E. E. DR. JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA - ANO 2018 TRABALHO ESTUDOS INDEPENDENTES. A professora tenta ensinar matemática ao Joãozinho.

Loading....

Loading....

Loading....

Loading....

Loading....

Texto

(1)

E. E. “DR. JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA - ANO 2018 – TRABALHO ESTUDOS INDEPENDENTES

Nome Turma 6º ___ Data Valor

Disciplina Prof. JULIANA Nota

TEXTO PARA AS QUESTÕES 1 e 2.

1ª QUESTÃO O texto acima é:

a) poema b) anedota c) notícia d) descrição

2ª QUESTÃO Observe as palavras que apareceram no texto e classifique-as em substantivo, adjetivo ou verbo. a) chocolate: _____________________________ c) ensinar: _______________________________ b) contente: ______________________________ d) professora: ____________________________ TEXTO PARA AS QUESTÕES 3, 4, 5, 6 e 7

Ele foi cavando, cavando, cavando, pois sua profissão – coveiro – era cavar. Mas, de repente, na distração do ofício que amava, percebeu que cavara demais. Tentou sair da cova e não conseguiu. Levantou o olhar para cima e viu que, sozinho, não conseguiria sair. Gritou. Ninguém atendeu. Gritou mais forte. Ninguém veio.

Enrouqueceu de gritar, cansou de esbravejar, desistiu com a noite. Só pouco depois da meia-noite é que lá vieram uns passos. Deitado no fundo da cova o coveiro gritou. Os passos se aproximaram.

Uma cabeça ébria* apareceu lá em cima, perguntou: __O que é que há?

O coveiro gritou desesperado:

__ Tire-me daqui, por favor. Estou com um frio terrível!

__ Tem toda razão de estar com frio. Alguém tirou a terra de cima de você, meu pobre mortinho! E pegando a pá, encheu-a de terra e pôs-se a cobri-lo cuidadosamente.

Vocabulário: Ébria= de bêbado Millôr Fernandes 3ª QUESTÃO

Indique:

 as personagens: _______________________________________________________________________  o lugar: ______________________________________________________________________________  o narrador está na 1ª ou na 3ª pessoa? _____________________________________________________ 4ª QUESTÃO

Transcreva do texto as frases que justifiquem as afirmações abaixo:

 O coveiro gostava do que fazia. ___________________________________________________________  O coveiro gritava em vão. ________________________________________________________________ 5ª QUESTÃO

Assinale a alternativa que melhor resume o enredo da história:

( ) Um coveiro bêbado ficou preso no cemitério, porque não viu as horas passarem.

( ) Um coveiro cavou demais, não conseguiu sair do buraco, mas um bêbado o ajudou a sair,

( ) Um coveiro fez um buraco muito grande e não conseguiu sair dele. Um bêbado, sem compreender a situação, cobriu-o com terra.

A professora tenta ensinar matemática ao Joãozinho.

- Se eu te der 4 chocolates hoje e mais 3 amanhã, tu vais ficar com...com.... com.... E o Joãozinho:

(2)

6ª QUESTÃO “Tem toda razão de estar com frio. Alguém tirou a terra de cima de você, meu pobre mortinho!

E pegando a pá, encheu-a de terra e pôs-se a cobri-lo cuidadosamente. ”

As palavras destacadas são pronomes e referem-se a quais termos expressos anteriormente?

7ª QUESTÃO Observe as palavras do quadro e complete adequadamente as colunas.

SUBSTANTIVO ADJETIVO VERBO PRONOME

TEXTO PARA AS QUESTÕES 8, 9 e 10.

8ª QUESTÃO

O sapo achou que o esclarecimento feito pela galinha era:

a) correto b) aceitável c) absurdo d) científico

9ª QUESTÃO

A fábula de Millôr Fernandes expressa a seguinte moral: a) as pessoas julgam os fatos pela aparência.

b) cada pessoa vê as coisas conforme o seu estado e seu ponto de vista. c) todos têm uma visão intuitiva dos fenômenos naturais.

d) o mundo é repleto de cientistas.

10ª QUESTÃO

Explique com suas palavras o significado da moral da fábula “A causa da chuva”.

