REGIMENTO INTERNO ASSOCIAÇÃO E OFICINA DE CARIDADE SANTA RITA DE CASSIA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Texto

(1)

Rua: Voluntários da Pátria nº 44 – CEP: 15.104-040 – Engenheiro Schmidt – SP

REGIMENTO INTERNO

ASSOCIAÇÃO E OFICINA DE CARIDADE SANTA RITA DE CASSIA

CAPÍTULO I

DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Art. 1º. Este regimento visa implementar as normas estabelecidas no Estatuto da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cássia, de modo que sejam assegurados os meios necessários ao seu funcionamento.

Art. 2º. Os órgãos da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cássia são:

a) Assembleia Geral;

b) Diretoria Executiva;

c) Conselho Fiscal.

CAPÍTULO II

DA ADMISSÃO, DEMISSÃO E EXCLUSÃO DO ASSOCIADO

Art. 3º. Poderão filiar-se como associados da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cássia somente pessoas maiores de 18 (dezoito) anos, independente de classe social, nacionalidade, gênero, raça, cor ou crença religiosa e, para seu ingresso, o interessado deverá ser apresentado por um diretor, preencher ficha de inscrição na secretaria da entidade, que a submeterá à aprovação da Diretoria e, uma vez aprovada, terá seu nome, imediatamente, lançado no livro de associados, com indicação de seu número de matrícula e categoria à qual pertence, devendo o interessado:

I. Apresentar a cédula de identidade;

II. Concordar com o estatuto e o Regimento Interno e os princípios nele definidos;

III. Ter idoneidade moral e reputação ilibada;

IV. Caso seja "associado contribuinte", assumir o compromisso de honrar pontualmente com as contribuições associativas.

V. Preencher ficha própria da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cássia.

§ 1º. A exclusão de associados se faz mediante requerimento, do qual deverão constar os fundamentos do pedido, anuência da Diretoria e referendado em Assembleia Geral.

§ 2º. Somente poderão votar pela exclusão de associado, os sócios

(2)

Rua: Voluntários da Pátria nº 44 – CEP: 15.104-040 – Engenheiro Schmidt – SP

benfeitores/contribuintes, participantes/contribuintes e voluntários/contribuintes, que sejam filiados há, no mínimo, 06 (seis) meses anteriores à data da publicação do edital de convocação da assembleia e esteja em dia com suas obrigações perante a Instituição.

§ 3º. O pedido de demissão pelo próprio associado não poderá ser negado, bastando para isso, reunião e registro em ata pela diretoria.

CAPÍTULO III DOS ASSOCIADOS

Art. 4º. Os associados da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cássia se classificam em:

I. Associados Benfeitores: pessoas físicas ou jurídicas, que contribuem prestando serviços de infraestrutura e manutenção para o funcionamento diário da associação ou realizando doações de considerável valor, com direito a voz e voto nas assembleias, desde que seja sócio contribuinte;

II. Associados Participantes: pessoas que se envolvam ativamente na administração geral para que se cumpram as finalidades e objetivos da associação, com direito a voz e voto nas assembleias, desde que seja sócio contribuinte;

III. Associados Voluntários: pessoas que prestam, regularmente ou não, serviços de qualquer natureza à Associação, sem vínculos empregatícios e demais reflexos, mediante assinatura do Termo de Voluntariado, com direito a voz e voto nas assembleias, desde que seja sócio contribuinte.

Art. 5º. Cabe à Diretoria classificar e registrar os associados de acordo com o Art.

4º desse regimento.

Art. 6º. Poderão participar e votar nas assembleias, os sócios que contribuem, mensalmente, com a quantia mínima fixada pela Diretoria Executiva, que estejam em dia com suas contribuições ou a quitem até 30 dias antes da assembleia.

Art. 7º. Os associados são todos voluntários, não lhes cabendo direito algum sobre bens e patrimônio da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cássia.

Art. 8º. É permitida a contratação de associados para atividades remuneradas a serviço da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cássia, porém enquanto permanecer o contrato, o associado não terá direito de votar e ser votado em assembleia.

Art. 9º. A qualidade de associado não pode ser cedida nem transmitida por direito hereditário

(3)

Rua: Voluntários da Pátria nº 44 – CEP: 15.104-040 – Engenheiro Schmidt – SP

CAPITULO IV DAS ELEIÇÕES

Art. 10. Os interessados em concorrer a cargos eletivos deverão apresentar chapas completas para a Diretoria e para o Conselho Fiscal, com as respectivas numerações dos sócios-candidatos na Recepção da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cássia até 17 horas do ultimo dia útil do mês de julho que antecede as eleições, as quais serão registradas no Livro de Ocorrências.

