DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CAFÉ JANEIRO DE 2009

Texto

(1)

1

DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos

JANEIRO DE 2009

CAFÉ

(2)

2

PRODUTOS

(3)

3

CAFÉ

45,8 milhões de sacas de 60 kg

77% Arábica 23% Robusta

(ou conilon)

37% Mercado Interno

20% Alemanha 18% EUA

11 Itália 8% Japão 63% Exportação

88% Café verde (87% Arábica,

3% Robusta)

SAFRA 2008/2009

FONTES: CONAB E SECEX ELABORAÇÃO: BRADESCO

12% Café solúvel 21% Rússia 17% EUA 9% Japão 8% Ucrânia 6% Alemanha

94% Café torrado

6% Café solúvel

(4)

4

ARÁBICA: tem aroma intenso e variedade de

sabores. É o tipo mais produzido e exportado pelo Brasil. A produção de café arábica se concentra em Minas Gerais e São Paulo;

ROBUSTA (ou conilon): utilizado para fazer blends e dar maior sabor às variedades de mistura nos

cafés expressos e solúveis. A produção de café robusta se concentra no Espírito Santo e em

Rondônia.

EXISTEM DOIS TIPOS DE CAFÉ:

(5)

5

SAZONALIDADE

(6)

6

O café é uma cultura perene; o início da produção ocorre a partir de 2,5 anos após o plantio e

permanece em formação com aumento progressivo até o 7º ano, quando começa o processo de

bianualidade. Um pé dura aproximadamente 20

anos.

(7)

7

É a alternância da quantidade produzida de café, ou seja, num ano a planta rende bastante, porém

no ano seguinte tem produção reduzida. Isso ocorre porque num ano há maior crescimento

dos galhos e no ano seguinte há maior crescimento dos frutos.

BIANUALIDADE DA CULTURA DE CAFÉ

(8)

8

BRASIL

ANO SAFRA: maio a abril do ano seguinte

COLHEITA: maio a agosto; início da florada: setembro

COLÔMBIA E VIETNÃ

ANO SAFRA: outubro a setembro do ano seguinte

(9)

9

SAZONALIDADE DAS EXPORTAÇÕES DE CAFÉ – 1999 – 2007

FONTE: SECEX

ELABORAÇÃO: BRADESCO

7,2%

7,9% 8,0%

7,6% 7,5%

7,1%

7,4%

9,5%

9,2%

10,0% 10,0%

8,5%

5,0%

6,0%

7,0%

8,0%

9,0%

10,0%

11,0%

jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez

(10)

10

CUSTOS DE

PRODUÇÃO

(11)

11

Em Minas Gerais, que é o maior produtor nacional de arábica, os custos com mão-de-obra respondem por 48% dos custos

operacionais e defensivos e fertilizantes por 26%. Os custos com mão-de-obra são elevados pois a maior parte da colheita é

manual;

No Espírito Santo, que é o maior produtor de robusta, os custos com mão-de-obra representam 42%, defensivos e fertilizantes 21%;

Na Bahia o solo exige maior correção, por isso os defensivos e fertilizantes representam 41% dos custos operacionais, enquanto a mão-de-obra chega a 9%.

Os principais custos das torrefadoras são: 55% café, 20%

embalagens e energia elétrica 10%.

(12)

12

CUSTOS DE PRODUÇÃO DE CAFÉ EM GUAXUPÉ – MG – 2007

FONTE: CONAB

ELABORAÇÃO: BRADESCO

Defensivos Agrícolas 6,9%

Operação com Máquinas

2,2% Outros

10,9%

Depreciação 12,0%

Fertiliz antes 19,5%

Mão de Obra Temporária

29,1%

Mão de Obra Fixa

19,2%

(13)

13

CUSTOS DE PRODUÇÃO DE CAFÉ EM SÃO GABRIEL DA PALHA – ES – 2007

FONTE: CONAB

ELABORAÇÃO: BRADESCO

Defensivos Agrícolas 9,3%

Beneficiamento 9,3%

Operação com Máquinas

2,1% Outros

11,7%

Transporte 4,4%

Depreciação 9,3%

Fertiliz antes 11,4%

Mão de Obra Fixa 33,2%

Mão de Obra Temporária

9,3%

(14)

14

CUSTOS DE PRODUÇÃO DE CAFÉ EM LUIS EDUARDO MAGALHÃES – BA – 2007

FONTE: CONAB

ELABORAÇÃO: BRADESCO

Mão de Obra Fixa 8,6%

Aluguel de Máquinas 5,2%

Transporte 1,0%

Outros 19,8%

Beneficiamento 3,6%

Operação com Máquinas

8,1%

Depreciação 12,4%

Fertiliz antes 32,2%

Defensivos Agrícolas 9,1%

(15)

15

CUSTOS DE PRODUÇÃO DE CAFÉ EM FRANCA – SP – 2007

FONTE: CONAB

ELABORAÇÃO: BRADESCO

Defensivos Agrícolas 8,3%

Operação com Máquinas

5,3%

Beneficiamento 1,8%

Outros 15,9%

Transporte 2,9%

Depreciação 6,3%

Fertiliz antes 19,5%

Mão de Obra Temporária

26,5%

Mão de Obra Fixa 13,4%

(16)

16

FORNECEDORES

(17)

17

Não há relação integrada entre produtores e a

índústria torrefadora.

