Gestão para a Excelência: é tempo de transformação (a importância da utilização do MEG nas organizações) Jairo Martins Manaus,

Texto

(1)

Gestão para a Excelência:

é tempo de transformação

(a importância da utilização do MEG nas organizações)

Jairo Martins Manaus, 23.03.2017

(2)

O papel dos empreendimentos

Entrada Saída

Transformação

Sociedade

Recursos:

Financeiros

Naturais

Humanos

Valores

Entregas:

Econômicas

Sociais

Ambientais

Éticas

Razão de ser de qualquer

empreendimento

Ambientes & Cenários

(3)

Cenários, tendências e desafios

Gestão para a excelência Conceitos e princípios

Agenda

É tempo de transformação

(4)

Cenários, tendências e desafios

Gestão para a excelência Conceitos e princípios

Agenda

É tempo de transformação

(5)

Recursos Despendidos

Valor Gerado

Recursos Despendidos Recursos Despendidos

Valor Gerado Valor Gerado

Desempenho Operacional

Desempenho: melhor uso dos Recursos na Geração de Valor

V alor O b tido

Desempenho

Operacional

Medida do desempenho: Entregas/Recursos

(6)

Fazer Gastar

Produtividade

= Mais + Melhor Barato + Rápido Menos =

Mais

Desempenho operacional: elementos essenciais

(7)

Fazer Gastar

Produtividade

= Mais + Melhor Barato + Rápido Menos =

Mais

Eficácia (fazer o certo)

Desempenho operacional: elementos essenciais

(8)

Fazer Gastar

Produtividade

= Mais + Melhor Barato + Rápido Menos =

Mais

Eficácia (fazer o certo) Eficiência (fazer certo)

Desempenho operacional: elementos essenciais

(9)

Fazer Gastar

Produtividade

= Mais + Melhor Barato + Rápido Menos =

Mais

Eficácia (fazer o certo) Eficiência (fazer certo)

Inovação (fazer diferente)

Desempenho operacional: elementos essenciais

(10)

Fazer Gastar

Produtividade

= Mais + Melhor Barato + Rápido Menos =

Mais

Eficácia (fazer o certo) Eficiência (fazer certo)

Sustentabilidade Inovação (fazer diferente)

Desempenho operacional: elementos essenciais

(11)

Fazer Gastar

Produtividade

= Mais + Melhor Barato + Rápido Menos =

Mais

Eficácia (fazer o certo) Eficiência (fazer certo)

Sustentabilidade Inovação (fazer diferente)

Ética

Desempenho operacional: elementos essenciais

(12)

Fazer Gastar

Produtividade

= Mais + Melhor Barato + Rápido Menos =

Mais

Eficácia (fazer o certo) Eficiência (fazer certo)

Sustentabilidade Inovação (fazer diferente)

Ética

Desempenho operacional: elementos essenciais

Governança

(13)

Fazer Gastar

Produtividade

= Mais + Melhor Barato + Rápido Menos =

Mais

Eficácia (fazer o certo) Eficiência (fazer certo)

Sustentabilidade Inovação (fazer diferente)

Ética

Desempenho operacional: elementos essenciais

Governança

Competitividade (ser a escolha)

(14)

Cadeia de Valor Organizacional Típica

MERCADO CLIENTES

Recursos Humanos Finanças e Controladoria

Jurídico/Legal

Suprimentos e Fornecedores Tecnologia da Informação

Facilities

MARK ETIN G DE SEN V OL VI MEN TO PR ODUÇÃ O SER VI Ç OS VEND AS

ATIVIDADE PRIMÁRIAS (VERTICAIS)

ATIVIDADES DE SUPORTE (HORIZONTAIS)

ENTREGAS

RECURSOS

(15)

O alinhamento leva à excelência e ao sucesso!

(16)

A fragmentação leva ao caos e ao fracasso!

(17)

Sustentação Organizacional: os 5 pilares

Sustentação Organizacional

1

2

3 4

5

Demonstrar relevância no atendimento às demandas

dos clientes e sociedade

1

Ter uma cultura organizacional forte para a superação de todos os

obstáculos em torno de um objeto comum, para o sucesso coletivo.

2

Adaptar-se, reinventar-se e renovar-se diante das mudanças dos cenários e das necessidades,

olhando o longo prazo.

3

Desenvolver as competências

essenciais para realizar o propósito comum, com a disciplina necessária

e muita dedicação.

