mata 2 ofíeiais e 9 praças _Lf. >.*ka^m ^B^^_B mmt y tuw ^^ /Sf^_l m " * ^ftftfffll fl W* .- B

Texto

(1)

TEMPOi liom. TEM- PERATUttA: cm oli.

vação. VENTOS: Nor- ic. irncot. \ ISII!.: bon.

MÁXIMA: 33.5. Ml- MM \: 15.9. i M:»i^ üe- lalbcs nn l.n pág. il»

Cad. de Clnssificndos)

JORNAL

Rio de Janeiro — Têrçà-feira, 15 de agosto cle 1967

BRASlíf

o L_q£vn — N.o lll

Hoje. dala consagrada _ As- sunção ds Nossa Senhora, o ex- pediiMUc .será normal para r>

comércio, a indústria, os ban- cos p a.s repartições estaduais, apesar do ponto facultativo fe- deral. Os festejos na Igreja da Glória encerram-se com missa campal ás 17h. (Página 10)

Acidente no "Barroso" mata 2 ofíeiais e 9 praças

A TERRA DEVASTADA

S A. JORNAL DO BRASIL - Av.

Rio Branca 110/112 -• End. Tel.

JORBRASIL - GB. - Tel. .«edo Interna: 22-1818. - Sucursais! S.

Paulo - Av. Sio luis, 170, loia 7 Trl. 32-8702. Brasília - Setor Comercial Sul, Ed. Central, 6.»

and., qr. 602/7, Tel. 2-8866 B.

Horizonte - Av. Afonso Peno, I 500, 9.° and. Tel. 2-5848. Nite-

I

I

cr 204. Tel. 5509. P. Alegre Av. Borqes de Medeiros, 915,

»nd„ Tei. 4-7546. Recife - Rua UnISo, Ed. Sumaré, s/l 003, Tel.

25793. B. Aires - Florida. 142, lojas 10 e U, Tcl. 40-3855. Cor- respondemos: Manaus, Belém. i.

Luis, Teresina, Fortaleza, Nata, Joio Pcsso», Maceió. Aracaju, Sal- vador, Vitoria. Curitiba, Goiânia, Montevidéu, Washington, No v a Iorque, Paris. Londres. PREÇOS:

VENDA AVULSA -- CB e L. do Rio: Dias úteis, NÇr$ 0,20 - Do- mingos. NCrS 0,30; SP, DF t BH:

Dias útei:, NCrS O.30 - Domin- gos NCrS 0,40; Estados do Sul!

D,as úteis, NCrS 0,30 - Domin- aos NCrS 0,50; Nordeste late PB): Dias úteis, NCrS 0,30 - Do- mingos, NCrS 0,50; Norte (RN aié AMI: Dia: uleiJ, NCiS 0,j0 . Domingos, NCrS 0,80; Oeíle iGO MD- Dias úteis. NCrS 0.30 -Domingos, NCrS 0,50; SERVIÇO POSTAL (BRASIL^: Ano, NCrS j',00; Semestre, NCrS 23,00; tri- mestre, NCrS 12.00 - ENTREGA DOMICILIAR: Guanabara: lumes- tre NCrS 18,00; Semestre, NCrS 36 00 - Exterior (V. AÉREA!

LUA: Mensal USS 10; Trimestre:

USS 30; Argentina PAS 60 e PAS 100; Uruguai S8, dias úteis e $15, domingos.

ACHADOS E PERDIDOS

ESQUECIDA táxi VW, banco tra- -.tiro, dia 14, 7,30 da manha, pa-,- verda contendo documentos e escrituras. Trajeio Catete-Rua dc Matoso (SAMDU). Gritifica-ie, so- licitando quem encontrar avisar tel. 45-7859 < 25-1922 ou entrego' f?. Ipiranga, _49j___ ,, LUiZ^ROBÊRTÕ PALÁCIO ALVA- RADO esqueceu num táxi DKW Vemag, uína pasta comendo seu diploma de Direito e toda sua do- rumentaçao escolar universitária O motorista que a encontrou fa- vor do entregar na Seciío de Uti-1 'idade Pública dêste Jornal, que, será bem gratjlicado.Obriqado. I PERDEU-SE no trecho da Espia- nada do Castelo ao Campo de S.io Cristóvão, no interior de um car- ro: 1 - Promessa tle Venda. 2

— Certidão de cessão dc. Direito:

Oscar Rodrigues da Silva. Quem achou favor entregar i Praça Mon- te Castelo, 28,_Sr!a._A!d£.

PERDEU-SE no traicto de Honório Gurgel a Botafogo a identidade d* cadete dn Corpo de Bombeiros de Júlio Marinho Filho. Solicito a quem encontrar devolver à Pra- ça da Reoública n.° 45,

EMPREGOS SERVIÇOS DOMÉSTICOS

AMAS - ARRUMAD.

E COPEIRAS

A AGENCIA.RIACHUELO - Tem cop.«arrumadeiras, babás, etc.

documentos • refs. Tels. 32-5556 i, 32-0584 — Da. Conceição. j ÃÕInCIA AlEMA OLGA, 37-7191, copeiras, babás, cozinheiras estran- gciras e brasileiras, bastante sele cionadas, com documentos e ref.

ARRUMADEIRA - COPEIRA. - Ordenado de NCrS 60,00 - Pre- cisa-so com pratica do serviço ¦ que referencias « que mor»

uo «mprego Tratar na Aveni- di Maracanã n. 1 322, próximo

ã J!ua_UruguaÍ.

ARRUMADEIRA e copeira - Pre- cisa-se, com referencias. Tratar na Rua Xavier da Silveira, 57, ap.

102 Copacabana. _ ARRUMADEIRA - Preciso-se pa- ra casa de família com prática e referências. Paga-se muito bem.- Run Francisco Otaviano n, 132.

TeL: 27-4566.

ARRUMADEIRA - Precisa-se, dor- mindo fora. Av. Pndo Júnior, 181,_apJ!_903 — Copacabana.

ARRUMADEIRA - Copeira, com prática c referências. Paga-se bem. Folgas 2 vezes por sema na. Av. Visconde de Albuquc-r que 15. ap. 202. Ttl. 27-1007

Leblon.

ARRUMADEIRA - Precisa esperta, Traga carleira, dorme se qui zer.

