ADESIVO EPÓXI FISPQ Nº: MI25 DATA DA PUBLICAÇÃO: 05/2017 REVISÃO: 05/2017 PÁGINA: 1/7

Texto

(1)

ADESIVO EPÓXI

FISPQ Nº: MI25 | DATA DA PUBLICAÇÃO: 05/2017 | REVISÃO: 05/2017 | PÁGINA: 1/7

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

Nome comercial:

Empresa:

Endereço:

Cidade:

Telefone:

Telefone de emergência:

E-mail:

Principais usos do produto:

ADESIVO EPÓXI

MINNER COMERCIAL LTDA.

Rua XV de Novembro, 711 - Centro - CEP 98.801-706 Santo Ângelo/RS

+55 (55) 3312-3006 +55 (55) 3312-3006 comercial@minner.com.br

Aplicação indicada para a colagem de azulejo, vidro, madeira, concreto, cortiça, plásti- cos rígidos, porcelana, cerâmica, bijuterias, jóias, borracha vulcanizada, latão, ferro, aço inox, alumínio, latão, bronze, cobre, ouro, prata, estátuas.

Produto clássico de acordo com a Diretiva 67/548/EEC e com a NR-20.

Da portaria número 3.214 de 08/08/78.

Classificação do Produto Químico:

Irritante para olhos e pele.

Causa sensibilização em contato com os olhos.

Perigos mais importantes:

Cuidados devem ser tomados principalmente quando se verter o produto.

Perigos físicos/químicos:

2. IDENTIFICAÇÃO DE PERIGOS

S2 Manter fora do alcance das crianças.

S26 Em caso de contato com os olhos, lavar imediatamente com água em abundância e chamar um especialista.

S37+S39 Usar luvas adequadas. Usar proteção adequada para os olhos/rosto.

Frases de segurança:

3.1 INGREDIENTES OU IMPUREzAS QUE CONTRIbUAM PARA O PERIGO

3. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÃO SObRE OS INGREDIENTES

Produto da reação entre Bisfenol A Epicloridina.

Natureza química:

Remova a vítima da área contaminada, se necessário inicie a respiração artificial. Obte- nha socorro médico imediato, levando o rótulo do produto. Leve esta FISPQ.

Inalação:

4. MEDIDAS DE PRIMEIROS-SOCORROS

(2)

ADESIVO EPÓXI

FISPQ Nº: MI25 | DATA DA PUBLICAÇÃO: 05/2017 | REVISÃO: 05/2017 | PÁGINA: 2/7

Se a vítima estiver consciente, lavar a sua boca com água limpa em abundância. Não provocar vômito. Não dar nada pela boca a uma pessoa inconsciente. Procurar atendi- mento médico. Leve esta FISPQ.

Ingestão:

Retirar imediatamente roupas e sapatos contaminados. Lavar a pele com água e sabão em abundância, por pelo menos 20 minutos, preferencialmente sob chuveiro de emer- gência. Procurar assistência médica imediatamente, levando o rótulo do rótulo sempre que possível. Leve esta FISPQ.

Contato com a pele:

Lavar os olhos com água em abundância, por pelo menos 20 minutos, mantendo as pál- pebras separadas. Usar de preferência um lavador de olhos. Procurar assistência médi- ca imediatamente, levando o rótulo do produto sempre que possível. Leve esta FISPQ.

Contato com os olhos:

Em todos os casos procurar atendimento médico. No caso de um acidente de grandes proporções o prestador de socorro deverá estar com todo o EPI necessário. Retirar roupas contaminadas.

Proteção para o prestador de socorros:

O tratamento de emergência assim como o tratamento médico após superexposição deve ser direcionado ao controle do quadro completo dos sintomas e da condição clí- nica do paciente.

Notas para o médico:

Usar equipamento autônomo para penetrar em ambiente fechado.

Medidas de proteção da equipe de combate a incêndio:

Resfriar com neblina d’água todos os recipientes expostos ao calor.

Métodos especiais:

Extinção por pó químico, gás carbônico ou espuma.

Adequado:

Pode haver aumento da pressão interna dos recipientes e reservatórios expostos ao fogo ou calor.

Perigos específicos da substância ou mistura:

5.1 MEIOS DE EXTINÇÃO

5. MEDIDAS DE COMbATE A INCÊNDIO

Jato d’água de alta pressão.

Inadequado:

Isolar a área. Manter afastadas pessoas sem função no atendimento de emergência.

Sinalizar o perigo para transito, e avisar ou mandar avisar as autoridades locais com- petentes. Eliminar toda fonte de fogo, calor ou faísca e desligar os circuitos elétricos do veículo. No caso de transferência do produto para recipientes de emergência usar somente bombas à prova de explosão e aterrar eletricamente todos os elementos de sistema em contato com o produto. Não efetuar transferência do produto para reci- pientes de explosão e aterrar eletricamente todos os elementos do sistema em contato Precauções pessoais:

6.1 PRECAUÇõES PESSOAIS, EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO E PROCEDIMENTOS DE EMERGÊNCIA

6. MEDIDAS DE CONTROLE PARA DERRAMAMENTO OU VAzAMENTO

(3)

ADESIVO EPÓXI

FISPQ Nº: MI25 | DATA DA PUBLICAÇÃO: 05/2017 | REVISÃO: 05/2017 | PÁGINA: 3/7

Para conter vazamentos utilize materiais absorventes não inflamáveis. Evite que o pro- duto entre em contato com solo, rios e lagos.

