ESTRATÉGIAS E ATUAÇÃO DA EMBRAPA ALGODÃO NO NORDESTE

27 

Loading.... (view fulltext now)

Loading....

Loading....

Loading....

Loading....

Texto

(1)

Eleusio Curvêlo Freire

Eleusio Curvêlo Freire

Chefe Geral Chefe Geral da da Embrapa AlgodãoEmbrapa Algodão

Palestra na Camara Federal – 26.08.2003

ESTRATÉGIAS E ATUAÇÃO DA

EMBRAPA ALGODÃO NO

(2)

CAMPOS EXPERIMENTAIS DA

CAMPOS EXPERIMENTAIS DA

EMBRAPA ALGOD

EMBRAPA ALGOD

Ã

Ã

O NO

O NO

NORDESTE

NORDESTE

Campina Grande

Campina Grande

Sede

Sede

Patos

Patos

PB

PB

Monteiro

Monteiro

PB

PB

Miss

Miss

ã

ã

o Velha e

o Velha e

Barbalha

Barbalha

CE

CE

(3)

ESTRAT

ESTRATÉÉGIAS DE ATUAGIAS DE ATUAÇÃÇÃO DAO DA EMBRAPA ALGOD

EMBRAPA ALGODÃÃO NO NORDESTEO NO NORDESTE

AGRICULTURA EMPRESARIALAGRICULTURA EMPRESARIAL

AAllgodgodããoo no Cerrado da Bahia no Cerrado da Bahia

AlgodAlgodãão no Cerrado do Piauo no Cerrado do Piauíí e e Maranh

Maranhããoo

AGRICULTURA FAMILIAR AGRICULTURA FAMILIAR

AlgodAlgodãão, sisal e oleaginosas noo, sisal e oleaginosas no

(4)

AGRICULTURA EMPRESARIAL - Algod

AGRICULTURA EMPRESARIAL - Algodãão noo no cerrado da Bahia e Maranh

cerrado da Bahia e Maranhããoo

ImportImportâânciancia::

89,4 mil h89,4 mil haa –– 53,3% 53,3% áárea do NErea do NE

112,3 mil t pluma - 86,6% da112,3 mil t pluma - 86,6% da produ

produçãção do NEo do NE

Parcerias: EBDA, FBA, FAPCENParcerias: EBDA, FBA, FAPCEN

AAçõções: Melhoramento, Manejo,es: Melhoramento, Manejo, Sementes, Irriga

Sementes, Irrigaçãção, Organizao, Organizaçãção dao da cadeia

cadeia

Pontos de atuaPontos de atuaçãção: BA o: BA –– 55 ; MA ; MA –– 2 ; PI 2 ; PI

(5)

ESTR

ESTR

Á

Á

TEGIAS - AGRICULTURA

TEGIAS - AGRICULTURA

FAMILIAR - ALGOD

FAMILIAR - ALGOD

Ã

Ã

O

O

Transfer

Transfer

ê

ê

ncia de tecnologias

ncia de tecnologias

UTD

UTD

s

s

Projeto COEP

Projeto COEP

mini-usinas

mini-usinas

Algod

Algod

ã

ã

o colorido

o colorido

(6)

ESTR

ESTRÁÁTEGIAS - AGRICULTURA FAMILIAR TEGIAS - AGRICULTURA FAMILIAR –– SISAL

SISAL, MAMONA, AMENDOIM, GERGELIM, MAMONA, AMENDOIM, GERGELIM

Projeto novo caririProjeto novo cariri

Projeto Projeto MassabielleMassabielle

MelhoramentoMelhoramento Mamona emMamona em Irece Irece-BA,-BA, Monteiro-PB

Monteiro-PB

Projeto Projeto biodieselbiodiesel

MelhoramentoMelhoramento oleaginosas para oleaginosas para o o Nordeste Nordeste e qualidade nutricional

e qualidade nutricional

Desenvolvimento de produtos alimentaresDesenvolvimento de produtos alimentares

SuplementaSuplementaçãção proto protééica de populaica de populaçõçõeses carentes

(7)

ATUA

ATUA

ÇÃ

ÇÃ

O

O

EMBRAPA

EMBRAPA

ALGOD

ALGOD

Ã

Ã

O NO

O NO

CERRADO

CERRADO

ImplantaImplantaçãção e gesto e gestãão do o do FundeagroFundeagro

Desenvolvimento de 2 cultivares deDesenvolvimento de 2 cultivares de algod

algodããoo

MIP com reduMIP com reduçãção dos custos em 38,8o dos custos em 38,8 % e

% e –– 5 aplica 5 aplicaçõçõeses

Produtividade Produtividade do do algodalgodãão na Bahia o na Bahia == 3.210 kg/ha

3.210 kg/ha –– 393% 393% acima da acima da mediamedia do

(8)
(9)
(10)

TRANSFER

TRANSFER

Ê

Ê

NCIA DE

NCIA DE

TECNOLOGIAS

TECNOLOGIAS

UTD

UTD

S

S

Parceria com BN-

Parceria com BN-

Fundeci

Fundeci

Estados com atua

Estados com atua

çã

çã

o: PB, CE , RN

o: PB, CE , RN

UTD

UTD

s Conduzidas/ano:

s Conduzidas/ano:

21

21

Produtividades obtidas: 1.375

Produtividades obtidas: 1.375

KG/H

KG/H

Á

Á

Ganho de produtividade: 112%

Ganho de produtividade: 112%

acima da

(11)

