Série 5400 da Rosemount Transmissor de Nível de Radar Sem Contacto de Dois Fios de Desempenho Superior

Texto

(1)

00825-0113-4026, Rev FB Março de 2013

Série 5400 da Rosemount

(2)

Acerca deste guia

Este guia de instalação fornece as directrizes básicas para a instalação dos transmissores da Série 5400 da Rosemount. O guia não fornece instruções para a configuração, diagnóstico, manutenção, serviços e diagnóstico de problemas, nem para as instalações À Prova de Explosão, À Prova de Chamas ou

intrinsecamente seguras (I.S.). Consulte o Manual de Referência da Série 5400 da Rosemount (Documento N.° 00809-0100-4026) para obter mais instruções. O manual e este Guia de Instalação Rápida (QIG) estão disponíveis

electronicamente através do website www.rosemount.com.

ADVERTÊNCIA

Se estas instruções de instalação segura e de manutenção não forem observadas, poderão ocorrer mortes ou ferimentos graves.

Certifique-se de que o transmissor é instalado por pessoal qualificado e em conformidade

com o código de conduta aplicável.

Utilize o equipamento apenas conforme especificado neste Guia de Instalação Rápida e no

Manual de Referência. A não observância desta advertência poderá comprometer a segurança fornecida pelo equipamento.

As reparações e as manutenções indicadas neste manual devem ser realizadas apenas por

pessoal qualificado.

Explosões podem causar mortes ou ferimentos graves

Certifique-se de que o ambiente de utilização do transmissor cumpre as devidas

especificações relativas a locais de perigo. Consulte Certificações do Produto na página 29 neste Guia de Instalação Rápida.

Para evitar a ignição em atmosferas inflamáveis ou combustíveis, desligue a alimentação

antes de proceder a qualquer tipo de manutenção.

Antes de ligar um comunicador baseado no protocolo HART®, FOUNDATION™ fieldbus ou

Modbus numa atmosfera explosiva, certifique-se de que os instrumentos no circuito são instalados de acordo com as práticas intrinsecamente seguras ou práticas de ligação de fios num campo à prova de incêndio.

Para evitar fugas do processo, utilize apenas os anéis em O concebidos para vedar com o

adaptador de flange correspondente.

Choques eléctricos podem causar ferimentos graves ou morte

Evite o contacto com os condutores e terminais. A alta tensão, que poderá estar presente

nos condutores, pode provocar choques eléctricos.

Quando estiver a ligar os fios do transmissor, certifique-se de que a alimentação principal

para o transmissor da Série 5400 da Rosemount está desligada e de que as linhas para qualquer outra fonte de alimentação externa estão desligadas.

Antenas com superfícies não condutoras

(3)

ADVERTÊNCIA

Qualquer substituição de peças ou reparações não autorizadas, que não seja a troca completa do conjunto de cabeça ou sonda do transmissor, pode por em risco a segurança e é proibida. Mudanças não autorizadas no produto são proibidas, pois as mesmas podem inadvertida e imprevisivelmente alterar o desempenho e pôr em risco a segurança. Mudanças não autorizadas que interferem com a integridade das soldagens ou flanges, tais como perfurações adicionais, comprometem a integridade e a segurança do produto. As

(4)

Passo 1: Confirmar a preparação do sistema

Confirmar a capacidade de revisão HART

 Caso esteja a utilizar sistemas de controlo e de gestão de bens baseados em

HART, confirme a capacidade HART desses sistemas antes de proceder à instalação do transmissor. Nem todos os sistemas são capazes de comunicar com o protocolo HART Revisão 7. Este transmissor pode ser configurado para o HART Revisão 5 ou 7.

 Para obter instruções sobre como alterar a revisão HART do seu transmissor,

consulte “Alterar o modo de revisão HART” na página 4.

Confirmar o Driver do Dispositivo correcto

 Confirme que possui o último Driver de Dispositivo (DD/DTM) instalado nos

seus sistemas para assegurar uma comunicação adequada.

 Faça o download do mais recente Driver de Dispositivo a partir de

www.rosemount.com/LevelSoftware.

Revisões e drivers de dispositivo para o Rosemount 5400

O Quadro 1 fornece as informações necessárias para assegurar que possui o Driver de Dispositivo e documentação correctos para o seu dispositivo.

Quadro 1. Revisões e ficheiros de dispositivo para o Rosemount 5400

Alterar o modo de revisão HART

Se a ferramenta de configuração HART for incapaz de comunicar com o HART Revisão 7, a Série 5400 da Rosemount irá carregar um Menu Generic (Genérico) com capacidade limitada. Os procedimentos que se seguem irão alterar o modo de revisão HART do Menu Generic:

1. Manual Setup>Device Information>Identification>Message (Configuração Manual>Informações sobre o Dispositivo>Identificação>Mensagem)

 Para alterar para HART Revisão 5, introduza: “HART5” no campo Message

(Mensagem)

 Para alterar para HART Revisão 7, introduza: “HART7” no campo Message

(Mensagem)

Versão de Firmware1

1. A versão do firmware encontra-se impressa na etiqueta da cabeça do transmissor, por exemplo, SW 2A0.

Localizar o Driver de

Dispositivo Consultar Instruções Verificar Funcionalidade Revisão

Universal HART

Revisão do Dispositivo2

2. A versão do dispositivo encontra-se impressa na etiqueta da cabeça do transmissor, por exemplo, HART Dev Rev 3.

Manual, Número do

Documento Alterações ao Software3

3. HART Revisão 5 e 7 são seleccionáveis.

2A0 e posterior 7 3 00809-0100-4026 Rev GA Consulte no rodapé 3 a lista de alterações.

5 2

(5)

Passo 2: Montar a cabeça/antena do transmissor

Antena de cone com flange

1. Coloque uma junta na parte superior da flange do depósito.

2. Baixe o transmissor com a antena e flange para dentro do bocal do depósito.

3. Aperte os parafusos e as porcas com binário de aperto adequado ao tipo de flange e junta escolhidos.

Antena de vedação do processo com flange1

1. Coloque a antena na parte de cima do bocal. 2. Monte a flange e aperte os parafusos na

transversal. Consulte as informações sobre o binário de aperto no Quadro 2.

3. Monte a cabeça do transmissor e aperte a porca com um binário de 40 Nm (30 ft-lb). 4. Volte a apertar os parafusos da flange após

24 horas.

Quadro 2. Binário de aperto para flanges de vedação do processo.

Flange Aperto (Nm)Binário de Aperto (ft-lb)Binário de

(6)

Passo 2, continuação...

Antena de haste com ligação de rosca 1. Baixe o transmissor e a antena para dentro

do depósito.

2. Rode o transmissor até que o mesmo esteja devidamente fixo à ligação do processo. 3. Certifique-se de que as entradas e o

mostrador do cabo estão voltados na direcção correcta.

Antena de haste com flange

1. Coloque uma junta na parte superior da flange do depósito. A espessura e o material da junta devem ser adequados para o processo.

2. Baixe o transmissor com a antena e flange para dentro do bocal do depósito. 3. Aperte os parafusos e as porcas com um

binário de aperto adequado ao tipo de flange e junta escolhidos.

Ligação por Tri-Clamp ao depósito 1. Coloque uma junta na parte superior da

flange do depósito.