Precauções ao Meio Ambiente:

Não reutilizar água sem orientação específica. Não utilizar motores comuns ou à explo- são na transferência de produto derramado.

Interdição:

7.1 MEDIDAS TéCNICAS APROPRIADAS PARA O MANUSEIO

7. MANUSEIO E ARMAzENAMENTO

como produto. Não efetuar eletricamente todos os elementos do sistema em contato com o produto. Não efetuar transferência sob pressão de ar ou de oxigênio. Evitar o contato com a pele e os olhos.

Equipamento de proteção individual para pequenas exposições: luvas e avental imper- meáveis, botas, óculos de segurança hermético, máscaras semifacial com filtro para vapor orgânico.

Meios de proteção:

Circundar as poças com diques de terra, vermiculita ou areia.

Medidas de emergência:

Ocorrendo a poluição de águas, notificar as autoridades competentes.

Sistema de alarme:

6.2 MéTODOS E MATERIAIS PARA A CONTENÇÃO E LIMPEzA

Remover o produto derramado para outro recipiente independente, providenciando aterramento adequado de todos os equipamentos utilizados. Conservar o produto em um recipiente de emergência, devidamente etiquetado e bem fechado, para posterior reciclagem ou eliminação.

Recuperação:

Não jogar água. Cobrir o produto não recuperado com terra, areia, vermiculita ou outro material inerte. Pequenos vazamentos devem ser absorvidos em papel toalha e quei- mados em capela.

Neutralização:

Recolher o produto empoçado através de caminhão vácuo-truck (limpa fossa) em re- cipiente independente. Cobrir o local com terra, areia vermiculita ou similar. Recolher as águas de atendimento às emergências, o solo e materiais contaminados para outro recipiente independente. Utilizar ferramentas antifaiscantes.

Limpeza e

descontaminação:

A disposição final desse material contaminado deverá ser acompanhada por especia- listas e de acordo com a legislação local vigente. Recomenda-se a incineração em ins- talação autorizada.

Eliminação:

Devem ser utilizados equipamentos de proteção individual (EPI) para evitar o contato com a pele e mucosas. Evitar faíscas de origem elétrica, eletricidades estática. Não fumar. Não transfira o produto sob pressão de ar ou oxigênio.

Precauções para manuseio seguro:

Ventilação local exautora onde os processos assim o exigirem. Instalar uma cuba de retenção.

Medidas técnicas apropriadas:

(4)

ADESIVO EPÓXI

FISPQ Nº: MI25 | DATA DA PUBLICAÇÃO: 05/2017 | REVISÃO: 05/2017 | PÁGINA: 4/7

Conservar o produto somente na embalagem original. Recomendado: Bombonas de Polietileno. Inadequadas: Materiais oxidantes.

Materiais para embalagem:

Ácidos, bases, agentes oxidantes fortes e aminas.

Produtos incompatíveis:

O piso de local de depósito deve ser impermeável, não-combustível e possuir valas que permitam o escoamento para reservatório de contenção. Tanques de estocagem de- vem ser circundados por diques de contenção e ter drenos para o caso de vazamento.

Condições adequadas de armazenamento: deve ser efetuada em locais bem ventilados.

Os recipientes devem ser hermeticamente fechados. Evitar a exposição do produto à luz do sol, chuva e temperaturas elevadas.

Armazenamento:

8. CONTROLE DE EXPOSIÇÃO E PROTEÇÃO INDIVIDUAL

N.A.

Indicadores biológicos:

8.1 PARâMETROS DE CONTROLE ESPECíFICOS

Limites de exposição

ocupacional: N.E.

Outros limites e valores: N.A.

Medidas de controle de

engenharia: Monitoramento periódico da concentração dos vapores nas áreas de utilização. Utilizar ventilação/exaustão nos locais de trabalho.

Procedimentos recomendados para monitoramento:

Adotar procedimentos nacionais e/ou internacionais. Normas regulamentadora núme- ro 15 do Ministério do Trabalho; normas de higiene do trabalho da FUNDACENTRO, procedimentos NIOSH, ou procedimentos ACGIH.

8.2 MEDIDAS DE PROTEÇÃO PESSOAL

Utilizar óculos de proteção contra produtos químicos.

Proteção dos olhos/face:

Avental impermeável, botas e luvas impermeáveis.

Proteção do corpo/mãos:

Máscara respiratória, quando houver ventilação inadequada.

Proteção respiratória:

Tirar imediatamente roupas contaminadas ou saturadas. Lavar as mãos antes das re- feições e ao final da jornada de trabalho. Tomar ducha ou banho após a jornada de trabalho. Nunca sifonar o produto pela boca. Em caso de emergências utilizarem ducha e lava-olhos.

