.imâ. srm. ^ í. -^ ^ç ~ 'V* 5 : >* V. -V " - r '" />.imâ. srm. ^ í. -^ ^ç ~ 'V* 5 : >* V. -V " - r '" />

>- ' < v"* >.imâ. srm. ^ í. -^ ^ç ~ 'V* 5 : >* V. -V " - r '

165 

Texto

(1)

>- '

< v"*

>.imâ

srm

^ í

-^ ^ç

C

~ 'V*

'-

5

: •>* V

-V " -

r

'

(2)

BI

(3)
(4)
(5)

A^

-H

N.° 56

V

DIRJECTOPMA

DR

Companhia Mogyana

DE

ESTRADAS DE FERRO E NAVEGAÇÃO

ASSEMELHA GERAL

DE

ao r>E> JXJ3VHO r>E 1000

CRnFINRS

Typ. a vapor "LIVRO AZUL" — A. B. de Castro Mendes

(6)
(7)

COMPANHIA MOGYANA

DE

j^STRADAS DE J^ERRO E JNÍAVEGAÇAO

Assembléa Geral Ordinária

De ordem da Directoria convido os Snrs. Accionistas

a se reunirem, em Assembléa Geral Ordinária, no dia 20

de Junho próximo futuro, ao meio dia, neste Escriptorio

Central.

N'esta reunião serão apresentados o relatório, balanço

e contas relativos ao anno findo, de 1908, e o parecer do

Conselho Fiscal, e proceder-se-á d eleição dos membros e

supplentes do mesmo Conselho que terá de servir no corrente

exercido.

Ficam d disposição dos Snrs. Accionistas, neste Es-

criptorio Central, os documentos constantes do Art. 32 dos

Estatutos da Companhia.

Campinas, 18 de Maio de 1909.

Joaquim pinto de Jrforaes,

Chefe Interino do Escriptorio Central

(8)
(9)

Campinas, 18 de Maio de 1909.

$5nzõ. (£íccioniòtaò,

Cumprindo o disposto nos Estatutos da Companhia, vem a

Directoria trazer ao vosso conhecimento as principaes occurrencias

do anno de 1908, apresentando á vossa apreciação e approvação o

seu relatório, balanço e contas, bem como o parecer do Conselho

Fiscal, relativos áquelle anno.

Assembléa Geral

Em 28 de Junho de 1908 realisou-se a Assembléa Geral Or-

dinária, na qual foram approvadas as contas relativas ao anno de

1907, e eleitos o Conselho Fiscal e seus supplentes.

Directoria

Tendo o Director Snr. Visconde de Soutello, de se ausentar,

temporariamente, do paiz, em sessão de Directoria de 23 de Maio

de 1908, na forma do artigo 17 dos Estatutos, foi convidado para

o substituir, durante a sua ausência, o accionista Snr. Dr. Amadeu

Gomes de Souza. Reassumindo o Snr. Visconde de Soutello, o seu

lugar de Director a 13 de Março do corrente anno, a Directoria

agradeceu ao Snr. Dr. Amadeu Gomes, os serviços que prestou á

Companhia, nesse cargo, durante esse período.

Conselho Fiscal

O Conselho Fiscal da Companhia é actualmente composto

dos Snrs. Dr. Gustavo Adolpho e Castro, e Raphael Gonçalves de

Salles, sendo supplentes os Snrs. Dr. Luiz Albino Barboza de Oli-

veira, e Coronéis Joaquim Augusto Ribeiro do Valle e João Leite

do Canto.

(10)

— 6 —

O terceiro membro do Conselho Fiscal, era o Snr. Vicente da

Fonseca Ferrão, fallecido no anno pretérito e que tão bons servi-

ços prestou á Companhia durante largos annos, nesse cargo; pelo

seu fallecimento a Directoria propõe um voto de profundo pezar.

Compete-vos, na presente reunião, a nomeação do Conselho

Fiscal que deverá servir no corrente exercício.

Divida Externa

Foram resgatadas 200 obrigações preferenciaes de £ 100, fi

cando a divida da Companhia, de £ 220.400-0-0, reduzida a £

205.400-0-0.

As despezas de amortisação e juros (46.° e 47.° coupons)

importaram em £ 31.667-15-6.

Garantia de Juros

A titulo de garantia de juros á linha do Catalão, a Compa-

nhia recebeu do Thezouro Federal a quantia de Rs. 505:8008000,

correspondente ao segundo semestre do anno de 1907, e ao pri-

meiro do de 1908.

Trafego

Foi feito com toda a regularidade o serviço do trafego.

O numero de passageiros que em 1907 tinha sido de

1.691.534, foi em 1908 de 1.626.812, havendo uma differença de

64.722 para menos. Neste total estão incluídos 50.923 passageiros

transportados gratuitamente, dos quaes, 8.386 em serviço da colo-

nisação.

No trecho mineiro do ramal de Guaxupé, o numero de pas-

sageiros transportados, foi de 15.959. Em 1907 tinha sido de 17.277.

O peso das bagagens e encommendas transportadas foi de

13.633.299 kilogrammas; menos 9.077.507 kilogrammas do que em

1907.

No trecho mineiro do ramal de Guaxupé, também houve di-

minuição: em 1908 foi de 158.852 kilogrammas, tendo sido em

1907 de 207.442.

O movimento total das mercadorias, foi de 718.761.244 ki-

logrammas (incluindo-se 7.688.457 do trecho mineiro do ramal de

Guaxupé). O anno de 1907 tendo sido de 711.024.106 kilogram-

mas, houve em 1908. augmento de 7.737.138 kilogrammas.

(11)

Tarifas

Foi feita uma reducção nos fretes de águas mineraes, quando

despachadas pelas próprias emprezas exploradoras, e em quanti-

dade maior de cem caixas, a começar de Março de 1908.

Também foi reduzido o frete para «talco nacional».

Receita

A receita total arrecadada de todas as linhas da Companhia,

foi de 18.402:747.$446, sendo:

Tronco e Ramaes. . . . 15.579:0378100

Rio Grande e Caldas . . 1.924:6318091

Catalão

899.0798255

Total 18.402:7478446

Houve uma differença para menos, comparada com a de 1907,

de Rs. 1.090:7058963, nas linhas:

Troncos e Ramaes — diminuição 858:0988347

Rio Grande e Caldas — »

267:9758340

Catalão

— augmento 35:3678724

Total 1.090:7058963

A receita da parte mineira do ramal de Guaxupé, importou

em Rs. 43:9298932. Tendo sido a do anno de 1907 de Rs.

65:3638424, houve uma diminuição de Rs. 21:4338492.

Despesa

A despeza total importou em Rs. 9.915:4588594, distribuída

pelas seguintes linhas e ramaes :

Tronco e Ramaes . . . 7.368:9638439

Rio Grande e Caldas . . 1.588:8648273

Catalão

957:6308882

Total 9.915:4588594

A differença para menos, comparada com a de 1907, foi de

Rs. 94:8048170, sendo em:

Tronco e Ramaes 68:6028604

Rio Grande e Caldas. . . . 21:9738310

Catalão 4:2288256

Total 94:8048170

(12)

— 8 —

A despeza da parte mineira do ramal de Guaxupé, importou

em Rs. 50:332.S300, ou Rs. 1:5718008 menos do que em 1907, que

tinha sido de Rs. 51:9038308.

