Projectos em Carteira da SDUBeira. Porque este Parque Industrial e Logístico na Beira? Desenvolvimento Gradual e Faseado. Estimativa dos Investimentos

12 

Texto

(1)
(2)

2

Projectos em Carteira da SDUBeira

Porque este Parque Industrial e Logístico na Beira?

Desenvolvimento Gradual e Faseado Estimativa dos Investimentos

Perspetivas de Geração de Empregos

Parque Industrial e Logístico da Munhava (PILM)

O desafio das Infraestruturas Outros desafios e Incentivos

(3)

3

Principais projectos em carteira da SDUBeira

Cerca de 1300 hectares para desenvolvimento industrial, residencial e comercial na Beira Zonas estrategicamente localizadas próximas do Porto e do Aeroporto da Beira Necessidade de investimento prévio em infraestruturas de drenagem, acessos,

energia e agua canalizada. Enquadramento com o Plano Director de

desenvolvimento urbano da Beira (“master plan”)

(4)

4

Porquê este Parque Industrial e logístico na Beira?

Facilidade de acesso a matérias primas e fontes de energia

Proximidade de Porto de referencia regional com curtas distancias de transporte Acessos multimodais (linha férrea, estradas, Porto e aeroporto)

Potencial de Servir as explorações e desenvolvimento do Gas do Búzi

Deficit de infraestruturas adequadas que facilitem os operadores logísticos e industriais Oportunidade para uma maior interação Cidade – Porto

(5)

5

Desenvolvimento Faseado

Desenvolvimento gradual para equilíbrio do investimento vs retornos financeiros (em 25 anos)

Área Piloto inicial para testagem de conceitos e resposta do mercado

Prioridade para as infraestruturas (ex. Acessos, dique de proteção e macro drenagem da zona).

Energia elétrica e Agua para permitir a instalação de industrias

Segmentação das áreas e industrias, em função da tipologia e proximidade das vias de acesso, ferrovias, zonas portuárias.

(6)

6

Estimativa de Investimentos em 25 anos

• 20% da área para drenagem e 20% para estradas e estacionamentos. • 60% da área bruta estará disponível para os clientes, dos quais 40% para

edifícios (ex. Armazéns, escritórios, unidades fabris, etc).

Desenvolvimento da Terra custará cerca de 620 MUSD, a ser implementado em 25 anos nos cerca de 900 Hectares do parque.

• Construção dos edifícios, fabricas e armazéns custará cerca de 1.400 MUSD.

• 700 MUSD em investimentos para equipamentos e 140 MUS para outros.

Investimento total estimado em 2.860 MUSD, ou seja, uma média de 114 MUSD por ano durante 25 anos.

Inicialmente, são necessários cerca de 50 MUSD para 15 km da nova estrada de acesso ligando o parque diretamente à EN6 e ao Porto

Investimentos (milhões de USD em 25 anos)

Preparação da terra, aterros, estradas, drenagem, saneamento 620 Edifícios industriais, naves, armazéns, etc 1,400 Equipamentos 700

Outros 140

(7)

7

PRESPECTIVA DE GERAÇÃO DE EMPREGOS

DURANTE A FASE DE CONSTRUÇÃO E DESENVOLVIMENTO:

122.000 postos de trabalhos durante a fase de construção, ao longo de 25 anos, dos quais 32.000 postos diretos e 90.000 indiretos ao nível nacional.

Em média, cerca de 4.880 empregos por ano (1.280 directos e 3600 indiretos)

DURANTE A FASE DE OPERAÇÃO DO PARQUE:

41.000 postos de trabalho durante um período de 25 anos , dos

quais 16.000 empregos diretos e 25.000 empregos indiretos com fornecedores.

Em média, cerca de 1.640 postos de trabalho por ano (640 diretos e 1.000 empregos indiretos).

Estima-se no total mais de 160 mil postos de trabalhos a serem criados.

Postos de trabalho na construcao (em 25 years)

Total de postos directos 32,000 Media Anual 1,280 Total de Postos Indirectos 90,000 Media Anual 3,600 Total de Postos de Trabalho 122,000

Media Anual 4,880

Potential de postos de trabalho (em 25 years)

Operacao do Parque 16,000 Media Anual 640 Postos indirectos 25,000 Media anual 1,000 Total de Empregos 41,000 Media anual 1,640

(8)

8

PARQUE INDUSTRIAL & LOGÍSTICO DA MUNHAVA (PILM)

Pontos Fortes:

Estrategicamente localizado (perto de porto, estrada, ferrovia, aeroporto)

950 Ha de area nova possibilitando desenvolvimento de raiz de parque industrial & logístico de classe internacional

Possibilidade de instalacao de serviços de apoio para o porto da Beira (isto é plataforma de servicos e logística) Um objetivo estratégico do novo plano Director de desenvolvimento do Municipio da Beira. Tem apoio Municipal.

Contribuicao para o aumento da exportacao atravez de instalacao de industrias e unidades de producao de adição de valor a materias primas locais

(9)

9

O Desafio das Infraestruturas

INFRAESTRUTURAS:

Macro drenagem, acessos, diques e estruturas de proteção contra inundações – Oportunidade para construção de novas infraestruturas

Disponibilidade de Energia Elétrica de Qualidade Industrial - Oportunidade para um reforço da capacidade de produção de energia na zona Industrial da Beira.

o Central térmica para queima do carvão de moatize ou gás natural? o Uma nova linha de transporte a partir de Cahora Bassa?

o Uma nova barragem hidroelétrica no rio Pungue ou mesmo no Zambeze?

Disponibilidade de Água em quantidades Industriais

o Construção de uma nova barragem no Pungue? o Reforço da capacidade adutora existente do FIPAG?

Oportunidade para Parceria Público-privadas (PPP) e Concessões para captação de maior investimento privado

(10)

10

Outros Desafios e incentivos

Financiamento à Indústria – Linhas de credito dedicadas, com períodos de graça?

Qualidade da Mão de Obra – Oportunidade para criação de centros de treinamento

“on-the-job training” ?

Incentivos Fiscais dedicados a Parques Industriais - Zona Franca Industrial? Zona Económica

Especial? Custos associados?

Coordenação intersectorial - ex. Indústria e Comercio, Transportes, Obras Publicas, Financas,

Alfandegas e Município

(11)

11

(12)

Sociedade de Desenvolvimento Urbano da Beira S.A.

www.sdubeira.co.mz

Imagem

Referências

  1. www.sdubeira.co.mz
temas relacionados :