Reconhecimento do Curso de Ciências Contábeis, ministrado pela Faculdade de Ciências Humanas de Aracruz, instalada em Aracruz - ES.

Texto

(1)

M I N I S T É R I O D A E D U C A Ç Ã O C O N S E L H O F E D E R A L D E E D U C A Ç Ã O

INTERESSADO/MANTENEDORA

FUNDAÇÃO SÃO JOÃO BATISTA

UF

ES

ASSUNTO:

Reconhecimento do Curso de C i ê n c i a s C o n t á b e i s , m i n i s t r a d o p e l a Faculdade de C i ê n c i a s Humanas de A r a c r u z , i n s t a l a d a em Aracruz - ES.

RELATOR: SR. CONS. Ib Gatto F a l c ã o

PARECER Nº 797/93 CÂMARA ou COMISSÃO

CESu

1 - RELATÓRIO

APROVADO EM: 09/12/93

PROCESSO N ° 2 3 0 1 5 . 0 0 1 4 3 1 / 9 2 - 1 1

O D i r e t o r d a F u n d a ç ã o São J o ã o B a t i s t a - E S e n c a - m i n h a a e s t e C o n s e l h o p e d i d o d e r e c o n h e c i m e n t o d o c u r s o d e C i ê n - c i a s C o n t á b e i s , m i n i s t r a d o p e l a F a c u l d a d e d e C i ê n c i a s d e Ara - c r u z , i n s t a l a d a e m A r a c r u z - E S .

0 c u r s o f o i a u t o r i z a d o a f u n c i o n a r p e l o D e c r e t o n º 9 7 . 7 7 0 , d e 2 2 / 0 5 / 8 9 , n o s t e r m o s d o P a r e c e r CFE n º 6 5 0 / 8 8 , c o m 8 0 v a g a s t o t a i s a n u a i s , d i s t r i b u í d a s e m d u a s t u r m a s d e 4 0 a l u n o s c a d a .

P e l a P o r t a r i a n º 31/93-SESu/MEC, f o i d e s i g n a d a C o m i s s ã o V e r i f i c a d o r a c o m p o s t a p e l o s p r o f e s s o r e s : MÁRIO DE OLI- VEIRA AZAMBUJA da U n i v e r s i d a d e F e d e r a l de S a n t a C a t a r i n a , A L B E R - TO ALMADA RODRIGUES da U n i v e r s i d a d e F e d e r a l do R i o de J a n e i r o , e a TAE SANDRA MARÇAL DA SILVA, da DEMEC/ES, p a r a v e r i f i c a r as con- d i ç õ e s d e f u n c i o n a m e n t o p a r a o r e c o n h e c i m e n t o d o c u r s o e a p r e - s e n t a r r e l a t ó r i o c o n c l u s i v o .

Com b a s e n o s d a d o s c o n s t a n t e s n o s a u t o s , n o r e - l a t ó r i o d a C o m i s s ã o V e r i f i c a d o r a , n a i n f o r m a ç ã o d a CAE/CFE n o a t e n d i m e n t o a o D e s p a c h o I n t e r l o c u t ó r i o d e s t e R e l a t o r , a c h a - s e o p r o c e s s o e m c o n d i ç õ e s d a a n á l i s e c o n c l u s i v a .

(2)

1. DADOS SOBRE A MANTENEDORA

1.1. Condições Jurídicas e Regularidade Fiscal Parafiscal

A Fundação São João Batista, entidade jurídica de Direito Priva- do, tem sua sede e Foro na cidade de Aracruz, Estado do Espírito Santo, e rege-se pelo seu Estatuto, constituído de bens livres e Fundo Social inicial ou Patrimônio constante da Escritura Públi- ca de doação e instituição lavrada às fls. 139 a 146 do Livro 6-A no Cartório do 2º Ofício de Aracruz.

A Comissão Verificadora atesta a regularidade jurídica, fiscal e parafiscal da mantenedora.

