Universidade do Estado do Rio de Janeiro Centro de Ciências Sociais Faculdade de Direito

10 

Texto

(1)

Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Centro de Ciências Sociais Faculdade de Direito

Ata da Reunião do Colegiado do Programa de Pós-Graduação em

Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, realizada em 01 de

dezembro de 2010, a qual estiveram presentes os professores doutores Adilson

Rodrigues Pires (Coordenador), Alexandre Assumpção (Direito do Trabalho,

Empresarial e Propriedade Intelectual), Antonio Augusto Madureira (Diretor

da Faculdade) Carlos Edison (Direito Civil) Carmen Tiburcio (Direito

Internacional), Daniel Sarmento (Direito Público), Maurício Motta (Direito da

Cidade), Ricardo Lodi Ribeiro (Finanças Públicas, Tributação e

Desenvolvimento), e o representante discente Igor Pereira. Também esteve

presente o prof. Carlos Eduardo Guerra (Vice-Diretor).

DECISÕES

1. O COORDENADOR DA PÓS-GRADUAÇÃO PROPÔS E INVERSÃO DA PAUTAPARA LEVAR AO CONHECIMENTO DO COLEGIADO A CONSTITUIÇÃO DE GRUPOS DE TRABALHO, COMPOSTOS DE DISCENTES DO PROGRAMA, COM O FIM DE DESENVOLVER AS TAREFAS ABAIXO, VOLUNTARIAMENTE E A TÍTULO DE COLABORAÇÃO. OS NOMES DOS DISCENTES ESTÃO RELACIONADOS NO ÚLTIMO ITEM DA ATA. OS TRABALHOS JÁ VÊM SENDO DESENVOLVIDOS DE FORMA BASTANTE SATISFATÓRIA E A COORDENAÇÃO DOS GRUPOS COUBE AO REPRESENTANTE DISCENTE, IGOR PEREIRA.

o Grupo DINTER/UEPB

o Grupo Revista de Direito da UERJ

o Grupo Biblioteca

o Grupo Seminário da Pós-Graduação

o Grupo Bancas de Graduação

o Grupo Convênios Internacionais

2. O COORDENADOR TAMBÉM DEU CONHECIMENTO DA INSTALAÇÃO, EM ASSEMBLEIA REALIZADA NO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2010, NO SALÃO NOBRE DA FACULDADE DE DIREITO, DA ASSOCIAÇÃO DOS EX-ALUNOS DA PÓS-GRADUAÇÃO. POR SOLICITAÇÃO DOS ASSOCIADOS, FOI COLOCADA EM PAUTA A POSSIBILIDADE DE PARTICIPAÇÃO NAS AULAS DA PÓS. APÓS DISCUSSÃO, FICOU DECIDIDO QUE ESSA POSSIBILIDADE PODERIA ABRIR PRECEDENTE, QUE POSSIBILITARIA A REIVINDICAÇÃO DE TRATAMENTO IDÊNTICO POR OUTRAS PESSOAS, EXTERNAS, ALEGANDO EQUIPARAÇÃO DE DIREITOS, VISTO TRATAR-SE A ASSOCIAÇÃO DE EX-ALUNOS DE ENTIDADE DE DIREITO PRIVADO, RAZÃO PELA QUAL FOI INDEFERIDO O PEDIDO.

(2)

3. O COORDENADOR DA PÓS, JUNTO COM O DIRETOR DO CEPED, PROF. CARLOS GUERRA, LEVANTARAM O PROBLEMA OCORRIDO EM FUNÇÃO DOS RECURSOS DA PROVA DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA ESTRANGEIRA, IMPETRADOS POR ALUNOS REPROVADOS NO EXAME. O DIRETOR DO CEPED INFORMOU QUE O CONVÊNIO COM O DEPARTAMENTO DE LETRAS FOI DENUNCIADO, NÃO SE PODENDO, MAIS CONTAR COM AQUELE DEPARTAMENTO PARA A ANÁLISE DOS RECURSOS. POR SUGESTÃO DA PROFA. CARMEN TIBÚRCIO, APROVADA POR UNANIMIDADE, OS RECURSOS SERÃO DISTRIBUÍDOS ENTRE OS PROFESSORES COMPONENTES DAS BANCAS EXAMINADORAS DAS RESPECTIVAS LINHAS DE PESQUISA.