2. Baixe o transmissor e a antena para dentro do depósito.

3. Fixe o Tri-Clamp ao depósito com um grampo.

4. Para rodar a caixa do transmissor, desaperte a porca.

5. Rode a caixa do transmissor de forma a que as entradas/mostrador do cabo fiquem voltados para a direcção desejada. 6. Aperte a porca.

Consulte o Manual de Referência da Série 5400 da Rosemount (Documento

N.° 00809-0100-4026) para obter pormenores sobre a montagem da cabeça/antena do transmissor. Caixa do transmissor Antena de haste Porca Vedante nas roscas Parafuso de trancamento (ATEX) NOTA:

(7)

Passo 2, continuação...

Montagem do suporte, na parede

1. Monte o suporte directamente na parede com parafusos adequados.

2. Monte o transmissor com antena no suporte e fixe a instalação com os três parafusos fornecidos.

Montagem do suporte, no tubo

1. Coloque os dois parafusos em U nos orifícios do suporte. Os orifícios estão disponíveis para montagem no tubo vertical e horizontal. 2. Coloque os suportes de montagem nos

parafusos em U e à volta do tubo.

3. Prenda o suporte ao tubo utilizando as quatro porcas fornecidas.

4. Monte o transmissor com antena no suporte e fixe com os três parafusos fornecidos.

Consulte o Manual de Referência da Série 5400 da Rosemount (Documento N.° 00809-0100-4026) para obter mais pormenores sobre a instalação.

(8)

Passo 3: Ligar os fios

Os requisitos para a ligação dos fios e fonte de alimentação dependem da certificação de aprovação. Tal como com todos os requisitos do FOUNDATION

fieldbus, são necessários uma fonte de alimentação condicionada e resistências de terminação para um funcionamento adequado.

Recomenda-se a utilização de fios blindados com dois fios entrelaçados (18–12 AWG), adequados para a tensão de alimentação, se aplicável, e

aprovados para utilização em áreas de perigo. Para obter mais informações sobre ligações eléctricas, como, por exemplo, a fonte de alimentação, consulte os diagramas e esquemas para o HART, Modbus e FOUNDATION fieldbus nas páginas que se seguem.

NOTA:

Evite passar o cabo do instrumento junto aos cabos de alimentação nos suportes de cabos ou próximo de equipamento eléctrico pesado.

É importante que a blindagem do cabo do instrumento seja: - ajustada e isolada para não tocar na caixa do transmissor; - continuamente ligada através do segmento;

- ligada a uma boa ligação à terra na extremidade do cabo de alimentação. Ligação à Terra

Ao ligar os transmissores, a ligação à terra deve ser concluída de modo que:

 O circuito seja ligado à terra na fonte de alimentação.

 Quando os transmissores são instalados em depósitos metálicos,

certifique-se de que existe uma ligação metal-a-metal entre o dispositivo e o depósito.

 Se o depósito for não metálico, a caixa deve ser ligada à terra numa ligação à

terra separada da fonte de alimentação. O terminal de ligação à terra externo deve ser utilizado para este propósito.

 Se o depósito possuir protecção catódica, a caixa deve ser ligada à terra numa

ligação à terra exterior ao sistema de protecção catódica. Utilize o terminal externo para esse efeito.

Quando é utilizado o bloco de terminais de protecção contra transitórios, o fio de ligação à terra deve ser separado do fio de sinal. Utilize o terminal de ligação à terra externo.

Certifique-se de que a ligação à terra é feita (incluindo a ligação IS dentro do compartimento do Terminal), de acordo com as Certificações de Locais de Perigo e com os códigos eléctricos nacionais e locais.

(9)

NOTA:

Ligar a caixa do transmissor à terra através da ligação roscada da conduta poderá não fornecer uma ligação à terra adequada. O bloco de terminais de protecção contra transitórios não oferece protecção contra transitórios a menos que a caixa do transmissor esteja devidamente ligada à terra. Utilize as directrizes acima para ligar a caixa do

transmissor à terra. Não instale o fio de ligação à terra da protecção contra transitórios com os fios de sinal; o fio de ligação à terra pode transportar corrente excessiva no caso da ocorrência de um relâmpago.

Para ligar o transmissor

1. Verifique se a fonte de alimentação está desligada.

2. Retire a tampa do bloco de terminais (consulte a figura abaixo).

3. Puxe o cabo através do bucim/conduta de cabo. Para instalações à prova de explosão/chamas, use apenas dispositivos de entrada com bucins ou condutas de cabo à prova de explosão ou chamas certificados. Instale os fios com o circuito de gotejamento onde a parte inferior do circuito deve ser inferior à entrada do cabo/conduta.

4. Para ligar os fios, consulte as ilustrações nas próximas páginas. 5. Retire os tampões de plástico laranja, de protecção, utilizados para o

transporte. Vede qualquer porta não utilizada com o tampão de metal fornecido.

6. Coloque a tampa e certifique-se de que está totalmente encaixada, para ir de encontro aos requisitos à prova de explosão (são necessários adaptadores se os bucins M20 forem utilizados). Para instalações ATEX, IECEx, NEPSI, INMETRO e TIIS, bloqueie a tampa com o parafuso de trancamento. 7. Ligue a fonte de alimentação.

NOTA:

(10)

Bloco de terminais

Comunicação HART

O transmissor da Série 5400 da Rosemount funciona com uma fonte de alimentação que varia de 16 a 42,4 V CC (16 a 30 V CC em aplicações IS, 20 a 42,4 V CC em aplicações à prova de explosão/chamas e em aplicações sem faíscas/com energia limitada). Todas as ferramentas de configuração para comunicações HART como, por exemplo, o Comunicador de Campo e o Radar Master da Rosemount (RRM), requerem uma resistência de carga mínima (RL) de

250 ⍀ dentro do circuito para funcionarem devidamente. Consulte os diagramas abaixo.

Fonte de alimentação não intrinsecamente segura

Entrada de cabo NPT ½ in.—14 ou adaptador M20 X 1,5 Parafuso de Ligação à Terra Interno Terminais para o sinal e fonte de alimentação

Retire os tampões de plástico laranja, de protecção, utilizados para o transporte. Vede qualquer porta não utilizada com o tampão de metal fornecido.

Parafuso de Ligação à Terra Externo

Tampão roscado fornecido para uma abertura de conduta não utilizada. Parafuso de trancamento Entrada de cabo NPT ½ in.—14 ou adaptador M20 X 1,5 Resistência de Carga = 250 Modem HART Comunicador de Campo PC Transmissor de Nível de Radar da

Série 5400 da Rosemount

NOTA:

Os Transmissores da Série 5400 da Rosemount com saída à Prova de Chamas/Explosão possuem uma barreira integrada; não é necessária uma barreira externa.

(11)

Passo 3, continuação...

Fonte de alimentação intrinsecamente segura

Para informações relativas aos Sistemas com Instrumentos de Segurança, consulte a secção “Sistemas com Instrumentos de Segurança (4–20 mA apenas)” na página 23.