Renda Liquida

A renda liquida importou em Rs. 8.487:2888852, sendo :

Tronco e Ramaes 8.210:0738661

Rio Grande e Caldas 335:7668818

8.545:8408479

Catalão—déficit

58:5518627

8.487:2888852

Comparada com a de 1907, nota-se a differença de Rs.

995:9018793, para menos, sendo em :

Tronco e Ramaes

789:4958743

Rio Grande e Caldas

246:0028030

1.035:4978773

Catalão, augmento do déficit

39:5958980

995:9018793

A parte mineira do ramal de Guaxupê apresenta um déficit

de Rs. 6:4028368. hm 1907, tendo havido uma renda liquida de

Rs. 13:4608116, houve em 1908 uma diminuição de Rs. 19:8628484.

Renda Geral

O saldo resultante da renda acima, accrescido do saldo que

passou de 1907, e dos juros recebidos do Governo Federal pela

garantia da linha do Catalão, conforme se vê da demonstração em

annexo, importou em Rs. 15.830:3948429, que com audiência e

approvação do Conselho Fiscal, esperando a Directoria merecer tam-

bém a vossa, teve a seguinte

Applicação

Serviço do empréstimo em Londres ...

500:9788120

Pagamento dos dividendos 69.° e 70.° ....

7.000:0008000

Imposto sobre esses dividendos

162:3558000

Dito » o capilal

140:0008000

Fundo de Reserva

300:0008000

Quota da Fiscalisação Federal

37:500.s000

Saldo que passa para o exercido seguinte . . .

7.689:5618309

(13)

- 9 -

Fundo de Reserva

Com os rendimentos do anno findo e a qvami;

Rs. 300:0008000, creditada, fica o Fundo de ReserV/eJevado

5.655:8658000.

Lucros Suspensos

Passou para o corrente exercício a quantia

7.689:5618309, como «Lucros Suspensos».

Impostos

Por conta dos Governos da União, e dos Estados de S. Paulo

e de Minas, foram arrecadados impostos na importância de Rs.

879:1718106, cabendo á Companhia por esse serviço Rs. . . .

50:8788538, de porcentagens.

Foram entregues as seguintes quantias, como saldo liquido :

Ao Thesouro da União

367:9808800

» do Estado de S. Paulo

224:5418530

»

»

» »

■ » Minas

235:7708238

828:2928568

Via Permanente

A extensão total das linhas da Companhia Mogyana, em 31

de Dezembro de 1908, era de 1.365 kilometros, dos quaes 14 do

ramal de Soccorro, inaugurados em 1.° de Agosto de 1908.

Ramal de Ouaxupè

TRECHO MINEIRO

Em 3 de Dezembro de 1908, foi adquirido pela Companhia

Mogyana o trecho mineiro do ramal de Guaxupè, tendo sido assi-

gnado em 31 do mesmo mez, na Secretaria das Finanças do Es-

tado de Minas Geraes, o termo de responsabilidade, acceitação e

observância pela Companhia Mogyana, do contracto de 5 de Ja-

neiro de 1901, celebrado com o Coronel Joaquim Augusto Ribeiro

do Valle, para uso e goso deste ramal—de Guaxupê ás divisas do

Estado de S. Paulo.

Este ramal foi adquirido pela somma de Rs. 675:2628959, in-

clusive os gastos com imposto de transmissão ao Estado de Minas,

sellos, escriptura e mais despesas.

(14)

— dO —

Telegrapho

Todos os serviços desta Repartição correram satisfatoriamente.

Do relatório do Inspector Geral constam informações detalhadas so-

bre este serviço.

O trafego mutuo com a repartição do Telegrapho Nacional

continua a beneficiar o publico, apesar de não ser a sua renda cor-

respondente ao trabalho que dá.

Almoxarifado

Os materiaes existentes em 31 de Dezembro de

1907, representavam a importância de. .

Foram adquiridos durante o anno de 1908, na de

909:2368004

4.759:0148617

5.668:2508621

Sendo creditados durante o an-

no, pelo fornecimento a :

Tronco e Ramaes

2.311:7498211

Rio Grande e Caldas

603:9878899

Catalão

370:4518605

Ramal de Guaxupé, trecho mineiro.

15:4538224

Melhoramentos da linha ....

Ramal de Soccorro

Guaxupê a Muzambinho ....

Linha de Santos

E' o valor do stock, em 31 de

Dezembro de 1908, de Rs.

3.301:6418939

672:1338122

365:5068485

11:3378056

1:7938370

4.352:4118972

1.315:8388649

5.668:2508621

Locomoção

Todos os serviços a cargo desta Repartição, correram sem o

menor accidente.

Do minucioso relatório desta secção constam os importantes

trabalhos executados durante o anno, e a descripção do estado do

material rodante.

(15)

— -H —

Melhoramentos

A importância dos serviços executados por con-

ta desta verba, tendo sido, em 31 de De-

zembro de 1907, de

24.530:9028570

E sendo em 31 de Dezembro de 1908, de . .

25.368:3358482

Foi dispendida durante o anno de 1908, a de

837:4328912

A despeza foi maior do que em 1907, de . .

372:8008376

tendo avultado : 1.° a construcção e acquisição de carros e vagões,

locomotivas e trilhos, e, 2.° a nova construcção do edificio do Es-

criptorio Central, nesta cidade.

Construcção

O relatório do dr. Engenheiro Chefe Interino, presta minu-

ciosas informações sobre as linhas em construcção.

RAMAL DO SOCCORRO

Concluída a construcção, foi aberto ao trafego até o ponto

terminal «Estação de Soccorro» em 21 de Abril do corrente anno.

As despezas de construcção da 1." secção deste ramal, em

31 de Dezembro de 1908, importavam em Rs. 699:7558596, se-

gundo a avaliação final dos serviços executados pelos empreiteiros

Cap.m Mario Rodrigues e Carlos Bucchianeri.

Estes mesmos empreiteiros, na 2.

a

secção executaram traba-

lhos no valor de Rs. 724:1538125, dependentes de conclusão e

avaliação final.

O material empregado e serviços executados por administra-

ção na importância de Rs. 849:5508149, elevam a dispendida até

31 de Dezembro de 1908, á somma de Rs. 2.273:4588870.

RAMAL DE GUAXUPê A MUZAMBINHO

Em 2 de Maio de 1908 a Câmara Municipal de Muzambi-

nho celebrou contracto com o coronel Joaquim Augusto Ribeiro

do Valie, para construcção do ramal férreo ligando Muzambinho a

Dores de Guaxupé.

Incumbindo-se a Companhia Mogyana de realisar os traba-

lhos technicos por accordo com o concessionário, foi delles encar-

regado o Engenheiro chefe de Secção, dr. André Veríssimo Re-

bouças.

Esse serviço ficou por terminar em fins de 1908.

Terá o ramal 48 kilometros.

(16)

— 1-2 —

O projecto foi approvado pela Câmara Municipal de Muzam-

binho, em sessão de 31 de Março do corrente anno.

Até 31 de Dezembro de 1908, tinham sido dispendido com

os trabalhos acima descriminados Rs. 52:249*206.

RAMAL DE

S.