4

Acreditar que a excelência, em todos os aspectos da organização, é um

alvo móvel e é o que sustenta a organização no longo prazo.

5

(18)

Cenários, tendências e desafios

Gestão para a excelência Conceitos e princípios

Agenda

É tempo de transformação

(19)

Evolução dos cenários

Era

História

Tempo/

Tecnologia

Ambiente

Mercado

Agrícola Industrial

Guerra Fria Terrorismo

ideológico Crise

financeira WW II

WW I

Tempo diferido

Tempo real

Velocidade Complexidade

Competitividade Produtividade

Informação

Previsível Seguro Determinável

Imprevisível Volátil Incontrolável

Local Cativo Independente

Global Competitivo Interdependente

(20)

O cenário mundial

COP 22 – descarbonização da economia

Evolução tecnológica

Economia colaborativa e Economia Circular

Importância da sustentabilidade

Intolerância à corrupção

Mobilização coletiva espontânea

Indignação das populações

Conectividade

Terrorismo ideológico

Desigualdades continentais

Regimes autoritários

Capitalismo de conveniências

Falta de água e alimentos

Desastres climáticos

Iniciativas antiglobalizantes

Modelo econômico atual

(21)

Mas...e agora?

(22)

Cenário brasileiro: oportunidades e ameaças

Brasil Brasil

“Alguma” esperança

Recursos naturais

Abundância de água

Matriz energética

Pirâmide demográfica

Imprensa independente

O agronegócio

Mercado interno

Oportunidades de investimento

Independência jurídica (MP e DPF)

Lei de Responsabilidade das Estatais

PEC dos gastos (PEC 241)

Clamor ético e civilizatório do povo

Corrupção

Politização da economia

Política primitiva e paroquial

Capitalismo de compadres

Educação, saúde e segurança

Caos institucional e político

“Paraiso Sindical”

Ineficiência microeconômica

Baixa competitividade

“Anemia de produtividade”

“Obesidade de gastos”

Reputação internacional

Crise da previdência

(23)

Os 12 conceitos que vão mudar o mundo

1. Internet of Things (IoT) e Indústria 4.0 2. Carro Autônomo e carro elétrico

3. Ética, governança e segurança 4. Impressão 3D

5. Plataformas “on line” e Inteligência Artificial

6. Mobilidade e conectividade eliminam fronteiras 7. Gestão empresarial alia inovação e planejamento 8. Big data e computação nas nuvens

9. Poder do indivíduo estimula a inovação

10.Reputação permeia as relações comerciais

11.Eficiência e produtividade no setor público

12.Economia colaborativa e de baixo carbono

(24)

PERFIL DEMOGRÁFICO Alta expectativa de vida e baixo índice de natalidade desafiam os sistemas de trabalho, saúde e previdência social.

ASCENSÃO DO

INDIVÍDUO Avanços na educação e no conhecimento estão levando os indivíduos a exigir melhores produtos e serviços.

TECNOLOGIA E

CONECTIVIDADE Inclusão, inovação, rapidez e atuação em redes, com aumento da insegurança cibernética e exposição pública.

INTERLIGAÇÃO

ECONÔMICA Produtividade e competitividade para enfrentar o aumento do comércio internacional e o fluxos de capital.

QUALIDADE DOS

SERVIÇOS PÚBLICOS Eficiência e eficácia na prestação dos serviços públicos, bem como uma boa gestão dos gastos.

MUDANÇAS NO PODER

ECONÔMICO Economias emergentes influenciam fortemente o centro geográfico e o reequilíbrio da economia global.

MUDANÇAS CLIMÁTICAS Políticas proativas e efetivas de sustentabilidade para mitigar as consequências das mudanças climáticas.

PRESSÃO SOBRE OS

RECURSOS NATURAIS Novo modelo de crescimento econômico para um uso mais eficiente e consequente dos recursos naturais.

URBANIZAÇÃO Concentração nas cidades desafiam a infraestrutura, a mobilidade, o abastecimento e a segurança física.

LIDERANÇAS

TRANSFORMADORAS Entender as megatendências e buscar o alinhamento econômico com as escolhas políticas de governo e de estado.

