• Nenhum resultado encontrado

Letra & Música, oportunidade para entender a arte de compor

N/A
N/A
Protected

Academic year: 2021

Share "Letra & Música, oportunidade para entender a arte de compor"

Copied!
7
0
0

Texto

(1)

Quinta-feira, 20 de Abril de 2017

Segmento: PUCRS

20/04/2017 | Correio do Povo | Arte & Agenda | 4

Cinema

Curso de cinema, com Fatimarlei Lunardelli, está com inscrições abertas, até dia 24, no site http://educon. pucrs.br. O encontros irão tratar dos conceitos expressos pelo diretores Serguei Eisenstein; Andrei Tarkovsky, Pier Paolo Pasolini e Alfred Hitchcock. De 25 de abril a 4 de maio, nas terças e quintas, à noite, no Prédio 7 da PUC/RS (avenida Ipiranga, 6681).

20/04/2017 | Correio do Povo | Geral | 20

CRO/RS comemora o Jubileu de Ouro

Durante solenidade, profissionais foram homenageados com láurea especial, além de honra ao mérito

Com a ética e a fiscalização do exercício profissional como prioridades, o Conselho Regional de Odontologia do RS (CRO/RS) completou meio século de existência. E para celebrar o Jubileu de Ouro, os profissionais da área é que foram homenageados. O evento ocorreu, na noite de ontem, na sede da entidade em Porto Alegre. Os 50 anos de existência foram convertidos em uma láurea especial conferida a 50 cirurgiões-dentistas. Além disso, outros três profissionais foram agraciados com o tradicional troféu Honra ao Mérito da Odontologia Gaúcha, como forma de reafirmar a importância da Odontologia nas áreas Científica, Social e Política.

Segundo o conselheiro presidente do CRO/RS, Nelson Freitas Eguia, a data reflete a dedicação dos 30 mil profissionais que são representados pela instituição no Estado. “O momento vem trazer o trabalho de uma infinidade de profissionais que aqui passaram e que muitas vezes abriram mão do convívio familiar pra se dedicar ao trabalho pela classe odontológica”, disse Eguia. O conselheiro presidente ainda ressaltou que o compromisso do CRO/RS está voltado à renovação.

“É a promessa de uma juventude que chega trazendo novos ares, ideias e uma nova mentalidade”, afirmou. Além dos 50 profissionais escolhidos pelos serviços prestados à sociedade e agraciados com a láurea especial, também foram premiados, por Honra ao Mérito, o coordenador do Programa de Ações Comunitárias de Extensão da PUCRS, Edgar Erdmann, por mérito científico; a idealizadora e coordenadora da Campanha Maio Vermelho de Combate e Prevenção ao Câncer Bucal, Juliana Romanini, por mérito social; e o reitor da Ufrgs, Rui Vicente Oppermann, por mérito político.

20/04/2017 | Folha de Caxias | Geral | 4

Letra & Música, oportunidade para entender a arte de compor

A oficina de música popular Letra & Música 2a edição, idealizada e apresentada por Kleiton e Kledir, chegará a Caxias nos dias 2 e 3 de maio. Onde estudantes do ensino médio, acadêmicos, artistas e comunidade em geral poderão estudar clássicos da dupla e, através deles, entender melhor as sutilezas de ritmo, harmonia, melodia e letra. A oficina será no dia 2, terça-feira, das 15h às 19h30, e o show será no dia 3, às 20h30, ambos no UCS Teatro.

Além da atividade prática de criação coletiva de uma canção, sob a orientação de K&K. Os alunos ainda terão a experiência de participar da gravação da música, em um estúdio móvel montado na sala de aula. Ao final, cada aluno levará para casa um CD com a música gravada e, no dia seguinte, apresentam a canção que fizeram como participação especial no show de Kleiton & Kledir.

Esta foi uma maneira interessante que os irmãos encontraram de dividir com os mais jovens alguns segredos da arte de compor. A intenção é criar uma oportunidade de convivência e troca de informações que incentive o surgimento de novos talentos e parcerias

(2)

musicais.