SIMãO A JATAHY

Autorisou a Directoria em sessão de 27 de Fevereiro do cor-

rente anno, que fossem feitos os estudos para um ramal que par-

tindo de S. Simão, se dirija ao bairro de Jatahy.

Estão em andamento esses estudos.

RAMAL DE CACONDE

Em 28 de Novembro de 1908, foi apresentado á Directoria o

relatório e planta do reconhecimento para a Estrada de Ferro en-

tre S. José do Rio Pardo e as divisas deste Estado de S. Paulo,

passando por Villa Biella e Caconde, sendo a 30 do mesmo mez

autorisados os estudos definitivos e respectivo projecto.

A execução desses trabalhos terá lugar no corrente anno.

Arrendamento da rede de viação férrea Sul Mineira

Tendo a Assembléa Geral Extraordinária de 30 de Julho de

1907 autorisado a Directoria adquirir a Estrada de Ferro Muzam-

binho, seus ramaes e privilégios, mediante o pagamento de Rs.

12.000:0008000 em títulos preferenciaes, julgou a Directoria acer-

tado se apresentar com proposta para o arrendamento daquella

Estrada e de outras que formam a rede Sul Mineira, segundo edi-

tal de concurrencia feito pelo Governo Federal.

Assim é que a 3 de Dezembro do anno findo foi approvada

e assignada pela Directoria a proposta formulada para esse arren-

damento, cujo praso de concurrencia findava no dia 9 do mesmo

mez e anno.

A proposta consignava as cláusulas essenciaes para obtenção

do arrendamento e foi considerada por juizos imparciaes e insus-

peitos como a mais favorável e que melhormente consultava os

grandes interesses da zona a que as linhas servem e virão a servir,

de futuro.

O assumpto ainda não foi resolvido pelo Snr. Ministro da In-

dustria, Viação e Obras Publicas, e confia a Directoria que, preva-

lecendo, como deve prevalecer, o sentimento de justiça em matéria

semelhante, terá a Companhia, como lhe compete, o arrendamento

referido.

Linha de Santos

Tendo sido empenho da Companhia desde 1893 levar suas

linhas a Santos, cuidou a Directoria de fazer revigorar a concessão

(17)

— 45 —

que caducara; e tal desideratum conseguiu com o Decr. n0. 6641,

de 12 de Setembro de 1907 publicado no Diário Official da União

de 28 de Abril de 1908. As cláusulas desse Decreto foram havidas

por muito restrictas e substituídas pelo de n.0 7148 de 8 de Ou-

tubro de 1908 (Diário Official de 20 de Outubro de 1908).

A Directoria resolveu, em sessão de 3 de Dezembro de 1908,

autorisar o Engenheiro Chefe Interino das Construcções a proce-

der á estudos para a revisão do traçado e a outros trabalhos de-

pendentes para dar execução ao contracto feito com o Governo da

União.

Os estudos proseguem e deverão demorar pela extensão que

elles abrangem.

Tomada de contas do Capital das linhas Estadoaes

Nada temos a accrescentar ao que consta dos nossos relató-

rios de 1907 e 1908 sobre esse importante assumpto.

O capital empregado na construcção, reforma e melhoramento

das linhas de concessão estadual, desde mais de trinta annos, não

pôde ser fixado senão mediante accordo entre o Governo e a nossa

Companhia. Para este accordo temos convergido todos os nossos

esforços e acreditamos que, em breve, veremos attendido pela Ad-

ministração o nosso direito, apoiado na lei e nos contractos.

Pessoal

Tendo o Snr. Dr. Carlos Stevenson, pedido exoneração do

cargo de chefe da Locomoção, foi para o mesmo promovido o Snr.

Dr. Coriolano Gomes de Mattos, que exercia o de seu ajudante,

sendo neste substituído pelo Snr. Dr. Alberto de Cerqueira Lima.

Outra alteração não houve no quadro do pessoal superior da

Companhia.

A chefia dos serviços de construcção continua a cargo do

Snr. Dr. José Pereira Rebouças, como antes vos foi communicado.

A do Escriptorio Central, vaga pela impossibilidade de exer-

cel-a o Snr. Dr. Cândido Gonçalves Gomide, em vista do seu estado

de saúde, está interinamente affecta ao Secretario da Directoria.

Bento Quirino dos Santos — Presidente

Carlos Norberto de Souza Aranha

Visconde de Soutello

Barão de Ibitinga

(18)
(19)

ANNEXOS

que acompanham o relatório

1.° Parecer do Conselho Fiscal.

2.° Balanço do anno.

3.° Distribuição da Renda.

4.° Serviço do Empréstimo.

5.° Receita e despeza das linhas.

6.° Demonstração da despeza.

7.° Transferencias de acções.

8.° Relatório do Inspector Geral.

9.° » » Engenheiro Chefe.

10.° » » Representante na Capital Federal.

11.° » » Chefe do Escriptorio de S. Paulo.

12.° Acta da Assembléa Geral de Accionistas.

13.° Relação geral dos Accionistas.

(20)
(21)

ANNEXO N. 1

(22)
(23)

Parecer do Conselho Fiscal

O Conselho Fiscal da Companhia Mogyana, no desempenho

do seu mandato, examinou cuidadosamente o balanço encerrado

a 31 de Dezembro próximo findo. Foi attendido com pontualidade

o serviço do empréstimo em Londres, dispendendo-se a quantia de

500:978$120, ficando a divida externa reduzida a £ 205400-0-0.

Sendo a renda liquida do anno Rs. 8.487:288$852, que, acerescida

da importância de Rs. 505.800$000, recebida do Governo Geral

pela garantia de Juros da linha do Catalão e do saldo de Rs.

6.837:305$577 passado do anno de 1907, attinge á importância de

Rs. 15.830:394$429 ; tendo sido pagos os dous dividendos na impor-

tância de Rs. 7.000:000§000 e deduzida a despeza commercial, fica o

saldo de Rs. 7.989:561 $309, do qual a Directoria propoz ser levado ao

Fundo de Reserva Rs. 300:000$000, e o restante de Rs

7.689:561 $309 que passa para o seguinte semestre.

O Conselho Fiscal é de parecer que sejam todas estas contas

approvadas bem como todos os actos da Directoria, para a qual

pede aos Snrs. Accionistas um voto de louvor.

Campinas, 14 de Abril de 1909.

Luiz Albino Barbosa de Oliveira.

Raphael Gonçalves de Salles.

(24)
(25)

ANNEXO N. 2

(26)
(27)

COMPANHIA MOGYANA

Balanço Geral encerrado em 31 de Dezembro de 1908

ACTIVO

Apólices do Fundo de Reserva:

Importância de 646 apólices, sendo 397 de 500S e 249 de 1:000$.

Bens de Raiz :

Prédio do Escriptorio Central

Linhas Férreas:

Tronco até Araguary e Ramaes

Melhoramentos da Linha

Ramal de Soccorro

Linha a Santos

Ramal de Guaxupê (trecho mineiro)

Estrada de Ferro de Guaxupé a Muzambinho:

O dispendido até esta data

Armazém de Materiacs:

Pelos existentes

Material a Chegar:

Em viagem e a credito dos fornecedores . . .

Contadoria Central:

Saldo do trafego mutuo a receber

Contadoria do Trafego:

Saldo das estações do Tronco, Rio Grande e Caldas e Catalão . .