Certificações Tipo n: fonte de alimentação sem faíscas/com energia limitada

Barreira IS Aprovada

Comunicador de Campo

PC

Para Parâmetros IS, consulte o capítulo Certificações do produto. Modem HART Transmissor de Nível de Radar da

Série 5400 da Rosemount Fonte de Alimentação RL=250 HART: Un = 42,4 V Resistência de Carga = 250 Modem HART Comunicador de Campo PC Transmissor de Nível de Radar

da Série 5400 da Rosemount

(12)

Passo 3, continuação...

Bloco de terminais de protecção contra transitórios

Limitações de carga

O Comunicador de Campo requer uma resistência de carga mínima de 250 ⍀ dentro do circuito para funcionar devidamente. A resistência de carga máxima pode ser obtida consultando os diagramas que se seguem.

Comunicador de Campo

Modem HART

PC Resistência de Carga = 250 Transmissor de Nível de Radar

da Série 5400 da Rosemount

Fonte de Alimentação

Intrinsecamente Seguro

R(⍀): Resistência de Carga Máxima U(V): Tensão da Fonte de Alimentação Externa

Instalações à Prova de Explosão/Chamas Instalações Não Perigosas e Fonte de

Alimentação sem Faíscas/com Energia Limitada

R(⍀): Resistência de Carga Máxima U(V): Tensão da Fonte de Alimentação Externa

R(⍀): Resistência de Carga Máxima

(13)

NOTA:

Para instalações à prova de explosão/chamas, o diagrama só é válido se a resistência de carga do HART estiver no lado + e se o lado – estiver ligado à terra. Caso contrário, o valor de resistência de carga é limitado a 435 ⍀.

NOTA:

Os Transmissores da Série 5400 da Rosemount com Saída à Prova de Chamas/Explosão possuem uma barreira integrada; não é necessária uma barreira externa.

F

OUNDATION

fieldbus

O transmissor da Série 5400 da Rosemount, versão FOUNDATION fieldbus, funciona

com uma fonte de alimentação que varia de 9 a 32 V CC (9 a 30 V CC em aplicações IS e 16 a 32 V CC em aplicações à prova de explosão/chamas e em aplicações sem faíscas/com energia limitada).

Aplicações IS, FISCO: 9 – 17,5 V CC.

Fonte de alimentação não intrinsecamente segura

NOTA:

Os Transmissores da Série 5400 da Rosemount com saída à Prova de Chamas/Explosão possuem uma barreira integrada; não é necessária uma barreira externa.

Comunicador de Campo

PC Modem

Fieldbus Transmissor de Nível de Radar

da Série 5400 da Rosemount

(14)

Passo 3, continuação...

Fonte de alimentação intrinsecamente segura

Certificações Tipo n: fonte de alimentação sem faíscas/com energia limitada

Barreira IS Aprovada

Comunicador de Campo

PC Transmissor de Nível de Radar

da Série 5400 da Rosemount

Modem Fieldbus

Para Parâmetros IS, consulte o capítulo Certificações do produto.

Fonte de Alimentação

Comunicador de Campo

PC Transmissor de Nível de Radar da

Série 5400 da Rosemount

FOUNDATION fieldbus: Un = 32 V

Para Parâmetros IS, consulte o capítulo Certificações do produto. Modem Fieldbus

(15)

Passo 3, continuação...

Fonte de alimentação do RS-485 com comunicação Modbus

A Série 5400 RS-485 com versão de transmissor de comunicação Modbus funciona com uma fonte de alimentação que varia entre 8 a 30 V CC (classificação máx.). Consulte o suplemento do Manual da Série 5300/5400 da Rosemount com Conversor HART para Modbus (Documento N.º 00809-0500-4530) para obter mais pormenores.

Consumo de Energia:

< 0,5 W (com endereço HART = 1) < 1,2 W (incl. quatro escravos HART)

NOTA:

Os Transmissores da Série 5400 da Rosemount com saída à Prova de Chamas/Explosão possuem uma barreira integrada; não é necessária uma barreira externa.

MODBUS POWER HART

(RS-485) HART to Modbus Converter

MB MA -- + + Ambients > 60 ºC Use wiring rated for min 90 ºC MODBUS (RS-485) verter MB MA

(16)

Passo 4: Configuração

NOTA:

Se o transmissor tiver sido pré-configurado na fábrica, só é necessário prosseguir com os passos seguintes se necessitar de verificar ou alterar os ajustes.

A configuração básica pode ser obtida facilmente quer com o Radar Master da Rosemount, com um Comunicador de Campo, o AMS™ Suite, o DeltaV®, DTM ou

qualquer outro sistema anfitrião compatível com DD (Descrição do Dispositivo). Para características de configuração avançadas, recomenda-se a utilização do Radar Master da Rosemount.

A Guided Setup (Configuração Guiada) do Radar Master da Rosemount inclui um Wizard (Assistente) para a configuração básica e uma configuração específica para o dispositivo, as quais são suficientes na maioria dos casos. Encontram-se disponíveis mais opções de configuração utilizando a opção Setup Functions (Funções de Configuração), descrita no Manual de Referência da Série 5400 da Rosemount (Documento N.° 00809-0100-4026).

A configuração com a Guided Setup (Configuração Guiada) do Radar Master da Rosemount é descrita nas páginas que se seguem, sendo apresentados a respectiva sequência de teclas de acesso rápido do Comunicador de Campo e os parâmetros do FOUNDATION fieldbus.

A função de ajuda é acedida através da selecção da opção Contents (Conteúdo) do menu Help (Ajuda). A ajuda também se encontra disponível através de um botão Help (Ajuda) na maior parte das janelas.

As instruções de configuração deste Guia de Instalação Rápida abrangem as instruções padrão. Para situações mais complexas, por exemplo, aplicações extremamente turbulentas e de ebulição, ou para instalações que possuam objectos que interfiram com o raio do radar, etc., consulte o Manual de Referência da Série 5400 da Rosemount (Document N.º 00809-0100-4026).

Instalação do Software Radar Master da Rosemount

Para instalar o Radar Master da Rosemount:

1. Introduza o CD de instalação na unidade de CD-ROM.

(17)

Configuração utilizando o Software Radar Master da

Rosemount

1. Inicie o software Radar Master da Rosemount (Programs >Rosemount>

Rosemount Radar Master).

2. Ligue o transmissor pretendido. Assim que o transmissor estiver ligado, a janela Guided Setup (Configuração Guiada) é exibida automaticamente.

3. Clique no botão "Run Wizard for guided setup" (Iniciar Assistente para configuração guiada). Siga as instruções para a configuração básica. Será guiado através de um curto procedimento de instalação do transmissor. 4. A primeira janela no Configuration Wizard (Assistente de Configuração) apresenta informações gerais como, por exemplo, Device Type (Tipo de Dispositivo) (5400), Device Model (Modelo do Dispositivo) (5401 / 5402),

Antenna Type (Tipo de Antena), número de série e protocolo de

comunicações. Certifique-se de que as informações correspondem às informações do pedido de encomenda. Clique em Next (Seguinte).

5. A janela General (Parâmetros Gerais) permite-lhe introduzir os parâmetros Tag (Sinalizador), Tag Descriptor1 (Descrição do Sinalizador), Message1

(Mensagem) e Date1 (Data). Estas informações não são necessárias para o funcionamento do transmissor e podem ser omitidas. Clique em Next (Seguinte).