SAFRA 2003 Atividade No de participante s Carga Horária

Quantidade por cultura

Algodão Mamona Gergeli m Amendoim Sisa l Dias de Campo 1876 104 12 1 1 - -UTDs 358 264 21 12 1 - 1 Cursos para técnicos 50 8 1 - - - -Curso para produtore s 253 90 12 - - -

-Trabalhos desenvolvidos em

Trabalhos desenvolvidos em

transferência de tecnologias

transferência de tecnologias

(12)

Colheita de Algodão na Agricultura Familiar

Colheita de Algodão na Agricultura Familiar

em UTD no município de

(13)

Dia de campo

Dia de campo

Quixadá

Quixadá

- CE -

CE

-2003

(14)

Dia de campo em São Tomé-RN

(15)

PROJETO COEP-MINI USINAS

PROJETO COEP-MINI USINAS

Parceria Embrapa/

Parceria Embrapa/

Coep

Coep

/

/

Comunidades

Comunidades

Benef

Benef

í

í

cios auferidos: Emprego;

cios auferidos: Emprego;

maior rentabilidade

maior rentabilidade

+ 183%

+ 183%

;

;

Melhoria tecnol

Melhoria tecnol

ó

ó

gica

gica

;

;

gest

gest

ã

ã

o da

o da

comunidade

comunidade

Mini-usinas instaladas:

Mini-usinas instaladas:

Juares

Juares

T

T

á

á

vora-PB; S

vora-PB; S

ã

ã

o Jos

o Jos

é

é

de Piranhas-

de

Piranhas-PB; Nova Cruz-RN;

PB; Nova Cruz-RN;

Á

Á

gua Branca

gua Branca

AL; Barro-CE; Bezerros-PE;

(16)

ALGOD

ALGOD

Ã

Ã

O COLORIDO

O COLORIDO

OrganizaOrganizaçãção de uma nova cadeiao de uma nova cadeia produtiva

produtiva no no BrasilBrasil

BenefBenefíícios para todos os segmentoscios para todos os segmentos (

(produtorprodutor, , industria textilindustria textil, , artesanatoartesanato,, confec

confecçãçãoo))

ParaParaííba ba –– especializa especializaçãção no algodo no algodããoo colorido

colorido

Metas para 2002: 300 t plumaMetas para 2002: 300 t pluma

OpOpçõçõeses de cores: de cores: marron marron,, verde verde,, vermelho

(17)

Lavouras algodão colorido

(18)

Produtos

(19)

Produtos

(20)

Pesquisas

Pesquisas

com

com

algodão

algodão

no

no

Nordeste

Nordeste

4 4 programas programas de de melhoramentomelhoramento;;

Cultivares desenvolvidasCultivares desenvolvidas:16:16

Convivencia Convivencia com o com o bicudobicudo;;

Controle biológicoControle biológico;;

Controle Controle de de pragas pragas e e doençasdoenças;;

Manejo da culturaManejo da cultura;;

TransferenciaTransferencia de de tecnologias tecnologias (25 DC,(25 DC, 800 h

(21)

Dia de campo de Algodão

Dia de campo de Algodão

Barbalha

(22)

A

AÇÕÇÕES - AGRICULTURA FAMILIAR ES - AGRICULTURA FAMILIAR –– SISAL

SISAL

Projeto Novo CaririProjeto Novo Cariri

Parceria com SEBRAEParceria com SEBRAE

UD de demonstraUD de demonstraçãção conduzidas na PBo conduzidas na PB

– 10 10

Sisal consorciado com alimentSisal consorciado com alimentíícias ecias e forrageiras

forrageiras

Fortalecimento das cadeia de sisal e deFortalecimento das cadeia de sisal e de caprinos

(23)

Consórcio Sisal + Algodão

Consórcio Sisal + Algodão

Ouro Velho – PB 2002

Ouro Velho – PB 2002

(24)

A

AÇÕÇÕES - AGRICULTURA FAMILIAR ES - AGRICULTURA FAMILIAR –– SISAL

SISAL

Projeto Projeto MassabielleMassabielle

Parceria com prefeitura/Parceria com prefeitura/SenarSenar/Sebrae/Sebrae

Diagnostico da comunidade;Diagnostico da comunidade;

Treinamento de 90 mulheresTreinamento de 90 mulheres

Uso do sisal em artesanatos finosUso do sisal em artesanatos finos

ParticipaParticipaçãção em exposio em exposiçõções: 05es: 05

CriaCriaçãção de 90 empregoso de 90 empregos

Custos do projeto: R$30.000,00Custos do projeto: R$30.000,00

(25)

Massabielle

(26)

Consorcios

Consorcios

de

de

fibrosas

fibrosas

e

e

oleaginosas na Paraiba

(27)

Ações agricultura

Ações agricultura

familiar

familiar

com

com

oleaginosas

oleaginosas

Melhoramento mamona Melhoramento mamona – 2 – 2 cultivarescultivares - -CE, BA,

CE, BA,

Projeto biodiesel Projeto biodiesel no no Nordeste Nordeste – – ExpansãoExpansão da mamona

da mamona

Melhoramento Melhoramento do do amendoim amendoim e e gergelim gergelim –– 6

6 cultivares cultivares - PB, CE; - PB, CE;

Desenvolvimento Desenvolvimento de de alimentos proteícosalimentos proteícos a base de

a base de amendoim amendoim e e gergelimgergelim;;

Transferencia Transferencia de de tecnologias tecnologias – UD,– UD, Cursos

Imagem

Referências

temas relacionados :