Dito, dito do Ramal de Guaxupê (trecho mineiro). ...

Devedores Diversos:

The British Bank of South America—Londres—£ 1.591-16-2 . . .

Vários saldos

Governo Geral, c restituição de juros:

Recolhido ao Thesouro até esta data

Juros e Resgate do Empréstimo :

Saldo do dispendido

Juros a Receber do Governo Geral:

Linha do Catalão, 2.° semestre de 1908

Juros Garantidos, Linha do Rio Grande e Caldas:

Saldo desta conta

Juros Garantidos, Linha do Catalão :

Saldo desta conta

Caução de Apólices:

Valor de 100 apólices caucionadas ao Thesouro Federal . . . .

Caução:

Importância depositada como caução para construcção da linha de

Guaxupê a Muzambinho

Thesouro Federal:

Importância a receber

Governo Geral, c/ de impostos:

Debito do Governo, por mandados

Saldo da arrecadação de impostos

Acções Caucionadas :

As da Directoria (250) em garantia de sua gestão

London and Brasilian Bank, Limited—c/ especial

Saldo em c/c da Companhia

London and Brasilian Bank, Limited

Saldo em c/c da Companhia

British Bank of South America Limited—S. Paulo

Saldo em c/c da Companhia

Banco do Commercío e Industria de São Paulo

Saldo em c/c da Companhia

Banco de São Paulo :

Saldo em c/c da Companhia

Brasilianische Bank für Deutschland

Saldo em c/c da Companhia

Caixa:

Dinheiro existente na sede

Idem nas Agencias de São Paulo e Rio de Janeiro

Rs

Bento Ouirino dos Santos,

PRESIDENTE.

55.345:701 $468

25.368:335.$482

2.087:5448276

1:793$370

675:262*959

413:8788200

200:0008000

134:8948758

5:1698750

25:2588305

32:6848138

83.478:6378555

48:2268156

1.315:8388649

35:4128707

33:5558100

12:0618460

425:2628150

140:0648508

57:9428443

3.811:3418767

^VSSIVO

Capital :

Valor nominal de 350.000 acções a 2008000

Fundo de Reserva:

Apólices e dinheiro

Obrigações Preferenciaes:

Existentes em circulação 2.054 de £ 100-0-0=£ 205.400-0-0

Companhia Paulista:

Saldo do custeio da estação de Campinas

Pessoal do Trafego :

Pagamento a effectuar-se :

Tronco, Rio Grande e Caldas e Catalão . . .

Ramal do Guaxupê (trecho mineiro). . . • .

Pessoal da Tracção (c provisória)

Credores Diversos:

Fry, Miers & Comp.—Londres, £ 13.745-3-6

Vários Saldos

1.859:6408440

252:9008000

1.232:4288093

8.365:3858279

102:3638300

10:0008000

17:9468016

1:8578607

Companhia Agrícola Dumont:

Saldo de subvenções

Companhia São Clemente :

Saldo de subvenções

Governo do Estado de São Paulo :

Saldo da arrecadação de impostos

Governo do Estado de Minas Geraes :

Saldo da arrecadação de impostos

Governo Geral, c garantia do empréstimo moeda papel:

Importância de juros garantidos

Governo Geral, c/ garantia do empréstimo ouro :

Importância de juros garantidos (cambio 27 d)

Governo Geral, c garantia do empréstimo, apólices ouro:

Importância de juros garantidos em Funding Bonds (cambio 27 d.)

Governo Geral, c/ capital do Paiz:

Importância de juros garantidos linha Rio Grande e Caldas . . .

Governo Geral, c/ garantia linha do Catalão :

Importância de juros garantidos

imposto sobre dividendos :

Do 2.° semestre de 1908 a pagar

Caução da Directoria:

Valor de 250 acções

Caução de Empreiteiros :

Saldo desta conta

Ordenados de Operários a Pagar:

Os não reclamados

Dividendos :

Saldo a pagar dos 59.° a 69.°

O 70.° do 2.° semestre deste anno

341:0908250

2:4188700

174:7588800

224:8228980

318:9548658

103:5088000

3.500:0008000

70.000:0008000

5.355:8658000

1.825:7198913

60:466$350

518:267$750

543:7778638

159:5808630

12:5078856

32:6158870

42:038$402

2.236:1708985

2.322:0008000

653:2528892

1.232:4288093

8.365:3858279

81:1778500

50:0008000

67:5258298

41:5761553

3.603:5088000

10.261:4808002

S. E. ou O.—Campinas, 19 de Março de t908.

Joaquim Pinto de Moraes,

CHEFE INTERINO DO ESCRIPTORIO CENTRAL.

João Couto,

(28)
(29)

ANNEXO N. 3

(30)

- 26 —

DISTRIBUIÇÃO DA RENDA

IDIBIBITO

Pagamento do 69°. dividendo .

Idem do 70°. dito

Idem do imposto sobre esses

dividendos

Idem do imposto sobre capital .

Idem pela fiscalisação Federal .

Serviço do empréstimo em Lon-

dres

Applicado :

Ao Fundo de Reserva ....

Saldo para o seguinte semestre

3.500:0008000

3.500:00080001 7.000:0008000

162:3558000

140:0008000

37:5008000

500:9788120

7.989:5618309

300:0008000

7.689:5618309

Réis. . . .

i

15.830:3948429

Campinas, 19 de Março de 1909.

Bento Quinino dos Santos,

(31)

17 —

MOOY^IN^

NO A\XO JJK 1U0S

OI^EIIDITO

Saldo não distribuído no anno

de 1907

Renda liquida de 1908 : resultado

das três linhas

Recebido do Governo Federal

da garantia de juros da li-

nha do Catalão, relativo ao

2

o

. semestre de 1907 . . .

Dito do 1°. semestre de 1908 .

252:9008000

252:9008000

6.837:305sõ77

8.487:288.s852

505.8008000

Joaquim Pinto de Moraes,

(32)
(33)

ANNEXO N. 4

(34)

-50

ooivip^vivr

MI^V

EMPRÉSTIMO

NKM^VIÇO r^io

Valor esterlino

Cambio

Moeda brasileira

Saldo em poder do Ban-

queiro em 31 de De-

zembro de 1907 . . £

4.164-8-8

27 d.

37:0178150

Juros abonados pelo Ban-

queiro £

95-2-10

»

8458700

Remessas em cambiaes

para pagmento de juros

e amortisação, em £ .

27.408-4-0 que custaram

Rs. 435:1693795, em dif-

ferentes câmbios e em-

pregadas em Londres

ao cambio par (27 d.) £

£.

27.408-4-0

»

243:6288420

31.667-15-6

Réis

281:4918270

Campinas, 19 de Março de 1909.

Joaquim Pinto de Moraes,

Chefe Interino do Escriptorio Central.

(35)

õi

jvioc>Y^vrv^

EM LONDRES

Ar*IMO I>E l»OW

Valor esterlino

Cambio

Moeda brasileira

1.° Semestre

Pagamento do 46.° coupon

de juros £

5.635-0-0

27 d.