1.2. Situação Econômico-Financeira

Balanços Patrimoniais dos dois últimos exercícios revelam os se- guintes indicadores:

ITENS / EXERCÍCIOS 1990 1991 - Índice de Liquidez (Geral) 11,95 20,22 - Grau de Endividamento 0,001 0,002 - Grau de Imobilização 0,98 0,95 - Patrimônio Líquido (Em Cr$ 1.000,00)* 3.803.043 4.479.446

- Ativo Permanente (Em Cr$ 1.000,00)* 3.747.476 4.294.840 (*) A preços de OUT/92

Pelas demonstrações de resultados do biênio considerado observa- -se que:

- As anuidades e taxas representaram em media 8% da receita to- tal.

- A despesa com pessoal docente ficou em torno de 2% da receita total.

1.3. Estabelecimentos de Ensino Mantidos

A Fundação São João Batista mantém a Faculdade de Ciências Huma- nas de Aracruz que ministra o seguinte curso:

. Ciências Contábeis (Aut.) - 80 vagas 2. DADOS SOBRE A ESCOLA/CURSO

2.1. Infra-estrutura física

ITENS / EXERCÍCIOS - Índice de Liquidez (Geral)

- Grau de Endividamento - Grau de Imobilização

- Património Líquido (Em Cr$ 1.000,00)*

- Ativo Permanente (Em Cr$ 1.000 00)*

1990 11,95

0,001 0,98 3.803.043 3.747.476

1991 20,22

0,002 0,95 4.479.446 4.294.840

(3)

As instalações estão assim caracterizadas nos autos:

"A utilização do prédio da Fundação São João Batista, situada à Rua Prof. Berilo dos Santos, 180, mantenedora da Faculdade de Ciências Humanas de Aracruz, está distribuída da forma, confor- me descrição do projeto arquitetônico,sintetizado abaixo, utili- zando os dois pavimentos.

- Piso térreo:

1. Auditório

. Destina-se para comemorações variadas, palestras, projeção de slaides, etc.

2. Dependências administrativas . Hall de entrada

Pela Rua Prof. Berilo Basílio dos Santos, 180 . Secretaria I

Destina-se ao atendimento do público em geral, pela mentene- dora.

. Secretaria II

Destina-se ao atendimento ao público em geral, alunos, pro- fessores da FACHA.

. Banheiro, sanitários e sauna

Uso dos funcionários e ou visitantes.

3. Laboratórios, e biblioteca 4. Cozinha

5. Salas de aula - 12 unidades 6. Sala para professor

7. Sanitários: masculinos x femininos 8. Almoxarifado

- Piso superior

1. Salas de aula - 11 unidades 2. Sala de computação - 01 unidade 3. Sanitários: masculinos x femininos"

Sobre este item, a Comissão comenta:

"A Biblioteca, Laboratório e instalações gerais encontram-se na

(4)

situação relatada nos parágrafos anteriores, não destacou a Comis- são Verificadora nenhuma lacuna necessária para o bom funcionamen- to da Faculdade: não ocorrendo nenhuma providência urgente a ser tomada. Também, não detectou a Comissão Verificadora, nenhum se- tor ou áreas carentes".

2.2. Biblioteca

Assim consta nos autos:

A biblioteca da "FACHA" está situada numa área total de 18 2,29m2, e possui o seguinte acervo: 1.194 títulos - livros específicos ,

3.130 exemplares. Total de periódicos:23 - 17 periódicos especia- lizados, com assinatura vigente e 6 periódicos com assinaturas in- terrompidas.

Sobre este item, a Comissão assim se expressa:

"Biblioteca - Os livros existentes, conforme relação constante do processo e da listagem adicional ora juntada ao presente r e l a t ó -

rio (ANEXO III), atendem, em princípio, a demanda do alunado e o seu conteúdo abrange o programa das disciplinas. Os periódicos e xistentes constam de outra listagem (ANEXO IV) também, ora anexa- do, a este relatório.

A Bibliotecária responsável é profissional legalmente habilitada.