______________________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________________

ALGUÉM – COVEIRO – ESBRAVEJAR – VOCÊ – TERRÍVEL – VIERAM – DESESPERADO – DISTRAÇÃO

A CAUSA DA CHUVA

Não chovia há muitos e muitos meses, de modo que os animais ficaram inquietos. Uns diziam que ia chover logo, outros diziam que ainda ia demorar. Mas não chegavam a uma conclusão.

– Chove só quando a água cai do teto do meu galinheiro, esclareceu a galinha.

– Ora, que bobagem! disse o sapo de dentro da lagoa. Chove quando a água da lagoa começa a borbulhar suas gotinhas.

– Como assim? disse a lebre. Está visto que chove quando as folhas das árvores começam a deixar cair as gotas d’água que tem dentro.

Nesse momento começou a chover.

- Viram? gritou a galinha. O teto do meu galinheiro está pingando. Isso é chuva! – Ora, não vê que a chuva é a água da lagoa borbulhando? disse o sapo.

– Mas, como assim? tornava a lebre. Parecem cegos? Não veem que a água cai das folhas das árvores?

(3)

Leia com atenção para responder as questões 11, 12 e 13.

11ª QUESTÃO

Ao ler a receita, pode-se entender que a) o arroz já deve estar cozido. b) o carril em pó é indispensável. c) o prato deve ser servido morno.

d) as colheres de parmesão são à vontade. 12ª QUESTÃO

Segundo a receita, depois de juntar a manteiga, as quatro gemas e o parmesão a) misturam-se as gemas ligeiramente.

b) põe-se o leite para amolecer o arroz. c) unta-se a forma antes de ir ao forno. d) passa-se o arroz no moedor de carne. 13ª QUESTÃO

Observe as palavras do quadro que apareceram no texto e complete adequadamente as colunas.

SUBSTANTIVOS ADJETIVOS VERBOS

(4)

14ª QUESTÃO

Separe as sílabas, classifique quanto ao número de sílabas e quanto à sílaba tônica:

a) impressão: ____________________________________________________________________________

b) correndo: _____________________________________________________________________________

c) psicólogo: _____________________________________________________________________________

d) avestruz: _____________________________________________________________________________ 15ª QUESTÃO

Coloque as palavras do quadro na coluna adequada:

TEXTO PARA AS QUESTÕES 16, 17, 18 e 19.

16ª QUESTÃO O texto acima atende ao objetivo de:

a) dar uma notícia.

b) apresentar uma explicação. c) expor uma opinião.

d) narrar uma história.

17ª QUESTÃO De acordo com o texto, os ratos domésticos são onívoros porque:

a) “[…] ingerem todos os tipos de alimento de origem animal ou vegetal.” b) “[…] são atraídos por refeições de cheiros fortes.”

c) “[…] é mais fácil eles irem atrás de queijo, bacon ou leite […]” d) “[…] têm cauda longa e fina e escalam muito bem […]”

18ª QUESTÃO Depois de ler, como você responderia à pergunta feita no título do texto? Por quê?

19ª QUESTÃO Reescreva as palavras destacadas no texto e justifique a acentuação:

DITONGO HIATO DÍGRAFO

RETRIBUIR – UIVAR – AMANHÃ – LARANJEIRA – SAÚDE – CACHORRO

Ratos gostam de queijo?

O rato doméstico gosta tanto de queijo quanto de qualquer outra comida que ele possa levar da sua cozinha. A espécie é onívora: ingere todos os tipos de alimento de origem animal ou vegetal. O que acontece, segundo os cientistas, é que esses bichos são atraídos por refeições de cheiros fortes. Então, é mais fácil eles irem atrás de queijo, bacon ou leite do que de outros alimentos sem odor. Mas na hora da fome, os roedores topam tudo!

(5)

20ª QUESTÃO

a) Qual fato provoca o humor da tirinha?

b) Qual sinal de pontuação indica, no primeiro quadrinho, que a parte lida pela garota não era o início do texto?

21ª QUESTÃO

O humor da tirinha decorre

a) do conteúdo educativo do programa a que Mafalda assiste na televisão. b) de seu entendimento equivocado a respeito da mensagem da televisão. c) dos conselhos indesejáveis ditos pela apresentadora do programa da TV. d) da compreensão exata que Mafalda teve da mensagem do programa.