I - REQUERIMENTOS

Mestrandos

Direito Civil

■ Maria Martha Lemos Alves/10 – Del. 052/07

Solicita prorrogação do prazo para entrega do pré-projeto de dissertação, tendo em vista a decisão da última reunião do dia 03.11.2010, que indeferiu a indicação do prof. Guilherme Calmon Nogueira da Gama para orientador.

Segundo a requerente, como a divulhgação da ata da reunião ocorreu no dia 25.11.2010, não foi possível, em tão curto prazo, indicar outro orientador e enviar o projeto para avaliação.

Decisão: DEFERIDO O PEDIDO.

Doutorandos

Direito Público

■ Fernando Angelo Ribeiro Leal/08 – Del. 052/07

O doutorando apresentou dois requerimentos ao Colegiado do Programa:

1) Solicita o aproveitamento, direto ou por equivalência, de disciplinas cursadas durante o curso de Mestrado em Direito Público realizado no âmbito desse mesmo PPGDIR, no período de 2004 a 2006, de forma que possam ser aproveitadas como disciplinas eletivas para o doutorado na mesma linha de pesquisa – Direito Público. As disciplinas são:

 Teoria da Justiça (indicada atualmente como obrigatória do mestrado na área de concentração “Estado, Processo e Sociedade Internacional” e cursada pelo requerente durante o mestrado);

 Interpretação Constitucional (indicada atualmente como disciplina eletiva do mestrado na linha de pesquisa em Direito Público e cursada pelo requerente durante o mestrado):  Princípios Gerais de Direito do Estado (indicada atualmente como disciplina obrigatória

do mestrado na linha de pesquisa em Direito Público e cursada pelo requerente durante o mestrado);

 Jurisdição Constitucional (pelos mesmos motivos da disciplina acima);

 Direitos Humanos (pelos mesmos motivos da disciplina “Teoria da Justiça” e ´pr equivalência à disciplina Teoria dos Direitos Fundamentais, cursada pelo requerente durante o mestrado nesse programa, sendo distinta a nomenclatura unicamente em virtude do que dispõe a Del. nº 052/2007);

(3)

 Direito da Integração (indicada atualmente como disciplina eletiva do mestrado para a linha de pesquisa em Direito Internacional e cursada pelo requerente durante o mestrado);

 Segurança dos Direitos Fundamentais (pelos mesmos motivos da disciplina “Interpretação Constitucional".

Como fundamento, destaca que as disciplinas em tela constam expressamente das estruturas curriculares dos programas de mestrado e doutorado indicadas nos anexos às Deliberações nº 022/2004 e 052/2007, apresentando nomenclatura e conteúdo programáticos idênticos (ressalvado, como indicado, o caso da disciplina “Teoria dos Direitos Fundamentais” cujo título passou a ser “Direitos Humanos”. Sem ter sofrido, porém, alteração em seu programa) , a par de, em sua maioria, serem ministradas pelos mesmos professores.

2) Solicita que o prazo final para a defesa da tese de doutorado seja prorrogado em 06 (seis) meses contados a partir de 30/03/2012 (que seria originalmente seu prazo final segundo o que estabelece a Deliberação 052/07), ou, então, que seja dispensado de cursar as disciplinas obrigatórias pendentes para a conclusão do curso de doutorado (“Filosofia e sistemas do pensamento jurídico”, “Teoria do Estado de Direito” e um período de Estágio Docente) no prazo fixado pela coordenação do programa, tendo em vista estar cursando doutorado integral na Universidade alemã Christian-Albrechts Universität zu Kiel, sob a orientação do Professor Robert Alexy, sempre com o conhecimento de seus orientadores no curso de doutorado no PPGDIR, Professores Luis Roberto Barroso e Ana Paula de Barcellos.