(18)

18

REGIONALIZAÇÃO

(19)

19

PRODUÇÃO DE CAFÉ POR ESTADO – SAFRA 08/09

FONTE: CONAB

ELABORAÇÃO: BRADESCO

Outros 1,1%

PA 0,5%

ES 22,2%

MG 51,3%

RO BA 4,1%

4,7%

SP 9,6%

PR 5,7%

RJ MT 0,6%

0,3%

(20)

20

PRODUÇÃO DE CAFÉ ARÁBICA POR ESTADO – SAFRA 08/09

FONTE: CONAB

ELABORAÇÃO: BRADESCO

Outros 0,6%

SP 12,5%

MG 66,4%

RJ 0,7%

BA 4,4%

ES 8,1%

PR

7,3%

(21)

21

PRODUÇÃO DE CAFÉ ROBUSTA POR ESTADO – SAFRA 08/09

FONTE: CONAB

ELABORAÇÃO: BRADESCO

RJ 0,1%

RO 17,9%

ES 70,1%

MG MT 0,3%

1,2%

BA 5,5%

PA 2,2%

Outros

2,7%

(22)

22

EXPORTAÇÃO DE CAFÉ POR PORTO – 2007

FONTE: CECAFÉ

ELABORAÇÃO: BRADESCO

Uruguaiana - RS 0,8%

Rio de Janeiro - RJ 9,3%

Vitória - ES 18,6%

Santos - SP 69,9%

Salvador - BA

1,5%

(23)

23

RANKING

(24)

24

IMPORTÂNCIA ECONÔMICA DO

SETOR

(25)

25

EXPORTAÇÕES DE CAFÉ REPRESENTAM 2,4% DAS

EXPORTAÇÕES

BRASILEIRAS E 6,7% DAS EXPORTAÇÕES DO

AGRONEGÓCIO

(26)

26

PARTICIPAÇÃO DOS PRINCIPAIS PRODUTOS AGRÍCOLAS NAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS - 2007

FONTE: SECEX

ELABORAÇÃO: BRADESCO

Petróleo e Derivados 10,0%

Minérios Metalúrgicos 7,5%

Outros 14,6%

Material de Transporte 14,9%

Produtos Siderúrgicos

10,0%

Produtos Químicos 6,8%

Materiais Elétricos e Eletrônicos

3,6%

Máquinas e Instrumentos

5,4%

Açúcar 3,2%

Café 2,4%

Calçados e Couro 2,7%

Madeira e Manufaturas 2,1%

Papel e Celulose 2,9%

Complexo Carnes 6,9%

Complexo Soja 7,1%

(27)

27

PLAYERS

NACIONAIS

(28)

28

Torrefadoras – O mercado é bastante concentrado, as 10 maiores empresas têm 71% da produção de café torrado e moído (entre as empresas associadas da Abic). Há forte

atuação de empresas estrangeiras entre as maiores, porém a maior parte das empresas é de pequeno porte e têm

administração familiar;

Tradings – exportam apenas o café verde (em grão). Há

também a presença de grandes empresas estrangeiras como Stockler e Coimex;

Indústria de Café Solúvel – segmento bastante concentrado –as 10 maiores respondem por 98% das exportações totais de café solúvel.

NO BRASIL ATUAM 3 TIPOS DE EMPRESAS NO SETOR:

(29)

29

PORTE DAS EMPRESAS PRODUTORAS DE CAFÉ – 2007

FONTE: ABIC

ELABORAÇÃO: BRADESCO

38 empresas 7,8%

24 empresas 13,8%

10 empresas 71,0%

315 empresas 7,3%

Participação das empresas na produção de café (para empresas associadas da ABIC)

(30)

30

RANKING NACIONAL DE EMPRESAS PRODUTORAS DE CAFÉ – ABRIL/08 (1)

FONTE: ABIC

ELABORAÇÃO: BRADESCO

Rank UF Empresa s

1 SP Sa ra Le e Café s do Bra sil Ltda

2 CE Sa nta Cla ra Indústria e Comé rcio de Alimentos Ltda . 3 SE Indústria s Alime ntícia s Ma ratá Ltda .

4 SP Me litta do Bra sil Indústria e Comé rcio Ltda . 5 SP Cia . Ca cique de Ca fé Solúvel

6 PR Ca fé Da ma sco S/A.

7 SP Mitsui Alimentos Ltda . 8 MG Ca fé Bom Dia Ltda .

9 SP Moka Tra ding Compa ny Ltda .

10 PB Sã o Bra z S/A Indústria e Comé rcio de Alime ntos 11 SP Ca fé Uta m S/A

12 PR Ode bre cht - Comé rcio e Indústria de Ca fé Ltda . 13 SP Ja rdim Indústria e Comé rcio S/A

14 MG Toko - Indústria e Comé rcio, Importa çã o e Ex porta çã o Ltda.

15 PR Ita mara ty Indústria e Comé rcio S/A 16 RJ Socan - Produtos Alime ntícios Ltda .

17 MG Ve loso e Ta va re s Indústria de Alimentos Ltda . 18 SP Ca fé Pa ca e mbu Ltda.

19 MA Produtos Alime ntícios Riba ma r Cunha Ltda.

20 CE Moa ge ira Serra Grande Ltda.

(31)

31

RANKING NACIONAL DE EMPRESAS PRODUTORAS DE CAFÉ – ABRIL/08 (2)

FONTE: ABIC

ELABORAÇÃO: BRADESCO

Ra nk UF Empresa s

21 SP Ca fé Ja guari Ltda .

22 SP Nhá Be nta Indústria de Alime ntos Ltda . 23 PE Moinho Pe tinho Indústria e Comé rcio Ltda . 24 GO Ca fé Ra nche iro Agro Industria l Ltda .