22ª QUESTÃO

Faça um quadrinho representando o pensamento do motorista após descobrir que foi enganado. Utilize linguagem verbal e não verbal. Lembre: seu desenho não precisa ser perfeito, o mais importante é o capricho!

O sinal ficou vermelho e lá se foi o menino jornaleiro cantar a manchete do jornal:

- Vinte e dois adultos enganados por um menino! Uma criança engana vinte e dois adultos! Um motorista abaixa o vidro, puxa o dinheiro e pede ao menino que, por favor, lhe dê um jornal.

Ao ler a primeira página, percebe que foi enganado: o jornal era de um ano atrás. Ficou furioso, mas justamente naquele momento o sinal abriu.

O sujeito ainda teve tempo de olhar pelo retrovisor e viu o menino gritando:

(6)

23ª QUESTÃO

Observe as cenas abaixo e escreva a história. Lembre-se dos parágrafos e sinais de pontuação. Quando terminar leia

seu texto e crie um título interessante.

______________________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________________

(7)

TEXTO PARA AS QUESTÕES 24 e 25.

A INCAPACIDADE DE SER VERDADEIRO

Paulo tinha fama de mentiroso. Um dia chegou em casa dizendo que vira no campo dois dragões - da - independência cuspindo fogo e lendo fotonovelas.

A mãe botou-o de castigo, mas na semana seguinte ele veio contando que caíra no pátio da escola um pedaço de lua, todo cheio de queijo. Desta vez Paulo não só ficou sem sobremesa como foi proibido de jogar futebol durante quinze dias.

Quando o menino voltou falando que todas as borboletas da Terra passaram pela chácara de Sinhá Elpídia e queriam formar um tapete voador para transportá-lo ao sétimo céu, a mãe decidiu levá-lo ao médico. Após o exame, o Dr. Epaminondas abanou a cabeça:

– Não há nada a fazer, Dona Coló. Este menino é mesmo um caso de poesia.

Carlos Drummond de Andrade. Deixa que eu conto. São Paulo: Ática, 2003

24ª QUESTÃO

O parecer do médico “Este menino é mesmo um caso de poesia.”, sugere que Paulo a) agia dessa forma pelo excesso de castigo.

b) brincava com coisas verdadeiras. c) era um menino imaginativo e criativo. d) estava precisando do carinho familiar.

25ª QUESTÃO

Sobre o texto é correto afirmar:

a) é narrado em primeira pessoa.

b) sugere que mentira e imaginação são diferentes.

c) não apresenta narrador.

d) é um poema.

Leia com atenção o texto abaixo para responder as questões 26, 27, 28, 29 e 30 As férias da bruxa Onilda

Naquele verão, o calor estava insuportável. O jeito era tirar umas férias e ir para um lugar tranquilo e bem arejado.

Com tanto calor, nada como uma praia. E foi lá que eu fui. Nem bem cheguei à praia, vi que tinha mais gente do que areia. “Melhor assim”! Pensei. “No meio dessa multidão ninguém vai me reconhecer e eu vou ficar sossegada”.

Quando saí pela cidade procurando um hotel, percebi que todos me olhavam. Não sei por que tanta curiosidade.

Consegui um quarto, bem de frente para o mar. “Será um ótimo lugar para descansar”. E, para não ser reconhecida, comprei um chapéu de palha e óculos de sol.

Mas todo mundo continuava com os olhos em cima de mim. Seria por causa do meu vestido? Aí, resolvi trocar de roupa. Com maiô, talvez não chamasse tanto a atenção.

Mas me enganei. Não sei quem espalhou que só a bruxa Onilda usaria um maiô tão fora de moda. Adeus sossego! E não parei mais de dar autógrafos.

Trecho do livro: As férias da bruxa Onilda

26ª QUESTÃO

O texto acima pode ser classificado como:

( ) poema ( ) narração ( ) notícia

27ª QUESTÃO

A história está sendo contada na 1ª ou 3ª pessoa? Justifique.

28ª QUESTÃO

Retire do primeiro parágrafo três adjetivos (características).

29ª QUESTÃO

Retire do último parágrafo cinco substantivos (nomes).

30ª QUESTÃO

(8)

As questões do nº 31 ao nº 37 referem-se ao texto “A sopa de pedras”, por isso leia-o atentamente. A sopa de pedras

Era uma vez um pobre homem que vivia só no mundo. Nada possuía de seu além de uma roupa feita de peles de animais, uma panela de ferro e um cajado.