O doutorando esclarece que a conclusão do curso de doutorado na Alemanha exige a sua permanência em Kiel durante o período de pesquisa, necessidade esta que é reforçada pela bolsa de estudos que recebe do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD).

O requerente, ainda, informa que os temas das disciplinas obrigatórias pendentes são permanentemente trabalhados pelo Professor Robert Alexy e seu grupo de estudos, conforme trabalhos realizados mencionados em seu requerimento, e que em relação ao estágio docente, o doutorando ministra aulas desde 2004, seja na Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas na Faculdade de Direito da Universidade Cândido Mendes e na própria Faculdade de Direito da UERJ, onde atuou como responsável, entre os anos de 2004 e 2008, de forma quase ininterrupta e nunca concomitantemente, pelas disciplinas “Filosofia do Direito I e II” e “Princípios Constitucionais”, sendo que apenas um semestre sob contrato e por dois deles com vínculo acadêmico em razão do cumprimento dos estágios docentes durante o mestrado e o doutorado.

O doutorando informa que tem o “de acordo” de seus orientadores quanto ao pedido de prorrogação do prazo final para a defesa em 06 (seis) meses.

Em anexo: 02 requerimentos e e-mail da Professora Ana Paula de Barcellos.

O requerente tem o “de acordo” dos seus orientadores, Professores Luis Roberto Barroso e Ana Paula Gonçalves Pereira de Barcellos quanto ao pedido de prorrogação do prazo.

Decisões:

1) DEFERIDO PARCIALMENTE, TENDO SIDO CONCEDIDA A AUTORIZAÇÃO PARA APROVEITAMENTO DE 3 DISCIPLINAS, ENTRE AS SOLICITADAS, PODENDO O REQUERENTE SOLICITAR A EQUIVALÊNCIA DE MAIS UMA DISCIPLINA, JÁ CURSADA NA ALEMANHA.

2) DEFERIDO. FICA AUTORIZADA A PRORROGAÇÃO DO PRAZO POR 6 (SEIS) MESES.

EM FACE DA DISCUSSÃO SOBRE O APROVEITAMENTO DE DISCIPLINAS ELETIVAS, O COLEGIADO DECIDIU, AINDA,

a) QUE MANIFESTA O INTERESSE NA CELEBRAÇÃO DE CONVENIO ENTRE A FACULDADE DE DIREITO DA UERJ E A UNIVERSIDADE CHRISTIAN-ALBRECHTS UNIVERSITAT ZU KIEL PERMITINDO A REALIZAÇÃO DE DOUTORADO EM CO-TUTELA. PARA A CONCRETIZAÇÃO DESSE PROPÓSITO,

(4)

SUGERE QUE O REQUERENTE ENTRE EM CONTATO COM A UNIVERSIDADE ALEMÃ, A FIM DE INDAGAR SOBRE ESSA POSSIBILIDADE.

b) CONVOCAR NOVA REUNIÃO, EM DATA A SER MARCADA, PARA TRATAR EXCLUSIVAMENTE DO ASSUNTO, COM VISTAS A DECIDIR, EM CARÁTER DEFINITIVO E IN ABSTRATO, A QUESTÃO EM FOCO.

■ Alexandre Garrido da Silva/07 – Del. 022/04

O doutorando solicita a prorrogação do prazo para o agendamento de sua defesa de tese, inicialmente prevista para o mês de março de 2011, por, ao menos 60 (sessenta) dias, ampliação razoável para efetivar a revisão, permitir a leitura pelos avaliadores e o respectivo agendamento da defesa.