(18)

6. Seleccione a opção Tank Type (Tipo de Depósito) que corresponde ao depósito real. Se nenhuma das opções disponíveis corresponder ao depósito real, seleccione Unknown (Desconhecido). Comunicador Portátil HART: Sequência de Teclas de Acesso Rápido [1,3,4,1] Parâmetro

FOUNDATION fieldbus: TRANSDUCER_1100 > GEOM_TANK_TYPE Tank Bottom Type

(Tipo de Fundo do Depósito) é importante para um desempenho ideal ao nível da medição, próxima do fundo do depósito.

Comunicador Portátil HART: Sequência de Teclas de Acesso Rápido [1,3,4,2] Parâmetro FOUNDATION fieldbus: TRANSDUCER_1100 > GEOM_TANK_BOTTOM_TYPE

7. A opção Tank Height (Altura do Depósito) diz respeito à distância desde o Ponto de Referência Superior até ao fundo do depósito. Certifique-se de que este número é o mais preciso possível. Consulte o Manual de Referência (Documento N.° 00809-0100-4026) para obter mais pormenores.

Comunicador Portátil HART: Sequência de Teclas de Acesso Rápido [1,3,4,3] Parâmetro FOUNDATION fieldbus: TRANSDUCER_1100 > GEOM_TANK_HEIGHT

Se o transmissor estiver instalado num tubo ou num cabo de amarração, seleccione a caixa de verificação Enable Still-pipe/Bridle Measurement (Activar Medição do Tubo de Aço/Cabo de Amarração) e introduza o Pipe

Inner Diameter (Diâmetro Interno do Tubo).

(19)

Parâmetro FOUNDATION fieldbus:

TRANSDUCER_1100> SIGNAL_PROC_CONFIG (função enable - activar) seguido de

TRANSDUCER_1100 > ANTENNA_PIPE_DIAM

Clique em Next (Seguinte). É exibida a janela a seguir.

8. Na caixa Process Condition (Condição do Processo), seleccione as caixas de verificação que correspondem às condições no depósito. Seleccione o menor número de opções possível e não mais do que duas. Consulte o Manual de Referência da Série 5400 da Rosemount (Documento N.º 00809-0100-4026) para obter mais pormenores.

Process Condition (Condição do Processo)

Comunicador Portátil HART: Sequência de Teclas de Acesso Rápido [1,3,4,6,1] Parâmetro FOUNDATION fieldbus: TRANSDUCER_1100 > ENV_ENVIRONMENT

Product Dielectric Constant (Constante Dieléctrica do Produto)

Comunicador Portátil HART: Sequência de Teclas de Acesso Rápido [1,3,4,6,2] Parâmetro FOUNDATION fieldbus: TRANSDUCER_1100 > ENV_DIELECTR_CONST

(20)

Comunicador Portátil HART: Sequência de Teclas de Acesso Rápido [1,3,4,7,1] Parâmetro FOUNDATION fieldbus: TRANSDUCER_1300>

VOL_VOLUME_CALC_METHOD Seleccione Strapping Table (Mesa de Cintagem) se o

depósito real não corresponder a nenhuma das opções de depósito predefinidas, ou se pretender obter uma precisão elevada do volume. Introduza as dimensões do depósito:

Diameter (Diâmetro)

Comunicador Portátil HART: Sequência de Teclas de Acesso Rápido [1,3,4,7,2] Parâmetro FOUNDATION fieldbus: TRANSDUCER_1300 > VOL_IDEAL_DIAMETER

Length (Comprimento)

Comunicador Portátil HART: Sequência de Teclas de Acesso Rápido

[1,3,4,7,3] Parâmetro FOUNDATION fieldbus: TRANSDUCER_1300 > VOL_IDEAL_LENGTH Volume Offset (Desvio do Volume)

Comunicador Portátil HART: Sequência de Teclas de Acesso Rápido [1,3,4,7,4] Parâmetro FOUNDATION fieldbus: TRANSDUCER_1300> VOL_VOLUME_OFFSET

Clique em Next (Seguinte). É exibida a janela a seguir.

10. Este passo não é aplicável para o FOUNDATION fieldbus, os parâmetros entram

no bloco AI.

Para as comunicações HART, seleccione Primary Variable (Variável Primária),

PV.

Comunicador Portátil HART: Sequência de Teclas de Acesso Rápido [1,3,5,1] Especifique a variação de saída analógica ajustando o Upper Range Value (20 mA) (Valor de Variação Superior) e o Lower Range Value (4 mA) (Valor de Variação Inferior) para os valores de nível correspondentes pretendidos. Comunicador Portátil HART: Sequência de Teclas de Acesso Rápido [1,3,5,2]

NOTA:

(21)

A opção Alarm Mode (Modo de Alarme) especifica o estado de saída quando ocorre um erro de medição.

Comunicador Portátil HART: Sequência de Teclas de Acesso Rápido [1,3,5,3] São utilizados os seguintes valores:

High (Alto): 21,75 mA (padrão) ou 22,5 mA (Namur) Low (Baixo): 3,75 mA (padrão)

Freeze (Congelamento): exibe o valor quando ocorre o erro. Clique em Next (Seguinte).

11. A configuração básica com o assistente do Radar Master está agora

concluída. Prossiga com Guided Setup (Configuração Guiada) para verificar a configuração adicional necessária.

Prossiga com os Passos 2 a 5 na janela Guided Setup (Configuração Guiada):

 Configure as áreas de limites e de eco falso.

Comunicador Portátil HART: Sequência de Teclas de Acesso Rápido [2,1,6,2]

 Reinicie o dispositivo. Comunicador Portátil HART: Sequência de Teclas de

Acesso Rápido [2,1,6,4]

 Observe os valores em tempo real do dispositivo.

 Faça uma cópia de segurança completa dos parâmetros do dispositivo.

Consulte o Manual de Referência da Série 5400 da Rosemount (Documento N.º 00809-0100-4026) para obter mais informações.

Configuração - Parâmetros de comunicação Modbus

Para transmissores com a opção Modbus, siga os procedimentos seguintes para configurar os parâmetros de comunicação:

1. No menu Setup (Configuração), seleccione General (Parâmetros Gerais).

Passo 1: Inicie o assistente

Passo 2: Configure as áreas de limites e de eco falso Passo 3: Reinicie o dispositivo

Passo 4: Observe os valores em tempo real do dispositivo Passo 5: Faça uma cópia de segurança completa dos parâmetros do

(22)

Aparece a seguinte janela.

2. Seleccione o separador Communication (Comunicação). 3. Clique em Modbus Setup (Configuração Modbus).

(23)

Sistemas com Instrumentos de Segurança

(4—20 mA apenas)

A seguinte secção aplica-se à opção Antes da Utilização da Série 5400 da Rosemount (Certificação especial: QS). Estão disponíveis informações adicionais sobre Sistemas com Instrumentos de Segurança no Manual de Referência da Série 5400 da Rosemount (Documento N.º 00809-0100-4026). O manual pode ser obtido electronicamente através do endereço www.rosemount.com ou contactando um representante da Emerson Process Management.

Para identificar um transmissor com opção de Antes da Utilização da Série 5400:

 Verifique o código de opção QS no código do modelo, na etiqueta afixada no

exterior da cabeça do transmissor ou

 Comunicador Portátil HART: Sequência de Teclas de Acesso Rápido [1, 7, 8].

