PREFEITURA DA ESTÂNCIA HIDROMINERAL DE POÁ ESTADO DE SÃO PAULO MENSAGEM N 026/2019. Estância Hidromineral de Poá, 28 de junho de 2019.

Texto

(1)

PREFEITURA DA ESTÂNC

I

A HIDROMINERAL DE POÁ

ESTADO DE SÃO PAULO

MENSAGEM N° 026/2019

Estância Hidromineral de Poá,

28

de junho de

2019.

Senhor Presidente

,

Tenho a honra de encaminhar a essa Egrégia Câmara

Municipal

,

o incluso projeto de lei que altera dispositivos da Lei n° 3.718

,

de

07 de maio de 2014 e dá outras providências.

A

medida ora proposta visa incluir o parágrafo.

5° no artigo

157 da

L

ei n° 3.718

;

de 07 de maio de 2014, bem como a revogação do

parágrafo único do art. 158 da referida legislação

,

que trata da concessão de

licença prêmio aos servidores públicos municipais, tendo em vista representação

do Departamento de Recursos Humanos da Municipalidade, constante de fls. 03

,

do Processo Administrativo n° 10.932

/

2019

,

anexo por cópia.

Cumpre esclarecer que o assunto foi submetido à apreciação

da Secretaria de Assuntos Jurídicos, que se manifestou favoravelmente a medida

sugerida pelo DRH desta Prefeitura.

Assim

,

e

x

postas as razões que levam o Executivo a

encaminhar a presente propositura para deliberação dessa Casa de Leis, tomo a

liberdade de solicitar sua apreciação em regime de urgência, nos termos da

legislação em vigor.

Aproveito a oportunidade para renovar a Vossa

E

xcelência e

Nobres Pares protestos de elevada estim e consideração.

CÂM

A

RA ML}

N

I

CIP

AL

POJ.l.

O

3

J

Ul. 1019

Excelentíssimo

Senhor

VEREADOR DA VID DE ARAÚJO CAMPOS

Presidente da Câmara Municipal de Poá

Deni S1iW} no Oficial Leglslai:ivo

(2)

PREFEITURA DA ESTÂNCIA HIDROMINERAL DE POÁ

ESTADO DE SÃO PAULO

PROJETO DE LEI N°

./2019

"ALTERA DISPOSITIVOS DA LEI N° 3.718, DE 07 DE MAIO DE 2014 E DÁ

OUTRAS PROVIDÊNCIAS".

o

Prefeito Municipal da Estância Hidromineral de Poá;

FAZ SABER que a Câmara Municipal de Poá, aprovou e e

l

e

sanciona e promulga a seguinte

L

ei:

Art. 1°. Fica incluído o parágrafo 5° ao artigo 157, da Lei n°

3.718, de 07 de maio de 2019:

"Art. 157 (. .. )

§

5°. No caso de que trata o inciso 111, alínea "a", os servidores que no

período aquisitivo usufruírem de licença para tratamento de saúde junto à Previdência

Social terão a contagem de tempo suspensa enquanto estiverem afastados, com

continuidade da contagem após o retorno àsfunções do cargo".

Art. 2°. Fica revogado o Parágrafo Único, do Art. 158, da Lei

n° 3.718, de 07 de maio de 2014.

Art. 3°

.

As despesas decorrentes da execução da presente

Lei, correrão por conta de verbas próprias do orçamento vigente, suplementadas

se necessário

.

Art. 4°. Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação,

revogadas as disposições em contrário, retroagindo os seus efeitos

à

data de

14 de maio de 2019.

PREFEITURA DA ESTÂNCIA HIDROMINERAL DE POÁ

Em 28 de junho de 2019

(3)

Solicito registro e autuação.

Após, encaminhar ao Departamento de Expedientes Legislativos para análise ...--,._, da matéria.

"'~

A "

PREFEITURA DA ESTANCIA HIDROMINERAL DE POA

ESTADO DE SÃO PAULO

À

Divisão de Protocolo e Arquivo

RESP.:

Senhora Chefe,

(4)

"

,'

~

-

·

-

fl

·

(";.

n

s_

"'

~

:

-

"

JO<j~

-j

PREFEITURA

DA

ESTÂNCIA

HIDROMI~t

'

DE\Á

ESTADO DE SÃO PAULO

À

Secretaria de Administração

Senhor Secretário,

Considerando que em 14 de maio deste ano, o Estatuto dos Servidores, Lei 3718/14, completou 05 (cinco) anos de vigência.

Considerando o disposto no artigo 157, que será concedida aos servidores licença especial a título de Licença Prêmio.

Considerando que após análise dos critérios para sua concessão, estimamos que cerca de 2000 (dois mil) servidores terão direito ao benefício.