O requerente informa ter concluído os créditos das disciplinas necessárias para a integralização do curso e realizado o seu exame de qualificação em 10 de dezembro de 2009, oportunidade em que obteve aprovação, mas que em razão de motivos de ordem profissional e pessoal, verificou-se um atraso na plena realização das etapas planejadas no âmbito do cronograma de atividades de sua tese.

O requerimento tem o “de acordo” do Professor Adilson Rodrigues Pires.

Em anexo: Declaração e Histórico com os créditos já cumpridos.

Decisão: CONSIDERANDO A PECULIARIDADE DO CASO, OU SEJA, A NECESSIDADE DE SUBSTITUIÇÃO DO ORIENTADOR, DEFERIDO POR 60 (SESSENTA) DIAS.

Direito Processual

■ Henrique Guelber de Mendonça/10 – Del. 052/07

O doutorando reitera o pedido de homologação de seu orientador, Professor Paulo Cezar Pinheiro Carneiro, para que seja dada continuidade às orientações e linha de pesquisa já firmadas desde o curso de Mestrado.

O requerente afirma que o Professor Paulo Cezar Pinheiro Carneiro, atualmente, está com 04 (quatro) orientandos, não havendo óbice para o deferimento da solicitação.

Decisão: DEFERIDO.

■ Marcela Regina Pereira Câmara/09 – Del. 052/07

A doutoranda ingressou no programa de Doutorado em Direito Processual da UERJ no ano de 2009, e é residente em Vitória, no Espírito Santo, não dispõe de nenhuma ajuda de custo educacional para custeio das despesas com seu curso, e não foi contemplada com bolsa de estudos. Todo o custeio com deslocamento e permanência no Rio de Janeiro para a realização dos créditos do doutorado foi realizado com seus próprios recursos.

A requerente afirma já ter cumprido todas as disciplinas obrigatórias e eletivas de seu curso no primeiro semestre de 2010, além do Estágio Docente I, ministrando a disciplina eletiva “Processo e Cidadania” (2010/1). Embora tenha se inscrito em Estágio Docente II, no segundo semestre de 2010, não pode concluir suas horas, tendo em vista que sua turma não obteve inscrições suficientes para permanecer em oferta. Diante de tal circunstância, a requerente afirma que terá que deslocar-se, por mais um semestre, somente para cursar as horas relativas ao seu estágio docente, sem garantia de que a turma terá número suficiente de inscritos para a efetiva realização do estágio, o que pode postergar e deixar pendente o cumprimento de suas horas de estágio por um ou mais semestres.

A requerente afirma que este h. Colegiado já decidiu, em circunstâncias idênticas, autorizar a realização de estágio docente na forma de auxílio ao professor que não seja presencial, conforme decisão constante na Ata da reunião do Colegiado realizada em 06.01.10, relativa à mestranda Madalena Alves dos Santos, da linha de pesquisa em Direito Civil.

(5)

Diante do exposto, a doutoranda requer, de acordo com o precedente supra indicado, autorização para cumprir as horas relativas ao Estágio Docente II, na Faculdade de Direito de Vitória – FDV (mantida pela Sociedade de Ensino Superior de Vitória), em Vitória, ES, onde é professora contratada e ministra disciplina da grade curricular obrigatória.

Em anexo: Declaração da Sociedade de Ensino Superior de Vitória

Decisão: INDEFERIDO, TENDO EM VISTA QUE O PRECEDENTE NÃO A BENEFICIA.

Direito Internacional

■ Erich Olof Brynte Gunnarsson Svedberg/07 – Del. 022/04

Solicita, gentilmente, por motivos de força maior, explicitados em seu requerimento, uma prorrogação complementar de 30 dias do prazo de depósito da tese, conforme a prorrogação anteriormente concedida, i.e. até o dia 15 de dezembro deste ano, mantendo-se, porém, obviamente, o prazo de 31 de março de 2011 para a defesa pública da tese.