25 PR COROL Coope ra tiva Agroindustrial.

26 ES Re a lca fé Solúve l do Brasil S/A 27 RJ Se ndas S/A

28 SP Ca fé Ca ne cã o Ltda .

29 BA Sobe sa Industrial de Alim entos Sa nta ne nse Ltda . 30 DF Ca fé do Sítio Indústria e Comé rcio Ltda.

31 PE Cirol Roya l S/A.

32 ES Bua iz S/A. Indústria e Comé rcios 33 RJ Ca fé Fa vorito S/A

34 SP Torre fa ções Noiva colinense s Ltda .

35 BA Ipa m Indústria de Produtos Alime ntícios Moenda Ltda . 36 ES Ca fé Meridia no Indústria e Comé rcio Ltda .

37 MG Coopera tiva Re gional de Ca fe icultore s e m Gua x upé Ltda.

38 MG Socie dade Mogya na Ex porta dora Ltda . 39 AM Indústria de Ca fé Mana us Ltda .

40 DF Ca fé Ex port Indústria e Comé rcio Ltda .

(32)

32

RANKING NACIONAL DE EMPRESAS PRODUTORAS DE CAFÉ – ABRIL/08 (3)

FONTE: ABIC

ELABORAÇÃO: BRADESCO

Ra nk UF Empre sa s

41 MG Se ga fre do Za netti (Bra sil) Com. e Distribuição de Café S/A 42 GO Dica sa Indústria e Comé rcio de Alime ntos Ltda .

43 MG Montes Claros Indústria e Comé rcio de Produtos Alime ntícios Ltda . 44 MG Ca fé Ita u Ltda .

45 PR COCAMAR Coope rativa Agroindustrial 46 PR Ca fé Lontrinha Ltda .

47 GO Atlas Comé rcio e Indústria Ltda . 48 SC Sa sse Alime ntos Ltda .

49 MG Ica tril Indústria de Ca fé do Triâ ngulo Ltda .

50 SP Ca milo Alime ntos Ltda .

(33)

33

RANKING NACIONAL DE EMPRESAS EXPORTADORAS DE CAFÉ - 2007

FONTE: SECEX

ELABORAÇÃO: BRADESCO

7,59%

8,63%

8,96%

10,25%

14,85%

17,60%

5,81%

2,0% 4,0% 6,0% 8,0% 10,0% 12,0% 14,0% 16,0% 18,0% 20,0%

Exportadora Guaxupé Cacique Stockler T ristão Coimex Cooxupé Unicafé

(34)

34

RANKING NACIONAL DE EMPRESAS EXPORTADORAS DE CAFÉ SOLÚVEL – 2006

FONTE: CECAFÉ

ELABORAÇÃO: BRADESCO

11,6%

16,7%

25,8%

26,7%

1,2%

1,8%

2,1%

4,0%

10,1%

0,0% 5,0% 10,0% 15,0% 20,0% 25,0% 30,0%

Branco Peres Cia Mogi Outras T rês Marias Real Café Cocam Iguaçú Cacique Nestlé

(35)

35

PLAYERS

MUNDIAIS

(36)

36

O CAFÉ É PRODUZIDO EM PAÍSES DE CLIMA

TROPICAL E CONSUMIDO EM PAÍSES DE CLIMA MAIS FRIO E DE RENDA ELEVADA. DE MODO GERAL, PODE-

SE DIZER QUE O CAFÉ É PRODUZIDO NO HEMISFÉRIO SUL E CONSUMIDO NO HEMISFÉRIO NORTE.

73% DO CAFÉ PRODUZIDO É CONSUMIDO PELOS PAÍSES IMPORTADORES E OS 27% RESTANTES PELOS

PRODUTORES. O BRASIL RESPONDE POR 14% DO

CONSUMO MUNDIAL.

(37)

37

CONSUMIDORES/IMPORTADORES: EUA, União Européia e Japão, respondem por 55% do

consumo entre os países importadores. Têm elevado consumo, porém dependem de

importação;

PRODUTORES/EXPORTADORES: países da América do Sul e Vietnã. Têm baixo consumo

interno (exceção para o Brasil) e as exportações são representativas.

NO SEGMENTO DE CAFÉ OS PAÍSES SÃO DIVIDIDOS DA

SEGUINTE FORMA

(38)

38

NO MERCADO INTERNACIONAL DE CAFÉ HÁ 3 GRANDES PLAYERS QUE

INFLUENCIAM A FORMAÇÃO DE PREÇOS.

JUNTOS RESPONDEM POR 60% DA PRODUÇÃO MUNDIAL E POR 57%

DAS EXPORTAÇÕES.

(39)

39

BRASIL: Responde por 37% da produção mundial e por 26% das exportações. Exporta 63% da produção interna.

Safra tem início em maio. Produz café robusta e arábica;

VIETNÃ: Responde por 14% da produção mundial e por 20% das exportações. Exporta 95% da produção interna, o consumo interno é muito baixo. Safra tem início em

outubro. Produz café robusta;

COLÔMBIA: Responde por 9% da produção mundial e por

11% das exportações. Exporta 87% da produção interna,

também tem o consumo interno muito baixo. Safra tem

início em outubro. Produz café arábica.