Teixeira de Melo 53:402 - Ins- Mem a.

ACOMPANHANTE -- Precisa-se"pa- ra senhora doente acamada, com prática, durante o dia, com refe- réneias. Tcl. 46-7190.

ARRUMADEIRAS, copeiras e babás -- Precisam-se, ótimos ordenados.

Rua Senador Danlas, 39, 2." andar, sala_206_

AJUDANTE DE COPEIRA

— Precisa-se, de prefe- réncia entre 20 e 40 anos. Família inglesa.

Tratar na Av. S. Sebas- tião, 205 - Urca.

ARRUMADEIRA - COPEIRA - Fam. tratamento precisa de uma com pralica e rnf. O'd. NCrS 100,00 - Rua Miguel Pereira n.

75 Tel 26-9183.

.

ATENÇÃO Doméstica? lemos as melhores diaristas e efetivas, copeiras, arruni., cozinheiras, fa- jeineiras (os), passadeiras. Pes-j soai idôneo c! documentos. Av.j Copacabana, 610, slloja. Telefo- ne 37-5533.

ARRUMADEIRA e ouiros serviços!

leves p; pequena escola, preci-!

so moça dorme emprego, ord.

NCrS 40,00. Tel. 27-4596.

AGENCIA NOVA YÒRK oferece empregadas estrangeiras brasi- letras, com cart. e ref., p/ to- dos os serviços. Tcl.: 56-0117, ATÉ CR. 80 000 - Babi-Arruma.

deira. Domingos livres. Referên- cias. Aníbal Mendonça, 72, ap.

202 — Ipanema.

ARRUMADEIRAS, cozinheiras t copeiras, precisamos de muitas - Rua Uruguai, 194, loia 33 - lei 3B-0M3.

BABÁ Precisa-se branca, boa aparência, ótimas referências, mi nimo d* 1 ano. Paga-se bem, na Rua Aires Saldanha, 66, ap. 1002 - Tal. 36-4991.

BABÁ Precisa-se com referên- cias e experiência para bebê de 2 meses - 80 000 — Rua Volunté- rios da Pátria, 415 ap. 506.

BABÁ e uma copeira. preciso para lazer todo serviço de um casal, com um recém-nascido. Rua da CarÍoca,_55, ap.__jOK BABA — Precisa-se com muita prá*

üca e experiência, para crianças cie 1 a 2 anos Exlgem-se referên-1 cias. - Rua Almte. Saddock de:

Sá, 98, ap. 204. Ipanema.

BABA' - Precisa-se de competen- te, experiente, educada, para 2 crianças de 4 » 3 anos. Exigem*

se referencias. Pana-se bem. Tcl. 47-6908, Rua Itlquira n. . 118 Descer na Visconde de Albuquerque e entrar pela Rua Codajás - Cana! leblon.

BABÁ Boa aparência, referên- cia, menina 2 anos. Praia Bota- loeio 422 - 402.

BRAS DE PINA - Moça - Pro.

cisa-s» c/ prática serviços do- mé.tico-, na Av. Antenor Nav_r- ro, 365, t/ D. Eli» - 30-7311.

_JÊ__\ ^B___B _Lf__ ¦ ___.

^^H ___> .*ka^M| ^B^^_B mmt y—tuw

ms __ *p^w^ i^H___B ^^ /Sf^_l

^^¦^&_y_i. 3 __T "*',_ Tl_____ _Bi _m mw m fl _¦ _¦ _r v«L «* >tm_P

"ãrk. 38*_. fam w&tk tSBí m_w ___ -J^Bn1' ______¦ ___ ^___\ ___£.- B "¦•*• ^ftftfffll _____W* ¦______¦ __-W* *¦__ Sm __\

c ^9__f^____tm___mf!l__-_ "^W] HETnH S_a_ã&J'HKiBi._____. j________k v- ^_H ____k _m '& '&7r_s_ffl_W_m_

_____T^___\ _____T-^:- ^^Mt ^ * _m

VTl_JB_iO__[

H-L^H

Hfe^___w^r*v ^___B ^^__\

Hk_B

j-BH-_«l-_^w>>5---! _____£ Jk_ Ww .-¦""-té S.

_wl^^^^^_W^^M^_-y^^^à_f^—_W—___ ^*^W^FS_WÍ^ ___W& mm »- 1

p^H__toâBitM_Éy^^8_^£_i_i'"' j.iife j_kj.in____n___r **_/ ^c___i핦. y_____m~ *m ^ *

Blt^^H_r%HÍKâa^wSsm4ii. ¦' J^^^U^BEf 'á__—W_—_

A_i^r_———m _—E> < -¦'¦¦¦ *- mVPi MH''- v B Hp^b *^*ta .-?>-....í*kV'' -4

''//^".fli^lf «Bel WtSfMtok <____BCTr N • -¦_* _P_"_w*»a. •

Chegarão hoie ao Rio, Radiofoio upi trazidos por avião da FAB, os corpos dos dois oficiais e nove praças que morreram ontem em conseqüência das queimaduras internas sofri- das quando tentavam repa- rar um escapamento obser- vnrln na casa das máquinas

O cruzador vinha do Re- ciie com o Ministro da Ma- rinha. Almirante Augusto Rademaker, e o acidente aconteceu no começo da ma- drugada de ontem. Há pou- cos dias, no Recife, o Presi- dente Costa e Silva assinou

Eàa Cidade do Sudoeste da França ficou desunida em 30% cóm os írèpiores que iiiinliiniiii toda a região . o Norte da Espanha

do cruzador Barroso, que na- vegava a 120 milhas de Sal- vador.

O começo de escapamen- to foi notado pelo Capitão- de-Fragata José Augusto Di- dier Barbosa Viana, chefe das máquinas do navio, e a turma de reparos logo foi chamada. Ao tentar corrigir a avaria na turbina, houve o rompimento e o vapor su- peraquecido matou nove em poucos instantes. Dois ou- tros morreram ao serem le- vados a Salvador.

O Barroso íoi socorrido pelo contratorpedeiro Pará, pelo aviso-oceânico Bocaina e pelas corvetas Caboclo e Ipiranga, além de um avião C-130 da FAB, que lançou medicamentos na área do acidente. Os 11 mortos che- garão hoje cedo à Base Aé- rea cle Salvador, de onde sai- rão via aérea para o Rio cie Janeiro.