Medidas de higiene:

7.2 CONDIÇõES DE ARMAzENAMENTO SEGURO, INCLUINDO QUALQUER INCOMPATIbILIDADE

9. PROPRIEDADES FíSICAS E QUíMICAS

Líquido.

Estado físico:

Levemente amarelado.

Cor:

(5)

ADESIVO EPÓXI

FISPQ Nº: MI25 | DATA DA PUBLICAÇÃO: 05/2017 | REVISÃO: 05/2017 | PÁGINA: 5/7

Característico epóxico.

Odor e limite de odor:

N.E.

pH:

-185ºC Ponto de congelamento:

Em condições recomendadas de armazenamento o produto é estável.

Estabilidade química:

10. ESTAbILIDADE E REATIVIDADE

N.E.

Ingestão:

11. INFORMAÇõES TOXICOLÓGICAS

Nenhuma, quando o produto é armazenado, aplicada e processada corretamente.

Possibilidade de reações perigosas:

N.A.

Limites de explosividade:

1,150 g/cm3. Densidade:

Insolúvel em água.

Solubilidade:

Ácidos, bases, agentes oxidantes fortes e aminas.

Materiais incompatíveis:

Pode produzir gases tóxicos se expostos ao fogo.

Produtos perigosos de decomposição:

104ºC.

Ponto de fulgor:

Irritação nas vias aéreas superiores.

Inalação:

Irritante, podendo causar lesões e mucosas.

Contato com a pele:

Irritante, podendo causar lesões severas.

Contato com os olhos:

O produto não é totalmente biodegradável, portanto pode causar danos a organismos aquáticos.

Ecotoxicidade:

12.1 EFEITOS AMbIENTAIS, COMPORTAMENTO E IMPACTOS DO PRODUTO

Produto totalmente degradável.

Persistência e degradabilidade:

N.A.

Potencial bioacumulativo:

Todas as medidas devem ser tomadas respeitando as exigências dos órgãos ambientai locais.

Mobilidade no solo:

12. INFORMAÇõES ECOLÓGICAS

(6)

ADESIVO EPÓXI

FISPQ Nº: MI25 | DATA DA PUBLICAÇÃO: 05/2017 | REVISÃO: 05/2017 | PÁGINA: 6/7

13. CONSIDERAÇõES SObRE TRATAMENTO E DISPOSIÇÃO

Coprocessamento, decomposição térmica ou aterro industrial, de acordo com a legis- lação local vigente.

Métodos recomendados para tratamento e disposição aplicados ao produto:

Resíduos que não serão mais utilizados devem ser descartados conforme legislação local vigente.

Restos de produtos:

A embalagem não deve ser reutilizada.

Embalagem usada:

14.1 REGULAMENTOS NACIONAIS E INTERNACIONAIS PARA O TRANSPORTE

14. INFORMAÇõES SObRE TRANSPORTE

Produto não enquadrado na resolução ANTT 420.

Terrestre:

Não sujeito a IATA. Classe livre.

Aéreo:

Informações válidas para o produto. Não sujeito ao código IMDG (Regulamentos EUA).

Classe livre.

Marítimo:

Outras informações relativas ao transporte: Evitar o transporte em veículos onde o espaço de carga não esteja separado da cabine de condução. Assegurar que o condutor do veículo conhece os riscos potenciais da carga bem como as medidas a tomar em caso de acidente ou emergência. Antes de transportar os recipientes, verificar se estão bem fixados. No transporte fracionado cada recipiente deverá estar devidamente identificado, portando a rotulagem prevista em norma.

15. REGULAMENTAÇõES

Não há.

Regulamentações

específicas para o produto químico:

Informações importantes, mas não especificamente descritas às seções anteriores:

Esta FISPQ foi elaborada com base nos atuais conhecimentos sobre o manuseio apropriado do produto e sob as con- dições normais de uso, de acordo com a aplicação especificada na embalagem. Qualquer outra forma de utilização do produto que envolva a sua combinação com outros materiais, além de formas de uso diversas daquelas indicadas, são de responsabilidade do usuário. Adverte-se que o manuseio de qualquer substância química requer o conhecimento prévio de seus perigos pelo usuário. No local de trabalho cabe à empresa usuária do produto promover o treinamen- to de seus empregados e contratados quanto aos possíveis riscos advindos da exposição ao produto químico.

16. OUTRAS INFORMAÇõES

(7)

ADESIVO EPÓXI

FISPQ Nº: MI25 | DATA DA PUBLICAÇÃO: 05/2017 | REVISÃO: 05/2017 | PÁGINA: 7/7

Legendas e abreviaturas:

N.A. - Não aplicável.

N.E. - Não estabelecido.

Referências bibliográficas:

Diretiva 67/548/EEC.

Portaria número 3.214 de 08/06/1978.

Resolução n° 420 de 12/02/2004.

Resolução n° 701 de 25/08/2004.

Resolução n° 1644 de 26/09/2006.

Imagem

Referências

temas relacionados :