Art. 11. Setenta e duas horas após o recebimento de cada chapa, a Comissão Eleitoral informará ao respectivo patrono da chapa a eventual existência de candidato inelegível.

Art. 12. Convocada a Assembleia Geral para fins de eleições, de acordo com o Estatuto, a diretoria organizará, com antecedência de 7 (sete) dias úteis, a relação dos sócios com direito a voto.

Art. 13. As votações para os cargos de diretoria serão sempre por escrutínio secreto e com organização de chapa previamente inscrita, sendo o voto pessoal e intransferível, não sendo permitida, assim, a representação por procuração.

Art. 14. Instalada a Assembleia Geral, o Presidente da Diretoria designará os Secretários, Escrutinadores e Fiscais necessários ao acompanhamento dos trabalhos de votação, os quais não poderão ultrapassar de 4 (quatro) horas de duração.

Art. 15. A cédula para votação será entregue pelo Secretário, ao associado, que se identificará e assinará a lista ou livro de Presença, o qual será rubricado pelo Presidente e Secretario.

Art. 16. A votação prosseguirá sem interrupção e, imediatamente após seu encerramento, processará a apuração dos votos, sendo proclamada vencedora a chapa que obtiver maioria simples de votos.

Art. 17. Após a proclamação dos eleitos, será dada posse, pela Diretoria, e lavrar- se-á Ata que será assinada pelos recém-eleitos.

§ 1º. Para candidatar-se aos cargos da Diretoria e do Conselho Fiscal, o associado deverá ter, no mínimo, 06 (seis) meses de participação ativa na Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cassia, podendo votar somente os associados que tiverem quites com suas contribuições.

(4)

Rua: Voluntários da Pátria nº 44 – CEP: 15.104-040 – Engenheiro Schmidt – SP

CAPÍTULO V

DO SALÃO DE FESTAS E DO ESPAÇO CULTURAL

Art. 18. O Salão de Festas será utilizado em programações sociais, culturais em prol da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cássia.

Art. 19. O salão de festas e o espaço cultural poderão ser utilizados para eventos estranhos às atividades da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cássia, exclusivamente para fins sociais e culturais, desde que tais eventos não tenham cunho político e ou religioso, e que agregue aos moradores o fortalecimento da convivência familiar e comunitária, e sejam aprovados pela Diretoria.

CAPÍTULO VI

DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO

Art. 20. A Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cassia no Lar de Idosos de Engenheiro Schmidt – Lar Schmidt - tem como finalidade básica e fundamental, à prestação de serviço e ações assistenciais, em caráter beneficente de forma gratuita, para pessoas idosas com 60 anos ou mais, de ambos os sexos, independentes ou com diversos graus de dependência de forma continuada e planejada em situação de vulnerabilidade pessoal e risco social, sem distinção de sexo, raça, cor, crença religiosa ou de convicção filosófica e política ou outro tipo de discriminação.

Art. 21. A Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cassia oferecerá aos seus usuários: atendimento personalizado e em pequenos grupos e favorecer o convívio familiar e comunitário, bem como a utilização dos equipamentos e serviços disponíveis na comunidade local. As regras de gestão e de convivência deverão ser construídas de forma participativa e coletiva, a fim de assegurar a autonomia dos usuários, conforme perfis.

DA LEGISLAÇÃO APLICÁVEL SESSÃO I

Art. 22. As medidas de proteção ao idoso são aplicáveis sempre que os direitos reconhecidos no ordenamento jurídico forem ameaçados ou violados, aplicando-se, especialmente, a seguinte legislação:

(5)

Rua: Voluntários da Pátria nº 44 – CEP: 15.104-040 – Engenheiro Schmidt – SP

I. Constituição Federal;

II. Lei nº 10.741/2003 - Estatuto do Idoso;

III. Lei 8.842/1994, que dispõe sopre a Política Nacional do Idoso;

IV. Lei nº 13.019/2014 (modificada pela Lei nº 13.204/2015), que estabelece o regime jurídico das parcerias voluntárias, entre a administração pública e as organizações da sociedade civil;

V. Resolução da Diretoria Colegiada da ANVISA - RDC 283/2005 - Regulamento Técnico para funcionamento para as instituições de longa permanência para idosos, de caráter residencial;

VI. Estatuto da Entidade;

VII. Regimento Interno da Entidade;

VIII. Resolução nº 33, de 24-05-2017, do Conselho Nacional dos Direitos do Idoso, que dispõe sobre o contrato de prestação de serviços das entidades de ILPI.