AiSIMO À ÍSÜCSTRIA

Pireneus continuam a tremer

Pelo segundo dia conse- cutivo, a região des Pireneus foi sacudida ontem por vio- lentos tremores de terra, que praticamente arrasaram cin.

co aldeias, causando enor- mes prejuízos materiais, in- clusive a perda da colheita, um morto e cem feridos.

Todo o Sudoeste da Fran- ca e o Norte da Espanha sen- tiram o abalo, tal a sua in- tensidade. O fenômeno é muito raro na França, e não ocorria desde 1908, quando Mcnton, no litoral do Medi- terrâneo, ficou devastada, re- gistrando-se 50 morte:,. O.s tremores tiveram inicio pou- co antes da meia-noite de do- mingo, c a população ficou

cm pânico. (Página 9)

Gaguinho preso acusa o irmão

Policiais do E.stado do Rio prenderam na madrugada dn hoje o pescador Mozar Teixeira

— o Gaguinho — no interior de uni sítio na localidade de Pu- rada Modelo (Estrada Rio—Fri- burgoi, e o levaram numa am- bulância da Policia Militar para a sede da Secretaria de Segu- rança fluminense. Bastante - fe- bril, Gaguinho acusou o Irmão dc ter sido o matador da ex- atriz Luz, dei Puego.

O Subdelegado de Mauá, Sr.

Evandro Leal de Carvalho, foi acusado dc covardia e omissão na morte do policial José Júlio ria Silva, abatido sábado com quatro tiros por Guijuinho: cle ficou estático no barco da Po- lícia enquanto o bandido fuzila- va seu colega com quatro tiros.

As acusações íoram feitas por testemunhas oculares do crime.

(Página 18)

Costa e Silva deixa Recife por Sáo Paulo

Depois de governar seis dias o País do Nordeste, o Presidenti!

Costa e Silva deixou Recife às 7 horas de ontem e já ao meio- ciia estava em São Paulo, para uma visita à indústria elétrica Brown Bovery no dia do seu 10.°

aniversário, durante a qual ob- servou que para cada operário paulista havia mais de quatro trabalhadores de outros Estado..

Comentando em Osasco o sermão da missa a que assistira domingo em Recife, no qual o padre Hélder Câmara advertira que "o Nordeste não pode viver mais de esperanças", o Marechal Costa e Silva declarou que "a Igreja compreendeu o esforço desenvolvido pelo Governo para solucionar os problemas nordes-

Unos", iPágina 3)

Aumento sò vai a estudo no fim de 67

O Governo começará a dis- cutir o problema do aumento sa- lanai rio funcionalismo "possi- vclmente ainda no fim dêste ano ou no início de 1968, pois é nessa época que a questão cos- tuma entrar em.pauta", segun- do informou ontem o Ministro do Planejamento. Sr. Hélio Bel- trão, desmentindo a noticia de que o aumento poderia ser con- cedido ainda em 1967.

Esclareceu o Ministro que o percentual do aumento "acom- panha. à, evidentemente, a cor- reção salarial feita para a.s de- mais classes de trabalhadores".

Segundo seus assessores de im- prensa, o Sr. Hélio Beltrão não féz no Recife qualquer declara- ção sóbre benefícios salariais ao funcionalismo durante êste ano.

um convênio a uuiuo uo aut-—

roso e depois visitou tôclas as suas instalações.

A Base Aérea de Salvador colocou à disposição do Al- mirante Augusto Raclema- ker dois aviões, mas o Mi- nistro da Marinha continua- va a bordo do navio aciden- tado até ontem à noite. O Distrito Naval determinou a colocação de luto em sua.

bandeira e no braço do pes- soai que levará os corpos aié o avião que sairá para o Rio.

A avaria no Barroso não é grave e logo será reparada, a fim de o navio ser adaptado

— juntamente com o Tamaii- daré — para o lançamento de foguetes. A belonave aci- dentada possui um dos mais perfeitos dispositivos de re- paração de avarias e moder- no sistema de comunicações, apesar de seus 31 anos de atividades ininterruptas. —

(Página 13J

I ' "

\ %' ^<«***" "-"V'

'*•* '"¦ :?.f

y*>**\ ts* 4~ ¦'.-.'-""1

I »S*_*^ __,_"•*<._ ¦ ¦ %.' *_ ¦ ¦- :•¦¦"¦¦- - i

yyy^ :*** ' • 1 \ -'\\- •> --..,. - - . í m- ¦.¦ i

m^^myyÊ. y^myvM ..^

W0è^m ¦ MÊy&. ::-^.y-*r^'y

ti ?r ¦ . -r %- .- C''h

!| ***::]y'- y-yy':: .^..p"'

[ ^i .-f/?ft'. -'. . :::.:yy<'<- -. i ..|.-.:"i:' -

U**»<?** sj;.v .' yf::;-.: '

r; i ."-1--¦-••- • \. ...:.:.¦,¦¦¦

££•«* ilf*1""1 ári * " *& ¦ — ¦ ..^w»«_

r __«_**© ::> '^% m> :.mm

*pp^v> '¦•'¦v- ¦'¦'¦y*_¥''---,:¦¦ '¦ ¦ j:,-^^_mM.'%' *> *¦:,--.¦-; ??¦ ¦

\mii- ^^¦^*:^i4fi^'-^^w'- yà' w'*'^** -

_m____m ____ A ^>í^rw_l_^ ^^_fSs9__________E_H_Hk í_u ___l W_\w^__\ 55___l __V_ 9|

_¦_ kü -LU Kl R

O Presidente viu em Osasco o esforço para haver mais energia

Luta pelo China já

A Rádio de Pequim reco- nheceu, ontem, que a luta pelo poder entre Liu Shao- chi e Mao Tsé-tung assumiu características de violência, com conflitos de ruas em várias regiões da China, en- quanto a imprensa cle Hong- Kong anunciava a inlerven- ção do Exército em Che- kiang, e a invasão, por anti- maoistas, em Cantão, de dois navios com carregamentos cle armas para o Vietname.