(40)

40

RANKING MUNDIAL DA PRODUÇÃO DE CAFÉ – SAFRA 08/09

Etiópia 4,8%

México 4,3%

0,0%

Guatemala Peru 3,7%

4,1%

Índia 4,4%

Colômbia 11,6%

Brasil 48,6%

Vietnã 18,5%

FONTE: USDA – Relatório de 08/12/08 ELABORAÇÃO: BRADESCO

(41)

41

RANKING MUNDIAL DE EXPORTAÇÃO DE CAFÉ – SAFRA 08/09

Guatemala 3,8%

Índia 3,1%

México 2,6%

Outros 13,4%

Uganda 3,3%

Etiópia 4,0%

Indonésia 4,8%

Honduras 3,9%

Brasil 26,0%

Vietnã 19,6%

Colômbia 11,2%

Peru 4,4%

FONTE: USDA – Relatório de 08/12/08 ELABORAÇÃO: BRADESCO

(42)

42

RANKING MUNDIAL DE PAÍSES CONSUMIDORES DE CAFÉ – SAFRA 08/09

FONTE: OIC (Relatório novembro/08) ELABORAÇÃO: BRADESCO

Canadá 2,8%

Japão 5,8%

Outros 25,3%

Brasil 13,5%

UE 32,5%

EUA 16,8%

Rússia

3,2%

(43)

43

OS PAÍSES COM MAIOR CONSUMO PER

CAPITA DE CAFÉ SÃO OS PAÍSES EUROPEUS, O BRASIL E OS EUA.

NA CHINA O CONSUMO É MUITO PEQUENO, NO ENTANTO VEM CRESCENDO.

NA COLÔMBIA E NO VIETNÃ, QUE SÃO GRANDES PRODUTORES, O CONSUMO

TAMBÉM É MUITO BAIXO.

(44)

44

CONSUMO PER CAPITA DE CAFÉ NOS PAÍSES IMPORTADORES – 2007

FONTE: OIC

ELABORAÇÃO: BRADESCO EM KG POR HAB

1,68 1,84

2,47 2,86

3,12 3,41

4,07 4,13

4,33 4,38 4,47

4,53 5,36

5,46 5,47

5,85 5,91

6,08 6,27

6,33 6,45

7,93 8,19

8,38 8,75

9,85

12,01

16,65

3,41

0 2 4 6 8 10 12 14 16 18

Venezuela (E) Colômbia (E) Honduras (E) Bulgária Hungria Irlanda Japão Lituânia EUA Espanha Portugal Costa Rica Estônia Brasil (E) Grécia França Slovênia Itália Áustria Alemanha Bélgica Canadá Suíça Suécia Países Baixos Dinamarca Noruega Finlândia Luxemburgo

(E) Países Exportadores

(45)

45

CONSUMIDORES

(46)

46

O consumo interno brasileiro gira em torno de 17 milhões de sacas de 60 kg de café;

O mercado internacional de café tem uma forte

característica de reexportação, ou seja, alguns países

compram o grão para reesportar para países próximos e

de zonas de livre comércio. A reexportação representa em

torno de 1/3 das exportações mundiais.

(47)

47

PAÍSES DE DESTINO DAS EXPORTAÇÕES DE CAFÉ BRASILEIRO – 2007

FONTE: CECAFÉ

ELABORAÇÃO: BRADESCO

Suécia 2,9%

Outros 21,9%

Bélgica 5,2%

Eslovênia 3,6%

França 3,5%

Espanha 3,3%

Itália 10,9%

Japão 7,4%

Holanda 3,0%

Alemanha 20,1%

EUA

18,2%

(48)

48

FATORES DE

RISCO

(49)

49

Risco climático. O café é muito sensível a geadas e secas.

Os cafezais não florescem com falta de chuva;

Incidência de pragas e doenças. As pragas do cafeeiro são:

broca do café, bicho mineiro, cochonilha verde, carunho das tulhas, mosca do mediterrêneo. As doenças são:

Ferrugem (fungos), Mancha Aureolada (bactéria), Mancha Anular e Pinta (Vírus);

Setor exportador – dependente do comportamento do câmbio;

Commodity sujeita ao comportamento das cotações internacionais. Risco elevado em períodos de alta

volatilidade dos preços nos mercados futuros, o que pode levar a perdas com ajuste de margem;

Custos de fertilizantes e defensivos agrícolas são cotados

em dólar e dependendes da matéria-prima petroquímica.

(50)

50

CENÁRIO ATUAL

E TENDÊNCIAS

(51)

51

o consumo mundial de café vem registrando crescimento constante nos últimos 10 anos, em diversos países, com destaque de crescimento para os países do Leste

Europeu e países asiáticos, gerando baixa dos estoques;

A relação estoque/consumo está nos níveis mais baixos já registrados;

como resultado do aperto no quadro de suprimento

mundial, os preços internacionais do café assumiram

tendência de alta a partir de 2002.

(52)

52

2009 – tendência de preços em alta em razão da bianualidade da cultura;

Crescimento da urbanização na China, Índia, Rússia e países do Leste Europeu, o que está ampliando a

demanda por alimentos industrializados e nesse grupo se inclui o consumo de café solúvel;

Com isso há aumento de produção de café conilon que é a base de produção do café solúvel;

Com isso os preços do conilon estão com alta

expressiva. Além disso os custos de produção desse tipo de café são menores, o que está favorecendo a melhora de margem operacional, beneficiando

produtores do Espírito Santo e de Rondônia.