CAPÍTULO VII

DO SERVIÇO PRESTADO PELA ENTIDADE

Art. 23. O serviço previsto no Art. 22 e 23 deste Regimento Interno, será prestado na seguinte modalidade:

§ 1º. Acolhimento Institucional: acolhimento para idosos com 60 anos ou mais, de ambos os sexos, independentes e/ou com grau I e II de dependência. A natureza do acolhimento deverá ser provisória e, excepcionalmente, de longa permanência quando esgotadas todas as possibilidades de autossustento e convívio com os familiares. É previsto para idosos que não dispõem de condições para permanecer com a família, com vivência de situações de violência e negligência, em situação de rua e de abandono, com vínculos familiares fragilizados ou rompidos. Essa modalidade de acolhimento implica em:

I. Acolher e garantir proteção integral no acolhimento inicial e durante a sua permanência desde que seja de livre e espontânea vontade estar acolhido;

II. Contribuir para a prevenção do agravamento de situações de negligência, violência e ruptura de vínculos;

III. Restabelecer vínculos familiares e/ou sociais;

IV. Possibilitar a convivência comunitária;

V. Promover acesso à rede socioassistencial, aos demais órgãos do Sistema de Garantia de Direitos e às demais políticas públicas setoriais;

(6)

Rua: Voluntários da Pátria nº 44 – CEP: 15.104-040 – Engenheiro Schmidt – SP

VI. Favorecer o surgimento e o desenvolvimento de aptidões, capacidades e oportunidades para que os indivíduos façam escolhas com autonomia;

VII. Promover o acesso a programações culturais, de lazer, de esporte e ocupacional interno e externo, relacionando-as a interesses, vivências, desejos e possibilidades do público.

§ 2º. Os idosos necessitados de outros serviços serão encaminhados aos locais apropriados.

§ 3º. Outras atividades poderão ser desenvolvidas, compatíveis com as condições físicas e faixa etária, tais como: atividades lúdico-terapêuticas, eventos comemorativos, convívio sócio comunitário e passeios, sendo facultada a participação dos idosos, de forma complementar nessas e em outras atividades.

Art. 24. O acesso ao serviço será de acordo com Decreto Municipal nº 14.404/2008 e avaliação feita pela equipe técnica da entidade para inclusão.

§ 1º. São condições básicas para acolhimento nesta Entidade:

I. Idosos de ambos os sexos, desde que haja disponibilidade de vaga pela Associação;

II. Entrevista preliminar com o idoso e seu responsável, para avaliação das condições sócio-econômicas do mesmo e de sua família e seu grau de dependência;

III. Celebração de contrato de prestação de serviço com a instituição, conforme Art.

35, da Lei 10.741, de 01/10/2003.

Art. 25. Os atendimentos serão efetivados desde que se disponha de vagas, instalações físicas, recursos materiais, técnicos e humanos, de acordo com os critérios legais.

Art. 26. Para admissão do idoso, além do disposto no Art. 26, exige-se:

I. Documentos pessoais originais;

II. 2 fotos 3x4 recentes;

III. Contrato de prestação de serviço;

IV. Quando curatelado trazer documentos pessoais, comprovante de endereço e renda do curador;

IV. Informações sobre a renda (extrato de renda do INSS), nos casos em que a instituição seja responsável no recebimento de benefício.

(7)

Rua: Voluntários da Pátria nº 44 – CEP: 15.104-040 – Engenheiro Schmidt – SP

Parágrafo Único: O idoso que depois de acolhido com grau I ou II de dependência evoluir para Grau III ficara sob responsabilidade da família e retornará para o convívio familiar.

CAPÍTULO VIII DOS ASSISTIDOS

Art. 27. O assistido contribuirá com a Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cassia, desde que tenha recursos para isso e respeitados os limites legais, de acordo com § 2º, do artigo 35, da Lei nº. 10.741/2003.

Art. 28. Em caso de internação hospitalar, fica a cargo do responsável ou da família, acompanhá-lo em todo o período em que estiver hospitalizado. Caso o idoso não tenha referência familiar, a Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cassia se encarregará durante este período, desde que não agrave o seu grau de dependência.

Art. 29. Em caso de óbito durante o período de permanência na Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cassia, a família (parente próximo ou responsável) será imediatamente comunicada para tomar as providências de preparação do funeral, bem como das despesas que ficarão a cargo dela. Caso o idoso não tenha referência familiar, a Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cassia se encarregará do funeral.

