• Nenhum resultado encontrado

Investimentos e Gestão de Carteiras II

N/A
N/A
Protected

Academic year: 2022

Share "Investimentos e Gestão de Carteiras II"

Copied!
41
0
0

Texto

(1)6 6 8-. S a. 5 6 . 1 Investimentos e 0 1 . 0 7 4 s Gestão de Carteiras e u g i r d o R a ilv. t e L. d a íci. Prof. Rodrigo Lanna. II.

(2) Estrutura do curso. 5 6 . 01. 6 6 8-. .1 Carteiras 1. Teoria0de. a d a. a v l Si. 7 4 2.uCAPM es g i r d 3. Medidas o R. de desempenho / Tópicos especiais. i c í t e L. 2. 2.

(3) a i c tí e L. da. a v l Si. s e u g i r d o R. Aula 2 CAPM. 1 . 0 47. 5 6 . 01. 6 6 8-.

(4) 6 6 8-. Estrutura da Aula 2. i c í t e L. a d a. a v l Si. 5 A. Revisão 6 . 1 0 B. CAPM .1 0 7 4 C. Hipóteses s e u gReta do Mercado de Capitais D. i r dE. CAPM: versão Sharpe-Lintner-Mossin o R F. CAPM ajustado G. Custo de Capital.

(5) A. Revisão • Teoria do Portfólio • Inserção do ativo livre de risco. i c í t e L. a d a. a v l Si. s e u g i  r d Ro. 1 . 0 47 p. 5 6 . 01. 6 6 8-.   − RF = RF +  A  A.   p . Ilustração 1.

(6) B. CAPM • Versão básica: desenvolvida por Sharpe, Lintner, Treynor e Mossin • Derivado da Teoria do Portfólio. •. •. s e u g i r Utilizado em várias operações no mercado d o R decisões financeiro no processo de tomada de a v l i em condições de risco S a d a i Defini a taxa de retorno de um investimento c í t em função de seu Le risco. 1 . 0 47. 5 6 . 01. 6 6 8-.

(7) C. Hipóteses • Eficiência informativa (gratuita e instantânea) • Investidores avessos a risco, sendo suas decisões baseadas em E(Ri), σi, σij. s e u g i r Existência de uma taxa de juros livre de riscod(captação o R e aplicação) a v l i Possibilidade de vendas a descoberto S a d Mercado atomizado cia tí e L divisíveis Ativos são infinitamente. • Inexistência de impostos e custos de transação • • • •. • Expectativas homogêneas. 1 . 0 47. 5 6 . 01. 6 6 8-.

(8) D. Reta de Mercados de Capitais Z. Retorno Esperado da Carteira. .01.65 B. M RM. A. d a íci. t e L. . lva. i S a. RF. .. s e u g i r d o R. M. 1 . 0 47. 6 6 8-. The Capital Market Line (CML). Risco, p. • Ponto M: carteira de mercado. • Teoria de 2 fundos: carteira de mercado + ativo livre de risco.

(9) E(R). CML. 1 . 0 47. Rm. Rf. i c í t e L. a d a. a v l Si. s e u g Prêmio i r d pelo Risco o R de Mercado. σm. σ. 5 6 . 01. 6 6 8-. 𝑹𝑴 − 𝑹𝒇 𝑹𝒑 =𝑹𝒇 + 𝝈𝒑 𝝈𝑴.

(10) Exemplo Considere os dados abaixo e calcule o retorno esperado da carteira: Rf = 5% Rm = 17% σm = 12% σp = 15% 𝑹𝑴 − 𝑹𝒇 𝑹𝒑 =𝑹𝒇 + 𝝈𝒑 𝝈𝑴. s e u g i r d o R. da. a v l S𝑹i =𝟓% + 𝒑. 1 . 0 47. 5 6 . 01. 6 6 8-. 𝟏𝟕% − 𝟓% 𝟏𝟓% = 𝟐𝟎% 𝟏𝟐%. a i c í t e E se o risco da carteira fosse igual a 30%? L. 10.