(53)

53

CONSUMO MUNDIAL DE CAFÉ (OIC) 1992 - 2008

FONTE E PROJEÇÃO: OIC (Relatório novembro/08) ELABORAÇÃO: BRADESCO

MIL SACAS DE 60 KG

(*) Projeção

99.124

96.222

103.162 104.304 105.431

112.915

121.413

128.000

99.617

101.497

109.595

110.268

95.924

118.322

97.419

118.389

125.017

92.000 97.000 102.000 107.000 112.000 117.000 122.000 127.000

92/ 93 93/ 94 94/ 95 95/ 96 96/ 97 97/ 98 98/ 99 99/ 00 00/ 01 01/ 02 02/ 03 03/ 04 04/ 05 05/ 06 06/ 07 07/ 08 08/ 09*

(54)

54

PRODUÇÃO E CONSUMO MUNDIAL DE CAFÉ (OIC) 1992 - 2008

MILHÕES DE SACAS DE 60 KG

(*) Projeção

92 94

107

110

96

99

96

100 101 103 104 105

110 110

113

118

121

128 132

115

104 106

122

103

96

87 98

102

127

115 115

97

118

125

80.000 90.000 100.000 110.000 120.000 130.000 140.000

92/ 9 3 93/ 9 4 94/ 9 5 95/ 9 6 96/ 9 7 97/ 9 8 98/ 9 9 99/ 0 0 00/ 0 1 01/ 0 2 02/ 0 3 03/ 0 4 04/ 0 5 05/ 0 6 06/ 0 7 07/ 0 8 08/ 0 9*

Produção Mundial Consumo Mundial

FONTE E PROJEÇÃO: OIC (Relatório novembro/08) ELABORAÇÃO: BRADESCO

(55)

55

RELAÇÃO ESTOQUE CONSUMO MUNDIAL DE CAFÉ 1990 – 2008 (NÃO INCLUEM ESTOQUES DOS EUA E DA UE)

US$ c / libra peso

FONTES: NYBOT, USDA (estoque) e OIC (consumo) ELABORAÇÃO: BRADESCO

•Projeção de estoque USDA; Projeção de consumo OIC

•Projeção de preço: média dos preços futuros 48,9%

42,3%

34,4%

20,9%

17,8%

15,3%

18,0%

34,6%

49,4%

17,9%

42,2%

24,5%

23,7%

20,0% 19,3%

29,2%

25,8%

21,5%

11,9%

132,13

108,24 117,39 108,75

130,84 180,03

89,99

85,04

64,70

146,63

116,13

54,72 103,76

53,45

61,82

7,0%

12,0%

17,0%

22,0%

27,0%

32,0%

37,0%

42,0%

47,0%

52,0%

90/91 91/92 92/93 93/94 94/95 95/96 96/97 97/98 98/99 99/00 00/01 01/02 02/03 03/04 04/05 05/06 06/07 07/08 08/09* 40,0

60,0 80,0 100,0 120,0 140,0 160,0 180,0 200,0

Relação Estoque Consumo Preços

Internacionais

(56)

56

RELAÇÃO ESTOQUE CONSUMO MUNDIAL DE CAFÉ 2003 – 2008 (INCLUEM ESTOQUES DOS EUA E DA UE)

US$ c / libra peso

FONTES: NYBOT, USDA (estoque) e OIC (consumo) ELABORAÇÃO: BRADESCO

•Projeção de estoque USDA; Projeção de consumo OIC

•Projeção de preço: média dos preços futuros

37,1%

27,6%

30,9%

34,4%

38,5%

32,6%

61,82

76,38

108,75

132,14

24,0%

26,0%

28,0%

30,0%

32,0%

34,0%

36,0%

38,0%

40,0%

03/04 04/05 05/06 06/07 07/08 08/09*

40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 90,0 100,0 110,0 120,0 130,0 140,0

Relação Estoque Consumo

Preços

Internacionais

(57)

57

PRODUÇÃO MUNDIAL DE CAFÉ (USDA) 1992 – 2009

FONTE: USDA – Relatório de 08/12/08 ELABORAÇÃO: BRADESCO

MIL SACAS DE 60 KG

(*) Projeção

97.042

88.946

103.786

97.687

108.953

111.518

127.762

120.766

111.523

138.414

128.000

92.959

113.553

117.521

110.311

92.406

120.915 132.364

80.000 90.000 100.000 110.000 120.000 130.000 140.000

92/ 9 3 93/ 9 4 94/ 9 5 95/ 9 6 96/ 9 7 97/ 9 8 98/ 9 9 99/ 0 0 00/ 0 1 01/ 0 2 02/ 0 3 03/ 0 4 04/ 0 5 05/ 0 6 06/ 0 7 07/ 0 8 08/ 0 9* 09/ 1 0*

(58)

58

PRODUÇÃO MUNDIAL DE CAFÉ ARÁBICA E ROBUSTA (USDA) 1989 – 2008

MIL SACAS DE 60 KG

(*) Projeção

78.443

66.914 61.394

74.859

73.200 83.223

73.980

69.118

84.903

87.086

42.142 37.236

47.000 49.117

29.809

27.372 27.542

51.304

21.000 31.000 41.000 51.000 61.000 71.000 81.000 91.000

89/90 90/91 91/92 92/93 93/94 94/95 95/96 96/97 97/98 98/99 99/00 00/01 01/02 02/03 03/04 04/05 05/06 06/07 07/08 08/09*