O jornal Pei Jin Jih Pao, de Pequim, disse que um vento cle luta armada varre a China e responsabilizou o Presidente Liu Shao-chi pele clima de violência, chaman- . do-o cle "Kruschev chinês" e acusando-o de defender o

Israel repele gestões

de terceiros

O Chanceler de Israel. Abba Eban. em entrevista concedida em Jerusalém no momento em que o Presidente Tito. da Iugos- lávia, era aguardado em Bagdá, advertiu que o atual regime de cessar fogo no Oriente Médio so poderá ser substituído por um genuíno tratado de paz, sem

"eufemismo ou escapatória", e que não deseja intermediário na negociação.

Josip jBvoz Tito conferência, rá hoje com o Presidenta do Ira- que, Abdel Rahman Aref, iniei- ando a etapa final de .sua mi5- são de paz, que se encerra esta semana com nôvo encontro, no Cairo, com o Presidente Nasser, mas, segundo a emissora de Da-

¦ masco, não foi apresentado até agora um plano de pacificação aceitável por árabes e israelen- ses, (Página 8)

poder na é violenta

reatamento com os EUA.

Dezenas de milhares cle guardas vermelhos realiza- ram um desfile diante da Embaixada soviética em Pe- quim, em'protesto contra a nota de Kossiguin ameaçan- do romper as relações comer- ciais entre a URSS e a Chi- na. so não tosse liberado o cargueiro Svirsk, que já dei- xou o Porto chinês de Da- rien, onde foi invadido e da- nificado.

O navio chinês Li-Minq foi expulso do Porto de Gé- nova por haver colocado, no costado, cartazes cle propa- ganda chinesa mas o seu co- mandante se recusa a acatar a ordem das autoridades ita- lianas. (Página 11)

Aparecida recebe hoje a

Rosa de Ouro

O Legado papal que trouxe a Rosa de Ouro ao Brasil, Se- cretário dc Estado do Vaticano, Cardeal Amlet.o Cicognnni,' vai entregá-la ás 9h30m de hoje ao santuário de Aparecida do Nor- te, Sáo Paulo, antes da missa a ser rezada no local pelo Cardeal da Diocese, Dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Mota, presentes o Marechal Costa e Silva e o Governador Sodré.

Deixando o Rio ontem de manhã, o Cardeal Cicognani inaugurou ontem dc tarde uma nova torre na Catedral de São Paulo, Cidade a que volta esta farde após a entrega da Rosa de Ouro. Amanhã estará cm Brasi- lia c na quinta-feira volta ao Rio, onde receberá várias home- nagens nesse dia, na sexta e no sábado, quando, às 23 horas, cm- barca de volta a Roma. (Pág. 7);

BABA' tom prjtica de bebê • 2JCOPEIRA crianças Paulo César de An-1 Precisa-se drade 11 296 - «pio. -03 - .lia de tratamento Laranjeiras.

- ARRUMADEIRA - para pequena famí- Exigem***

.ferência* Praia de Botafogo i

|n. 132 - apto. 201.

COPEIRA - ARRUMADEIRA - CO. EIROCOZINHEIRO - Olere-|

Precisa-se para senhora só, len- ce-_c piir.i senhor sò ou c^sal. .r«.- do mais dt 30 anos, que saiba,., ,0| 45-7906.

ler escrever e alguma costura.

-'E-igem-s. referencias e que COPEIRA-ARRUMADEIRA - Preci- durma no emprooo - Ordenado !:.l-r.e, casa familia, dormindo no NCrS 80,00 - Telefonar para . emprego, saindo tle 15 enl 15

54.5545 'dias. Ordenado NCrS 60.00. Em-

~.oem-sc

pratica e referencias. Ru<i COPEIRA - ARRUMADEIRA. -JG. ribaldi, 115, Tijuca.

Moca de boa aparência c prati-

ta e referentias para familia de TMPSEGADA cuie saiba arrumar tratamento — -Paga-se bnm, na- Ronald de Carvalho, 291, np- 'Rua 5atopi n. 15 - lagoa. '302 -- tel.l 37-8410 - tido.

COPEIRA Precisa.se com pr*.

tica e boas referencies, na Rua Ministro Viveiros de Castro 47, ap 601 - Tel 37-9961.

EMPREGADA Precisa-se apto.

ires pessoas. Carl, c referencias.

Pnca-sc bem. Tratar Rua Sá Fer rreira n. 210, aolo. 204.

EMPREGADA - Para"o serviço do- móstiCO «pt. pequeno Carteira ou ref'.-ren cii* 0,-rniÍr no em- prego. Rua A!.:irfl Brandão, 87, ap. 301 — Tijuca.

FMPREGADA Precisa-se para cozinhar e lavar. Exiçiem-se re- feréncias Rua Gustavo &am*

paio, 559, ap. 601 Lema,

EMPREGADA - Preciso para lim- pe„.is gerais e lavar, NCr$ 40,00»

de 7 às 17 horas menos sáb<_d:_.

e domingos, R, Visconde Cara- j velas. IOI, Bolaiorjo.

EMPREGADA para trivial ie arrumar. Não encera. Rua llunlirioj da Pátria. 416-302 -

•lalono - -16-8696.

nples Vo-

EMPREGADA - Prç:isa-;e para todo serviço uma pessoa só. Pre- ctsam-s« documentes - Ruf. Fran- leisco 5á, 35, ap. 909 - Copaca-

bana.

EMPREGADA"

"Cozinhando bem, com referências. 70 000. Rua da iMatrii, 66. ao. 104 ¦- Boialooo.

EMPREGADA: DOMESTICA - Ca-i sal sem filhos lodo o serviço 80,00 Depois d.-.t 17 horõs na' Kua Djalma U rich ri. 229 api tr.

3C4.

EMPREGADA - Todo serviço, sabendo cozinhar, ap. de 3 pas- sos;, NCrS 70.00. Exigem-se re- ferjnciris, Forreiia n. 19 - áp. .01.

EMPREGADA DOMESTICA - Pre- cisa-se. Rua Dois de Dezembro

112 - Catete.

EMPREGADA -- Precisa.se para lodo o serviço. Paga-se bem. Exigem-se referências, n* Rua Francisco Se n. 105, ap. 802.

EMPREGADA - Preciso todo o I ierviço 2 pessoas. Rua Pompeu:

loureiro li. 126 - apt. 101 - Copacabana.