(11) E. CAPM: versão Sharpe-Lintner-Mossin Modelos de índice único. 5 6 . 01. 6 6 8-. • Correlação entre os retornos dos títulos  motivo: resposta comum às variações do mercado. 1 . 0 47. s e u g i r d o • Retorno do papel é decomposto em: R a v l i • Parte que S independe do mercado (ai) a aii a= d  i + ei → Ri = ai +  i Rm + ei c í t Le • Parte que depende do mercado: β como medida de Ri = ai +  i Rm. sensibilidade entre Ri e Rm.

(12) Ri = ai +  i  Rm Ri Reta de regressão. i c í t e L. a d a. a v l Si. s e u g i r d o R Rm. 1 . 0 47. 5 6 . 01. i =. 6 6 8-. Covi ,m. . 2 m. Ilustração 2.

(13) Modelo Considere:. 1 . 0 47. 5 6 . 01. 6 6 8-. I) Qual resultado seria obtido com um s título livre de risco?. e u gcom a carteira de mercado? II) Qual resultado seria obtido i r d o R a v l i S a d a i c tí e L.

(14) CML e SML The efficient frontier.. i c í t e L. a d a. a v l Si. 6 6 The security market line. 8 5 6 . 1 0 1 . 0 7 4 s e u g i r d o R.

(15) Ilustração 3 Obtenha o retorno mínimo exigido das três empresas da planilha.. s e Passo 1: Calcule o Beta u g i (Rf) Passo 2: Obtenha a taxa de juros livre de d risco r Passo 3: Obtenha o retorno de mercado Ro(Rm) i c í t e L. a d a. a v l Si. 1 . 0 47. 5 6 . 01. 6 6 8-.

(16) Exemplo Admita uma ação com beta de 2,0. A taxa livre de risco é igual a 2% e o retorno médio do mercado é igual a 6%.. s e u g i r Com um beta igual a 0,8, qual a remuneração d o R esperada? a v l i S a d a i c tí e L. a) Qual é a remuneração esperada? b). 1 . 0 47. 5 6 . 01. 6 6 8-.

(17) Exemplo Dow Chemical Company e Superior Oil estão pensando em investir na exploração de gás natural nas proximidades de uma cidade. Ambas as empresas utilizam somente capital próprio. Nenhum endividamento será usado para financiar os projetos. Ambas empresas estimam que seus projetos teriam um VPL de $1 milhão à taxa de 18%, e −$1,1 milhão à taxa de 22%.. a v l Si. s e u g i r d o R. Sabe-se que o beta da Dow é de 1,25, enquanto o beta da Superior é de 0,75. O prêmio pelo risco de mercado é de 8% e títulos livres de risco estão rendendo 12%.. a d a. i c í t e Deve alguma empresa prosseguir com a realização do L projeto? Explique.. 1 . 0 47. 5 6 . 01. 6 6 8-.

(18) F. CAPM ajustado • Problemas do CAPM no Brasil • Ajustes: dados norte-americanos: • Rf: taxa de juros dos títulos públicos de longo prazo; • β: amostra de empresas do mesmo setor e com características operacionais e financeiras semelhantes; • Rm: taxa de retorno da carteira de mercado  S&P500. s e u g i r d o • Países emergentes: nível de incerteza maior Rprêmio pelo a v l investimento: i S a d a i Ri = Rf + βc(Rm – Rf) + αBR í t e L. 1 . 0 47. 5 6 . 01. 6 6 8-.

(19) Qual é o procedimento adotado para superar tais problemas? E(Ri)= Rf + β [E(Rm) – Rf]+ αBR. 1 . 0 47. s e u g βri E(Rm) d Como obter? Ro a α Rf v l i S a d a i c í BR. t e L. http://pages.stern.nyu.edu/~adamodar/. 5 6 . 01. 6 6 8-.

(20) E(Ri)= T-Bond + β [S&P500 – T-Bond]+ αBR 1. T-Bond e S&P500. 5 6 . 01. a d a. i c í t e L Fonte: Damodaran. a v l Si. 6 6 8-. 1 . 0 2 αBR = 2,65% 7 (jan/21) 4 s e u g i r 3 dBeta Ro Industry Name. Beta. D/E Ratio. Air Transport Beverage (Alcoholic) Beverage (Soft) Drugs (Pharmaceutical) Homebuilding. 1,02 1,30 1,18 1,47 0,98. 89,82% 34,18% 23,53% 14,36% 62,24%. Effective Unlevered Tax rate beta 6,48% 0,61 2,55% 1,03 3,87% 1,00 2,26% 1,32 24,35% 0,67.