Art. 30. Para o bom andamento do atendimento, os moradores deverão observar as seguintes normas internas:

I. Os moradores poderão circular livremente nas dependências da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cassia, respeitando as alas feminina e masculina e as áreas reservadas;

II. Todos os moradores, contribuindo ou não para manutenção da entidade, terão direito ao tratamento digno e humanizado.

III. Os moradores deverão respeitar os horários e normas de asseio e higiene da Instituição.

IV. As refeições serão tomadas no refeitório, salvo em caso de alguma doença restritiva ou de impossibilidade de locomoção.

V. Os moradores que tiverem boas condições de saúde poderão ausentar-se da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cassia, devidamente acompanhados pelo responsável ou desacompanhados desde que esteja pactuado no seu PIA- Plano Individual de Atendimento. Toda saída do idoso da OSC deverá ser comunicada previamente pelo familiar/responsável.

(8)

Rua: Voluntários da Pátria nº 44 – CEP: 15.104-040 – Engenheiro Schmidt – SP

VI. Não é permitido aos moradores manter medicações em seu poder. Toda e qualquer medicação será fornecida, de acordo com as prescrições médicas.

Art. 31. São normas aplicáveis aos familiares ou responsáveis pelos idosos acolhidos:

I. Será considerado família ou responsável do morador, toda a pessoa que fizer o acolhimento do mesmo, além de assinar o termo de responsabilidade;

II. Para que haja o acolhimento, é necessário trazer previamente toda a documentação do idoso (Registro de Nascimento ou Certidão de Casamento, RG, CPF, Título de Eleitor, Carnê de aposentadoria, CTPS), além de relatório médico completo sobre a situação da saúde do acolhido;

III. O cartão do benefício do idoso poderá ficar sob a responsabilidade do próprio idoso, de sua família ou da instituição, enquanto este permanecer no Lar;

IV. A família poderá levar o idoso para sua casa, visando o convívio familiar, sendo responsável pelos cuidados com medicamentos, alimentação e higiene conforme orientação recebida, devendo avisar a instituição com antecedência e assinar o termo de responsabilidade na saída;

V. O responsável pelo idoso deverá participar de todas as atividades e reuniões, quando convocado;

VI. Todo o atendimento de saúde especializado como: exames médicos especializados, medicamentos fora do alcance da instituição e acompanhamento será de responsabilidade da família, tendo que comparecer ao Lar imediatamente, assim que convocado;

VII. Fica sob a responsabilidade exclusiva da família as despesas com funeral do idoso;

VIII. As necessidades extras dos moradores não constantes no contrato firmado deverão ser atendidas pelos familiares e/ou pelo próprio idoso.

CAPÍTULO IX

DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA

Art. 32. Compete à Administração da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cassia:

I. Regulamentar o horário de trabalho dos funcionários, providenciando a escala de revezamento de forma a haver sempre substituto para realizar os serviços;

(9)

Rua: Voluntários da Pátria nº 44 – CEP: 15.104-040 – Engenheiro Schmidt – SP

II. Providenciar os gêneros alimentícios e os medicamentos dos assistidos fornecidos pela Rede Pública;

III. Providenciar os medicamentos dos assistidos fornecidos pela Rede Pública;

IV. Manter o cardápio de acordo com determinações da Nutricionista;

V. Relatar ao Diretor Presidente ou ao Diretor Médico qualquer incidente grave;

VI. Em caso de óbito de algum assistido, a Diretoria, coordenação e o Departamento de Serviço Social deverão ser imediatamente comunicados para as providências de sepultamento, de acordo com o Art. 9º deste Regimento.

CAPÍTULO X DOS FUNCIONÁRIOS

Art. 33. O funcionário deverá observar seu horário de trabalho, marcando seu ponto de acordo com a Lei e cumprindo rigorosamente as funções de seu cargo.

§ 1º. São deveres e obrigações dos funcionários:

I. Pontualidade e compromisso com suas tarefas;

II. Quando estiver impossibilitado de comparecer a sua jornada de trabalho, comunicar-se com antecedência à Direção;

III. Fazer uso de roupas, jalecos ou uniformes completos (quando fornecidos pela OSC), sempre limpos e com boa aparência; Os funcionários deverão vestir-se adequadamente, evitando usar roupas que possam causar constrangimento aos assistidos ou a seus colegas;

IV. Manter em serviço atitude correta, respeitosa e digna, em relação aos idosos, superiores e colegas;

V. Executar e desenvolver o seu trabalho de acordo com o manual de normas e rotinas estabelecidas;

VI. Responsabilizar-se pelos materiais que lhe forem confiados;

VII. Acolher os visitantes com urbanidade e carinho.

§ 2º. O horário e as eventuais escalas de revezamento serão pré-determinados e poderão ser modificados conforme as necessidades da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cassia, de acordo com a Lei e prévio entendimento com os funcionários.