Verifique se o dispositivo de segurança Antes da Utilização está LIGADO ou

 Abra o Radar Master da Rosemount, clique com o botão direito do rato no

dispositivo e seleccione Properties (Propriedades). Verifique se o Dispositivo de Segurança (Opção QS) está presente

Instalação

O dispositivo deve ser instalado e configurado como um dispositivo de detecção do nível de acordo com as instruções do fabricante. Os materiais devem ser compatíveis com as condições do processo e com os fluidos do processo. Não é necessária qualquer instalação especial para além das práticas de instalação normais descritas neste documento.

Os limites ambientais estão disponíveis no Manual de Referência da Série 5400 da Rosemount (Documento N.º 00809-0100-4026), Anexo A: Dados de Referência. O circuito deve ser concebido de forma a que a tensão do terminal não desça abaixo da tensão de entrada mínima, consulte os valores no Quadro 3, quando a saída do transmissor for de 21,75 mA.

A tensão de entrada (Ui)para o HART varia entre 16 a 42,4 V CC (16 a 30 V CC em aplicações IS e 20 a 42,4 V CC em aplicações à prova de explosão/chamas).

Quadro 3. Tensão de entrada mínima (Ui) a correntes diferentes Aprovação de perigo

Corrente

3,75 mA 21,75 mA

Tensão de entrada mínima (UI)

Instalações Não Perigosas e Instalações

(24)

Figura 1. Verifique a ligação à terra quando a resistência de carga estiver inserida na linha negativa

Configuração

Utilize um circuito principal compatível com o protocolo HART, tal como o Radar Master da Rosemount ou um Comunicador de Campo, para a comunicação e verifique a configuração da Série 5400 da Rosemount. Estão disponíveis informações adicionais no Manual de Referência da Série 5400 da Rosemount (Documento N.º 00809-0100-4026). Estas instruções aplicam-se à opção QS da Série 5400 da Rosemount com quaisquer diferenças verificadas.

NOTA:

O transmissor da Série 5400 da Rosemount não possui classificação de segurança durante trabalho de manutenção, mudanças de configuração, multiponto, teste de circuito ou outra actividade que afecte a Função de Segurança. Deverão ser utilizados meios alternativos para garantir a segurança do processo durante tais actividades. Amortecimento

O damping (amortecimento) ajustado pelo utilizador afectará a capacidade de resposta do transmissor às alterações no processo. Por esta razão, os valores de

amortecimento + tempo de resposta não devem exceder os requisitos do circuito

de Segurança.

Níveis do alarme e de saturação

O DCS ou o agente de resolução lógica devem ser configurados para responder ao alarme High (Alto) e Low (Baixo). É necessário também configurar o transmissor para o alarme High (Alto) ou Low (Baixo). O Quadro 4 identifica os níveis de alarme disponíveis e os respectivos valores de operação.1

1. Em determinados casos, o transmissor não entra no estado de alarme definido pelo utilizador. Por exemplo, no

Transmissor de Nível de Radar da Série 5400 da Rosemount

Verificação da ligação à terra num único ponto do

(25)

Para obter instruções sobre os ajustes dos níveis dos alarmes, consulte o Manual de Referência da Série 5400 da Rosemount (Documento N.º 00809-0100-4026), secção "Saída Analógica".

NOTA:

Apenas o Modo de Alarme Alto ou Alarme Baixo pode ser usado para a Função de Segurança. Não escolha Freeze Current (Congelar Actual), pois será anunciado um erro no circuito da corrente.

Protecção contra escrita

Um transmissor da Série 5400 da Rosemount pode ser protegido contra mudanças de configuração acidentais usando uma função de protecção com palavra-passe. Recomenda-se usar a protecção contra escrita descrita no Manual de Referência da Série 5400 da Rosemount (Documento N.º 00809-0100-4026), secção "Protecção contra Escrita de um Transmissor".

Aceitação do local

Depois da instalação e configuração, verifique se o transmissor está a funcionar correctamente. Recomenda-se um teste de aceitação do local. O teste de prova

Quadro 4. Níveis de alarmes e valores de operação

Nível de Alarme Rosemount

Funcionamento Normal 3,75 mA1

1. Falha do Transmissor, alarme do hardware ou software na posição Low (Baixa).

4 mA 21,75 mA2 3,9 mA saturação baixa 20,8 mA saturação alta Nível de Alarme Namur Funcionamento Normal 3,75 mA1 4 mA 22,5 mA2 3,8 mA saturação baixa 20,5 mA saturação alta

2. Falha do Transmissor, alarme do hardware ou software na posição High (Alta).

20 mA

(26)

Funcionamento e manutenção

A opção Antes da Utilização da Série 5400 da Rosemount tem de ser testada a intervalos regulares para confirmar que a função de protecção contra enchimento excessivo ou depósito vazio corresponde à resposta desejada do sistema. Recomenda-se a realização do seguinte teste de prova. Se ocorrer um erro na funcionalidade de segurança, o sistema de medição tem de ser desligado e o processo tem de ser efectuado num estado de segurança usando outras medidas.

Os resultados dos testes de prova e as acções correctivas têm de ser documentados em www.emersonprocess.com/rosemount/safety. Os intervalos de teste de prova necessários dependem do ambiente de

configuração e do processo do transmissor. Consulte o manual de referência e o relatório da FMEDA (Failure Modes, Effects and Diagnostic Analysis (modos de falha, efeitos e análise de diagnóstico) para obter mais informações.

Teste de prova

Este teste detectará aproximadamente 95% de falhas Não Detectadas Perigosas (DU) possíveis no transmissor. Consulte o Manual de Referência da Série 5400 da Rosemount (Documento N.º 00809-0100-4026) para obter mais pormenores e instruções. Antes de efectuar este teste, a curva de eco deve ser inspeccionada para se certificar de que não existem ecos de distúrbio que afectem o

desempenho da medição presente no depósito.

Ferramentas necessárias: Comunicador de Campo e medidor de mA.

1. Ignore o agente de resolução lógica ou tome as acções devidas para evitar um disparo falso.

2. Desactive a protecção contra escrita se a mesma estiver activada. 3. Utilizando o Loop Teste (Teste do Circuito), introduza o valor em mA que

representa uma saída de corrente de alarme alto. Verifique se a corrente analógica alcança o valor usando o medidor de referência. Este passo testa

problemas de tensão de conformidade, tais como tensão de alimentação no circuito baixa ou resistência dos fios aumentada.

4. Utilizando o Loop Test (Teste do Circuito), introduza o valor em mA que representa uma saída de corrente de alarme baixo. Verifique se a corrente analógica alcança o valor usando o medidor de referência. Este passo testa

possíveis falhas relacionadas com a corrente em repouso.

5. Efectue uma verificação da calibração de dois pontos do transmissor, aplicando o nível de produto nos dois pontos na faixa de medição1. Verifique se a saída de corrente corresponde aos valores de entrada do nível usando uma medição de referência conhecida.

(27)

6. Active a protecção contra escrita.

7. Coloque o circuito novamente em funcionamento total.

8. Retire o desvio do agente de resolução lógica de segurança ou volte ao funcionamento normal.

9. Documente o resultado do teste para referência futura.

Para proceder à resolução de problemas no transmissor, consulte a Secção 7: Manutenção e Resolução de Problemas no Manual de Referência da Série 5400 da Rosemount (Documento N.º 00809-0100-4026).