(21) * Beta para empresas alavancadas • Com financiamento de terceiros  incorporar um. risco adicional  risco financeiro • Trabalho de Hamada βL = βU  [ 1+ (P/PL)  (1 – IR)]. βL. s e u g i r d o R. 1 . 0 47. 5 6 . 01. 6 6 8-. Risco do Negócio va (não uso de dívidas) - βU. il S a. d a íci. tPrêmio pelo Risco Financeiro: e L [ 1+ (P/PL)  (1 – IR)]. Ilustração 4.

(22) F. Custo de Capital Endividamento ✓. Análise da estrutura de capital. ✓. Variáveis: custo, montante e prazo. ✓ ✓. s e u g i r d Avaliação: quantidade e qualidade da dívida o R a vmais confortável l i Dívida de longo prazo  situação S a d a i c tí e L. 1 . 0 47. 5 6 . 01. 6 6 8-. Dívida Ativo PL.

(23) Indicadores de Endividamento. 1 . 0 47. Dívida. Ativo PL. a i c tí e L. da. 5 6 . 01. s e 𝐃í𝐯𝐢𝐝𝐚 𝐓𝐨𝐭𝐚𝐥gu 𝐃í𝐯𝐢𝐝𝐚 𝐓𝐨𝐭𝐚𝐥 i r d 𝐀𝐭𝐢𝐯𝐨 𝐏𝐋 o R a v l i S 𝐃í𝐯𝐢𝐝𝐚 𝐓𝐨𝐭𝐚𝐥 𝐏𝐋 + 𝐃í𝐯𝐢𝐝𝐚 𝐓𝐨𝐭𝐚𝐥. 6 6 8-.

(24) s e u g i r d o R. 1 . 0 47. 5 6 . 01. 6 6 8-. Dívida 3.063 Quant1 = = = 3% Ativo Total 101.742. i c í t e L. a d a. a v l Si Quant2 = Dívida = PL. Quant3 =. 3.063 = 0,05 62.556. Dívida 3.063 = = 4,7% PL + Dívida 62.556 + 3.063.

(25) Custo de capital ✓ Remuneração mínima exigida pelo proprietários de suas fontes de recursos  taxa mínima de atratividade das decisões de investimento. ✓ Retorno Operacional > Taxa mínima  Cria-se riqueza econômica   Valor de mercado.. s e u g i r d o R. ✓ Cálculo do custo de total: média dos custos de captação ponderada pela participação de cada fonte de financiamento na estrutura de capital.. Le. ít ci. a d a. a v l Si. 1 . 0 47. 5 6 . 01. 6 6 8-. Dívida. Kd = cost of debt. PL. Ke = cost of equity. Ativo.

(26) Custo de Capital de Terceiros • Taxa de retorno que os detentores da dívida: Kd • Difícil estimativa no início do planejamento financeiro depende dos ativos específicos a serem financiados e das condições de mercado.. s e u g i r d o R. • YTM: boa estimativa de kd (taxa de retorno que os atuais detentores desses títulos esperam receber).. a v l Si. 1 . 0 47. • Custo de Capital de Terceiros (Kd) < Custo de Capital Próprio (Ke) ▪ ▪. a d a Dedutibilidade fiscal i c tí e L Risco. 5 6 . 01. 6 6 8-. Dívida. Ativo PL. Kd = cost of debt.

(27) Dedutibilidade fiscal. ▪ Kd = 10% aa ▪ IR = 34% ; Inflação = 0 ▪ Investimento = R$ 60 milhões. a d a. a v l Si. s e u g i r d o R. 1 . 0 47. i c í t e L. 𝟗𝟗𝟎. Kd’ = 𝟏𝟓.𝟎𝟎𝟎 = 𝟔, 𝟔%. 5 6 . 01. 6 6 8-. Ilustração 5.

