TÍTULO: PROPOSTA DE DISPOSITIVO SENSOR/ARDUINO PARA CORREÇÃO ERGONÔMICA EM USUÁRIOS DE COMPUTADORES

Loading.... (view fulltext now)

Loading....

Loading....

Loading....

Loading....

Texto

(1)

Realização: IES parceiras:

TÍTULO: PROPOSTA DE DISPOSITIVO SENSOR/ARDUINO PARA CORREÇÃO ERGONÔMICA EM USUÁRIOS DE COMPUTADORES

CATEGORIA: EM ANDAMENTO

ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA SUBÁREA: Computação e Informática

INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS - FESL

AUTOR(ES): MARCELO MANTOVANI FESSORE, GUILHERME HENRIQUE DOMINGUES JOSÉ ORIENTADOR(ES): EMANUEL SICHIERI WAGNER

(2)

RESUMO

A proposta é um conjunto de aplicativo móvel juntamente com sensores touch/Arduino que faça o monitoramento da postura do usuário com o propósito de mitigar problemas de lesão de esforço repetitivo, tendo em vista a crescente fatia da população que utiliza computadores por longas jornadas, sendo estas de trabalho, ambiente escolar ou lazer.

Ao final deste trabalho almejasse criar um protótipo funcional no qual os sensores poderão ser acoplados em uma cadeira para monitorar a postura do usuário e os dados coletados serão analisados para que se possa tomar uma decisão em relação a sua postura. Os sensores touch que serão utilizados estarão ligados a um sistema Arduino. Posteriormente os dados serão armazenados e alimentarão o software que será compatível com smartphones baseados no sistema Android.

Este trabalho apresenta grande potencial de crescimento uma vez que após conversas com profissionais da área da saúde e com possíveis usuários consultados, foi detectado que a maioria dos problemas de saúde no trabalho estão diretamente relacionados a má postura, e este dispositivo pode auxiliar a mitigar tais problemas a um custo relativamente baixo com ótimo custo benefício.

INTRODUÇÃO

Segundo Grupo Voll (2017), a ergonomia tem como objetivo melhorar o bem-estar do trabalhador e a qualidade do ambiente de trabalho, proporcionando ganhos na produtividade e eficiência. Isso é feito através da aplicação de técnicas e da adaptação adequada dos

elementos que compõe o ambiente de trabalho, podendo-se aplicar nos setores hospitalares, transportes, industriais, escolares e sistemas informatizados.

A postura corporal do ser humano é influenciada pelo tipo de atividade realizada em seu trabalho, levando-se em consideração o tempo de sua jornada juntamente às posturas inadequadas que afetam suas articulações e sua musculatura. E a postura correta é aquela na qual o indivíduo oferece maior produtividade com menor consumo de energia (DUL & WEERDMEESTER, 2004),

Com a evolução tecnológica e com os computadores cada vez mais presentes nos ambientes de trabalho, constatam-se vários problemas de saúde relacionados ao seu uso, com maior incidência os relacionados a lesões por esforço repetitivo causados por problemas posturais, digitação e de visão, o que incentivou o desenvolvimento de equipamentos buscando o maior conforto do trabalhador/usuário (CERATTO, 2017).

Em 1978, foi estabelecida a Norma Regulamentadora Nº 17 (NR 17) do Ministério do Trabalho e Emprego, que aprovou as normas regulamentadoras do Capítulo V, Título II, da

(3)

Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, relativas à Segurança e Medicina do Trabalho. (MTPS, 1978), desde então a NR 17 regulamenta a ergonomia no ambiente de

trabalho visando o conforto, a diminuição de lesões e o aumento da produtividade dentro das

empresas.

OBJETIVOS

O objetivo deste trabalho é propor um dispositivo que faça o monitoramento da postura do usuário com o propósito de mitigar problemas de lesão de esforço repetitivo.