Megatendências globais 2015-2030

(25)

Agenda 2030 da ONU: os ODS

(26)

Complexidade

Tempo Transformações: cenários

Volatile Uncertain Complex Ambiguous

Estável

Dinâmico

“VUCA”

(27)

Evolução das organizações

Organização

Atuação

Gestão Cliente

Produto/

Serviço

Mecânica Independente

Hierárquica

Local Multilocal Nacional Internacional Global

Volubilidade Necessidade Adaptabilidade

Flexibilidade

Biológica Interdependente

Evolutiva

Centralizada Descentralizada Distribuída Ecossistêmica

Ad hoc Top down Qualidade

Sistêmica Button up Excelência Cativo

Fiel Conformado

Crítico Infiel Exigente

Tangível Troca Limitado

Propósito Reputação Necessidade O que fazer? Como fazer? Por que fazer?

Produtividade Competitividade

(28)

Complexidade

Tempo Transformações: cenários, organizações

Mecânica

Estável

Processual

Dinâmico

Adaptável

“VUCA”

Volatile Uncertain Complex Ambiguous

Flexible Adaptable Simple

Transparent

(29)

Velocidade

Adaptação Interação

Organizações: as vantagens competitivas de hoje

(30)

Transição para a industrialização

Crescimento industrial

Grande recessão

Marketing:

a retomada

Globalização

1760 1860 1914 1945 1960 1990

Era da Agricultura

Era da Indústria

Era da Informação

2020 Sustentabilidade

Era de Excessos

Era de Limites

Fase artesanal

As fases do desenvolvimento sócio-econômico

Sucesso a qualquer

custo

Resultados coletivos sustentáveis O MUndo

VUCA

(31)

CENÁRIOS

ESTÁVEL DINÂMICO VUCA

O Mundo VUCA e o Brasil SADIM

Volatile

Uncertain Complex

Ambiguous

S A D I M

O MUndo VUCA O Brasil SADIM

(32)

Cenários, tendências e desafios

Gestão para a excelência Conceitos e princípios

Agenda

É tempo de transformação

(33)

Por que os empreendimentos fracassam?

Por que os

empreendimentos

fracassam?

(34)

Quais as causas?

Se o cenário é

igual para todos, por que uns vão

bem e outros mal

(35)

Onde estão os problemas?

Na execução

(36)

Quais os problemas de “execução” mais comuns?

Falta de atenção da liderança

Pessoas erradas nos lugares errados (“o corpo mole”)

Despreparo para lidar com riscos e incertezas

Empirismo e “curtoprazismo”: falta de planejamento

Falta de tempo para fazer certo e com qualidade

Decisões sem apoio de fatos, informações e dados

Desconhecimento dos cenários e tendências

Desconhecimento das expectativas do público-alvo

Deficiência nos processos( What? Why? How? Who?)

Desperdício de tempo e recursos

Falta de transparência e deficiência nos controles

Foco também no que “não deve ser feito”

Falta de comprometimento e cultura para resultados

Resistência a mudanças e corporativismo

(37)

Acontecimentos são sempre relações de causas e efeitos

Sucesso é a combinação harmônica de relações de causas e efeitos

Crise ou Fracasso é a precipitação desestruturada de relações de causas e efeitos

Análises sistemáticas de cenários, seguidas de decisões corretas, podem evitar as crises

A má qualidade da execução é a principal barreira para o sucesso dos empreendimentos Sucesso ou fracasso: uma questão de “causa” e “efeito”

Por que só agimos depois que os problemas aparecem?

causa efeito causa efeito causa ... efeito

(38)

Fatores que garantem a “Execução”

Liderança

Planos Processos Pessoas Metas

Informação e Conhecimento

(39)

Qual a diferença?

(40)

Qual a diferença?

(41)

O “Sistema de Gestão” garante os resultados da execução

Liderança

Planos Processos Pessoas Metas

Gestão

Informação e Conhecimento

(42)

A solução: a busca da excelência pela gestão sistêmica

Entrada Saída

Ambientes&Cenários

Recursos:

Financeiros

Naturais

Humanos

Valores

Entregas:

Econômicas

Sociais

Ambientais

Éticas

(43)

Os Fundamentos da Excelência estão disponíveis

Entrada Saída

Ambientes&Cenários

Recursos:

Financeiros

Naturais

Humanos

Valores

Entregas:

Econômicas

Sociais

Ambientais

Éticas

Liderança Transformadora

Pensamento Sistêmico

Compromisso com as Partes Interessadas

Orientação

por Processos Adaptabilidade Desenvolvimento Sustentável

Geração de Valor

Aprendizado Organizacional e Inovação

Aprendizado Organizacional e Inovação

(44)

“The problem is not the problem itself.

The problem is our attitude towards the problem.”