A Fundação Mantenedora dispõe de recursos orçamentários para aqui sições futuras, mantendo, assim, o acervo permanentemente atuali- zado. O serviço de catalogação e de classificação do acervo bi- bliográfico, com -a implantação do sistema computadorizado será ime- diatamente informatizado. As instalações da Biblioteca são no mo- mento apropriadas, estando prevista a sua mudança quando da ampli- ação e reforma do prédio, ocasião que o alunado poderá vir a dis- por de maior número de mesas para a consulta de livros. O horário de funcionamento da Biblioteca ê das 15:00 às 22:00 horas. A atua lização do acervo da Biblioteca far-se-á pela aquisição de livros indicados na Bibliografia de todas as disciplinas e, facultativa- mente, de obras afins.

A ampliação da área de funcionamento da Biblioteca oferecerá um melhor atendimento simultâneo com instalações apresentando maior conforto para o alunado".

2.3. Laboratórios

Sobre este item, a Comissão informa:

(5)

- Existem 1.194 títulos-livros específicos e 3.130 exemplares,na Biblioteca da Faculdade;

- Existem 17 periódicos especializados, com assinatura corrente e, 6 periódicos com assinaturas interrompidas, na Biblioteca da Faculdade.

Alunado (Situação atual)

- Sob o ponto de vista global, o alunado da Faculdade assim se a presenta:

a) índice de frequência às aulas

No mês de março de 1993, o índice é excelente conforme a Co - missão Verificadora constatou "in loco" e através da contagem

física em comparação com o livro de chamada, por amostragem.

b) Não foi possível apurar índice de aproveitamento escolar,pois as aulas tiveram início em 19 de março, do corrente ano.

c) O alunado participou de todas as reuniões dos órgãos Colegia- dos da Faculdade realizadas, no corrente exercício, sendo três da Congregação e duas do Conselho Departamental.

d) Existe uma participação efetiva do alunado no Diretório Acadê- mico.

Registros escolares (Situação atual)

a) Os registros acadêmicos encontram-se em ordem, arquivados a- dequadamente e de fácil consulta.

b) Os diários de classe e demais registros encontram-se controla dos e atualizados.

c) Existe rápida facilidade de acesso dos usuários às informações a eles destinadas.

d) O Corpo Administrativo da Faculdade está composta do Vice-Di- retor, que é empregado, da Secretaria; dois auxiliares de Se- cretaria; duas Bibliotecárias diplomadas; três serventes; um vigilante; todos plenamente qualificados e idóneos para as

funções que estão exercendo.

- A Comissão Verificadora não encontrou falhas de ordem adminis- trativa na Faculdade.

Corpo Docente (Situação atual)

Sob o ponto de vista global em relação às atividades desenvolvi- das, a situação atual do corpo docente que atua na Faculdade as-

(6)

sim se apresenta:

a) A qualificação Acadêmica-profissional do professorado é de al- to nível.

O curso está funcionando normalmente; conforme referido ante- riormente, existe uma interação aluno professor,, e ambos mani- festaram a satisfação pelos resultados alcançados.

- Em se tratando de Faculdade que ainda não diplomou a primei- ra turma não foram até a presente data desenvolvidas ativida- des de pesquisas.

- Ainda não se desenvolveram atividades de extensão "Strito Sensu". Contudo, a Faculdade tem promovido seminários e pales- trás sobre temas de interesse do ensino.

b) Segundo as informações prestadas por alunos da Faculdade na entrevista que a Comissão Verificadora com eles mantiveram,os professores são assíduos, e não chegam atrasados em sala de

aula, e participam das atividades programadas pela Faculdade e das reuniões dos órgãos Colegiados.

- A admissão dos professores parte da apresentação do "Curri- culum Vitae" do candidato, que é examinado pela Direção e pe- lo Conselho Departamental.

Considerado habilitado, a aprovação do seu nome é submetido à Congregação que após homologação do docente, encaminha-o atra- vés da direção, à DEMEC-ES, para autorização.