METODOLOGIA

A metodologia utilizada durante este trabalho será experimental, sendo que sensores serão dispostos em uma cadeira, para monitorar a postura do usuário e os dados coletados serão analisados para que se possa tomar uma decisão em relação a sua postura. Os sensores a serem utilizados estarão ligados a um sistema Arduino. Posteriormente os dados serão armazenados e alimentarão o software que será compatível com smartphones baseados no sistema Android.

DESENVOLVIMENTO

Uma revisão bibliográfica deverá ser realizada a fim de verificar qual a postura correta de usuários de computadores, que servirá de base para o andamento deste trabalho.

Revisão bibliográfica e participação de cursos para entender e adquirir conhecimento sobre as limitações e vantagens no uso do ARDUINO e quais tipos de sensores podem ser utilizados neste trabalho. Após a escolha do tipo de sensor a ser utilizado, estudar sua implementação e iniciar o projeto.

Estudo do Android Studio para o desenvolvimento de um aplicativo para smartphones, o qual exibirá as informações sobre ergonomia e sobre os dados colhidos pelo conjunto Arduino/Sensores, pertinentes ao usuário.

Serão realizadas entrevistas com profissionais de Fisioterapia para que o projeto esteja alinhado com a real necessidade do usuário e para a validação deste trabalho junto à comunidade cientifica.

(4)

Resultados Preliminares

A partir dos estudos realizados, foi possível identificar que um dos principais motivos de reclamação de funcionários que trabalham com computadores são as dores relacionados a má postura.

Utilizando o software Balsamiq foi elaborado um protótipo de app para smartphones, onde é possível identificar a postura e assim corrigi-la.

O app apresenta duas telas gráficas exibindo uma pessoa sentada com a postura correta e outa imagem com a pessoa com a postura errada, e ao seu lado direito foram inseridos três ícones que estarão vinculados aos sensores do conjunto touch/Arduino que estarão acoplados a uma placa que será colocada junto ao encosto de uma cadeira. Ao sentar na postura correta, os três sensores serão acionados e os ícones do aplicativo ficarão na cor verde e o app apresentará a mensagem “Postura Correta” (Imagem 2). Se um ou mais sensores não forem ativados os ícones correspondentes permanecerão na cor vermelha e o app apresentará a mensagem “Postura incorreta” e um botão denominado “postura correta” ficará disponível (Figura 1), se caso seja acionado, indicará a postura que ele deve ficar.

Este trabalho apresenta grande potencial de crescimento uma vez que após conversas com profissionais da área da saúde e com possíveis usuários consultados, foi detectado que a maioria dos problemas de saúde no trabalho estão diretamente relacionados a má postura, e este dispositivo pode auxiliar a mitigar tais problemas a um custo relativamente baixo com ótimo custo benefício.

(5)

Figura 2: Postura Correta

Fontes Consultadas

CERATTO, Renan. Ergonomia no Trabalho: Seus benefícios e sua Importância: cultura de segurança e saúde no trabalho, normas regulamentadoras. Cultura de Segurança e saúde no trabalho, Normas Regulamentadoras. 2017. Disponível em: https://onsafety.com.br/ergonomia-no-trabalho-e-sua-importancia-nr-17/. Acesso em: 13 set. 2017.

DUL, J., WEERDMEESTER, B. Ergonomia Prática. Tradução de Itiro Iida. 2. ed. São Paulo. Edgard Blücher, 2004.

(6)

GRUPO VOLL (Brasil). Ergonomia: entenda o conceito e sua importância na educação

física: biomecânica. Biomecânica. 2017. Disponível em: https://blogeducacaofisica.com.br/entenda-o-que-e-ergonomia/. Acesso em: 21 jul. 2017.

MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA PREVIDÊNCIA SOCIAL. NR 17: PORTARIA N.º 3.751, DE 23 DE NOVEMBRO DE 1990. Brasília: Ltr Editora, 1978. 7 p.

Imagem

Referências

temas relacionados :