50:088*890

Commissão e despezas do

Banqueiro .... £

66-17-6

»

5948450

Desconto de remessa . £

58-10-4

»

5208150

2.° Semestre

Pagamento do 47.° coupon

de juros £

5.635-0-0

»

50:0888890

Amortisação de 200 obri-

gações de £ 100-0-0 cada

uma £

20.000-0-0

»

177:7778780

Commissão e despezas do

Banqueiro .... £

201-17-11

»

1:7948630

Desconto de remessa . £

£

70-9-9

»

6268480

31.667-15-6

Réis

281:4918270

João Ct

iuto,

C iuarda-L ivros.

(36)
(37)

ANNEXO N.° 5

(38)

— 54 —

o o

IVJ:

F»AJvr

M

i^v

RECEITA E DESPESA GERAL

ZEIIE CEIT^A.

Passageiros

Encommendas

Animaes em trens de passageiros

Rendimento do telegrapho

Mercadorias

Animaes em trens de cargas

Armazenagens

2.443:1038260

483:7118210

52:0498020

135:9258795

14.918:8338310

75:8658250

96:1098520

50:3778416

146:772S665

Arrecadação de Impostos • . .

Receitas Diversas, sendo:

Prêmios e descontos .... 115:1948553

Renda eventual 14:8748920

Emolumentos do escriptorio . . 6:2558200

Conservação telegraphica . . . 10:4478992

Rs

18.402:7478446

Campinas, 19 de Março de 1909.

S. E.

Joaquim Pinto de Moraes,

(39)

— õo —

JVJL

o o^^A.rv^v

NO ANWO DE 1908

HDES^ESuA.

Administração

Secretaria

Trafego

Tracção

Telegrapho

Linha e suas dependências

Honorário da Contadoria Central ....

Auxilio ao Ramal Dumont

Dito ao Ramal São Clemente. ....

Estação de Campinas (Aluguel e baldeação)

Estação de Sapucahy (Alugueis) ....

Despesas accessorias

Despesas diversas

Saldo a favor da Receita

Rs.

474

158

1.816

3.893

406

2.503

48

163

37

221

4

186

3408798

9108000

:309S583

:33286õ4

:õ 198809

:8108358

:5288830

:3678830

3138856

2788800

9608000

3918235

3948841

9.915.458*594

8.487:2888852

18.402:7478446

ou O.

João Couto,

Guarda-Livros.

(40)

— 56 -

AIVTMI^

Secção do

RECEITA E DESFEZ A

IR -R O IB 1 T ^

Passageiros

Encommendas

Animaes em trens de passageiros

Rendimento do telegrapho

M erra d orlas

1.781:7668270

382:3078430

33:8608850

95:3748955

13.027:2298730

26:7908630

68:0518590

16:8828980

146:7728665

Animaes em trens de cargas

Armíizpnacens. ....

Arrecadação de impostos

Receitas diversas.

Réis. . .

15.579:0378100

Campinas, 19 de Março de 1909.

S. E.

Joaquim Pinto de Moraes,

(41)

57 —

Tronco e Ramaes

iTO A NISTO DE 1908.

:D I-ISIRZEZ^

Administração

Secretaria

388:3758221

138:9778124

1.309:1348974

3.019:2268691

282:5248922

1.577:1438525

39:8748420

163:3678830

37:3138856

221:2788800

9608000

4:3918235

186:3948841

Trafego

Tracção

Telegrapho

Linha e suas dependências

Honorários da Contadoria Central

Auxilio ao Ramal Dumont

Dito ao Ramal São Clemente

Estação de Campinas (Custeio e baldeação) .

hstação de Sapucahy (Alugueis)

Despezas accessorias

Despezas diversas

Saldo a favor da Receita

Réis. . .

7.368:9638439

8.210:0738661

15.579:0378100

ou O.

João Couto,

Guarda-Livros.

(42)

58

COMPANIII A.

Secçáo do Rio

UECJE1TA. B DESJPEZA

RECEITA

Passapeiros

489.2748400

69:5208950

11:7098550

27:6208730

1.266:8988020

30:6608100

17.6458090

11:3028251

Animaes em trens de passageiros ....

Rendimento do Telegrapho

Mercadorias

Animaes em trens de cargas

Armazenagens

Arrecadação de impostos

Réis. . .

1.924:6318091

S. E.

Joaquim Tinto de Moraes

Chefe Interino do Escriptorio Central

(43)

— 39 —

Grande e Caldas

NO ANUO DE 1908

DESPEZA

Administração

Secretaria

33:4468369

19:9328876

354:2198382

563:7658960

81:6898055

530:0948161

5.7168470

Trafego

Tracção

Telegrapho '.

Linha e suas dependências

Honorários da Contadoria Central ....

Saldo a favor da receita

Réis. . .

1.588:8648273

335:7668818

1.924:6318091

ou O.

João Couto,

Guarda-livros.

(44)

— 40 -

/VIVMI^V

SECÇÂO DO

RECEITA E DESPESA

IR, ZE G IP. I T -A.

Passageiros

172:0628590

31:8828830

6:4788620

12:9308110

624:7058560

18:4148520

10:4128840

22:1928185

Encommendas. . , >

Animaes em trens de passageiros

Rendimento do telegrapho

Mercadorias

Animaes em trens de cargas

Armazenagens. . . "

Arrecadação de impostos

Déficit

899:0798255

58:5518627

Réis . . .

957:6308882

Campinas, 19 de Março de 1909.

S. E.

Joaquim Pinto de Moraes,

Chefe Interino do Escriptorio Central.

(45)

— M —

CATALÃO

JV

o ANJsn r>

TV IOOS

ID E S ^EZ ^ft.

Administração

Trafego

Tracção

Telegrapho

Linha e suas dependências . .

Honorários da Contadoria Central

Réis

52:5198208

152:9558227

310:3408003

42:3058832

396:5728672

2:9378940

957:6308882

ou O.

João Couto,

Guarda-Livros.

(46)

— 42 —

Ramal de Guaxupé

RECEITA E D E SP KZA

IR, 1=1 O E I T A.

Passageiros • .

11:9858860

1:2528660

938560

1:0828740

26:9938570

6058870

9148550

5018122

Encommendas

Animaes em trens de passageiros

Rendimento do telegrapho

Mercadorias

Animaes em trens de cargas

Armazenagens. .

Arrecadação de impostos

Déficit

43:9298932

6:4028368

Réis . . .

50:3328300

Campinas, 19 de Março de 1909.

S. E.

Joaquim Pinto de Moraes,

(47)

— 45 —

(trecho mineiro)

iV O A N IV O DE 1908

ID E S FEZ ^^

Trafego

Tracção

Telegrapho

Linha e suas dependências . .

Honorários da Contadoria Central.

Réis

17:2218625

15:2698068

2:4348063

14:6728524

7358020

50:3328300

ou O.

João Couto,

Guarda-Livros.

(48)
(49)

ANNEXO N. 6

(50)
(51)

COMPANHIA MOGYANA

Ti^orxco e Fi^vm^es

DEMONSTRAÇÃO da Despesa no anno de 1908

CLASSIFICAÇÃO

Pessoal

3Iaterial

Som ma

Total Geral

SECÇÃO ADMINISTRATIVA

Direcçao:

Honorários do Presidente e Directores . . . .

Secretaria:

Ordenados do pessoal do Escriptorio Central e Agencias em

São Paulo e Rio de Janeiro

Despesas Diversas :

Médicos, pharmacias e tratamentos

Advogados e despesas judiciaes

Impostos municipaes

Despesas geraes

8JSCÇÃO TECMNWA

Administração :

Inspectoria Geral .