Considerando ainda que, um dos requisitos para ter direito ao beneficio é não possuir afastamento para tratamento de saúde superior a 60 (sessenta) dias.

Solicitamos a alteração da legislação para que seja revogado o Parágrafo Único, do artigo 158, do Estatuto dos Servidores:

<IA

Licença Prêmio prescreverá quando o servidor não iniciar seu gozo dentro de 30

(trinta) dias, contados da publicação do ato que a houver concedido

.' ,

Entendemos que essa medida é necessária, a fim de evitar deficiência na prestação de serviços. Assim, após análise e concessão da Licença Prêmio o servidor usufruiria da licença dentro do próximo período aquisitivo sem a possibilidade de perdê-Ia após sua concessão. Dessa forma, haveria maior flexibilidade da chefia no escalonamento dessas licenças.

Além disso, sugerimos a alteração da Lei, para que os servidores que no período aquisitivo usufruírem de licença para tratamento de saúde junto à Previdência Social tenham a contagem de tempo suspensa enquanto estiverem afastados, com continuidade da contagem ao retomar às atividades, uma vez que entendemos que problemas de saúde que acometem servidores não devem impedir a concessão do benefício.

(5)

)4/ 6/2019. prefeituradepoa.lawsystem.com.br/paginasllei.php?id=4579

.

.

.

,

,-~P5

,.." ,- \\'-

i-t.> ~l _~; ~ ._

~~R,OC. \'1 - - v

f\ 5 t":; • , __ , -'---- . __ .--~.-

Art. 157. Após cada 5 (cinco) anos de efetivo exercício, ao servidor

; erá concedida licença especial a título de licença-prêmio de 90 (noventa) dias, com todos os direitos e vantagens do

eu cargo público.

Seção XI Da Licença-Prêmio

§ 1° A licença-prêmio não será concedida, se o servidor. durante o

período aquisitivo desta licença:

1- faltar nos termos dos arts. 86

a

88 por 30 (trinta) dias DU mais,

consecutivos ou alternados;

11- sofrido qualquer pena de suspensão;

111- gozado de licença:

.a) .para tratamento de saúde, por prazo superior a 60 (sessenta)

dias;

b) por motivo de doença de pessoa da família, por prazo superior a

60 (sessenta) dias; e,

c) para tratar de interesses particulares.

IV- sofrido pena de advertência por mais de 3 (três) vezes, no

período aquisitivo;

V- estiver respondendo processo administrativo disciplinar

---. § 2° A contagem para novo período aquisitivo da licença-prêmio,

nos casos previstos nos incisos I e li, começará a partir da data em que o servidor reassumir o exercício do cargo ou

no dia seguinte à falta injustificada.

§ 3° No caso de que trata o inciso IV, respeitar-se-à o limite de 3

(três) meses, contados da aplicação da última pena de advertência, para se contar novo período aquisitivo.

§ 4° No caso de que trata o inciso V, a concessão d,l licença-

prêmio ficará suspensa até o julgamento final.

Art. 158. O gozo da licença-prêmio será usufruído dentro do

próximo período aquisitivo, escalonada de acordo com a solicitação do servidor e atendido o interesse da

Administração, devendo o servidor aguardar em exercício a sua concessão.

Parágrafo único. A licença-prêmio prescreverá quando () servidor

não iniciar o seu gozo dentro de 30 (trinta) dias, contados da publicação de ato que a houver concedido.

Art. 159. A licença-prêmio será concedida por ato da autoridade

competente, mediante requerimento do servidor interessado.

§ 1° A concessão da licença-prêmio será processada e formalizada

após a verificação de todos os requisitos constantes do art. 157 e após a manifestação favorável, quanto a

oportunidade e o período, do chefe imediato e da autoridade competente do órgão a que o servidor estiver lotado.

§ 2° A concessão da licença-prêmio será decidida no prazo máximo

de 20 (vinte) dias, contados a partir do recebimento do requerimento.

Art. 160. A licença-prêmio poderá, por um período de 10 (trinta)

dias, a critério da Administração, ser convertida em pecúnia, exceto na situação prevista no inciso II do art. 68

§ 1° Para efeito do cálculo da conversão da licença-premio em

pecúnia, será considerada a remuneração do mês da concessão.

§ 2° Não serão consideradas para o cálculo previsto no § 10 as

vantagens percebidas pelo servidor em caráter eventual.

Art. 161. A critério da Administração, a licença-prêmio poderá ter o

seu gozo parcelado, sendo que cada período não poderá ser inferior a 20 (vinte) dias.