Com isso andava de lugar em lugar passando, às vezes, fome além de frio, no inverno, quando não encontrava galpão ou “fogão gaúcho” aceso no qual se pudesse chegar e aquecer.

Mas o velhote era bastante esperto e contador de histórias e anedotas e, por isso, sempre se arranjava e não trabalhava.

Um dia, porém, chegou a um lugarejo em que não conhecia pessoa alguma, pois era a primeira vez que aí aparecia.

A primavera risonha enchia as roças com verduras e os jardins com flores as mais variadas e belas. Tudo era encanto, principalmente naquele humilde lugarejo, limpo e arejado.

Numa esquina, já meio-dia se aproximava, o homem parou.

Como não conhecesse ninguém, nada quis pedir para comer, mas a um passante pediu um fósforo e um pedacinho de “místico” da caixa.

Depois, juntou algumas pedras, bom punhado de gravetos e galhos secos. Fez fogo. Na casa defronte pediu um caneco com água. Bebeu uns goles, em seguida lavou bem duas pedras e, pondo-as na panela com o resto de água, acocorou-se ao lado do fogo. De quando em quando mexia a água com uma varinha.

Os curiosos apareceram.

_ Que está fazendo? _ perguntou um deles. _ A comida: minha sopa de pedras.

O espanto foi geral. _ E isto presta?

_ É maravilhosa esta sopa _ disse o velhote.

_ Mas só pedra, sem carne, sem um osso ao menos, sem nada?

_ Claro. Mas se tivesse um osso ou um pedacinho de carne, ficaria muito melhor.

Alguém lhe trouxe um osso e outro um pedacinho de carne. E lá se foram, o osso e carne, para a panela. A água já estava fervendo quando um dos curiosos lembrou-se de perguntar se umas verduras não melhorariam a sopa.

_ Naturalmente, _ respondeu mexendo a sopa. _ Tudo quanto se puser neste caldo das pedras melhorará a sopa, inclusive uma pitada de sal.

A pouco e pouco a panela de nosso espertalhão estava cheia de verduras, batatas e muitos outros ingredientes.

Então, rindo, comeu a bom comer deixando na panela apenas as duas pedras que jogou fora, por fim, exclamando:

_ As pedras deste lugar são maravilhosas! Que excelente sopa me deram... E pôs-se a caminho, alegre e satisfeito...

Spalding, Walter. A sopa de pedras. 31ª QUESTÃO

Assinale, entre as alternativas a seguir, a que indica a função do texto: ( ) Dar informações.

( ) Ensinar uma receita de sopa. ( ) Contar uma história. ( ) Convencer o leitor a aderir uma idéia. 32ª QUESTÃO Quem são os personagens do texto?

33ªQUESTÃO

Quais são as características da personagem principal do texto?

34ª QUESTÃO

(9)

35ª QUESTÃO

Como e por que alguns moradores do lugarejo colaboraram no preparo da sopa?

36ª QUESTÃO

Como você percebeu, o assunto desse texto é a sopa feita pelo andarilho. Qual é, então, o tema desenvolvido por meio dessa história? Assinale: ( ) astúcia X ingenuidade ( ) avareza X generosidade ( ) mentira X verdade ( ) ignorância X cultura 37ª QUESTÃO Retire do texto: a. 2 substantivos: b. 2 adjetivos: c. 2 pronomes: d. 2 verbos: 38ª QUESTÃO

CAI * OTE EN * URRADA SALSI * A BE * IGA EN * ER LI * EIRA FROU * O CO * INHA * INGAR ME * RICO COL * A EI * O Todas as palavras do quadro são grafadas com x, exceto:

a) enchurrada, encher, colcha. b) mecherico, colcha, salsicha. c) enchurrada, encher, salsicha. d) encher, colcha, salsicha. e) froucho, chingar, eicho. 39ª QUESTÃO

“Comeu uma dúzia de ________________________ e perdeu o ________________________.” Assinale a alternativa que apresenta a grafia correta das palavras que completam o trecho acima. a) pasteizinhos, sossego. b) pasteuzinhos, sossego. c) pastelzinhos, sossego. d) pasteizinhos, sosego. e) pastelzinhos, socego.

40ª QUESTÃO

Imagem

Referências

temas relacionados :