Letra & Música será realizado nos meses de abril e maio, através de um circuito pela Universidade de Passo Fundo (UPF), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Universidade de Caxias do Sul (UCS), sendo dois dias em cada universidade. O projeto fará parte da Jornada Nacional de Literatura da UPF, das comemorações dos 50 anos da UCS e da inauguração do novo centro de eventos da UFSM.

As oficinas e os shows serão gratuitos. As vagas são limitadas e as inscrições estão abertas para pessoas que tenham interesse em música popular. Quem é músico, pode levar seu instrumento para participar de forma mais efetiva da concepção e da gravação.

Na primeira edição de 'Letra & Música', em 2015, foram 600 participantes das oficinas e mais de 4.300 mil pessoas presentes nos shows gratuitos em Porto Alegre (UFRGS e PUC), Canoas (Ulbra) e São Leopoldo (Unisinos). Mais informações e inscrições podem ser obtidas pelo telefone 3218-2610 ou www.ucs.br/extensao

20/04/2017 | Jornal do Comércio | Geraçãoe.com | 1

Família ê, família á

Há quem não perca a mania de estar junto todo dia até para empreender. Conheça pessoas que criaram negócios a partir dos laços familiares, como os primos Felipe e Jaydson Nascimento. Página Central

20/04/2017 | Jornal do Comércio | Geraçãoe.com | 4

Negócios em família: a união faz a força

Trabalho e ligações afetivas dão certo? Achamos três exemplos que provam que sim

Felipe Nascimento de Moura, 31 anos, e Jaydson Nascimento Gomes, 32, antes de qualquer coisa, são primos. E, hoje, também são conhecidos no mundo da programação de computadores devido a um evento que promovem anualmente - e que chega a atrair mais de 1,5 mil pessoas por edição. É o BrazilJS, que mobiliza desenvolvedores de JavaScript de diversos países e estados do Brasil em Porto Alegre. Os dois são parceiros desde a infância. Eles escolheram, inclusive, o mesmo curso de formação: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, feito no Senac. O fato de terem pego a onda da popularização da linguagem JavaScript ajudou na expansão da BrazilJS. “Ninguém no mundo faz um evento grande como o nosso e nesse formato”, afirma Jaydson, referindo-se ao modelo adotado – com um palco só, em que todos acompanham os mesmos painéis e discussões.

A 6ª edição, realizada no ano passado, teve 23 painelistas (dentre eles, 9 mulheres), 16 horas de palestras e 20 patrocinadores. O primeiro evento ocorrera em 2011, em Fortaleza, para 600 pessoas. Da segunda edição em diante foi a vez de realizá-lo no Sul, e colocar a capital gaúcha no mapa de quem trabalha com a linguagem. O evento já trouxe ao País grandes nomes da Tecnologia da Informação (TI), de empresas como Mozilla, Spotify, Google e MIT. Além do próprio autor do JavaScript, Brendan Eich, em 2015 – ano de comemoração das duas décadas do código. Foi a primeira vez, aliás, que ele esteve no hemisfério Sul. Nesta ocasião, a mãe de Jaydson fez um bolo de 1,80 m para comemoração, que 1,2 mil pessoas devoraram em minutos.

O engajamento dos guris na BrazilJS - tanto quanto dentro da comunidade de JavaScript - abriu portas para outros projetos importantes. Em 2013, abriram a Nasc (prefixo do sobrenome deles), empresa de consultoria e treinamento para desenvolvedores.

Eles lançaram, ainda, outros eventos, como o RSJS, e uma plataforma de organização de encontros, o EventLoop, que está sendo testada nas inscrições da BrazilJS deste ano. A atividade de 2017, que ocorrerá nos dias 25 e 26 de agosto, no BarraShoppingSul,já teve dois lotes de ingressos esgotados. Haverá, ainda, uma edição extra no Nordeste. "Ver a evolução deles juntos foi incrível", arremata a mãe de Jaydson, Ana Lucia Nascimento Ramos, 50.