EMPREGADA Irab das 10 is 20 horas, todo o serv. üe casal, ap.

peqV; 70 mil Exigtm-se r»fí.

e piatica Tratar das 17 às 20 h-ras. Tel. 56-4460 - Rua Anrhinla n. 26 - 604 - leme.

Aríchteta n. ?6 - 604 — leme!

(EMPREGADA para serviços gerais i^m apartamento de caiai com 2

|filhos. Não Uva. Morar perto. — ITratar na Rua Coronel Correií lima, 78, ap. 301. Esta rua (ica no fim A6 Rua Delgado de Cir

-alho, no Largo da Segunda-Fíira.

,>?

EMPREGADA - Precisa-se, sabem I do cozinhar, para o.s sefviçot de pét|üena famí lia. Referências.

NCrS 70. Rua da Matriz 66. ap.

104 - Boiafoçjo.

EMPREGADA — Precisa-se de uma para trabalhar em <>P ¦ d* pc- quena família. Tratar Fiçjuein:do Magalhães 121-A - loin.

EMPREGADA

"doméstica '- Precisa- .c. Rua Prof. Valadares, 116, au-

íor.

EMPREGADA - Todo serviço

competente, fam. simples Não cor-, apenas auxiliar qdc.

for preciso - Rua Gen. Polido- ro n. 164 - 302. Ie!. 46-2203.

EMPREGADA - Precisa se paia casal, todo serviço, de 7 as 15 horas. Não trabalha sábatbs e domiilflos. Ordenado 50 mil crui.

R. Cândido Mendes, 66, ep. 302 - Glórii.

EMPREGADA - Pret isa-se com pcitiCfl que durma no èmpreGO.

Pàga.e bem. Rua Haddock Lo- boT 379 ap". 405.

FAMIIIA ESTRANGEIRA - Resi- dente no bairro Uranienas, i precisa de I casal ou topeira-ar- Irumadeira e coiinheira da lorno le (ogáo. Paga-sa bem. Tratar na I Avenida libo Júnior, 1672 - 1 Penha Circular, Fábrica Da Millu ..

EMPREGADA - Moça cem práti- ca de limpe/a e para aiudar na [cozinha em casa de familia, Rua

Sousa Ayuiar. 37 - Méier.

EMPREGADA - Todo serviço. Tratar na Rua Fidias. 82 - Jardim América. Proferi-ncia tr.íd Leo*

; poldina. P.'final initus .06.

I EMPREGADA -- Precisa-se para ,lodo serviço, que saiba cozinha a dè referências, pi casa de 2 pes- soas Rua Estácio Coimbra. 37, ap.

204 (Transversal de S. Ctemtmte no n.o 157). Tel. 26-3364.

MOCINHA - Precisa-se de uma arfumadeira-copeira, com referên- cia». - Tel. 40-7190.

ê w

(2)

2 — 1.° Cad., Jornal cio Brasil, terça-feira. 15-8-67

onnson

m \^__L*_L-J^-*wtiN-/ n^.o* m Xa B H im _L a VI aí ».!Íi..^.Tat-Íi tr

d _íi verte a Ky contra fraude nas eleições

7M/..

e conveniência é_mk_

_&' ^

¦'¦¦¦¦¦¦."¦ iã_*€lMSl .

0 4 r ali ri Sll

0

C-Ersuciros Argentinae

¥ ©

aos E.U.A. e à

ife. _s

H.y;- :¦¦¦¦.; ..".;*-._•?_;¦•??.

A Pan Am foi a primeira (1965) linha aérea a oferecer serviços de Jatos exclusivamente car- gueiros aos embarcadores do Brasil - e continua sendo a úni- ca. Suas mercadorias são, aqui, acondicionadas em vagonetes»*

e neles mesmos irão até qual- quer das 13 cidades européias servidas pela Pan Am.

A mesma eficiência ocorre nas importações (da Europa, EUA) e nos embarques - de e para - os EUA, Argentina ou Uruguai.

Aerocomércio Pan Am é mais que transporte rápido e seguro.

E também economia em armaze- nagem, seguro, docagem, trans- porte terrestre e muitos outros fatores. Chame o seu Agente de Carga. Ou o escritório da Pan Am mais próximo.

Hlo elc Janeiro: Rua Santa Luzia, 275-B

O maior transporte aéreo de carga do mundo A linha aérea de maior experiência do miiado!

Primeira na América Latina... Primeiro iúbrc o Atlântico..

Primeira sobre o-Pacifico... Primeira no redor do Mundo!

* Opcional. 'Embalagem especial.

Washington c Saigon tUPI

— afp — jbi — o Presiden- le Lyndon Johasmi advertiu ao Presidente e Primeiro-Mi- nistro do Vietname do Sul, Ge- lierais Van Thieu e Cao Ky, que .se houver fraude nas elei- cões presidenciais do dia 3 de setembro "isto será reprovado pelo povo norte-americano."

Em carta pessoal aos dois di- rigentes vietnamitas, Johnson disse que a reprovaçfio norte- americana consistiria "cm afãs- tar-se da causa do Vietname."

A advertência de Johnson, se- gundo os observadores políti- cos, foi feita como resposta às denúncias dos candidatos civis à.s dificuldades impostas pe- io.s militares à sua propaganda eleitoral.

HONESTIDADE

DESAFIO

A mensagem do Presidente Lyndon Johnson aos dois ciiri- gentes vietnamitas foi revelada domingo cm Washington pelo General Maxwell Taylor e pelo advogado Clark Clifford, envia- dos especiais cio Chefe do Go- vémo norte-americano ao Su- deste asiático.

Segundo Clifford, a mensa- gem de Johnson diz clarninen- te que se houver algum ato dos Generais Cao Ky ou Van Thieu que possa aborrecer o povo norteamericano "isto se- ria. sem dúvida, uma eleição fraudulenta". Acho pessoal- mente — acrescentou — que ambos entenderam muito bem o que quisemos dizer-lhes.

General Maxwell Taylor, ex-Embaixador de seu pai.s em Saigon, afirmou que todas a.s provas que reuniu "levam a crer que o Governo sul-vietna- mila. insiste em realizar uma eleição honesta." O Governo chefiado pelo General Cao Ky

— prosseguiu — está tomando todas as providências passíveis, dentro da situação criada pela guerra, para obter a.s condições que tornem possível a realiza- çáo da campanha eleitoral.