Almoxarifado . .

Contadoria . . .

Escriptorio Central

Trafego

Administração e escriptorio . .

Estações

Trens

Telegrapho

Serviço de telegrammas

Conservação

Linha e snas dependências:

Administração e escriptorio

Via permanente

Lastro

Obras d'arte

Estações, etc

Cercas, cancellas, etc

Despesas accessorias

Custeio da Estação de Campinas . . .

Estação de Sapucahy

Honorários da Contadoria Central. . .

Auxilio ao Ramal Dumont

Dito ao São Clemente

Diversas

Réis.

21:60O$OO0

-HT^Tím

Tracção :

Administração e escriptorio

Conducção de trens

Limpesa e lubrificação de vehiculos

Reparos de locomotivas

Ditos de carros

Dito de vagões

Conservação de edifícios e machinas das officinas

32:890$000

60:9d5$680

280:0661560

75:881$570

886:2'! 0$-370

2id:707$520

54:927$280

608:775$641

76:379$021

503:964$346

H6:'I27$927

127:428$048

1 :'i06$082

'l;033$613

5:213$726

7:827$549

428$Ü93

6:601 $560

H3:448$344

45:2.s5$8i0

21:600$000

m:377$m

5:0121550

39:568$750

5:2591755

136:5531786

33:923$613

66:129$406

287:894$! 09

428$093

225:452$920

2 7:002$000

37:521 $000

874:753$022

2:760$000

34:920$5n0

29:698$100

1:361$192

.!52:057$457

20:639$599

175:029$550

57:817$879

119:969$630

3:090$069

12:676$966

17:393$036

1:850$420

395:330$591

46:597$! 65

24:307$374

123:601$173

5:804$180

82:483$!30

999:658$714

226:993$130

I

56:288$472

.760:833$098

97:0I1$620

678:993$896

173:945$806

247:397$648

4:7õ6$151

238:129$886

44:395$ü36

39:371 $420

1.270:083$613

49:357$!65

59:227$874

153:299$275

5:804$180

221:278$800

960$Ü00

39:874$42(»

163:367$830

37:3!3$856

4:391$235

323:371 $965

388:375$221

1.309:134$974

3.0!9:226$691

282:524$922

1.57 7:143$525

467:186$141

7.368:963$439

Campinas, 19 de Março de 1909.

Joaquim Pinto de Moraes,

CHEFE INTERINO DO ESCRIPTORIO CENTRAL.

João Couto,

(52)
(53)

COMPANHIA MOGYANA

RIO GRANDE E CALDAS

Demonstração da Despeza no anno de 1908

CLASSIFICAÇÃO

SECÇiO ADMINISTRATIVA

Direcção:

Honorários do Presidente da Directoria .

Secretaria:

Ordenado do pessoal do Escriptorio Cen-

tral e Representante no Rio de Janeiro

SECÇÃO TECHNICA

Administração:

Inspectoria Geral

Alrnoxarifado

Contadoria

Trafego:

Administração e escriptorio

Estações

Trens

Tracção:

Administração e escriptorio

Conducção de trens

Limpeza e lubrificação de vehiculos . .

Reparos de locomotivas

Dito de carros

Dito de vagões

Conservação de edifícios e machinas das

officinas

Telegrapho :

Serviço de telegrammas

Conservação

Linhas e snas dependências

Administração e escriptorio . .

Via permanente

Lastro

Obras d'arte

Estações, etc

Cercas, cancellas, etc ... .

Despezas accessorias:

Honorários da Contadoria Central

Réis

Pessoal

6:000,9000

43:9325876

6:00(^000

12:4805000

^-l 205000

7:9205000

248:698,5630

50:8185140

7:5545806

82:8365383

10:399582)

68:8255885

15:8075938

17:1745145

252^084

31:2585210

18:7105500

7:2005000

309:682^436

9:0515200

19:2665000

5155250

Material

1:019$2U6

1:8275163

1:1555889

40:1915600

5:4355123

2985320

283:6055074

4:7965857

41:431)?782

13:0005085

17:0585096

7245684

4:1815678

7:5385667

9585140

136:4255982

1:1955150

8:8055643

31:9455477

5:0485883

Somma

6:0005000

13:9325876

6

13

13

0005000

499,3206

9475163

9:0755889

288:8905230

56:2535263

7:8535126

366:4411457

15:1965678

110:257$667

28:8085023

34:2325241

9765768

55:4395888

26:2495167

8:1585140

446:1085418

10:2465350

28:0715643

32:4605727

5:0485883

Total Oeral

Campinas. 19 de Março de 1904

Joaquim Pinto de Moraes

Chefe Interino do Escriptorio Central

19:932$876

33:4465369

354:2195382

563:7655960

81:689$055

530:0945161

5:716$470

1.588:8645273

Joào Couto,

Guarda-livros

(54)
(55)

COMPRNHlfl MOGYRISIR

CATALÃO

Demonstração da despeza no anno de 1908

CLASSIFICAÇÃO

Pessoal

Material

Somma

Total Geral

SECÇÃO TECHNICA

Administração:

Inspectoria Geral

Almoxarifado

Coutadoria

Tratego :

Administração e escriptorio

Estações

Trens •

■ • ■

Tracção :

Administração e escriptorio

Conducção de trens

Limpeza e lubrificação de vehiculos...

Reparos de locomotivas

Dito de carros....

Dito de vagões

Conservação de edifícios e machinas das

officinas

Telegrapho :

Serviço de telegrammas

Conservação

Linha e suas dependeocias :

Administração e escriptorio

Via permanente

Obras d'Arte

Estações, etc

Cercas, cancellas, etc

Despezas accessorias :

Honorários da Contadoria Central

6:000,5000

'24:960^000

20:040,5000

550,5024

969,5184

6:000,5000

25:510,5024

21:009,5184

9:120,5000

95:966,5560

34:5Há!880

565,5375

10:883,5269

1:908,5143

9:685,5375

106:849^829

36:420^023

5:695^243

40:294^762

5:0605752

33:4835960

7:6835528

8:3065331

1285000

1655062

168:9295768

2:7215846

23:7055313

5:9005381

9:8495147

4155910

3:8605305

209:2245530

7:7825598

57:1895273

13:5835909

18:1555478

5435910

19:8805740

17:5725000

1.8465234

3:0065858

21:7265974

20:5785858

12:0005000

229:771$481

12:9665900

Réis.

35460

121:4645582

4:7675726

12:0115263

6:5875260

12:0035460

351:2365063

14:7345626

12:0115263

6:5875260

52:5195208

152:9555227

310:3405003

42:3055802

396:5725672

2:9375940

957:6305882

Joaquim Pinto de Moraes,

Chefe Interino do Escriptorio Central.

Joáo Couto,

(56)

1

*

(

(57)

COMPANHIA MOGYANA

RAMAL DE GUAXUPÉ (Trecho Mineiro)

Demonstração da Despeza no anno de 1908

CLASSIFICAÇÃO

SECÇÃO TECHNICA

Trafego :

Estações

Trens ...