Um dos fatos interessantes da parceria é o quanto eles agregam gente da família para trabalhar junto. O pai de Jaydson faz as estamparias das camisetas, o padrasto é aquele que ajuda em tudo, o famoso pau-pra-toda-obra (o que também cabe às esposas, sem exceção). A gráfica do cunhado é que faz os materiais impressos e o primo policial trabalhou como segurança particular em 2016.

(3)

Também sobrou para a avó dos dois, que transformou materiais dos anos anteriores em 200 almofadas. “Passou um ano costurando, uma por uma”, conta Felipe.

Mas nada foi tão significativo quanto a presença das mães de cada um deles nos cofeebreaks do evento, o que levou a de Felipe, Ângela Nascimento de Moura, 54, que antes era dona de casa, a abrir uma microempresa especializada no serviço. “Desde que eu era pequeno lembro delas nas funções de aniversários, organizando tudo, inventando. Aproveitamos algo que já era natural delas”, conta Felipe. A empresa, que está começando, atende reuniões de negócios e pequenas festas. “Quando ele era criança, eu sempre achei que meu ilho sonhava muito alto. Agora, o que me preocupa é que ele está sempre trabalhando”, ri Ângela.

De bem um com o outro e com a natureza

Jonathas Barreto, 29 anos, e Amanda Di Giacomo, 31, cresceram juntos. Os dois começaram a namorar na adolescência, escolheram o mesmo curso superior, Biologia, tiveram um ilho, o Gael, 2, e recentemente abriram um negócio juntos, a Comidas do Bem. A empresa, que vende refeições orgânicas congeladas no Litoral Norte e Região Metropolitana de Porto Alegre, tem mais uma integrante. Da família, é claro. A mãe de Amanda e sogra de Jonathas, Beth Baron, 52. “A minha sogra é como se fosse irmã da minha mãe, não tem aquela relação típica de sogra. A gente se dá muito bem. As relações não são às mil maravilhas o tempo todo, mas somos muito abertos e muito francos. Não tem picuinhas, se resolve tudo na hora. Não se leva nada para o lado pessoal”, diz Jonathas, sobre compartilhar os desafios do empreendedorismo ao lado de pessoas tão próximas.

“É difícil ver a gente falando de problemas. E é mais positivo trabalhar em família do que pode parecer. A gente tem liberdade um com o outro, eu prefiro”, sentencia ele. Por ambos serem biólogos, Jonathas e Amanda já haviam trabalhado lado a lado em diversos momentos ao longo de suas carreiras. Quando Gael nasceu, o casal estava morando no Espírito Santo, onde desenvolviam suas atividades profissionais. Foi a chegada do bebê que despertou neles o desejo de gerar mais acesso aos alimentos orgânicos. “Vimos que há quantidades absurdas de veneno nas frutas e verduras. A informação é mais chocante quando passamos a alimentar o nosso filho”, diz. A solução para que o pequeno pudesse se alimentar bem estava na Beth, que resolveu ir para o Espírito Santo ajudar os pais de primeira viagem na nova rotina.

As refeições que ela preparava alcançaram tanto sucesso que virou negócio naquele estado. “As pessoas à nossa volta começaram a pedir as comidas que ela fazia para o Gael”, lembra Jonathas. Com o desejo de estarem mais próximos do resto da família e por enxergarem potencial para alimentação orgânica no Rio Grande do Sul, o trio voltou à terra natal – onde, inclusive, a matéria-prima é mais barata. Atualmente, Amanda e Jonathas moram em Imbé (para manter um estilo de vida menos acelerado), e Beth toca a produção em uma cozinha compartilhada dentro da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Pucrs). A Comidas do Bem é fonte de sustento exclusiva da família. No cardápio, estão lasanhas, hambúrgueres, sopas, caldos, massas e sobremesas. As vendas ocorrem em oito pontos da Capital ou em facebook.com/comidasdobem.