Inspecção

Inspecção visual

Recomenda-se que inspeccione a antena quanto a uma possível acumulação ou entupimento.

Ferramentas especiais Não requeridas.

Reparação do produto

Todas as falhas detectadas pelo diagnóstico do transmissor ou pelo teste de prova devem ser relatadas. Os relatórios podem ser submetidos

electronicamente através do endereço

www.emersonprocess.com/rosemount/safety(Contact Us) (Contacte-nos). A Série 5400 da Rosemount pode ser reparada substituindo-se os componentes principais. Estão disponíveis informações adicionais no Manual de Referência da Série 5400 da Rosemount (Documento N.º 00809-0100-4026).

Referências

Especificações

A Série 5400 da Rosemount deve ser utilizada de acordo com as especificações de funcionamento e desempenho fornecidas Anexo A: Consulte os Dados no Manual de Referência da Série 5400 da Rosemount (Documento N.º 00809-0100-4026). Dados da taxa de falha

(28)

NOTA:

Ecos falsos no raio do radar resultantes de obstruções podem conduzir a uma situação em que a Série 5400 da Rosemount não poderá continuar a ser utilizada para funções relacionadas com segurança com as taxas de falhas indicadas, Fracção de Falha Segura (Safe Failure Fraction) e PFDAVG. No entanto, intervalos de teste de prova reduzidos podem ajudar a detectar tais causas indesejadas.

Vida útil

(29)

Certificações do produto

Conformidade com a UE

A declaração de conformidade CE encontra-se na página 36. A revisão mais recente da declaração de conformidade CE encontra-se disponível em www.rosemount.com.

Sistemas com Instrumentos de Segurança (SIS)

A Série 5400 da Rosemount foi avaliada por uma terceira entidade, a SP (Instituto de Investigação Técnica da Suécia), relativamente aos requisitos do hardware de acordo com a IEC 61508. Com um relatório da FMEDA (Failure Modes, Effects and Diagnostics Analysis) com uma Fracção de Falha Segura (Safe Failure Fraction - SFF) acima dos 80%, a Série 5400 é adequada em SIS segundo a metodologia Utilização Prévia. Para obter mais informações, aceda a:

http://emersonprocess.com/rosemount/safety/. Para encomendar o certificado dos dados FMEDA, utilize o código de opção QS.

Certificações de Locais de Perigo

Certificações norte-americanas Certificações Factory Mutual (FM) Identificação do Projecto: 3020497 Nota de segurança:

É sempre necessário um isolador de segurança, tal como uma barreira Zener, para se obter segurança intrínseca.

E51 À Prova de Explosão:

À Prova de Explosão para Classe I, Divisão 1, Grupos B, C e D.

À Prova de Ignição de Pó para Classe II/III, Divisão 1, Grupos E, F e G com ligações intrinsecamente seguras para Classe I, II, III, Div. 1, Grupos B, C, D, E, F e G. Código de Temperatura T4.

Limites de temperatura ambiente: –50 °C a +70 °C2.

Vedação não necessária.

Certificação válida para as opções HART, FOUNDATION fieldbus e Modbus. I5, IE1 Intrinsecamente seguro, FISCO e à prova de incêndio:

Intrinsecamente Segura para Classe I, II, III, Divisão 1, Grupos A, B, C, D, E, F e G, Classe I, Zona 0, AEx ia IIC T4 T quando instalado de acordo com o Esquema de Controlo: 9150079-905.

(30)

Modelo FOUNDATION fieldbus:

Ui = 30 V CC, Ii = 300 mA, Pi = 1,3 W, Ci = 0 nF, Li = 0 μH. Funcionamento máximo: 32 V, 25 mA

Modelo FISCO: Ui=17,5 V CC, Ii=380 mA, Pi=5,32 W, Li=Ci=0. Código de Temperatura T4.

Limites de temperatura ambiente: –50 °C a +70 °C1 Certificação válida para as opções HART, FOUNDATION fieldbus e FISCO.

Certificações da CSA (Canadian Standards Association) Certificado: 1514653

As opções de produto com a marca de Vedação Dupla cumprem os Requisitos de Vedação Dupla da norma ANSI/ISA12.27.01-20032.

Informação relativa à vedação dupla2

É possível identificar uma fenda na vedação secundária através da fuga de produto pelas saídas de ar da antena.

Manutenção da vedação dupla2

Não é necessária qualquer manutenção. Verifique o correcto funcionamento, mantendo o percurso da fuga isento de gelo ou contaminação.

E63 À prova de explosão com circuitos de segurança internos intrinsecamente

seguros [Exia].

Classe I, Divisão 1, Grupos B, C e D. Código de Temperatura T4. Classe II, Div. 1 e 2, Grupos E, F e G. Classe III, Div. 1

Modelo FOUNDATION fieldbus:

Ui = 30 V CC, Ii = 300 mA, Pi = 1,3 W, Ci = 0 nF, Li = 0 μH.

Limites de temperatura ambiente: –50 °C a +70 °C1 Selado na fábrica.

Certificação válida para as opções HART, FOUNDATION fieldbus e Modbus. I6, IF3 Intrinsecamente seguro Exia:

Classe I, Divisão 1, Grupos A, B, C e D. Código de Temperatura T4.

Modelo 4–20 mA/HART: Ui = 30 V CC, Ii = 130 mA, Pi = 1,0 W, Ci = 7,26 nF, Li = 0 μH.

Modelo FOUNDATION fieldbus: Ui = 30 V CC, Ii = 300 mA, Pi = 1,3 W, Ci = 0 nF, Li = 0 μH.

Modelo FISCO: Ui=17,5 V CC, Ii=380 mA, Pi=5,32 W, Li=Ci=0. Esquema de Instalação: 9150079-906

Limites de temperatura ambiente: –50 °C a +70 °C1.

Certificação válida para as opções HART, FOUNDATION fieldbus e FISCO.

Para obter mais informações sobre as certificações do produto, consulte o Manual de Referência da Série 5400 da Rosemount (Documento N.º 00809-0100-4026).

1. +60 °C com opção FOUNDATION fieldbus ou FISCO.

