• Nenhum resultado encontrado

REVISÃO: SUJEITO, PREDICADO (NOMINAL E VERBAL), PREDICATIVO DO SUJEITO, OBJETOS DIRETO E INDIRETO

N/A
N/A
Protected

Academic year: 2021

Share "REVISÃO: SUJEITO, PREDICADO (NOMINAL E VERBAL), PREDICATIVO DO SUJEITO, OBJETOS DIRETO E INDIRETO"

Copied!
6
10
0
Mostrar mais ( páginas)

Texto

(1)

REVISÃO: SUJEITO, PREDICADO (NOMINAL E VERBAL), PREDICATIVO DO SUJEITO, OBJETOS DIRETO E INDIRETO

Verbos impessoais

Oração sem sujeito: é formada por verbo impessoal (mesmo que este faça parte de uma locução). É o termo a respeito do qual se declara algo.

Núcleo: é a palavra mais importante do sujeito. Pode ser um substantivo, um pronome, um numeral, um verbo no infinitivo ou qualquer palavra substantivada. Sujeito

Ser indicando tempo em geral: Era alto verão. / São cinco horas.

Haver ou fazer indicando tempo: Estou esperando há horas. / Fazia anos que eu não via o vovô.

Haver no sentido de “existir” ou

“acontecer”: Deve haver outras pessoas que pensam como você. / Já houve

graves acidentes naquela estrada.

São aqueles que indicam fenômeno da natureza: Está chovendo hoje. / Anoiteceu cedo.

(2)

Predicado

Verbo de ligação: liga o predicativo do sujeito ao sujeito. Os principais são: ser, estar, ficar, tornar-se, parecer, permanecer, continuar e andar.

Nominal: formado por verbo de ligação e predicativo do sujeito:

O menino está feliz.

Predicativo do sujeito: qualquer característica, modo de ser, estado ou mudança de estado que se atribui ao sujeito: Hoje o céu está azul.

É a declaração feita sobre o sujeito; ela sempre contém

um verbo ou uma locução verbal.

Verbo intransitivo: não necessita de complementos: O sol nasceu.

Objeto direto (OD): complementa o VTD sem preposição: Eu evitava aquele vizinho.

Verbo transitivo direto (VTD): precisa de complemento sem preposição: Eu evitava aquele vizinho.

Objeto Indireto (OI): complementa o VTI com preposição: Deparei com meu vizinho.

Verbo Transitivo Indireto (VTI): precisa de complemento com preposição: Deparei com meu vizinho.

Verbal: formado por verbo de ação e seus complementos: Todos desejamos a paz.

(3)

O GÊNERO EM FOCO:

CONTO DE FICÇÃO CIENTÍFICA

Suspense: recurso que pode ser usado na ficção científica para prender a atenção do leitor numa narrativa.

Índices: pistas lançadas no decorrer da narrativa para criar expectativas, uma atmosfera

adequada à ação que se desenvolve em determinado tempo e lugar.

Previsões quanto aos avanços científicos ou tecnológicos devem ser coerentes com as expectativas em relação aos recursos

tecnológicos do presente.

A ideia do futuro sempre convive com elementos do passado, pois desse modo o leitor reconhece características de seu mundo ao lado de aspectos e situações que extrapolam esse mundo.

O cenário e as relações espaço-tempo devem respeitar os princípios da Física. Caracteriza-se por apresentar

histórias que ocorrem geralmente no futuro

e são marcadas pelo alto desenvolvimento

tecnológico.

Verossimilhança: é um efeito construído sobretudo pela

relação lógica entre os elementos que compõem uma obra.

A ficção científica é caracterizada

por cenários e recursos tecnológicos ainda inexistentes no momento da criação da obra, mas virtualmente possíveis. Conto de ficção científica

(4)

PREDICADO VERBO-NOMINAL E PREDICATIVO DO OBJETO Predicados São classificados segundo sua natureza:

Verbo-nominal: possui dois núcleos, um de natureza verbal (verbo de

ação) e outro de natureza nominal (predicativo do sujeito ou predicativo do objeto).

Verbal: o núcleo é um verbo de ação ou uma locução verbal: “Com a

sinceridade que só a passagem do tempo permite [...]”. (núcleo: permite).

Nominal: o núcleo é um nome (substantivo, adjetivo, pronome, numeral ou palavra substantivada): “Talvez a vida deles fosse diferente!”. (núcleo: diferente).

Com verbo de ação + predicativo do objeto:

A moça achava o colega simpático.

núcleo núcleo verbal nominal

Com verbo de ação + predicativo do sujeito:

“Os dois se encararam arrasados.”

núcleo núcleo verbal nominal

(5)

Predicativo do objeto:

O menino considerava o amigo leal e dedicado.

verbo objeto

transitivo

Adjunto adnominal:

O menino queria muito um amigo leal e dedicado.

verbo objeto

transitivo

É o termo da oração que atribui uma característica, um estado ou modos de ser ao objeto direto ou indireto.