Cumpridas essas etapas e com o parecer da Delegacia, o docen- te é contratado pela mantenedora.

- Não existem docentes pouco qualificados na Faculdade.Os cri- térios adotados têm sido de substituir, de imediato, o profes- sor que se revela não ter condição pedagógica e de empatia com alunos ou revelar outras situações incompatíveis com a ativi- dade docente.

Organização e Gerência

- A Mantenedora funciona no mesmo prédio, o que facilita, em muito, o relacionamento dela com a direção da Faculdade e com os seus órgãos Colegiados inclusive quanto ao controle que ca- be exercer.

- O relacionamento observado pela Comissão Verificadora entre:

a) Diretoria e alunos é o melhor possível;

(7)

b) Igualmente parece excelente o da direção e professores;

c) Direção e mantenedora parese ser harmônica;

d) Direção e DEMEC considerada ótima;

e) Há perfeita interação professor-aluno.

- Os Colegiados da Faculdade são a Congregação. Conselho Departa- mental e os Departamentos que estão todos funcionando.

a) Quanto às reuniões realizadas, a sua periodicidade é estabele- cida no regimento;

b) As reuniões são realizadas com a presença dos seus membros,in- clusive a representação do alunado;

c) Dentre os assuntos abordados na Congregação ocorreu a análise de currículos, do exame de currículos de candidatos a profes- sores, a qualidade do processo ensino-aprendizagem, licença pa- ra afastamento de professor com o objetivo de cursar Pós-Gra- duação na UFES e, no Conselho Departamental, tratou-se de trei- namento para professores e adaptação de currículos.

- A Coordenação é didático-pedagógica assim se expressa:

a) A composição da Congregação é constituída pelo Diretor que é seu Presidente; Vice-Diretor, pelo Representante do Corpo Do- cente; pelo Representante da Entidade Mantenedora; por um Re- presentante da Comunidade e por um Representante do Corpo Dis-

cente.

O Conselho Departamental é composto do Diretor, que é o Presi- dente; pelo Vice-Diretor; pelo Chefe de Departamentos e por um Representante do Corpo Discente.

Os Departamentos são compostos pelos professores que os inte- gram, sendo um escolhido o Chefe do Departamento.

b) Não existem quaisquer dificuldades no relacionamento na Facul- dade, no aspecto didático-pedagógico".

-"Histórico e prospectiva

- Não ocorreram até a presente data fatos de natureza corretiva, seja de assessoramento especial, sindicância, inquérito, inter- venção e qualquer outra espécie durante o período de funcionamen- to da Faculdade.

- A Comissão Verificadora foi informada pelos dirigentes de que não ocorrem problemas de qualquer natureza, sejam pedagógicas e gerenciais.

(8)

- Na percepção dos alunos, professores e dirigentes a avaliação da atuação da Faculdade em seus resultados é totalmente satisfa- tória.

- Não foram detectadas disfunções que pudessem afetar a susten- tação e o desenvolvimento da Faculdade e seus objetivos".

3. DADOS SOBRE O CURSO 3.1. Funcionamento

O curso de Ciências Contábeis foi autorizado a funcionar pelo De creto nº 97.770, de 22/05/89, nos termos do Parecer CFE nº 650/88 com 80 vagas totais anuais, distribuídas em duas turmas de 40 a- lunos cada.

O curso funciona no turno noturno;

O Regime de matrícula e o seriado semestral;

Sobre o alunado a Comissão informa:

"Tamanho das turmas formadas (número maior e menor de alunos no admitidos).

- Posição em dezembro de 1992.

A maior turma de 40 alunos e a menor turma de 2 8 alunos.