(28) Dedutibilidade fiscal. ▪ Kd = 10% aa ▪ IR = 34% ; Inflação = 0 ▪ Investimento = R$ 60 milhões. a d a. a v l Si. s e u g i r d o R. 1 . 0 47. i c í t e L. 𝟏.𝟗𝟖𝟎. Kd’ = 𝟑𝟎.𝟎𝟎𝟎 = 𝟔, 𝟔%. 5 6 . 01. 6 6 8-. Ilustração 5.

(29) Dedutibilidade fiscal. ▪ Kd = 10% aa ▪ IR = 34% ; Inflação = 0 ▪ Investimento = R$ 60 milhões. a d a. a v l Si. s e u g i r d o R. 1 . 0 47. i c í t e L. 𝟐.𝟗𝟕𝟎. Kd’ = 𝟒𝟓.𝟎𝟎𝟎 = 𝟔, 𝟔%. 5 6 . 01. 6 6 8-. Ilustração 5.

(30) Risco E(R). CML. Tít. Públ.. 1 . 0 47. 5 6 . 01. Prêmio pelo s e Risco de Capital u de Riscorig Mercado d o Ações Bens e R a Tít. Priv. Imóveis v l i S a d a i c tí e Risco L. 6 6 8-.

(31) Custo de Capital Próprio ✓ Ke = retorno desejado pelo acionistas em suas decisões de aplicação de capital próprio.. 5 6 . 01. 6 6 8-. 1 . 0 ✓ Estimação: principal modelo usado é o CAPM 7 4 s e u g i r d Dívida Ro Kd’ = Kd * (1 – Alíquota do IR) a v l i Ativo S a d Ke = cost of equity a Como calcular??? i PL c í t e L.

(32) Custo de Capital Total • Taxa de atratividade da empresa n. WACC =  w j  k j j =1. • Fatores que impactam o WACC:. 1 . 0 47. 5 6 . 01. 6 6 8-. s e u • Variáveis não controláveis: taxa de juros + alíquota de impostos g i r d o • Variáveis controláveis a R v l i ✓ Política de estrutura de capital: utilização de capital de 3 : S a d ✓ Política de dividendos: alta distribuição  emissão de novas a i c í para financiar K  custos de emissão  custo de K. tações e L os. ✓. Política de investimento:  direcionamento dos investimentos altera o risco de investimento, levando a custo de capital..

(33) Custo de Capital Total. Dívida. Custo. 𝐃í𝐯 𝐏𝐋 + 𝐃í𝐯. Kd’. ×. s e u g i r 𝐏𝐋 d o Ke × R 𝐏𝐋 + 𝐃í𝐯 a v l i S a d a +. Ativo PL. WACC =. Peso. i c í t e L𝐏𝐎 ×. 𝐏𝐋 + 𝐃í𝐯. 𝐏𝐋. Kd’ + × Ke 𝐏𝐋 + 𝐃í𝐯. 1 . 0 47. 5 6 . 01. 6 6 8-. WACC. Ilustração 6.

(34) Cálculo do WACC Peso. Dív. s4. 1 . 0 7. 𝐃í𝐯 = 4,67% × 𝐏𝐋 + 𝐃í𝐯. e u g i 𝐏𝐋 r PL d = 95,33% × o R 𝐏𝐋 + 𝐃í𝐯. i c í t e L. a d a. a v l Si WACC =. WACC =. 5 6 . 01. 6 6 8-. Custo. Kd’=8%*(1-0,34) = 5,28%. Ke =14%. 𝐏𝐋 𝐏𝐎 × Kd’ + × Ke 𝐏𝐋 + 𝐃í𝐯 𝐏𝐋 + 𝐃í𝐯 4,67% × 5,28% + 95,33% × 14% = 13,59%. * Valores hipotéticos.

(35) Para pesquisas.... a d a. a v l Si. s e u g i r d o R. 1 . 0 47. 5 6 . 01. 6 6 8-. i c í t e L. http://institutoassaf.com.br/indicadores-e-demonstracoes-financeiras/novametodologia/indicadores-de-desempenho-e-valor-de-balancos//.