Cada irmão com o seu restaurante

Este ano a tradicional rede de rodízio de ilés Tirol, de Porto Alegre, faz 30 anos. E a comemoração é dupla, uma vez que seu Antônio Maria Borraz de Abreu Júnior, o “seu Abreu”, completa 80. Foi com ele que começou a história que se espalhou para a vida dos cinco filhos, hoje à frente das 10 unidades do negócio, todas elas filiais. Seu Abreu começou como investidor e idealizador do projeto, em 1987, enquanto um sócio do ramo gastronômico cuidava da operação. Mais tarde, com problemas na gestão e na falta de alguém para substituir, colocou os dois filhos mais velhos de sopetão na gerência.

Aos poucos, os demais foram entrando e assumindo responsabilidades na matriz, que ica na rua José de Alencar, no bairro Menino Deus. Até que, para respeitar a individualidade de cada um, tiveram de encontrar uma maneira de ampliar a empresa de forma que pudessem exercer a autonomia e manter o nome ao mesmo tempo. Com isso, nasceu a Tirol Unique, pensada para operar em shopping centers, administrada pelos filhos José Antônio (Zeca), Paulo Henrique (Quico) e Antônio (Júnior). Foram dois anos de pesquisa e alinhamento do novo cardápio para a inauguração, em 2007, no BarraShoppingSul.

Seis meses depois, uma nova unidade era aberta no Bourbon Country, e assim seguiu para o Total, Bourbon Wallig, Iguatemi e Praia de Belas. E não para por aí. Mais duas ramificações foram criadas a partir do negócio familiar, o Boteco Tirol, no shopping Paseo, da Zona Sul, e o Tirol Grill, na ampliação do Barra. “O pai não acredita em vender o know how”, expõe Júnior, formado em administração e responsável também pelo marketing da empresa. Por isso, o sistema de franquia não é cogitado no momento. A

(4)

matriz, de 750m², ica a cargo dos irmãos Marta e Augusto. Embora cada cozinha funcione sozinha, a troca de informações é permanente entre os restaurantes.

Se falta algum produto ou chope, há trocas entre a família. A regra número um de seu Abreu é a qualidade da comida. “Aqui, não existe a frase não tem. Se está no cardápio, precisa ter na casa”, conta Marta. A segunda segue a mesma linha. “A número dois é não vender gato por lebre. Tirol é o filé da cidade”, reforça o pai. Apesar de já ter deixado a administração da empresa há tempos, seu Abreu assume constantemente o papel de fiscalizador das operações, que funcionam de domingo a domingo. “Só fecha no Natal e Ano Novo”, orgulha-se o precursor.

20/04/2017 | Jornal do Comércio | Geraçãoe.com | 7

Abre escola de criação de personagens na Capital

Oicinas de animação para adultos têm duração de seis dias

Dois professores universitários decidiram inovar em um mercado carente em Porto Alegre, o da animação. O casal Cristiano Clezar Ribeiro, 35 anos, professor de Design na Feevale, e Danuza Oliveira, 34, professora de cursos de Comunicação da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Pucrs), abriram, no mês passado, o espaço Universo Expandido, no bairro Petrópolis.

A escola oferece cursos de Criação de Personagens, Design Emocional e Animação. O diferencial é que a dupla resolveu mudar a forma de ensino. “Percebemos que o público está cansado do mesmo sistema de aula, aquela coisa quadrada e sempre tão burocrática”, comenta Cristiano.

Foi por isso que adotaram um ambiente informal e caseiro. Nada de quadro, mesas e professor na frente falando em forma de monólogo. As mesas foram trocadas por pufes, os rascunhos são feitos nas próprias paredes das salas e foram contratadas duas cozinheiras, carinhosamente chamadas de avós, para ficar responsáveis pelos comes de quem está ali aprendendo. E Cristiano garante que é “comida de verdade”. “Não é barrinha de cereal. Os alunos chegam, tomam um café da manhã, depois almoçam e ainda tem o café da tarde”, detalha o empreendedor. A ideia é fazer com que os presentes fiquem em estado de imersão e, para isso funcionar, não podem deixar o espaço. Os encontros começam pela manhã e vão até o fim da tarde.

O público alvo do Universo Expandido são universitários, em sua maioria alunos de cursos de Comunicação, Design e Marketing.