Alunado (Situação atual)

a) Sob o ponto de vista global, o índice de frequência às aulas, no ano de 1992, foi:

Matrícula / Rematrícula - Concluintes do período

1ºSem/92 1ºPeríodo A = 40 alunos - 39 1ºPeríodo B = 40 alunos - 40 3ºPeríodo A = 35 alunos - 35 3ºPeríodo B = 35 alunos - 35

5ºPeríodo Única=30 alunos 28 T O T A L 180 alunos

2ºSem/92 2ºPeríodo A = 38 alunos - 38 2ºPeríodo B = 37 alunos - 37 4ºPeríodo A = 34 alunos - 34 4ºPeríodo B = 31 alunos - 31 6ºPeríodo Única=28 alunos - 28

T O T A L 168 alunos OBSERVAÇÃO: Transferidos: 01

Desistentes : 11

(9)

ANO 1990 1991 1992

VAGAS 80 80 80

CANDIDATOS 378 112 137

Matrícula / Rematrícula - Concluintes do Período 1º Sem/93 1º Período A = 40 alunos + 02 (remanescentes)

1º Período B = 40 alunos 3º Período A = 38 alunos 3º Período B = 3 7 alunos 5º Período A = 34 alunos 5º Período B = 31 alunos 7º Período Única=28 alunos

T O T A L 248 alunos

1992 Evasão detectada: 22,5%

Aproveitamento do aluno 77,5%

b) Sob o ponto de vista global, o índice de aproveitamento esco- lar do alunado.

No ano de 1992, a população escolar assim se apresenta:

Matrícula / Rematrícula = 180 alunos Desistentes = 11 alunos Transferidos' = 01 aluno

1º Semestre de 1992: .04 alunos de reprovação total, passando a repetente;

.44 alunos de reprovação por disciplinas (dependentes parciais).

Índice de aproveitamento do período:..97,62%

2º Semestre de 1992: .06 alunos de reprovação total passando a repetente;

.23 alunos de reprovação por disciplina (dependentes parciais).

índice de aproveitamento do período:..96,43%".

Os dados relativos aos vestibulares realizados e movimentação de matrículas, seguem nos quadros abaixo.:

RELAÇÃO CANDIDATOS/VAGAS - VESTIBULARES

(10)

3.2 Organização Curricular

O curso tem uma carga horária de 2700 h/a, acrescidas de integra- lizáveis em 4 anos, distribuídas em 8 semestres. Excepcionalmente, poderá ser concluído em 8 anos.

A Organização Curricular integra o QUADRO I deste Parecer.

0 Currículo Pleno recebeu a seguinte apreciação da Comissão.

. Currículo Pleno

" A grade curricular, além de preencher os requisitos mínimos es- tabelecidos pelo Conselho Federal de Educação, demonstra um avan- ço na distribuição e escolha das disciplinas complementares.

A inclusão do Estágio Supervisionado conjugado com as discipli - nas de Técnicas Comercial I e II é de grande utilidade para o a-

lunado.

Além disso, a ênfase dada à Informática dá uma medida da visão da Faculdade para o mercado de trabalho do Contador.

O escalonamento das disciplinas do currículo é coerente em sua sequência.

O conteúdo programático está compatível com a denominação da dis- ciplina,

As ementas foram reformuladas e constam do ANEXO I e expressam adequadamente a síntese do conteúdo programático da disciplina.

- Os diários de classe, examinados pela Comissão Verificadora, espelham com clareza o conteúdo das aulas ministradas, relativas â disciplina correspondente.

A tarefa do acompanhamento da execução de cada disciplina é da responsabilidade do Chefe do Departamento de Ciências Contábeis e Disciplinas Afins".

3.3. Corpo Docente

O corpo docente do curso é constituído por 31 professores com o seguinte perfil:

MOVIMENTO DE MATRÍCULA ANOS

1990 1991 1992

MATRÍCULAS 91

140 179

TRANSFERÊNCIAS EXPEDIDAS RECEBIDAS

04

02 01 01

EVADIDOS 31 33 04

(11)

- com Mestrado 02 - com Pós-Graduação 19

- cursando Pós-Graduação 02

- com Graduação 08 A relação do Corpo Docente integra o QUADRO II deste Parecer.