CIVIS EM AÇÃO

O.s oito principais candidatos civis às eleições presidenciais do dia 3 de setembro no Viet- name do Sul vão reiniciar den- Iro de 48 horas suas viagens de propaganda eleitoral pelo interior do pai.s.

Ha alguns dias os cândida-

•tos haviam decidido retirar- se da luta eleitoral se o Go- vêrno não lhes desse uma sé- rie de garantias. Temendo as ameaças dos civis e a adver- téncia dos EUA. o Govêmo de Saigon enviou uma carta aos randidulos afirmando que te- riam a.s garantias desejadas.

A carta foi preparada pelo Comissariado Especial da Ad- ministração, equivalente ao Mi- nistério do Interior, e informa o seguinte aos candidatos:

— deram-se instruções aos Comissariados locais para ga- rautir a segurança dos candi- datos civis; 2 — o Secretário de Estado para os transportes interveio junto à companhia nacional Air Vietname para que seja colocado à disposição dos candidates um avião DC-3 de 30 lugares: 3 — as autori- dades locais colaborarão na or- ganizaçáo de reuniões e assem- bléia.s em locais públicos.

Uni dos candidatos, Truong Dinh Deu. respondeu em nome de seus companheiros afirman- do que haviam decidido reco- raeçar a campanha eleitoral para "mostrar nossa boa von- tade".

DENUNCIA

Dois líderes budistas. Vene- ráveís Tri Quang e Thieu Minh, denunciaram os Generais Vau Thieu e o Cao Ky como orga- nizadores de um plano para destruir o budismo e exigi- ram que os dois renunciem a seus postos para assegurar a realização de eleições honestas no Vietname do Sul.

O ataque dos dois budistas foi dirigido especialmente con- tra o Presidente Ngueyn Van Thieu, que é católico e enca- beca a chapa oficial juntamen- te com o Primeiro-Ministro Cao Ky para a Presidência nas elei- ções do inicio de setembro.

O Venerável Thien Min de- clarou que os budistas não têm no momento poder suficiente para evitar a eleição de Van Thieu e Cao. Só as Forças Ar- madas têm és.se poder, con- clmu.

A A

TOCA-FITAS, STÉREO, DE

SELEÇÕES

Para qualquer tipo de car- ro, o Toca-Fitas Stéreo Uni- versai (importado) já se en- contra à venda na loja de SELEÇÕES, Ed. Av. Central, lado da Rua São José, junto ao Bob's. Adquirindo-o, vo- cê poderá comprar as melho- res fitas com um desconto de 35% sobre o preço do mer- cado.

Ali você encontrará iam- bém o GRANDE ATLAS MUNDIAL, fabulosa obra re- cém-lançada por SELEÇÕES, além dos livros de palpitante interesse e discos seleciona- dos dos famosos álbuns de

SELEÇÕES. (P

Radiofolo UPI

.**"'

- v d^^^^^^&^&i- ¦

9||.

IP - fl

íSèémS

pp <r**4kj*. i

•jp^frv «•- '-$f$'•*i§P•$,¦'

:¦¦¦¦-.-¦•-¦/-V v- .'¦ ..:!¦:¦::.¦¦¦¦ ' ¦¦¦

.#¦¦'*'' '_________________***

.:;,-.*¦-!*;,* ________WttÍ_\

¦ .¦ .¦-**•}£. *': __%__W\ \\\\____\\_\

"""* ,.______

. ':¦<

_____________] ____\W

* -'¦¦ 4___KÍ

'"'*• 'JW*-*'" ^^^*w^^k_\\\\____________\

_v» ,,,!»' ••*,_,* **¦

W____W____i * _____ _______W

___*______.' _ "M

_____ ¦ r" '^mm^tl

wàp: Wm

W_____)ríaeL _L__ "f"" ^f*"®**^. " + :.. *7S mSÊmV" •- " <>•**¦¦- .

*W-_Êá_

i , •^¦^^^S^K--^--***

»•§•*#

¦*-*¦*$

>«¦''¦** '

#$'* í-Y"

v ' '¦'*,

s

¦*?

Um F-100 Supersabre dispara seus jii.iwlos emitiu a ponje iiorle-vieliiamila junto à jronlcira íln China

Bombardeada a fronteira da China

Hanói e Saigon ÍAFP-UPI-JB) — Pela segunda vez em 24 horas a Ci- dade de Lang Son, a 16 quilômetros da fronteira do Vietname do Norte com a China. íoi bombardeada ontem pelos caças-bombardeiros norte-americanos Intruders e Skyhawk.

Mais de 130 vagões p o arco cen- trai da ponte ferroviária e rodoviária de Lang Son ficaram destruídos. O.s aviões norte-americanos de reconheci- monto afirmaram que o ataque aéreo provocou uma série de incêndios e gran- des explosões, além de ter neutralizado a defesa, antiaérea.

ESCALADA

Hanói e Lang Son, pontas termi- nais das duas estradas de ferro que unem o Vietname do Norte à China foram atacadas no espaço de três dias pela aviação aeronaval dos Estados Unidos.

Em Hanói, os norte-americanos conseguiram atingir as pontes Doumer e dos Suspiros, enquanto em Lang Son destruíram trechos da estrada de fer- ro, vagões, pontes e embasamentos da

defe.a antiaérea.

A via férrea entre Hanói e Lang Son, que continua na China em dire- çâo a Nan Ning, Província de Kuan Si, é um importante setor do sistema de comunicações do Vietname do Nor- te e sua destruição parcial representa um sério revés para o Governo rio Pre- sidente Ho Chi-minh.

O.s observadores militares acham que a outra estrada de ferro atacada pelos EUA é de menor importância,

pois se dirige para o nordeste do país e atinge a fronteira com a China em Lai Cliau, continuando depois pela Província de Yunnan até chegar ã Ci- dade de Yannanfu.

Esta parte do território chinês, o Yunnan. encontra ao Norte altas mon- tanhas que tornam difícil seu acesso ao resto da China e a converte numa espé- cie de bolsão sem saida. aberto apenas para o sul. Esta é na realidade uma das razões que obrigaram os franceses a construírem a via férrea para comer- ci;ir com o Yunnan e atrair para Ha- nói e Haiphong, pelo Vale do Rio Ver- melho. toda sua produção econômica.

