Texto

(1)

Blog – Design e Poesia Blog – Design com Poesia

[ http://gracicampos.wordpress.com/ ] Facebook – GracicamposDesign

[www.facebook.com/GraciCamposDesign ]

Prof. a Graciela Campos

(2)

Prof. a Graciela Campos

Link aulas / plano de aula /notas:

http://gracicampos.wordpress.com / prof E-mail:

profgracicampos@gmail.com

https://www.behance.net/gracicampos

(3)

Teoria da COR

(4)

Esquemas de

Combinações de Cores

(5)

São combinações lógicas para

a formulação de paletas de cores

para a aplicação em projetos

Esquemas de

Combinações de Cores

(6)

São obtidas a partir da manipulação

das cores organizadas no círculo cromático.

Esquemas de

Combinações de Cores

(7)

estão divididos em dois grupos:

Grupo dos “Esquemas de Consenso”

Grupo dos “Esquemas de Equilíbrio”

Esquemas de

Combinações de Cores

(8)

…com a pretenção de não causar contrastes.

Esquemas de Consenso

(9)

Acromático Neutros

Monocromático Análogas

Esquemas de

Consenso

(10)

Neste grupo, os contrastes aparecem, mas com total controle de seus efeitos.

Esquemas de Equilíbrio

(11)

Os Esquemas de Combinações de Cores de Equilíbrio promovem o equilíbrio fisiológico em cores opostas e, ao mesmo tempo, o equilíbrio simbólico nos significados opostos, promovendo o conforto visual e psíquico ao mesmo tempo.

Esquemas de Equilíbrio

(12)

•  Diádicas Complementares

•  Diádicas Tons-rompidos

•  Triádicas Assonantes

•  Complementares Divididas

•  Quatro Cores

•  Seis Cores

Esquemas de Equilíbrio

(13)

•  A maioria dos Esquemas de Combinações de

Cores de equilíbrio começa com a

localização das cores complementares no Círculo Cromático.

•  Chamam-se cores

complementares aquelas que, quando misturadas entre si, promovem o

cinza neutro.

Esquemas de Equilíbrio

(14)

Diádicas Complementares

É uma paleta bastante utilizada, formada

a partir de duas cores complementares

contrárias quaisquer no Círculo Cromático;

Promove o equilíbrio

nos tons contrastantes.

(15)

Diádicas Complementares

(16)

Diádicas Complementares

As cores competem por atenção e acabam

criando uma dualidade na percepção que se torna dinâmica. Esta

dinamicidade é

complementar, promove o conforto visual na

complementaridade,

porém não se aconselha

utilizar estes Esquemas de

Combinações de Cores em

textos.

(17)

Diádicas Complementares

Uma das melhores maneiras: utilizar este

Esquema, explorando sua complementaridade e atenção na junção

com o Esquema de cores análogas e

monocromático, criando

outra paleta de valores a

partir de uma das duas

cores complementares

escolhidas.

(18)

Diádicas Complementares

Outra forma: trabalhar com diferentes quantidades

entre as duas cores escolhidas.

Assim, a cor que está em maior quantidade passa a ser o tom dominante,

promovendo o Contraste Simultâneo, Sucessivo ou Misto, e os efeitos de

Michel-Eugène Chevreul.

(19)

Diádicas Tons-rompidos

Malwee - 2015

(20)

Diádicas Tons-rompidos

Acontece a partir da escolha de uma cor do

círculo, na junção com sua complementar,

promovendo o que se chama de paleta de

tons-rompidos. Esta paleta passa pelo cinza

neutro;

(21)

Diádicas Tons-rompidos

(22)

Diádicas Tons-rompidos

Foto: Israel Pedrosa – da cor a cor inexistente

(23)

Diádicas Tons-rompidos

Impressionistas: o preto não existe na natureza. Consequentemente quando se utiliza o preto para promover as sombras em uma imagem, ela parecerá artificial.

A melhor sombra é promovida através da mistura da cor com a sua complementar.

Tons-rompidos são, na definição, a somatória de todas as cores pigmento possíveis, o que resulta em um tom muito mais dinâmico e “colorido” que o preto.

monet

(24)

Triádicas Assonantes

Assonantes é o equilíbrio perfeito entre três cores do Círculo Cromático, numa paleta

formada em um

triângulo equilátero.

(25)

Triádicas Assonantes

É possível se obter a partir deste Esquema, paletas a partir das três cores

primárias, secundárias ou

terciárias.