Art. 162. Os Chefes dos Poderes da Estância Hidromlneraí de Poá

no exercício de suas competências poderão expedir instruções complementares que se fizerem necessánas para a

(6)

·

Folha de Informação Processo/Guichê 10.932/2019 FIs 05.

Ao Departamento de Expediente Legislativo.

Poá

,

5 de junho de

Senhor Secretário,

Providenciada a min

À SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO:

AGUIAR MARQUES

DEPTO. DE

Exp.

LEGISLATIVOS

À

SECRETARIA DE ASSUNTOS JURíDICOS:

(7)

PREFEITURA DA ESTÂ

N

C

IA H

IDROMINERAL DE POÁ

#V , •. ~ ; •. '~. tõ,

-r ~~

\,

; .

~.

3 (} ~1'1}! ~1~ .

ESTADO DE SA()

:

PAtl6Q

,

c".;;, ,:" :;;.L ') C);till~)

"DISPÕE SOBRE REVOGAÇÃO PARÁGRAFO ÚNICO, DO ARTe 158,

DA LEI N° 3.718, DE 07 DE MAIO DE 2014".

o

Prefeito Municipal da Estância Hidromineral de Poá;

FAZ SABER que a Câmara Municipal de

Poá,

aprovou e ele

sanciona e promulga a seguinte Lei

:

Art.

1°.

Fica revogado o Parágrafo Único, do Art, 158, da Lei

n° 3

.

718, de 07 de maio de 2014.

Art. 2°. As despesas decorrentes da execução da presente lei,

correrão por conta de verbas próprias do orçamento vigente, suplementadas se

necessário.

Art. 3°. Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação,

revogadas as disposições em contrário.

PREFEITURA DA ESTÂNCIA HIDROMINERAL DE POÁ

Em 06 de junho de 2019

(8)

PREFEITURA DA ESTÂNCIA HIDROMINERAL DE POÁ SECRETARIA DE ASSUNTOS JURÍDICOS

Processo n", 10932/2019

Em vista das disposições da PORTARIA

SAJ N°

08/2019, encaminho o feito ao Procurador Dr. Marcos Antônio

Favaro, para análise e providências.

Prazo máximo: 15 (quinze) dias úteis (art. 4°).

Poá, 11 de junho de 2.019.

(9)

A norma que se pretende revogar encontra-se na Seção

Xl, disciplinadora do benefício da Licença-prêmio, estabelecendo que

"a licença-prêmio prescreverá quando o servidor não iniciar o seu

I

gozo dentro de 30 (trinta) dias, contados da publicação do ato que a

houver concedido".

As razões trkzidas pelo Departamento

de Recursos

Humanos para a alteração pretendida (fi. 03) já da conta de sua

necessidade, ante a necessidade de melhor organizar os servidores

para gozo da benesse, em escala a ser realizada pelo superior

hierárquico, dentro do período de

5

(cinco) anos para gozo.

~

Não se vislumbra

ualquer

óbice jurídico

à

medida

pretendida, pelo que, reCOmend\ a remessa de Projeto de Lei, na

forma de fi. 03

à

Colendarõâmara Mu

PREFEITURA DA ESTÂNCIA HIDROMINERAL DE POÁ

~---~

SECRETARIA DE ASSUNTOS JURÍDICOS

FIs. n°

_O-",,-' ~_. __

Proc. n° 10.932/19

Ass.) (\~

Senhor Secretário da Adminis

-

traçiô,

;

/

'

;l:.:: '); ;"'.;.:'. :'ii~'n)

, ':~;4 -v ; ~",:;~. :' r,:··:.-,~·::.:- .~)

Trata-se de manifestaçãu

:

-

acerc

'

à

!

)

â

{

a

":

m

f

r

li!

t

~

de projeto de

;:~t~:'i r i,. '~.: .•.• · r: ~>.;':~J':.:': li (:0

lei de fis

.

06, por meio da qual pretende-sea

revogação do parágrafo

._ -'-~~ -~--- .. __ , .. ,' .

único, do artigo 158, da Lei MuniciP

.

éU

_

I1~ ~.!1~

:

,

.

.

d

~

_

~(

_

)

~

4.

Pois bem

.

consideração.

distinta

Renovam -se os votos

Poá, 14

de junho de

2019.

MAR~

"

~

..,.,..; .... ,.-

»<

ocurador do Município de Poá

OAB/SP 273.627

,

(10)

MINUTA DE PROJETO DE LEIN°

/2019

"ALTERA DISPOSITIVOS DA LEI N° 3.718, DE 07 DE MAIO DE 2014 E DÁ

OUTRAS PROVIDÊNCIAS".

o

Prefeito Municipal da Estância Hidromineral de

Poá;

FAZ SABER que a Câmara Municipal de Poá, aprovou e ele

sanciona e promulga a seguinte Lei:

Art.