“O problema não é o problema por si só.

O problema é nossa atitude perante o problema.”

Busca da Excelência: a nossa atitude

(45)

“Mudança”: a palavra da vez

MUDANÇA

(46)

Pois ...

MUDANÇA Quem

não

(47)

... Quem não muda dança!

MUDANÇA Quem

não

(48)

GESTÃO PARA EXCELÊNCIA, ESSA É A NOSSA CAUSA.

(49)

1990 1991 2005 2016

(50)

Cumprimento da missão

Excelência operacional

Desenvolvimento com ética e sustentabilidade

Resgate da confiança no País Engajamento da

sociedade

Produtividade das organizações

Competitividade do Brasil

Direcionamento estratégico 2016 - 2020

(51)

Governança FNQ

(52)

Mais de 390 organizações filiadas

Financeiro Saúde Utilities

(53)

A busca permanente da excelência é...

... compreender que a organização é um sistema

vivo integrante de um ecossistema complexo com o qual interage e do

qual depende.

... gerar resultados para todos os integrantes da

cadeia de valor, numa relação de

interdependência e cooperação.

... ter qualidade na interação com o seu ecossistema, velocidade de

aprendizado e capacidade de adaptação diante de novos cenários imprevistos

e incontroláveis.

Entendimento conceitual da excelência

(54)

Complexidade

Tempo Transformações: cenários, organizações, FNQ

Gestão da Qualidade

Qualidade da Gestão

Gestão para Excelência

Mecânica

Estável

Processual

Dinâmico

Adaptável

“VUCA”

(55)

Complexidade

Tempo

Gestão da Qualidade

Qualidade da Gestão

Gestão para Excelência

Mecânica

Estável

Processual

Dinâmico

Adaptável

“VUCA”

Transformações: cenários, organizações, FNQ e o MEG

(56)

Adaptabilidade

Simplicidade

Transparência Flexibilidade

FAST

Complexity (Complexidade)

Múltiplos fatores-chave para uma tomada de decisão

Ambiguity (Ambiguidade)

Imprecisão na interpretação de um acontecimento

Volatility (Volatilidade) Alta taxa de variação

Uncertainty (Incerteza)

Falta de clareza sobre o

presente e tendências futuras

VUCA SADIM MEG

S S A D I M

Como enfrentar o Mundo VUCA e o Brasil SADIM?

(57)

C o m p u C on s ul tM A X

E s tru tu r a d o s C ri té r io s

E s t r a t é g ia s e p l a n o s d e a ç ã oE s t r a t é g ia s e p l a n o s d e a ç ã o

3 F o c o n o c l i e n t e e n o

m e r c a d o 1 L id e r a n ç a

2 P l a n e j a m e n t o

e s t r a t é g i c o

6 6 G e s t ã o d e G e s t ã o d e p r o c e s s o s p r o c e s s o s 5 5 G e s t ã o d e G e s t ã o d e p e s s o a s p e s s o a s

7 R e s u lt a d o s

d a o r g a n i z a ç ã o

4 4 In f o r m a ç ã o e a n á lis e In f o r m a ç ã o e a n á lis e

1992 - 1998 1998 - 2000 2001 - 2002 2003 - 2016 2017

A evolução do MEG

(58)

FNQ: Gestão para a Excelência é a nossa causa

Entrada Saída

Transformação

Sociedade

Recursos:

Financeiros

Naturais

Humanos

Valores

Entregas:

Econômicas

Sociais

Ambientais

Éticas

Ambientes & Cenários

(59)

Novo Portfólio FNQ

Benchmarking Workshops

Núcleos de estudos

Pré-diagnóstico Palestras

Portal

Capacitação

Publicações

Programa de Excelência

Autoavaliação Assistida

Avaliação Assistida Expressa

On-line In company Turmas FNQ

Técnicas/Temáticas E-books

Avaliação

Ca p acit ão

Mel h oria

Disseminação

Oficina da Gestão Eventos

Comunidade de Boas Práticas

Filiação Patrocínio

Reconhecimento

Mentoria

(60)

Trajetória para a Excelência: níveis de maturidade da gestão

MEG Versão para

Micro e Pequenas Empresas em estágio inicial CRITÉRIOS DO

PRÊMIO MPE BRASIL

MEG Versão para

organizações em estágio

inicial CRITÉRIOS PRIMEIROS PASSOS PARA A

EXCELÊNCIA (125 pontos)