As turmas têm o limite de 10 pessoas por aula. “Elas se conhecem, fazem amigos aqui dentro. Têm vivências juntas”, fala Danusa.

Além do casal, Andreza Schimitt, 27, mergulhou no Universo. Ela foi aluna de Cristiano e hoje é a gerente do negócio. Por acharem o cargo formal demais, acabou virando a “chefa”. Além da equipe ixa, há professores convidados para atividades específicas. Os cursos têm duração média de seis sábados, mas alguns são realizados em um único dia. Os preços variam entre R$150,00 e R$

930,00. O calendário e as inscrições estão disponíveis no site www.universoexpandido.casa.

20/04/2017 | Jornal do Comércio | Viver | 10

Lançamentos I

Origens do pensamento acadêmico em jornalismo (Insular, 238 páginas), do professor doutor Francisco Rüdiger, da Pucrs e da Ufrgs, com rigor e profundidade, trata do desenvolvimento e da destruição da ciência dos jornais alemães, e traz informações inéditas em português sobre os primórdios da disciplina na Rússia, no Japão e em outros países.

20/04/2017 | Jornal do Comércio | Diversas | 24

Oncologista

– No dia 27/5, o Hospital São Lucas, da Pucrs, terá a visita de Robert Alter, especialista em neoplasias do trato urogenital e de cabeça e pescoço do John Theurer Center, em New Jersey, nos Estados Unidos. Local: anfiteatro Ir. José Otão, na avenida Ipiranga, 6.690.

(5)

20/04/2017 | Serra Nossa | Geral | 29

Sindmóveis promove palestra sobre tendências do varejo

O gerente Estadual de Indústria, Comércio e Serviços do Sebrae-RS, Fábio Krieger Lopes Reis, é o convidado do Sindmóveis para uma palestra a seus associados sobre as tendências, conceitos e tecnologias do varejo na atualidade. A palestra será na próxima terça-feira, dia 25, às 17h, no auditório B do CIC/BG.

Fábio Krieger Lopes Reis é administrador formado pela PUCRS, com MBA em Gerenciamento de Projetos pela FGV e mestrado acadêmico em Administração e Negócios pela PUCRS. No Sebrae-RS, atua nos segmentos de estratégia e planejamento, empreendedorismo, gestão de portfólios, varejo e indústria. O gestor falará, também, sobre cases de sucesso apresentados na última edição da NRF, principal feira mundial do varejo, em Nova York.

A participação é gratuita, mas as vagas são limitadas. Inscrições pelo link http://www.sindmoveis.com.br/palestra-varejo Serviço

Palestra Tendências do Varejo Quando: 25 de abril (terça-feira) Horário: 17h

Onde: auditório B do CIC/BG

Informações e ingressos: (54) 2102 6800.

Segmento: Outras Universidades

20/04/2017 | Jornal do Comércio | Jornal Cidades | 2

Unisinos leva o navegador brasileiro Amyr Klink ao município

A Unisinos Serra Gaúcha promove, na próxima quinta-feira, dia 27 de abril, a aula magna, que marca o início do ano letivo da universidade. Como convidado especial, o autor de obras de sucesso Amyr Klink, maior navegador do Atlântico Sul, proferirá uma palestra acerca de seu novo livro, Não há tempo a perder, que é uma das obras mais vendidas do Brasil na categoria biografias e memórias. Para inspirar alunos e professores, Amyr Klink vai falar sobre a importância da resiliência na conquista dos sonhos. Em seu livro, ele aborda a infância em Paraty, a adolescência, as vitórias e erros que já cometeu – garantindo que a pressão pode ser um estímulo para a sobrevivência.

Fazendo uma ponte com o caminho percorrido pelos alunos na universidade, a palestra será uma oportunidade para o público conectar-se com seus projetos profissionais e acadêmicos, na busca pela sua concretização. “É muito importante salientar este momento que os alunos estão vivendo, a importância de cursarem uma pós-graduação, principalmente na situação atual do País.