Sobre o Corpo Docente, assim se expressa a Comissão:

" O Corpo Docente em exercício na Faculdade, com a indicação do nome do professor da disciplina a que está alocado e a qualifi- cação técnica-profissional, consta do Anexo I.

A Comissão Verificadora constatou que a qualificação técnica-pro- fissional dos professores em exercício ê condizente com a disci- plina que está lecionando.

O Curso da Faculdade funciona à noite e, como tal, o tempo do professor corresponde ao horário noturno de funcionamento, a par- tir de 18 horas e 30 minutos.

Os professores em exercício apresentam-se qualificados para o ma gistério das disciplinas para as quais são responsáveis.

A Comissão não constatou professores pouco qualificados ou sem disponibilidade de tempo para cumprir o horário noturno, não ha- vendo ocorrência de disciplinas em que professores não se apre - sentassem suficientemente qualificados e disponíveis.

Aleatoriamente escolhidos, a Comissão Verificadora entrevistou professores e alunos,ouvindo seus depoimentos e questionamentos,

sobre os aspectos acima abordados, recebendo de todos informações favoráveis.

Cabe salientar que em sua maioria os professores possuem Pós-Gra- duação, havendo casos de conclusão de curso de Mestrado, conforme se pode ver no citado Anexo I".

4. Apreciação Final da Comissão Verificadora

A Comissão conclui seu relatório com Parecer favorável ao Reconhecimen- to do Curso,

II VOTO DO RELATOR

Diante do exposto, vota o Relator pelo Reconhecimento do Curso de Ciên- cias Contábeis, ministrado pela Faculdade de Ciências Humanas de Ara- cruz, mantido pela Fundação São João Batista - ES, com 80 (oitenta)va gas totais anuais, distribuídas em 2 (duas) turmas de 40 (quarenta) a

(12)

QUADRO I

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

1º PERÍODO 199

1. Língua Portuguesa 2. Matemática I

3. Contabilidade 4. Estatística I

5. Introdução â Economia 2º PERÍODO 199__

1. Matemática II

2. Contabilidade Geral II 3. Estatística II

4. Direito

5. Legislação Social I

6. Est.Problemas Brasileiros I.

3º PERÍODO 199 1. Estatística III

2. Est.Problemas Brasileiros II.

3. Contabilidade Comercial I...

4. Teoria Microeconômica I ....

5. Teoria Macroeconômica I ....

6. Legislação Social II 7. Matemática III

4º PERÍODO 199

1. Contabilidade Comercial II . 2. Teoria Microeconômica II ...

3. Teoria Macroeconômica II ...

4. Sist.Métodos Administrativos 5. Técnicas Comerciais I

nº DE CRÉDITOS

. . 04 . . 04 . . 04 . . 04 04

. . 04 . . 04 . . 04 . . 04 . . 04

04

. . 04 . . 04 . . 04 . . 04 04

. . 04 04 . . 04 . . 04 04

CARGA A/P 60h 60h 60h 60h 60h

60h 60h 60h 60h 60h 30h

60h 30h 60h 60h 60h 60h 60h

60h 60h 60h 60h 60h

HORÁRIA

A/D MÉDIA FINAL

- - - -

- - - - -

- - - - -

-

- - - -

(13)

O Curso possui uma carga horária de 2700 h/a acrescidas de 60 h/a de EPB e 60 h/a de EF, perfazendo um total de 2820 h/a.