Art. 34. Os funcionários são responsáveis pelo asseio em seu setor de trabalho, bem como pela ordem e controle de tudo que lhes for confiado em razão de sua função, inclusive pelo sigilo das informações a que tiverem acesso.

(10)

Rua: Voluntários da Pátria nº 44 – CEP: 15.104-040 – Engenheiro Schmidt – SP

Art. 35. Quaisquer dúvidas relativas às funções dos funcionários serão levadas para decisão da Coordenadora a qual comunicará a Diretoria para providências cabíveis.

Art. 36. O funcionário não poderá receber visitas nem fazer uso de telefone durante o horário de serviço, a não ser em casos de urgência, sendo os recados anotados e transmitidos posteriormente.

Art. 37. Somente o(a) Enfermeiro(a) responsável pelo Setor de Enfermagem, ou quem este indicar em sua ausência, poderá dar informações quanto ao estado de saúde dos assistidos.

Art. 38. Os funcionários não poderão deixar o local de trabalho portando objetos de propriedade da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cassia e ou dos idosos. Quaisquer objetos ou eventuais presentes oferecidos aos funcionários pelos assistidos deverão ser registrados no Livro de Intercorrências, sob pena de incorrer em infração grave.

§ 1º. Fica ainda estritamente proibido qualquer negociação dentro e fora da instituição que promova a compra e ou troca entre os idosos e funcionários.

§ 2º. Fica proibido aos funcionários prestarem quaisquer que sejam, serviços de estética e ou cuidados pessoais com ganhos financeiros e ou qualquer outro tipo de recompensa.

Art. 39. É proibido o acesso de funcionários ou estranhos aos setores não autorizados, previamente identificados.

Art. 40. Os funcionários responsáveis por Setores de Atendimento Especial a Idosos deverão obedecer rigorosamente aos procedimentos próprios de cada assistido, não deixando que lhes falte medicamentos, alimentação adequada, água e higiene.

CAPÍTULO X DOS VOLUNTÁRIOS

Art. 41. Os Voluntários, após assinarem o Termo de Voluntariado, devem procurar seus respectivos responsáveis para iniciarem suas atividades, observando as disposições legais e as regras deste Regimento Interno e do Estatuto.

Parágrafo Único: Os voluntários deverão exercer suas atividades exclusivamente nos setores e horários determinados pela Administração, nas condições estabelecidas no termo de voluntariado.

Art. 42. O trabalho voluntário prestado à Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cássia obedecerá ao determinado pela Lei Federal nº 9.608/98, a saber:

(11)

Rua: Voluntários da Pátria nº 44 – CEP: 15.104-040 – Engenheiro Schmidt – SP

I. A atividade não será remunerada;

II. O serviço não gerará vínculo empregatício, nem obrigação de natureza trabalhista previdenciária ou afim;

III. O prestador do serviço voluntário poderá ser ressarcido pelas despesas que comprovadamente realizar no desempenho das atividades voluntárias, desde que autorizadas previamente pela equipe técnica ou coordenação;

IV. Os empregados contratados para atuar junto a Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cássia poderão atuar como voluntários e, serão regidos inclusive pelo Estatuto e pelo Regimento Interno e demais normas da Instituição.

Art. 43. Os voluntários serão sempre bem-vindos à Entidade, porém a forma de exercer suas atividades será combinada previamente com a Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cássia, obedecidas as disposições legais disciplinadoras desse trabalho e mediante as seguintes condições:

I. O candidato a voluntário será entrevistado pelo administrador ou por funcionário por este designado, para a avaliação de sua proposta de trabalho, que será registrada em ficha própria;

II. O voluntário deverá assinar termo de trabalho voluntário;

III. O termo de voluntariado poderá ser rompido a qualquer momento pela parte interessada, desde que a parte contrária seja comunicada com antecedência mínima de 48 horas.

CAPÍTULO XI DAS VISITAS

Art. 44. Todo visitante deverá colocar seu nome de forma legível e assinatura no Livro de Visitas da Recepção.