Decisão: DEFERIDO, MANTENDO-SE O PRAZO PARA DEFESA.

■ Bruno Rodrigues de Almeida/09 – Del. 052/07

Solicita que a disciplina “Direito Comparado e Relações Sociais” seja eletiva oferecida para os alunos do Doutorado das linhas de pesquisa em que ela não é oferecida.

O doutorando justifica seu requerimento com base na incongruência lógica e doutrinária que se apresenta na situação de um aluno cuja tese verse sobre o Direito Internacional Privado comparado não possa se inscrever e ganhar crédito em uma disciplina que é de fundamental importância para o desenvolvimento de seu trabalho e também de muitos colegas que, de acordo com as atuais regras não podem se inscrever na matéria.

Decisão: DEFERIDO. AUTORIZA A INSCRIÇÃO PARA QUE VALHA COMO ELETIVA, DE ACORDO COM JURISPRUDÊNCIA JÁ FIRMADA POR ESTE COLEGIADO.

II – ASSUNTOS ESPECÍFICOS

■ Andrea de Menezes Carrasco/ME/Cidade/08

A mestranda teve sua solicitação de prorrogação de prazo para o depósito de dissertação por mais 60 dias, deferido pelo Colegiado, em reunião realizada em 02.06.2010, sendo respeitado o prazo máximo de defesa que seria 31.08.2010.

Em anexo: Cópia da decisão da Ata da reunião do Colegiado em 02.06.2010.

Decisão: EXPEÇA-SE TELEGRAMA INDAGANDO SOBRE O INTERESSE EM PROSSEGUIR O CURSO.

■ Vinícius Jorge de Medeiros/ME/Internacional/07

O mestrando solicita que se impeça o rastreamento de informações, através de busca na internet, sobre a situação da vida acadêmica/ pessoal dos alunos (que só a eles interessa), narrada nas Atas do Colegiado do PPGDIR já publicadas e nas futuras, com a máxima urgência e consideração, sem prejuízo ao princípio da publicidade.

O requerente sugere que sejam implementadas as alterações computacionais necessárias para que todas as atas do Colegiado (anteriores e futuras) só possam ser pesquisadas dentro da página da Faculdade de Direito e não através do Google ou de qualquer outro mecanismo de busca, criando-se uma página restrita. Se tal medida não for possível, sugere que as atas sejam

(6)

digitalizadas e disponibilizadas como arquivos de imagem *pdf não pesquisável, ou, ainda, que o acesso à página seja dado apenas a alunos cadastrados com matrícula e senha ativos.

Obs: O Coordenador do PPGDIR sugere omitir o assunto na Ata, quando o aluno solicitar.

Decisão: IMPOSSÍVEL ATENDER O PEDIDO, UMA VEZ QUE AS REUNIÕES SÃO PÚBLICAS. TODAVIA, POR OCASIÃO DA ELABORAÇÃO DAS ATAS DAS REUNIÕES, CONTINUARÃO SENDO TOMADAS MEDIDAS NO SENTIDO DE SE PRESERVAR A INTIMIDADE DO DISCENTE.

■ Elaboração do Censo 2010 - CNPq

A Assessoria da SR-2, reforça o comunicado do CNPq sobre a data de 05 de dezembro de 2010 para a elaboração do Censo 2010 e ressalta a necessidade de atualização dos grupos de pesquisa na página do CNPq para que a instituição esteja devidamente representada no Censo 2010.

Em anexo: Cópia do e-mail da Assessoria da Sub-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (SR-2).