QUADRO I (cont.)

nº DE ÉDITOS

04 04 04 04 04

04 04 04 04 04

04 04 04 04 04 04

04 04 04

0 4

08

C A R G A H O R Á R I A A / P A / D

60h 60h 60h 60h 60h 30h

60h 60h 60h 60h 60h 30h

60h 60h 60h 60h 60h 60h

60h 60h 60h 60h 240h

MÉDIA FINAL

- - - - - -

- _ - - _

-

- -

-

-

_ - -

5º PERÍODO 199 CR 1. Técnicas Comerciais II

2. Direito Tributário I

3. Teoria G. de Administração ....

4. Estatística Aplicada

5. Contabilidade de Custos I 6. Educação Física I

6º PERÍODO 199_

1. Direito Tributário II

2. Contabilidade de Custos II ....

3. Sociologia

4. Processamento de Dados I

5. Auditoria e A.de Balanços I ...

6. Educação Física II 7º PERÍODO 199

1. Auditoria e A. de Balanços II..

2. Planejamento C. Tributário ....

3. Processamento de Dados II 4. Teleprocessamento

5. Sistema Securitário Nacional ..

6. Prática Tributária 8º PERÍODO 199

1. Banco de Dados 2. Prática Tributária 3. Orçamento Empresarial

4. Elaboração e A. de Projetos ...

5. Estágio Supervisionado

(14)

QUADRO II CORPO DOCENTE 01. ADELIA B. NAVARRO P. M. DE LIMA

Disc. : Teoria Microeconômica

Tít. : Graduada em Engenharia Florestal - USP/SP Mestrado em Economia Agrária - USP/SP 02. ADRIANO JOSÉ LUGON

Disc. : Estatística Aplicada

Tít. : Graduado em Engenharia Química - UFRJ/RJ Graduado em Direito pela FADIC

Pós-Graduado em Engenharia de Qualidade UFES/ES 03. AFONSO FRANCISCO ZAMBOM DA SILVA

Disc. : Teoria Geral da Administração

Tít. : Graduado em Administração de Empresas - FACEC/ES Pós-Graduação em Planejamento Estratégico - PUC/MG 04. AMÁLIA C. DE LIMA

Disc. : Língua Portuguesa

Tít. : Graduada em Letras - UFES/ES

Pós-Graduação em Literatura Brasileira - PUC/MG 05. ANTONIO VIANA

Disc. : Contabilidade Geral

Tít. : Graduado em Ciências Contábeis, Administração de Empresas (*) 06. ANTONIO EUGÊNIO CUNHA

Disc. : Estatística

Tít. : Graduado em Engenharia Mecânica - UFES/ES 07. ANTONIO JOSÉ PEIXOTO MIGUEL

Disc. :: Teoria Microeconômica e Macroeconómica Tít. : Graduado em Engenharia Florestal - USP/SP

Mestrado em Economia Agrária - USP/SP 08. ARI CABRAL DA SILVA JUNIOR

Disc. : E.P.B.

Tít. : Graduado em Direito - FADIC/ES 09. CARLOS MAGNO PEREIRA

Disc. : Auditoria e Análise de Balanço / Planejamento Cont.Tributário Tít. : Graduado em Ciências Contábeis

Pós-Graduação em Contabilidade - PUC/MG

(15)

10. CLINTON MAIA RODRIGUES Disc. : Matemática

Tít. : Graduado em Matemática - UFES/ES Pós-Graduação em Matemática - PUC/MG 11. DOLORES DE FÁTIMA M. ZAMPERLINI

Disc. : Auditoria e Análise de Balanços Tít. : Graduada em Ciências Contábeis

Pós-Graduação em Contabilidade - PUC/MG 12. DORANDY XAVIER DA SILVA

Disc. :: Legislação Social / Sistema Securitário Nacional

Tít. : Graduada em Direito - Faculdade de Direito Cândido Mendes - Filosofia Pura (Seminário Santo Agostinho - Argentina) Música (Seminário Nossa Senhora Aparecida - SP)

Pós-Graduação em Direito Processual Civil - FADIC/ES

Pós-Graduação em Direito de Empresas - Fundação Dom Cabral PUC/MG

13. EDMILSON DE ABREU CARNEIRO

Disc. : Processamento de Dados / Teleprocessamento Tít. : Graduado em Engenharia Florestal - UF VIÇOSA