Art. 45. O quadro de horários de visitas aos idosos deve ser rigorosamente respeitado, devendo ocorrer de Segunda a Sábado, das 14h30min às 16h30minh.

§ 1º. Somente em casos excepcionais será permitida a visita fora do horário, com autorização da Administração.

§ 2º. A Administração poderá proibir visitas que julgar inoportuna ou inconveniente.

Art. 46. As visitas pela comunidade e familiares poderão ser realizadas de segunda a sábado e os domingos serão reservados apenas para visita familiar, conforme estabelecido pela Administração em aviso exposto na portaria, devendo os visitantes

(12)

Rua: Voluntários da Pátria nº 44 – CEP: 15.104-040 – Engenheiro Schmidt – SP

ser recebidos em local próprio ou indicado pela entidade, sendo expressamente proibido aos visitantes o acesso às áreas restritas sem autorização.

§ 1º. Os visitantes serão identificados e assinarão o livro de visitas existente na portaria da entidade.

§ 2º. Somente em casos excepcionais, ou na impossibilidade de locomoção do interno, as visitas poderão ser feitas em seu dormitório, situação em que deverá ser controlado o número de visitantes em respeito aos companheiros de quarto e ao horário fixado pela Administração.

§ 3º. É vedada qualquer doutrinação de cunho religioso ou político, inclusive a distribuição de folhetos, cartazes e outros materiais afins.

§ 4º. Os visitantes devem se apresentar com vestimenta adequada e comportar-se de forma apropriada, a fim de não causar transtornos ou constrangimentos aos residentes, sendo-lhes vedado sentar-se nas camas, bem como manusear os pertences dos idosos.

§ 5º. Todos os alimentos trazidos pelos visitantes deverão ser apresentados aos responsáveis da cozinha, sendo vedada a sua distribuição direta aos residentes, independentemente de seu parentesco com os visitados.

§ 6º. Toda e qualquer informação acerca da saúde do morador será prestada pelos técnicos responsáveis.

§ 7º. As visitas de crianças serão permitidas desde que estejam acompanhadas de seus responsáveis e permaneçam junto aos mesmos durante todo o tempo da visita.

CAPÍTULO XII

DISPOSIÇÕES GERAIS E FINAIS

Art. 47. O silêncio noturno será das 20h45min às 06h00min horas, devendo ser respeitado por todos, para o bem comum. Em casos específicos o horário poderá se estender até às 22 horas desde que esteja combinado no PIA – Plano Individual de Atendimento e estejam em lugares que não atrapalhe o descanso dos demais moradores.

Art. 48. O respeito e a atenção para com os assistidos são obrigação da Diretoria, dos funcionários, voluntários e visitantes.

Art. 49. É proibido fumar dentro da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cassia, exceto aos assistidos que não conseguirem deixar este hábito, que poderão fumar em local destinado a este fim.

Art. 50. Os veículos de propriedade da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cassia são de uso exclusivo para serviços do próprio Lar, sendo que qualquer exceção deverá ser resolvida pela Diretoria.

(13)

Rua: Voluntários da Pátria nº 44 – CEP: 15.104-040 – Engenheiro Schmidt – SP

Parágrafo Único. A limpeza e manutenção dos veículos são de responsabilidade do Motorista.

Art. 51. Considerando que não foram encontrados, pela atual diretoria, registros de associados da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cassia até a leitura e aprovação deste Regimento Interno, ficam os associados anteriores obrigados a cumprir integralmente o que prevê este Regimento Interno, para se considerar associado da entidade, passando a computar sua associação à entidade, a data de registro atual.

Art. 52. Os casos não previstos neste Regimento Interno serão resolvidos pela Diretoria, que poderá determinar alterações no mesmo, sempre que entender necessário ao bom funcionamento da Associação e Oficina de Caridade Santa Rita de Cassia.

Parágrafo Único. Em caso de urgência, as ocorrências poderão ser resolvidas pela Administração, sendo imediatamente submetidas à apreciação da Diretoria.

Art. 53. Enquanto não for aprovado Regimento Interno específico do serviço de acolhimento para idosos, este Regimento Interno possui abrangência em relação à entidade e ao serviço de acolhimento para idosos – Lar de Schmidt.

Art. 54. Este Regimento Interno entrará em vigor na data de 18 de maio de 2019.

São José do Rio Preto, 18 de Maio de 2019.

__________________

Rita Oczkowski Presidente

__________________________

Dr. Edivaldo Antonio Rezende

Imagem

Referências

temas relacionados :