Tracção :

Administração e escriptorio

Conducção de trens

Limpeza e lubrificação de vehiculos

Reparos de locomotivas

Dito de carros

Dito de vagões

Conservação de edificios e machinas das

officinas

Telegrapho :

Serviço de telegrammas

Linhas e suas dependências :

Via permanente

Estações, etc

Cercas, cancellas etc

Despezas accessorias:

Honorários da Contadoria Central.

Réis....

Pessoal

d 3:9835320

2:442^000

166,5374

1:833,51444

230,3006

1:5-195298

3495391

3815578

55334

2:3135980

41:0995364

1205000

Material

4:0505133

465472

95462

8:3985335

4 575439

4:5665768

5515103

2765594

235975

4 205083

3:0475660

3575500

685000

Som m a

45:0335453

2:4885472

4755835

40:2345749

3875445

2:8865066

9005494

6585172

295309

2:4345063

44:4475024

4575500

685000

TOTAL GERAL

47:224 5625

45:2695068

2:4345063

44:6725524

7355020

50:5325300

Campinas, 49 de Março de 1909.

Joaquim Pinto de Moraes,

Chefe Interino do Escriptorio Central.

Jo ão Couto,

Guarda Livros.

(58)
(59)

ANNEXO N." 7

(60)
(61)

59

MOVIMENTO

D^S

TRRNSFEREHGIflS DE RGÇÕES

Durante o anno de 1908

Effectuadas por:

Em Campinas EmSâoPanlo

TOTAL

Venda

1.005

1.499

513

560

23.540

10.530

8.801

12.274

24.545

12.029

9.314

12.834

Herança, doação e averbação .

Caução

Baixa de caução

Total

3.577

55.145

58.722

Campinas, 4 de Maio de 1909.

O Chefe Interino do Escriptorio Central,

(62)
(63)

ANNEXO N. 8

RELATÓRIO

- DO -

Correspondente ao anno de 1908

^^

(64)
(65)

Tenho a honra de

vimenfo e occunencias

como se segue :

I. Extensão das linhas.

Campinas, 12 de Abril de 1909.

apresentar a 0. Ex.

a

o relatório do mo-

referentes ao anno de 1908, subdividido

l.o Resultado do Trafego II.

Contabilidade. . . .

2.o 3.o Receita Despeza

4.o Renda liquida l.o Passageiros

2.o Bagagens e encommendas

III.

Estatistioa

UU**«I«MW VAV IA • « ■ ■ ■ 3° Animaes em trens de passageiros

4.o Telegramtnas

5.o

Mercadorias

6.o Animaes em trens de mercadorias l.o Transporte de mercadorias

2.o Movimento dos trens e vehiculos S.o Estações e postos telegraphicos 4.o Desvios

5.o Telegrapho

IV.

Trafego

6.0 7.o Tarifas Horários

8. Accidentes

9.o Interrupções lO.o Indemnisações ll.o Despeza

12.o Utilisação dos trens e vehiculos l.o Material rodante e de tracção 2.o Tracção

3.o Officinas

V.

Locomoção

4.o Fundição

5.o Resumo geral da despeza

60 Luz electrica

7.o Pessoal l.o Extensão

2.0 Via permanente

3.0 Conservação

VI.

Linha <

4.0 Melhoramentos da linha — Obras novas

5.0 Pessoal

6.0 Estudos para melhoramentos da linha

7.o Despeza

VII.

011.

Almoxarifado.

Telegrapho e Telephono.

IX.

Melhoramentos da linha.

X.

Pessoal.

Jllmo. e Exmo. Snr. Sento Quirino dos Santos, Dignissimo Presi-

dente da Directoria da Companhia Mogyana.

José pereira T^ebouças,

(66)

I

Extensão das linhas

A extensão das linhas da Companhia Mogyana era em

31 de Dezembro de 1908 de 4.365 kilometros, assim dis-

tribuídos :

rp

D

I Bitola de i,

m

00 760

Tronco e Ramaes j ^ ^

0

y

60

^

Rio Grande e Caldas

»

»

l]

m

00 268

Catalão

»

»

l,

m

00 28i 4.350

Ramal de Guaxupê

(trecho mineiro) .

»

»

d,

m

00 • 15

Total. . . . 4.365

dos quaes 14 kilometros do Ramal de Soecorro inaugura-

dos em 1.° de Agosto de 4908.

Em 3 de Dezembro de 4908 foi adquirido o trecho

mineiro do Ramal de Guaxupê, tendo sido assignado em

34 desse mesmo mez na Secretaria das Finanças do Estado

de Minas Geraes o termo de responsabilidade, aceitação e

observância pela Companhia Mogyana do contracto de 5

de Janeiro de 4904 celebrado pelo Governo de Minas Ge-

raes para construcção, uso e goso de uma Estrada de Ferro

do districto de Dores de Guaxupê ás divisas de São Paulo

com o Coronel Joaquim Augusto Ribeiro do Valle.

II

Contabilidade

I.

0

Resultado do Trafego

TRONCO E RAMAES

Receita 45.440:347$355

Despeza 7.045:591 $474 = 45,7 %

Saldo .... 8.396:755$884 = 54,3 %

(67)

66

Rio

GRANDE E CALDAS

Receita

Despeza

Despeza

Receita

Despeza

Receita

'l.924:63i$091

í.568:931 $397 = 8i,õ %

Saldo

CATALãO

33o:699$69* = d8,5 %

957:6508882 = 106,5

ü

/

0

899:079S255

Déficit ....

58:551 $627

RAMAL DE GUAXUPê

(trecho mineiro)

5O:332$30O = H4,5

0

/

0

43:929$932

Déficit

6:402$368

Total geral das três linhas :

TRONCO E RAMAES, RIO GRANDE E CALDAS, CATALãO

1008

loo-y

DIFFERENÇA EM 1908 1

%

Importância

%

Importância Mais Menos

Receita . . . Despeza . . . Henda liquida. 52,4 47,6 18.2G4:037S7(M 9.570:15:i$7õ3 49,5 50,5 19.226:178f467 9.508:9115294 61:242*459 962:120*766 8.693:903^948 9.717:267*173 1.023:363*225

No ultimo quinquennio tem-se tido os seguintes resul-

tados no trafego, para as três linhas :

ANNOS

RECEITA DESPEZA SALDO

Eifferen;! do saldo em relação ao anterior 1904 1905 1906 1907 1908 15.696:942$38-2 15.721:2448796 19.078:289$911 19.226:178$467 18.264:057$701 8.430:268$209 8.521:803$770 8.822:256$277 9.508:9118294 9.570:1538753 7,265:6748173 7.199:4418026 10.266:0338634 9.717:2678173 8.693:9038948 — 323:4788693 — 66:2338147 + 3.056:5928608 — 538:7668461 — 1.023:363$225

(68)

— 67 —

2.° Receita

A receita definitiva da Companhia foi de Rs. . . .

-18.446:677^378, que se subdivide pelas três seguintes linhas

e pelo ramal de Guaxupê (trecho mineiro) :

Tronco e Ramaes. . . d5.579:037^100

Rio Grande e Caldas

Catalão

Ramal de Guaxupê (tre-

cho mineiro)

Total . . . .