2. Não disponível com antenas de haste (Modelo Código 1R-4R)

(31)

Certificações europeias Certificações ATEX

Condições especiais para utilização segura (X)

Os circuitos intrinsecamente seguros não suportam o teste de 500 V CA, tal como é especificado na cláusula 6.4.12 da IEC 60079-11. Os riscos de impacto e fricção devem ser tidos em conta de acordo com a norma EN 60079-0, cláusula 8.1.2 quando o transmissor e peças das antenas expostas à atmosfera exterior do depósito forem compostos por ligas de metal leve e de categoria II 1G EPL Ga. As peças da antena de haste e todas as antenas de PTFE são não condutoras e a área da peça não condutora excede as áreas máximas permissíveis para o Grupo IIC de acordo com a norma IEC 60079-0, cláusula 7.3: 20 cm2 para II 2G EPL Gb e 4 cm2 para II 1G EPL Ga. Por isso, quando a antena é usada numa atmosfera potencialmente explosiva, devem ser tomadas as medidas necessárias para prevenir uma descarga electrostática. A versão Ex ia do modelo 5400 pode ser fornecida por uma barreira de segurança Ex ib certificada. A totalidade do circuito será então considerada tipo Ex ib. A antena é classificada EPL Ga e electricamente separada do circuito Ex ia ou ib. E11À Prova de Chamas:

II 1/2G Ex ia/db ia IIC T4 Ga/Gb II 1D Ex ta IIIC T79 °C2 Nemko 04ATEX1073X –40 °C < Ta < +70 °C3

Um= 250 V

Certificação válida para as opções HART, FOUNDATION fieldbus e Modbus. I1, IA1 Intrinsecamente seguro e modelo FISCO:

II 1/2G Ex ia IIC T4 Ga/Gb II 1D Ex ta IIIC T79 °C2

Nemko 04ATEX1073X –50 °C < Ta < +70 °C3

Modelo 4–20 mA/HART: Ui = 30 V CC, Ii = 130 mA, Pi = 1,0 W, Ci = 7,26 nF, Li = 0 μH.

Modelo FOUNDATION fieldbus: Ui = 30 V CC, Ii = 300 mA, Pi = 1,5 W, Ci = 4,95 nF, Li = 0 μH.

Modelo FISCO: Ui = 17,5 V CC, Ii = 380 mA, Pi = 5,32 W, Ci = 4,95 nF, Li < 1 μH.

Esquema de Instalação: 9150 079-907 Certificação válida para as opções HART, FOUNDATION fieldbus e FISCO.

N11 Tipo n: II 3G Ex nA IIC T4 Gc –50 °C < Ta < +70 °C3 II 3G Ex nL IIC T4 Gc Nemko 10ATEX1072 Modelo 4–20 mA/HART: Un=42,4 V4

Modelo FOUNDATION fieldbus: Un=32 V4

(32)

Certificações Brasileiras Certificações INMETRO

Condições especiais para utilização segura (X)

Durante a instalação, o facto de o equipamento não ser capaz de suportar 500 V CA, tal como definido na cláusula 6.3.12 da IEC 60079-11:2006 deve ser tido em consideração. Quando a caixa do transmissor de nível é instalada na zona 0, devem ser tomadas as devidas precauções para assegurar que o equipamento não é exposto ao risco de fricção ou impacto quando a caixa é feita de alumínio. A versão Ex ia do modelo 5400 pode ser fornecida por uma barreira de segurança Ex ib certificada. A totalidade do circuito será então considerada tipo Ex ib. A antena é classificada EPL Ga e electricamente separada do circuito Ex ia ou Ex ib. Certificado: NCC 3815/07X

Normas: ABNT NBR IEC: 60079-0:2008, 60079-1:2009, 60079-11:2009, 60079-26:2008 IEC 60079-31:2008

E21 À Prova de Chamas:

Modelo 4–20 mA/HART: Ex ia/db ia IIC T4 Ga/Gb Ex ta IIIC T79 °C IP66/67 –40 °C < Ta < +70 °C Um =250 V

Modelo FOUNDATION fieldbus Ex ia/db IIC T4 Ga/Gb Ex ta IIIC T69 °C IP66/67 –40 °C < Ta < +60 °C

Um = 250 V

Modelo MODBUS: Ex ia/db ia IIC T4 Ga/Gb Ex ta IIIC T79 °C IP66/67 –40 °C < Ta < +70 °C

Um =250 V

(33)

I21Intrinsecamente seguro: Modelo 4–20 mA/HART: Ex ia IIC T4 Ga/Gb Ex ta IIIC T79 °C IP66/67 –50 °C < Ta < +70 °C Ui =30 V CC, Ii =130 mA, Pi = 1,0 W, Li =0 μH, Ci =7,26 nF.

Modelo FOUNDATION fieldbus: Ex ia IIC T4 Ga/Gb Ex ta IIIC T69 °C IP66/67 –50 °C < Ta < +60 °C Ui =30 V CC, Ii =300 mA, Pi =1,5 W, Li =0 μH, Ci =4,95 nF. Esquema de Instalação: 9150 079-907 IB1Modelo FISCO: Ex ia IIC T4 Ga/Gb Ex ta IIIC T69 °C IP66/67 –50 °C < Ta < +60 °C Ui =17,5 V CC, Ii =380 mA, Pi =5,32 W, Li < 1 μH, Ci = 4,95 nF. Esquema de Instalação: 9150 079-907 Certificações chinesas

Aprovações do Centro Nacional de Supervisão e Inspecção para Protecção contra Explosões e Segurança de

Instrumentos (NEPSI)

Condições especiais para utilização segura (X) Consulte o Certificado GYI111229X.

E31À Prova de Chamas:

Modelo HART:

Ex d ia IIC T4 (–40 °C < Ta < +70 °C) DIP A20 Ta =79 °CModelo

FOUNDATION fieldbus:

Ex d ia IIC T4 (–40 °C < Ta < +60 °C) DIP A20 Ta =69 °C

Certificação válida para as opções HART, FOUNDATION fieldbus e Modbus. I31Intrinsecamente seguro:

Modelo HART:

Ex ia IIC T4 (–50 °C < Ta < +70 °C) DIP A20 Ta =79 °C

Modelo 4–20 mA/HART:

Ui = 30 V, Ii = 130 mA, Pi = 1,0 W, Ci = 7,26 nF, Li =0 μH.

Modelo FOUNDATION fieldbus:

Ex ia IIC T4 (–50 °C < Ta < +60 °C) DIP A20 Ta =69 °C

Ui = 30 V, Ii = 300 mA, Pi = 1,5 W, Ci =4,95 nF, Li =0 μH. Esquema de Instalação: 9150 079-907.

(34)

Certificações para o Japão

Certificação do Instituto Tecnológico de Segurança Industrial (TIIS)

Certificações: TC20109-TC20111 (HART) e TC20244-TC20246 (FOUNDATION fieldbus) E41À Prova de Chamas:

Transmissor: Ex d [ia] IIC T4X Antena: Ex ia IIC T4X –20 °C < Ta < +60 °C

Esquema de Instalação: 05400-00375

Certificação válida para as opções HART e FOUNDATION fieldbus. Certificações IECEx

Certificações IECEx

Condições especiais para utilização segura (X)

Os circuitos intrinsecamente seguros não suportam o teste de 500 V CA, tal como é especificado na cláusula 6.4.12 da IEC 60079-11. Os riscos de impacto e fricção devem ser tidos em conta de acordo com a norma EN 60079-0, cláusula 8.1.2 quando o transmissor e peças das antenas expostas à atmosfera exterior do depósito forem compostos por ligas de metal leve e de categoria EPL Ga. As peças da antena de haste e todas as antenas de PTFE são não condutoras e a área da peça não condutora excede as áreas máximas permissíveis para o Grupo IIC de acordo com a norma IEC 60079-0, cláusula 7.3: 20 cm2 para EPL Gb e 4

cm2 para EPL Ga. Por isso, quando a antena é usada numa atmosfera potencialmente

explosiva, devem ser tomadas as medidas necessárias para prevenir uma descarga electrostática. A versão Ex ia do modelo 5400 pode ser fornecida por uma barreira de segurança Ex ib certificada. A totalidade do circuito será então considerada tipo Ex ib. A antena é classificada EPL Ga e electricamente separada do circuito Ex ia ou ib.