A estrada de ferro Hanói—Lang Son íoi construída no fim do século passado com bitola mais estreita que a normal e está sofrendo uma série de reformas, segundo fontes oficiosas, para permitir o acréscimo de um terceiro trl- lho à circulação de trens tanto de bi- tola estreita como normal.

IMPORTÂNCIA

Pela linha de Lang Son a Hanói passa grande parte da ajuda, chinesa e dos paises socialistas. Outra parte da ajuda externa aos norte-vietnamitas chega pelo Porto de Haiphong, mas os bombardeios de que é objeto e suas pre- cárias instalações portuárias obrigam cs navios a fazerem fila para descarregar.

Desconhece-se a importância do.s prejuízos causados à estação de Lang Son e às suas instalações pelo bom- bardeio aéreo norte-americano. A im- prensa do Vietname do Norte limitou- se a informar sobre o ataque sem lazer

comentários e informando apenas que um avião americano tinha sido abatido e o piloto capturado.

Todos os observadores estrangeiros cm Hanói acreditam que os norte-viet- namitas não podem deixar a estrada de íerro sem funcionar por muito tempo.

_ considerada como uma das artérias vitais- para o prosseguimento da guerra e a.s autoridades de Hanói armazena- ram ao longo da estrada o material pa- ra a reparação imediata dos locais atin- gidos pelas bomba-.

HISTÓRIA

A Cidade de Lang Son. a mais pró- Xima das grandes aglomerações norte- vietnamitas na fronteira chinesa, tem 130 mil habitantes e está a 10 quilo- metros da fronteira com a China Po- pular.

Sua primeira participação numa guerra foi em 18!lã, quando os france- ses conquistaram Tonquim e um dos primeiros objetivos das tropas desem- barcadas. sob a.s ordens do General Briére de Llsle, era a tomada de Lang Son.

, Em 1950, a cidade voltou a figurar cm comunicados militares com os pri- meiros reveses franceses na Indochina.

Após a retirada de Cao Bang e o desas- tre francês na estrada colonial número quatro. Lang Son foi abandonada por sua guarnição. Em 1953 um comando de pára-quedistas destruiu as instala- ções militares que ficaram dc pé e Lang Son viveu em paz até o dia 13 de agó.s- to de 19G7.

Presidente quer parecer mais duro

Washington e Ollawa fAFP — UPI

— JBt — O.s observadores diplomáti- cos consideram que a decisão do Pre- sidente Lyndon Johnson de ordenar uma nova escalada aérea no Vietname destina-se a justificar perante n opi- nião pública dos EUA a acolhida pou- co favorável ao envio rie novos retor- ços e à elevação da sobretaxa fiscal de 10 por cemo.

O porta-voz da Casn Branca, Geor- ge Christian, disse que os bombardeios aéreos nas proximidades cia fronteira com a China não representam nenhu- ma mudança na política norte-ameri- cana. Como já se disse várias vezes — acrescentou — os Estados Unidos não buscam nenhuma extensão do confli- to. O Presidente Johnson considera que o.s bombardeios ao Vietname do Norte constituem um elemento essencial de nosso compromisso em relação ao Viet- name do Sul.

PRESSÃO

As especulações sobre o agravnmen- to da escalada tèm por base os resul- tados das sondagens de opinião públi- ca realizadas pelos Institutos Gallup e Harris. Ambos são unânimes em afir- mar que apenas 39 por cento dos nor- tc-americanos aprovam a política do Presidente Lyndon Johnson.

Jamais a popularidade de um Pre- sidente dos EUA esteve tão baixa des-

de o mês de dezembro de 1952. quando a política do Presidente Triunan foi re- cebida favoravelmente por apenas 31 por cento dos norte-americanos.

Segundo o Instituto Gallup, 49 por cento dos norte-americanos são hostis ao envio de mais soldados ao Vietname e 54 por cento estão descontentes com a política no Sudeste asiático. Há seis semanas, depois da reunião de cúpula entre Johnson e Kossiguin, em Glass- boro, o Presidente norte-americano con- vccou uniu entrevista coletiva para anunciar que as várias sondagens de opinião pública lhe deram entre 52 e 58 por cento de votos favoráveis quan- to à política que pós em prática duran- te a guerra no Oriente Médio.

Em pouco tempo, no entanto, os índices de popularidade de Johnson caíram em conseqüência dos conflitos raciais e o envio da mensagem ao Con- gresso pedindo um aumento da sobre- taxa. É interessante, no entanto, que os principais auxiliares do Presidente Lyndon Johnson náo estão preocupados com o.s resultados das pesquisas e ne- gam-se a íazer qualquer prognóstico sobre a política da Casa Branca no futuro.

Também destacam o fato de o Pre- sidente Johnson continuar com uma vantagem considerável sobre seus ad- versados: 52 por cento contra 48 por cento em relação ao Governador Rom- ney e 55 por cento contra 45 por cen-

to em relação ao ex-Více-Presidente RI- chard Nixon.

"Graças á debilidade da Oposição, acrescentam os auxiliares de Johnson, o atual Governo conserva intactas tó- das as suas oportunidades de vitória nas eleições presidenciais que se rcali- zarão dentro de 15 meses."

MANOBRA

Os que são contra a política do Presidente Johnson no Vietname dese- jam o fim da guerra no Sudeste asiá- tico de diferentes formas. Alguns que- rem um compromisso honroso, outros o aniquilamento do Vietname do Norte através de uma escalada gigantesca e definitiva.

O Presidente Lyndon Johnson, de- sejoso de levar em conta suas duas ten- dências, recorreu a uma política para contentar os dois blocos. A nova es- calada será acompanhada de uma nova ofensiva dc paz através de diplomatas, tendo como justificativa a.s promessas feitas agora pelo Primeiro-Ministro sul- vietnamita Cao Ky.