Decisão: CIENTES

III – HOMOLOGAÇÃO DE BANCA DE DEFESA DE DISSERTAÇÃO E TESE

Mestrandos

As bancas de defesa de Mestrado foram aprovadas, ad referendum do Conselho Departamental, pelo Coordenador do Programa, em virtude das datas agendadas terem sido anteriores à reunião:

Direito Penal/09 – Del. 052/07

Por solicitação do Professor orientador, Dr. Nilo Batista, encaminho a Banca de Defesa de dissertação para fins de homologação:

ALUNO BANCA PROFESSORES DOUTORES SUPLENTES PROFESSORES

DOUTORES

DECISÃO Nilo Batista (Orientador/UERJ)

Vera Malaguti de Souza Weglinski Batista (UERJ)

Ricardo Tadeu Penitente Genelhú

Geraldo Luis Mascarenhas Prado (UFRJ)

Luciana Boiteux de Figueiredo Rodrigues

(UFRJ)

Jorge Luis Fortes Pinheiro da Câmara (UERJ) Jurandir Sebastião Freire

da Costa (UERJ)

Homologada

Direito Internacional/09 – Del. 052/07

Por solicitação da Professora orientadora, Dra. Carmen Beatriz de Lemos Tibúrcio Rodrigues, encaminho a Banca de Defesa de dissertação para ser homologada:

ALUNO BANCA PROFESSORES DOUTORES SUPLENTES PROFESSORES

DOUTORES

DECISÃO Carmen Beatriz de Lemos Tibúrcio

Rodrigues (Orientadora/UERJ) Marilda Rosado de Sá Ribeiro (UERJ) Guilherme Moulin

Simões Penalva Santos

Lauro Gama Júnior (PUC-RJ)

Nádia de Araújo (PUC-RJ) José Carlos Vaz e Dias

(UERJ)

(7)

Direito Internacional/07 – Del. 052/07

Por solicitação da Professora orientadora, Dra. Carmen Beatriz de Lemos Tibúrcio Rodrigues, encaminho a Banca de Defesa de dissertação para ser homologada:

ALUNO BANCA PROFESSORES DOUTORES SUPLENTES PROFESSORES

DOUTORES

DECISÃO Carmen Beatriz de Lemos Tibúrcio

Rodrigues (Orientadora/UERJ) Marilda Rosado de Sá Ribeiro (UERJ) Vinícius Jorge de

Medeiros

Marcos Vinícius Torres Pereira (UFRJ)

Antonio Celso Alves Pereira (UERJ) Valério de Oliveira Mazzuoli (UFMT) Homologada

Doutorandos

Direito da Cidade/07 – Del. 022/04

Por solicitação do Professor orientador, Dr. Alexandre Santos de Aragão, encaminho a Banca de Defesa de dissertação para ser homologada:

ALUNO BANCA PROFESSORES DOUTORES SUPLENTES PROFESSORES

DOUTORES

DECISÃO Alexandre Santos de Aragão

(Orientador/ UERJ) Gustavo Binenbojm (UERJ) Lúcia Helena Salgado (UERJ) Egon Bockmann Moreira (UFPR) Társis Nametala B.

Jorge

Floriano Peixoto de Azevedo Marques Neto (USP)

Carlos Edison do Rêgo Monteiro Filho (UERJ) Ruy Afonso de Santacruz

Lima (UFF)

Homologada

Direito da Cidade/07 – Del. 022/04

Por solicitação do Professor orientador, Dr. José Ricardo Ferreira Cunha, encaminho a Banca de Defesa de dissertação para ser homologada:

ALUNO BANCA PROFESSORES DOUTORES SUPLENTES PROFESSORES

DOUTORES

DECISÃO José Ricardo Ferreira Cunha

(Orientador/ UERJ) Ricardo Nery Falbo (UERJ) Ronaldo do Livramento Coutinho (UERJ)

Guilherme Leite Gonçalves (FGV-RJ) Vinícius da Silva

Scarpi

Maurício Santoro Rocha (CPDOC/FGV-RJ)

Bethania de Albuquerque Assy (UERJ)

Leandro Molhano (FGV-RJ)

