos, desenhos e outras formas de expressão. (EI03EF05) Recontar histórias ouvidas para produção de reconto escrito. (EI03TS02) Expressar-se livremente por meio de desenho, pintura, colagem, dobradura e escultura. (EI03ET03) Identificar e selecionar fontes de informações, para responder a questões sobre a natureza, seus fenômenos, sua conservação.

COMPONENTE CURRICULAR: Literatura.

ROTEIRO Senhores pais ou responsáveis,

Como de costume ler a lenda, e depois, assistir aos vídeos dos links abaixo, em seguida fazer a interpretação oral com as seguintes perguntas:

https://www.youtube.com/watch?v=gKpiIzfNQA8 https://www.youtube.com/watch?v=z8_OpYASpvo

 Você gostou da lenda?

 Qual é o título da lenda?

 Quem é o personagem principal da lenda?

 Como é o Curupira?

 O que ele protege?

 O que ele faz com as pessoas que representam uma ameaça à natureza?

 Você já viu o Curupira?

(11)

A LENDA DO CURUPIRA

A figura mais controversa do Folclore Brasileiro — não se sabe ao certo se ele representa o bem ou o mal — é um molequinho de cabelos vermelhos, corpo peludo, dentes brilhantes e pés virados para trás, que enganam a quem o persegue, pois sempre apontam pegadas para o lado oposto.

Considerado o protetor absoluto das florestas, matas e animais, o Curupira não permite que pessoas mal-intencionadas, normalmente representadas nas narrativas por caçadores e lenhadores, se

embrenhem pelas matas para promover algum tipo de destruição.

Segundo a lenda, quando o Curupira percebe a presença de alguém que representa uma ameaça à natureza, ele recorre a

diferentes travessuras para espantar os invasores. Com assovios agudos, uivos de lobos e barulhos de galhos de árvores chacoalhando ou pedras sendo atiradas, o Curupira assusta e afugenta as pessoas.

Por isso, muitos o chamam de demônio da floresta.

Tudo isso era feito para impedir uma agressão à natureza, como o comércio de peles dos animais caçados, derrubada de árvores e

queimadas por toda a floresta. Dizem, ainda, que ele era mestre em usar

de magia e ilusão para fazer com que as pessoas ficassem perdidas na

mata, sem saber por onde entraram nem por onde sair.

(12)

ATIVIDADE 1

COLORIR BEM BONITO O CURUPIRA.

(13)

SEMANA 4

UNIDADE TEMÁTICA: “A Lenda do Boitatá”.

OBJETOS DE CONHECIMENTO: Ouvir histórias para ampliar os conhecimentos e desenvolver a capacidade de falar e ouvir, ampliar a atenção visual e a concentração.

CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS: “Corpo, Gestos e Movimentos”; “Escuta, Fala, Pensamento e Imaginação”; “Traços, Sons, Cores E Formas”; “Espaços, Tempos, Quantidades, Relações e Transformações”.

HABILIDADE: (EI03CG02) Demonstrar controle e adequação do uso de seu corpo em brincadeiras e jogos, escuta e reconto de histórias, atividades artísticas, entre outras possibilidades. (EI03EF05) Recontar histórias ouvidas para produção de reconto escrito. (EI03TS02) Expressar-se livremente por meio de desenho, pintura, colagem, dobradura e escultura. (EI03ET03) Identificar e selecionar fontes de informações, para responder a questões sobre a natureza, seus fenômenos, sua conservação.

COMPONENTE CURRICULAR: Literatura.

ROTEIRO Senhores pais ou responsáveis,

Ler a história, em seguida assistir aos vídeos dos links abaixo, e depois, fazer a interpretação oral do texto com as perguntas:

https://www.youtube.com/watch?v=sLP8R7sT4jM https://www.youtube.com/watch?v=wDTL0za3GQ4

 Você gostou da lenda?

 Qual é o título da lenda?

 Quem é o personagem principal da lenda?

 Como é o Boitatá?

 O que ele protege?

 O que ele faz com as pessoas que representam uma ameaça à natureza?

 O que acontece com as pessoas que olham para o Boitatá?

 Você já viu o Boitatá?

(14)

ATIVIDADE 1 Colorir bem bonito o Boitatá.

A LENDA DO BOITATÁ

A lenda do Boitatá é de origem indígena, e a palavra Boitatá, na língua Tupi-Guarani, significa cobra (boi) de fogo (tata).

O Boitatá, protetor das florestas, é um personagem do folclore brasileiro.

A lenda do Boitatá descreve esse personagem folclórico como uma grande serpente de fogo. Ele protege os animais e as matas das pessoas que lhe fazem mal e principalmente, que realizam queimadas nas florestas.

Na narrativa folclórica, essa serpente pode se transformar num

tronco em chamas com o intuito de enganar e queimar os

invasores e destruidores das matas. Acredita-se que a pessoa

que olhar o Boitatá torna-se cega e louca.

Imagem

Referências

temas relacionados :