(36) Para pesquisas.... a d a. a v l Si. s e u g i r d o R. 1 . 0 47. 5 6 . 01. i c í t e L. https://finbox.com/NASDAQGS:FB/models/wacc. 6 6 8-.

(37) Importante Quando uma empresa tem atratividade econômica?. 𝐍𝐎𝐏𝐀𝐓 𝐑𝐎𝐈 = (𝐃í𝐯𝐢𝐝𝐚 + 𝐏𝐋). EBIT. i c í t e L. a d a. a v l Si. s e Dív u g i r d Ativo o R PL. 1 . 0 47. 5 6 . 01. 𝐃í𝐯 𝐏𝐋 + 𝐃í𝐯 ×. 6 6 8Kd’. + 𝐏𝐋 × Ke 𝐏𝐋 + 𝐃í𝐯. EVA = Economic Value Added EVA = (ROI – WACC) x (Dívida + PL). WACC.

(38) ROI =. ROI =. NOPAT = Dívida + PL. Dív. s e u g i r d PL o R. Ativo. 16.052 × 1 − 0,34 3.063 + 62.556. li va. ROI = 𝟏𝟔, 𝟏𝟓%. 1 . 0 7 = 4WACC. 5 6 . 01. PO PL × Kd’+ × Ke PL + PO PL + PO. WACC = 4,67% × 5,3% + 95,33% × 14% WACC = 13,59%. S a. dEVA = (ROI – WACC) x (Dívida + PL) a íci. t e L. 6 6 8-. EVA = (16,15% – 13,59%) x (3.063 + 62.556) EVA = 1,7 bilhões.

(39) Em resumo: ▪ CAPM: ideia básica ▪ Passos no modelo tradicional ▪ Ajustes necessários ▪ Ke, Kd e WACC. Próximo passo: ▪ Value-at-risk ▪. a d a. a v l Si. s e u g i r d o R. 1 . 0 47. 5 6 . 01. 6 6 8-. i c í t de risco Medidas alternativas e L. ▪ Finanças comportamentais. 39.

(40) Referências bibliográficas. 1 . 0 47. • ASSAF NETO, A. Finanças Corporativas e Valor.u Atlas, es 2012. •. •. 5 6 . 01. 6 6 8-. g i r ELTON, E. J.; GRUBER, M. J.; BROWN,odS. J.; GOETZMANN, W. N. Moderna Teoria de RAtlas, 2004. Carteiras e Análise de Investimentos. a v l i S SHARPE, W. F.; ALEXANDER, G. J.; BAILEY, J. V. Investments. Prentice Hall, 1995. a d a i c í t e L.

(41) Le. ít ci. a d a. a v l Si. s e u g i r d o R. 1 . 0 47. 5 6 . 01. 6 6 8-. Obrigado!.

(42)

Referências

Documentos relacionados

Capitalização S/A. 7.3 O recebimento do valor do prêmio, dar-se-á por meio de depósito em conta corrente ou conta poupança de titularidade do contemplado e o respectivo

Mediante o impacto do paciente com o ambiente do centro cirúrgico, a equipe de enfermagem deve estar voltada para o aspecto humano do atendimento, centrando suas

• Pacientes dos grupos de risco com hematócrito e quadro clínico estáveis, sem sinais de alarme, podem ser liberados para tratamento ambulatorial depois de período de

Em razão do processo dinâmico de substituição dos prestadores da rede disponível nesse guia, as suas atualizações estarão disponíveis no portal da Unimed São Sebastião do

This chapter describes the design and validation of the thermal chamber and the heat insulator that prevents the overheating of the load cells implemented in the top of the creep

Médias seguidas da mesma letra minúscula, em cada agrupamento de colunas, não diferem entre si pelo teste de Tukey 5% de probabilidade.. Médias mm do teste de comprimento das

CSPCCO – COMISSÃO DE SEGURANÇA PÚBLICA E COMBATE AO CRIME ORGANIZADO Reunião destinada a discutir e votar as sugestões de emendas da Comissão ao PLN nº 20/17 (Lei

PÁGINA 03 • Observações de Segurança • Especificações Técnicas • Características Técnicas PÁGINA 04 • Caixa Central • Roda Reguladora de Altura • Conjunto Deslizador