Homologada

Direito da Cidade/07 – Del. 022/04

Por solicitação da Professora orientadora, Dra. Ângela Moulin Simões Penalva Santos, encaminho a Banca de Defesa de dissertação para ser homologada:

ALUNO BANCA PROFESSORES DOUTORES SUPLENTES PROFESSORES

DOUTORES

DECISÃO Ângela Moulin Simões Penalva Santos

(Orientadora/ UERJ)

Rosângela Maria de Azevedo Gomes (UERJ) Maurício Jorge Pereira da Mota (UERJ) Vera Lúcia Ferreira Motta Rezende (UFF) Cláudia Alves de

Oliveira

Danielle Moreira (PUC-RJ)

Geraldo Tadeu Moreira Monteiro (UERJ) Vanice Regina Lírio do

Valle (FGV-RJ) Rosângela Lunardelli

Cavallazzi (UFRJ)

(8)

Direito da Cidade/07 – Del. 022/04

Por solicitação do Professor orientador, Dr. Maurício Mota Pereira da Mota, encaminho a Banca de Defesa de dissertação para ser homologada:

ALUNO BANCA PROFESSORES DOUTORES SUPLENTES PROFESSORES

DOUTORES

DECISÃO Maurício Jorge Pereira da Mota

(Orientador/ UERJ) Marcos Alcino Torres (UERJ)

Luigi Bonizzato Ricardo Nery Falbo (UERJ) Katiucia Boina

Luiz Eduardo Pereira da Motta (UFRJ)

Ronaldo do Livramento Coutinho (UERJ) Gustavo Kloh Muller Neves

(FGV-RJ)

Homologada

Direito Público/07 – Del. 022/04

Por solicitação do Professor orientador, Dr. Daniel Antonio de Moraes Sarmento, encaminho a Banca de Defesa de dissertação para ser homologada:

ALUNO BANCA PROFESSORES DOUTORES SUPLENTES PROFESSORES

DOUTORES

DECISÃO Daniel Antonio de Moraes Sarmento

(Orientador/ UERJ)

Jane Reis Gonçalves Pereira (UERJ) Ana Paula Gonçalves Pereira de Barcellos

(UERJ)

Cláudio Pereira de Souza Neto (UFF) Fábio Rodrigues

Gomes

Alexandro Agra Belmonte (UCAM)

Gustavo Binenbojm (UERJ) Ivan Alemão (UFF)

Homologada

IV – HOMOLOGAÇÃO DAS BANCAS DE DISSERTAÇÃO E TESE

Mestrandos

Direito Penal/09

ALUNO DATA TÍTULO BANCA PROFESSORES

DOUTORES

DELIBERAÇÃO DECISÃO Nilo Batista

(Orientador/UERJ) Vera Malaguti de Souza Weglinski Batista (UERJ) Geraldo Luis Mascarenhas

Prado (UFRJ) Ricardo Tadeu Penitente Genelhú 17/11/2010 “A influência do discurso médico no poder punitivo”

Jurandir Sebastião Freire da Costa (UERJ) Aprovado. Grau: 10,0 (dez). Homologada

Doutorandos

Direito Público/07

ALUNO DATA TÍTULO BANCA PROFESSORES

DOUTORES

DELIBERAÇÃO DECISÃO Paulo Braga Galvão

(Orientadora/ UERJ) Sérgio Antônio Ferrari Filho 18/11/2010 “O Município na federação brasileira: limites e

possibilidades de Luis Roberto Barroso (UERJ)

Aprovado. Grau: 10,0 (dez).