Encontrei-o ainda chateado anos depois do equívoco.

objeto predicativo direto do objeto

Chamavam-lhe radical em suas convicções.

objeto predicativo indireto do objeto Adjunto adnominal # Predicativo do objeto O adjunto adnominal é um termo que ajuda a especificar e caracterizar o objeto,

mas sua presença não é obrigatória

na oração. Já o predicativo do objeto é um termo exigido pelo verbo. Predicativo do

objeto

(6)

Pode ser produzido para ser apresentado isoladamente ou

acompanhar uma notícia, uma reportagem ou um texto

didático.

É predominantemente

expositivo, mas pode apresentar características narrativas e até

argumentativas. Gênero textual que se caracteriza por apresentar informações ou explicações combinando texto verbal e texto não verbal (ilustrações, gráficos,

diagramas, mapas e fotos). O GÊNERO EM FOCO:

INFOGRÁFICO

Referências

Documentos relacionados

 Predicado nominal: é formado por um verbo de ligação e pelo predicativo do sujeito, possuindo como núcleo um nome que atribui uma característica ao sujeito da oração.. EX.:

I max e na τ dos ratos normotensos (p<0,05). Conclui- se que: a) o treinamento físico atenuou os efeitos deletérios da hipertensão sobre as características das sparks

Para a análise dos resultados, foram utilizados testes paramétricos e testes não paramétricos, levando-se em consideração a natureza das variáveis estudadas e a variabi-

Adriana Lira Sanches Agenildo Bentes da Silva Alcilânia da Cunha Lima Alex da Silva Almeida Alex José Brito Silveira Aline Costa de Sena Almira da Silva Pessoa Ana Carolina

543B do CPC; (iii) quando anteriores a 3 de maio de 2007, aqueles formados em sede de controle difuso de constitucionalidade, seguidos, ou não, de Resolução Senatorial, desde

a) agente da passiva, objeto indireto, aposto e adjunto adverbial. b) sujeito simples, objeto indireto, predicativo do sujeito e complemento nominal. d) agente da passiva,

[r]

A tese a ser decidida neste recurso diz respeito à aplicação ou não da alçada (valor da causa superior a 60 salários mínimos) prevista no art. 475, § 2º, do CPC à

Após a análise de dados, foi observado que o alteplase ainda deve ser administrado dentro da janela terapêutica de até 4,5 horas pela via endovenosa, ou até 6 horas

16 A edição genética do Livro do Hitopadeça é parte fundante da tese de doutoramento do autor, defendida no Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução sob a supervisão

André dá inicio às atividades pedindo para que as pessoas se juntem em suas comissões e discutam “Quais os principais problemas em Alto Taquari relacionado à Educação,

A primeira quinzena de janeiro foi usada, pois esta dentro do período de maior captura dos grandes pelágicos e marca o meio da serie temporal dos dados de pesca, para

Assim, o modelo de distribuição binomial positiva, que tem sido utilizado na elaboração de planos de amostragem seqüencial para uso no manejo integrado de pragas, foi o que

E também olhou para um castiçal de prata e assim mesmo acenava para a terra e novamente para o castiçal, como se lá também..

A) Sujeito simples, predicado verbal, adjunto adverbial. B) Sujeito simples, predicado verbo-nominal, predicativo do sujeito. C) Sujeito composto, predicado verbal, predicativo

a) predicado verbo-nominal, pois haveria um predicativo do sujeito. b) predicado verbal apenas, pois não haveria nem predicativo do sujeito e nem predicativo do

a) predicativo do sujeito e adjunto adnominal de modo. c) adjunto adverbial de lugar e adjunto adverbial de modo. b) objeto direto, objeto indireto. c) predicativo

O predicado é verbo-nominal com predicativo do objeto, pois as qualidades, o sujeito (ele) atribui ao objeto do verbo achar (aquele gesto). A qualidade é atribuída ao sujeito

Seguindo na mesma direção, para Dement e Mignot (1992), os últimos anos marcaram também a década do cérebro dormindo, pois muitas pesquisas foram feitas e grandes passos foram

Análise Sintática P.. Lig) x Predicativo (qualidade características, estado PS/PO) x Predicado (enunciação acerca do sujeito ou sem sujeito. Tem-se verbal, nominal

De modo geral, com base na análise quantitativa, observa-se que as disciplinas da área de ensino de Filosofia foram bem avaliadas nas três dimensões observadasc. Houve aprovação

[r]

condominiais) e os débitos anteriores tributários (por exemplo: IPTU e TLP) incidirão sobre o preço da arrematação (§ 1o do artigo 908 do CPC e artigo 130 § único do