(26)

Triádicas Assonantes

primárias secundárias

terciárias

terciárias

(27)

Triádicas Assonantes

A construção dos

significados das cores

primárias é muito forte na cultura ocidental. Por isso, o esquema de Combinações de Cores Triádicas

Assonantes formadas a partir das três cores

primárias é uma paleta

muito forte em significado.

(28)

Complementares

Divididas

(29)

Utilizando-se as cores vizinhas de uma das cores complementares escolhidas, promove-se o contraste máximo antes das exatas

complementares; Assim, tem-se juntamente com o conforto

fisiológico, o equilíbrio quase

perfeito entre significados opostos e intermediários.

Complementares Divididas

Hering 2015

(30)

Complementares Divididas

Este Esquema começa com a identificação das duas cores

complementares no Círculo. A partir desta identificação,

procuram-se as duas cores vizinhas de uma das cores

complementares. Assim tem-se uma paleta

formada por três cores

em equilíbrio, também

num triângulo, desta vez

isósceles.

(31)

Esquemas com 4 cores

Cada cor escolhida neste esquema tetraédrico não só forma um quadrado ou um retângulo como também é baseada em combinações de

pares complementares. Combinações extremamente

atraentes e interessantes, que estimulam a criatividade

e a comunicação.

(32)

Esquemas com 4 cores

(33)

Esquemas com 6 cores

Para se encontrar uma combinação de

cores equilibrada em seis tons, precisa-se definir um hexágono

dentro do Círculo

Cromático.

(34)

Esquemas com 6 cores

É uma combinação dos três

pares de cores complementares igualmente

espaçados.

(35)

Esquemas com 6 cores

Existem somente duas possibilidades de

hexaedros dentro do Círculo Cromático,

compostos por três pares de cores complementares

igualmente espaçados.

O primeiro deles combina os pares de primárias e

secundárias, enquanto que o segundo hexaedro é a

combinação entre

todas as cores terciárias.

(36)

Esquemas com 6 cores

Como são paletas com muitas cores saturadas, recomenda-se o uso deste Esquema de

Combinações de Cores em áreas ou suportes, mesmo virtuais, designados às crianças.

Esquemas com 6 cores

(37)

Esquemas de Consenso

•  Acromático

•  Neutros

•  Monocromático

•  Análogas

(38)

Esquemas de Equilíbrio

•  Diádicas Complementares

•  Diádicas Tons-rompidos

•  Triádicas Assonantes

•  Complementares Divididas

•  Quatro Cores

•  Seis Cores

(39)

Trabalho – entrega 02/02/14

Pesquisar

Capa livro + capa de cd/dvd + cartaz de evento cultural em Esquemas de Cores de Equilíbrio.

Especificar qual a paleta escolhida e a qual esquema de cores pertence.

Papel A4. Impresso.

(40)

Referências:

SILVEIRA, Luciana Martha. Introdução a Teoria da Cor. Curitiba: Ed. UTFPR PEDROSA, I. O Universo da cor. Rio de Janeiro: Ed. SENAC Nacional, 2003.

PEDROSA, I. Da cor a cor inexistente. Rio de Janeiro: Léo Cristiano, 1997 BARROS, LILIAN RIED MILLER. A COR NO PROCESSO CRIATIVO, SENAC SP  

Material de aula de Luciana Martha Silveira

Thormann, Patrícia. Teoria da Cor (pocketcores-120426212450-phpapp02)

Pirauá, Evolução da Teoria das Cores (cores-aula02-teoria-das-cores-090321101736-phpapp02 ) Referência na WEB ( disponíveis na web em 10.07.2014)

http://www.procor.org.br/

http://www.cie.co.at/

http://www.osa.org/

http://www.aic-colour.org/

(41)

Referências:

Referência das imagens ( disponíveis na web em 26.07.2014)

http://carolinasalesbrigadeiros.blogspot.com.br/2011/10/dia-das-criancas-chegando- com-muitas.html

http://santos.nova-acropole.org.br/pinturas/monet/madame-monet-e-seu-filho http://www.quartodebebe.net/quarto-de-bebe/menina/quarto-bebe-rustico-rosa- verde-gemeos/

http://www.natura.com.br/

http://pt.forwallpaper.com/

http://www.afppet.com/

content-a.xx.fbcdn.net/hphotos-xpa1/

t1.0-9/10432936_734489006588113_5156719647285791436_n.jpg Disponíveis em 13/07/14

http://www.malwee.com.br/colecao/alto-verao-2014/feminino/look.php?id=47265 http://www.hering.com.br/store/pt/search?q=%3Arelevance%3Agender%3AMALE

%3Acor%3A%230000FF#

(42)

Obrigada

Imagem

Referências

temas relacionados :