Arábica

Robusta

FONTE: USDA – Relatório de 08/12/08 ELABORAÇÃO: BRADESCO

(59)

59

VARIAÇÃO DA PRODUÇÃO E DO CONSUMO MUNDIAL DE CAFÉ 1996 – 2008

FONTE: OIC ELABORAÇÃO: BRADESCO

3,5%

-6,6%

1,9%

18,3%

1,6%

-7,3%

1,1%

10,9%

1,1%

7,7%

3,9%

-6,6%

0,6%

14,1%

2,4%

-15,0%

4,8%

11,2%

0,1%

-4,9%

2,6%

15,7%

3,0%

-9,0%

2,4%

14,8%

-16,0%

-12,0%

-8,0%

-4,0%

0,0%

4,0%

8,0%

12,0%

16,0%

20,0%

Consumo Produção

1996 1997 1998 1999 2000

2001 2002 2003 2004 2005

2006 2007 2008

(60)

60

PRODUÇÃO MUNDIAL (USDA) X PREÇOS INTERNACIONAIS DE CAFÉ 1992 - 2009

FONTES: USDA E NYBOT ELABORAÇÃO: BRADESCO

US$ C POR LIBRA PESO MIL SACAS DE 60 KG

128.000 132.364

120.766

110.311 127.762

117.521

103.786

88.946 92.406

92.959

120.915

138.414

111.518

97.687

119,02

64,70 67,89

146,63

180,03

89,64

54,72

61,82

108,24

117,39 132,14

83.000 93.000 103.000 113.000 123.000 133.000 143.000

92/ 9 3 93/ 9 4 94/ 9 5 95/ 9 6 96/ 9 7 97/ 9 8 98/ 9 9 99/ 0 0 00/ 0 1 01/ 0 2 02/ 0 3 03/ 0 4 04/ 0 5 05/ 0 6 06/ 0 7 07/ 0 8 08/ 0 9* 09/ 1 0*

40,0 80,0 120,0 160,0 200,0

Produção mundial de Café

Preços internacionais de Café

•Projeção de produção: USDA

•Projeção de preço: média dos preços futuros

(61)

61

CAFÉ ARÁBICA - BOLSA DE N YORK NYBOT PREÇO FUTURO 1º VENCTO 2000 - 2009

FONTE: BLOOMBERG ELABORAÇÃO: BRADESCO EM US$ CENTS POR LIBRA PESO

125,50 152,15

133,07

108,70 108,17

130,86 119,33 124,12

96,55 93,57

78,09

58,73 48,64

45,33 79,51

129,13

99,01

67,78 66,17

63,15 65,22

96,77 115,06

35,0 55,0 75,0 95,0 115,0 135,0 155,0 175,0

jan/00 jan/01 jan/02 jan/03 jan/04 jan/05 jan/06 jan/07 jan/08 jan/09 dez/09

•Projeção de preço: média dos preços futuros

(62)

62

CAFÉ ROBUSTA - BOLSA DE LONDRES PREÇO FUTURO 1º VENCTO 2000 - 2008

FONTE: BLOOMBERG ELABORAÇÃO: BRADESCO EM US$ POR TONELADA MÉTRICA

1.564 1.513

1.257 1.149 916

807 679

492 455

760

653 821

562 630

923

1.074 1.204

2.353

1.800 1.731

1.851

300 500 700 900 1.100 1.300 1.500 1.700 1.900 2.100 2.300 2.500 2.700 2.900

jan/00 jan/01 jan/02 jan/03 jan/04 jan/05 jan/06 jan/07 jan/08 dez/08

(63)

63

MARGEM OPERACIONAL DE CAFÉ ARÁBICA – FRANCA – SP 2003 - 2008

MARGEM OPERACIONAL EM % CUSTOS E PREÇOS AO PRODUTOR EM R$ SC 60 KG

FONTE: CONAB

ELABORAÇÃO: BRADESCO

165,15

185,46

173,71

194,18

203,84

253,99

173,08

216,93

283,75

251,32 250,96

257,97

1,6%

23,1%

29,4%

63,3%

4,8%

17,0%

150,00 170,00 190,00 210,00 230,00 250,00 270,00 290,00 310,00

2003 2004 2005 2006 2007 2008

-5,0%

5,0%

15,0%

25,0%

35,0%

45,0%

55,0%

65,0%

75,0%

Custo Operacional Preço ao produtor

Margem

Operacional

(64)

64

MARGEM OPERACIONAL DE CAFÉ ARÁBICA – GUAXUPÉ – MG 2003 - 2008

MARGEM OPERACIONAL EM % CUSTOS E PREÇOS AO PRODUTOR EM R$ SC 60 KG

FONTE: CONAB

ELABORAÇÃO: BRADESCO

160,50

190,76

213,66

194,06

207,92

244,92

172,70

216,28

279,46

246,98 248,58

256,48

4,7%

19,6%

27,3%

30,8%

7,6%

13,4%

150,0 170,0 190,0 210,0 230,0 250,0 270,0 290,0

2003 2004 2005 2006 2007 2008

0,0%

5,0%

10,0%

15,0%

20,0%

25,0%

30,0%

35,0%

40,0%

45,0%

Custo Operacional

Preço ao produtor

Margem Operacional

(65)