Esse encontro com o escritor e navegador fará com que eles se sintam motivados com esta etapa e com todo o conhecimento e recursos que o curso trará”, destaca o coordenador executivo da Unisinos Serra Gaúcha, Eduardo Costa. O evento ocorre no Teatro São Carlos (rua Feijó Junior, nº 778, bairro São Pelegrino), com recepção a partir das 19h, e é aberto ao público em geral, com vagas limitadas à lotação máxima do local (430 pessoas). As inscrições gratuitas devem ser feitas pelo telefone (0xx54) 3214-2100 ou pelo e-mail unisinoscaxias@unisinos.br.

20/04/2017 | Jornal do Comércio | Jornal Cidades | 5

Novo Hamburgo

O curso de Turismo da Universidade Feevale promove, na próxima terça-feira, dia 25, um café da manhã para lançamento dos projetos Turismo em ação e Bagagem de ideias. Voltado para empresários da região, o evento acontece a partir das 8h30min, no Laboratório de Hotelaria, localizado no segundo andar do prédio Amarelo, no Campus II. As atividades que serão apresentadas integram o projeto de ensino Laboratório de Turismo da instituição. O intuito é compartilhar com o mercado as ações que são

(6)

realizadas pelo curso, com vistas a futuras parcerias com as empresas.

No Projeto Turismo em ação, são destacadas as realizações do curso, a sua participação na comunidade e os espaços ocupados pelos egressos da universidade no trade turístico. Já no Bagagem de ideias, a ênfase é nas propostas e soluções criativas desenvolvidas pelos acadêmicos da Feevale nas diversas disciplinas e que podem render produtos e negócios. Ao longo do dia haverá, ainda, atividades gratuitas e abertas à comunidade.

20/04/2017 | Jornal do Comércio | Geraçãoe.com | 7

Fomos no Severo Burger e descobrimos novidades por lá

Nossa equipe foi ao Severo Burger, no bairro Auxiliadora, na semana passada, para provar as novidades do cardápio. Para a felicidade da repórter Júlia Fernandes, agora há uma opção vegetariana, o Veggie Vero, que custa R$ 36,00. Os outros estreantes no portfólio são o Guerreiro, o Medieval, o Imperador e o Burger de Frango.

O Severo tem uma unidade mais enxuta, o Severo Garage, na avenida Venâncio Aires. Esta é tocada pelos empreendedores Hélio Pacheco, Rogério Dias e Alexandre Fetter. O modelo de negócio é franqueável e ganha reforço: serão abertas mais duas lojas até o fim do primeiro semestre. Uma no novo campus da Unisinos, na Capital, e outra em Florianópolis, Santa Catarina.

Além disso, há negociações adiantadas para a abertura de outras casas até o final do ano. A expectativa é que se tenha pelo menos mais cinco. O Garage segue o estilo de uma oficina mecânica e possui sistema pague e pegue, com hambúrgueres chamados de Fuca, Chevettera, Opalão e Bike. A marca faturou R$ 2,6 milhões em 2016 e projeta um crescimento de 20% para este ano.

20/04/2017 | Jornal do Povo | Geral | 7

Ulbra fecha parceria com o Procon/RS

A Ulbra/Cachoeira, através do seu curso de Direito, trará um balcão do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/RS) para Cachoeira do Sul. O contrato de intenção foi assinado nesta segunda-feira e depende agora do governo do estado para ser concretizado. O diretor da Ulbra/Cachoeira, Rogério Brandt, acredita que até o final de maio o órgão estará funcionando na cidade.

Assim como já ocorre na Ulbra/Canoas, ele será coordenado somente por professores e acadêmicos do curso de Direito. O atendimento será gratuito, destinado apenas à comunidade de baixa renda que esteja com problemas relacionados a compras, contratos, locações ou outras relações comerciais.

Brandt explica que os clientes que não conseguirem solução diretamente com a empresa, prestador de serviço ou fornecedor poderão procurar o serviço do balcão do Procon na Ulbra/Cachoeira. Brandt ressalta que após juntar as provas e analisar a situação, o balcão convocará as partes envolvidas para que entrem em acordo mediado pelos professores e acadêmicos de Direito.