E71À Prova de Chamas: Ex ia/db ia IIC T4 Ga/Gb Ex ta IIIC T79 °C2

IECEx NEM 06.0001X –40 °C < Ta < +70 °C3

Um= 250 V

Certificação válida para as opções HART, FOUNDATION fieldbus e Modbus.

1. Código de encomenda para Certificações do Produto. Para obter mais informações, consulte a Ficha Técnica do Produto da Série 5400 da Rosemount (Documento N.º 00813-0100-4026) ou o Manual de Referência da Série 5400 da Rosemount (Documento N.º 00809-0100-4026).

(35)

I7, IG1 Intrinsecamente seguro e modelo FISCO: Ex ia IIC T4 Ga/Gb Ex ta IIIC T 79 °C2 IECEx NEM 06.0001X –50 °C < Ta < +70 °C3 Modelo 4–20 mA/HART: Ui = 30 V CC, Ii = 130 mA, Pi = 1,0 W, Ci = 7,26 nF, Li = 0 μH.

Modelo FOUNDATION fieldbus:

Ui = 30 V CC, Ii = 300 mA, Pi = 1,5 W, Ci = 4,95 nF, Li = 0 μH.

Modelo FISCO:

Ui = 17,5 V CC, Ii = 380 mA, Pi = 5,32 W, Ci = 4,95 nF, Li < 1 μH. Esquema de Instalação: 9150079-907

Certificação válida para as opções HART, FOUNDATION fieldbus e FISCO. N71 Tipo n:

Ex nA IIC T4 –50 °C < Ta < +70 °C3

Ex nL IIC T4 IECEx NEM 10.0005

Modelo 4–20 mA/HART: Un= 42,4 V4Modelo

FOUNDATION fieldbus: Un= 32 V4

Certificação válida para as opções HART e FOUNDATION fieldbus. Esquema de instalação: 9240031-958

Outras certificações Protecção contra transbordo Certif. n°: Z-65.16-475

U1 Testado pela TÜV e aprovado pela DIBt quanto à protecção contra transbordo de acordo com os regulamentos WHG alemães.

Certificação válida para as opções HART e FOUNDATION fieldbus. Adequado para a Utilização Pretendida

Em conformidade com NAMUR NE 95, versão 07.07.2006 "Basic Principles of Homologation" (Princípios Básicos da Homologação).

(36)

Declaração de Conformidade CE

(37)
(38)
(39)

Declaração de Conformidade CE

N.º: 5400 Nós,

Rosemount Tank Radar AB Box 13045

S-402 51 GÖTEBORG Suécia

declaramos sob nossa única responsabilidade que o produto

Transmissor de Nível de Radar da Série 5400 da Rosemount fabricado pela

Rosemount Tank Radar AB Box 13045

S-402 51 GÖTEBORG Suécia

relacionado com esta declaração, está em conformidade com as provisões das Directivas da Comunidade Europeia, incluindo as alterações, conforme ilustrado na lista em anexo.

A presunção da conformidade baseia-se na aplicação das normas harmonizadas e, quando aplicável ou necessário, numa certificação do organismo notificado da Comunidade Europeia, conforme indicado na lista em anexo.

Gerente – Aprovação de Produtos

(Nome do cargo - letra de imprensa)

Per-Olof Hägglund 12 de Dezembro de 2011

(40)

Lista N.º: 5400

Página 2 de 3 5400 EC Declaration of Conformity 111212_por-eur.doc Directiva CEM, Compatibilidade Electromagnética (2004/108/CE)

EN 61326-1:2006 EN 61326-3-1:2006

Directiva PED, Equipamentos de Pressão (97/23/CE)

Em conformidade

com as boas práticas de engenharia segundo o artigo 3.3 da directiva

Directiva ATEX, Atmosferas Explosivas (94/9/CE) Nemko 04ATEX1073X

Intrinsecamente Seguro/Entidade e FISCO: Equipamento Grupo II, Categoria 1/2 G (Ex ia IIC T4 Ga/Gb)

À Prova de Chamas: Equipamento Grupo II, Categoria 1/2 G (Ex ia/db ia IIC T4 Ga/Gb) Pó: Equipamento Grupo II, Categoria 1 D (Ex ta IIIC T69°C/T79oC)

EN60079-0:2009; EN60079-1:2007; EN60079-11:2007, EN60079-26:2007; EN60079-27:2008; EN 60079-31:2009

Nemko 10ATEX1072

Tipo de protecção N, Sem Faíscas: Equipamento Grupo II, Categoria 3 G (Ex nA IIC T4 Gc) Tipo de protecção N, Energia Limitada: Equipamento Grupo II, Categoria 3 G

(Ex nL IIC T4 Gc)

(41)

Lista N.º: 5400

Directiva de Equipamento de Terminais de Rádio e Telecomunicações (R&TTE) (99/5/CE)

ETSI EN 302 372 v1.1.1 (2006-4); EN 50371:2002

Directiva de Baixa Tensão (2006/95/CE) EN 61010-1:2001

Organismo Notificado pela ATEX para os Certificados de Exame de Tipo CE

Nemko AS [Número do Organismo Notificado: 0470] Gaustadalléen 30

0373 OSLO Noruega

Organismo Notificado pela ATEX para Garantia de Qualidade

Det Norska Veritas Certification AS [Número do Organismo Notificado: 0575]

(42)

Emerson Process Management Rosemount Measurement 8200 Market Boulevard Chanhassen, MN 55317 E.U.A. Tel.: (USA) 1 800 999 9307 Tel.: (Internacional) +1 952 906 8888 Fax: +1 952 906 8889

Emerson Process Management, Lda. Edifício Eça de Queiroz

Rua General Ferreira Martins 8 - 10ºB Miraflores

1495-137 Algés Portugal

Tel.: + (351) 214 134 610 Fax: + (351) 214 134 615 Emerson Process Management

Asia Pacific Pte Ltd 1 Pandan Crescent Singapura 128461 Tel: +65 6777 8211 Fax: +65 6777 0947

Linha de Suporte a Serviços: +65 6770 8711 E-mail: Enquiries@AP.EmersonProcess.com Emerson Process Management Blegistrasse 23 P.O. Box 1046 CH 6341 Baar Suíça Tel.: +41 (0) 41 768 6111 Fax: +41 (0) 41 768 6300 Emerson FZE P.O. Box 17033 Jebel Ali Free Zone Dubai EAU Tel: +971 4 811 8100 Fax: +971 4 886 5465

Emerson Process Management Latin America

1300 Concord Terrace, Suite 400 Sunrise Florida 33323 EUA Tel.: +1 954 846 5030

Emerson Beijing Instrument Co. No. 6 North Street, Hepingli, Dong Cheng District Pequim 100013, China Tel.: (86) (10) 6428 2233 Fax: (86) (10) 6428 7640

© 2014 Rosemount Inc. Todos os direitos reservados. Todas as marcas mencionadas neste documento pertencem aos seus proprietários. O logótipo Emerson é uma marca comercial e uma marca de serviço da Emerson Electric Co.

Rosemount e o logótipo da Rosemount são marcas registadas da Rosemount Inc.

Imagem

temas relacionados :