MEG Versão para

organizações em estágio intermediário

CRITÉRIOS COMPROMISSO

COM A EXCELÊNCIA (250 pontos)

MEG Versão para

organizações em estágio intermediário

CRITÉRIOS RUMO À EXCELÊNCIA (500 pontos)

MEG Versão para

organizações em estágio

avançado CRITÉRIOS DE

EXCELÊNCIA (1000 pontos) MPE Brasil

Estágio para MPEs

COMPROMISSO COM A EXCELÊNCIA

Estágio intermediário

RUMO A EXCELÊNCIA

Estágio intermediário

EXCELÊNCIA Estágio avançado

PRIMEIROS PASSOS PARA A EXCELÊNCIA

Estágio inicial

Pr é d iagnó sti co d a ma turid ade d a g e st ão

(61)

Cenários, tendências e desafios

Gestão para a excelência Conceitos e princípios

Agenda

É tempo de transformação

(62)

competitividade

produtividade

quantidade tempo custo qualidade

preço confiança transação

Reputação

Instituições

infraestrutura

tributação

leis trabalhistas

financiamento

burocracia

segurança jurídica

corrupção

escala

tecnologia

eficácia

durabilidade

eficiência

Inovação

Investimentos

insumos

trabalho

Capital

Saúde

processo

educação

Desenvolvimento sustentável: o que realmente conta!

“o custo país”

“o ambiente

de negócios”

(63)

Como está a gestão do Brasil?

Entrada Saída

Transformação

Sociedade

Recursos:

Financeiros

Naturais

Humanos

Valores

Entregas:

Econômicas

Sociais

Ambientais

Éticas

Ambientes & Cenários

(64)

Brasil: é preciso mudar!

DEZ LIÇÕES :

Lidere com competência

Simplifique os processos

Engaje pelos valores

Use bem os recursos

Fortaleça relações

Estude as metas

Seja ético e honesto

Trabalhe o presente e o futuro

Cerque-se de boas pessoas

Inspire pelo exemplo

(65)

Competitividade do Brasil: uma relação de “causa e efeito”

Produtividade das Organizações Públicas e Privadas

Ambiente favorável aos negócios

Reputação e Confiança

Competitividade

do Brasil

• Eficiência

• Eficácia

• Tecnologia

• Processos

• Inovação

• Capacitação

• Conhecimento

• Resultados

• Infraestrutura

• Tributação

• Educação

• Saúde

• Burocracia

• Leis trabalhistas

• Segurança

• Custo do capital

• Governança

• Ambiente Político

• Economia

• Instituições

• Ética

• Valores

• Segurança Jurídica

• Cidadania

Ser a escolha:

Atratividade para investimentos, geração de empregos

e desenvolvimento

sustentável

(66)

Liderança Transformadora:

Que compreenda os cenários, inspire para o objetivo comum da eficiência e da eficácia operacional, com ética e sustentabilidade.

Pensamento Sistêmico:

Compreender, interagir e tratar as relações de interdependência e seus efeitos entre a organização e o ambiente onde atua.

Compromisso com as Partes Interessadas:

Estabelecer pactos com as partes interessadas e suas inter-

relações com as estratégias e processos de curto a longo prazos.

Orientação por processos:

Entender a organização como sendo um conjunto de processos interligados, aproveitando as sinergias para reduzir custos.

Agenda para a busca contínua da excelência (I)

(67)

Aprendizado Organizacional e Inovação:

Buscar e alcançar continuamente novos patamares de

competência, inovando e compartilhando conhecimento.

Adaptabilidade:

Ser proativo e ter flexibilidade e capacidade de mudar em tempo hábil, frente às tendências e às novas demandas do contexto.

Desenvolvimento Sustentável:

Responder e agir pelos impactos de suas decisões e atividades na sociedade e no meio ambiente, olhando o coletivo e o futuro.

Geração de Valor:

Alcançar resultados econômicos, sociais e ambientais, buscando continuamente a excelência que se sustente no longo prazo.

Agenda para a busca contínua da excelência (II)

(68)

... seremos sempre do tamanho da confiança que transmitimos.

Só com muito trabalho geramos resultados e ...

(69)

“A excelência nunca é um acidente.

É o resultado de intenção elevada,

esforço sincero e execução inteligente.

Ela representa a opção mais sábia entre muitas alternativas.

Escolha, não acaso, determina o seu destino, os seus sonhos e os seus valores.”

Aristóteles

Mensagem final

(70)

Imagem

Referências

temas relacionados :