65

MARGEM OPERACIONAL DE CAFÉ CONILON – SÃO GABRIEL DA PALHA – ES 2003 2008

MARGEM OPERACIONAL EM % CUSTOS E PREÇOS AO PRODUTOR EM R$ SC 60 KG

FONTE: CONAB

ELABORAÇÃO: BRADESCO

107,21

124,24 127,37 125,97 131,79 134,94

128,97 133,84

154,42

178,17

202,65

217,89 61,5%

53,8%

41,4%

21,2%

20,3%

7,7%

0,00 50,00 100,00 150,00 200,00 250,00

2003 2004 2005 2006 2007 2008

0,0%

10,0%

20,0%

30,0%

40,0%

50,0%

60,0%

70,0%

Custo Operacional Preço ao produtor

Margem

Operacional

(66)

66

EVOLUÇÃO DOS CUSTOS DE PRODUÇÃO DE CAFÉ ARÁBICA EM GUAXUPÉ – MG 2003 – 2008

FONTE: CONAB

ELABORAÇÃO: BRADESCO

2003 2004 2005 2006 2007 2008 Var. % Mão de Obra Temporária 34,86 41,83 70,75 64,49 69,11 69,11 7,2%

Mão de Obra Fixa 27,64 33,47 46,15 42,07 45,58 45,58 8,3%

Fertilizantes 32,98 42,18 30,68 28,00 31,50 46,33 47,1%

Defensivos Agrícolas 16,42 18,58 16,46 13,60 13,92 16,46 18,2%

(67)

67

9.823 11.971

9.100

3.693

6.296

5.010

8.533

9.262

10.642

0 2.000 4.000 6.000 8.000 10.000 12.000 14.000

2001/02 2002/03 2003/04 2004/05 2005/06 2006/07 2007/08 2008/09* 2009/10*

RENDA AGRÍCOLA DO CAFÉ - 2001 - 2008

EM R$ MILHÕES

* Projeção de produção: Conab

* Projeção de preços: Bradesco FONTES: CONAB e CEPEA

ELABORAÇÃO: BRADESCO

(68)

68

ÁREA PLANTADA COM CAFÉ 1995 – 2008

(*) Projeção

EM MIL HECTARES

FONTE E PROJEÇÃO: CONAB – 4º levantamento Dez/08 ELABORAÇÃO BRADESCO

2.330

2.265

2.340

2.410

1.788

1.870

1.980

2.179

2.311

2.202 2.213 2.218

2.152 2.176

2.169

1.500 1.600 1.700 1.800 1.900 2.000 2.100 2.200 2.300 2.400 2.500

94/95 95/96 96/97 97/98 98/99 99/00 00/01 01/02 02/03 03/04 04/05 05/06 06/07 07/08 08/09*

(69)

69

PRODUTIVIDADE DA LAVOURA DE CAFÉ 1995 – 2008

(*) Projeção

EM SACAS POR HECTARE

11,2

7,4

11,8

7,8

19,3

14,5

15,7

12,9

21,0

13,1

17,7

14,9

19,8

16,6

21,2

0,0 6,0 12,0 18,0 24,0

94/95 95/96 96/97 97/98 98/99 99/00 00/01 01/02 02/03 03/04 04/05 05/06 06/07 07/08 08/09*

FONTE E PROJEÇÃO: CONAB – 4º levantamento Dez/08 ELABORAÇÃO BRADESCO

(70)

70

PRODUÇÃO NACIONAL DE CAFÉ 1994 – 2009

(*) Projeção

EM MIL SACAS DE 60 KG

26.000

16.800

27.500

18.860

34.547

27.170

31.100

28.137 28.820

39.272

32.944

37.000 48.480

45.992

36.070 42.512

10.000 15.000 20.000 25.000 30.000 35.000 40.000 45.000 50.000

94/ 9 5 95/ 9 6 96/ 9 7 97/ 9 8 98/ 9 9 99/ 0 0 00/ 0 1 01/ 0 2 02/ 0 3 03/ 0 4 04/ 0 5 05/ 0 6 06/ 0 7 07/ 0 8 08/ 0 9* 09/ 1 0*

FONTE E PROJEÇÃO: CONAB – 4º levantamento Dez/08 ELABORAÇÃO BRADESCO

Sa fra 08/09 Mil sa ca s 60 kg Va r. % 1º Le va nta me nto Ja n/08 42.731

2º Le va nta me nto Ma i/08 45.544 6,6%

3º Le va nta me nto Se t/08 45.850 0,7%

4º Le va nta me nto De z/08 45.992 0,3%

(71)

71

CONSUMO NACIONAL DE CAFÉ 1990 – 2008

FONTE: ABIC

ELABORAÇÃO: BRADESCO MILHÕES SACAS DE 60 KG

8,2 8,5 8,9 9,1 9,3

10,1

11,0

11,5

12,2

12,7

13,2 13,6 14,0

13,7

14,9

15,5

16,3

17,1

17,5

7,0 9,0 11,0 13,0 15,0 17,0 19,0

1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008

(72)

72

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE CAFÉ VERDE E SOLÚVEL EM VALOR 1993 - 2008

FONTE: SECEX

ELABORAÇÃO BRADESCO EM MILHÕES US$

1.306

2.585

2.462

2.135

3.128

2.603

2.461

1.782

1.416 1.385 1.545

2.052

2.919

3.361

3.887

4.762

0 500 1.000 1.500 2.000 2.500 3.000 3.500 4.000 4.500 5.000

1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008

(73)

73

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE CAFÉ VERDE E SOLÚVEL EM VOLUME 1993 - 2008