Se os dirigentes norte-vietnamitas não levarem em conta a advertência atual ou os avisos sobre a escalada que se multiplicam desde o ataque à ponte Doumer. no Centro de Hanói, se se ne- garem a sentar-se na mesa de confe- rência, a ação militar dos EUA en- trará então, numa fase considerável- mente ampliada e decisiva,. '

Senadores acham estúpida a escalada

Washington (UPI-JB) — Os Sena- dores Mike Mansficld e William Fui- bright, lideres democratas, condenaram a escalada norte-americana e o bom- bardeio de regiões próximas à fronteira com a China, afirmando que "esta cs- túplda e perigosa decisão do Governo aumentou a possibilidade de uma guer- ra entre os EUA e a Chino".

"Os bombardeios a menos de 16 quilômetros dos limites com a China ou a 1 minuto de vôo sáo uma perigosíssi- ma extensão da guerra", afirmou o Se- nador Mansficld. Levam-nos, acresceu-

tou, mais perto da beira de um possí- vel enfrentamento com a China, que poderia ocorrer por erro de cálculo ou outra causa parecida.

PERIGO REAL

O Senador Mansficld disse também que "os ataques nas proximidades da China não têm grande importância mi- litar pois poucas vezes foram atingidos, até o momento, e a razão verdadeira do Governo norte-americano ao autoriza- los é intimidar o Governo do Vietnã- me do Norte".

O Senador William Pulbright adver- tiu ao Presidente Lyndon Johnson que a China, "com sua séria crise interna, está mais predisposta à guerra contra os EUA para reunir novamente as fac- ções em que se dividiu o país".

Fulbright atribuiu a alguns chefes militares desejosos de "ações mais vio- lentas no Vietname" a decisão norte- americana de levar a guerra às proxi- midades do território chinês. Concluiu lembrando que na guerra da Coréia os EUA agiram de modo parecido c por pouco não se envolveram numa gueira direta com a China.

Hanói anuncia destruição

de Da Nang

Hanói e Saigon iafp-upi- JB> — A Agência norte-viet- namita da informações assegu- rou ontem que 70 por cento do equipamento da base norte- americana dc Da Nang foram destruídos pelo ataque realiza- do pelos guerrilheiros vietna- mitas no dia 15 de julho.

Unidades do Vietcong e da 101," Divisão Aerotransportada dos EUA travaram ontem vio- lentos combates a Sudoeste do Tãm __y, na região montanho- sa que avança para o mar. Os guerrilheiros desfecharam vá- rio, ataques contra as posições norte-americanas e o primeiro cheque durou seis horas, com emprego da artilharia . da aviação.

PRISIONEIROS

As fotografias de dois pilo- tos norte-americanos vivos c o cartão tie identidade de uni terceiro foram publicados on- tem em Hanói pelo jornal Nhan Dan, porta-voz do Par- tido dos Trabalhadores.

Os prisioneiros sáo o Tenente Tommer Morris e o Capitão Edwin Aioerbey. pilotos de um F-105 e de um FR-4-C. As fo- tos publicadas em Hanói mos- iram apenas o rosto dos efi- ciais norte-americanos, o pri- meiro de frente c o segundo de perfil, olhando o solo. Ambos dão a impressão cie terem sido fotografados de surpresa.

ENGANO

Dois tiros de morteiros de 60 milímetros disparadas errada- mente por fuzileiros navais norte-americanos feriram on- tem sete marinheiros e 21 ope- rários da Marinha dos EUA perto de Da Nang. As autori- dades norte-americanas disse- ram em Saigon que os tiros atingiram a residência dos ope- rários, a 7 quilômetros ao Su- deste da base cie Da Nang.

rvietico condena a guerra

£~*

Oltawa e Moscou fAFP- UPI-JB' — O Vice-Presiden- le do Conselho de Ministros dn União Soviética, Dimitry S.

Polyansky. afirmou ontem na Capital canadense que "a si- tuação internacional contém graves perigos e poderia levar a outra guerra mundial, cujo caráter monsiruso não apre- senta dúvidas para ninguém".

O dirigente soviético falou durante um jantar oferecido oferecido pelo Primeiro-Minis- tro canadense. Lester Pearson, ao comentar as conseqüências da "agressão contra o povo do Vietname e contra as nações árabes". É dever sagrado de todos os Governos — acres- centou — fazer o possível pa- ra que se ponha fim à agres- são e que se respeitem o.s di- reitos soberanos dos povos, pe- quenos e grandes.

PERIGO

Em Moscou, a Agência Tass disse que aviões e helicópteros dos Estados Unidos voaram perigosamente perto de um navio da URSS que navegava nas proximidades do porto norte-viet namita de Hai- pliong.

A agência identificou o na- vio como o cargueiro Magno- togursk mas não revelou quando os aviões norte-ameri- canos o sobrevoaram. O escri- tor russo Arkanov encontra- va-se a bordo do Magneto- gorsk e confirmou o "vôo

pro- vocador da aviação dos EUA".

Montanhas ajudaram americanos

Hanói (AFP-JB) Um trajeto

"tortuoso" permitiu aos aviões norte-ameriacnos atingir seus objetivos nas incursões de sex- ta-feira e sábado passados só- bre a Zona de Hanói.

O jornal do Exército Popular norte-vieinamita. Quan Doi Nhan Han, revela em artigo sobre os bombardeios que o.s radares seguiram o trajeto dos aviões norte-americanos, desde que partiram de suasba- ses em Takhli e Korat, na Tal- lândia.

O jornal náo esclarece se to- do.s aviões que tomaram parte nas duas incursões provieram das bases tailandesas, mas o autor do artigo faz notar que viu num mapa do Estado- Maior dc uma unidade de ar- tilharia antiaérea encarregada da defesa e controle de nove itinerários percorridos pelos aparelhos inimigos.

Segundo esse controle, os pi- lotos norte-americanos, depois de travessaram a fronteira norte-vletnamila, seguiram um percurso sinuoso, aproveitando a.s cadeias de montanhas para ocultar-se.

Trata-se ao que parece do maciço montanhoso que se es- tende entre o Rio Vermelho e a margem negra a Noroes- te de Hanoi. Uma vez chega- dos ali, os aviões viraram para o Sul a fim de rumar cm direção à capital no sentido oposto à correm e do Rio Ver- melho. Sobre Hanói, os pilotos fizeram uma passada e em se- guida deixaram cair suas bom- bas. Desapareceram subindo o Rio Vermelho.

Imagem

Referências

temas relacionados :