Pós-Graduação em Análise de Sistemas - FAESA/ES 14. EDVAN GUIDOTE RIBEIRO

Disc. : Teoria Geral da Administração

Tít. : Graduado em Administração de Empresas - FACEC/ES Pós-Graduação em Planejamento Estratégico - PUC/MG 15. FELOMENA MARIA SACARPATI

Disc. : Introdução à Economia

Tít. : Graduada em Administração de Empresas- FACEC/ES Pós-Graduação em Sociologia - PUC/MG

16. JOÃO ALVES CAMELO Disc. : E.P.B.

Tít. : Graduado em Direito - FADIC/ES 17. JOEL ALMEIDA FILHO

Disc. : Técnicas Comerciais

Tít. : Graduado em Ciências Contábeis - CACEC/ES e Letras - UFES/ES Pós-Graduação em Contabilidade - PUC/MG (cursando)

18. JOSÉ AUGUSTO DE A. SANTA'ANNA Disc. : Matemática

Tít. : Graduado em Matemática - UFES/ES Pós-Graduação em Matemática - PUC/MG

(16)

19. LIDIEL SILVA SCHERRER

Disc. : Planejamento Contábil Tributário / Prática Tributária Tít. : Graduado em Direito - FACEC/ES

Pós-Graduação em Direito do Estado - Instituto Nelson Abel de Almeida/ES

20. LEOPOLDINO VIEIRA

Disc. : Contabilidade de Custos

Tít. : Graduado em Ciências Contábeis - SEDES/ES

Pós-Graduação em Metodologia do Ensino Superior - SESN/RJ Cursando Pós-Graduação em Contabilidade - PUC/MG

21. LUIZ PAULO MIRANDA VAILLANT Disc. : Estatística Aplicada

Tít. : Graduado em Engenharia Química - UFRJ/RJ

Pós-Graduação em Engenharia de Qualidade - UFES/ES 22. MAGDA MARIA BARCELOS

Disc. : Educação Física

Títi. : Graduação em Educação Física - UFES/ES 23. MARIA LÚCIA DE SOUZA

Disc. : Língua Portuguesa

Tít. : Graduada em Letras - UFES/ES

Pós-Graduação em Literatura Brasileira - PUC/MG 24. MARIA LUIZA DEVENS

Disc. : Educação Física

Tít. : Graduada em Planejamento Educacional - ASOEC - RJ 25. MAURO BITTI LOUREIRO

Disc. : Contabilidade Comercial

Tít.. : Graduado em Ciências Contábeis - FACEC/ES Pós-Graduação em Contabilidade - PUC/MG Pós-Graduação em Direito Estado (cursando) 26. NELSON FRIGINI

Disc. : Direito Tributário / Prática Tributária

Tít. : Graduado em Administração de Empresas - UFES/ES Pós-Graduação em Administração Pública - FAESA/ES

*

27. PAULO AZEVEDO DE SOUZA

Disc. : Contabilidade Geral / Contabilidade Comercial

Tít. : Graduado em Ciências Contábeis e Administração de Empresas

(17)

28. PAULO JOSÉ SANTOS LINDOSO Disc. : Estatística

Tít. : Graduado em Engenharia Mecânica - UFES/ES 29. PAULO ROBERTO BATISTA

Disc. : Teoria Macroeconômica

Tít. : Graduado em Economia - UFES/ES

Pós-Graduação em MBA - em Finanças - PUC/RJ 30. SIDNEY M. RODRIGUES

Disc. : Estatística

Tít. : Engenharia Mecânica - UFES/ES

Pós-Graduação em Educação Escolar -FAESA/ES 31. WATSON DE ARAÚJO MONTEIRO

Disc. : Técnicas Comerciais

Tít. : Ciências Contábeis - FACEC - Letras - UFES/ES

Pós-Graduação em Contabilidade - PUC/MG (cursando)

(18)

IV - DECISÃO DA CÂMARA

O Plenário do Conselho Federal de Educação aprovou, por unanimidade, a conclusão da Câmara.

Sala Barreto Filho, em 9 de dezembro de 1993.

(19)

Imagem

Referências

temas relacionados :