FONTE: SECEX

ELABORAÇÃO BRADESCO EM MIL TONELADAS

1.037

939

788

842

930

1.039

1.322

1.020

1.319

1.620

1.444

1.492

1.441

1.556 1.573

1.657

600 800 1.000 1.200 1.400 1.600 1.800

1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008

(74)

74

CAFÉ ARÁBICA CEPEA ESALQ – PREÇO AO PRODUTOR – PRAÇA SP 2000 - 2009

FONTE: CEPEA ESALQ

ELABORAÇÃO E PROJEÇÃO: BRADESCO

EM R$ POR SACA DE 60 KG

245,82 232,20

267,84 291,50

230,41

218,16 291,35

198,98 239,77 193,03

104,39 143,78

305,07

223,56

130,52

117,76

162,77

337,03

260,28

90,0 140,0 190,0 240,0 290,0 340,0 390,0

jan/00 jan/01 jan/02 jan/03 jan/04 jan/05 jan/06 jan/07 jan/08 jan/09 dez/09

(75)

75

PRODUÇÃO NACIONAL DE CAFÉ X PREÇOS PAGOS AO PRODUTOR DE CAFÉ 2000 - 2009

FONTES: CONAB E CEPEA ESALQ ELABORAÇÃO: BRADESCO

EM MIL SACAS DE 60 KG EM R$ POR SACA DE 60 KG

37.000 45.992

42.512

28.137

32.944 48.480

31.100

28.820

39.272

36.070

265,49 260,28

250,33

129,87

281,13

164,25

117,99

217,27

252,29

173,84

20.000 26.000 32.000 38.000 44.000 50.000

00/01 01/02 02/03 03/04 04/05 05/06 06/07 07/08 08/09 09/10*

100 150 200 250 300

Produção Nacional Preços ao

produtor

•Projeção de produção: CONAB

•Projeção de preço: Bradesco

(76)

76

PRODUÇÃO MUNDIAL DE CAFÉ – PRINCIPAIS PAÍSES PRODUTORES

(*) Projeção

Safra País Safra

04/05

Safra 05/06

Safra 06/07

Safra 07/08

Safra

08/09* Var %

Produção Maio Brasil 43.600 36.100 46.700 37.600 51.100 35,9%

Exportação Brasil 24.505 21.264 26.185 23.770 24.570 3,4%

Produção Outubro Vietnã 14.500 13.666 19.500 18.333 19.500 6,4%

Exportação Vietnã 13.950 12.933 18.500 16.000 18.500 15,6%

Produção Outubro Colômbia 11.532 11.953 12.164 12.392 12.250 -1,1%

Exportação Colômbia 10.352 10.042 10.507 10.874 10.600 -2,5%

Produção Mundial 120.766 111.523 132.364 120.915 138.414 14,5%

FONTE: USDA – Relatório de 08/12/08 ELABORAÇÃO: BRADESCO

(77)

77

CONSUMO MUNDIAL DE CAFÉ – 2003 - 2007

FONTE E PROJEÇÃO: OIC (Relatório novembro/08) ELABORAÇÃO: BRADESCO

03/04 04/05 05/06 06/07 07/08 Var. % 07/03

1. Países Produtores 28.374 29.498 30.442 31.653 33.181 16,9%

Brasil 14.088 14.763 15.363 16.100 16.900 20,0%

Índia 1.142 1.188 1.272 1.337 1.360 19,1%

2. Países Importadores 84.540 88.824 87.947 89.760 91.836 8,6%

2.1 Países Importadores Desenvolvidos 66.697 69.168 67.402 68.876 68.885 3,3%

União Européia 39.734 41.078 39.276 40.941 40.570 2,1%

EUA 20.193 20.973 20.998 20.667 21.033 4,2%

Japão 6.770 7.117 7.128 7.268 7.282 7,6%

2.2 Países Importadores Emergentes 17.844 19.656 20.545 20.883 22.951 28,6%

Rússia 3.582 3.086 3.212 3.263 4.055 13,2%

Ucrânia 637 724 977 431 1.057 65,9%

China 235 275 300 300 350 48,9%

Outros 13.390 15.571 16.056 16.889 17.489 30,6%

3. Mundial 112.915 118.322 118.389 121.413 125.017 10,7%

(78)

78

PROJEÇÕES PARA A CAFEICULTURA

ELABORAÇÃO: BRADESCO (*) Projeção

Fonte Unidade 2005 2006 2007 2008 Safra 08/09*

2009 Safra 09/10*

06/05 (%)

07/06 (%)

08/07 (%)

09/08 (%) Produção Nacional de Café Conab mil sacas

60 kg 32.944 42.512 36.070 45.992 37.000 29,0% -15,2% 27,5% -19,6%

Produção Mundial Café OIC mil sacas

60 kg 109.615 126.828 115.380 132.494 15,7% -9,0% 14,8%

Produção Mundial Café USDA mil sacas

60 kg 111.523 132.364 120.915 138.414 18,7% -8,6% 14,5%

Preços Internacionais de Café

Arábica Nybot US$ c por

libra peso 108,75 108,24 117,39 132,14 119,02 -0,5% 8,5% 12,6% -9,9%

Preços Internacionais de Café Robusta (Conilon)

Bolsa de Londres

US$ /

tonelada 1.007,61 1.323,58 1.783,94 2.146,12 31,4% 34,8% 20,3%

Preços Pagos ao Produtor de

Café Cepea R$ por sc

60 kg 281,13 250,33 252,29 260,28 265,49 -11,0% 0,8% 3,2% 2,0%

Imagem

Referências

temas relacionados :