TÍTULO EXTRAJUDICIAL - O que for acertado valerá como título executivo extrajudicial, podendo posteriormente, se não cumprido, ser cobrado na Justiça. Caso não seja estabelecido um acordo, será aberto um processo judicial para garantir os direitos dos consumidores. O balcão ficará no Núcleo de Mediação do Serviço de Atendimento Jurídico da Ulbra (Sajulbra), no Colégio Ulbra/São Pedro, onde os acadêmicos prestam atendimento jurídico à comunidade carente de Cachoeira do Sul e região.

PARA SABER MAIS Balcão do Procon na Ulbra

* O balcão do Procon/RS na Ulbra visa atender às demandas jurídicas da comunidade e as diretrizes curriculares do Ministério da Educação que exigem a atuação do acadêmico de Direito em áreas como mediação de conflitos e direito do consumidor durante os estágios do curso.

(7)

* O Serviço de Atendimento Jurídico da Ulbra (Sajulbra) existe desde agosto de 2000. Segundo a assessoria de imprensa da Ulbra/Cachoeira, já foram encaminhados cerca de 12 mil processos de pessoas carentes até o momento, uma média de 750 processos ao ano em todas as áreas do Direito.

* O coordenador do curso de Direito é o professor Daniel Dottes de Freitas e o professor Paulo Salomão é o responsável pelo Sajulbra. A área do direito do consumidor já era atendida, mas vai ampliar o número de atendimentos com a instalação do balcão do Procon.

* O Procon/RS é um órgão vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos do governo do estado. Em Cachoeira do Sul já existe o Escritório de Defesa do Consumidor (Edecon) vinculado à Prefeitura e ao Procon, que atua principalmente na mediação de conflitos.

20/04/2017 | Jornal NH | Contracapa | 32

Recursos

Na próxima semana ocorrerá a 10ª edição do Trame — Trabalho e Mercado, na Universidade Feevale. Entre a intensa programação, está a Feira de Oportunidades e painéis de empreendedorismo. A diretora-presidente do Badesul, Susana Kakuta (foto), falará, no próximo dia 27, sobre como obter recursos para o seu empreendimento.

20/04/2017 | Jornal VS | Negócios | 16

Economia colaborativa

A economia do compartilhamento está mudando não só o modo como entendemos oferta e demanda e a nossa relação com os bens materiais, mas também nossas relações pessoais. E para falar sobre estas mudanças, que o Momento do Empreendedor, reunião almoço que a Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Tecnologia (Acist-SL) promove hoje. O tema do encontro com inicio marcado para às 12 horas é a economia colaborativa e a internet das coisas. O palestrante será o coordenador dos MBA de Gestão Estratégica da Unisinos, Oscar Rudy Kronmeyer Filho. Reservas: 3037-6065.

Referências

Documentos relacionados

Nota: Visto que o atraso de enfileiramento e o componente variável do atraso de rede já são incluídos nos cálculos do buffer de controle de variação de sinal, o atraso total é,

Com isso sugere-se a realização de trabalhos com um grupo de estudo maior além de utilizar-se um grupo como controle, onde a intensidade de exercí- cio e o período de treinamento

Quando de nossas trocas de idéias com estudantes da Doutrina Espírita, temos observado a existência de alguma dificuldade no entendimento da cadeia evolutiva em que o ser humano

O uso do poliuretano (PU) como suporte de baixo custo para de imobilização , prova ser um material muito promissor, pois em nosso estudo o uso da lipase de Candida antarctica

Principais mudanças na PNAB 2017  Estratégia Saúde da Família/Equipe de Atenção Básica  Agentes Comunitários de Saúde  Integração da AB e Vigilância 

Na camada de controle de acesso a autenticação e controle de acesso RBAC são modularizados por um mecanismo – intitulado Heimdall – criado para este fim,

Esta dissertação dá continuidade à pesquisa sobre misturas asfálticas com ligante modificado com borracha em laboratório (Specht, 2004) e em pistas experimentais (Cruz,

Como eles não são caracteres que possam ser impressos normalmente com a função print(), então utilizamos alguns comandos simples para utilizá-los em modo texto 2.. Outros