-1.924:6315091

899:079,5255

48.402:747^446

45:929^952

48.446:677^578

O seguinte quadro mostra a receita definitiva deta-

lhada para as três linhas — Tronco e Ramaes, Rio Grande

e Caldas, Catalão — e comparada com a de 4907 :

VERBAS

1908

1907

DIFFERENÇA EM 1908 1

Mais

Menus

Passagens Encommendas e bagagens . . Animaes em trens de passa- geiros ... ... 2.443:1038260 483:7118210 52:0498020 75:8638250 14.918:833í!3(0 135:9238795 96:109?520 197:1508081 2.498:3328440 489:0458270 65:2948350 87:2908430 15.791:3778490 143:135*700 91:9938025 326:9848684 4:li6t495 55:2298180 5:3348060 13:245$330 11:4238200 872:5448180 7:2098905 129:8348603 Animaes em trens de cargas .

Mercadorias Telegrapho Armazenagens, etc Acressorias

Total . . . . 18.402:747*446 19.493:4538409 1.090:7038963

Comparando a receita de 4908 com a de 4907, sepa-

radamente pelas três linhas da Companhia, temos :

TRONCO B RAMAES

VERBAS

1908

1907

DIFFERENÇA EM 1908

Mais Menos

Passagens Encommendas e bagagens . J Animaes em trens de passa-

geiros. . . 1.781:7668270 382:3078430 33:8608830 26:7908630 13.027:2298730 95:3748955 68:0518590 163:655*645 1.858:7028200 388:3308430 40:9528530 31:12SS170 13.653:8568530 101:099*840 69:782S045 293:2838702 76:9338930 6:0238000 7:0918680 4:3378540 626:62688») 5:7248883 1:7308435 129:628*057 Animaes em trens de cargas .

Mercadorias Telegrapbo Armazenagens, etc Accessorias

(69)

— 68 —

Rio

GRAXDE E CALDAS

VERBAS

1908

1907

D1FFERENÇA EM 1908 1

Mais .Menos

Passagens Encominendas e bagagens. . Animaes em trens de passa- geiros Animaes em trens de cargas . Mercadorias ... Telegrapho Armazenagens, etc Accessorias Total . . . 489:274$40O 69:520$950 U:7U9$5õO 30:660$1Ü0 1.266:8988020 27:620$73O 17:645$090 11:302S251 507:543$070 71:0445700 16:262$730 33:5178520 1.507:4868560 29:8838930 15:745$t50 11:1224771 1:8998940 1798480 18:2688670 1:523$750 4:5538180 2:8578420 240:5888540 2:2638200 1.924:631S091 2.192:6068431 267:9758340 CATALãO

VERBAS

1908

1907

D1FFERENÇA EM 1908 Mais Menos Passagens .... Encommendas e ba- gagens Animaes em trens de passageiros . . . Animaes em trens de cargas Mercadorias . . . Telegrapho. . . . Armazenagens, etc. Accessorias . . . Total . . 172;062$590 31:882$830 6:478$620 18:414$520 624:705$560 12:930$110 10:412$840 22:192$185 132:087$ 170 29:670$140 8:079$090 22:644$760 630:034$400 12:151$930 6:465$830 22:578$211 39:976$420 2:212$690 778$180 3:947$010 1:600$470 4:230$240 5:328$840 386$026 |l899:079$255 863:711S531 35:367$724

(70)

69

RAMAL DE GUAXUPè

(Trecho mineiro)

VERBAS

1908

1907

DIFFERENÇA EM 1908 Mais Menos Passagens .... Encommendas e ba- gagens Animaes em trens de passageiros . . . Animaes em trens de cargas Mercadorias . . . Telegrapho. . . . Armazenagens, etc. Accessorias . . . Total . . 11:985$860 1:252$660 93$560 605$870 26:993$570 1:582$740 914$550 501$122 13:449$320 1:193$920 43$220 79$690 47:232$370 l:905$O70 929$000 53()$834 58$740 50$340 526$180 l:463$46ü 20:238$8(X) 322$330 14$450 29$712 43:929$932 65:363$424 21:433$492

A receita definitiva da Companhia correspondente ás

unidades de trabalho comparada com a de 1907, dá os

seguintes resultados :

LINHAS

TREM kilometro LOCOMOTIVA kilometrn VEHICUL0

kilometro

Kilometro trafegado

1908 1907 190S 1907 1908 1907 1908 1907 Tronco e Ramaes Rio Grande e Caldas .... Catalão. . . . Em geral . . . Differença em 1908 Ramal de Gua- xupô (trecho mi- neiro) .... 5S0(1 2S936 2«3t2 6$196 3$3U 2S1Õ7 4S60Í 2S458 2$025 5S092 2S729 1*868 8566 S401 S411 $610 S516 «411 19:4495484 7:1818459 3:1995570 20:885$813 8:181$367 3.0735706 ÍS823 5S246 3S991 4S338 »543 S590 13:6315664 14:5905908 — t423 — S347 — $047 — 9n9$244 1S968 2$928 1S711 2S538 $432 $638 2:928$662 4:3578561

(71)

— 7U —

A receita definitiva da Companhia, nas três linhas

reunidas, foi a segruinte no ultimo decennio :

Differença

ZEIIBCIEIT.^

ANNOS

TOTAL

Por kilomotro

da receita u/0

4899

45.840:734^553

43:7245595

4900

4 7.344:5485704

44:5505795

+ 9,7

i90i

49.846:807^070

46:5915072

+ 14,2

4902

4 7.649:976,3570

4 4:5575917

— 40,9

4903

46.528:007^825

12:9125506

— 6,5

4904

45.823:2935139

4 2:0885077

— 4,5

4905

45.905:2405573

4 4:9495842

+ 0,5

4 906

19.240:5525595

44:5475915

+ 20,9

4907

49.493:4555409

4 4:5905908

+ 4,3

4908

4 8.402:7475446

45:6515664

— 5,9

Nas três linhas da Companhia e no ramal de Gruaxupê

Minas), foi arrecadada, durante o anno de 4 908, a quantia

de Rs. 879:1715406, de impostos Paulista, Federal e Mineiro,

cujo liquido de Rs. 828:2925568 acha-se distribuído no

quadro abaixo, tendo cabido á Companhia, pelo serviço de

arrecadação, a importância de 50:8785558.

LINHAS

1 ronco e liam aos . . . Rio Grande e Caldas . . Catalno Ramal de Guaxupê (tre- cho mineiro). . . Tronco e Ramaes . . . Rio Grande e Caldas . . Catalão Ramal de Guaxupê (tre- cho mineirou . . Tronco e Ramaes . . . Rio Grande e caldas . . Catalão Ramal de Guaxupô (tre- cho mineiro). . , lotai

Arrecadado

256:1111=960 88:154«;a60 34:05OS31O t:996S060 383:313S290 165:9r.-2g37ü 49:373f620 li:505$2OO 4:0568230 233:8978440 58:0138167 202:5568589 1:3908620 261:9608370 Porcentagem da Companhia 879:171*106 10:2448480 3:5268190 1:362$000 1998820 15;33281<.>0 6:6388500 1:9748940 5808230 1028240 9:3538910 5:801*121 20:2498955 1398062

Parciaos

líquidos

243:8678480 84:6288770 32:6888310 4:7968240 159:3238870 47:3988680 13:9248970 3:8948010 32:2128046 182:3068634 1:251SS38

Totaes

líquidos

26:1908138 50:8788338 367:980»800 224:5418330 235:7708238 828:2928368

Imagem

Referências

temas relacionados :