(9)

Ricardo Lodi Ribeiro (UERJ)

Cláudio Pereira de Souza Neto (UFF) uma organização

assimétrica”

Sérgio Roberto Rios Prado (UNICAMP)

Direito Internacional/07

ALUNO DATA TÍTULO BANCA PROFESSORES

DOUTORES

DELIBERAÇÃO DECISÃO Ana Cristina Paulo Pereira

(Orientadora/ UERJ) Paulo Emílio Vauthier Borges de Macedo (UERJ)

Patrícia Ferreira Baptista (UERJ)

Umberto Celli Júnior (USP) Gabriella Giovanna Lucarelli de Sálvio de Souza Brasil 16/11/2010 “Regulação de conteúdo no GATS: fronteiras entre os serviços de telecomunicação e audiovisual e os interesses brasileiros” Evandro Menezes de Carvalho (FGV/RJ) Aprovado. Grau: 9,0 (nove). Homologada

V – REVALIDAÇÃO DE DIPLOMAS/MESTRADO:

■ Carlos Emílio Alvarenga de Freitas – Processo nº 3435/09

O requerente informa que desde 2009 solicitou a avaliação pela UERJ de seu diploma de Mestrado (LL.M), obtido na Nottingham Trent University, Inglaterra, mas que até o presente momento aguarda a conclusão deste processo.

Decisão: A QUESTÃO SERÁ ANALISADA PELA COORDENADORA DA COMISSÃO DE REVALIDAÇÃO.

■ Ana Beatriz Nunes Barbosa – Processo nº 7755/02

A requerente apresentou documentos adicionais ao Processo de revalidação e expõe que desde 2002 solicitou a avaliação pela UERJ de seu diploma de Mestrado (LL.M), obtido na New York Law School, EUA, mas que até o presente momento aguarda a sua conclusão.

Decisão: OS DOCUMENTOS SERÃO ENCAMINHADOS À COMISSÃO DE REVALIDAÇÃO.

■ Substituição de membro de Comissão Especial para revalidação de Diploma

de Mestrado:

■ Requerente: José Carlos Mendes Moreira Xavier – Mestrado – Processo nº 6226/07 - substituído o nome do Professor Carlos Edison do Rêgo Monteiro Filho pelo Professor Anderson Schreiber.

Decisão: DEFERIDO.

■ Processos de revalidação de diploma

Durante o ano de 2010, o Programa de Pós-Graduação em Direito avaliou Processos de revalidação que foram encaminhados para a Sub-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (SR-2):

(10)

Em anexo: Relação dos Processos

Decisão: CIENTE.

COMISSÃO ESPECIAL PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMAS/DOUTORADO REQUERENTE PROCESSO

MEMBROS DA COMISSÃO TITULAÇÃO DECISÃO

Félix Araújo Neto Professor Patrícia Mothé

Glioche Béze (UERJ)

Doutor em Direito, pela UERJ, desde 2005.

HOMOLOGADA

Professor Artur de Brito Gueiros Souza (UERJ)

Doutor em Direito, pela USP, desde 2006. Professora Luciana Boiteux de

Figueiredo Rodrigues (UFRJ)

Doutor em Direito, pela USP, desde 2006.

VI – ASSUNTOS GERAIS

■ Constituição de grupos de trabalho composto por discentes

Em reunião realizada com o Coordenador do PPGDIR, os mestrandos e doutorandos, abaixo relacionados, se propuseram a colaborar com o Programa, formando os seguintes grupos de apoio com seus respectivos componentes:

o Coordenação dos grupos de apoio: Igor Pereira

o Grupo DINTER

Marcela Miguens e Igor Pereira o Grupo Revista de Direito da UERJ

Bruna Amorim, Clécio Lemos, Monique Falcão, Diego Fervenza, Juliano Oliveira e Bruno Almeida

o Grupo Biblioteca

Andrea Carla

o Grupo Seminário da Pós-Graduação

Igor Pereira, Marcela Miguens, Juliano Oliveira, Bruno Almeida, Monique Falcão, João Paulo e Raul Murad

o Grupo Bancas de Graduação

Inês Tavares

o Grupo Convênios Internacionais

Eliana Khader, Igor Pereira e Bruno Almeida

Imagem

Referências

temas relacionados :