FACULDADE DA IGREJA MINISTÉRIO FAMA FAIFA. Projeto de Oficina de Letramento. COORDENAÇÃO DO PROJETO: Profª. Ms.Alessandra Carlos Costa Grangeiro

Texto

(1)

FACULDADE DA IGREJA MINISTÉRIO FAMA – FAIFA

Projeto de Oficina de Letramento

COORDENAÇÃO DO PROJETO: Profª. Ms.Alessandra Carlos Costa Grangeiro

(2)

1 APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NAEPAC: Núcleo de apoio à Extensão, Pesquisa e Atividades Complementares TIPO DE ATIVIDADE: Projeto de Responsabilidade Social

I. Título: Oficina de Letramento

II. Instituição executora: Faculdade da Igreja Ministério Fama – FAIFA III. Coordenação do Projeto: Profª. Ms. Alessandra Carlos Costa Grangeiro IV. Introdução

O presente projeto visa apresentar o trabalho de Responsabilidade Social voltado para os alunos dos cursos de extensão da Faculdade da Igreja Ministério Fama – FAIFA e, também, para a comunidade em geral, por meio da Oficina de Letramento. Primeiramente, é necessário a distinção entre Alfabetização e Letramento para um melhor entendimento acerca do conteúdo, dos objetivos e da justificativa da oficina. A alfabetização está relacionada ao ato de decodificar as palavras, ou seja, ao processo mecânico de decifrar o código lingüístico, neste caso, a Língua Portuguesa. O Letramento diz respeito às possibilidades de uso do código lingüístico no cotidiano dos seus usuários, às praticas sociais em que a Língua Portuguesa é necessária, tais como: pagar contas, pedir informações, navegar na internet, ler jornais, etc. Assim, percebe-se que a Alfabetização e o Letramento estão sobremaneira vinculados, uma vez que o Letramento é uma continuação da Alfabetização.

Uma pessoa não alfabetizada pode fazer uso da língua portuguesa enquanto falante nativo, mas o fará de maneira limitada, pois estará excluída das práticas que envolvem a escrita e a leitura da palavra. Importante salientar que a exclusão das práticas citadas, necessariamente, leva à exclusão de relações sociais, culturais e políticas. Dessa maneira, é fundamental relacionar a aquisição da alfabetização às praticas sociais, pois quanto maior o Letramento de um indivíduo, ou seja, quanto maior o campo de utilização do seu código lingüístico, maior será a amplitude de sua atuação no mundo.

V. Justificativa

(3)

Ministério Fama, conhecedora de sua responsabilidade social enquanto instituição de ensino, oferece a Oficina de Letramento aos seus alunos com maior grau de dificuldade na Língua Portuguesa, bem como às pessoas pertencentes à comunidade em geral que necessitam do mesmo aprendizado.

Durante as aulas de Língua Portuguesa ministradas no Curso de COMFIE Ministerial e Completo, foi diagnosticado que uma parcela dos alunos possui grande dificuldade na leitura e na escrita, dificultando assim o aprendizado nas demais disciplinas oferecidas pelo curso. Dessa forma, a Oficina de Letramento justifica-se pela necessidade de oportunizar a esses alunos o acesso ao conhecimento básico da língua, para que possam realizar o curso com um bom aproveitamento e para ampliarem o domínio e os usos do código lingüístico que utilizam em diferentes situações enquanto partícipes da sociedade.

Quanto ao público relacionado à comunidade em geral, a FAIFA também possui o interesse de lhes promover o acesso ao conhecimento, proporcionando-lhes oportunidade de desenvolvimento cognitivo, social e cultural, participando, dessa maneira, do processo de democratização do ensino.

VI. Público Alvo

A oficina dirige-se aos alunos do Curso de COMFIE Ministerial e Completo, da FAIFA, que tenham um alto grau de dificuldade na Língua Portuguesa e à comunidade em geral.

VII. Objetivos

Fortalecer o comprometimento da Instituição com a Responsabilidade Social e com o bem estar coletivo.

Promover o ensino da língua materna àqueles que possuem alto grau de dificuldade.

Contribuir para o melhor aproveitamento das disciplinas oferecidas pelo curso, tendo em vista que a Língua Portuguesa é a base para adquirir determinados conhecimentos.

(4)

VIII. Materiais e Metodologia

Os materiais serão referentes ao conteúdo programático, bem como outros textos disponibilizados pelo (a) professor (a).

A oficina seguirá o Modelo Ideológico de Letramento, ou seja, os conteúdos aplicados no processo de ensino e aprendizado estarão de acordo com a realidade social do educando, para que o aprendizado faça sentido no momento da leitura e da escrita.

IX. Conteúdo Programático Alfabeto

Formas comuns de tratamento Plural e Singular

Aumentativo e Diminutivo Feminino e Masculino Ortografia

Tipos de frases: afirmativa, negativa, interrogativa e exclamativa Substantivo

Adjetivo

Sinônimos e Antônimos X. Investimento

Investimento social da Faculdade FAIFA, sem nenhum ônus para os alunos da Instituição. Para comunidade somente uma taxa de 20,00 (vinte) reais por semestre. XI. Duração

A Oficina de Letramento compreende 1 (um) semestre de duração. XII. Carga Horário

(5)

SOARES, Magda. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

FREIRE. Paulo. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1980.

Imagem

Referências

temas relacionados :