1°.

Fica incluído o parágrafo 5° ao artigo 157, da Lei n°

3

.

718, de 07 de maio de 2019:

"Art. 157

(. ..

)

§ 5': No caso de que trata o inciso 111, alínea "a", os servidores que no

período aquisitivo usufruírem de licença para tratamento de saúde junto à Previdência

Social terão a contagem de tempo suspensa enquanto estiverem afastados, com

continuidade da contagem após o retorno às

funções do cargo".

Art. 2°. Fica revogado o Parágrafo Único, do Art. 158, da Lei

n° 3.718

,

de 07 de maio de 2014.

Art.

3°.

As despesas decorrentes da execução da presente lei,

correrão por conta de verbas próprias do orçamento vigente, suplementadas se

necessário.

Art. 4°. Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação,

revogadas as disposições em contrário.

PREFEITURA DA ESTÂNCIA HIDROMINERAL DE POÁ

Em _ de junho de 2019

GIANCARLO LOPES

nA

SILVA

(11)

,

.

PREFEITURA DA ESTÂNCIA HIDROMINERAL DE I'OÁ

SECRE1'ARIA DE ASSUNTOS JURÍDICOS

r-F1-s-.

n-o-.l-

-0---.

'

Proc.

nO

10.932/19

Ass.) ~

4

Senhor

Secretário da Administração,

Após manifestação de

fl. 08, retomam

os autos a esta

Secretaria de Assuntos Jurídicos, por

p~dido

verbal de Vossa

Senhoria e da Senhora Chefe do Departamento da Administração,

no sentido de se manifestar sobre a minuta de fls. 09, que inclui o

§5° no artigo 157 da Lei Municipal

n"

3.718, de 2014.

Pois bem.

Complementando

a manifestação

de fls

.

08, não

vislumbro qualquer óbice jurídico à medida pretendida (inserção do

§5°), medida que, aliás

,

é benéfica aos servidores públicos.

,

Isto porque quando há gozo de licença para tratamento

de saúde, por analogia à norma constante do §2° do mesmo artigo

(aplicável para o caso de faltas do §1°, I do artigo 157), tem-se adota

a praxe de recomeçar a contagem de novo período aquisitivo após o

retorno do servidor às suas atividades, caso em que se perde todo o

tempo anterior ao afastamento.

Pela nova norma, apenas haverá suspensão a contagem

de tempo de serviço durante o período de licença para tratamento da

saúde, e continuidade de sua contagem após o retorno elo servidor

às suas atividades.

Registre-se que a medida parece ser

hipótese tratada no artigo 157, §1°, I (falta) há

desidioso por parte do servidor, ao passo que no caso de licença

na

para tratamento

de saúde, há fato decorrente de força maior

:

situações distantes que merecem receber tratamentos própri .

.

.

.

-

z:

,

_

-:

;

:::

;--

-

..

(12)

PREFEITURA DA ESTÂNCIA HIDROMINERAL DE POÁ

r---~----.,

SECRETARIA DE ASSUNTOS'JURÍDICOS FI5.

n" 1.1

---

1

Proc

.

n° 10.932/19

.\55.) ~

Ante o exposto, recomenda-se a remessa do Projeto de

Lei, na forma de fi

.

09,

à

Colenda Câmara Municipal.

Renovam-se o

~

voto

consideração.

elevada estima e distinta

Poá, 26 de junho

.

de 2019.

\ .' .. -::\.~;' .. ;/:\' .. '

(13)

1

Comissão Permanente de Finanças e Orçamento

PARECER TÉCNICO – ____/_________

Assunto: PL 65/2019 – Altera dispositivos da lei 3.718/2014 e dá outras providências.

(14)

2

I – RELATÓRIO

O presente Parecer Técnico da Comissão Permanente de Finanças e Orçamento versa sobre o reajuste da remuneração dos servidores públicos do Poder Legislativo.

No conteúdo do Projeto de Lei 65/2019, no que tange à apreciação desta Comissão, não há itens que comprometam o orçamento público.

Dessa forma, haja vista a capacidade orçamentária e a observância dos princípios legais relacionados ao orçamento público, esta Comissão vota FAVORAVELMENTE à aprovação do referido projeto.

Ressalvados os dispositivos legais, jurisprudências e súmulas vinculantes em

contrário, este é o Parecer Técnico desta Comissão.

Poá, 4 de julho de 2019.

__________________________________________

LAZARO BORGES PRESIDENTE

__________________________________________

LUIZ EDUARDO OLIVEIRA ALVES SECRETÁRIO

______________________________________

Imagem

Referências

temas relacionados :